« Transportes | Entrada | Entidades Reguladoras »

dezembro 22, 2005

Autoeuropa

Fase dramática.
Desempenho ensombrado.
Garantir a competitividade no mundo global.
Medidas drásticas:

"A adaptação do número de trabalhadores à produção [despedimentos] e o recurso ao outsourcing [AutoVisão] nas áreas que não são considerados core business".
(Emílio Saenz, director-geral da Autoeuropa)
Ou baixam os custos de produção [pela diminuição dos rendimentos dos trabalhadores] ou não há novo carro.
Sempre o preço da mão-de-obra como o factor da competitividade!

Sempre o "novo" carro !

Publicado por rpx às dezembro 22, 2005 02:47 PM

Comentários

Para hoje apenas UM BOM NATAL.

Publicado por: João Norte às dezembro 22, 2005 05:18 PM

este é o verdadeiro terrorismo social!!!!
a decisão está tomada há muioto tempo e não depende em nada do acordo em palmela!!!!

Publicado por: luikki às dezembro 22, 2005 07:04 PM

...e o governo descarta-se e ainda ameaça os trabalhadores de despedimento. Quem disse que esta canalha são socialistas?
Xuxialistas de merda digo eu e, os trabalhadores ainda acreditam no pai natal
ARRE!

Publicado por: trapizomba às dezembro 22, 2005 11:22 PM

Comente




Recordar-me?