fevereiro 07, 2004

Cenas da Vida

Fade In.

EXT. PLATEAU DE RUA - DIA

Um carro aproxima-se a grande velocidade, travando mesmo em frente à camera.

ASSISTENTE DE REALIZAÇÃO (OFF)
Ok, corta!

O Cenário é uma rua real, estando os seus acessos cortados por Assistentes de Produção, quer para peões, quer para automóveis.

EXT. RUA CORTADA - DIA

Um Homem mal encarado, ignorando o aparato tenta passar mas um Assistente barra-lhe a passagem.

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Desculpe, mas estamos a filmar por isso não convém passar.

O Homem olha para ele com um ar de poucos amigos.

HOMEM
Não quê? Mas o que é esta merda! Eu passo se muito bem me apetecer.

O Assistente mantém a sua postura políticamente correcta.

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Não é bem assim, nós estamos aqui a trabalhar e se pudesse dar a volta, agradecia.

HOMEM
Mas qual dar a volta, qual quê? Quem é voçê para me estar a dizer que eu não posso passar por aqui?

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Sou o responsável por cortar esta passagem. Peço imensa desculpa, mas só estou a cumprir ordens.

O Homem faz um ar contrariado.

HOMEM
Mas isto agora é assim, é? Um gajo vem cansado do serviço e já nem pode ir para casa por onde quer?

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Mas o senhor pode dar a volta pela rua de trás! Qual é o seu problema em fazer um desvio de 30 ou 40 metros?

HOMEM
Não é isso que está em questão! é o princípio. Eu andei lá em África a lutar para que eu pudesse passar por onde bem entender!

O Assistente mostra-se um pouco mais impaciente.

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Oiça, eu só estou aqui a tentar fazer o meu trabalho. Se o senhor não respeita isso, o melhor é eu ir ali falar com o Polícia.

HOMEM
Mas qual polícia, qual quê? Vá é chamar o seu superior que isto assim não pode ser.

O Assistente começa a olhar para um polícia que se encontra próximo.

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO
Olhe que eu não estou a brincar. Ou o senhor dá a volta ou vamos ter chatices.

HOMEM
Vá, chame lá a polícia! Pode chamar à vontande que eu não tenho medo nenhum. Eu não ando a roubar ninguém, pago os meus impostos, tenho todo o direito a passar por onde bem quiser.

O Assistente vai em direcção ao polícia. O Homem olha para o lado como quem procura algum apoio por aprte de outros curiosos que se encontram ali.

HOMEM
Têm cá uma lata...

EXT. PLATEAU DE RUA - DIA.

Entretanto o Assistente de Realização que se encontra junto do Vídeo Assist, pega no seu Walkie Talkie.

ASSISTENTE DE REALIZAÇÃO
O.k., estás pronto? Arranca com o carro.

O Carro começa a trabalhar.

EXT. RUA CORTADA - DIA.

O Homem olha para todos os lados.

HOMEM
Vou passar! Quero lá saber...

E avança pelo plateau.

EXT. PLATEAU DE RUA - DIA.

O Assistente de Realização continua com o Walkie.

ASSISTENTE DE REALIZAÇÃO
... E Acção!

Dito isto, o Assistente de Realização olha em frente com um ar de pânico.

ASSISTENTE DE REALIZAÇÃO
Péra aí, que é esta merda! Corta! Corta!

O Homem avança pelo plateau e ao ouvir os berros olha para o lado e o seu
rosto contorce-se de pânico.O carro avança com os travões a chiar em direcção à camera,á semelhança do primeiro plano.

A imagem funde para negro, e no escuro ouvimos um barulho de choque.

Fade Out.

Publicado por Toy em 02:30 PM | Comentários (2) | TrackBack

fevereiro 04, 2004

E Mais Uma Cena

INT. LOJA DE ANTIGUIDADES - DIA.
Plano fixo, do interior da loja, com a camera colocada por detrás de uma vitrine com loiças de china azul.
Duas "tias", muito coquetes e "bem", conversam animadamente em frente.

TIA DA ESQUERDA
... E a Tó chegou com um bronze... Ai filha, nem lhe digo nada...

TIA DA DIREITA
Quanto tempo é que ela esteve lá?

TIA DA ESQUERDA
Uma semana.

A Tia da Esquerda pega numa chávena.

TIA DA ESQUERDA
Aaah... Esta aqui é tão gira! é tal e qual a que a Pituxa tem na casa da Areia.

TIA DA DIREITA
Ela já se mudou?

TIA DA ESQUERDA
Siiiiim??? ó querida, não sabia?

TIA DA DIREITA
Eu já não a vejo desde a festa da Chachão.

TIA DA ESQUERDA
Ai, essa festa... Nem me lembre! O Tomás apanhou uma bebedeira... ficou insuportável.

A Tia da Esquerda olha para a chávena.

TIA DA ESQUERDA
Quanto é que isto custa?

Descobre uma etiqueta na base com o preço. Faz um olhar de espanto. A Tia da Direita reage da mesma maneira.

TIA DA ESQUERDA (ENTREDENTES)
A da Pituxa não foi tão cara.

TIA DA DIREITA
Sim, mas se calhar é daquelas que foram feitas anteontem em Londres.

TIA DA ESQUERDA
Não me admirava nada...

A Tia da Esquerda volta a pousar a chávena. Descobre uma travessa na primeira prateleira.

TIA DA ESQUERDA
Oh! Que bonita!

Pega na travessa.

TIA DA ESQUERDA
Não acha que ficava mesmo bem em cima da minha lareira nova?

TIA DA DIREITA
Tem uma lareira nova?

TIA DA ESQUERDA
Não viu??? Ai, ó querida tem que ir lá em casa um dia destes! Olhe, a lareira é um espanto! Custou uma fortuna! Mas há-de ver, valeu mesmo a pena.

TIA DA DIREITA
Sim, temos que combinar.

TIA DA ESQUERDA
Pode ser no Domingo. O Tomás podia desafiar o Tópê para um squash.

TIA DA DIREITA
Ai, o Tópê tem estado com tanto trabalho lá na empresa... Nunca mais jogou.

TIA DA ESQUERDA
ó querida, não importa. O Tomás também nem é assim um grande jogador.

TIA DA DIREITA
Está bem. Vou falar com ele.

TIA DA ESQUERDA
Vai ver, A lareira é o máximo. Toda em mármore. Mandámos pintar um retrato nosso com o Bernardo e a Carlota para pôr por cima... Mas eu queria algo mais, não sei...

Olha para a travessa. Descobre o preço e volta a reagir mal.

TIA DA ESQUERDA
Estas loiças devem ser mesmo autênticas. Por este preço!

TIA DA DIREITA
Sim. Já imaginou quanto é que não deve valer esta vitrine toda.

TIA DA ESQUERDA
Ui! Nem quero imaginar. Dava para fazer umas três lareiras iguais à minha!

Dito isto, a Tia da Esquerda pousa a travessa de volta. A prateleira cede e ambas as Tias seguem com o olhar a queda.
Quando cessa o ruído dos estilhaços, ambas viram-se para trás petrificadas, revelando o Antiquário que está por detrás delas, de cachimbo na mão, a sorrir de orelha a orelha.

Publicado por Toy em 08:29 PM | Comentários (0) | TrackBack