« 20 DE JULHO DE 1969 | Entrada | NATAL É QUANDO UM HOMEM QUISER »

julho 20, 2004

A HONRA

Vejamos o processo de nomeação do futuro presidente da UE:

1) A UE tem 25 Estados membros. Mas como desses apenas 12 participam em todas as políticas da UE, o presidente da Comissão Europeia só pode ser escolhido entre 12 e não entre 25.

2) Desses 12 Estados membros há três (França, Itália, Bélgica) que são excluídos pois já tiveram um presidente da comissão no passado. Ficam apenas
nove.

3) Desses nove países há cinco (Alemanha, Espanha, Holanda, Irlanda, Grécia)que ficam excluídos à partida, pois já detêm cargos de relevância na UE. Sobram quatro países.

4) Dos quatro países que ficam, foi convidado oficialmente o primeiro-ministro do Luxemburgo, que recusou o cargo alegando que tem um compromisso com o eleitorado do Luxemburgo. Restam portanto três países: Áustria, Finlândia e
Portugal.

5) Uma das imposições para se ser presidente da Comissão Europeia é falar inglês e francês. Ora mais de 99% dos Austríacos e dos Finlandeses não sabem falar Francês e Inglês. Restava por isso Portugal. Como de costume no último lugar e por exclusão de partes.

E ainda há quem diga, entre nós, que é uma honra Portugal ocupar este cargo. Se a saloiice matasse, Portugal seria um cemitério de saloios. (Cláudia)

Publicado por José Mário Silva às julho 20, 2004 04:42 PM

Comentários