« MAIS UM SANTANETE | Entrada | GESTOS »

julho 08, 2004

TOP EXECUTIVE PARA EMIGRANTES

Não sei se repararam, mas a capa do texto anterior é da edição internacional do "24 Horas". Nesta mesma capa, a TAP tem o desplante de propagandear viagens Newark-Portugal por $1699. Será isto o melhor que a TAP tem para oferecer? Deve ser por isto que eu nunca voei na TAP. Nunca encontrei uma tarifa competitiva na TAP.
Está certo que é uma tarifa "top executive", mas será essa a melhor tarifa a anunciar no "24 Horas"? De certeza que não é essa a tarifa que a concorrente Continental anuncia. Depois admiramo-nos de a TAP estar como está.

Publicado por Filipe Moura às julho 8, 2004 07:06 PM

Comentários

Ainda por cima, o "24 Horas" nem sequer é o jornal dos executivos.

Publicado por: Nuno Morais em julho 8, 2004 07:18 PM

Se calhar a TAP teve o desplante (?) de pensar que nem todos os portugueses que vivem em Newark são uns desgraçadinhos. Se calhar teve o desplante de pensar que nem todas as pessoas que viajam de avião, usam como único critério de escolha de companhia aérea o preço. Se calhar a TAP teve o desplante de ir além do estereotipo e ver que o seu público alvo em New Jersey era composto por diversos segmentos de mercado, e que não se limitava a ser uma massa indistinta de analfabetos funcionais. Se calhar teve o desplante de fazer um estudo de mercado para descobrir que eles não precisam de ler o Eduardo Prado Coelho para terem dinheiro para comprar um bilhete "top executive".

Publicado por: O Silva em julho 9, 2004 12:36 AM

O Silva até tem razão. Afinal, o Castelo Branco (o tal que detesta "coisinhas moles") viaja em Executiva e duvido que leia Eduardo Prado Coelho...

Publicado por: Nuno Morais em julho 9, 2004 01:03 AM

A TAP está como está? Pelo que ouço dizer, passa lindamente, muito obrigado.

Publicado por: João Pedro em julho 9, 2004 03:00 AM

O Silva pode lá ter a sua opinião mas não percebe um cú de marketing. Deve ser da "familia" da Moura Guedes que diz que o seu telejornal é visto maioritariamente pelas classes A e B. O 24horas tb deve assim... O Silva tb sabe usar dos seus estereotipos e para ele quem viaja em económica são os desgraçadinhos e os analfabetos. Não me considero nem um nem outro mas não me estou a ver a pagar 1.700Euros para ir para Newark. Se o Silva estudar o mercado vai ver que quando se anunciam produtos exclusivos não se coloca o preço. O preço só interessa quando estamos a disputar segmentos que valorizam o preço baixo. Veja a estratégia de outras empresas aéreas, pois quando estas vendem a executiva não colocam lá "super tarifa" mas antes valorizam a exclusividade e o conforto. Não há saldos para vender exclusividade. Mas já se sabe que comunicação não é a especialidade da TAP bem pelo contrário.

Publicado por: Helder em julho 9, 2004 09:41 AM

A TAP ate nem tem maus precos, especialmente em voos para a Europa. Ate para Londres consegue ter precos competitivos (por vezes melhores que a Air Luxor. E de certeza melhores que a BA).

A TAP tem, a meu ver, 2 problemas:
1. Falta de conexoes fora da Europa (a ser reolvido com a Star Aliance em 2005)
2. Atrasos monumentais. A politica de previligiar voos com conexoes leva a tal. E por isto que eu evito voar com a TAP (a nao ser quando os precos o justificam)

O pessoal de bordo tambem nao e do mais simpatico.
A comida e normalmente melhor que a da concorrencia (especialmente se a concorrencia se chamar KLM, blargh)

Ja agora Filipe, podias ao menos investigar antes de dizer algo factualmente tao errado. Fui consultar o site da Continental e os precos para a ultima semana de Agosto sao:
1.600 USD para Economica
5.500 USD para Executiva
E quase tao barato voar em executiva da TAP como em economica da Continental.
Ao argumentares completamente desfasado dos factos corres o risco que as pessoas olhem para os teus textos como ficcao.

PS - Sempre voei para os EUA com a Continental, motivo: voos de conexao para o resto dos EUA (Curiosamente eles voam tambem para Newark, um dos Hubs deles - o outro e Chicago O'Hare se a memoria nao me falha).

Publicado por: Jean-Luc em julho 9, 2004 11:11 AM

Uma adenda: dei-me ao trabalho de ir ver os precos na expedia para meia duzia de capitais Europeias (para daqui a um mes), resultados :

Em 5 casos a TAP tinha o melhor preco, comparando com outras companhias de "Bandeira" e a Air Luxor.
Num caso a TAP ficava em segundo (Air Luxor em primeiro), para Madrid.

Publicado por: Jean-Luc em julho 9, 2004 11:17 AM

Ate ha um ano, nunca voei por mais de 500 euros. Voei primeiro na TWA (que tinha tarifas optimas) e depois (quando a TWA infelizmente acabou) indirecto (voei uma vez na Continental). Os precos da Continental nao sao muito melhores que os da TAP (que falta faz a concorrencia da TWA), mas os melhores precos sao da Lufthansa, BA ou KLM (precisamente sempre em voos de conexao!).
Quanto as questoes de marketing, faco minhas por completo as palavras do Helder. A Continental em Newark faz uma campanha muito mais agressiva com os seus precos. E nunca vi nenhuma companhia fazer campanha da classe executiva pelos precos (ou no 24 Horas), mas pelo conforto...
Para Paris as tarifas mais baratas sao sempre as da Air Luxor (quando disponiveis), por razoes logicas.

Publicado por: Filipe Moura em julho 9, 2004 11:30 AM

E ja agora, Jean Luc, nao e nos sites das companhias que se obtem os bons precos dos voos: e nos das agencias de viagens. Mais uma razao para ser ridiculo a TAP ter gasto dinheiro a publicitar aquela tarifa.

Publicado por: Filipe Moura em julho 9, 2004 11:33 AM

Precos de agencia britanica para um voo para o mes que vem de Lisboa para Newark:
Continental 50% (!!!!!) mais cara que TAP.
Companhia mais barata: TAP.

Ordem crescente de precos:
TAP, BA, KLM, Northwest airlines, Continental, Air France.

Faltou-me um comentario sobre o leg room: Eu nao andei a medir (e esses dados nao sao publicos), mas tenho a sensacao que a TAP e muito boa (e a Air Luxor tambem). A KLM e um desastre, o espaco e tao pouco, que quando o cliente da frente abre o banco o meu portatil vai aberto com um angulo de 20%, mais nao da.

E sobre os precos baixos da Air Luxor: E obvio que se conseguires um dos poucos bilhetes a preco minimo e mais barato. Eu nunca consegui tarifa mais barata. E so uma vez era mais barato que a TAP. Normalmente tens que comprar com 500 anos de antecedencia para ter o preco minimo.

O problema da TAP, para mim, sao os atrasos.

A TAP tambem tem fama de ser muito boa na manutencao, coisa que dou importancia depois de ir num aviao em que avariou um motor a jacto ao levantar. [Ou nao, continuo a evitar a TAP por causa dos atrasos].

Curiosamente a melhor companhia que eu conheco pontualidade e a MyTravel Lite (uma barata aqui do centro de Inglaterra). Fiz muitos voos com eles e nunca um minuto de atraso.

Domingo TAP, se for menos de 30 minutos de atraso dou-me por feliz.

Publicado por: Jean-Luc em julho 9, 2004 11:49 AM

Um apontamento pessoal: Trabalho numa pequena companhia que tem negocios fora do UK, as vezes metade da companhia esta no ar.
Um director voa em media ~150 vezes por ano.
Eu nao tenho tanto azar e fico-me por 40.

Ainda me lembro da primeira vez que voei, precisamente com a Continetal para Newark. A sensacao do levantar e do aterrar. Agora ou adormeco antes do aviao partir (e ha vezes que nem a aterragem me acorda) ou estou a espera que o aviao levante para ligar o portatil e trabalhar.

Nao ha vista de aviao mais bonita que eu conheca do que aterrar pela pista Sul de Lisboa.

Publicado por: Jean-Luc em julho 9, 2004 12:02 PM

Nas ligações Londres-Lisboa e Londres-Porto, a BA e a TAP têm preços muito semelhantes. O serviço da TAP é melhor. Quanto aos atrasos, noto algum desleixo da TAP no embarque quando se voa de Portugal mas também me parece que Heathrow dá tratamento VIP (prioridade, digamos) à BA. Ainda assim, não há diferença significativa no cumprimento de horários.
Dito isto, continuo a concordar com o Filipe na inadequação do anúncio.
Já agora, a EasyJet tem um recorde de pontualidade porque acrescenta meia hora de "cagaço" ao tempo de vôo estimado. Nem sempre partem a horas mas chegam quase sempre antes do previsto. :)

Jean-Luc, é verdade: não há vista mais bonita do a que se tem quando se aterra em Lisboa pelo Sul.

Publicado por: Nuno Morais em julho 9, 2004 12:19 PM

Caro Helder, não percebendo um cú de marketing, é certo, pelo menos faço os possíveis para não despejar directamente o que vem nos livros. Já pensou que talvez a estratégia da TAP fosse precisamente tornar menos exclusivo um lugar "Top executive", tentando vender alguns bilhetes a pessoas que se calhar nunca se deram ao trabalho de se informarem e que assim até descobrem que o dinheiro que ganham na cadeia de padarias lhes permite ir em primeira, porque afinal nem é assim tão caro?

Se a campanha estivesse noutro jornal qualquer, é óbvio que isto não faria (tanto) sentido, mas no caso do 24 Horas, parece-me evidente que a TAP está apenas a tentar vender bilhetes a uma franja de mercado com um pé em duas classes, fazendo uma campanha precisamente com essas características. Se reparar, em jornais menos direccionados, as campanhas para os lugares de executiva da TAP cumprem religiosamente as regras elementares do marketing:«não colocam lá "super tarifa" mas antes valorizam a exclusividade e o conforto».

Já agora, usei os "desgraçadinhos e analfabetos" apenas porque era essa ideia que parecia estar subjacente ao post do Filipe Moura. Conheço alguns emigrantes portugueses de Newark e Boston, e sei perfeitamente que é uma ideia que não passa de um estereotipo. Felizmente, há bastantes que de desgraçadinhos não têm nada, e que, veja-se bem, até viajam em primeira.

Eu pessoalmente também viajo só em económica, mas garanto-lhe que se ganhasse o suficiente para que o transtorno de pagar 1700 euros para ir até Newark fosse igual ao de pagar actualmente 500, ia num lugar top executive sem remorsos.

Cinicamente, tenho noção que há uma vida mais barata do que essa, mas também sei que não é tão boa.

Publicado por: O Silva em julho 9, 2004 12:45 PM

Caro O Silva, se passei a ideia dos "desafortunados" (chamemos-lhes assim), estava a referir-me aos emigrantes leitores do "24 Horas". Sei que ha muitos emigrantes que, felizmente, nao o sao. E claro que ha muitos ricos ignorantes, mas mesmo esses nao precisavam daquele anuncio. Parece um esforco num publico errado. O objectivo da TAP nao deveria ser esse. E agora, por mim, assunto encerrado.

Publicado por: Filipe Moura em julho 9, 2004 12:51 PM

Por mim também. No fundo, não chega-se à conclusão que afinal estamos todos (ou quase) de acordo. Abraço.

Publicado por: O Silva em julho 9, 2004 04:06 PM