outubro 22, 2003

As diabruras do Papa

Como qualquer estudante universitário que se preze, o curso em que lecciono não tem nada a ver com aquilo que quero realmente fazer. Ou melhor, tem a ver, no sentido em que nos afoga num banho de cultural geral (importante, entenda-se) durante 3 anos, para mais tarde nos dar apenas 1,5 de formação mais ou menos prática. Mas isso não vem ao caso. O que eu queria dizer é que numa das aulas (redundantes, a meu ver), um certo professor de formação eclesiástica, referia-se aos avanços na relação Cristianismo/Judaísmo alcançados por João Paulo II no seu pontificado, reaproximando duas tradições religiosas afastadas por 20 séculos de guerra. Os tais avanços nada mais foram que a visita ao Muro das Lamentações, com o respectivo texto (a que Deus foi dirigido, já agora?) e com a sua entrada na sinagoga de Roma. Até aqui, nada de anormal.

Gostei foi da frase usada pelo catedrático em questão: "Foram movimentos difíceis de um homem superior.". Soltei uma gargalhada em frente a toda a aula e tive de me refugiar na vergonha para não dizer a um auditório inteiro que já estava a imaginar o Papa, parado junto à sinagoga de Lisboa, a colocar açúcar e canela em farturas para os crentes que saíam da dita cuja.

Parkinson tem destas coisas.

P.S.: o post supracitado não tem intenção de ofender ninguém, nem os católicos apostólicos romanos, nem os doentes ou familiares de doentes de Parkinson. Foi só uma explosão "criativa"...

Publicado por MrQuentin em 05:12 PM | Comentários (2) | TrackBack

outubro 14, 2003

Segredos

Por que é que as pessoas contam segredos? Se são segredos, não é suposto guardá-los religiosamente? E, se não os conseguimos conter, não equacionamos o facto de o mesmo poder acontecer ao novo portador do segredo em questão? Devemos ficar chateados com essa mesma pessoa por ter feito exactamente o mesmo que fizemos ainda antes dela?

A mente humana é uma coisa complicada.

Publicado por MrQuentin em 10:16 PM | Comentários (3) | TrackBack

outubro 04, 2003

Tráfico de influências

E é desta massa que a política no nosso país se faz, roubando aos pobres para dar aos ricos, qual Robin Hood com uma disfunção esquizofrénica de personalidade. Cai Pedro Lynce. Martins da Cruz finge que não é nada com ele (Diana Martins da Cruz ainda é sua filha, não é verdade?) e o resto do país assiste, impávido e sereno, seguindo piamente o cherne na sua crença que tudo foi feito na maior das boas fés. Integro-me no grupo que há cerca de 4 anos tentou ludibriar (não temos desculpas, não o fizemos de boa fé) o júri de provas globais de um 11º ano em duas escolas secundárias vimaranenses, dando entrada a 250 atestados médicos. Apesar de não ter sido nada combinado (esta é a única boa fé que nos resta, a de não ter sido um complot para passar por cima dos nossos colegas a nível nacional, mas sim apenas uma triste coincidência), ainda hoje arrastamos os penantes pelos tribunais com justificações, arguidos, réus, juízes e o caralho a sete para tentar provar o nosso arrependimento. Como cidadãos portugueses, quebramos a lei, fomos apanhados, cumprimos a pena. Há cidadãos de primeira e de segunda categoria? Na minha entrada para a faculdade, 3 CENTÉSIMAS impediram-me de estudar onde planeei grande parte da minha adolescência. Certamente, não foi Diana Martins da Cruz que me tomou o lugar, mas poderá muito bem ter sido uma outra qualquer filha(o) de políticos, quem me garante?

É um direito (e um dever, na minha opinião) a qualquer um que se sinta lesado (isto vai desde o estudante que queria entrar em Medicina e não conseguiu por casos semelhantes a estes) à minha avó desterrada em Trás-os-Montes por não ser para isto que ela paga impostos, de se dirigir pessoalmente ou por carta à Procuradoria Geral da República, exigindo uma investigação detalhada para garantir que benesses deste género não estarão, nunca mais, ao alcance de ninguém.

As desigualdades provocadas pelo sistema económico-social já são suficientes para abrir muitas portas a muita gente. É preciso ser tão estúpido para se mandar despachos entre ministros com pedidos desta natureza?

Resta-me agora uma dúvida. Com esta confusão toda, em quem voto nas próximas eleições?

Publicado por MrQuentin em 03:01 PM | Comentários (4) | TrackBack

outubro 01, 2003

Carta porno

Que me perdoem o plágio da imagem, mas esta é a minha resposta enquanto estudante universitário a todos os meus colegas que protestam contra o aumento das propinas. Ora leiam a carta que vem abaixo e digam-me se o dinheiro não está a ser bem aplicado na educação dos futuros líderes deste país e mundo.

Já dizia alguém "O mundo são as crianças".

Yeah, right.

a carta que vem abaixo

Publicado por MrQuentin em 11:24 PM | Comentários (2) | TrackBack

Sobre a Casa Pia...

Agora que as borbulhas do escândalo fervido deram lugar a uma água tépida em vias de entrar em ebulição novamente, venho por este meio completar a teoria (?!?) do Muito Mentiroso (estranhamente silenciado um dia destes) sobre o processo.

Isto não é, nem mais nem menos, de que uma cabala (como amo esta palavra...) para o Francisco Moita Flores reconstruir dentro de 5 anos numa série má para a RTP 1, como fez com o Ballet Rose e O Processo dos Távoras. Daí as equipas de operadores de câmara do canal do estado metidos ao barulho.

Ainda não consegui perceber quem fará de quem na reconstrução fictícia desta triste realidade, mas começo a adivinhar...

Um bem haja ao barnabé.. Grande blog.

Publicado por MrQuentin em 05:05 PM | Comentários (0) | TrackBack