« O FIM DO SEMIPRESIDENCIALISMO? | Entrada | MORTES POLÍTICAS »

julho 10, 2004

SAMPAIO, O SUPER-VIGILANTE?


Para dar uma no cravo, depois de dez minutos a martelar furiosamente na ferradura, Sampaio afivelou cara de mau e ameaçou o futuro governo com um purgatório de constante vigilância. Que é preciso continuar as políticas neste e naquele sector; senão... senão, o quê, meu Deus?
Irá Sampaio dissolver a AR mal Santana aplique à escala nacional o populismo acéfalo e ineficiente que já distinguiu a sua acção em Lisboa? Irá Sampaio puxar as orelhas a Alberto João quando a sua ilha se endividar excessivamente pela 86ª vez?
Alguém acredita, para começar, que ele tenha coragem para tal? Alguém crê, por um minuto que seja, que ele irá afrontar a maioria que agora não quis sujeitar a sufrágio? Alguém o imagina a lançar a tal "bomba atómica" se agora, quando tinha todos os motivos imagináveis para tal, não o fez? Está-se mesmo a ver Sampaio a declarar uma guerra institucional ao governo que criou em nome da sacrossanta "estabilidade", não está?
Quem acredita nisto, talvez também imagine possível o cenário em que os barões laranjas se vão voluntariamente apear do comboio do poder para combater Santana...

PS: sempre gostaria de saber como é que Santana poderá, em simultâneo, seguir o programa de Durão e prosseguir as políticas do mesmo, quando uma coisa não equivale à outra - recordem, por exemplo, o previsto e nunca visto "Choque Fiscal".

Publicado por Luis Rainha às julho 10, 2004 12:33 PM

Comentários

ahahhahahahahahahhahahahahahahahahahahahaahah
ahahahahhhahahahahhahahahahahahahahahahahah
ahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahah
ehehehehehehehheheheheheheheheheheheheheh eheheh
ehehehehheehhehehehehehehehehehehehehehehhe

Publicado por: Afonso Henriques em julho 10, 2004 03:47 PM

ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha
ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha
ehehehehheheheheheheeheheheheheheheheheheheh
eehehehehehehehehehehehehehehehehehehehehe
eheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheh
estou chorar de tanto rir!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Publicado por: Afonso Henriques em julho 10, 2004 03:58 PM

Deixei de acreditar no Sampaio.

A Feira das Vaidades das Tias, dos Chulos vai começar ! Amém...

Publicado por: Carlos Lemos em julho 10, 2004 04:15 PM

Independentemente do que se pense do Santana Lopes (eu voto em branco ou não voto), convém não esquecer que as eleições legislativas servem para escolher um partido e um programa de governo, mais do que (ou-e não) um primeiro-ministro. Se é verdade que o programa de governo "eleito" tem que ser respeitado (precisamente por ter sido o "eleito"), não me parece que a substituição do secretário-geral de um partido (mesmo neste caso)deva ser "votada" pelos eleitores de um país exactamente porque o que os eleitores elegem é um partido e o respectivo programa de governo (embora o primeiro-ministro altere, pelo simples facto de estar vivo, o curso das coisas).

Se, como parece, não se duvida (refiro-me às pessoas que escrevem neste blog) da decisão do Presidente da República (digo, da conformidade de tal decisão com a constituição), então tudo se resume a uma questão de apreço pelas qualidades pessoais e políticas de uma pessoa- Santana Lopes.

Tudo isto para dizer que ao confundir-se os dois assuntos- a preferência pessoal (chamemos-lhe assim) e questões de natureza política, legislativa, etc. -sem se ser capaz de perceber, ou de revelar, que o que verdadeiramente se lamenta é que AQUELA pessoa chegue a primeiro-ministro (e não tanto as "falhas" do sistema que tal coisa permite), quando esta confusão ocorre, dizia, o que se está a fazer é uma crítica pouco transparente que de nada seve os objectivos (que podem ser óptimos)que tal crítica pretende atingir. A menos que os objectivos de tais críticas/análises sejam apenas o de confundir as coisas-o que me custa a acreditar, uma vez que as poriam imediatamente no lugar da desonestidade.

Por favor senhores: críticas fáceis (como a de comparar o dito senhor ao Bush) só servem para desvalorizar a gravidade da situação (da fictícia democracia) americana (ou, quando muito, caso os leitores fossem estúpidos, para alcandorar o primeiro ao estatuto de "estrela" mundial do segundo).

Publicado por: Rui Costa em julho 10, 2004 06:20 PM

Não só o Sampaio não fará o que ontem disse (dissolver a AR se houver desvios em relação no programa do Governo), como, se o fizer, estará mais uma vez a dar uma prenda a Santana-Paulo Portas. O populismo é disto que precisa, de um inimigo que explique a vacuidade das suas políticas. Basta ver os argumentos utilizados por Santana quando começou a ser criticado por causa do Casino. Vale tudo, até mesmo fazer as pessoas acreditarem que Sampaio é uma força de bloqueio. Uma ideia tão estúpida que até dá vontade de praticar o desporto favorito do Sampaio: chorar, como diz o Inimigo Público de ontem.


Sampaio chorou por ter chorado

"Tudo aconteceu na manhã de ontem, numa altura em que o Presidente da República tomava o seu duche. Quando o sabonete escorregou das suas mãos e embateu numa das paredes da banheira, Jorge Sampaio ficou triste e começou a verter algumas lágrimas. Comovido com o facto de estar a chorar, iniciou um berreiro tal que Maria José Ritta teve de ir buscar uma chucha para o acalmar. (...)"

[Nuno Costa Santos, Inimigo Público, 9.7.2004]

Publicado por: Pedro Sales em julho 10, 2004 07:42 PM

LUTO PELA DEMOCRACIA
A TRAIÇÃO DE JORGE SAMPAIO EQUIVALE A UMA MORTE.
MARIA DE LURDES PINTASILGO FOI A PRIMEIRA VÍTIMA MORTAL DA LOUCURA DO EX-SOCIALISTA, AGORA PSD-SANTANISTA CHAMADO JORGE SAMPAIO.
AO OUVIR O BÁRBARO-FASCISTA DISCURSO DE UM TRAIDOR SENTIU-SE MAL COMO MILHÕES DE PORTUGUESES QUE O COLACARAM A PR VOTANDO NELE, CONTRA O PSD. HORAS DEPOIS MORREU DE UM PROBLEMA PSICOSSOMÁTICO.

Publicado por: j.silva em julho 10, 2004 09:55 PM

A Direita rejubila com Jorge Sampaio. Aqueles que o colocaram a PR com o seu voto estão de luto pela traição.

Publicado por: j.silva em julho 10, 2004 10:02 PM

A situação foi e é chocante, mas não é surpreendente: o homem nunca se afirmou quando era preciso, arrastou-se amargurado e cativo, incapaz de fazer qualquer coisa que contrariasse o Governo, não fosse o défice agravar-se; e já Camões falava do fraco rei que faz fraca a forte gente.
No PSD prepara-se o festim e o Dr. Jardim - já se sentou à mesa; no PS avançam os heróicos homens de esquerda que, há dois anos, se perfilaram na frente para combater o Dr. Barroso (consola-me a certeza de que Lamego e Soares, pelo menos, sairão esmagados). Restam Ferro, que eu desejo que siga com a mulher e o Gastão para Almoçageme, porque o partido (e o país) o não merecem, e as mulheres que nesta tragicomédia tiverem a dignidade de ser politicamente incorrectas: Manuela Ferreira Leite, Teresa Gouveia, Ana Gomes e Helena Roseta.
Enfim, Sampaio vigilante? É de morrer a rir!!

Publicado por: jota em julho 11, 2004 12:29 AM

Perguntem às pessoas se votaram nos tais programas (que seguramente não conhecem) ou na cara n.º 1 de cada partido em campanha! Esta agora é a grande novidade! Quando não há mais ou melhores argumentos... as questões formais em força!

Publicado por: Maria em julho 11, 2004 12:47 PM

Chateia-me esta clivagem entre blogs de "esquerda" e de "direita"
Há gente que escreve muito bem. Pouca, claro.
E há gente que pensa muito bem; quero dizer: consequente e logicamente. Nada tem a ver a direccionalidade das conclusões.
Porque, sendo visceralmente apartidário desde que percebi para que é que serve a política em Portugal, o que menos me interessa é se as conclusões são de esquerda ou de direita.
Nesse sentido, desagrada-me profundamente que blogs tão visitados como o «Barnabé» e o «Blogue de Esquerda» sejam de uma previsibilidade e repetitismo confrangedores.

Publicado por: João Tilly em julho 11, 2004 10:11 PM


Manifesto Anti Frouxo em Português Corrente

BASTA PUM BASTA

Uma geração que consente deixar-se representar por um Frouxo é uma geração que nunca o foi. É um coio d'indigentes, d'indignos e de cegos! É uma resma de charlatães e de vendidos, e só pode parir abaixo do zero!
Abaixo a geração!
Morra o Frouxo, morra! Pim!
Uma geração com um Frouxo na Presidência é um burro impotente!
Uma geração com um Frouxo à proa é uma canoa em seco!
O Frouxo é judeu!
O Frouxo é meio judeu!
O Frouxo saberá gramática, saberá sintaxe, saberá dar medalhas, saberá fazer discursos longos e chatos, saberá tudo menos tomar decisões que é a única coisa que ele deveria fazer!
O Frouxo criticou a política extrema de contenção, dizendo que há vida para além do Orçamento, mas agora quer a continuação das mesmas políticas.
O Frouxo pesca tanto de política que tem que ouvir meio-mundo antes de se decidir!
O Frouxo passa a vida a falar na soberania do Povo, mas decide tudo sem o consultar.
O Frouxo quer o Povo a participar na política, mas nega-lhe que escolha os seus governantes.
O Frouxo é um habilidoso!
O Frouxo dá sono só de ouvir discursar!
O Frouxo manda recados nos discursos que faz, mas acobarda-se na hora da verdade!
O Frouxo é Frouxo!
O Frouxo é Jorge!
Morra o Frouxo, morra! Pim!
A mulher do Frouxo veste-se com uma bandeira!
A mulher do Frouxo é mais patríotica que o Frouxo!
O Frouxo é tão frouxo que chora ao medalhar a selecção. O Frouxo acha que perder uma final dá direito a ser-se condecorado.
O Frouxo é um mediocre!
O Frouxo é um ciganão!

Não é preciso ser-se invertebrado para não se ter espinha dorsal, basta ser-se como o Frouxo! Basta não ter escrúpulos nem morais, nem artísticos, nem humanos! Basta andar com as modas, com as políticas, e com as opiniões! Basta ser judas! Basta ser Frouxo!
Morra o Frouxo, morra! Pim!
O Frouxo nasceu para provar que nem todos os que são eleitos sabem governar!
O Frouxo é um autómato que deita pra fora o que a gente já sabe o que vai sair... mas é preciso ouvir toda a gente e empastelar as decisões!
O Frouxo ameaça e manda indirectas nos discursos, mas quando na altura de decidir é frouxo!
O Frouxo é uma anedota dele próprio!
Morra o Frouxo, morra! Pim!
O Frouxo é o escárnio da consciência!
Se o Frouxo é de esquerda eu quero ser de direita.
O Frouxo é a vergonha da intelectualidade portuguesa! O Frouxo é a meta da decadência mental!
E ainda há quem não core quando diz admirar o Frouxo!
E ainda há quem lhe estenda a mão!
E quem lhe perdoe!
E quem tenha dó do Frouxo!
E quem se tenha esquecido que ele também foi eleito e com mais de metade dos votos!
E foi eleito por aqueles que agora deixa cair!
E ainda há quem duvide de que o Frouxo não vale nada, e não sabe nada, e que nem é inteligente, nem decente, nem zero!

Continue o senhor Frouxo a decidir assim que há-de ganhar muito com a sua frouxidão e há-de ver que ainda apanha uma estatua de prata no Largo do Caldas.
E fique sabendo o Frouxo que se todos fossem como eu, haveria tais munições de manguitos que levariam dois séculos a gastar.
Mas julgais que nisto se resume a política portuguesa? Não!
Mil vezes não!

Morra o Frouxo, morra! Pim!

Portugal que com todos estes senhores conseguiu a classificação do país mais atrasado da Europa e de todo o mundo!
O país mais selvagem de todas as Áfricas! O exílio dos degredados e dos indiferentes! A África reclusa dos europeus! O entulho das desvantagens e dos sobejos! Portugal inteiro há-de abrir os olhos um dia - se é que a sua cegueira não é incurável e então gritará comigo, a meu lado, a necessidade que Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado!

Morra o Frouxo, morra! Pim!

Publicado por: Manifesto Anti Frouxo em Português Corrente em julho 11, 2004 10:52 PM

o harakiri do s.paio com efeito duplamente penetrante já que o ferrinho estava as cavalitas, deixou-me extasiado!!!!!!

Que grande jogada a do durao
ahahahaahhahahahahhahahahahahhaha

Compensou o campeonato ahahahahahahahaha

Publicado por: Afonso Henriques em julho 12, 2004 03:21 PM