« outubro 2003 | Entrada | dezembro 2003 »

novembro 28, 2003

Crise?

Vou mudar para uma casa maior,

a 1ª pessoa que foi ver a minha casa gostou, não refilou com o preço e quer fazer já o contrato promessa. Ou a crise na imobiliária é uma grande treta, ou estou a vender a casa muito barata (não estou) ou tive uma grande sorte, não sei, não quero saber, quero é mudar de casa já.

Publicado por amnésia às 04:31 PM

novembro 27, 2003

L.V.BLVD

Publicado por amnésia às 11:48 AM

novembro 26, 2003

Tá de Chuva

Voltou a chuva outra vez, estavam a saber tão bem estes dias frios cheios de sol.

Publicado por amnésia às 05:30 PM

Perdemos a Taça América

Perdemos mesmo a Taça América. Tenho ideia que tivemos uma canditatura boa, forte e bem apresentada. Infelizmente Espanha é Espanha e nós não temos o mesma força. Ainda por cima não temos um rei (e ainda bem) fánatico de vela.

Publicado por amnésia às 11:36 AM | Comentários (1)

novembro 25, 2003

Famílias de Merda

Há dois anos cruzei-me profissionalmente com um tipo (não tem outro nome) que me pediu determinado trabalho. Ao fim de 15 minutos de conversa percebi que estava a tratar com um doido, que tinha também uma mulher doida e que me tinha metido num sarilho porque não os podia mandar a merda ou ir-me simplesmente embora. Passado uma semana apresentei o trabalho (que para mim estava irrepreensível). O tipo disse-me sem mais justificações que estava detestável e que a mulher dele conseguia fazer o trabalho incomparavelmente melhor do que eu. Foi um alivio e a desculpa que eu precisava para desaparecer dizendo-lhe que o melhor que ele tinha a fazer era pedir a mulher para o fazer.

Como é natural fiquei com um pó tremendo ao tipo mas felizmente sempre que o vi depois desse episódio consegui fazer-me distraído ou passar a tempo para o outro lado da rua. Hoje ouvi uma história à cerca deste personagem que me transtornou completamente. O gajo quer oferecer o filho dele, pediu a uma pessoa que eu conheço para ficar com o filho.

Como não o suporta, como a criança está completamente transtornada, a saída é pagar a alguém para dar algum afecto e ambiente familiar ao filho. Como é possível fazer filhos para os tratar desta maneira? Como é que se consegue viver assim?

Este personagem (falo só dele porque o conheço melhor) tem uma situação financeira desafogada e um nível intelectual que eu diria alto. Tinha a ideia que este tipo de problema era basicamente um problema da gente mais desfavorecida com pouca educação e com carências sociais graves. Nada mais errado.

Parece que o casal está em vias de perder a tutela do filho. Fico contente que instituições oficiais estejam atentas a casos como este mas por outro lado fico um tanto apreensivo com o acompanhamento que essas mesmas instituições possam dar.

Publicado por amnésia às 06:29 PM | Comentários (2)

novembro 24, 2003

Matilde

Este post estava demasiado lamechas. Delete e aqui vai um novo.
Esta é a Matilde, a minha filhota que eu adoro.

Publicado por amnésia às 02:57 PM | Comentários (4)

novembro 21, 2003

Tomar

Estive ontem em Tomar a fazer uma apresentação, vi pouco mas gostei do pouco que vi.

Publicado por amnésia às 04:35 PM | Comentários (1)

novembro 19, 2003

David Almeida

O David Almeida divide-se um pouco pela escultura, pintura e gravura. Vale mesmo a pena conhecer o seu trabalho principalmente a gravura. Há neste momento uma exposição dele na Galeria Enes (R. Poeta Bocage, 18 A – Lisboa).

Publicado por amnésia às 04:58 PM

novembro 18, 2003

Taça América

Não sou um grande entendido nem um grande apreciador de vela, mas já vivi fora e sei da importância e grandiosidade que a taça América tem. Esta competição náutica só se realiza de 4 em 4 anos e em termos de audiências e prestigio só pode ser comparável a eventos como os jogos olímpicos ou o mundial de futebol.

A 1ª edição da taça América remonta ao ano 1851, foi disputada em Inglaterra. Nessa 1º edição estavam presentes 16 barcos ingleses e 1 americano, o americano ganhou, assim a competição seguinte realizou-se nos Estados Unidos conforme estava previsto nos regulamentos. Durante 132 anos a taça manteve-se na América e só em 1983 uma clube de vela Australiano conseguiu ganhar a taça e leva-la para a Austrália. Nas últimas edições a taça andou a passear entre a Austrália, Estados Unidos e Nova Zelândia mas este ano e pela 1ª vez uma equipa Europeia ganhou, foi uma equipa Suíça de nome Alinghi.

Como a prova tem que ser disputada no mar e a Suíça só tem o lago Le Mans, têm que escolher um local para realizar a prova. Há quatro candidatos finalistas que são Lisboa-Cascais, Valência, Marselha e Nápoles. A decisão será tomada dia 26 de Novembro e a expectativa é muito grande. Porquê?

Para nós implicaria a requalificação de toda a zona marítima de Algés onde actualmente está a Docapesca. A projecção a nível mundial do nosso país, em mercados como os Estados Unidos, Japão, Austrália e Nova Zelândia, está previsto igualmente, entre 2006 e 2009, a entrada no nosso pais de 500.000 turistas. O impacto directo na nossa economia será de 1500 milhões de Euros (números do governo) e serão criados 15 000 postos de trabalho. Os concorrentes e suas famílias (cerca de 1700 pessoas) passariam a residir em Portugal até à conclusão do evento.

Está tudo muito complicado e nas últimas semanas Valência aparece como cidade favorita. Fico assustado só em pensar que não vamos ter a taça América em Portugal. Esperemos sinceramente que tudo corra pelo melhor e que as notícias dos últimos dias não passem de boatos.

Publicado por amnésia às 05:27 PM | Comentários (2)

novembro 17, 2003

calçada

Quem compra uma maquina digital passa por uma fase de fazer fotografias artísticas, como se vê estou a passar por ela. O chato é que arte eu não tenha muita, de qualquer maneira vou tentando!

Publicado por amnésia às 06:19 PM | Comentários (2)

novembro 14, 2003

Made in Philippines

É a prova que bom web design pode ser feito em toda a parte. Até nas Filipinas.
Inksurge.

Publicado por amnésia às 06:02 PM | Comentários (1)

novembro 13, 2003

Episódios e Realidades Americanas

O controlo de passageiros ao entrar nos Estados Unidos é terrível, somos confrontados com um interrogatório exaustivo sobre as razões porque queremos entrar no pais. Parece que os funcionários de emigração são escolhidos a dedo, qualquer manifestação de simpatia por parte deles deve ser punida com despedimento por justa causa.

Uma das pessoas que foi comigo cometeu o “crime” de ter um visto de Cuba no passaporte, o resultado foi um interrogatório de 45 minutos.

No controlo de Bagagem de mão e de passageiros temos que tirar os sapatos e passa-los pelo raio x, imaginem um cenário de 200 ou 300 pessoas descalças com os sapatos na mão à espera da sua vez.

Na chegada ao aeroporto de Las Vegas na Zona de recolha de bagagens há máquinas de jogos para os mais impacientes.

Há pelo menos 5 hotéis com mais de 3000 (mesmo três mil) quartos, normalmente os casinos começam logo nos halls dos hotéis.

No hotel Venician no 2º andar há um canal com gôndolas, toda a decoração é alusiva como não podia deixar de ser a Veneza.

Os taxistas são iguais aos nossos, talvez até um bocadinho piores (eu sei que é difícil).

Na excursão american style que fiz ao Grand Canyon saiu-me um guia com capacidades oratórias dignas do Fidel Castro, 7 horas de viagem sem nunca estar mais de 30 segundos calado.

De pequenino é que se torce o pepino. Seguindo o ditado há casinos para os mais novos, as criancinhas em vez de ganharem $ ganham chocolates e outras guloseimas.

Las Vegas está num vale completamente cercada por montanhas, como a poluição não se dissipa facilmente, a cidade vive numa situação de smog permanente.

Las Vegas é a única cidade americana onde a prostituição é legalizada.
Las Vegas é a cidade que mais igrejas por habitante.

Publicado por amnésia às 11:33 AM

novembro 12, 2003

Las Vegas

Sabe sempre bem sair e passar uns dias fora mesmo que seja em trabalho (desde que haja algum tempo livre), tive azar com a cidade que me calhou. Conheço alguma coisa dos Estados Unidos principalmente a costa este e há muitos destinos americanos que gostava de conhecer, Las Vegas nunca foi um deles.

Sempre tive a ideia que Las Vegas conseguia concentrar tudo o que de pior há na América e não me enganei muito. É jogo, é uma Disneylândia em formato cidade, é consumismo levado ao extremo, é prostituição, é uma cidade onde se sente realmente uma pobreza de espirito generalizada (mesmo sabendo como as generalizações são injustas).

Salvou-se a parte profissional, a camaradagem e o Grand Canyon que vale mesmo a pena ver (de preferência de avião e de carro sem guias turísticos).

Publicado por amnésia às 04:26 PM | Comentários (3)