maio 18, 2005

Gostava eu de poder mexer na minha vida,
de poder tocar-lhe, para que num abraço longo
pudesse sentir o teu corpo,
pudesse sentir da funda luz o gesto das tuas palavras.

Se eu pudesse mexer na minha vida,
escreveria num fio de água os campos verdes,
o céu azul, as mãos profundas do vento.
Escreveria num fio de água a flor que escreveste em mim,
escreveria num fio de água o perfume do amor que
escreveste dentro de mim.


Publicado por checoturco em 07:12 PM | Comentários (0)

maio 01, 2005

Só queria atracar num porto onde te pudesse dar a minha mão,
tenho muitas saudades tuas.

Publicado por checoturco em 11:37 PM | Comentários (0)