janeiro 31, 2007

Adulto ficas

Mais uma vez pela manhã fria saiu da toca o Nabo Rogeriano. Afastou a rama dos olhos e disse uma frase roubada. "Tornas-te adulto quanto percebes que podes morrer a qualquer instante."

João Sem Medo parou de fazer o que estava a tentar. Pensou naquela frase como uma lambidela venenosa do destino.

Publicado por joão sem medo em 09:20 AM | Comentários (626) | TrackBack

janeiro 25, 2007

Pequeno, tristinho e chora quando tosse

Já se sabe que uma manhã fria a caminhar campos fora em dia de frio Inverno mal agasalhado significa um convite amistoso á constipação. Como se cada passo sobre a terra fria, entre os fetos orvalhados servisse de embalo ao fungar, ao espirrar e ao pedido clemente da cama "vem para aqui curar a constipação que já andaste muito no veraneio".

Nada disto é grave nos grandes. Até é normal, como se normal fosse esgotar todos os lenços da gavetinha do armário que fica ao fundo da cama junto á porta, se a normalidade fosse beber todo o mel, toda a aguardente de tangerina, usar todas as mantas e dormir com o narigão vermelho de tanto fungar (de tanto doce do mel, da aguardente, ou de todas as coisas juntas que não são muitas mas poderosas quando combinadas).

Neste cenário de "frios da época", os resultados normais nos adultos de casa não molestam mais do que o esperado. Mas nas crianças geram uma dor dolorosa tripla de "é tão pequeno" "fica tão tristinho", "chora quando tosse". A isto se acrescentando "não se pode dar o respectivo tratamento que nos adultos faz milagres ou atordoa" e fica-se pelo antibiótico de vapores de eucalipto na esperança que esta noite o pequeno durma mais aliviado.

Publicado por joão sem medo em 04:57 PM | Comentários (577) | TrackBack

janeiro 22, 2007

Musicas de JSM XIV

Improvisar é tão bom que apetece continuar, estrada fora. Sempre a andar, para trá e para a frente, tema, introdução lançada, explicação, divertimento. Regresso. De novo o tema e fica tudo percebido. Introdução, desenvolvimento e conclusão. Simple esta estrutura complexa da improvisação.

Brad Mehldau Trio; The Art Of The Trio, Jazz

Publicado por joão sem medo em 06:34 PM | Comentários (1264) | TrackBack

Músicas de JSM XIII

Improvisar é uma forma de sonhar com liberdade de métricas. Um processo de voar por cima das estruturas sem se magoar. A improvissão é uma horta onde flores se podem misturar com couves e continuarem flores e ter um campo lindo de legumes. Muito lindo.

Para não perder nunca o rumo, começar por ouvir
Brad Mehldau, Largo, Jazz

Publicado por joão sem medo em 12:13 PM | Comentários (1954) | TrackBack