« NÃO TENHAM MEDO. ESTAMOS AQUI PARA VOS SALVAR! | Entrada | SEAN CARROLL »

julho 20, 2004

OS BURACOS NEGROS TÊM CABELO

O título correcto deste texto deveria ser "Stephen Hawking convenceu-se de que os buracos negros têm cabelo". (Para esclarecimentos sobre estes conceitos, veja-se por exemplo o interessantíssimo blogue Preposterous Universe de Sean Carroll. Recomendo vivamente esta discussão. A notícia também saiu no Público de sexta feira. A justificação para o esotérico nome "cabelo" tem de vir de um matemático; tem origem na topologia, e é disso que se trata.)
O título é, neste aspecto, enganador; é só mais uma opinião, de um físico famoso.
Tudo se resume ao seguinte: Hawking descobriu nos anos setenta que os buracos negros afinal deveriam emitir radiação; tal entraria em contradição com os princípios fundamentais da mecânica quântica, no que ficou conhecido como o paradoxo da informação. Hawking passou os anos oitenta e noventa a pôr em causa esses princípios fundamentais (nomeadamente o chamado princípio da unitaridade) devido ao tal paradoxo, e com isso foi perdendo influência (mas não respeitabilidade) junto dos seus pares. Agora mudou de ideias e pediu para comunicar tal mudança numa sessão plenária de uma conferência da especialidade.
Como é que isto me afecta? Não me afecta particularmente. Hawking nunca foi dos cientistas que mais me tenham influenciado. Ao pôr em causa a mecânica quântica afastou-se do mainstream, onde (tento) trabalhar. Neste momento trabalho precisamente em buracos negros com cabelo, e a aceitação do sr. Hawking, francamente, deixa-me algo indiferente. De resto, as teorias de cordas apresentam os únicos resultados palpáveis para uma compreensão microscópica dos buracos negros.
Tudo isto não passa da opinião de um físico teórico, e a opinião de Hawking presentemente tem mais crédito junto da imprensa do que junto dos seus pares.
O que me faz pensar nisto tudo é justamente o valor da opinião dos mais influentes na física teórica. É muito, podem crer, e, na total ausência de experiências a confirmar estas teorias, é ainda maior.
Será que Stephen Hawking acredita em buracos negros com cabelo? Será preciso acreditar mesmo nalguma ideia para a desenvolver? Baseado na minha experiência de falar com os meus colegas a minha resposta é não. No meu caso, sinceramente, eu acredito nas ideias com que trabalho, mas não ponho a mão no fogo... Voltarei a este assunto. Por agora, chega de opiniões. Ainda esta semana, física a sério.

Publicado por Filipe Moura às julho 20, 2004 11:37 AM

Comentários

Em bom rigor, o título correcto seria, então: "os buracos negros também evacuam depois de comer". Lavoisier é que sabe...

Publicado por: The Bird @ frangosparafora.blogspot.com em julho 20, 2004 12:07 PM

Ò Filipe: cabelos já vi que têm... e pentelhos?

Publicado por: justino castro em julho 20, 2004 02:05 PM

Justino, piadas desse género são comuns entre quem trabalha no assunto...

Publicado por: Filipe Moura em julho 20, 2004 09:43 PM

Os buracos negros são como o buraco do cu que também tem cabelos.

Publicado por: canzoada em julho 20, 2004 10:47 PM

Foi do buraco do teu cu que saiu este comentário, canzoada, ou não?

Publicado por: Filipe Moura em julho 20, 2004 11:27 PM