janeiro 31, 2007

ANTES RIR QUE CHORAR

Ainda a cargo do João Pedro

d d.JPG

vg mm.JPG

A PROPÓSITO

Portugueses riem pouco

Um estudo científico inédito levado a cabo pela Universidade Fernando Pessoa, no Porto, analisou à lupa cerca de 50.000 fotos publicadas nos jornais diários portugueses ao longo do ano 2006.
Conclusão: as pessoas riem pouco, e esta “expressão facial de emoções negativas” é explicado por um contexto social desfavorável e a expectativa de um futuro pouco risonho.
Neste cenário de caras carrancudas e risos amarelos, a excepção são as mulheres e as crianças, que exibem os mais rasgados sorrisos.
Só os homens com mais de 60 anos se revelaram mais alegres, …..

(In: Expresso)

Publicado por tata em 07:16 PM | Comentários (552) | TrackBack

ALANDROAL NA COMUNICAÇÃO SOCIAL

Na: http://www.dianafm.com/

Alandroal vai ter um parque desportivo

Terça, 30 Janeiro 2007
O município vai avançar com a construção de uma infraestrutura que envolve um estádio, campos de ténis e uma ciclovia.
O estádio, dotado de relva sintética, reflecte um investimento de 350 mil euros, que o município candidatou ao programa "Primeiro Relvado".
O projecto está já em curso, como explicou à DianaFm o Presidente da Câmara, João Nabais.
O parque desportivo vai ser construído na Tapada do Cochicho, junto às piscinas municipais e ao Fórum Cultural Transfronteiriço, num espaço que estava por reabilitar e que a Câmara adquiriu.
A autarquia pretende, com estes investimentos, aumentar a qualidade de vida da população residente, e espera que os mesmos possam também ser factor de atracção de pessoas e investimentos.

Publicado por tata em 07:10 PM | Comentários (57) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Amabilidade da: http://www.dianafm.com/

Crónica de 31 de Janeiro de Hélder Rebocho

Quarta, 31 Janeiro 2007
Começou oficialmente a campanha para o referendo sobre a interrupção voluntária da gravidez que terá lugar no próximo dia 11 de Fevereiro.
Não será uma campanha tão rica em entusiasmo e emoção como são as campanhas para as eleições legislativas, autárquicas ou presidenciais, porque não está em causa uma opção política ou ideológica, mas moral.
Apenas existem duas opções, sim ou não à legalização da interrupção voluntária da gravidez até às dez semanas de gestação, não há lugar ao “nim”, á terceira via que caracteriza os outros actos eleitorais.
Também ninguém irá votar numa das soluções a sufrágio só porque é militante ou simpatizante de uma força política, pois este referendo é uma questão supra partidária ou melhor apartidária, que dilui a esquerda e direita tanto no não como no sim.
Não estamos perante um acto eleitoral como outro qualquer porque aquilo que se vai decidir é demasiado importante para ser politicamente decidido, é uma questão moral que deve ser abordada de acordo com os ditames da consciência e não em subserviência a um partido ou ideologia.
Falamos de vida e da possibilidade de conferir às mães o poder de decidir sobre o direito a nascer dos seus filhos, por ora até ás dez semanas de gestação, numa altura em que o feto completou um quarto da sua vida intra-uterina, quando já possui todos os órgãos e os sistemas corporais que se encontram em crescimento.
Às dez semanas, o feto já desenvolveu o sistema nervoso central, tem actividade cerebral e já existem movimentos das pernas e dos braços, tem dedos com unhas e impressões digitais. Os olhos já têm pálpebras, íris e córnea, a boca tem língua e até já surgiram os primeiros folículos capilares que em breve darão lugar ao cabelo. O sexo do feto está já diferenciado e o seu coração, morfologicamente completo cumpre uma função circulatória. Os seus rins já produzem urina como qualquer bebé recém nascido.
Perante tudo isto pergunto. As dez semanas de gestação o feto não é vida, não é um ser humano em formação, em desenvolvimento?
É evidente que sim, por isso não pode ser tratado do ponto de vista jurídico, social e médico como um apêndice ou um tumor que se extirpa porque incomoda ou não é do agrado de quem o transporta no seu corpo.
A gravidez não pode ser encarada como uma doença, ou uma consequência indesejada ou imprevisível para a mãe, sobretudo no estado actual do desenvolvimento científico em que os meios contraceptivos são de todos conhecidos e estão ao alcance de todos, o que significa que quem não quer engravidar tem ao seu dispor diversos meios preventivos para evitar a concepção.
O que não se pode, por imperativo racional, é dar prevalência á irresponsabilidade de negligenciar a prevenção em prejuízo do direito á vida do feto em gestação.
Apregoa-se a tese da vitimização da mãe que não querendo dar á luz um filho que conscientemente concebeu por intermédio de um acto voluntário, será condenada a uma pena de prisão se abortar.
É importante sacudir a poeira que argumentos demagógicos insistem em atirar aos olhos da opinião pública, por isso falemos de verdades.

Não há nenhuma mulher em Portugal que tenha sido condenada a pena de prisão efectiva pela prática de aborto.
Às dez semanas de gestação o feto é um ser vivo e complexo em desenvolvimento, não é uma coisa inanimada como muitos pretendem fazer crer.
Se a mãe tem o direito de abortar até ás dez semanas de gravidez, onde fica o direito do pai que pretenda o nascimento do filho, não são ambos progenitores? Porquê conferir á mulher o exclusivo de decidir pela vida ou morte de um feto que foi por ambos concebido. O pai também deveria ter uma palavra nessa decisão importante.
Estas são verdades sobre a interrupção voluntária da gravidez sobre as quais se devemos reflectir antes de tomar uma decisão.
Somos um país de contra-sensos.
Em breve será crime em Portugal os pais repreenderem os filhos, aplicando-lhe o tradicional correctivo constituído pela palmada ou pela bofetada, porque tal conduta será considerada como constituindo maus tratos, portanto, as crianças podem saltar em cima dos carros dos outros, como aconteceu recentemente aqui em Évora, ou fazer coisas piores que os pais não lhe podem tocar e se o fizerem talvez até possam ser condenados a pena de prisão.
No entanto, as mães Portuguesas podem, se assim o entenderem, apenas por simples capricho da sua vontade, retirar a vida do filho até ás dez semanas de gestação.
Quem não pode o menos também não pode o mais. Se os pais em breve deixarão de poder aplicar correctivos físicos aos filhos, muito menos deveriam poder retirar a vida desses filhos, ainda que no estado embrionário do seu desenvolvimento.

Publicado por tata em 06:46 PM | Comentários (295) | TrackBack

CORREIO RECEBIDO

De : for.gif

É já dia 1 de Fevereiro a abertura da temporada!

Depois de alguns meses de paragem, é tempo de pensar já na próxima época.
Treinos, ferras e outros encontros vão marcar este início de temporada. Mas é já no próximo dia 1 de Fevereiro em Mourão que o Grupo de Montemor se apresenta para a sua primeira actuação.
A homenagem ao antigo elemento Manuel Augusto Ramalho marca este início de temporada. Não falte!
Homenagem a Manuel Augusto Ramalho abre a temporada 2007

Festival de homenagem a Manuel Augusto Ramalho abre temporada 2007, já no próximo dia 1 de Fevereiro na Praça de Toiros de Mourão.

Joaquim Bastinhas, João Moura Caetano e Marcos Tenório são os artistas responsáveis pelas lides a cavalo, rematadas pelas pegas a cargo do Grupo de forcados de Montemor. A pé está anunciada uma competição ibérica, Juan José Padilla, Javier Solís e António João Ferreira perante um curro de toiros da ganadaria local Dias Coutinho.
O antigo elemento do Grupo de Montemor, Manuel Augusto Ramalho conhecido por todos como Mano Augusto fardou-se activamente entre 1965 e 1979. Conhecido pelo seu carisma e boa disposição, marcou todos aqueles com quem conviveu, em especial a família montemorense.
O Festival Tauromáquico em honra da Nossa Sra. das Candeias realiza-se às 15.00 e com toda a certeza, será o primeiro grande encontro de 2007 de toda a "aficion" Portuguesa.

mourao.png

De : EntaoEAssim entaoeassim@oninet.pt

Aborto e civilização

José Manuel Moreira

O aborto voluntário vai tornar-se uma das grandes questões nas sociedades ocidentais. O regresso do tema à tolerante Holanda é só mais um sintoma. O interesse com que entre nós se vive o sim ou não no referendo é disso bom sinal. Há diversas formas de entrar no debate: desde a inconveniência ou ilicitude do aborto à fé religiosa, para cristãos com força de convicção de uma moral universal. Há outra posição que pretende ter validade universal: a científica, embora também aqui as provas não sejam acessíveis à imensa maioria dos homens e mulheres, que as admite por fé (na ciência).
A minha preferida – na linha de artigo (1983) do filósofo Julián Marias – é outra, acessível a todos e independente de conhecimentos científicos ou teológicos que poucos possuem. É a visão antropológica, fundada na mera realidade do homem tal como se vê, vive e se compreende a si mesmo.
Trata-se da distinção decisiva entre “coisa” e “pessoa”, que se revela no uso da língua. Em todas as línguas há uma distinção essencial: entre “que” e “quem”, “algo” e “alguém”, “nada” e “ninguém”. Se entro numa casa onde não há nenhuma pessoa, direi: “não há ninguém”, mas não me ocorrerá dizer: “não há nada”, porque pode estar cheia de móveis, livros, lustres, quadros.
O que tem isto a ver com o aborto? Muito. Quando se diz que o feto é
“parte” do corpo da mãe, é falso, porque não é parte: está “alojado” nela, melhor, implantado nela (nela e não meramente no seu corpo). Uma mulher dirá: “estou grávida”, nunca “o meu corpo está grávido”. Uma mulher diz: “vou ter um filho”; não diz: “tenho um tumor”.
A pergunta a referendar, ao usar, em vez de aborto provocado, “interrupção voluntária da gravidez”, não só abusa da hipocrisia como se esconde sob a capa de despenalização. Os advogados do sim não gostam da comparação, mas com isto os partidários da pena de morte vêem as dificuldades resolvidas.
Podem passar a chamar à tal pena – por forca ou garrote – “interrupção da respiração” (e também são só uns minutos).
Há ainda as 10 semanas, como se para a criança fizesse diferença em que lugar do caminho se encontra ou a que distância, em semanas ou meses, da sua etapa da vida que se chama nascimento será surpreendida pela morte.
O mais estranho é que para os progressistas o aborto é visto como sinal de progresso, enquanto a pena de morte é de atraso. Dantes denunciavam a “mulher objecto”, agora querem legitimar a criança-objecto, a criança-tumor, que se pode extirpar, em nome do “direito de dispor do próprio corpo”.
O direito (com bons propósitos) serve para nos impedir de entender “o que é aborto”. Por isso se mascara a sua realidade com fins convenientes ou pelo menos aceitáveis: o controle populacional, o bem-estar dos pais, a situação da mãe solteira, as dificuldades económicas, a conveniência de dispor de tempo livre, a melhoria da raça.
A tudo isto acrescem as tentativas de abolir as relações de maternidade e paternidade, reduzindo-as a mera função biológica sem duração para além do acto de geração, sem nenhuma significação pessoal entre o “eu”, o “tu” e o “ele(a)” implicados.
Felizmente, ao pôr-se a nu a grave dimensão da aceitação social do aborto, facilita-se o regresso de temas que os “progressistas” julgavam de direita e, por isso, ultrapassados: a família e a natalidade.
Não devemos estranhar que os mesmos que sempre se equivocaram sobre tudo, desde a natureza do regime soviético a Cuba, passando pelo fim do trabalho e as nacionalizações, se encontrem agora, de novo, unidos no “sim” ao aborto (e no “não” ao sofrimento dos animais). E, ontem como hoje, acompanhados de idiotas úteis. Alguns, pelos vistos, “liberais”, que desconhecem que a noção de liberdade para o liberalismo clássico é oposta à de “direito a ou de”. Para T. Jefferson os seres humanos são independentes, mas não da moral; se a desafiamos, não somos livres mas escravos, primeiro das nossas paixões e depois possivelmente da tirania política. Que tipo de
governo democrático poderá controlar homens que não podem controlar as suas próprias paixões? Situação que piorará com a ilusão do Estado contraceptivo e a liberalização das oportunidades para a irresponsabilidade.
____

José Manuel Moreira, Professor universitário e membro da Mont Pélérin
Society


Publicado por tata em 06:35 PM | Comentários (195) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

‘Vodafone’ Rally de Portugal apresentado

O Rally de Portugal volta, cinco anos depois, a integrar o campeonato do mundo da especialidade. Algarve e Alentejo recebem a prova que decorrerá entre 29 de Março e 1 de Abril, composta por três etapas e duas superespeciais. Os pilotos Markku Alen, Ari Vatanen e Jean Pierre Nicolas, vão acelerar no Estádio Algarve dia 29.
http://www.algarvedesporto.pt/

Pedro Nunes critica estratégia de Correia de Campos

Uma intolerável desigualdade – assim classifica a Ordem dos Médicos o método de reforço das unidades intermédias de suporte de vida no Alentejo, medida anunciada pelo ministro da Saúde.
Na prática, está em causa o facto de essas ambulâncias do INEM serem tripuladas por um enfermeiro e um técnico sem a presença de um médico.
Para o bastonário da Ordem dos Médicos, abre-se um precedente de discriminação entre cidadãos de primeira e de segunda.
http://www.rr.pt/

Reguengos de Monsaraz: Projectos PIN apresentados em Fevereiro e Março

Os planos de pormenor dos dois projectos turísticos, com classificação PIN (Projectos de Interesse Nacional), previstos para Reguengos de Monsaraz serão apresentados nos meses de Fevereiro e Março, confirmou o Notícias Alentejo junto da autarquia.
Relativamente ao projecto da Herdade do Barrocal, trata-se de um investimento que inclui a construção de um hotel e spa (com classificação de 5 estrelas), Oitenta e cinco unidades de alojamento inseridas numa área de 200 hectares e 600 ha de exploração agrícola em modo de produção biológica.
Também com classificação de PIN, o Parque Alqueva, que tem como promotor um consórcio liderado pela SAIP - Sociedade Alentejana de Investimentos e Participações, conta com uma área total de implantação de cerca de 2 100 hectares.
Inclui agricultura biológica, aldeamentos turísticos, campos de golfe, centro equestre, centro de conferências, campo de férias, centro de desportos náuticos, instituto cultural e ambiental, observatório de aves, praias fluviais e parque radical, entre outras valências. Situado no Concelho de Reguengos de Monsaraz e junto à albufeira de Alqueva, o projecto compreende uma área de 2100 hectares, distribuídos por três núcleos (Roncão d’El Rei, Postoro e Areias e Cebolinhos).
Prevê a criação de espaços de acompanhamento da fauna e ambiente locais. A ligação dos espaços verdes com o desporto é outra das apostas fundamentais do Parque Alqueva. O projecto compreende as seguintes valências: Turismo Activo e Lazer, Saúde e Negócios, Qualificação Ambiental, Agricultura em modo de produção biológica, Alojamento turístico e Infra-estruturas Residenciais e de Apoio.
Este projecto tem um investimento previsto de 940 milhões de euros e criará 2 000 postos de trabalho.
Para Reguengos de Monsaraz, está ainda previsto um outro empreendimento turístico - um hotel (4 estrelas), com capacidade para 80 camas.
http://www.noticiasalentejo.pt/

Adquira o :

noticias alentejo.jpg

referente ao mês de Fevereiro. Já nas bancas

Publicado por tata em 06:26 PM | Comentários (0) | TrackBack

CINEMA DO PERRY

os contos de conterbury.jpg

Publicado por tata em 06:03 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 30, 2007

NOTÍCIAS C.M.A.

Alandroal adere ao Plano Nacional de Leitura

O Município de Alandroal aprovou, na passada quarta-feira, dia 24 de Janeiro, em reunião do Executivo Municipal, o Protocolo de Colaboração entre o Município e a Comissão do Plano Nacional de Leitura.
O Plano Nacional de Leitura é uma iniciativa do Governo, em articulação com o Ministério da Educação e com o Ministério da Cultura, e em parceria com o poder local.
Tendo como objectivo fulcral a diminuição dos níveis de iliteracía em Portugal, o Plano pretende, através de iniciativas e acções concretas, promover a leitura em Escolas, Bibliotecas e outros espaços adequados, estimulando as crianças e jovens a descobrir o prazer de ler.
A Colaboração com o Plano Nacional de Leitura representará um investimento de cerca de 4 mil euros a cargo da Autarquia.
Com esse investimento o Município pretende implementar medidas que mobilizem a comunidade em geral para as questões da leitura, cooperando e colaborando de forma directa com as escolas, famílias e bibliotecas.
A participação da Câmara Municipal de Alandroal nesta parceria é uma forma de apoiar e incentivar não só a Escola e os alunos, mas toda a população, para a importância da criação de hábitos de leitura, indispensáveis no processo de formação dos cidadãos.

Gabinete de Imprensa - CM Alandroal

Publicado por tata em 06:27 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DA SECÇÃO DE PESCA DO J.S.A. – “OS MARUJOS”

Este fim de semana, e debaixo de um tremendo temporal, realizou-se na Barragem da Vigia mais um Convívio de Pesca, organizado pelo Pesquévora Grupo de Competição.
Convívio onde a Secção de Pesca do JSA, “Os Marujos” voltou a estar em destaque.
Classificação:
1º António Courelas JS Alandroalense – Os Marujos
2º Joel Valido Sport Lisboa e Benfica
3º Eliseu Fusco CAP Estremoz
4º Miguel Rosinha JS Alandroalense – Os Marujos
7º Manuel Varandas JS Alandroalense – Os Marujos
Carlos Silveira foi o outro Marujo presente, não se conseguindo classificar desta vez.

No próximo dia 04 Fevereiro, será esta Secção de Pesca a organizar um Convívio na Barragem da Oleirita ( Arraiolos ).

XVII CONVÍVIO PISCATÓRIO
“OS MARUJOS”


BARRAGEM DA OLEIRITA - 04 FEVEREIRO 2007

PRÉMIOS

TELEVISÃO

SISTEMA HI-FI

LEITOR DE DVD

E OUTROS VALIOSOS PRÉMIOS

INSCRIÇÕES

SENIORES 12,00 MARUJOS
ACEITAM-SE INSCRIÇÕES ATÉ ÀS 23 HORAS DO DIA 02 DE FEVEREIRO 2007, ATRAVÉS DOS NºS.: 268449201 (até às 19 horas) 962324909 (após as 19 horas)

CONCENTRAÇÃO ÀS 06h.30m, no Bar G. U. 5 Abril ( Ilhas )

Manuel Varandas

As Notícias dos"Marujos" têm o patrcínio de:

al-sport.JPG


Publicado por tata em 06:22 PM | Comentários (1) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Colaboração da:

dianafm_1.jpg

Metropolitano - Domingos Cordeiro

Terça, 30 Janeiro 2007
Quem há 30 anos atrás utilizou o Metro de Lisboa e o utilize agora verificará que as transformações, entretanto ocorridas, foram enormes.
Expandiu-se de forma muito significativa. As 20 estações então existentes passaram para 44.
Foi criada uma nova linha e as 3 existentes cresceram de tal forma que o Metro extravasou a cidade de Lisboa e chega já aos concelhos de Odivelas e da Amadora.
As estações existentes foram remodelas.
As estações apresentam-se, agora, com materiais amigáveis, agradáveis á vista e ao tacto, e incorporam, inclusive, o que de melhor nos foi legado por alguns dos nossos melhores pintores – a sua arte.
O material circulante é de grande qualidade.
O ambiente de trabalho é incomparávelmente melhor como o é a qualidade do serviço prestado aos utentes.
Posso, assim, afirmar, sem qualquer receio, que o Metro de Lisboa está, hoje, a par do que melhor existe em qualquer outra capital europeia.
O Metropolitano de Lisboa é uma empresa pública, que vem acumulando prejuízos que são suportados pelos impostos de todos os Portugueses.
Vem isto a propósito da “luta” que os trabalhadores do Metro, impulsionados pelos sindicatos, vêm travando, desde 22 de Junho de 2006, e que até ao momento redundou em 11 greves, todas elas com paralisação total deste meio de transporte.
Á primeira vista, é legitimo pensar que tamanha “luta” só pode ficar a dever-se a grandes malfeitorias aos trabalhadores, por parte do Conselho de Administração do Metro.
A cadência de greves, que torna o trânsito impossível na cidade de Lisboa e que afecta mesmo aqueles que não o utilizam, como já me aconteceu, levou-me indagar sobre o que se está a passar.
Apurei que se trata, por parte dos trabalhadores, de tentar impor ao Conselho de Administração do Metro, a prorrogação, até 2011, do Acordo de Empresa que vem vigorando há 30 anos e que chega este ano ao seu termo de validade.
Isto é, os trabalhadores e seus representantes, que em devido tempo subscreveram um Acordo de Emprega para vigorar até 2007, não querem, agora, que o mesmo termine.
Importa, pois, que se diga, que esse mesmo Acordo de Emprega prevê, entre outros “direitos” os seguintes: 36 dias úteis de férias, um regime complemantar de doença por trabalhador em que este ganha tanto se ficar em casa como se estiver empregado; horas fixas de entrada e de saída; nenhuma polivalência nas respectivas funções.
A par, e no que se refere a produtividade, verificamos que o número médio de horas por maquinista em Lisboa é de 3,3 horas, em Londres de 5,6 horas, e em Madrid, de 6 horas.
Trata-se, pois, como é bom de ver, de uma “luta” pela manutenção de direitos injustos e imorais, aos quais a Administração do Metro pretende por termo com revisão do Acordo de Empresa que agora caduca.

Nos últimos 30 anos muita coisa mudou no Metropolitano de Lisboa e no mundo, designadamente, no mundo laboral e sindical.
Só os 1600 trabalhadores do Metro e respectivos sindicatos parecem não ter dado por isso.
A pretenção dos trabalhadores do Metro e seus representantes é tanto mais injusta e imoral quanto é certo que se trata de uma empresa publica que, como já se referiu, acumula prejuízos e que como tal, é suportada pelos impostos pagos por todos os Portugueses, muitos dos quais trabalhadores que não se podem dar ao luxo de reclamar para si tais regalias.
Por tudo, bem anda a Administração do Metro em querer moralizar esta situação batendo-se por ela até ao fim, ainda que isso custe sucessivas breves e sucessivos incómodos para o trânsito em Lisboa e para o meio milhão de pessoas que, diariamente, utilizam o Metro

Publicado por tata em 05:47 PM | Comentários (0) | TrackBack

ATLETISMO

Por ora o anúncio

atl et bmn.jpg

e as distâncias

dist.jpg

Voltaremos ao “assunto” lá mais perto da prova.
Até porque estamos ansiosos para ver a prestação de quem tem treinado afincadamente para fazer “boa figura”.

Publicado por tata em 05:38 PM | Comentários (4) | TrackBack

BOLETIM MUNICIPAL Nº7 DEZEMBRO 2006 -III

TURISMO:

Alandroal na BTL 2006:
Presença neste importante certame onde foram mostrados os produtos tradicionais.
Município do Alandroal faz balanço positivo da sua participação na Ferantur 2006:
Dá a conhecer a presença do Município na Ferantur, feira Andaluza de Turismo e desenvolvimento rural.
II Encontro Luso - Brasileiro de Autarquias de vocação turística:
Decorreu o mesmo em Fortaleza, no Brasil e o Alandroal fez-se representar. Deste encontro resultou, entre outros, a criação de uma bolsa de artistas brasileiros, de reconhecida importância, a custos relativamente mais baixos para os municípios aderentes.
Percursos pedestres pelo concelho:
Homologação pela Federação de Campismo e Montanhismo de vários circuitos, a realizar ou já realizados no concelho.
Sinalização Turística no Concelho de Alandroal:
Em fase de conclusão o projecto de sinalização turística.
I Mostra de Artesanato local:
Noticia de uma mostra que decorreu no Posto de Turismo de Terena.

OBRAS:

Por serem praticamente do conhecimento de todos, vamos apenas mencionar o já realizado e inaugurado e o que se projecta para o futuro.

Sugerimos que solicitem o Boletim para a morada que já aqui referenciámos, pois face às fotos inseridas poder-se-há aquilatar de tudo o que foi feito, e o que se espera seja concretizado.

Concluído:

Inauguração da Junta de Freguesia de Santiago Maior
Recuperação da Fonte do Cemitério de Alandroal
Semáforos de Terena a funcionarem
Electrificação do Campo de Futebol do Rosário
Abastecimento de água à Malhada Alta
Nova electrificação no Concelho
Inauguração do Rossio do Arquiz/Terminal Rodoviário
Inauguração do Jardim-de-infância.

A concretizar:

Plano de pormenor do Parque de Feiras e Exposições de Alandroal:
Um investimento de 2.750 mil euros, destacando-se a construção de um pavilhão multiusos, de um restaurante fixo e permanente, execução de pavimentos e criação de espaços verdes, construção e instalação de curros junto à praça de touros e criação de instalações sanitárias.
Arranjo urbanístico da Praça da Republica:
Em complemento da reabilitação dos Arquizes, propõe-se a Autarquia dar novo aspecto à Praça da Republica, Rua João de Deus e Jardim das Meninas.
Para a Praça da Republica, área central da Vila. Prevê-se uma obra de carácter essencialmente paisagístico, com a colocação/definição de lâminas de água e de plantação.
Na Rua João de Deus, remodelação das infra-estruturas enterradas e enquadramento paisagístico com locais destinados a veículos e plantação de árvores.
Finalmente o Jardim das Meninas, irá ser criada uma zona de estadia e lazer, com a criação de um apoio de bar e uma área de esplanada anexa.

(Imprescindível a observação das fotos das maquetes que acompanham as notìcias).

(a seguir: Acção Social, Reportagem, Notícias – para finalizar iremos analisar “É altura de balanço”- onde vamos dar destaque às promessas de um melhor e maior Alandroal, feitas pelo Srº Presidente da Câmara.)

Publicado por tata em 05:23 PM | Comentários (1) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Referendo : Alentejo pelo Não apresentado em Évora

O Movimento, que se declara apartidário e não confessional, promoveu assim o lançamento oficial do seu apelo ao Não.
A iniciativa contou com a participação da Presidente da Federação Portuguesa pela Vida e Mandatária da Plataforma Não Obrigada. Isilda Pegado defende a actual lei e afirma que esta não é punitiva mas sim dissuasora.
Na apresentação do movimento esteve também Mariana Cascais.
A ex-Secretária de Estado da Educação diz que os gastos com o referendo, são dinheiro perdido.
O Alentejo pelo Não anunciou a realização de diversas acções de esclarecimento na região.
http://www.dianafm.com/

Contas regionais
Lisboa acima da média

Lisboa foi a única região do País que conseguiu ultrapassar a riqueza média gerada por habitante no conjunto da União Europeia, entre 2000 e 2004, de acordo com as contas regionais para aquele período ontem divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
Entre 2000 e 2003, o crescimento médio anual do Produto Interno Bruto (em termos nominais) da Região Autónoma dos Açores, da Região Autónoma da Madeira, do Algarve, do Alentejo e do Centro, superou a média nacional (4,3%). Segundo o INE, os Açores cresceram 7,0%, a Madeira 6,8%, o Algarve 6,7%, o Alentejo 4,5% e o Centro 4,4%. Em volume, a Madeira foi a região que registou maior aumento, enquanto o Norte foi o único a registar uma diminuição real.
http://www.correiomanha.pt/

Portel: Congresso das Açordas para assinalar a diferença

De 2 a 4 de Março, decorre em Portel o I Congresso das Açordas. O autarca local, Norberto Patinho, diz que as açordas assumem, no concelho, «mil e uma variantes», e que a iniciativa pretende valorizar um dos pratos mais característicos da gastronomia alentejana.

(Leia mais na edição impressa de Fevereiro, a distribuir a partir de dia 1)
http://www.noticiasalentejo.pt/


Publicado por tata em 05:11 PM | Comentários (0) | TrackBack

SUGESTÃO

monte selvagem.bmp

Publicado por tata em 04:42 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 29, 2007

Vote:

Qual a obra que melhor serve o Alandroal?
Mercado Municipal
Parque de Feiras e Exposicoes
Rotunda
Forum Cultural Transfonteirico
Jardim de Infancia
Piscinas
Biblioteca
Rossio dos Arrequizes
  
pollcode.com free polls
Publicado por tata em 08:44 PM | Comentários (0) | TrackBack

O ALANDRO AL VISITOU A BTL

O Alandro al visitou o stand do ALANDROAL na BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa) e aqui lhe deixa as imagens.

destan.bmp

sat.bmp

stan.bmp

fotos: J.L.

Publicado por tata em 06:08 PM | Comentários (2) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Lágrimas Hotels quer chegar ao Alentejo e Brasil

O grupo Lágrimas Hotels tem em construção dois hotéis, na Figueira da Foz e Douro, num investimento total de 13 milhões de euros, mas pretende alargar a presença ao Alentejo e ao Brasil.
Miguel Júdice, presidente executivo, avançou que "está em apreciação" um projecto de investimento no Brasil. Este projecto, acerca do qual o responsável considera ser ainda muito cedo para especificar mais pormenores, será desenvolvido em parceria com outras empresas portuguesas.
Quanto ao empreendimento no Alentejo, Miguel Júdice escusou-se a avançar qualquer informação com a mesma justificação de "ser prematuro".
Os dois hotéis já em construção, deverão entrar em funcionamento até final de 2008.
http://www.opcaoturismo.com/

"O ministro da Saúde reconheceu que a situação do Alentejo, «é muito semelhante à de outros sítios com imensas dificuldades de comunicação», como a Beira Interior".

O ministro da Saúde anunciou no sábado o reforço dos cuidados de saúde de urgência no Alentejo, com mais duas viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER), quatro serviços de urgência básica e quatro unidades rápidas de suporte intermédio de vida. Mas este pacote de medidas tem um lado triste, porque surge na sequência da morte de dois homens, em menos de quinze dias, em Odemira, em que o socorro se prolongou por várias horas. Então, há uma pergunta óbvia a fazer: e se ninguém morresse? Quanto tempo mais teria esta região desfavorecida que esperar por melhores serviços de urgência?
http://www.diarioxxi.com/

Governo: Balanço da visita do Primeiro-ministro ao Distrito de Beja

O Primeiro-ministro esteve em Beja no âmbito da iniciativa “Governo Presente”, Aeroporto de Beja, Alqueva e IP8, dominaram a visita de José Sócrates.
O Primeiro-ministro lançou na tarde de sábado, a primeira pedra da obra do futuro Aeroporto de Beja, culminando a iniciativa “Governo Presente no distrito de Beja”, onde se fez acompanhar da maioria dos seus ministros.
A prioridade na construção mais rápida de Alqueva, a construção do IP8, no troço Sines-Beja, o acabamento do IP2, e a inauguração da Montaraz Garvão, fábrica de transformação artesanal do porco alentejano, foram outros momentos marcantes da presença do Governo no distrito de Beja.
Na visita à Barragem do Pisão, Henrique Troncho, presidente da EDIA, trocou o Bloco de Rega do Alfundão, concelho de Ferreira do Alentejo, com o “Bloco de Rega do Fundão”, na Beira.
Jaime Silva, ministro da Agricultura, falou “dos 600 milhões de euros que a agricultura vai dar para a conclusão de Alqueva”.
“Existe pressa em acabar Alqueva antes de 2015, por causa dos investimentos privados”, disse o Primeiro-ministro.
Na inauguração da Montaraz Garvão, fábrica de transformação do porco alentejano, Pedro do Carmo, presidente da Câmara de Ourique, afirmou que “este dia marca a mudança de rumo no concelho”.
O ministro da Agricultura chamou a atenção “para a existência de outro Alentejo agrícola”. Tendo José Sócrates defendido “a importância do investimento, como um exemplo, das mais valias que devem ficar em Portugal”, disse.
O ponto alto do dia 27 de Janeiro de 2007, aconteceu em S.Brissos com o lançamento da primeira pedra do Aeroporto de Beja, marcado pela frase do autarca bejense, Francisco Santos, “Finalmente”.
O presidente da Câmara de Beja, elogiou o Governo e o primeiro-ministro “pela visão que tiveram na construção do aeroporto”.
José Ernesto Queiroz, presidente da EDAB, sustentou que “espera-se que em 2013, se atinga o meio milhão de passageiros ano”.
Quanto ao ministro das Obras Públicas, apontou o “imbróglio em que este projecto esteve envolvido, atingindo o cume ao ter dois presidentes”, concluiu Mário Lino.
Já José Sócrates sustentou que a construção do aeroporto “é um contributo fundamental para dar um novo posicionamento ao Alentejo, em articulação com Sines e os seus projectos energéticos e os turísticos de Alqueva”, concluiu.
Teixeira Correia
http://www.vozdaplanicie.pt/

Publicado por tata em 05:54 PM | Comentários (0) | TrackBack

MUSEU VIRTUAL DO ALANDRO AL

Obras do séc. XXV - encontradas na "Fonte das Bispas"
Autor desconhecido

endocolico.bmp

Endocólico

mel.JPG

Ohpategoolhaobalão

fe.bmp

Féemdeusetudoaomolhe

Publicado por tata em 05:41 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

acm andebol.bmp

ANDEBOL: SÉNIORES DO A.C.MONTEMOR VENCEM N.A.REDONDO

Num jogo bastantes disputado, a equipa sénior do Atletico Clube de Montemor recebeu e venceu no Pavilhão Gimnodesportivo da cidade a equipa do Nucleo de Andebol do Redondo por 30-28, em jogo referente à terceira divisão de Andebol.

uniao.gif

FUTEBOL: NACIONAL DE JUNIORES

Despertar Spg C 6-Corroios 0
Atletico Lisboa 3-JUVENTUDE 2
Olhanense 2-Cd Cova Piedade 0
Fc Barreirense 2-Farense 0
Gd Sesimbra 2-Quarteirense 1
U.MONTEMOR 0-Luso Barreiro-1

Publicado por tata em 05:25 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

A cooperação estratégica - José Faustino

Segunda, 29 Janeiro 2007
Muito tenho lido e ouvido sobre a cooperação estratégica entre o Presidente da Republica e o Primeiro-Ministro.
Tenho uma opinião diferente da generalidade dessas opiniões.
Em primeiro lugar, importa esclarecer que só há estratégia quando existem adversários ou inimigos, quando estes não existem não se pode falar de estratégia.
Cooperação quer dizer colaboração, inter-ajuda ou até cumplicidade.
Assim sendo, é pois natural que exista cooperação entre o Presidente da Republica e o Primeiro-Ministro, chamando-se-lhe normalmente: cooperação institucional, por se tratar da cooperação entre duas instituições da República.
Ora Cavaco Silva desde cedo, no início da campanha eleitoral para a presidência da república, veio introduzir este novo conceito de cooperação estratégica.
Importa igualmente dizer que, estrategicamente falando e de forma simplificada, dois adversários podem seguir duas opções: a primeira, de diferenciação ou confrontação; a segunda, de cooperação.
Quando um dos adversários opta por uma estratégia de cooperação tem em vista uma aliança táctica da qual ele próprio pretende tirar vantagem.
Por isso quando Cavaco Silva fala em cooperação estratégica quer dizer, na minha opinião, o seguinte:
Sócrates é meu adversário político, mas convêm-me cooperar com ele para que daí eu possa tirar vantagem.
Mas para que isso aconteça é necessário que Sócrates tenha êxito. Se tiver, Cavaco potenciará esse êxito em seu favor e aparecerá aos olhos do eleitorado também como vencedor da crise.
Se as coisas não correrem bem a Sócrates também Cavaco ficará em “maus lençóis”, e nesse caso não tirará vantagem da cooperação estratégica.
Por isso era necessário balizar os êxitos de Sócrates, definir-lhe objectivos, foi isso que Cavaco fez na mensagem de ano novo.
Se não se virem resultados das políticas aplicadas, se Sócrates não cumprir os objectivos, Cavaco passará da fase de cooperação para a fase de diferenciação.
Nessa altura, os partidários do PS, que tanto têm elogiado Cavaco, serão apanhados em contra-pé.
Contrariamente, se as coisas correrem de feição a Sócrates, e consequentemente a Cavaco, serão os partidários do PSD, que têm criticado Cavaco, que ficarão em posição desconfortável.
A ver vamos!

Oiça diàriamente na:

dianafm_1.jpg

Publicado por tata em 05:17 PM | Comentários (0) | TrackBack

INVENTÁRIO DO CENTRO HISTÓRICO DE VILA VIÇOSA

Enviado por Hugo Calado

Decorreu no passado dia 27 de Janeiro, no Cine-Teatro Florbela Espanca, em Vila Viçosa a Apresentação do Inventário do Centro Histórico de Vila Viçosa.
Estiveram presentes como oradores o Prof. Manuel João Fontainhas Condenado (Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa), Eng.º Vasco Martins Costa (Director-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais), Dr.ª Margarida Alçada (Directora de Serviços de Inventário e Divulgação da DGEMN) e ainda o Dr Andrade Santos (Presidente da Região de Turismo de Évora).
Começou por falar o Sr. Presidente da Câmara, que fez uma retrospectiva, do trabalho executado para a candidatura de Vila Viçosa Património Mundial da UNESCO, seguindo-se todos os outros oradores, terminando na Dr.ª Margarida Alçada que apresentou o Inventário, em que mostrou alguns dos Monumentos de Vila Viçosa, cartas relativas ao estado de conservação dos mesmos e ainda fotografias impressionantes do aspecto actual de alguns.
De salientar a forte assistência, que presenciou este evento, participando também ela num debate final.
Fique de seguida com algumas fotos:

cond.JPG

confer.JPG

confista.JPG


Publicado por tata em 05:08 PM | Comentários (1) | TrackBack

janeiro 28, 2007

COMENTÁRIOS EM PÉ DE PÁGINA - RUBRICA DE ANTÓNIO BERBEM

Questões Ambientais dos nossos Dias

1. Ao perspectivámos em termos muito breves esta discussão, precisamente numa das noites mais frias do ano sobre os caminhos que o Homem vem experimentando desde a longa noite da pré-história até às épocas mais recentes da história moderna, incluindo o novo tipo de “globalização plana” em que viveremos no terceiro milénio, percebe-se facilmente que estamos a assistir a uma sequência bastante perigosa de alterações rápidas em termos climáticos, ambientais e políticos. Em face das quais mais cedo do que tarde… e até do que julgamos vamos todos pagar uma pesadíssima factura.
Recorde-se que, politicamente, o século XX foi o único que assistiu aos efeitos catastróficos e consequências a longo prazo de duas guerras mundiais com mais de setenta milhões de mortos. Ao aparecimento do poder nuclear e ao perigo final de sobrar apenas mais uma única hipótese de destruição ambiental e de toda a biodiversidade existente na Terra.
2. Por ser uma “era de extremos”, um século curto e muito violento com aceleradas mudanças, podemos dizer que “destapou” e criou tantos problemas como aqueles que foi talvez resolvendo. Mesmo tendo em conta os enormes progressos no campo material. Digamos com algum cepticismo que as contradições humanas e choques civilizacionais e sociais, podem vir a agravar-se mesmo que a humanidade se vá convencendo com a ideia… ou ilusão de que o mundo está a melhorar e a avançar. Mas em que sentido, como, com quem e para onde?...
3. Os perigos destas “derivas humanas e ambientais” começaram finalmente a preocupar os Estados e os grandes decisores políticos. Salientam-se, neste contexto, os elevados custos ambientais e energéticos esgotáveis, resultantes do modelo de crescimento/desenvolvimento que adoptámos no Ocidente. Especialmente desde os tempos da primeira grande revolução industrial inglesa, as ameaças e os riscos ambientais tornaram-se demasiado perigosos. E demasiado imprevisíveis para a Europa e para o Mundo que vive em plena era de produção e consumo de massas.
4. De facto, o nosso planeta ao reagir às agressões que tem vindo a sofrer, está a evidenciar um conjunto de respostas novas e conhecidos problemas ambientais que se irão agravar já no decorrer das próximas três ou quatro décadas, reservando-nos as piores surpresas e as maiores destruições. A subida dos mares, furacões e tsunamis, grandes tempestades, grandes secas e desertos, serão cada vez mais frequentes. O desequilíbrio ambiental está instalado. O perigo é muito sério.
Os maiores países, os estados mais ricos ou os mais populosos são, exactamente, aqueles que deviam ter maiores responsabilidades na defesa dos ambiente…e são os que menos as cumprem, ignorando, por exemplo, o Protocolo (e vários acordos) de Quioto. É o caso dos EUA, China e Índia…como é também o caso de Portugal.
5. Por extravagante que pudesse parecer tal suposição, uma parte da Indonésia e Nova Orleans submergiu subitamente…e Lisboa não está livre de ter “icebergues” no Tejo. Isto enquanto a Costa da Caparica tem vindo a desaparecer desde meados do século passado. E o Algarve ou Aveiro para lá caminham.
Como os cientistas vêm avisando, é tudo uma questão de tempo. Mas de um tempo em rápida aceleração. E diria a talhe de foice… com o Alentejo ora cada vez mais abrasador. Ora cada vez mais frio e quase sem Primavera.
6. Nenhuns destes problemas tocam a nossa pacata existência? Certo ou errado? Errado porque os problemas e questões do ambiente, ou do clima influenciam directa e objectivamente as condições e a qualidade de vida aqui no Alandroal onde temos um Rio grande do sul… e ainda vamos tendo agricultura.
7. Pelo que bem andaria a autarquia, se decidisse promover como quem quer efectivamente a Coisa, um debate aberto e competente sobre estas matérias para avaliar e apresentar os reais cuidados com que já está a encarar para o futuro, o largo espectro das novas questões ambientais que ao Concelho e à região, realmente interessam. Posicionando o debate quer em termos regionais. Quer até aproveitando-o como factor de promoção e atracção turística do Concelho.
Uma tarefa que não sendo de impossível realização, iria situar-nos muito para além de meros anúncios de circunstância relatando curtos eventos meritórios. Embora sem projecção e porventura bastante monótonos, tipo o leões.

António Neves Berbém
Janeiro, XXVI/ MMVII


Ps: considerar um acto de Cultura e como tal ser enquadrada e divulgada… a deslocação a Cuba e Havana de dois simples representantes locais, Um vereador, um adjunto para mais um Encontro distante, pergunta-se: ronda ou não uma indiscernível e democrático-custosa desfaçatez?

Publicado por tata em 10:04 PM | Comentários (3) | TrackBack

NOTÍCIAS C.M.A.

Alandroal participou no “I Congresso das Câmaras Geminadas Luso-Cabo Verdianas”

A autarquia de Alandroal, representada pelo seu Presidente, João Nabais, participou no “I Congresso das Câmaras Geminadas Luso-Cabo Verdianas”, que decorreu, nos dias 19 e 20 de Janeiro, no Mindelo, Ilha de São Vicente, em Cabo Verde.
Centrado em torno de politicas de actuação conjunta, este I Congresso teve como objectivo delinear um novo modelo de geminações entre “países irmãos”, tendo em conta os desafios actuais de cada município envolvido, com o objectivo de dotar os municípios cabo-verdianos das ferramentas necessárias à criação de mais e melhores projectos e à efectiva construção de infra-estruturas necessárias ao bem estar da sua população.
Ao longo dos dois dias, foram abordadas diversas temáticas em torno da situação actual e das novas perspectivas das geminações Luso-Cabo Verdianas. A implementação de um "Centro de Formação e Produção de Cartografia e Cadastro ", bem como a "Simplificação de Procedimentos e Circuitos" e "Os Sistemas de Certificação de Qualidade e a sua Aplicação na Administração Autárquica", foram igualmente objecto de análise.
A cooperação, e sobretudo a partilha de saber e experiência entre os municípios Luso-Cabo Verdianos presentes, foram as “linhas mestras” deste Congresso, tendo em vista uma maior cooperação e parceria na resolução dos problemas inerentes à gestão autárquica nestes países, sobretudo em Cabo Verde.
Organizado pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e pela Associação Nacional de Municípios de Cabo Verde (ANMCV), este I Congresso recebeu a participação de diversos autarcas e representantes dos municípios envolvidos. Na sessão de abertura, onde esteve presente o primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, e o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Luís Amado.
Na sessão de encerramento, onde esteve presente o Ministro da Descentralização e Ordenamento do Território de Cabo Verde, Ramiro Azevedo, foi apresentada e aprovada por unanimidade a “Resolução Final” deste Encontro.
Constituída sobretudo de recomendações e empenho, a Resolução Final visa o reforço e dinamismo nas relações entre os dois “países irmãos”, tendo os processos de geminação um papel importante na união de esforços com vista à implementação de medidas e acções sustentáveis.
Recorde-se que o Município de Alandroal está Geminado com o Município de Santa Cruz, desde Julho do ano passado, sendo a sua participação neste I Congresso uma mais valia para o Concelho no sentido de estabelecer uma efectiva relação de parceria com este seu semelhante. A presença de importantes especialistas em matéria de “geminação” permitiu também ao Município de Alandroal retirar proveitos, saber e conhecimento, através dos contactos ai estabelecidos.

Em anexo fotografia do Congresso

congrcv.jpg


Legenda: Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Nabais com o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Orlando Sanches e o Presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Victor Baessa; o Presidente da Assembleia Municipal de Santa Cruz, a Presidente da Câmara Municipal do Mindelo (São Vicente), Isaura Gomes; o Presidente da ANMP, Fernando Ruas e o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães.

Gabinete de Imprensa C.M.

Publicado por tata em 10:00 PM | Comentários (1) | TrackBack

ALANDROAL NA IMPRENSA REGIONAL

brados.bmpdoalenjo.bmp

Publicado por tata em 09:57 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

Jogos realizados semana 27 e 28/01/2007

DIVISÃO DE HONRA

Líder alcança a maior goleada do actual campeonato. Alandroalense é surpreendido em casa.

União 10– Valenças 0
Calipolense 1 – Oriola 0
Redondense 1 – Borbense 2
Alandroalense 0 – Estremoz 1
Portel 3– Bencatelense 0
Torre de Coelheiros 2 – Canaviais 1
Escouralense 0 – Monte Trigo 0.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

Goleada do Sporting de Viana. Arraiolense continua a desiludir.

Alcaçovense 1 – Cabrela 2
Arraiolense 1 – Bairro Santo António 2
Brotense 1 – Luso Morense 3
Giesteira 2 – Santana do Campo 2
Sporting Viana 6 – Aguiar 1

1ª DIVISÃO SÉRIE B

Santiago Maior, ganha fora e continua na perseguição ao líder

Amieira 2 – Azarujense 2
Arcoense 2 – Perolivense 0
Vera Cruz 2 – São Romão 1
São Manços 2– Aldeense 0
Corval 1 – Santiago Maior 3.

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com

Publicado por tata em 07:48 PM | Comentários (1) | TrackBack

janeiro 26, 2007

PROFISSÕES

Extintas... ou em via.

Graças ao nosso colaborador, Alandroalense, e grande amigo da sua terra, João Pedro Roma, que fez o favor de nos enviar várias fotos de “velhas” profissões, vamos criar nova rubrica e com as mesmas lançar o desafio a todos, para que nos comentários recordem nomes de quem exerceu tais profissões.
Para começar dou o exemplo... e, na 1ª foto, que muito me diz, recordo o meu avô materno e os meus tios, que bastantes viagens fizeram à Fonte da Praça e às Bispas.

aguadeiro.png

Aguadeiro

ama.png

Ama

Publicado por tata em 05:24 PM | Comentários (2) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Alguns flocos de neve caíram no Alentejo
Temperaturas na região de três graus negativos

A neve voltou hoje a cair no Alentejo, quase um ano depois de ter "pintado de branco" várias localidades da região, revelaram os bombeiros, atribuindo o fenómeno às baixas temperaturas registadas hoje.
Em declarações à agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora adiantou que, durante a tarde, foi registada a queda de "alguns flocos de neve" em localidades como Arraiolos, Mora e Montemor-o-Novo.
http://jn.sapo.pt/

VITORINO EM CONCERTO NO SÁBADO

vitorino.jpg

Vitorino celebra 30 anos de carreira, no próximo Sábado, no Forum Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.
“Tudo! Alentejo, Amor, Lisboa”, é o título da tour que celebra os 30 Anos de carreira de Vitorino. A Historia de uma vida em formato canção repartida entre o Alentejo, Lisboa e o Amor. A tournée de Vitorino vai percorrer todo o país em auditórios e salas fechadas, com início no mês de Janeiro e a terminar no mês de Maio.
O primeiro espectáculo tem início no dia 27 de Janeiro, no Fórum José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no auditório pelas 22H00. O preço do bilhete é de 12,50 euros. A Tour inclui algumas das passagens mais marcantes da sua carreira, como “Ó Rama, ó que linda Rama” ou a marcante “Menina estás à Janela.”

Fotos DR
http://www.jornaldobarreiro.com.pt/

Sida : Alentejo com menor incidência da doença no país

Sexta, 26 Janeiro 2007
A taxa de incidência da infecção em Portugal é a mais elevada da Europa Ocidental, sendo que, no nosso país existem cerca de 30 mil casos diagnosticados.
O Alentejo é a região com menor incidência da doença, no entanto, Henrique Barros alerta que a ameaça existe.

Évora : Único distrito em alerta laranja devido ao Frio

Sexta, 26 Janeiro 2007
Outros doze distritos de Portugal Continental estão hoje em alerta amarelo devido às baixas temperaturas, que não vão ultrapassar os 12 graus de máxima em Faro.
Em declarações à agência Lusa, a meteorologista Idália Moniz adiantou que o tempo frio vai manter-se até domingo.
http://www.dianafm.com/


Publicado por tata em 05:09 PM | Comentários (0) | TrackBack

OS COMPADRES

Parceria com:



Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

Os_Compadres033_1.gif

Publicado por tata em 05:00 PM | Comentários (0) | TrackBack

BOLETIM MUNICIPAL Nº 7 DEZEMBRO 2006 (II)

DESPORTO:

IV Corrida dos Castelos:
Balanço da referida prova que teve lugar dia 9 de Abril, apadrinhada por José Fernando Ramalho, natural do Alandroal, e que foi Atleta do Sporting.
Torneio de Futsal:
Classificações das Equipas que participaram no 18º Torneio denominado 25 de Abril, e divulgação fotográfica das vencedoras.
Município promove Jogo da Malha:
Em Capelins. Foi o V. Também 34 jogadores a malha, representando o concelho, no “Torneio da Malha da Zona dos Mármores” em Borba.
Equipas do Concelho:
Fotos das Equipas de Futebol do Concelho do Alandroal.
A saber: Grupo Desportivo Carneirense, Grupo Desportivo do Rosário; Grupo de Futebol Juvenis de Terena, Não há machado que corte Hortinhas, ADC Santiago Maior e Juventude Sport Alandroalense.
Passeio BTT pelo Concelho:
Passeio organizado pela Câmara para divulgação do Concelho.
Parque Desportivo de Alandroal engloba a construção de Campo de Futebol em relva sintética:
Uma foto da “maquete” ilustra a notícia na qual nos é dado a conhecer o projecto para a construção de um Parque Desportivo.
O mesmo situa-se na Tapada do Cochicho, situado em frente ao Fórum Cultural, e compreende a construção de um Campo de Futebol em relva sintética, balneários e bancadas de apoio.
I Maratona BTT
A Câmara, a Junta de Freguesia de Santiago Maior e a Secção de BTT de Santiago Maior organizaram a prova que contou com 70 participantes:
Cerca de 60 participantes percorreram os 36 Km deste passeio num percurso de caminhos naturais até ao Menir da Pedra Alçada.
Circuito das Mármores;
Contou com a presença de Alandroalenses e inseriu a localidade do Alandroal.
IV Torneio de Xito de Cabeça de Carneiro;
Prova anual realizada naquela localidade.
Passeio TT por Terras do Concelho:
Prova que se irá realizar dia 27 do corrente mês.
Novas Equipas de Futebol do Concelho visitam Academia do Sporting e Estádio da Luz:
Visita em preparação das Equipas Juvenis e Iniciados do Concelho aos complexos referidos.
Corta Mato Escolar do Concelho do Alandroal:
Descrição da prova ilustrada com fotografias.

AMBIENTE

Visita à Etar de Terena e desenvolvimento de actividades de sensibilização na Casa do Povo de Santiago Maior:
Acções de sensibilização para o problema da água, dedicada aos jovens.
Pelo seu bem-estar respeite os espaços verdes:
Campanha de sensibilização a toda a população para a necessidade de respeitar os espaços verdes.
Escolas aderem ao projecto ECO-ESCOLAS:
A câmara apoia o projecto, ao qual aderiram sete Escolas do Concelho.
Participação em novos projectos no tratamento de resíduos:
Iniciativa que teve como objectivo promover encontros com empresários e empresas holandesas, para debater métodos de recolha de resíduos sólidos.
Autarquia de Alandroal distribui oleões pelo concelho:
Dá conhecimento e faz apelo para a recolha destes resíduos, para o que fez distribuição dos respectivos recipientes.
Visita de barco Clube Mini- Montanhistas da Escola EB1 Diogo Lopes de Sequeira:
Passeio de barco organizado pela autarquia.
Rede Natura 2000 foi tema de debate no Alandroal:
Uma foto da conferência ilustra a noticia que foi tema de debate no Fórum Cultural.
Crianças visitam fábrica de reciclagem:
Informa que cerca de 90 crianças do Concelho visitaram uma fábrica de reciclagem de plástico.
I Jornadas reúnem cerca de 200 crianças:
1ª Jornada do ambiente – um mundo para salvar – decorreu na barragem do Lucefecit e juntou cerca de 200 crianças, que através de jogos e actividades lúdicas se procurou alertar para a necessidade de preservar o ambiente.
É importante reciclar:
Apelo e dados estatísticos sobre o assunto.
Dia mundial da árvore e das Florestas:
Reportagem fotográfica ilustra o que foi feito neste dia.

(a seguir: Turismo, Obras)

Publicado por tata em 04:52 PM | Comentários (1) | TrackBack

CINE CLUBE DOMINGOS MARIA PEÇAS

Apocalypto

apocalypto.jpg

Após chocar o mundo com A Paixão de Cristo, Mel Gibson volta à direcção usando um dialecto antigo com 'Apocalypto'.
A história, cujo roteiro é do próprio Gibson, passa-se numa civilização antiga da América Central e narra uma história de acção e aventuras sobre o final das civilizações, há 600 anos atrás, antes da chegada dos espanhóis à América Central e México.

Direcção : Mel Gibson
Elenco: Rudy Youngblood, Dalia Hernandez, Raoul Trujillo, Mayra Serbulo,
Gerardo Taracena II, Carlos Emilio Baez, Jonathan Brewer, Carlos Ramos.

Saiba mais em : http://apocalypto.movies.go.com/

Publicado por tata em 04:32 PM | Comentários (1) | TrackBack

janeiro 25, 2007

SUGESTÃO

CLICK AQUI

Vai gostar de vêr

Publicado por tata em 06:14 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

REGRESSAM OS CAMPEONATOS

INÍCIO DA 2ª VOLTA

Jogos a realizar no fim-de-semana 27 e 28 /01/2007

DIVISÃO DE HONRA

Dia 28/01/2007

União – Valenças
Calipolense – Oriola
Redondense – Borbense
Alandroalense – Estremoz
Portel – Bencatelense
Torre de Coelheiros - Canaviais
Escouralense – Monte Trigo.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

Dia 27/01/2007

Alcaçovense – Cabrela
Arraiolense – Bairro Santo António
Brotense – Luso Morense
Giesteira – Santana do Campo
Sporting Viana – Aguiar – 28/01

1ª DIVISÃO SÉRIE B

Amieira – Azarujense
Arcoense – Perolivense
Vera Cruz – São Romão
São Manços – Aldeense
Corval – Santiago Maior.

JUVENIS

Terena – Estrela – 27/01 – 15 horas

INFANTIS FUTEBO DE 7

Alandroalense – Redondense – 27/01 - 09.30

Na última jornada: Estremoz 6 Alandroalense 0

Competência e Dedicação

matuto.jpg

Matuto - Massagista do J.S.A.

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com

E … INTERNACIONAL

pre.jpg

prvn.jpg

Publicado por tata em 06:09 PM | Comentários (2) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM (DUAS)

Oiça na:

dianafm_1.jpg

Nem todos os pais são progenitores, nem todos os progenitores são pais - Eduardo Luciano

Quinta, 25 Janeiro 2007
Durante os últimos dias tem-se discutido de forma apaixonada qual deverá ser o futuro familiar de uma menina nascida de uma relação ocasional entre um cidadão português e uma cidadã brasileira.
Não é meu objectivo discutir o caso concreto. Apenas o conheço através da comunicação social e todos sabemos como isso pode ser sinónimo de ignorância.
O que me interessa aqui é reflectir sobre as diferenças substanciais entre ser progenitor e ser pai.
De um lado temos alguém que, numa primeira fase, não se reconhece como sendo pai e numa segunda fase, após a confirmação científica da paternidade, explode em amor paterno e vem pedir a custódia da criança em questão.
Do outro lado temos alguém que aceita ser pai, independentemente de quem foi o bafejado na lotaria da concepção.
De um lado temos alguém para quem a sorte de uma criança lhe é perfeitamente indiferente se não tiver sido produto de uma fecundação em que um seu espermatozóide tenha estado envolvido.
Do outro lado temos alguém que trata a criança como sua filha e para quem lhe é indiferente quem foi o dador do espermatozóide que esteve envolvido na fecundação.
Afinal, qual destes adultos é merecedor do exercício do dever de protecção e cuidado desta menor? Afinal, qual deles garantirá, o bem-estar desta criança?
Imaginem que a mãe, após a recusa do progenitor em se aceitar como tal, ia ter com o candidato a pai adoptivo e lhe propunha que fosse ele a assumir a paternidade em sede de registo civil.
Depois iam os dois a um tribunal e acordavam em que a guarda da criança e o exercício do poder paternal ficaria a cargo do pai que se tinha assumido como tal.
O pai biológico seguiria a sua vida, e a criança viveria na mais perfeita legalidade na casa do casal que a queria adoptar.
Quem iria levantar alguma questão? O progenitor, cheio de dúvidas sobre o seu contributo para aquela vida? Será que seria acometido por alguma inspiração divina que o levaria a exigir a realização dos testes de paternidade?
Não me parece.
Alguém tem dúvidas acerca de quem é o pai desta criança? Eu não tenho e tudo isto deveria ser resolvido longe das câmaras de televisão, para não permitir a tentação dos diversos intervenientes em transformar este caso num qualquer trampolim para reconhecimento público ou promoção pessoal e profissional.
Para mim, pai é sempre quem cuida, protege, educa e ama incondicionalmente. E, nalguns casos, também participou na concepção.
Até para a semana

Crónica de 24 de Dezembro de Hélder Rebocho

Quinta, 25 Janeiro 2007
Em virtude da profissão que abracei há mais de uma dezena de anos, conheço por dentro a justiça. Não é fácil por vezes decidir, sobretudo quando se coloca sobre as costas de um Homem o poder e o dever de fazer justiça.
Nem sempre a solução mais justa é aquela que resulta da lei, por vezes de tal forma restritiva que não dá alternativas a quem decide.
No tocante aos menores, existe um princípio fundamental com consagração legal que estabelece a prevalência do interesse do menor sobre todos os outros interesses.
Este princípio condiciona todas as decisões, tanto em matéria de adopção como na regulação do poder paternal, compreendendo-se que assim seja, porque falamos de crianças que não podem ainda decidir em consciência o que é melhor para o seu futuro.
Foi tendo em conta este princípio que a menina de Torres Novas foi aos 2 meses de idade entregue á guarda de um casal que a recebeu e foi criando como filha. Aqueles foram os únicos pais que conheceu, pois os progenitores biológicos rejeitaram-na logo à nascença, com especial destaque para o pai que recusou assumir a paternidade e só compulsivamente realizou testes de ADN.
Decorridos cinco anos, gastos em testes para averiguação de paternidade, processos de adopção e de regulação do poder paternal, a pesada e morosa máquina burocrática da justiça trouxe à luz uma decisão que além de injusta do ponto de vista humano, é evidentemente tardia porque os prazos de integração e adaptação de uma criança de tenra idade a uma família não são compatíveis e coincidentes com os timings das decisões judiciais.
No caso desta criança de Torres Novas que tem apaixonado o país a decisão foi tardia e coloca várias questões.
Desde logo, saber se salvaguarda o interesse da menor retirá-la do meio familiar em que viveu desde os dois meses de idade até aos cinco anos e integra-la no seio da família do pai biológico que nunca conheceu.
Todos sabemos que o conceito afectivo de paternidade nem sempre resulta de laços biológicos. No caso em apreço, parece-me que nenhuma ligação sentimental poderá existir entre um pai biológico que nunca aceitou nem reconheceu a menor como sua filha e que repentinamente terá sido assaltado por sentimentos que nunca teve, e uma filha que ainda bebé foi entregue nos braços de um casal que a tomou e criou como verdadeira filha.
A encenação que o pai biológico deu ao país através das câmaras de televisão, com um quartinho muito bem arranjado, cheio de bonecos de peluche, situado numa casa que nem ao menos é dele, coloca-me a questão de tentar perceber porque motivo aquele ambiente tão aconchegante não estava preparado para receber a menina há cinco anos atrás, quando nasceu e quando este mesmo pai nem sequer a reconheceu como filha.
Será que as consequências psicológicas decorrentes da solução imposta pela decisão judicial são do interesse da menor?
Será esta decisão a que melhor salvaguarda os interesses da menor?
Coloco estas questões porque já vou duvidando das soluções dos tribunais de família e menores que teimosamente insistem nos laços biológicos como aqueles que melhor servem os interesses das crianças.
Casos como os da Joana, do Rafael da Daniela e de tantas outras crianças que foram sujeitas às maiores atrocidades e torturas praticadas pelos próprios pais biológicos, trazem à saciedade uma evidência, infelizmente, nem sempre serão estes as pessoas que melhor poderão defender os interesses dos filhos.
A justiça nem sempre é justa porque a sua realização resulta muitas vezes da fria aplicação da lei aos factos, sem ter em conta critérios de humanidade, afinal tão importantes, quando se tem na ponta da caneta o futuro de uma criança.
Hélder Rebocho


Publicado por tata em 05:56 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Depois dos polémicos casos de Odemira
Meios de urgência para o Alentejo

2007-01-25
O ministro da Saúde, Correia de Campos, apresentou ontem em Évora aquilo que classifica como “um aumento da capacidade de resposta dos meios de emergência”. Duas Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) e seis novas Unidades Rápidas de Suporte Intermédio de Vida (URSIV) vão ser instaladas em unidades de saúde do Alentejo.
Uma das unidades ficará em Odemira, concelho onde ocorreram os mais recentes casos de morte após várias horas de espera até à chegada dos meios médicos de emergência. As novas unidades serão instaladas em Moura, Castro Verde e Serpa, no Baixo Alentejo, e em Estremoz e Elvas, nos distritos de Évora e Portalegre respectivamente.
ciorreio manha.gif

Alterações climáticas: Alentejo mais seco e quente

Estudo divulgado ontem em Lisboa, sobre o “Impacto das alterações climáticas nos recursos hídricos”, diz que o Alentejo e o Algarve serão as regiões do País mais afectadas pela escassez de água.
Chuvas mais intensas no Inverno, falta de água no Verão, mais inundações e períodos de seca extrema. O Alentejo e o Algarve serão as regiões mais afectadas pela escassez de água. Este foi o cenário preocupante das alterações climáticas para os próximos anos em Portugal apresentado, ontem em Lisboa, através do estudo “Impacto das alterações climáticas nos recursos hídricos”.
voz da planicie.jpg

Portal de Évora on-line em Março para reforçar procura da região

Todos os hospitais do Alentejo e da Região Autónoma da Madeira com ligação à Internet acedem à mesma através de banda larga. Já a prática de actividades de Telemedicina está mais difundida nos hospitais do Alentejo (55,6%), valor que representa mais do dobro da média nacional.
http://diariodigital.sapo.pt/

O novo Portal de Turismo do distrito de Évora vai estar on-line em Março.

Num projecto apresentado como estratégico para a afirmação e promoção turística da região, anunciaram hoje os promotores.
O "visitevora.pt", desenvolvido pela Região de Turismo de Évora (RTE), vai ser apresentado, amanhã, quinta-feira no stand do Alentejo na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). Para os responsáveis da RTE, novo website é encarado como um meio estratégico para a captação de mais turistas, uma vez que, segundo ele, a informação e promoção turísticas são, cada vez mais, canalizadas via Internet. Aliás e segundo os mesmos trata-se de uma ferramenta fundamental na promoção dos serviços turísticos e na projecção da atractividade dos 14 concelhos que compõem a RTE.
http://www.opcaoturismo.com/

Quase 95% dos hospitais acede à Internet por banda larga

Todos os hospitais do Alentejo e da Região Autónoma da Madeira com ligação à Internet acedem à mesma através de banda larga. Já a prática de actividades de Telemedicina está mais difundida nos hospitais do Alentejo (55,6%), valor que representa mais do dobro da média nacional.
http://diariodigital.sapo.pt/

Publicado por tata em 05:42 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

DISTRITAL DE SALTO EM ALTURA EM MONTEMOR-O-NOVO

No próximo Sábado, dia 27 de Janeiro, realiza-se a Final Distrital do Salto em
Altura em Sala. A prova realiza-se em Montemor-o-Novo, no Pavilhão
Gimnodesportivo da cidade.


jom.bmp

r.jpg

JUNIORES NO ESTÁDIO NACIONAL

Os juniores do Rugby Clube de Montemor-o-Novo, vão participar em mais um Torneio Nacional. Este torneio disputa-se no Estádio Nacional no proximo sábado e a equipa montemorense irá defrontar no seu grupo as equipas do Caldas, Elvas e Famalicão.

gusjo.jpg

acn.jpg

Publicado por tata em 05:22 PM | Comentários (0) | TrackBack

LOCAIS DE "CULTO" NO ALANDROAL

arco iris.jpg

barca alentejana.jpg

Publicado por tata em 05:07 PM | Comentários (0) | TrackBack

O QUE CANTA O ALANDRO AL

Divulgação da Musica Tradicional Portuguesa – A nossa música

Os Meninos do Huambo

Letra: Manuel Rui Monteiro
Música: Rui Mingas
Intérprete: Paulo de Carvalho (in "Desculpem Qualquer Coisinha", 1985; "Vida", 2006)


Com fios feitos de lágrimas passadas
Os meninos do Huambo fazem alegria
Constroem sonhos com os mais velhos de mãos dadas
E no céu descobrem estrelas de magia

Com os lábios de dizer nova poesia
Soletram as estrelas como letras
E vão juntando no céu como pedrinhas
Estrelas letras para fazer novas palavras

Os meninos à volta da fogueira
Vão aprender coisas de sonho e de verdade
Vão aprender como se ganha uma bandeira
Vão saber o que custou a liberdade

Com os sorrisos mais lindos do planalto
Fazem continhas engraçadas de somar
Somam beijos com flores e com suor
E subtraem manhã cedo por luar

Dividem a chuva miudinha pelo milho
Multiplicam o vento pelo mar
Soltam ao céu as estrelas já escritas
Constelações que brilham sempre sem parar

Os meninos à volta da fogueira
Vão aprender coisas de sonho e de verdade
Vão aprender como se ganha uma bandeira
Vão saber o que custou a liberdade

Palavras sempre novas, sempre novas
Palavras deste tempo sempre novo
Porque os meninos inventaram coisas novas
E até já dizem que as estrelas são do povo

Assim contentes à voltinha da fogueira
Juntam palavras deste tempo sempre novo
Porque os meninos inventaram coisas novas
E até já dizem que as estrelas são do povo.

Os Putos

Letra: Ary dos Santos
Música: Paulo de Carvalho
Intérprete: Carlos do Carmo


Uma bola de pano, num charco
Um sorriso traquina, um chuto
Na ladeira a correr, um arco
O céu no olhar, dum puto.

Uma fisga que atira a esperança
Um pardal de calções, astuto
E a força de ser criança
Contra a força dum chui, que é bruto.

Parecem bandos de pardais à solta
Os putos, os putos
São como índios, capitães da malta
Os putos, os putos
Mas quando a tarde cai
Vai-se a revolta
Sentam-se ao colo do pai
É a ternura que volta
E ouvem-no a falar do homem novo
São os putos deste povo
A aprenderem a ser homens.

As caricas brilhando na mão
A vontade que salta ao eixo
Um puto que diz que não
Se a porrada vier não deixo

Um berlinde abafado na escola
Um pião na algibeira sem cor
Um puto que pede esmola
Porque a fome lhe abafa a dor.

Parecem bandos de pardais à solta
Os putos, os putos
São como índios, capitães da malta
Os putos, os putos
Mas quando a tarde cai
Vai-se a revolta
Sentam-se ao colo do pai
É a ternura que volta
E ouvem-no a falar do homem novo
São os putos deste povo
A aprenderem a ser homens.


Publicado por tata em 05:03 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 24, 2007

SECÇÃO DE PESCA DO J.S.A.

marujos.jpg

Os Marujos

Começou no passado fim-de-semana 21 Janeiro 2007 a época dos Concursos Nacionais organizados pela 1ª ARPDR (Associação Pesca Desportiva Rio).
Este concurso realizou-se na Barragem do Maranhão - Avis, em cooperação com o Pesquévora.

A Secção de Pesca do J. S. Alandroalense “Os Marujos”, foi a grande vencedora deste primeiro Concurso Nacional 2007.

Equipas apuradas:

1ª Juventude Sport Alandroalense “ Os Marujos “
2ª Ferroviário Vendas Novas
3ª CAP Estremoz
4ª Pesquévora Clube de Competição
5ª CAP Pego

Classificação Individual Seniores:

Zona A

1º Alberto Zorro Eborense
3º António Courelas JSA - Marujos
5º Manuel Varandas JSA - Marujos

Zona B

1º Raul Rodrigues União Desp. Santarém
4º Carlos Silveira JSA - Marujos
6º Adriano Rosado JSA - Marujos

Esperanças

1º Inácio Varandas JSA – Marujos

Próximo Concurso Nacional – 11 Março 2007

(Durante o ano de 2007 vou assumir o compromisso de vos manter informados de todas as provas oficiais em que o JSA – Os Marujos, estiverem envolvidos. Alguns dos chamados “ Convívios Piscatórios” de maior relevância, também vos darei conta.
Desde já agradeço a oportunidade que o Francisco Manuel me dá, de puder divulgar uma modalidade de que tanto gosto.
Manuel Varandas.)

(O Alandro al agradece e felicita os Marujos. O principal objectivo, e foi para isso que foi criado é dar conhecimento (principalmente aos Alandroalenses não residentes) de tudo o que bom se faz no Alandroal. Felizmente já estamos a ser compreendidos. Estamos abertos a todas as Organizações não só do Alandroal, mas também de todo o Concelho e a tudo o que diga respeito ao nosso Alentejo. è só "clikar" em enviar noticias.)

Publicado por tata em 05:37 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS C.M.A.

Alandroal presente na maior Feira de Turismo do país

O Município de Alandroal vai participar, pela segunda vez, na BTL – Bolsa Turismo de Lisboa, a decorrer, de 24 a 28 do corrente mês de Janeiro, na FIL, em Lisboa.
À semelhança do ano anterior, a Autarquia estará presente neste certame com o Stand Promocional do Concelho, onde os visitantes poderão encontrar material audiovisual (O Concelho em DVD) assim como outro material impresso, com o objectivo de dar a conhecer o que de melhor o Concelho tem para oferecer a quem nos visita.
A cultura, as tradições, o património histórico e arquitectónico do Concelho, sem esquecer as representações ao vivo do artesanato e gastronomia, que no ano anterior registaram enorme procura por parte dos visitantes, marcarão também presença no stand do concelho de Alandroal.
A participação do Stand promocional do concelho de Alandroal na edição anterior da BTL traduziu-se num enorme sucesso, permitindo a promoção das potencialidades e a diversidade da oferta turística existente, abrindo novas perspectivas na dinamização turística do Concelho.
A BTL é considerada o maior evento de promoção turística, destinado ao grande público realizado no nosso país, acolhendo importantes forças económicas do sector do turismo.
Este certame apresenta-se assim como um veículo privilegiado para a promoção e divulgação do concelho de Alandroal, dando a conhecer também os empreendimentos já existentes no sector (alojamentos, gastronomia, etc.).
O sector turístico é uma das apostas para o desenvolvimento do concelho de Alandroal, sendo essa uma das razões que determinaram a decisão do Executivo Municipal em participar também na edição 2007 da BTL.

em anexo imagem do Stand Promocional do Concelho

promo.jpg

Gabinete de Imprensa - CM Alandroal

Publicado por tata em 05:17 PM | Comentários (0) | TrackBack

VIII CORTA MATO PAULO GUERRA

AS ÚLTIMAS... FOTOS

Da participação dos Atletas do c rugbi juromenha.JPG no VIII Corta Mato Paulo Guerra.


marcar a presenca.jpg

Já cá estamos..

catia serra.jpg

Cátia Serra

duda.jpg

Duda

luis e ze.jpg

Luís e Zé

Caro amigo
Estou de férias em Moçambique, mas numa visita ao seu excelente blog pude tomar conhecimento de mais uma óptima participação dos atletas do C.R.J., no passado sábado em Montemor.
Quando regressar enviarei os resultados mais detalhados. Posso, no entanto, informar que se estrearam mais 3 atletas, o que demonstra que a aposta nos jovens e no desporto vale mesmo a pena.
Os meus cumprimentos
Paulo Jaleco

Publicado por tata em 05:07 PM | Comentários (1) | TrackBack

BOLETIM MUNICIPAL Nº7 DEZ. 2006

Conforme havíamos prometido, quando da divulgação do B. M., aqui nos propomos dissecar o conteúdo do mesmo, dando assim azo a que todos os munícipes se possam pronunciar nos comentários sobre os temas transcritos no mesmo.
Iremos fazê-lo por vária etapas, seguindo o índice inserido na página dois.
A todos solicitamos que comentem observando as regras de boa educação.
Pretende-se avaliar actos de gestão e não a vida particular que só aos próprios diz respeito.

EDITORIAL:

A cargo do Director, João Nabais, Presidente da C. M. A., o mesmo tece considerações sobre o Poder Local Democrático, destacando o ante e após 25 de Abril, demonstrando no mesmo o apreço por todos aqueles que ao longo destes 30 anos estiveram à frente dos destinos do Concelho do Alandroal.
Termina com a promessa de “um melhor futuro para todos e com a participação de todos”.

EDUCAÇÃO:

Material informático nas Escolas:
Dá-nos conhecimento e ilustra com fotos o “apetrechamento informático da rede escolar de todo o Concelho”.
Ficamos a saber que graças ao programa POS a autarquia distribuiu material informático pelas Escolas Básicas do 1º Ciclo de Casas Novas de Mares, Terena e Aldeia da Venda.
Encontro CBTIC@EB1 na Universidade de Évora:
Esteve presente o Vice-presidente, João Grilo, que fez uma comunicação intitulada “ Da Escola Primária à Escola do Futuro: Novas Tecnologias e Outros desafios da Gestão Local da Educação.
Escola a tempo Inteiro no Alandroal:
Dá-nos a conhecer as obras de adaptação a várias salas de aula, e à construção e equipamento de duas cantinas escolares em Terena, Montes Juntos e Santiago Maior.
Ainda a contratação de 9 Professores e 5 Auxiliares de Educação.
Termina dando conhecimento que “as Escolas do Concelho do Alandroal passarão a actuar de acordo com as novas politicas educativas do país”.
Pontos de Acesso à Internet:
Quais os pontos de acesso gratuitos à Internet – Espaço Internet, Fórum Cultural Transfronteiriço, Biblioteca Municipal, ainda Junta de Freguesia de Santiago Maior, Junta de Freguesia de Juromenha.
Alandroal vai ter nova Escola:
Dia 3 de Julho, foi publicado no Diário da Republica a abertura do concurso para a nova Escola Básica Integrada com Jardim-de-infância.
Inicio da obra previsto para o inicio de 2007, nos mesmos terrenos onde agora se encontra, com destaque para a construção de um pavilhão gimnodesportivo, cujos encargos adicionais são da responsabilidade da Câmara Municipal, para permitir uma maior dimensão e melhor equipamento.

CULTURA:

Alandroal participou no XIV encontro Ibero-Americano de Cooperação e Solidariedade dos Municípios em Havana:
Acedendo ao convite formulado pelo Município de Regla, geminado com o Alandroal, deslocaram-se a Havana O Vereador Joaquim Galhardas e o Adjunto do Presidente Manuel Palhoco , no intuito de participarem no referido encontro.
De salientar o acordo firmado de o Município de Regla estar presente na próxima edição da Expo-Guadiana.
Alandroal no Luxemburgo:
Por convite formulado pelo Conselho das Comunidades Portuguesas no Luxemburgo e do Embaixador de Portugal no Luxemburgo, o Presidente da Câmara acompanhado de 11 pessoas deslocaram-se aquele país no intuito de divulgar e promover o Concelho.
Foram dados a conhecer os nossos enchidos, queijos, mel, azeite, bordados e informação turística.
Fragmentos Coloridos em exposição no Fórum Cultural Transfronteiriço
Exposição de obras de Teresa Paixão que estiveram patentes no Fórum
Workshop de Saxofones
Participação do Grupo de Saxofones da Casa do Povo de Lavre, e dos executantes da Escola de Musica do Centro Cultural.
Presidente eleito secretário da “Secção de Municípios com actividade taurina”.
Dá conhecimento da Eleição do Presidente para o cargo mencionado.
Lançamento do livro Terra de Endovélico – o Deus dos Lusitanos:
Apresentação e lançamento da obra referida.
Agrupamento de Escolas grava CD de música Popular:
A noticia da gravação de um CD do Agrupamento de Escolas do concelho. Que inclui 13 temas de musica tradicional portuguesa.
Exposição de pintura “intuições” de Joaquina Gomes:
Quatro dezenas de pinturas em exposição no Fórum da autodidacta Joaquina Gomes. Natural de Santiago Maior.

Todos os artigos mencionados são profusamente ilustrados com várias fotos)

(a seguir: Desporto, Ambiente, Turismo. Obras)

Publicado por tata em 05:00 PM | Comentários (138) | TrackBack

GOSTEI...

logotipo.jpg

Gostei… vou usá-lo na rubrica “Notícias do Alandroal”

Publicado por tata em 04:34 PM | Comentários (10) | TrackBack

PORQUE VALE A PENA VISITAR O CONCELHO DO ALANDROAL

castelo do alandroal.JPG

Castelo do Alandroal

castelo terena.JPG

Castelo de Terena

rua de terena.JPG

Rua de Terena

Colecção de postais, fotografia José M.Rodrigues - Edição C. M.

Publicado por tata em 04:14 PM | Comentários (1) | TrackBack

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Há dias, na minha caixa de correio fui encontrar um infomail, a que era dado o nome de CARTA ESTRATÉGICA, enviado pela C.M. onde resido, que ao mesmo tempo que me dava conhecimento de reuniões com Entidades locais e regionais tais como Bombeiros Voluntários, Agrupamento de Escolas, Juntas de Freguesia, Estabelecimentos de Saúde, Associações Culturais e Desportivas, etc , me convidava a participar , assim como todos os munícipes, apresentando por escrito as minhas opiniões/sugestões, para o desenvolvimento do Concelho para os próximos dez anos.
Entre outros assuntos postos à discussão haverá uma reunião que se irá debruçar sobre aspectos económicos, nos quais estão presentes Empresários, Sectores Corporativos, Agricultores, Responsáveis na Área de Turismo.
Uma outra sobre acessibilidades, mobilidade urbana, habitação que conta com representantes das Juntas de Freguesia, Construtores, Proprietários.
Reunião sobre Cultura, Património e Desporto, com representantes das Associações Culturais e Desportivas.
Ainda outra que versará Qualidade Educativa e Formativa que conta com Agrupamento de Escolas, Centro de Formação, Centro de Emprego, Representantes Sindicais.
Por último Saúde e Intervenção Social, com a presença do Hospital, Centro de Saúde, Instituições Particulares de Solidariedade Social e Bombeiros.

Perante esta maneira, DEMOCRÁTICA, onde todos têm uma palavra a dizer, e onde todos podem participar, ocorreu-me se tal não seria possível no Alandroal.
Parece-me que os Poderes Autárquicos ora vigentes no Alandroal, seriam capazes de enfrentar tal desafio.
Mas seriam as Instituições e os habitantes em geral capazes de darem a sua contribuição?

PERGUNTAR NÃO OFENDE…


Publicado por tata em 04:08 PM | Comentários (2) | TrackBack

ATINGIDAS AS 100.O00

Quarta-feira, 24 de Janeiro 2007 - 15h15m

visitas.gif

Já agora:

sver.gif


Publicado por tata em 03:13 PM | Comentários (2) | TrackBack

janeiro 23, 2007

AINDA...

A participação dos Atletas do c rugbi juromenha.JPG no VIII Corta Mato Paulo Guerra.

Algumas fotos

nuno mourinha a caminho da meta.jpg

Nuno Mourinha vai cortar a meta

recop.jpg

A recompensa após o esforço (água)

joao pedro p.jpg

João Pedro após a prova.

Publicado por tata em 04:29 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Norte de Africa - Domingos Cordeiro

Terça, 23 Janeiro 2007
O Primeiro-ministro de Portugal encontra-se de visita à Argélia, acompanhado por uma comitiva de mais de vinte empresários e gestores, de cinco ministros e de dois secretários de Estado.
Segundo o anunciado, a visita visa, no essencial, contribuir para abrir portas aos investimentos portugueses na Argélia e impulsionar as relações comerciais entre os dois países.
Trata-se, pois, do meu ponto de vista, de uma visita importante para ambos os países, em particular para Portugal, tendo em conta que a Argélia é um produtor e fornecedor de energia de que Portugal é, como é sabido, e por enquanto, fortemente dependente do exterior.
Para além de importante é, ainda, uma visita oportuna, se tivermos em conta que o investimento no desenvolvimento dos países do Magrebe vai ser um dos tópicos da agenda europeia durante a presidência Portuguesa que terá início no princípio do segundo semestre do corrente ano.
Será, seguramente, uma oportunidade para acentuar o diálogo entre dois espaços tão próximos mas, por vezes, tão afastados como são a Europa e o Norte de Africa.
A Europa tem todo o interesse em acentuar as suas relações com o Norte de Africa.
Não só por razões económicas, mas sobretudo, por razões de politica e de segurança.
Numa altura em fundamentalismo islâmico ganha terreno, os países do Magrebe ostentam, ainda, uma pratica religiosa, razoavelmente tolerante.
É, também pelos países do Magrebe que passam os fluxos, cada vez mais fortes, de indivíduos que, desprovidos de quase tudo nas suas terras, arriscam a vida para chegar até nós.
O Magrebe deve, assim, ser encarado pela Europa como um território que faz parte do seu “mapa de segurança”,
Portugal tem razões eternas de ligação ao Magrebe, em especial a Marrocos, estando pois, particularmente bem colocado para reforçar as pontes que se querem para, em permanência, ligarem este espaço à Europa.
Neste contexto, a visita do Primeiro-ministro de Portugal, ganha um relevo acrescido, tendo em conta que não só é importante para Portugal como o é, igualmente, para a Europa em que nos integramos.

Deferência da :http://www.dianafm.com/

Publicado por tata em 04:07 PM | Comentários (0) | TrackBack

MUSEU FILATÉLICO DO ALANDRO AL

AVES DA REGIÃO DA MADEIRA

aves da regiao madeira pombo trocaz.jpg

Pombo Trocaz

bisb.bmp

Bisbis

madeira aves da regiao coruja.jpg

Coruja

Publicado por tata em 04:01 PM | Comentários (0) | TrackBack

DESPORTO EM MONTEMOR

Enviado por:

MONTEMORENSE VITOR PACHECO CHAMADO NOVAMENTE PARA A SELECÇÃO NACIONAL SUB-17 DE FUTEBOL.

O jovem natural do Ciborro (Montemor-o-Novo) Vitor Pacheco, foi chamado novamente para os trabalhos da selecção nacional sub-17, para o Estágio e jogos com a Finlândia. Vitor Pacheco formado nas Escolas do U.Montemor e actualmente no SL.Benfica, vai mais uma vez vestir a camisola das quinas.
Todos os convocados:
ARSENAL: Rui Fonte;
BOAVISTA: Ivo Pinto;
ATL.MADRID: Fábio Futre;
FC.PORTO: Figueiredo e Ruca;
LYON: Anthony Lopes;
BRAGA: Eduardo Machado;
SPORTING: Diogo Amado, Diogo Rosado, Diogo Viana, Michael Santos, Pedro Mendes e
Wilson Eduardo;
GUIMARÃES: Vitor Bastos.
SL.BENFICA: David Simão, João Pereira, Leandro Pimenta, Ricardo Caetano, Rui Ferreira e VITOR PACHECO;

selnac.bmp

FUTSAL FEMININO: ALCAÇOVAS 3-GDMONTEMOR-9

No passado sábado, a equipa feminina do GDM, deslocou-se ao terreno das Alcáçovas para defrontar a equipa local. Num ambiente estranhamente fervoroso por parte do público, que quase enchia a bancada do pavilhão, para o normal num jogo de raparigas, a nossa equipa teve finalmente uma atitude madura e inteligente, controlando a partida e fazendo uma circulação de bola que nunca permitiu ás adversárias ter iniciativa de jogo.
Fazendo uma pressão alta e consistente, o GDM, chegou aos 2-0 rapidamente com 2 golos de Aline. Depois a nossa equipa dormiu um pouco e permitiu o empate, porém voltaram rapidamente ao jogo e ao intervalo o marcador mostrava 4-2 para o GDM. A segunda parte começou com o 4-3 para as Jovens das Alcáçovas, mas a partir daí a nossa equipa disparou para um 9-3 final. De realce para os 5 golos de Vera Santos e para os 4 de Aline que fizeram o pleno da equipa e para a estreia na baliza de Mafalda, que veio reforçar a baliza, onde só figurava a Rute. www.gdm-futsal.com

equfem.bmp


Publicado por tata em 03:43 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DO JOÃO PEDRO

CONSELHOS ÚTEIS

ESTAÇÕES DE SERVIÇO – Pelas piores razões!

Caro leitor, talvez possa ser daqueles muitos que, não tendo reparado na existência da electricidade estática no nosso quotidiano, na roupa que veste ou outros, sobretudo na sua viatura sendo de momento o que me importa realçar, será o pouco ou nada conhecida pelas pessoas, não sabendo a generalidade da sociedade a sua influencia perniciosa, nem calcular a perigosidade que esta poderá desencadear a qualquer momento.
Já algumas vezes tenho sofrido alguns avisos, por parte de condutores que seguindo na traseira da viatura por mim conduzida, me fazem sinal de luzes ou buzinam, indicando-me e alertando da existência de um fio dependurado, a arrastar no chão.
Assim mesmo eu faço prevenção… não é defeito é feitio da viatura, visto que aquele apetrecho foi lá colocado de propósito e, tem o fim específico de fazer a descarga para a terra, de qualquer tipo de electricidade que possa afectar o veículo, não a deixando acumular nem circular, para que não possa sofrer dissabores de incêndio ou alteração da sensibilidade, na condução das pessoas transportadas.
Assim, e porque os problemas nos abastecimentos, nas Estações de Serviço são rotineiros e, em maior número daquilo que se supõe, lembrarei alguns tópico importantes que deverão seguir com atenção e divulgar aos seus amigos:

A. Ao chegar á bomba, o motor, luzes e rádio, não esquecendo de travar com o travão de mão.

B. Não esqueça de fechar as portas do veículo ao sair ou entrar, operação indispensável para a descarga da electricidade se processar para o solo, através do corpo.

C. Após a saída do carro, tenha o cuidado de colocar a mão sobre peças metálicas da carroçaria, antes de pegar na pistola do combustível e a descarga não se faça através da mangueira, nem da pistola para o interior do depósito.

D. Tenha o devido cuidado se o combustível foi derramado, devido ao perigo da criação de vapores inflamáveis no solo, com o perigo da posterior ligação do motor e de componentes electrónicos.

E. Porque os telemóveis, as roupas de fibras sintéticas, os sapatos isolantes com sola de borracha, são cada vez mais utilizados sendo muito friccionados, criam a dita electricidade estática quase imperceptível e, sobretudo se é daqueles que durante o tempo do abastecimento, se entretêm a entrar e sair do carro. – Evite tais procedimentos.

F. As senhoras normalmente são menos conhecedoras destes assuntos e as mais susceptíveis de serem molestadas, tendo em mente que, as escolas de condução que eu saiba se debruçam ou não têm tido uma informação completa para com os seus instruendos.

G. Quando oportuno peça ao seu mecânico, a instalação do acessório apropriado, para a descarga electrostática do seu carro que, pelo valor irrisório não justifica os riscos que pode correr.

Não será também displicente, a chamada de atenção para muitos automobilistas, do caso dos cartões Multibanco colonados e alterados quando do pagamento de combustíveis, quase sempre acontece em compras nestes estabelecimentos prestadores de serviços auto.

A. Quando no momento de pagar com um cartão, em Estações de Serviço que não conhece ou pouco frequentado, se o pagamento não se processar linearmente á primeira, é razão suficiente para ficar atento aos procedimentos.

B) Em segunda tentativa, deve reparar e verificar, se o agente receptor, introduz o cartão no mesmo aparelho ou noutro diferente que normalmente poderá estar mais escondido.
Se o fizer em novo aparelho, poderá acontecer, tratar-se de um gravador de dados da banda magnética e, o seu cartão estará a ser lido, para outros fins.
B.Nestes casos, tente verificar o sucedido com calma, não utilizando mais o cartão sem a certificação e certeza de seu estado e, se conseguir ainda a tempo, tente apropriar-se do cartão imediatamente, pagando em dinheiro vivo se tiver disponibilidade, porque terá tudo a ganhar.

D. Por ultimo e se for caso disso, aconselhe o operador da bomba a ter o máximo cuidado na utilização dos cartões, sabendo-se o pouco cuidado que por vezes estes são tratados, na introdução do sistema, ao ponto de ficarem danificados lateralmente e riscados, pelo roçar das abas do leitor, dificultando posteriores as leituras dos dados.

Por fim, a par destes tópicos sensíveis e importantes atrás mencionados relacionados com as Estações de Serviço, haverá de ter em conta os preços a que os combustíveis estarão a ser transaccionados, atendendo a que a matéria prima baixa… baixa e estagna muitas vezes, com o consumidor a interrogar-se do resultado de tantos estudos e da grande organização necessárias, nem os porquês das disparidades dos preços em Espanha e a unanimidade em Portugal, não sabendo a quem interessa a continuidade destas políticas. Que fazem muito mal fazem… e que pensar ainda mais…!
A. Enquanto se alvitra apenas que a matéria vai aumentar, logo o jogo das bolsas se movimenta, já todos estão precavidos e esgotam-se de imediato as produções das semanas mais próximas, para que em passo acelerado em boatos técnicos, a procuram incessante e desmedida fazem lei, para que as mais valias entrem antes do aumento efectivado, quando estas baixam acontece precisamente o contrário, onde o lucro acontece em dois carinhos… quando aumenta por um lado e, quando baixa por outro.

B. Ora o inverso da organização, consiste na desregulamentação aparente e no monopólio dos senhores do mundo, formam-se cartéis para o precioso ouro negro e não só, as matérias-primas associadas, serão tão importantes ou mais, para uns quantos que não mencionarei por pudor e estarem ligados a Estados Nação de pendor liberal.

J.P.

Publicado por tata em 03:36 PM | Comentários (0) | TrackBack

CINEMA DO PERRY

Lembrando filmes mais antigos em homenagem ao Perry, o primeiro a exibir cinema no Alandroal

morte em veneza.jpg

Publicado por tata em 03:25 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 22, 2007

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Amabilidade da:

dianafm_1.jpg

O enforcamento de Saddam Hussein - José Faustino

Segunda, 22 Janeiro 2007
No final do ano passado foi enforcado o ditador Saddam Hussein.
Cumpriu-se assim a sentença do tribunal iraquiano que o tinha condenado por centenas de mortes, ficando ainda por julgar muitos outros crimes.
Os prelúdios do enforcamento tiveram imagens televisivas e o acto, propriamente dito, foi filmado à socapa por um dos presentes, correndo mundo, através da Internet, as imagens recolhidas.
Confesso que as imagens me incomodaram tal com terá acontecido com a maioria das pessoas no mundo ocidental.
Apesar da vulgarização de cenas deste tipo em filmes de ficção, a coisa muda de figura quando se trata da realidade, tanto mais, estou convencido, que a maioria das pessoas é contra a pena de morte.
Mas o mesmo não acontece no mundo árabe. No Iraque convive-se diariamente com a morte. Aí as pessoas lidam diáriamente com cenas de morte ao vivo, ali não se trata de peças ficcionadas, não, ali é matar ou morrer.
Lá no Iraque, as reacções à morte de Saddam foram de repúdio, pelos sunitas e de alegria e festa pelos xiitas e curdos e em caso algum de choque, ninguém ficou impressionado pelo acto em si.
Não nos esqueçamos que por aquelas paragens, actuam terroristas que não têm problemas, de qualquer espécie, em degolar reféns inocentes e de filmarem essas execuções. Ali não basta matar, é preciso mostrar que se matou.
É claro que perante o incomodo que causaram, repito – no mundo ocidental - as imagens do enforcamento, a “brigada do politicamente correcto” não perdeu a oportunidade para zurzir, como habitualmente, nos americanos e na sua intervenção no Iraque.
Como de costume, tudo serviu para lançar a confusão. Que tinha sido o julgamento dos vencedores, que foi um julgamento fantoche e tudo o mais.
Então em Nuremberga ou recentemente na Jugoslávia foi o julgamento dos vencidos? Só no final é que perceberam que o julgamento era fantoche, não se aperceberam disso durante os meses em que decorreu ou se se aperceberam porque não nos disseram antes?
A verdade é que o julgamento foi feito no Iraque, por iraquianos, e não pelos americanos, por um tribunal iraquiano, segundo a Lei iraquiana, que prevê a pena de morte por enforcamento, e foram julgados crimes cometidos no Iraque.
Poderá criticar-se a pena de morte, opinar sobre se o criminoso deveria, ou não, ter sido julgado pelos restantes crimes de que era acusado, se a execução devia ter sido, ou não filmada, mas tudo o resto parece-me a conversa do costume.
Ainda este assunto não estava completamente esgotado e já a “brigada do politicamente correcto” tinha novo tema, calcule-se que os americanos vão reforçar o seu contingente de tropas no Iraque com mais de 20.000 homens.
Mas disso falaremos noutro dia e também sobre aquele intrigante caso dos voos da CIA.

Publicado por tata em 05:38 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Deputados pedem Escola de Hotelaria no Alentejo

O presidente da subcomissão parlamentar de Turismo, Mendes Bota, garantiu terça-feira, 16, em Alqueva, que o sector turístico pode ser o “motor de arranque” do desenvolvimento do Alentejo, mas alertou para a falta de recursos humanos qualificados. Nesse sentido, essa qualificação só pode ser atingida, frisou o deputado, com a criação de uma Escola de Hotelaria e Turismo no Alentejo, à semelhança do que já existe no Algarve ou no Estoril.
“O conjunto dos grandes projectos turísticos para o Alentejo significa uma grande oportunidade de emprego, com a criação de 15 ou 20 mil postos de trabalho, mas não há, neste momento, pessoal suficiente com formação específica nesta área”, argumentou.

Autarquias exigem explicações a Bruxelas

Quatro associações de municípios do Alentejo, reunidas na segunda-feira, 15, em Grândola, decidiram pedir esclarecimentos a Bruxelas sobre o “chumbo” da candidatura para o abastecimento de água e saneamento em alta a 23 concelhos da região.
“Sabemos que a situação é irreversível, porque era a última oportunidade para aprovar o projecto no âmbito do III Quadro Comunitário de Apoio (QCA), mas vamos fazer uma carta a solicitar mais esclarecimentos a Bruxelas”, adiantou o presidente da Associação de Municípios do Litoral Alentejano (AMLA), António Camilo.
http://correioalentejo.com/

Fim do século marcado por cheias e secas graves

Menos água disponível no Verão, mais chuvas fortes no Inverno. Na prática, vão-se agravar as secas nos meses quentes e as inundações nos períodos de chuva. No Algarve e no Alentejo, a redução do escoamento dos rios pode, em 2100, chegar mesmo aos 80%, provocando uma grande escassez de água. Este é o pior cenário do impacto das alterações climáticas nos recursos hídricos, traçado por um estudo que é divulgado hoje em Lisboa.
http://dn.sapo.pt/

Empresa lusa quer comercializar queijo de ovelha no Brasil

Évora, 21 Jan (Lusa) - Um tipo de queijo da região do Alentejo (centro-sul de Portugal) feito à base de leite de ovelha e sal (foto), e produzido por uma empresa familiar, está conquistando o mercado português e quer chegar aos mercados brasileiro e japonês.
A gerente da empresa, Joana Fernandes, disse à Agência Lusa que o queijo "Monte da Vinha", no distrito de Évora, está sendo vendido para todo o território português, com "muito boa aceitação", e exportado, sobretudo, para Espanha e França.
http://www.agencialusa.com.br/

Publicado por tata em 05:28 PM | Comentários (0) | TrackBack

ANTES RIR QUE CHORAR

Hoje a cargo do João Pedro

cl ff.JPG

d aj.JPG

Publicado por tata em 05:22 PM | Comentários (1) | TrackBack

POETAS POPULARES DO CONCELHO DO ALANDROAL

O rouxinol quando canta
Já depois do sol se pôr
Continua a dar notícia
Das razões do nosso amor.

Gosta o rouxinol de cantar
Pelo meio do arvoredo
Durante a noite em sossego
A sua voz anda no ar.
Canta a derrochar
Afinando a garganta
A sua voz muito levanta
Quando a melodia executa,
Dá prazer a quem o escuta
O rouxinol quando canta.

Com os seus cânticos permanentes
O rouxinol sem descansar
Passa a noite a cantar
Ao som das águas correntes.
De todas as aves existentes
Ele é o melhor cantor
Seja a que hora da noite for
O rouxinol é ouvido,
O seu canto é repetido
Já depois do sol se pôr.

Como cantor é bom artista
O rouxinol dá alegria
Canta só de noite e não de dia
Não gosta de cantar à vista.
A ocasião como cantorista
É sempre para ele propícia
Canta que é uma delícia
No jardim e na ribeira,
Durante a noite inteira
Continua a dar notícia.

O rouxinol cantava
Até ao romper da aurora
Ouvia-o pela noite fora
Quando a gente namorava.
Muito prazer nos dava
Sem se ouvir qualquer rumor
Esse canto de valor
Não nos passava do sentido,
É lembrado e reflectido
Das razões do nosso amor.

Augusto Garcia Toucinho

Publicado por tata em 05:17 PM | Comentários (0) | TrackBack

CORREIO RECEBIDO

De. Hugo Calado

Mais conhecida pela Princesa do Alentejo, Vila Viçosa é uma das terras
mais bonitas do Alentejo. Desde sempre ligada à história de Portugal,
vê agora o seu Paço Ducal estar entre as 21 maravilhas de Portugal,
pela sua beleza, pela sua imponência e pelo seu passado histórico. É
uma coisa que orgulha todos os calipolenses.
Vários blogues de Vila Viçosa uniram-se para uma iniciativa inédita, uma
votação para eleger as 7 maravilhas do Concelho de Vila Viçosa. Esta
foi uma forma que encontramos, de os Calipolenses verem a sua terra
com outros olhos e também uma maneira de fazer com que as pessoas
votem massivamente no Paço Ducal, para a votação das 7 maravilhas
Nacionais.
Para saber mais sobre esta iniciativa basta aceder ao blogue:
www.calipot.blogspot.com não perca tempo e participe!!

Publicado por tata em 05:13 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

r.jpg

RUGBY CLUBE DE MONTEMOR VENCE EM OEIRAS (7-20)

Num jogo mais complicado do que se previa, os séniores do Rugby Clube de Montemor, deslocaram-se ao Campo da Guia em Cascais, para defrontar a equipa do Oeiras e venceram por 20-7. A equipa montemorense jogou com os seguintes jogadores: José Lima, Torres, Joel Pedreirinho, Gonçalo Ramos, Nuno Tiago, Gonçalo Saude, Hugo Mota, Francisco Soares, José Maria Reis, Pedro Neves, António Bibe, João Baptista Malta, José Almeida, António Quadrado e João Reis. Jogaram ainda João Marques, Quim, Helio Guerreiro, Tiago Borges, Francisco Cornacho, Jorge e Bruno.

futsal.jpg

FUTSAL: GDMONTEMOR EMPATA COM ALMODOVARENSE

Porto Santo 5- União Praiense 3
Lagoa e Benfica 8- Sapalense 4
Montemor 4- Almodovarense 4
Os Torpedos 6- Sonâmbulos 1
Os Pantufas 5- Castelo 1
Os Independentes 1- V.Setúbal 1
Univ. Algarve 0- Vit.Olivais 1

jgd.bmp

Publicado por tata em 05:08 PM | Comentários (0) | TrackBack

AO INICIAR A SEMANA

meter.gif

Noventa e nove mil, seiscentas e quarenta e sete, foram as visitas ao “abrir” a página hoje, 22 Janeiro 2007, 15h45m.
Qual o dia da semana que decorre vamos atingis as 100.000?
A todos os que nos visitam …obrigado.

Publicado por tata em 04:00 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 21, 2007

COMENTÁRIOS EM PÉ DE PÁGINA - RUBRICA DE ANTÓNIO BERBEM

Continua o Alandro al a contar com a prestimosa colaboração do Dr António Berbem, que semanalmente nos faz chegar a sua crónica.
Propõe-nos hoje um exercício, que de bom grado gostaríamos de ver aceite pelos Alandroalenses.
Os "comentários" estão à vossa disposição.

Os Dez Maiores Alandroalenses de Sempre

1. A ideia televisiva de escolher “Os Dez Portugueses Mais Importantes de Sempre” é nos tempos que correm por razões diversas bastante «europeia», polémica e apelativa. Se bem que seja também algo ingrata dado que envolve delicadas opções entre o melhor e o pior da nação portuguesa. (VPV)
Pode conter no entanto uma certa seriedade desde que se aceite a multiplicidade de critérios que estão em jogo os quais tornam afinal a escolha difícil. Aliás, no caso português até não (nos) parece desajustada: 2 reis, 4 políticos, 2 navegantes e dois grandes poetas são uma amostra fiável e ilustre do povo que somos e do modo como nos fomos secularmente construindo. Com afonsina ousadia, projecção marítima e emoção poética criadora.
Aplicando uma escolha eventualmente semelhante ao concelho do Alandroal, seria interessante experimentar e saber, entre nós, Concelhios Alandroalenses qual a escolha que poderia vir a acontecer?...
2. Bom, para além da escolha possível correr o risco de envolver meia dúzia de Cromos (como agora se diz…) saídos de recentes e voluntaristas popularidades fáceis. Ou de haver a hipótese de surgir um qualquer epifenómeno, estamos em crer que o resultado final não esqueceria as Personalidades Alandroalenses que ao longo dos tempos foi valendo a pena, de facto, fixar e guardar nos Anais da Vila.
Poderíamos apontar nomes desde os meados do século passado. Não o faremos por uma questão de ética democrática.
3. Apesar de tudo, invocamos dois nomes incontornáveis pela sua inegável dimensão histórica: Pêro Rodrigues,”O preso amigo, preso por leal (…) é do Landroal. ---“Amigo de Quem?”
E Diogo Lopes de Sequeira (Século XVI) comandante de armadas, do conselho do rei D. Manuel I, 4º Governador da Índia de 1518 a 1521. Com o túmulo preservado?
Para além destas duas personalidades, adiantemos que o TOP TEN alandroalense por certo não poderia ignorar o caso de dois ou três presidentes de câmara e de juntas de freguesia, médicos, professores e especialmente professoras, músicos, poetas e Figuras populares. Artesãos e Mulheres de rija têmpera que as tivemos.
A título de exemplo, e tendo em conta o contexto histórico em que desempenhou o seu papel quem, por certo, não se escolheria como personagem importante do Alandroal seria o Sr. Joaquim Martins. Por razões obvias que a maioria de nós facilmente percebe. A dita personagem, foi apenas mais um triste caso de “pura cooptação” para o exercício do poder autárquico. Era cinzento e sem qualquer ponta de Criatividade. Um erro de “casting” confirmado no momento em que os alandroalenses perceberam que tinha nascido somente para se Encostar ao perfil (e poder) pobre… de um abastado agricultor.
5. Seja como for este jogo de debates e de escolhas que certamente enriqueceria e acompanharia a nossa votação final, teria em todo o caso o mérito de colocar à frente dos candidatos Um Espelho enorme que os devolveria à sua dimensão real.
Mostrando-nos o que discursaram, prometeram e não fizeram. O que julgavam ser e nunca foram. Aquilo que de algum modo foram fazendo de bem e de mal. O que nem sequer imaginaram ou sonharam que deveriam fazer…
6. O importante, claro, era que a escolha final dos alandroalenses fosse inteiramente livre e viesse porventura a recair sobre Personalidades dotadas de superior visão estratégica. Com carácter e condutas modelares. E sobretudo com um elevado sentido de desapego “aos pequenos poderes” que compõem o Poder…
Ou seja: personalidades com uma marca de verdadeira grandeza humana e política. Como é felizmente o caso de vários portugueses.
7. Em síntese, esta ideia de escolher “Os Dez Mais do Alandroal” parece-nos ser de levar à prática, por exemplo, pelo blog Alandro al. O desafio embora possa envolver bastante trabalho seria divertido e gratificante. Os votantes certamente não negariam o seu contributo.
Uma coisa é certa: todos os que participassem, ficariam a pensar, a comparar e depois a escolher ludicamente “as Figuras realmente Importantes” em função do que o passado nos deu, o presente vem mostrando e o futuro pode ainda reservar-nos.
Quer para praticarmos formas actuantes de estar neste mundo. Quer para valorizarmos as personagens históricas locais e outros actores políticos maiores ou mesmo menores que por cá foram chegando, ressalvando apenas os que de uma forma superior serviram a nossa terra e as nossas gentes.

António Neves Berbém
Janeiro, XX/MMVI

Publicado por tata em 06:54 PM | Comentários (18) | TrackBack

janeiro 20, 2007

VIII CIRCUITO DE CORTA MATO PAULO GUERRA

GRANDE PRESENÇA DO CLUBE DE RUGBY DE JUROMENHA

Excelente participação dos Atletas do nosso Concelho

A reportagem:

os trofeus.jpg

Os Trofeus (muitos foram "parar" ao C.R.J.)

a equipa.jpg

Os Atletas

joao pedro e primeiro em infantis.jpg

João Pedro é primeiro em Infantis

joao pedro.jpg

Após a vitória

partida iniciados.jpg

Partida dos Iniciados

(Voltaremos ao assunto após recepção das classificações, com mais fotos)

Publicado por tata em 08:35 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

TAÇA DE ÉVORA – RESULTADOS

Houve Taça, e grandes surpresas.

União 1 – Portel 3 – após prolongamento
Corval 1 – Borbense 3
Calipolense 1 – Monte Trigo 4 – Após grandes penalidades
Torre de Coelheiros 2 – Escoural 1

Lá se foram as dobradinhas---

MEIAS FINAIS:

Portel – Borbense
Torre de Coelheiros – Monte Trigo

União – Portel

Fases do jogo

fase jogo.jpg


fase do jogo um.jpg

Publicado por tata em 07:57 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 19, 2007

DESTAQUE

O Gabinete de Imprensa da C. M. A., enviou-me após solicitação. (o que o leitor também pode fazer, enviando pedido para: gab.imprensa@cm-alandroal.pt, ou solicitando pelo telefone 268440040, fax 268440041/42), o Boletim Municipal nº 7 referente a Dezembro 2006.
De excelente aspecto gráfico, contendo inúmeras fotografias, de acontecimentos relevantes do Concelho, sobre o mesmo nos iremos debruçar, transcrevendo notícias e artigos inseridos no mesmo.
De maneira democrática e respeitando o que temos vindo a solicitar nos comentários (comente com respeito), deixamos aqui a oportunidade de todos se pronunciarem sobre os acontecimentos mais relevantes da nossa terra, publicados no mesmo.
Por hoje fique com as fotos da capa e contracapa do referido Boletim, e com o sumário dos temas inseridos no mesmo:

1- Editorial
2- Educação
3- Cultura
4- Desporto
5- Ambiente
6- Turismo
7- Obras
8- Acção Social
9- Em reportagem
10- Notícias
11- Na imprensa
12- Breves
13- Em curso
14- Município
15- Defesa do consumidor
16- Suplemento
17- Informações.

Propomo-nos dar a conhecer os temas abordados, fazendo uma resenha dos mesmos e dar assim azo a que cada munícipe (ou não) opine sobre os mesmos.

bolmun.jpg

bolmunver.JPG

Haverá coragem?

Publicado por tata em 05:29 PM | Comentários (7) | TrackBack

CORREIO RECEBIDO

CORREIO RECEBIDO

De: Hugo Calado

Nova funcionalidade no site da Banda

O site oficial da Banda da Escola de Musica do Centro Cultural do
Alandroal, contam desde ontem com uma nova funcionalidade. Trata-se de
um forum, onde os visitantes do site poderão debater e deixar a sua
opinião sobre a banda Alandroalense.
Por isso não perca tempo, registe-se e participe!

Publicado por tata em 05:22 PM | Comentários (0) | TrackBack

LOCAIS DE "CULTO" NO ALANDROAL

a maria.jpg

adega dos ramalhos.jpg

Publicado por tata em 05:16 PM | Comentários (249) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

TV Évora arranca sexta-feira com emissões experimentais na Internet
A terceira televisão on-line no Alentejo e a 14ª em Portugal, arranca sexta-feira com emissões experimentais. Miguel Correia, da empresa alentejana de comunicação responsável pelo projecto, explicou à agência Lusa que o novo canal on-line alentejano surge depois do "êxito" da TV Beja, que está disponível desde Março de 2006.
A programação do canal, em fase experimental até 25 de Abril, vai ser "flexível" baseando-se em "conteúdos por pedido".
Quem entrar na página de Internet do canal, em tvevora.com, poderá escolher "o que quer ver e quando".
O canal vai apresentar programas de entrevista, turismo e de natureza cultural, social e desportiva. Numa primeira fase, o canal vai centrar-se nos concelhos de Évora, Borba, Vendas Novas, Viana do Alentejo, Portel e Arraiolos.
http://www.dianafm.com/

Custo de vida aumenta mais nas regiões pobres

Norte, Centro, Alentejo e Açores registaram uma inflação mais alta em 2006 e perderam poder de compra.
O custo de vida aumentou mais depressa nas regiões mais pobres do País. Norte, Centro, Alentejo e Açores registaram uma inflação mais alta em 2006 e perderam poder de compra, em relação a quem vive em Lisboa ou no Algarve.
A inflação média em 2006 foi de 3,1%. Mas, este valor não se registou em todas as regiões do País. No Norte, Centro, Alentejo e Açores a inflação atingiu valores acima da média.
Na habitação, água, electricidade e gás, a média nacional situou-se nos 3, 9%. Já no Alentejo a inflação foi superior em mais de um ponto percentual.
http://www.tvi.iol.pt/

Publicado por tata em 05:13 PM | Comentários (0) | TrackBack

CINE CLUBE DOMINGOS MARIA PEÇAS

Domingos Maria Peças, foi um, dos muitos que levavam Cinema de terra em terra. A ele, muitos, da minha idade ficaram a dever a abertura de um novo mundo.
Em sua homenagem o Alandro al criou esta rubrica semanal, na qual lhe sugere sempre um filme de qualidade.

BABEL

babel.jpg

De: Alejandro González Iñárritu
Com: Brad Pitt, Cate Blanchett, Mohamed Akhzam, Gael García Bernal

É a história de um incidente trágico que gera uma cadeia de acontecimentos em quatro famílias, em quatro continentes. Ligados por circunstâncias mas separados por continentes, culturas e línguas, cada personagem descobre que é a família que, em ultima análise, providencia consolo.

Saiba mais em : http://www.paramountvantage.com/babel/

O Cine Clube Domingos Maria Peças é patrocinado por

intelliflix online dvd rentals!


Publicado por tata em 05:01 PM | Comentários (0) | TrackBack

DESPORTO EM MONTEMOR

Enviado por : ACMONTEMOR@SAPO.PT

tenis.bmp

TENIS: CAMPEONATOS EM MONTEMOR-O-NOVO ESTE FIM-DE-SEMANA

Numa organização da associação de Ténis do Alto Alentejo, realiza-se no fim-de-semana de 20 e 21 de Janeiro no Clube de Ténis de Montemor-o-Novo, o Campeonato Regional por equipas no escalão sub-12 e sub-16.

CLUBE DE TENIS DE MONTEMOR É CAMPEÃO REGIONAL

As equipas de sub 14 masculino e sub 18 feminino, do Clube de Ténis de
Montemor-o-Novo, sagraram-se campeãs regionais, no passado fim-de-semana, durante o Campeonato Regional por equipas nos respectivos escalões. As equipas montemorenses vão agora disputar o campeonato Inter-Regional no Algarve.

vin.bmp

Publicado por tata em 04:34 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 18, 2007

DESTAQUE

ppau guer.jpg

E... destaque porquê?
Porque o c rugbi juromenha.JPG (Clube de rugby de Juromenha) vai lá estar, e o Alandro al vai apoiar.

Publicado por tata em 05:08 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

Interrupção dos Campeonatos para darem lugar aos quartos de final da Taça de Évora.

Os jogos são os seguintes:

20/01/2007

União – Portel – 15 horas
Corval – Borbense – 15.00
Calipolense – Monte Trigo – 15,00
Torre de Coelheiros – Escoural – 14.30.

O Alandroalense está fora da prova eliminado pelo Escouralense, em jogo cuja arbitragem deixou muito a desejar.
A propósito permito-me transcrever o que o Jornal Folha de Montemor, edição de Janeiro e em Editorial escreveu sobre o referido árbitro e a sua actuação no jogo União – Estremoz:

« …. Por outro lado, poucos dias depois da recepção do documento, no jogo com o Estremoz, a Equipa do GUS foi altamente beneficiada, sem que tal fosse necessário, pela equipa de arbitragem que teve uma actuação miserável e de completo desrespeito por quem assistiu e participou no encontro».

(Editorial que se debruçava sobre o indeferimento do protesto do jogo GUS – Calipolense.)
JUVENIS

Na última jornada : Terena 0 União 5

INFANTIS FUTEBOL DE 7

20/01/2007

Jogos em atraso

Lusitano – Redondense – 11,00 horas
Estremoz – Alandroalense – 10.30

DISCIPLINA

Alandroalense: João Leal: 1 jogo de suspensão; Ricardo Ribeiro: advertência.
Santiago Maior: Marco Silva: repreensão por escrito; José Cavacas e Hélder Gomes: advertência.
Rosário: Joaquim Pandeiro : repreensão por escrito; Bruno Barreiros: advertência.

QUADRO COMPLETO DAS CLASSIFICAÇÕES AO FIM DA 1ª VOLTA.

clas honra.bmp

clas prim.bmp

class juven.JPG

Clas sete.bmp

E para que conste aqui lhe deixo os resultados obtidos pelo alandralense.gif nos treze jogos disputados referentes à primeira volta:

Estremoz 0 – Alandroalense 2
Alandroalense 1 – Borbense 0
Oriola 0 – Alandroalense 3
Alandroalense 1 – Valenças 1
União 2 – Alandroalense 0
Alandroalense 1 – Calipolense 2
Redondense 1 – Alandroalense 0
Alandroalense 0 – Monte Trigo 2
Alandroalense 1 – Portel 2
Torre de Coelheiros 0 – Alandroalense 2
Alandroalense 2 – Escouralense 1
Canaviais 1 – Alandroalense 3
Alandroalense 2 – Bencatelense 2.

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com

Publicado por tata em 04:59 PM | Comentários (1) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Parceria com a Rádio Diana, que nos permite aqui transcrever a crónica diária transmitida aos microfones daquela prestigiada estação de rádio.
São crónicas dos acontecimentos relevantes que se vão sucedendo não só no país como no estrangeiro elaboradas por entidades de diferentes quadrantes políticos.
Visite:
http://www.dianafm.com/

Luisinhos e Luisões
Eduardo Luciano


Quinta, 18 Janeiro 2007
Do exercício da minha actividade profissional resultam experiências diversificadas e de uma tal riqueza para o conhecimento do género humano, que não resisto a contar-vos uma história que poderá ser de qualquer um das dezenas de julgamentos pelo crime de condução em estado de embriaguez, em que participei.
É a história do Luís, Luisinho para os amigos. O Luisinho era um jovem como todos os outros jovens, na casa dos 20, com um emprego precário que resultava de um contrato de trabalho a termo certo.
Um dia, depois de sair do emprego, foi jantar com uns amigos e como a conversa estava agradável foi molhando as palavras nuns copos de cerveja.
Acabado o repasto, o Luisinho sentou-se ao volante do carro que tinha pedido emprestado aos pais e lá partiu para casa.
Ainda não tinha andado metade do percurso quando foi interceptado por uma brigada de trânsito. A rotina habitual da mostragem dos documentos e, àquela hora da noite, obviamente o convite para soprar o balão.
O condutor apresentava uma taxa de álcool no sangue superior a 1,2gl. Sucederam-se os procedimentos habituais, o Luisinho foi constituído arguido e presente ao tribunal na manhã seguinte para ser julgado em processo sumário.
Julgamento simples e rápido, com o advogado do arguido a pedir que a sanção acessória de inibição de condução fosse o mais leve possível, tendo em conta que era a primeira vez que o Luisinho passava por aquela situação, que tinha um vínculo laboral precário e que o ficar sem carta de condução implicaria, provavelmente a perda do emprego.
Perguntado ao arguido se tinha algo mais a acrescentar, mostrou-se arrependido e insistiu no argumento da perda do emprego se ficasse inibido de conduzir.
A resposta do julgador veio célere. Tivesse pensado nisso antes de conduzir depois de beber.
O Luisinho foi condenado em pena de multa e na sanção acessória de inibição de condução por 3 meses.
Outra história. Luisão, jovem jogador de futebol de um clube português de topo, conduzia com uma taxa de alcoolemia superior a 1,2 gl.
Os procedimentos foram iguais ao personagem da história anterior. Com uma pequena diferença. Neste caso em concreto foi proposta uma injunção que pune o arguido numa pena de 40 dias de trabalho a favor da comunidade, não havendo a aplicação da sanção acessória de inibição de condução.
A ser verdade o que foi relatado na imprensa sobre o processo do Luisão e comparando-o eu às dezenas de processos de Luisinhos que já vivi, esta história só pode ter uma moral. Apesar de olhos vendados, a justiça está muito atenta aos relatos de futebol.

Até para semana

Publicado por tata em 04:40 PM | Comentários (1) | TrackBack

O QUE CANTA O ALANDRO AL

Divulgação da Musica Tradicional Portuguesa – A nossa música

O Cego Pedinte

Letra: Popular (Romanceiro do Algarve)
Música: Amélia Muge
Intérprete: Amélia Muge (in CD "Todos os Dias", 1994)


Abre a porta, Ana
Abre o teu postigo
Dá-me esse teu lenço
Que eu venho ferido

Se tu vens ferido
Vinde muito embora
Esta minha porta
Não na abro agora

Abre lá a porta
Ou só o postigo
Vinde dar esmola
Ao triste ceguinho

Quem qual o vadio
Nesta hora anda?
Estou de anágua branca
Vou-me para a cama

Tu estás em anágua
Pois melhor te quero
Vinde sem vergonha
Ajudar o cego

Minha mãe não durma
Não queira dormir
Ouvirá o cego
Cantar e pedir

Se ele canta e pede
Dá-lhe pão e vinho
Se ele não quiser
Siga o seu caminho

Não lhe quero o pão
Ai não lhe quero o vinho
Quero que a menina
Me ensine o caminho

Arma a tua roca
Aparelha o linho
Dá ajuda ao cego
No ganhar caminho

Vai-te agora cego
Segue nesta estrada
Quem quiser criados
Paga-lhes soldada

Ande lá menina
Vinde mais além
Bem cego eu seria
Não vos vira eu bem

De condes e duques
Já fui pretendida
Só de um triste cego
Me quedo rendida

As terras que vemos
São já terra minha
Assobe ao palácio
E serás rainha

Publicado por tata em 04:32 PM | Comentários (0) | TrackBack

REGRESSO AO PASSADO

"Coisas" que já foram publicadas no blogue e que voltamos ... para recordar

A PROPÓSITO DE ALCUNHAS

Conhecem o livro de FRANCISCO MARTINS RAMOS e CARLOS ALBERTO DA SILVA “TRATADO DAS ALCUNHAS ALENTEJANAS”?
Se não conhecem sugiro que o adquiram, pois trata-se de uma verdadeira obra de pesquisa sobre os motivos que deram lugar a alcunhar certas personagens do nosso Alentejo e que nós a maior parte das vezes usamos e nem sequer nos passa pela cabeça os motivos porque tomaram tais alcunhas.
O nosso Alandroal é contemplado em grande parte por alcunhados que nós conhecemos, que respondem pela alcunha, e que muitas das vezes nem os próprios sabem porque são assim designados.
Pareceu-me a propósito escolher de entre todas as letras do alfabeto, dois nomes que constam do referido livro, e transcrever os motivos invocados pelos autores para a aposição de tais alcunhas. Mas também da minha parte acrescento dois nomes que podendo ou não constar do referido livro, não são pelos autores mencionados como provenientes do Alandroal.
A
Abelha – Designação dada a um homem que trabalhava nas pedreiras, onde por vezes saltavam pequenos fragmentos de pedra que lhes batiam na pele, e, então dizia “até parecem abelhas”.
Água – Mel – O pai do alcunhado vendia água mel.
Eu acrescento: AUGUSTO TOUCINHO e ABIBE
B
Bácoro – O alcunhado quando era criança cortava o rabo aos porcos.
Badalinho – O alcunhado tem o pénis muito pequeno. (está escrito no livro).
Eu acrescento: BAGUINHO DE MILHO e BAJANCAS
C
Cadela Parida designação atribuída a um individuo que é trombudo.
Caga na Faia o visado recebeu esta alcunha porque tinha um olival num local chamado “faia” e tinha o hábito de ir “estrumar” a terra.
Acrescento: CU ÀS COSTAS e CABO SETE
D
Deus Nosso Senhor - Sujeito muito religioso.
Descalço O visado quando era criança andava descalço.
DOUTOR BAYARD e DEUS ME LIVRE
E
Elton jonh- O nomeado é parecido com o cantor do mesmo nome.
Empata Fodas – Alcunha aplicada a um indivíduo que anda sempre a meter-se onde não é chamado.
ÈGUA e ESTURRICA
F
Feijão-frade O visado é aldrabão, ou seja tem duas caras como o feijão-frade.
Feiticeiro - A pessoa adquiriu esta alcunha, porque é considerada uma pessoa conflituosa.
Eu acrescento: FANECA e FONFON.
G
Garganeiro dos Faleiros - O nomeado recebeu esta alcunha porque para além de ser vaidoso e ambicioso, morou nos Faleiros.
Gata de Pardais - A visada é natural de Pardais e tem os olhos azuis.
Que eu me lembre: GATILHO e GRAZINA
H
Não consta nenhum nome.
A mim ocorre-me HONRADO.
I
Injecção - O alcunhado adquiriu esta designação porque tinha um café, onde praticava preços muito altos.
Ideias - Individuo que tem ideias consideradas malucas.
ICA e INVERNO
J
Jaleco - O alcunhado anda sempre com um casaco, e, então colocaram-lhe esta designação.
Juiz da Fome - Nome outorgado a um individuo que está sempre sem dinheiro.
JAN JAN e JOSÉ DAS MENTIRAS
K
No livro não consta nenhum alcunhado começado pela letra K proveniente do Alandroal, no entanto eu conheço: KAGANO, KATA (ZÈ) e KAIDI (este último foi-me sugerido, após 1ª colocação). È uma questão de ortografia.
L
Lafinfa - sem elementos.
Lourenço do Branco- Alcunha aplicada a um sujeito que morou num monte com este nome.
LILI e LAMBANÇAS
M
Má Cara - O alcunhado adquiriu esta alcunha porque é carrancudo.
Mata Pintos - Sobre nome de um indivíduo que matou pintos com tiros.
MANITAS e MARRANZANA
Agora vejam o que consta no referido tratado para designar a palavra “MARROQUINOS”- Designação atribuída às pessoas do Alandroal, pelo facto do concelho ser considerado pobre, desértico, seco e a vila ter palmeiras. ATÉ QUANDO? Pergunto eu... quem foi e porque cargas de água somos perseguidas por tais estigmas? Adiante.
N
Nené - O receptor é considerado um bom jogador de futebol.
Nilhas - linguística.
NABO e NAVALHAS
O
Olé - Epíteto aplicado a um sujeito que andava sempre a cantar “olé...olé”
Orelhas de Burro - Designação aplicada a um individuo que tem orelhas muito grandes.
ORELHUDO e OVELHA NEGRA
P
Pádoca - O visado herdou a alcunha de seu pai, mas desconhece-se o motivo da sua atribuição.
Pinguinhas - O visado trabalhavam uma estação de serviço e tinha o hábito de perguntar aos clientes se queriam uma pinguinha de gasolina.
PINTELHINHA e PIOLHA PRENHA
Q
Quadrado - O receptor tem esta alcunha por ser baixo e muito gordo.
QUESQUERES – Sem elementos.
QUINQUIM - (Salgado) e QUITOLAS (Mariano José)
R
Rã Coelha - A alcunhada tem este nome porque é de baixa estatura.
Ramalhão - Denominação que identifica um homem com os braços muito compridos.
RABINHO DE LEQUE e RABITO
S
Sacainho - O alcunhado é da freguesia de Santiago Maior.
Sete - O alcunhado ficou com este nome porque de 14 irmãos ele era o sétimo.
SARGENTO e SERRINHA
T
Taliscas - O receptor era muito magro, então na noite de núpcias, quando se deitou, a mulher perguntou-lhe: “ estás na cama ou estás na talisca”
Tabuinhas - Designação dada a um homem que é Carpinteiro.
TÓI DAS MULETAS e TACÃO
U
Unta - comportamental
Unhas-de-fome - Designação aplicada a um homem que é muito avarento.
Agora é a minha vez de não achar apelidos que eu conheça no Alandroal começados por U
V
Velhinho - Sujeito que tem o rosto muito envelhecido
Vira Casacas - Alcunha atribuída que é muito aldrabão.
VAI-TE À ROUPA e VALETAS
X
X.F. - O visado tem por hábito andar depressa com uma motorizada
Só me lembro de XAREPE.

E pronto, meus amigos, se souberem de alcunhas, mais recentes façam o favor de a escarrapacharem nos comentários, eu por mim fico-me com mais duas PINCELEIROS E ESCARAVELHOS.
Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 04:24 PM | Comentários (2) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

GOLFE: MONTEMORENSES VENCEM CAMPEONATO/2006

Os montemorenses, João Carlos Escudeiro e João de Deus Galvão, foram os vencedores do campeonato de GOLFE DE 2006, na ultima prova do ano realizada pelo Clube de Golfe de S.Estevão. Os jogadores de Montemor-o-Novo, conseguiram arrecadar os mais importantes trofeus do ano, nas categorias de "GROSS" e "NET". Parabéns...

futsal.jpg

JUNIORES DO GD.MONTEMOR GOLEIAM LIDER

No campeonato Distrital de Santarém a equipa júnior do GDMontemor deslocou-se ao terreno do líder (OURIENSE) e venceu por claros 4-0; com esta vitória a equipa montemorense fica a apenas 1 ponto da liderança no fecho da 1ªvolta. No próximo sábado a equipa de Montemor desloca-se ao terreno difícil dos Patos para a Taça. Os juvenis a participarem no mesmo campeonato distrital jogam no Entroncamento.

DERBY ALENTEJANO ESTE SÁBADO EM MONTEMOR-O-NOVO

Neste sábado às 16:00 hora no Pavilhão Gimno-Desportivo de Montemor-o-Novo, a equipa sénior do GDMontemor recebe a equipa alentejana do Almodovarense. Este jogo é mais uma jornada da terceira divisão nacional. Os restantes escalões também entram em campo, os jogos:
JUVENIS: Entrocamento-GDMontemor dia 21/1/07 às 15h30H
JUNIORES: Patos-GDMontemor dia 20/1/07 às 16H
EQUIPA A: GDMontemor-Almodovarense dia 20/01/07 às 16H
EQUIPA B: Descansa nesta Jornada
FEMININOS: J.Alcaçovas-GDMontemor dia 20/1/07 às 18H

r.jpg

RUGBY CLUBE DE MONTEMOR DESLOCA-SE A OEIRAS

Em mais uma jornada do campeonato, os seniores do Rugby Clube de Montemor, deslocam-se a Oeiras para defrontar a equipa local, o jogo é no campo da Guia, sábado dia 20 às 15 horas.
Na primeira volta a equipa montemorense venceu por 50-0.

rui.bmp

uniao.gif

Últimos resultados:

semtu.bmp


Publicado por tata em 04:10 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 17, 2007

ANTES RIR QUE CHORAR

«O acto sexual é para ter filhos» - disse na Assembleia da República, no dia 3 de Abril de 1982, o então deputado do CDS João Morgado num debate sobre a legalização do aborto.
A resposta de Natália Correia, em poema - publicado depois pelo Diário de Lisboa em 5 de Abril desse ano - fez rir todas as bancadas parlamentares, sem excepção, tendo os trabalhos parlamentares sido interrompidos por isso:


Já que o coito - diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez. E se a função
faz o órgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.

( Natália Correia - 3 de Abril de 1982 )

(nota: a colocação desta "posta", não vincula de qualquer forma a intenção de voto dos responsáveis do blogue.
Deve ser entendido como um acto inteligente de uma pessoa inteligente que infelizmente já não está entre nós)

Publicado por tata em 05:56 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM

Oiça diàriamente na : http://www.dianafm.com/

Crónica de 17 de Janeiro de Hélder Rebocho

Quarta, 17 Janeiro 2007
O futebol vem assumindo uma particular importância na sociedade Portuguesa, como aliás sucede um pouco por todo o mundo.
Aquilo que conceptualmente é uma modalidade desportiva transformou-se numa indústria de milhões, investida com um poder que tem tanto de desmedido como de perigoso.
Em torno desta modalidade, giram hoje interesses económicos e políticos capazes de condicionar decisões nas mais diversas áreas, com reflexos directos ou indirectos no mundo do futebol.
Do poderio desta modalidade deu origem ao nascimento de uma classe social emergente, a dos futebolistas de elite.
Os futebolistas com algum talento constituem hoje essa nova casta de milionários pagos a peso de ouro, com ordenados inimagináveis para quem trabalha ou quem tem em cima das costas o peso de uma vida de trabalho.
Alegam estes profissionais que as regalias de que beneficiam mais não são do que uma justa compensação para uma profissão de desgaste rápido que impõe a reforma perto dos 35 anos.
Pessoalmente, nada tenho contra os seus vencimentos ou contra quem lhos paga, embora os considere excessivos e injustificados.
Bom seria que todas as entidades patronais pudessem remunerar da mesma forma a maioria ou pelo menos os seus melhores profissionais.
Como facilmente se percebe, não vou aqui lançar criticas aos rendimentos do trabalho de alguns profissionais do futebol, mas antes a outros privilégios com os quais não posso concordar.
Vejamos dois exemplos.
Qualquer jogador de futebol tem direito a receber a remuneração que a sua entidade patronal lhe quiser e puder pagar, como qualquer outro cidadão, não deveriam era ter o direito de usufruir de benefícios fiscais de que os outros trabalhadores não podem beneficiar.
Porque motivo é que estes profissionais do futebol beneficiam de um regime fiscal especial que lhes permite descontar menos que os outros trabalhadores, se os seus vencimentos são incomparavelmente superiores?
O governo prometeu acabar com este privilégio, vejamos se a anunciada coragem política vai até ao fim ou se a simples ameaça de greve e de paragem dos campeonatos terá força suficiente para fazer o governo arrepiar caminho. Se assim for, será mais uma demonstração do poder do futebol, pois tanto quanto me recordo, em Portugal, as greves não costumam contribuir para a alteração de medidas já tomadas ou previstas.
Qualquer jogador de futebol tem o direito a exceder-se num jantar e a beber uns copos a mais, como aconteceu na passada semana com o jogador do Benfica, Luisão.
Não deveria era ter o direito de apenas ser condenado a 40 horas de trabalho a favor da comunidade depois de ter sido fiscalizado pelas autoridades quando conduzia com uma taxa de 1,33g/l de álcool no sangue, colocando em risco a segurança dos outros, quando qualquer cidadão que conduza com idêntica ou até inferior taxa de alcoolemia, será seguramente condenado numa pena de multa e em inibição de conduzir, mesmo que a carta de condução seja condição essencial para o seu sustento e da sua família.
Nas duas descritas situações existem dois pesos e duas medidas, a dos futebolistas e a dos outros cidadãos.

Publicado por tata em 05:51 PM | Comentários (0) | TrackBack

LOCAIS DA CAÇA

lebre perdiz ou coelho.jpg

foto:f. tata

Por este “campos” se não vinha coelho, vinha perdiz e com sorte levantava-se uma lebre… há trinta anos atrás.

Publicado por tata em 05:44 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Norte, Sul e Alentejo recebem incentivos de 5,2 mil milhões

O Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) que irá vigorar no mercado português entre 2007 e 2013 vai ser entregue em Bruxelas já na próxima quinta feira, pelas mãos do ministro do Ambiente do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Francisco Correia.
O Norte vai receber 2,7 mil milhões de euros, o Centro é contemplado com 1,7 mil milhões de euros e o Alentejo receberá 868 milhões de euros. Estas três regiões poderão ainda, segundo Rui Baleiras, recorrer à verba disponível nos dois programas operacionais: o PO Temático Factores de Competitividade que contempla 3 mil milhões de euros e o PO Temático Valorização do Território que conta com cerca de 4,7 mil milhões de euros.
http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

Religiosidade no Alentejo profundo

O afastamento da Igreja do povo alentejano, espontaneamente religioso e místico, explica-se por várias razões históricas entre elas a extinção das ordens religiosas e em particular a Companhia de Jesus, (jesuítas), com a sua Universidade de Évora, de funestas e trágicas consequências também para o país, além do anticlericalismo primário, ferrenho e organizado, em especial nos conturbados tempos da primeira colherada do maioral dos ganhões no “barranhão” comum do ensopado, era acompanhada com a fórmula ritual de,”6com Deus”, enquanto tirava o chapéu.
http://www.asbeiras.pt/

Turismo: Deputados alertam para falta de pessoal qualificado no Alentejo

O presidente da subcomissão parlamentar de Turismo, Mendes Bota, garantiu hoje, em Alqueva, que o sector turístico pode ser o "motor de arranque" do desenvolvimento do Alentejo, mas alertou para a falta de recursos humanos qualificados.
"O conjunto dos grandes projectos turísticos para o Alentejo significa uma grande oportunidade de emprego, com a criação de 15 ou 20 mil postos de trabalho, mas não há, neste momento, pessoal suficiente com formação específica nesta área", argumentou.
http://www.radioportalegre.pt/

Pavilhão Multiusos de Évora abre as portas em 2007

O Pavilhão Multiusos de Évora, construído sob a antiga praça de touros da cidade vai abrir ao público em meados deste ano, anunciou a autarquia eborense.
O equipamento "de enorme importância simbólica e funcional no panorama cultural e social da cidade, agora convertido num centro multiusos, estará preparado não só para a realização de espectáculos tauromáquicos, mas também para eventos culturais de outro tipo", explica um comunicado do município.
http://www.noticiasalentejo.pt/

Publicado por tata em 05:41 PM | Comentários (0) | TrackBack

VELHAS GLÓRIAS

Mereceram "cromos". Foram bons jogadores de futebol. Por isso os recordamos.

messias.jpg

Messias

meszaros.jpg

Meszaros

Com autorização do : http://cromodoscromos.blogspot.com/

Publicado por tata em 05:32 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 16, 2007

DESTAQUE

Aviso aos Alandroalenses que residem fora do Concelho

Todos os Munícipes recebem o Boletim Municipal na sua residência.
Mas, o Município de Alandroal quer fazer chegar o Boletim ao maior numero de alandroalenses, em especial aos residentes fora do Concelho.
Assim, todos aqueles que, mesmo não residindo no Concelho, estejam interessados em receber o Boletim Municipal, deverão enviar a morada completa onde o pretendem receber para o e-mail: gab.imprensa@cm-alandroal.pt , ou fazer o seu pedido através do telefone 268 440 040 ou fax 268 440 041/2.

Publicado por tata em 06:53 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS C.M.A.

ALANDROAL ORGANIZA I PASSEIO TT “ UM CONCELHO, TRÊS CASTELOS”

pabt.bmp

A Câmara Municipal de Alandroal organiza, no próximo dia 27 de Janeiro, o I Passeio TT “Um Concelho, Três Castelos”.
O percurso, com cerca de 60 Km, é composto por troços de terra batida com várias ligações por asfalto.
Destinado a viaturas 4x4 e motos, o I Passeio TT “Um Concelho, Três Castelos” oferece aos participantes a adrenalina característica deste desporto, aliada à passagem por locais de interesse paisagístico, histórico e cultural, presentes um pouco por todo o Percurso.
O passeio tem a particularidade de, por entre caminhos rurais, levar os participantes a visitar os três castelos do Concelho, Alandroal, Terena e Juromenha.
A concentração terá lugar no Rossio do Arquiz, estando prevista a partida para as 08h30.
Do programa consta também uma paragem na barragem do Lucefecit, em Terena, para um almoço / piquenique.
As inscrições podem ser efectuadas junto da Secção de Desporto da Câmara Municipal de Alandroal, através do e-mail desporto@dscd@mail.telepac.pt, ou pelo telefone 268 440 040. As inscrições incluem lembrança e Jantar Convívio conforme o regulamento.
Participe e desfrute um dia de todo-o-terreno no concelho do Alandroal!

Gabinete Imprensa C. M.A.


Publicado por tata em 06:50 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Mora: 30 mil euros em subsídios para natalidade

A Câmara de Mora concedeu no ano passado 30 mil euros em subsídios de apoio à natalidade, devido ao nascimento de 44 bebés naquele concelho alentejano, anunciou hoje a autarquia. A notícia é avançada pela agência Lusa.
Segundo o município, os apoios financeiros para incentivar o aumento da natalidade e fixar jovens casais no concelho começaram em Outubro de 2004, ano em que foram atribuídos quatro mil euros, por seis nascimentos.
O vice-presidente da autarquia, Luís Simão, adiantou à agência Lusa que o montante gasto nos subsídios aumentou para 11 mil euros em 2005 (14 bebés), tendo o maior incremento sido registado no ano passado, em que nasceram 44 bebés, com um total de 30 mil euros.
http://www.portugaldiario.iol.pt/

Produtores Florestais projectam recuperação da Serra d'Ossa

A Associação de Produtores Florestais (AFLOPS) vai avançar com um projecto para o controlo da erosão e recuperação da área ardida na serra d'Ossa, devastada por incêndios florestais no Verão do ano passado. Contactado pela DianaFM, Nuno Santos Fernandes explicou que o projecto visa combater os fenómenos erosivos em área ardida, que têm consequências nefastas.
Segundo o dirigente da AFLOPS, a iniciativa prevê, em primeiro lugar, o controlo da erosão, e depois um novo planeamento para prevenir o risco de incêndio na serra, terminando o processo com a criação de uma Zona de Intervenção Florestal.
http://www.dianafm.com/

Turismo: Subcomissão Parlamentar visita Alentejo

A Subcomissão de Turismo da Assembleia da República está hoje e amanhã na Região Alentejo.
José Soeiro, deputado do PCP eleito por Beja, é secretário desta Subcomissão e já disse à Voz da Planície que "contactar com a realidade do turismo nacional e neste caso a do Alentejo, conhecer as dificuldades do sector, as suas expectativas e equacionar no quadro da Assembleia da República o que fazer com as questões que forem levantadas" são os objectivos que se pretendem atingir com a visita, de dois dias, agendada ao Alentejo.

Aborto: Partidos preparam campanha

Em contagem decrescente para a realização do referendo sobre a IVG começam a surgir os argumentos dos apoiantes do SIM e NÃO. Em Beja, na campanha para o referendo, PCP, PS e BE apelam ao SIM, PSD e CDS/PP deixam ao critério dos militantes.

Olival: Empresários espanhóis detêm 25.000 dos 157.000 hectares plantados no Alentejo

Terra, água e bons preços, trouxeram empresários espanhóis, que já dominam 25.000 dos cerca de 158.000 hectares de olival no Alentejo
“18 milhões de euros foi o valor investido na aquisição das terras, a plantação das oliveiras, a aquisição de máquinas e a construção do largar, que está funcionar desde Novembro, só aqui foram investidos 3,5 milhões de euros”, revela José Luís de Prado.
http://www.vozdaplanicie.pt/

Publicado por tata em 06:33 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM (DUAS)

dianafm_1.jpg

A fúria da regulação - José Faustino

Terça, 16 Janeiro 2007
Temos assistido nos últimos anos a uma autêntica fúria reguladora por parte do Estado. Sob a batuta da União Europeia, tudo se regula, desde o diâmetro da fruta, passando pelas colheres de pau, acabando nos galheteiros.
Para fiscalizar a aplicação de tanta norma e regulamento têm-se criado as mais diversas entidades reguladoras.
Entre as tradicionais e as novas, contam-se em Portugal, pelo menos, 15 entidades reguladoras, havendo actividades e áreas de negócio que estão sob a alçada de duas ou três destas entidades.
Muitas vezes as decisões de uma contradizem as decisões da outra e, noutros casos, é o próprio Governo a contradizer o que diz determinado regulador, como aconteceu recentemente com a energia, é que algumas destas entidades nem sequer dependem do Governo.
A totalidade dos quadros de pessoal, destas entidades, ronda os 5.000 funcionários e são dirigidas por órgãos cujos vencimentos mensais dos seus elementos é superior a mil contos, havendo casos em que ultrapassa os três mil contos.
Haverá necessidade de tanta, e tão cara regulação? Será este o caminho a seguir, ou seja, fiscalizar as actividades da sociedade através de entidades autónomas e dotadas de orçamentos milionários e com poderes quase ilimitados?
Sei que estou contra a maré, mas parece-me que este não é o caminho.
O Estado, através do Governo eleito, deve regular a sociedade, mas os regulados devem sempre poder dispor da possibilidade de discordar, podendo recorrer para os tribunais, se assim o entenderem
Só aí, em tribunal, se compreende que os regulados paguem taxa de justiça e não como acontece agora em que são estes a suportarem grande parte das despesas das entidades reguladoras.
A regulação e fiscalização deve ser paga pelo Estado, com as receitas provenientes dos impostos dos cidadãos e não com receitas de novos impostos, disfarçados de taxas reguladoras.
Depois, ainda existem os mecanismos de auto-regulação, constituídos pelos próprios regulados, e de co-regulação, em conjunto com o próprio Estado.
Qualquer destes mecanismos estão actualmente prejudicados pela fúria reguladora do Estado, cada vez mais vigilante e centralista.
Em democracia é necessário que o Estado, através dos órgãos eleitos, nomeadamente do Governo, regule a sociedade, fazendo cumprir a Lei e as normas, mas com mecanismos de razoável funcionamento.

Crónica de 16 de Janeiro de Domingos Cordeiro

Terça, 16 Janeiro 2007
O Ministério da Saúde está a substituir os livros de ponto que vinham controlando a assiduidade dos seus profissionais por um sistema de controlo electrónico, activado por via biométrica.
A medida afigura-se-me adequada e correcta.
É hoje do domínio público que o sistema de controlo através de livro de ponto nunca foi eficaz.
Apesar de há muito previsto na lei, não foi aplicado na maioria das unidades de saúde e, naquelas em que o foi, era assinado não se sabe quando…
É sabido que o controlo de assiduidade é um valioso instrumento de apoio à gestão e de salvaguarda de todos os envolvidos e não é por existir que se deixa de exercer a função com menos qualidade.
É, pois, elementar que toda e qualquer entidade empregadora, pública ou privada, tem o direito, e até o dever, de controlar a assiduidade e pontualidade dos seus funcionários ou empregados.
Depois, se qualquer entidade deve cumprir a lei e os regulamentos, por maioria de razão, o Estado e o sector público devem cumpri-los exemplarmente.
E as leis laborais aplicáveis ao sector da saúde têm exactamente a mesma necessidade de ser cumpridas como as outras.
Vem isto a propósito das declarações recentemente prestadas pelo Bastonário da Ordem dos Médicos que, contestando a introdução do novo método de controlo de assiduidade, considerou que tal “só leva ao jogo do faz de conta”; e “que os médicos controlam-se a si próprios, através dos seus directores de serviços, porque só tem um patrão – o seu doente”;
O Senhor Bastonário, enquanto líder de uma instituição respeitada e responsável como é a Ordem dos Médicos, no afã de mostrar trabalho e estar na primeira linha de combate a esta medida ministerial, esqueceu-se que o controlo da assiduidade é uma obrigação cívica.
Esqueceu-se, ainda, que a Ordem dos Médicos não tem por finalidade a defesa ou reivindicação de aspectos de pura natureza sindical, como é o caso da assiduidade.
Mais, … “a defesa dos interesses da profissão médica a todos os níveis…”, princípio plasmado no artigo 6º dos Estatutos da OM, deveria colocar o Senhor Bastonário, precisamente do lado da lei, e aplaudir e estimular a sua aplicação.
È que, um dos principais interesses dos médicos é manter o bom-nome e dignidade.
Perdeu, assim, o Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos, uma excelente oportunidade de mostrar à população que os médicos são profissionais cumpridores e que nada receiam com a prática deste controlo.
Como em todo o lado, haverá, certamente, os menos cumpridores e os verdadeiros prevaricadores.
Por isso mesmo, e para que, como diz o povo, “não pague o justo pelo pecador”, estou certo que a esmagadora maioria dos médicos, contrariamente à posição assumida pelo seu Bastonário, não receia, antes deseja, que haja rigor e transparência na verificação da sua assiduidade e pontualidade.

Publicado por tata em 06:27 PM | Comentários (1) | TrackBack

MUSEU VIRTUAL DO ALANDRO AL

victor rosa.bmp

Uma serigrafia de Victor Rosa ( é da nossa Terra)

(Temos pena de não podermos mostrar mais... mas não temos)

Publicado por tata em 06:16 PM | Comentários (1) | TrackBack

CRÓNICAS DO JOÃO PEDRO

Desejos de criança, não se confirmaram!

- Falar de outrem genericamente, é bastante fácil e costumeiro nos dias que correm, a pretexto disto ou daquilo, boa gente da nossa sociedade, entra na boca do lobo com facilidade e velocidade medonhas, muitas vezes por intentos falsos ou intencionais, sem qualquer possibilidade de esclarecimento dada a possibilidade e modos da comunicação.

- A dificuldade que se coloca é quase sempre é a de termos a humildade de falar de nós próprios e na primeira pessoa, termos o desplante de dizer ao mundo o nosso percurso, o que gostamos ou não gostamos, os sonhos concretizados ou assim-assim e, escolher como diz o outro… – respondo difícil, mas arrisco ser fiel ao meu saber, tendo opinião cívica.

- Eu naquele tempo de juventude tinha aspirações a ser grande como todos os demais da minha idade, gostava de poder conduzir um “boca de sapo” a coqueluche daquele tempo, gostava que os meus pais tivessem uma vida menos atribulada para sustentar a família, gostava de seguir um curso e não aquele que me fosse imposto, gostava da minha Escola e do meu Professor José Jacinto, gostava de estudar desenho e da matemática, gostava de coisas concisas e directas, gostava de poder ser bombeiro ou advogado, filósofo ou arquitecto.

- Os tempos corriam e a hipótese de ser bombeiro fazia sentido tal como hoje, quanto a ser advogado ou outra, a coisa complica-se porque tal profissão exigia algo impossível, visto ser daqueles traquinas que mesmo pequenino, e em momento de se poder torcer o pepino, eu já não deixava nem merecia tal coisa, porque sabia ponderar e dar-me ao respeito, para não dar azo a que dissabores pudessem acontecer.

- O ditado diz: - “ Todo o alentejano é desconfiado… .”

- Muito embora, muitos acreditem que não eu, no entanto a verdade verdadinha de tais crendices, consistem em não saber o porquê, se é por causa e força da aridez do clima, se por necessidades antigas ou mais presentes, se por força dos condicionalismos da exclusão social, se derivado ao abandono a que foi votado, ou das desigualdades fomentadas a partir de grandes interesses dominantes, de ontem e de sempre.

- A desconfiança sentida por muitos alentejanos, tem a sua razoabilidade interpretativa pelas passas do Algarve das suas vidas, para aqueles que lá nasceram ou viveram e respondem por factos e não por mero cliché, que muitos se valem para denegrir ou realçar aquilo que entendem, como opinião.

- O parecer desconfiado admito que isso aconteça por vezes, sisudos na aparência poderá ter a ver com a personalidade do indivíduo, ao ser taxativo nas suas afirmações ou ser reservado mas sabendo ouvir, ao gostar de ser preciso nas suas atitudes e resoluções, ao gostar ter a certeza daquilo que informa sem a possibilidade do contradito, ser recto em espírito no seu quotidiano cívico.

- Neste ambiente de seriedade foi criada aquela geração, até que um dia fui fazer exame da admissão aos liceus em Évora, na disciplina de desenho á vista e após a chamada já em plena sala, deparei que não levava borracha.

- Como bom alentejano pensador, deitei os olhos pelo júri e posteriormente pelos colegas, para que a partir daí pudesse tentar uma estratégia, para não perder o tempo nem o exame, visto que o meu professor Dr.Xavier, aguardava por mim lá fora e ficaria incrédulo com o seu aluno.

- Deparei que na mesma fila e umas carteiras mais á frente, um colega de Colégio do Alandroal, não me recordo bem quem seria, talvez a Leonor Galhardas, o Galrito ou o Nunes, ambos de Terena, não tenho a certeza quem me fazia companhia e, logo lhe arremessei uma bolinha de papel, que lhe acertou na nuca, para que olhasse para traz, o que aconteceu, tendo o movimento sido notado pelo júri.

- Comecei a fazer o desenho que até não correu mal, podendo dizer mesmo ás mil maravilhas, porque era daquilo que eu gostava, vai daí… uma segunda bolinha já com um pedido explícito formulado, com o pedido da tão amaldiçoada borracha e que de imediato foi satisfeita por este, com a inteligente ideia da partilha da borracha, em duas partes iguais, uma delas para me safar o exame.

- O júri já de pé atrás, disfarçou nada ter visto mas, mal me apercebo levantou-se e dirigiu-se a mim, com a intenção de ver em que modas estava o meu exame a desenrolar-se, e logo de imediato e contrariamente ao que pensava, me disse de imediato em voz agradável: O menino está nervoso… mas olhe que sem razão aparente, o trabalho está bom, podendo dizer mesmo óptimo… A esfera, o cubo e a pirâmide que estão reproduzidos estão perfeitos, mas… se conseguires fazer um plano, dando a ideia de que os sólidos estejam apoiados sobre ele, fará bastante sentido, não sendo do programa, não perdes nada… faz se conseguires, porque valoriza o trabalho… e assim fiz, sem que antes tivesse agradecido a reverência.

- Foi assim que desde esse dia, embora assustado tenha arrancado um 18, depois daquele aperto todo, deixei de pensar e pretender ser advogado na minha vida, porque apesar da minha conduta e espírito preventivos, não por desconfiança como para aí apregoam alguns, fiquei a saber que contrariamente ao que pensava, haverá certezas que não podem ser assumidas, antes do tempo certo, para além do mais, por estarem terceiros na sua execução final.

Os verdadeiros alentejanos, dirão aos quatro cantos, possuir tal virtude é atributo.


Publicado por tata em 06:08 PM | Comentários (0) | TrackBack

DESPORTO (E NÃO SÓ) EM MONTEMOR O NOVO

Enviado por:

cidademn.bmp

MONTEMOR-O-NOVO: 400 CRIANÇAS PRATICAM TENIS NA CIDADE

Num protocolo entre o Agrupamento Vertical de Escolas de Montemor-o-Novo e o Clube de Ténis da cidade, deu-se inicio à pratica da modalidade pelos alunos das 13 escolas do 1ºCiclo do Ensino Básico do Concelho. Nestas aulas participam já cerca de 400 crianças, que vão jogando e aprendendo os segredos do ténis sob a orientação pedagógica de 6 professores. O Clube de Ténis congratula-se com o facto de, mais uma vez poder prestar um serviço à comunidade do concelho de Montemor-o-Novo.

caten.jpg

HIPISMO: MONTEMOR RECEBE DUAS PROVAS DO NACIONAL DE SALTOS DE OBSTACULOS

A Federação Equestre Portuguesa, divulgou o calendário provisório para 2007 e o Centro Hipico D.Duarte em Montemor-o-Novo, recebe duas provas de Saltos; a 1ª será no fim-de-semana de 7 e 8 de Julho e a 2ªprova a 1 e 2 de Setembro. Será uma boa oportunidade de ver Hipismo ao mais alto nível. (a)

hipis.bmp

(a) - É com redobrado prazer que o Alandro al divulga esta notícia. Sabem quem é o grande impulsionador do hipismo em Montemor? O nosso conterrâneo CABO BORGES - figura proeminente de Montemor o Novo, natural de Monte Juntos.

Publicado por tata em 06:04 PM | Comentários (0) | TrackBack

O QUE SE TOCAVA NA RÁDIO CÁ-TÁ II

rct.bmp

catadois.jpg

cataquatro.jpg

(Ainda há mais... é para saberem que graças ao Tói e a muuuuitos amigos tinhamos uma grande discografia. Recordem amigos... que recordar é viver.)

Publicado por tata em 05:36 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 15, 2007

ESCOLAS – ENSINO – ALANDROAL

Oito escolas de Mértola fecham portas em Setembro
Em Mértola vão encerrar mais oito escolas. Em Ourique não está previsto nenhum encerramento, em Castro Verde quatro e em Almodôvar três.

In: Correio Alentejo

Quatro Escolas Primárias podem fechar
O M.E. tem em curso um processo de reorganização da rede escolar do primeiro ciclo, no qual são propostas para encerramento 1418 estabelecimentos.
…..
Ao que a folha conseguiu apurar, para o concelho de Montemor, está actualmente em discussão o encerramento das escolas do 1º ciclo existentes em Silveiras, São Cristóvão, Cabrela e São Geraldo.

In . Folha de Montemor.

Pergunta o Alandro al?
E no Concelho do Alandroal?
O que se prevê?
Estão os Munícipes ao corrente do que se passa ou poderá vir a passar?
Qual a atitude dos responsáveis?
Se o critério que preside a esta medida for menos de 20 alunos por escola, por certo tudo vai para o Alandroal. A escola actual tem capacidade para tal?
Estão a ser tomadas medidas? No transporte, no acolhimento na ocupação dos tempos livres?

Assunto a merecer debate, a exigir medidas à altura, a participação de todos, e porque não, um pedido de esclarecimento de quem responsável, quais as medidas previstas para fazer face a tal despacho.

Xico Manel


Publicado por tata em 05:28 PM | Comentários (1) | TrackBack

ANTES RIR QUE CHORAR

Diga-nos Dr, neste novo mandato, o que vai fazer para não haver mais corrupção no futebol?

zero.jpg
foto C.M.

Sabem o que fazem os pombos em cima do candeeiro?

Passe com o rato por cima da foto e fica a saber

cagar d alto.jpg
foto:f.tata

E a finalizar: OS COMPADRES e Colaboração do;



Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

sex.gif

Publicado por tata em 05:22 PM | Comentários (0) | TrackBack

MUSEU FILATÉLICO DO ALANDRO AL

AÇORES - AVES DA REGIÃO

Acores aves da regiao milhafre.jpg

Milhafre

Acores aves da regiao pombo selvagem.jpg

Pombo selvagem

Publicado por tata em 05:15 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTíCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Água envolta em polémica

Municípios reúnem segunda-feira, 15, para analisar possibilidade de o LNEC reformular o projecto, de acordo com proposta do Governo.
Duas das associações de municípios promotoras do abastecimento de água e saneamento em alta de 23 concelhos alentejanos concordam com a análise do projecto por uma entidade independente, para a reformulação da candidatura a apoios comunitários.
http://correioalentejo.com/

Oito escolas de Mértola fecham portas em Setembro

Em Mértola vão encerrar mais oito escolas. Em Ourique não está previsto nenhum encerramento, em Castro Verde quatro e em Almodôvar três.
Presidentes das Câmaras de Mértola, Almodôvar, Castro Verde e Ourique dividem-se entre elogios e críticas à actuação do Ministério da Educação.
http://correioalentejo.com/

Euromilhões - Pela primeira vez totalistas são do Alentejo
Encontro secreto une milionários

Euromilhões - Pela primeira vez totalistas são do Alentejo
Encontro secreto une milionários
Os milionários da sociedade que arrecadou 15 milhões de euros do primeiro prémio do último concurso do Euromilhões decidiram ontem manter o anonimato.
A decisão foi comunicada por um dos euromilionários – todos residentes na zona de Portalegre – após uma reunião secreta nesta cidade que contou com a presença dos nove elementos da sociedade composta por homens e mulheres, funcionários de um gabinete de contabilidade e de uma companhia de seguros, ambos situados na Rua do Comércio, em Portalegre.
http://www.correiomanha.pt/

Empresários espanhóis à conquista dos olivais
Teixeira Correia

Milhares de hectares de terrenos áridos e desertos do Alentejo estão a ser transformados em campos férteis e prósperos, com uma "fórmula" que, não sendo mágica, baseia-se no sentido empresarial. Ao abandono dos empresários portugueses, responderam em peso os espanhóis, nomeadamente os andaluzes e os extremenhos.
Apesar do regadio de Alqueva ser ainda uma miragem para concelhos como Beja, Cuba, Moura, Serpa e mesmo Ferreira do Alentejo, os olivicultores espanhóis, acumulam as suas reservas de água, o que lhes permite fazer a reconversão dos tradicionais olivais de sequeiro em regadio, optando por uma cultura do olival em extensivo ou super-extensivo.
http://jn.sapo.pt/

Publicado por tata em 05:07 PM | Comentários (0) | TrackBack

ALENTEJO HISTÓRICO

pastor.jpg

foto : http://postaisportugal.canalblog.com/

Publicado por tata em 04:57 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

uniao.gif

NACIONAL DE JUNIORES:JUVENTUDE E U.MONTEMOR PERDEM

U.Montemor 0-Quarteirense-3
Corroios 1-Juv. Évora 0
Despertar 4-Luso Barreiro 0
Atlético Lisboa 2-Farense 0
U.Montemor 0-Quarteirense 3
Barreirense 2-Olhanense 0
Sesimbra 1-C.Piedade 2

futsal.jpg

GD.MONTEMOR PERDE COM V.SETÚBAL (3-2)

União Praiense 5-2 Os Pantufas
Sapalense 7-4 Porto Santo
Sonâmbulos 2-1 Lagoa e Benfica
Castelo 6-1 Univ. Algarve
Almodovarense 2-3 Os Torpedos
Vit.Olivais 6-5 Os Independentes
V.Setúbal 3-2 Montemor

gm.bmp

r.jpg

NOTICIAS DO RUGBY CLUBE DE MONTEMOR

No jogo grande do campeonato (as duas unicas equipas só com vitórias em todos os jogos disputados) a equipa montemorense foi a Setúbal enfrentar o Vitória local, uma equipa com outras condições a todos os niveis e que este ano apostou forte nesta modalidade. Num jogo bem disputado a equipa sadina viria a vencer por 25-7. Com este resultado o RCMontemor perdeu os primeiros pontos no campeonato. De salientar e agradecer a presença de muitos adeptos de Montemor em Setúbal a apoiar a nossa equipa.
O RCM alinhou com: José Lima, Hugo Ferreira, José Oliveira, Gonçalo Ramos, Tiago, Hugo Mota, António Aguiar, Gonçalo Saude, José Maria Reis, João Baptista Malta, António Bibe, Diogo Silva, José Almeida, António Quadrado e João Malta. Jogaram também Helio Guerreiro, Pedro Neves, Francisco Soares, Lucas, David Canelas e Joel Pedreirinho.

acm andebol.bmp

A.C.MONTEMOR DERROTA GA.PORTALEGRE (32-20)

A equipa sénior de andebol do Atletico de Montemor recebeu e venceu no
Pavilhão Gimnodesportivo de Montemor-o-Novo a equipa do G.A.Portalegre por
claros 32-20.
Pior sorte tiveram os juniores que foram derrotados pela forte equipa do
V.Setúbal por 30-22


Publicado por tata em 04:29 PM | Comentários (0) | TrackBack

O ALANDROAL NOUTROS BLOGUES

No: http://reguengo.hautetfort.com/

Saber mais sobre a vila do Alandroal

Alandroal

( Descrição sobre a Vila do Alandroal, e as freguesias do seu Concelho)

No: Diz que se chama = quase que tem piada = , mas como não tem nenhuma, e ainda por cima escreve mal que se farta e rouba sem dizer a quem, vale mais ignorá-lo.

Publicado por tata em 04:17 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 14, 2007

COMENTÁRIOS EM PÉ DE PÁGINA - RUBRICA DE ANTÓNIO BERBEM

Ainda é um Novo Ano

1.Terminadas as pressas natalícias, os rituais turbo-festivos e todas as ânsias consumistas que demonstram, se bem as compreendemos, que deixou de ser pecado consumir não olhando para os Outros precisamente após os tempos de chegada da terceira vaga, e por agora das grandes superfícies comerciais…
Devíamos acrescentar que é necessário pensar que se aceitamos as regras da opulência, vivemos também cada vez mais em “territórios cercados” de miséria e sub consumo que olhamos, aliás, na maior das indiferenças.

2.Dito isto e se bem que as notícias da Carta Desportiva do Alandroal sejam boas ainda é tempo de deixarmos aqui expressos, uma Outra boa mão cheia de votos e desejos que à vida da autarquia devem interessar, envolver e responsabilizar.
3.Então façamos votos simples de que a autarquia vai assumir o compromisso tentado de explicar melhor os custos com transportes em viagens longas.Com verdadeira utilidade e directo interesse para a vida da autarquia?...
4.Façamos votos claros e urgentes de que a autarquia em 2007, se disponha a dar conhecimento do conteúdo global dos Protocolos e diversos Acordos formais que foi assinando em 2006. E quais os respectivos graus de execução e eventual (in) cumprimento em que se encontram.
Obviamente o que se pretende, é não ficarmos todos a pensar que os protocolos são apenas “fogo de vista” com custos certos e consequências mínimas. Um pecha que se invoca porque acontece tanto a nível local como nacional e internacional.
5. Façamos votos atentos para que a autarquia se concentre naquilo que sabemos que é essencial: as condições sociais das populações, a vida cultural, a formação profissional, o território concelhio. O ambiente e o nosso património histórico.
6. Façamos votos contínuos em 2007, para que em todos os sectores da vida pública local triunfem o talento, o mérito e a Criatividade em desfavor da incompetência, da manipulação e da mediocridade.
7. Façamos enfim votos inadiáveis de que em 2007, o Concelho do Alandroal aceite que deve começar a promover e a apostar a sério, à sua escala, nos nossos “clusters” como o olival, a cortiça, o vinho. Sem sombra de eólicas e de incêndios.
Finalmente.

Formulemos, em voz unânime, votos ditos limpidamente de que o Alandroal ganhe em 2007 uma acrescida dinâmica económica, social e cultural que ajude a projectar-lhe um futuro menos problemático. E que não exclua as melhores ideias e inovadoras acções…
Espera-se e deseja-se sobretudo melhor e mais directa capacidade e qualidade comunicativa. Porventura com maior transparência e um envolvimento adequado dos responsáveis pelos diversos pelouros. Como parece que já devia estar a acontecer.
Em conclusão, “sonhemos todos” com um ano exemplar. Marcante a todos os níveis de um produtivo conjunto de relações que envolvam directamente os autarcas e munícipes. Em mútuos exercícios de cidadania local.
Então até 2008 e Bom Ano, esperando que cada um de nós procure ver de perto o que está longe. E de longe o que está perto usando unicamente as lentes, prismas e espelhos que for sendo capaz de adoptar criativamente.

António Neves Berbém
Janeiro, XIII/MMVII

Publicado por tata em 07:41 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

Resultados do fim-de-semana 13 e 14/01/2006

DIVISÃO DE HORA
União e Calipolense ao vencerem em casa o Oriola e o Borba matem a luta pelo primeiro lugar, apenas separados por 2 pontos. Alandroalense cede empate em casa, mas mantém a 5ª posição. Destaque para a goleada do Estremoz no Redondo.

Torre de Coelheiros 0 – Escouralense 1
Portel 1– Canaviais 0
Alandroalense 2 – Bencatelense 2
Redondense 1 – Estremoz 4
Calipolense 2 – Borbense 1
União 4 – Oriola 1
Valenças 0 – Monte Trigo 2.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

Vitórias dos favoritos. Mercê do descanso do Cabrela, a 2ª posição é agora do Viana.

Bairro Santo António 2 – Alcaçovense 1
Santana do Campo 1 – Brotas 0
Aguiar 0 – Giesteira 1
Fazendas do Cortiço 1 – Sporting de Viana 3
Luso Morense 2 – Arraiolense - 3

1ª DIVISÃO SÉRIE B

Destaque para a vitória do Santiago Maior sobre o líder o que lhe permite ascender ao 2º lugar. Surpresa na goleada infringida ao Rosário pelo último classificado.

Perolivense 3 – Amieira 1
São Romão 0 – Arcoense 4
Aldeense 3– Vera Cruz 3
Santiago Maior 1 – São Manços 0
Rosário 1 – Corval 6.

GUS 4 - Oriola 1

gus oriola.jpg

Apresentação das Equipas

gus festejao quarto.jpg

GUS marca e faz a festa

Publicado por tata em 06:11 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 12, 2007

NOTÍCIAS C.M.A.

Alandroal aprova Orçamento e Grandes Opções do Plano no valor global de 18 milhões de euros…

A Assembleia Municipal de Alandroal aprovou, no passado dia 26 de Dezembro, o Orçamento Municipal para 2007, bem como as Grandes Opções do Plano para o período 2007-2010.
O documento, conta com um montante global de aproximadamente 18.000.000.00 euros.
Nas Grandes Opções do Plano, destaca-se o investimento previsto no âmbito do Plano de Actividade Municipal (PAM), nas áreas do Comércio e Turismo (18,48%), do desenvolvimento de Actividades Cívicas e Culturais (17,54%), bem como da Segurança e Acção Social (12,56%).
A rápida implementação, com retroactividade, do Cartão do Munícipe Jovem é uma das medidas consagradas pelo Orçamento e Grandes Opções do Plano, dotada de uma verba significativa.
No que respeita ao Plano Plurianual de Investimento (PPI), das Grandes Opções destaca-se a construção da nova Escola Básica Integrada Diogo Lopes de Sequeira, o Centro Escolar de Santiago Maior e o Parque Verde e Desportivo da zona envolvente às Piscinas Municipais. Evidencia-se ainda a intenção de concluir, a curto prazo, um conjunto de infra-estruturas que se considera necessárias e que se encontram actualmente em fase avançada de concretização, como é o caso das obras da Biblioteca Municipal, do Largo do Posto de Juromenha e da Ladeira do Adro em Terena.
A autarquia, tendo em conta a restrição orçamental por parte do Governo e a incerteza quanto ao próximo quadro comunitário de apoio (QREN), considera que, a par da concretização e consolidação do que ainda está em curso, é necessário dotar o Concelho de todo um conjunto de estruturas indispensáveis ao desenvolvimento e bem-estar da sua população, assumindo compromissos na sua realização, no imediato ou a médio / longo prazo.

PARQUE DESPORTIVO DE ALANDROAL

Construção do Campo de Futebol Relvado vai arrancar em breve…


A Câmara Municipal de Alandroal deu recentemente um passo importante para a construção do Parque Desportivo de Alandroal na medida em que a aprovação do projecto se encontra em fase final, prevendo-se o início dos trabalhos no terreno para breve.
Perseguindo um objectivo ambicioso, e em virtude do esforço que este Executivo tem desenvolvido, com o objectivo de criar melhores condições para a prática do Desporto no Concelho, encontram-se agora reunidas todas as condições para avançar com a construção do desejado “Parque Desportivo de Alandroal”.
O Parque Desportivo de Alandroal, que vai nascer na Tapada do Cochicho (entre as Piscinas Municipais e o Fórum Cultural Transfronteiriço) envolve a construção do Estádio Municipal (Campo de Futebol em relva sintética, Balneários e Bancadas), Campos de Ténis, Ciclovia, Parque de Merendas e Parque de Estacionamento.
Todos estes equipamentos ficam integrados num Parque Verde, cujo arranjo paisagístico vem dotar o Alandroal de um conjunto de Equipamentos de Cultura, Desporto e Lazer, com grande impacto social e ambiental.
Este Parque Verde tem uma localização privilegiada, fazendo a ligação ao centro da Vila e da sua parte monumental, através do Rossio do Arquiz (uma zona nobre também recentemente reabilitada).
Com uma componente de investimento público elevada, pretende-se que a sua construção decorra de forma faseada, encontrando-se em fase final de formalização, uma candidatura para a Construção do Campo de Futebol com relvado sintético à Medida 2 –“Primeiro Relvado”, da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, orçado em cerca de 350 mil euros.
Com estes investimentos pretende-se aumentar a qualidade de vida da população residente mas, que possa ser também um factor de atracção de pessoas e investimentos, já que entendemos que as condições ambientais são hoje quase tão importantes como os factores logísticos, para determinar a instalação de empresas.

Gabinete de Imprensa - CM Alandroal

Publicado por tata em 04:26 PM | Comentários (2) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Évora : Hospital passa a empresa pública

Sexta, 12 Janeiro 2007
O Governo aprovou ontem em Conselho de Ministros um decreto-Lei que cria mais sete hospitais com o estatuto de entidade pública empresarial, entre eles a unidade de Évora.
O conceito de EPE foi aplicado aos hospitais em Junho de 2005, quando este estatuto foi atribuído a 31 unidades de saúde que o anterior Governo PSD/CDS-PP havia transformado em Sociedades Anónimas em 2002.
Este estatuto permite que os hospitais, mantendo-se no sector público, utilizem regras do sector privado, nomeadamente na gestão e contratação de pessoal.
http://www.dianafm.com/

"Alentejo pelo Não" entrega hoje 9000 assinaturas

O grupo "Alentejo pelo Não" entrega hoje, em Lisboa, nove mil assinaturas na Comissão Nacional de Eleições (CNE) para formalizar a sua constituição em movimento cívico para participar no referendo de 11 de Fevereiro sobre o aborto.
http://www.radioportalegre.pt/

Alentejo: Local provável para futuro "cluster aeronáutico"

O Alentejo volta ser falado como local provável para um futuro centro de produção de equipamentos para aviões.
O Alentejo volta a ser falado como local provável para um futuro centro de produção de equipamentos para aviões, a notícia foi divulgada na edição de ontem do jornal “Correio da Manhã”.
Os contactos com investidores internacionais, para a instalação de um centro de indústria aeronáutica em Portugal, têm sido liderados por Carlos Zorrinho, coordenador do Plano Tecnológico Nacional.
http://www.vozdaplanicie.pt/

DIVULGAÇÃO

No próximo dia 25 de Janeiro, pelas 21:30, no espaço Santiago Alquimista (Lisboa), terá lugar o lançamento do livro de Carlos Pinto Coelho com as melhores entrevistas realizadas no programa radiofónico "Agora... Acontece". A apresentação do livro será feita pelo Prof. Eduardo Marçal Grilo. Na mesa redonda estarão também presentes alguns dos melhores praticantes da nossa praça na arte de entrevistar: João Adelino Faria, Luís Caetano, Maria Elisa e Maria João Seixas. O evento encerrará com a actuação do cantor Vitorino.

Publicado por tata em 04:20 PM | Comentários (0) | TrackBack

PESSOAS QUE SEM SEREM FAMOSAS FAZEM PARTE DA HISTÓRIA DO ALANDROAL

figuras do alandroal o chao frio.jpg

O Chão-Frio

Publicado por tata em 04:13 PM | Comentários (0) | TrackBack

O QUE CANTA O ALANDRO AL

Divulgação da Musica Tradicional Portuguesa – A nossa música

Herodes

Letra e música: Popular / Arranjo: Eduarda Alves, Margarida Guerreiro
Intérprete: Moçoilas (in CD "Já Cá Vai Roubando", 2001)



À porta do Oriente
Ai, os três Reis Magos s'apartam
Uma estrela os vai guiando
Ai, outra a ver o Sol que nasce

Dizem qu'este sabe qu'é Cristo
Ai, filho do Eterno Pai

Herodes por ser malvado
Ai, Judas perverso marigno
Já os três Reis ensinava
Ai, às avessas o caminho

Os três Reis como eram santos
Sua estrada foram seguindo

Lá foram dar a Belém
Ai, aos pés do bento Menino
Não se percam os bons usos
Que o senhor nos tem deixado
Venham nos dar esmola
Ai em louvor em louvor do Deus sagrado

Esta rua está caiada
Ai, esta casa bem varrida
A senhora qu'é asseada
Ai, na esmola é conhecida

Dobradinhas e filhós
Ai, também s'aceita dinheiro
Venha nos dar esmola
Ai, à luz do seu candeeiro

Moçoilas (em 2001): Teresa Colaço, Teresa Muge, Margarida Guerreiro, Eduarda Alves, Ana Maria Guerreiro

O Barco Vai de Saída

Letra: Fausto Bordalo Dias (inspirado na obra "Peregrinação", de Fernão Mendes Pinto)
Música: Fausto Bordalo Dias
Intérprete: Fausto Bordalo Dias* (in "Por Este Rio Acima", 1982)



O barco vai de saída
Adeus, ó cais de Alfama
Se agora vou de partida
Levo-te comigo, ó cana verde
Lembra-te de mim, ó meu amor
Lembra-te de mim nesta aventura
P'ra lá da loucura
P'ra lá do equador

Ah! Mas que ingrata ventura
Bem me posso queixar
Da Pátria a pouca fartura
Cheia de mágoas, ai quebra-mar
Com tantos perigos, ai minha vida
Com tantos medos e sobressaltos
Que eu já vou aos saltos
Que eu vou de fugida
Sem contar essa história escondida
Por servir de criado a essa senhora
Serviu-se ela também tão sedutora
Foi pecado
Foi pecado
E foi pecado, sim senhor
Que vida boa era a de Lisboa

Gingão de roda batida
Corsário sem cruzado
Ao som do baile mandado
Em terras de pimenta e maravilha
Com sonhos de prata e fantasia
Com sonhos da cor do arco-íris
Desvairas se os vires
Desvairas magia

Já tenho a vela enfunada
Marrano sem vergonha
Judeu sem coisa nem fronha
Vou de viagem, ai que largada
Só vejo cores, ai que alegria
Só vejo piratas e tesouros
São pratas são ouros
São noites são dias
Vou no espantoso trono das águas
Vou no tremendo assopro dos ventos
Vou por cima dos meus pensamentos
Arrepia
Arrepia
E arrepia, sim senhor
Que vida boa era a de Lisboa

O mar das águas ardendo
O delírio dos Céus
A fúria do barlavento
Arreia a vela e vai marujo ao leme
Vira o barco e cai marujo ao mar
Vira o barco na curva da morte
Olha a minha sorte
Olha o meu azar

E depois do barco virado
Grandes urros e gritos
Na salvação dos aflitos
Esfola, mata, agarra
Ai quem me ajuda
Reza, implora, escapa
Ai que pagode
Reza
remem heróis e eunucos
São mouros, são turcos
São mouros, acode
Aquilo é uma tempestade medonha
Aquilo vai p'ra lá do que é eterno
Aquilo era o retrato do Inferno
Vai ao fundo
Vai ao fundo
E vai ao fundo, sim senhor
Que vida boa era a de Lisboa.


Publicado por tata em 04:09 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR O NOVO

CARTA DESPORTIVA DA CIDADE DE MONTEMOR-O-NOVO

carta desportiva.bmp

og.bmp


Publicado por tata em 04:02 PM | Comentários (0) | TrackBack

CINE CLUBE DOMINGOS MARIA PEÇAS

DÉJÀVU

dejavu.jpg

Realização: Tony Scott
Com : Denzel Washington, Paula Patton, Val Kilmer, James Caviezel, Adam Goldberg, Elden Henson, Erika Alexander, Bruce Greenwood, Rich Hutchman, Matt Craven, Donna W. Scott, Elle Fanning, Brian Howe.

Destacado para recolher provas após um rebentamento de uma bomba que gera uma explosão catastrófica num Ferry em Nova Orleães, Carlin está prestes a descobrir que aquilo que muitos acreditam estar somente nas suas cabeças é, de facto, algo muito mais poderoso – que o leva numa corrida alucinante para salvar centenas de pessoas inocentes.

Site oficial : http://dejavu.movies.go.com/

Publicado por tata em 03:54 PM | Comentários (1) | TrackBack

janeiro 11, 2007

FUTEBOL DISTRITAL

Jogos para o fim-de-semana 13 e 14/01/2006

13ª Jornada – última da primeira volta

DIVISÃO DE HONRA

Dia 14/01/2006 – 15 horas

Torre de Coelheiros - Escouralense
Portel – Canaviais
Alandroalense – Bencatelense
Redondense – Estremoz
Calipolense – Borbense
União – Oriola
Valenças – Monte Trigo.

2 pontos separam União (30) do Calipolense (28), Portel é 3º com 23, 4º Monte Trigo 21, 5º Alandroalense 19, seguem-se Oriola e Torre de Coelheiros com 17, em 13º Estremoz 8 Valenças é último com 6.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

13/01 – 15 horas

Bairro Santo António – Alcaçovense
Santana do Campo – Brotas
Aguiar – Giesteira
Fazendas do Cortiço – Sporting de Viana
Luso Morense – Arraiolense - 14/01

Comanda o Santana do Campo com 24 pts; Cabrela é 2º a um ponto de distância, 3º Sporting de Viana 20, 4º Alcaçovense 18, 5º Fazendas do Cortiço também com 18. Na cauda Brotense 10 pts e Aguiar 1 ponto.

1ª DIVISÃO SÉRIE B

14/01

Perolivense – Amieira
São Romão – Arcoense
Aldeense – Vera Cruz
Santiago Maior – São Manços
Rosário – Corval.

1º São Manços com 27 pts. A 9 pontos de distância está o São Romão com 18, 3º Santiago Maior 17, 4º Arcoense 16. Rosário é 8º com 12. Na cauda Azarujense 10 e Corval 8.

JUVENIS

13/01 – 15 horas

Portel – Sport Lisboa e Évora
Estrela – Calipolense
Borbense – Canaviais
São Pedrense – Atlético
Terena – União.

Na última jornada Terena 0 Portel 3.

INFANTIS FUTEBOL DE 7

13/01

Canaviais – Lusitano – 10,30
Redondense Atlético – 09,30
Sport Lisboa e Évora – Borbense
Estremoz – Alandroalense – Só se realiza dia 20/01.

Na última jornada Atlético 27 Alandroalense 0

DISCIPLINA

Alandroalense: Rui Brito e Carlos Folgado: repreensão por escrito; José Gama: advertência.
Rosário: Paulo Bencatel : 2 jogos de suspensão; Carlos Candeias e Bruno Carvalho 1 jogo de suspensão; José Busca e Bruno Rocha : advertência.
Santiago Maior : Nada consta
Terena (Juvenis) : Nada consta.

armindo.jpg

Mais dois que ajudam a manter vivo o J.S.A.

espec fut.jpg

Publicado por tata em 05:02 PM | Comentários (0) | TrackBack

CANTADORES DOS REIS

O ALANDROAL CANTOU OS REIS, A RTP1 TRANSMITIU, E O ALANDRO AL
DÁ-LHE AS FOTOS POSSÌVEIS DO ACONTECIMENTO.

velh.jpg

parreiras.jpg

toi.jpg

Fotos obtidas directamente da TV por f. tata

Publicado por tata em 04:53 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM (DUAS)

Uma deferência da:

dianafm_1.jpg

Crónica de 11 de Janeiro - Eduardo Luciano

Quinta, 11 Janeiro 2007
É bom aprender coisas novas ou aprender a olhar para os mesmos conceitos de outra perspectiva. Li e ouvi um representante do conselho de gerência da empresa Metropolitano de Lisboa afirmar que a manutenção no Acordo de Empresa de uma cláusula que garante aos trabalhadores o gozo de mais 4 ou 5 dias férias, se as gozarem fora do período normal (de Maio a Setembro) e por conveniência da empresa, é um privilégio inconcebível. Ou seja, a compensação em acréscimo de férias como contrapartida para o seu gozo fora da época de verão é algo que não faz qualquer sentido para o Conselho de Gerência do Metropolitano de Lisboa.
Era apenas um exemplo das inaceitáveis regalias que teriam ir para o caixote do lixo com a caducidade do Acordo de Empresa.
Mudo de página de jornal e encontro uma história fantástica.
Arménio Matias, ex-administrador da CP, escreveu no seu blog que esteve os últimos seis anos sem fazer rigorosamente nada.
Durante estes seis anos, segundo o próprio, cada vez que uma nova figura era empossada no cargo de presidente do conselho de gerência pedia-lhe uma audiência e disponibilizava-se para aceitar qualquer função. Sem sucesso.
Durante todo este tempo o ex-administrador da CP recebeu mensalmente 3500 euros líquidos. Obviamente que tinha também telemóvel da empresa, viatura e secretária. Repito, sem nenhuma tarefa em concreto atribuída.
O jornal onde a notícia foi publicada investigou um pouco mais e chegou à conclusão que existem mais casos como este naquela empresa. Os chamados “emprateleirados”.
Em Dezembro, provavelmente morto de tédio, Arménio Matias demitiu-se. A CP não fez qualquer comentário à sua demissão.
Ainda bem que isto se passou na CP. Se tivesse sido no Metropolitano de Lisboa imagino o que não diria o representante do conselho de gerência daquela empresa. Se os trabalhadores do Metro são aquela cambada de privilegiados, seria difícil fugir à tentação de cometer o crime de injúrias para comentar a situação do “emprateleirado” de ouro da CP.
Logo agora que os “reformadores modernistas” nos estavam a convencer que tudo o que mexia e trabalhava, com alguns direitos conquistados a pulso, fazia parte de uma casta de privilegiados. Logo agora que se começava a instalar entre todos eles um terrível sentimento de culpa por terem salário, férias, horário de trabalho, subsídio de férias e natal, fins-de-semana, licenças de maternidade e paternidade, protecção na doença e outros terríveis privilégios, ficam a saber que alguém foi pago principescamente para estar 6 anos sem fazer rigorosamente nada, enquanto sucessivos conselhos de gerência iam recrutando prestadores de serviços do exterior.
Aprendi assim que os malvados grevistas do Metro são uns privilegiados, o ex-director da CP um talento desperdiçado.
Sacrifícios para todos? Tenham juízo.

Polícia bom, polícia mau - Eduardo Luciano

Quinta, 11 Janeiro 2007
Crónica emitida dia 4 de Janeiro de 2007

A habitual comunicação ao país do Presidente da República, no início de um novo ano, tem suscitado os mais diversos comentários dos três partidos que partilham o poder há mais de trinta anos. O PSD e o CDS entenderam a mensagem como um aviso ao governo. Multiplicaram-se em declarações entusiásticas mal disfarçando uma espécie de sensação de alívio, percebendo-se nas entrelinhas a expressão “afinal temos homem”.
Os arautos do partido do governo vieram de imediato afirmar que partilham das preocupações do Presidente e que a sua exigência de resultados mais não é do que um apoio declarado ao tão elogiado “espírito reformista”.
Portanto, onde uns viram um severo aviso, outros vislumbraram um caloroso apoio, de onde podemos tirar pelo menos uma conclusão: a mensagem de Cavaco Silva é reveladora de uma eficácia comunicacional que não lhe conhecíamos.
Exigiu resultados em três áreas consideradas essenciais: justiça, educação e economia, passando a ideia aos portugueses que os sacrifícios, para os mesmos de sempre, sendo inevitáveis teriam de ter contrapartidas em resultados palpáveis já neste ano.
Com este discurso quis dar a entender que estava ao lado daqueles que se sentem atacados pelas políticas do executivo, deixando no ar a ideia que se os resultados não fossem visíveis se zangaria seriamente com Sócrates.
Por outro lado, sabendo que as suas palavras seriam suficientemente dúbias para isso, iria aplacar a ira da sua família política permitindo uma leitura de intervenção mais crítica ao governo.
Reflectindo um pouco sobre as duas mensagens, a natalícia de Sócrates e a de Ano Novo de Cavaco, percebe-se claramente que não existem diferenças entre os objectivos das políticas do governo e o pensamento político do presidente.
O que Cavaco quis transmitir ao governo, na sua mensagem de Ano Novo, foi o seu apoio ao caminho traçado apelando ao incremento do ritmo da aplicação das medidas que ambos preconizam.
Os resultados que o Presidente pede são os mesmos que o governo persegue. Na minha opinião contrários à verdadeira mudança que o país necessita.
As duas mensagens remeteram-me para a inevitável cena que sempre acontece nos maus filmes americanos. Os dois polícias que interrogam um detido e para potenciarem a eficácia do interrogatório um deles faz de polícia bom e o outro de polícia mau. Entram em contradição aparente nos métodos de interrogatório e o detido acaba por confessar ao polícia bom.
Assim são Sócrates e Cavaco, colegas de patrulha com objectivos comuns e, enquanto se discutem as aparentes contradições entre eles, aumenta a eficácia com que prosseguem as suas políticas.
Só é pena que neste enquadramento cinematográfico os detidos sejamos nós.

Até para a semana


Publicado por tata em 04:47 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

futsal.jpg

tu.bmp

r.jpg

GD.MONTEMOR 6-SL.ÉVORA-2 (FUTSAL:JUNIORES)

No derby do distrito de Évora, o GDMontemor recebeu e venceu o SL.Évora por 6-2. O GDM teve o controlo do jogo em grande parte do tempo, o S.L.Évora jogou em contra ataque aproveitando alguns passes errados para criar algumas situações de perigo. O GDM chegou ao intervalo a vencer por 3-0 fruto de 2 recargar oportunas do regressado José Marques (após lesão de 3 meses) e de um tiro bem colocado do Mário Mauricio.
Na 2ªparte entramos um pouco a dormir e o SLE aproveitou para fazer o seu primeiro golo no encontro num remate bem colocado, o GDM abanou um pouco e esteve um pouco à deriva, numa falha de comunicação entre o guarda-redes e o fixo do SLE o GDM aproveitou para acalmar e para matar o jogo, de seguida obtem o 5º e 6º golo na execução de um pontapé livre e de pontapé de canto, nos ultimos segundos do encontro o SLE fixou o resultado nos 6-2 finais. Em suma vitória justa da nossa equipa num jogo não muito bem jogado, o que é normal depois de 15 dias sem competição.

G.D.MONTEMOR VAI JOGAR COM O V.SETÚBAL

Os séniores do G.D.Montemor deslocam-se este fim-de-semana a Setúbal para defrontar o Vitória local em mais um jogo do campeonato, o jogo é no proximo sábado dia 13 às 17:00 horas. Os outros escalões do GDMontemor também entram em campo, aqui ficam os jogos:
- JUNIORES: Ouriense-GDMONTEMOR - Dia 14 às 15h30.
- FEMININOS: Juventude-GDMONTEMOR - Dia 14 às 11h00.
- SENIORES A: V.Setubal-GDMONTEMOR - Dia 13 às 17h00.
- SENIORES B: GDMONTEMOR-S.L.Évora - Dia 13 às 21h00.

RUGBY C.MONTEMOR DEFENDE LIDERANÇA COM O V.SETÚBAL

motset.bmp

Jogo grande com a visita dos seniores do Rugby Clube de Montemor ao terreno do V.Setúbal este sábado 13/01/07 às 15:00. Este será o jogo com as duas melhores equipas até ao momento do campeonato, já que ambas têm vitórias em todos os jogos disputados até ao momento, esperando-se um jogo muito equilibrado, onde a vitória poderá "cair" para qualquer lado. O jogo será no relvado do Campo Municipal de Atletismo na cidade sadina.

uniao.gif

NACIONAL JUNIORES: U.MONTEMOR E JUVENTUDE EM MAIS UMA JORNADA

Em mais uma jornada do Nacional de Juniores, U.Montemor e Juventude jogam no próximo sábado às 15:00horas; a equipa montemorense recebe no Municipal de Montemor-o-Novo a equipa do Quarteirense, enquanto a equipa do Juventude desloca-se ao terreno do Corroios. Aqui ficam os jogos da jornada 16:

U.MONTEMOR-Quarteirense
Corroios- JUVENTUDE
Despertar-Luso Barreiro
Atl.Lisboa-Farense
Barreirense-Olhanense
Sesimbra-C. Piedade.

Publicado por tata em 04:19 PM | Comentários (0) | TrackBack

A POESIA NO ALANDRO AL

História Antiga

Poema de Miguel Torga (in "Diário I", 1941; "Poesia Completa", 2000)

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Um cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.

A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Ou não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenino
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Coimbra, 12 de Outubro de 1937

Testamento

David Mourão Ferreira

Que fique só da minha vida
Um monumento de palavras
Mas não de prata Nem de cinza
Antes de lava Antes de nada
Daquele nada que se aviva
Quando se arrisca uma viagem
Por entre os pântanos da ira
Além do sol das barricadas
Ou quando um poço que cintila
Parece o tecto de uma sala
Ou quando importa que se extinga
Dentro de nós a inexacta
Irradiação que vem das criptas
Em que o azul nos sobressalta
Em que à penumbra se diria
Que se acrescenta o som das harpas
Ou quando a terra não expira
Senão segredos feitos de água
Ou quando a morte nos avisa
Ou quando a vida nos agarra

Adeus ó pombas onças víboras
Todas iguais ante as muralhas
Adeus veredas invisíveis
Que na floresta nos aguardam
Adeus ó barcos à deriva
Adeus canais Adeus guitarras
Adeus ó sílabas da brisa
Adeus sibilas ninfas cabras
Tantas que a Deus se prometiam
Mas só adeuses encontravam
Adeus ó deusas de partida
No meu minuto de chegada
Adeus ardentes evasivas
A ver se um pouco de demorava
Se as demorava ou demovia
De tão depressa me deixarem
Adeus ó portas clandestinas
Que ao fim da tarde se entreabrem
Adeus, adeus íntimas vítimas
Das cerimónias implacáveis

Como deixar-vos todavia
Se as vossas mãos as vossas faces
Ora parecem despedir-me
Ora conseguem renovar-me
E tantas tantas, tantas ilhas
No mar que não nos limitasse
Como deixar-vos se na linha
Deste horizonte aquela praia
Tão de repente se aproxima
Tão de repente se me escapa
Jorram vulcânicas as crinas
De récuas de éguas subaquáticas
Jorram do fundo E à superfície
Crescem as ilhas assombradas
Eis que de longe lembram liras
Mas entre as ondas só navalhas

É quando o poeta menos grita
Que mais se crê nas suas lágrimas
Fique porém de quanto sinta
Um monumento de palavras

Mas não de bronze nem de argila
E nem de cinza nem de mármore
De fumo sim do que se infiltra
No coração das velhas máquinas
No estertor dos suicidas
No riso triste dos apátridas
No ondular das gelosias
De onde se espia a madrugada
Do fumo enfim que se eterniza
Na longa insónia das estátuas
E que de nós a alma extirpa
Não nos deixando nem a máscara
Quando é só corpo o que nos fica
Para morrer às mãos dos bárbaros
E que nos conta só mentiras
E nos aceita só verdades
Múltiplas ágeis infinitas
Sejam as linhas que ele trace
Como as que traça a própria vida
Sem liberdade em liberdade

Adeus ó fogo Adeus raízes
Que todo o fumo alimentavam
E adeus o mel E adeus urtigas
Da minha terra calcinada
Adeus cortiço Adeus cortiça
Ó madrugadas inflamáveis
Já se nem sabe a que sevícias
É que por fim a boca sabe
Nem qual a sombra que improvisa
Esta sonâmbula sonata
Que apazigua que arrepia
Que nos destrói que nos exalta
Nem qual o crime inda mais crime
Se acaso chega a desvendar-se
Adeus adeus eterna esfinge
Adeus não penses que me ultrajas
E lembro tudo o que era simples
Antes do nada inevitável
Mas que do nada ao menos fique
Um monumento de palavras.

Publicado por tata em 04:12 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOVOS LOCAIS DA PESCA

novo local da pesca.jpg

Barragem dos Minutos

Foto: F. Tátá

Publicado por tata em 04:09 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DO C.R.J.

c rugbi juromenha.JPG

No passado dia 7 de Janeiro, a equipa de Atletismo do C.R.J. deslocou-se, uma vez, mais ao concelho da Moita, para participar na 3ª. Corrida dos Reis, englobada no Atletismoita.
Os atletas do C.R.J. conseguiram uma excelente actuação, materiarializada com um 1º. lugar e dois 2ºs. Cátia Serra, à semelhança da prova ali disputada em Novembro, foi a primeira classificada no escalão de juvenis femininos. João Pedro Rodrigues conseguiu mais um óptimo 2º. lugar em infantis, escalão onde também competiram Gonçalo Patacho e David Tavares, respectivamente 6º. e 7º. Paulo Moreira, que se estreou no Clube, fê-lo da melhor forma, com um excelente 2º. lugar em juvenis, onde Fábio Tavares foi 4º. e Joaquim Rodrigues 9º. Vítor Galhetas, 7º. em juniores; Carlos Maneiras ,12º. em seniores e Carlos Rosado, 15º. em veteranos completaram a equipa do C lube de Rugby de Juromenha, que esteve uma vez mais em bom plano.
Entretanto, no dia 30 de Janeiro, na S.Sivestre de Avis, o C.R.J. esteve também presente com cerca duma dezena de atletas, merecendo destaque os 3ºs. lugares de Cátia Serra e de João Pedro Rodrigues.
A próxima prova terá lugar no dia 20 em Montemor e corresponde à 2º. prova do Critério Paulo Guerra , em corta-mato. (a)

Paulo Jaleco

(a) O Alandro al espera estar presente e registar o facto.

Publicado por tata em 04:04 PM | Comentários (0) | TrackBack

O ALANDROAL NOUTROS BLOGUES

No : http://asmaisbelasrotundas.blogspot.com/

Há quem seja numismático ou filatelista. Há quem coleccione calendários, caixas de fósforos e latas de cerveja. Pacotes de açúcar. Nós, tal como os nossos autarcas, coleccionamos rotundas.
ÉVORA
Alandroal
Arraiolos
Borba
Estremoz
Évora
Montemor-o-Novo
Mourão
Olivença
Portel
Redondo
Reguengos de Monsaraz
Vendas Novas
Viana do Alentejo
Vila Viçosa


Publicado por tata em 03:54 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 10, 2007

O WEBLOG CONTINUA A DAR PROBLEMAS (dificuldade na colocação das postas, comentários inacessíveis, dificuldade na abertura do blogue)

VISITE-NOS AQUI

Publicado por tata em 08:41 PM | Comentários (6) | TrackBack

CANTADORES DOS REIS

O ALANDROAL CANTOU OS REIS, A RTP1 TRANSMITIU, E O ALANDRO AL
DÁ-LHE AS FOTOS POSSÌVEIS DO ACONTECIMENTO.

men.jpg

utente.jpg

menina.bmp


Fotos obtidas directamente da TV por f. tata
Amanhã ... as últimas

Publicado por tata em 07:42 PM | Comentários (0) | TrackBack

CINEMA DO PERRY

Uma homenagem ao primeiro que exibiu cinema no Alandroal

metropolis.jpg

Publicado por tata em 07:35 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Fresenius investe 1 M€ no Centro Hospitalar do Alentejo

A Fresenius Medical Care Portugal investiu um milhão de euros «na última tecnologia disponível» para as novas instalações da Unidade de Hemodiálise do Centro Hospitalar do Baixo Alentejo, inauguradas na passada semana.

Projecto intermunicipal chumbado por Bruxelas

Ao fim de cinco anos de espera e de 11 reformulações, a candidatura apresentada por 24 municípios alentejanos do sistema intermunicipal de abastecimento de água e saneamento foi chumbado por Bruxelas.
http://diariodigital.sapo.pt/

"Quis fazer um filme que agitasse um bocado"
"Body Rice", primeiro filme de ficção de Hugo Vieira da Silva, que estreia depois de amanhã, parte de um contacto com centros de reinserção social para jovens alemães, em pleno Alentejo. Algures entre o relato sociológico e a deriva existencial, entre o docudrama e o experimentalismo, socorrendo-se de outras formas de expressão, da dança à música, "Body Rice" é um produto único, que nos atinge, de forma poética, como um murro no estômago.
http://jn.sapo.pt/

Alentejo candidato a pólo aeronáutico

O coordenador do Plano Tecnológico tem tido vários contactos com investidores internacionais para a instalação de um centro de indústria aeonáutica em Portugal. Desenhado a partir da obtenção de contrapartidas de 460 milhões de euros pela compra de 12 aviões de transporte militar ao consórcio europeu EADS-CASA, que irão substituir os Aviocar, segundo Carlos Zorrinho, com “um trabalho sólido para a criação de um pólo aeronáutico”.
http://www.correiomanha.pt/


Publicado por tata em 07:21 PM | Comentários (0) | TrackBack

LOCAIS DE "CULTO" NO ALANDROAL

mercado.jpg

omercado.jpg

rapatudo.jpg

papatudo.jpg

Fotos : F.Tátá

Publicado por tata em 07:11 PM | Comentários (0) | TrackBack

CRÓNICAS DE OPINIÃO DA RÁDIO DIANA/FM (DUAS)

dianafm_1.jpg

Que nos permite aqui transcrever a crónica diária transmitida aos microfones daquela prestigiada estação de rádio.
São crónicas dos acontecimentos relevantes que se vão sucedendo não só no país como no estrangeiro elaboradas por entidades de diferentes quadrantes políticos.

As iniciativas da Câmara
José Faustino

Quarta, 10 Janeiro 2007
Este ano, ao contrário do que é costume, saí de casa para a passagem do ano.
Desloquei-me ao Rossio de S, Braz onde a Câmara organizou a festa de passagem de ano.
Foi servida ceia no Monte Alentejano, para quem quis pagar, sendo o baile de entrada livre. Á meia-noite houve fogo de artifício, como manda a tradição.
Para mim que há anos não saia de casa, por esta ocasião, fiquei satisfeito com o que vi.
Foi uma festa simples, mas digna e útil para a população que quis participar. A música era a adequada para o efeito e o fogo de artifício não envergonhou, de maneira nenhuma, a organização.
Regressei a casa a pensar que quando há boa vontade e alguma imaginação, com pouco dinheiro podem fazer-se coisas simples, é certo, mas de muita utilidade e importância para as populações.
Veio-me há ideia duas outras iniciativas da Câmara que se podem considerar dentro desta lógica.
Refiro-me aos autocarros da Linha Azul e à Ecopista.
São dois melhoramentos públicos que não necessitaram de grandes investimentos, mas que são bastante utilizados pela população.
É certo que os políticos, e também muito boa gente, gostam de grandes obras, mas essas não são possíveis quando não há dinheiro, e mesmo quando o há, há certos empreendimentos cuja utilidade e necessidade deveriam ser bem ponderados previamente.
Comparemos, por exemplo, a construção de um estádio municipal com a ecopista.
Quanto custa um estádio? Quanto custou a ecopista? Não sei, mas mesmo sem saber os valores exactos é fácil concluir que a relação custo-benefício é muito mais favorável à ecopista. Basta verificarmos a quantidade de pessoas que a utilizam diariamente.
No caso do estádio, o número de desportistas-utilizadores ficará sempre muito abaixo dos utentes da ecopista.
Por outro lado, o maior número de utilizadores dum estádio são espectadores, enquanto que os utilizadores da ecopista são praticantes.
Não quero com isto dizer que não se deva construir um estádio, digo apenas que para uma autarquia sem grandes recursos económicos é sempre preferível construir infra-estruturas mais baratas e de maior utilização para a população do que grandes obras, muitas vez, apenas de fachada.
Para que haja o discernimento necessário na hora de optar não pode é faltar capacidade de imaginação, e a imaginação é um bem que não tem custos.
Aqui fica o meu desejo de que se construam mais quilómetros de ecopista, como parece que está previsto, outras infra-estruturas de utilidade e, também, que se organizem mais festas populares de proximidade com as populações, como foi o caso da de passagem de ano, em detrimento de outras iniciativas destinadas apenas a minorias privilegiadas.

Ramala
Domingos Cordeiro


Quarta, 10 Janeiro 2007
O mundo vem assistindo, há quase sessenta anos, ao conflito israielo-palestiniano.
Tenho por adquirido que a solução passa por dois estados – Israel e Palestina – e pelo reconhecimento mútuo.Com a retirada de Israel da faixa de Gaza afigurou-se-me que o processo de paz estava definitivamente relançado.
A grave doença que acometeu Sharon e a vitória do Hamás nas legislativas de Fevereiro passado vieram lançar uma série de receios sobre o sucesso das negociações então em curso.
Infelizmente, esses receios confirmaram-se.
O Governo liderado pelo primeiro-ministro Ismail Hanyie e suportado pelo Hamás recusa-se ao reconhecimento de Israel como Estado e a respeitar os acordos pactuados pela Autoridade Palestiniana com o Governo de Telavive, em Oslo.
Como resposta por parte da comunidade internacional, o Quarteto de Madrid, formado pelos Estados Unidos, União Europeia, Rússia e ONU, decretou um boicote ao governo do Hamás.
Os esforços do Presidente da Autoridade Palestiniana, Abu Mazen, com vista a formar um governo de unidade nacional com Hanyie para solucionar a grave crise em que está mergulhada a nação palestiniana devido a tal boicote fracassaram.Com efeito, o Hamás recusa-se, em qualquer circunstância, a reconhecer o Estado de Israel.
Entretanto, para agravar o conflito no seio do já tão martirizado povo palestiniano, foi criada pelo ministro do Interior do Governo do Hamás, Siad Siam, uma milícia que conta com cerca de 3.000 membro, que designou como força auxiliar para significar que opera simultaneamente às forças públicas de segurança da Autoridade Palestiniana.
Vimos assistindo nos últimos dias a uma escalda dos confrontos entre as forças públicas de segurança e a milícia do Hamás.
Foi justamente esta milícia que na passada sexta-feira irrompeu na residência do Chefe de Segurança Preventiva da Autoridade Palestiniana, no Norte de Gaza, e matou um filho deste e dois guarda-costas.
Os confrontos armados, que só nos últimos três dias causaram a morte a pelo menos 13 milicianos e civis intensificam-se, de dia para dia.
A Autoridade Palestiniana encontra-se, assim, mergulhada em dois gravíssimos conflitos.
O primeiro só é resolúvel com a boa vontade de Israel, posto que a paz só pode sobrevir de uma repartição justa do território do antigo mandato britânico.
O segundo é a ameaça de uma guerra civil que agudize o conflito de poder entre o islamismo radical vitorioso nas passadas eleições de Fevereiro e a Autoridade Palestiniana. Sem a solução prévia deste segundo conflito é impensável o reatar de conversações para atacar o primeiro.
O Estado de Israel é hoje uma realidade indiscutível e a pretensão do Hamás ou de qualquer outro movimento palestiniano, seja ele qual for, em querer negá-la não passa de pura retórica.
Por isso, é duplamente ruinosa a cegueira dos dirigentes palestinianos que sustentando o impossível se mostram incapazes de tirar o seu povo da provação em caiu há quase sessenta anos.

Publicado por tata em 07:05 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 09, 2007

INICIATIVAS DA C.M.A.

pabtt.bmp

Voltaremos ao assunto, dando-lhe mais pormenores.

Publicado por tata em 04:03 PM | Comentários (0) | TrackBack

POETAS POPULARES DO CONCELHO DO ALANDROAL

Companheiro não te dividas
Tudo está na tua mão
Só a roldana e corda unidas
Vão erguendo a construção.

Há tanto tempo atrasado
Que se fala em liberdade
Mas não nos deram metade
Do que se tem apregoado.
Tanta gente tem lutado
P´ra melhorar as nossas vidas
Estas quadras são erguidas
P´ra manter a minha luta,
P´ra acabar a massa bruta
Companheiro não te dividas.

Pensa bem, trabalhador
No suor do dia a dia
Tinhas muito mais alegria
Se te soubessem dar valor.
Trabalhamos o tempo que for
Para melhorar esta nação
Se tivesses melhor condição
Tu não ias para o estrangeiro,
Junta-te a nós companheiro
Tudo está na tua mão.

Eu recordo com rancor
Tristes anos que passei
Quantas palavras citei
Choradas de pena e dor.
Quando não havia amor
Só crueldades seguidas
Não tenho as esperanças perdidas
Ainda temos uma raiz,
P´ra construíres este país
Só a roldana e corda unidas.

Tu não temas em falar
Expande a tua natureza
Vou-te falar com franqueza
Nunca te deixes pisar.
Não vás o braço quebrar
Às vozes de um patrão
Não lhe prestes atenção
Mostra-te sempre valente,
Porque só homens como a gente
Vão erguendo a construção.

António José Ramalho Veladas (Manguito)

Publicado por tata em 03:58 PM | Comentários (0) | TrackBack

CANTADORES DOS REIS

O ALANDROAL CANTOU OS REIS, A RTP1 TRANSMITIU, E O ALANDRO AL
DÁ-LHE AS FOTOS POSSÌVEIS DO ACONTECIMENTO.

gomes.jpg

jov.jpg

lb.jpg

Fotos obtidas directamente da TV por f. tata
Amanhã há mais

Publicado por tata em 03:52 PM | Comentários (3) | TrackBack

REGRESSO AO PASSADO

"Coisas" que se voltam a publicar no Alandro al

LOCAIS QUE DEIXARAM MARCAS NA MINHA JUVENTUDE - A BARBEARIA DO BARRADAS

Proponho-me deixar aqui a descrição de locais de outrora, que de qualquer forma contribuíram para a vivência do dia a dia na Vila do Alandroal noutros tempos.
Antes do mais assumo que sou saudosista, e como tal sinto saudades não só dos tempos vividos, como da maneira como os vivi e que não tenho qualquer vergonha em o dizer. Ainda estou esperando que uma iluminada inteligência me explique porque as palavras saudade, saudosismo, outros tempos, são conectadas com fascismo, Salazar, e outras de igual teor.. mas enfim...
Situava-se a Barbearia do Barrada em plena Praça, no local onde está agora um pronto-a-vestir para crianças, propriedade da D. Maria Otília. Localização perfeita, no local mais concorrido. E porque se diferenciava a Barbearia o Barradas das outras? O Barradas, além de ser o Barbeiro mais jovem do Alandroal, era pessoa conhecedora de outros locais e de outras vivências graças às deslocações frequentes que fazia a outras localidades às vezes bem longínquas como elemento da Orquestra Bass, onde colhia ensinamentos que frequentemente estavam inacessíveis aos jovens dessa época. Tinha um rádio sempre ligado, revistas e jornais para folhear, e até, vejam bem, dependurado nas paredes “gajas boas” recortadas dos calendários Pirelli, o que constituía já por si um velado desafio à moral e bons costumes da época. Nos Domingos à tarde era o local ideal para ouvir o relato da bola, e com a barbearia sempre à cunha era logo ali que se festejavam os golos do Benfica. Foi a primeira a aderir à máquina eléctrica e a habituar os clientes a verificar o corte por intermédio de um espelho estrategicamente colocado por detrás da nuca do cliente. Não admira portanto que a malta jovem que na altura frequentava o “Colégio” fizesse da Barbearia do Barradas o seu ponto de encontro, e entre conversas em que se “malhava” na vida alheia, do futebol, da política (com um olho no burro e outro na ferradura), se trocavam pontos de vista e se discutiam os casos badalados da altura.
Se o “colégio” nos ministrava os ensinamentos necessários para um futuro melhor, não há duvida que a Barbearia do Barradas era um pólo da Universidade da vida.
Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 03:46 PM | Comentários (1) | TrackBack

UMA MAIS VALIA DO ALANDROAL

mais valias do alandroal choupana.jpg

foto:f.tata

Publicado por tata em 03:38 PM | Comentários (0) | TrackBack

NADA MAU!

ALANDRO AL
(s19alandroal)

-- Site Summary ---
Visits

Total ....................... 97,176
Average per Day ................ 163
Average Visit Length .......... 3:21
This Week .................... 1,140

Page Views

Total ...................... 149,087
Average per Day ................ 250
Average per Visit .............. 1.5
This Week .................... 1,753

http://s19.sitemeter.com/stats.asp?site=s19alandroal

Para um blogue local, com o nome de uma terra ainda há pouco tempo só conhecida de alguns... não está mal!
Estamos satisfeitos!


Publicado por tata em 03:34 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 08, 2007

O QUE SE “TOCAVA” NA RÁDIO CÁ -TÁ

radio.bmp

cata.JPG

catacinco.jpg

Já agora fiquem com este texto do Claré (que é feito de ti rapaz?) quem em Agosto de 2004 escrevia assim:

JÁ LÁ VÃO UNS QUANTOS ANOS

Ainda os Bombeiros Voluntários do Alandroal eram ali para os lados da Taberna do “Piçarra” e aqui o moço fazia parte daquele colectivo. Como muitos outros membros do referido passava muitas das noites em que me encontrava de serviço no quartel, que era uma forma de fugir ao calor que faz por estas bandas em noites de verão, quando certa noite estando a tentar ouvir um relato de um jogo de futebol, talvez um Sporting Benfica, num daqueles pequenos rádios portáteis que só apanham apeadeiros, estações muito poucas, ouviu qualquer coisa que lhe despertou a atenção, parecia ser uma voz conhecida um pouco roufenha, mas conhecida que dizia qualquer coisa do género :
-- Rádio voz do Alandroal emissão experimental, nos 94 MHz do FM, pedimos a quem nos esteja a sintonizar para que nos informe das condições de recepção.
Aviso que era repetido com alguma insistência, depois de algum tempo a ouvir esse aviso e com a curiosidade própria de que tem 17 ou 18 anos aqui o vosso companheiro logo tentou saber de quem se tratava e de que se tratava, e não tardou que não me deparasse com dois ilustres Alandroalenses em frente a um antigo Gira-discos com um prato e um gravador, tinha descoberto os estúdios da que viria a ser a Radio Cá-Tá. Dos ilustres deixo-vos adivinhar de quem se tratava. Palavra puxa palavra e não tardou que o convite surgisse. Com alguma relutância lá me acerquei do micro... E pronto ali estava outro futuro locutor da rádio do Alandroal, não me recordo quantos anos por lá andei o que me recordo isso sim foi das pessoas que por lá passaram e das experiências que com elas compartimos (O Zé Galvão, O Sousa, os Poetas Populares enfim tanta gente ...) Hoje ao lembrar esses tempos e rebuscando no baú das memórias teria tanto para contar mas como uma imagem vale mais que mil palavras, ofereço-vos a ternura do aviãozinho que foi imagem da Rádio por algum tempo. Tratem-no bem pois os filhos devem ser bem tratados...
Fiquem bem!
Claré

(Para à semana há mais).

Publicado por tata em 04:36 PM | Comentários (4) | TrackBack

JÁ AGORA…

Ao mesmo tempo, que lhes aconselho uma visita ao MIRMIDÃO, permito-me transcrever esta pequena posta inserida no mesmo:

A WEBLOG
…está como a China, vai de mau a piau!...
Não consigo comentar em blogue nenhum dessa casa, haaaarrrrgggg!

(E tem toda a razão.)

Publicado por tata em 04:33 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DO CLUB DE RUGBY DE JUROMENHA

c rugbi juromenha.JPG

O Clube de Rugby de Juromenha vai participar no Torneio de Rugby de veteranos que se vai realizar no próximo dia 17 de Março em Puerto de Santa Maria.
A inscrição foi aceite e dessa forma será uma das 5 equipas presentes.

ru.bmp

Paulo Jaleco

Publicado por tata em 04:20 PM | Comentários (0) | TrackBack

CANTADORES DOS REIS

O ALANDROAL CANTOU OS REIS, A RTP1 TRANSMITIU, E O ALANDRO AL
DÁ-LHE AS FOTOS POSSÌVEIS DO ACONTECIMENTO.

dino.jpg

ent.jpg

galv.jpg

Fotos obtidas directamente da TV por f. tata
Amanhã há mais


Publicado por tata em 04:15 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO

r.jpg

RUGBY C.MONTEMOR: JANTAR DE NATAL CONTOU COM 43 JOGADORES

Ficou provado, em definitivo, que o Rugby Clube de Montemor é uma familia enorme e muito unida! Os cerca de 43 jogadores presentes no jantar, mais a equipa feminina, o nosso Presidente, a nossa secretária e antigas glorias do clube, contabilizaram um total de 57 presenças no tradicional jantar de Natal do R.C.MONTEMOR., que contou também com a não menos tradicional (e sempre muito divertida) troca de prendas. Todos beberam, todos cantaram e todos se divertiram, naquele que foi considerado o jantar do ano!

uniao.gif

NACIONAL JUNIORES:
U.MONTEMOR VENCE NO ALGARVE, JUVENTUDE AFUNDA-SE

C. Piedade 3- Juv. Évora-0
Luso Barreiro 3- Corroios-4
Farense 1- Despertar-0
Quarteirense 1- Atl.Lisboa-0
Sesimbra 2- Barreirense-3
Olhanense 1- U. Montemor-2

1ºBarreirense-37
2ºAtl.Lisboa-36
3ºFarense-34
4ºDespertar-28
5ºQuarteirense-26
6ºCorroios-22
7ºSesimbra-22
8ºCova Piedade-18
9ºU.Montemor-12
10ºOlhanense-12
11ºLuso Barreiro-10
12ºJuventude-4

redo.bmp

acm andebol.bmp

ANDEBOL:JUNIORES DO A.C.MONTEMOR VENCEM EM PONTE SÔR

Na jornada dupla deste fim-de-semana a equipa junior de Andebol do Atletico
Clube de Montemor foi vencer a Ponte de Sôr a equipa local por 24-32.
No domingo a equipa montemorense recebia a forte formação do Lagoa e perdeu
por 22-43. Os séniores foram derrotados na sua deslocação a Serpa por 29-24.

futsal.jpg

FUTSAL:GD.MONTEMOR PERDE COM O LIDER
INDEPENDENTES DE SINES

Montemor 0-5 Independentes
Almodovarense 10-5 Lagoa e Benfica
Sonâmbulos 5-2 Porto Santo
Sapalense 6-6 Os Pantufas
Praiense 1-5 Univ. Algarve
V.Setúbal 0-5 Torpedos
Castelo 5-10 Vit.Olivais

GDM 0 Independentes 5

as fotos

gdm sesim.jpg

cumpri.jpg

fase jogo.jpg

fotos:f.tata


Publicado por tata em 04:02 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Fundação Alentejo – Terra Mãe vai promover um parque temático
Museu vivo está orçado em 10 milhões de euros

Até ao final do primeiro trimestre deste ano prevê-se que sejam lançados os concursos públicos para a adjudicação de projectos, obras e fornecimentos necessários para dar corpo ao parque temático da Fundação Alentejo – Terra Mãe, segundo revelou o presidente da instituição, José Flamínio Roza.
O projecto está avaliado em 10 milhões de euros e irá avançar de forma faseada até 2010, conforme revelou o responsável, citado pelo Jornal de Notícias.
O parque temático prestará homenagem ao Alentejo e vai ocupar uma área de 256 hectares, na Herdade da Adua, no concelho de Montemor-o-Novo, em terrenos cedidos pela autarquia local por um prazo de 70 anos, renovável por 70 anos.
http://www.fabricadeconteudos.com/

Criadores de ovinos e bovinos querem apoios para transporte

As associações dos criadores de ovinos e bovinos do Alentejo garantem que as novas regras europeias para o transporte de animais contribuem para a segurança alimentar, mas alertam que o expectável aumento de custos deverá ser apoiado.
«São regras que temos de adoptar, mas que deverão ser comparticipadas por todos, até pelo próprio consumidor, porque obviamente os custos de produção vão aumentar», frisou Castro e Brito, responsável pela Associação de Criadores de Ovinos do Sul (ACOS).
http://diariodigital.sapo.pt/

Dois milhões para as artes

O Ministério da Cultura vai apoiar em 2007 um total de 140 projectos artísticos em todo o País com cerca de dois milhões de euros, cabendo ao teatro quase um terço daquela verba.
As verbas serão distribuídas pelas áreas da dança, artes plásticas, design, teatro, música e transdisciplinares, com candidaturas limitadas por cada região do País, nomeadamente Lisboa e Vale do Tejo, Norte, Centro, Alentejo e Algarve.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/

Nascer em Badajoz é mais barato do que em Elvas

Os custos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com o nascimento de portugueses em Badajoz são inferiores em quase metade aos registados no hospital de Elvas, cujo bloco de partos encerrou em Junho, revela um estudo da tutela.
De acordo com o estudo, que avalia os resultados do fecho do bloco de partos de Elvas, a escolha das parturientes portuguesas pelo Hospital Materno Infantil Infanta Cristina, em Badajoz, revela-se mais barata para o SNS, dado que aí o internamento de obstetrícia custa 1.675 euros, contra 2.619 euros na unidade de Santa Luzia, em Elvas.
Os custos da actividade obstétrica nas duas unidades diferem também relativamente ao preço das consultas - 99,95 euros em Elvas e 65 euros em Badajoz - , e das urgências, cujo custo unitário é de 130,75 euros em Elvas e de 120 euros em Badajoz.
http://diariodigital.sapo.pt/

PCP Alentejo critica atrasos aprovação de projecto abastecimento em alta

A Direcção Regional do Alentejo do PCP criticou os sucessivos atrasos do projecto intermunicipal de abastecimento e saneamento em alta para 23 concelhos alentejanos, cuja candidatura, em Bruxelas desde 2005, ainda não foi aprovada.
http://www.radioportalegre.pt/

Évora : Autarquia promove Rota dos Sabores Tradicionais

A quarta edição da Rota dos Sabores Tradicionais arrancou esta semana, com a participação recorde de 31 restaurantes e 3 pastelarias com fabrico próprio.
O certame, promovido pela Câmara de Évora, prolonga-se até finais de Maio com temas mensais da Caça, Porco, Sopas, Borrego e Doçaria Conventual.
http://www.dianafm.com/

Publicado por tata em 03:47 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 07, 2007

FUTEBOL DISTRITAL

RESULTADOS DA JORNADA 06/07/01/2007

DIVISÃO DE HONRA

Alandroalense ganha fora e sobe mais um lugar, é agora 5º. Favoritos goleiam.

Monte Trigo 3 – Torre de Coelheiros 0
Escouralense 1 – Portel 2
Canaviais 1 – Alandroalense 3
Bencatelense 2 – Redondense 2
Estremoz 1 – Calipolense 8
Borbense 2 – União 5
Oriola 3 – Valenças 1.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

Cabrela 2 – Bairro de Santo António 2
Alcaçovense 0 – Luso Morense 0
Arraiolense 0 – Santana do Campo 1
Brotense 4 – Aguiar 1
Giesteira 0– Fazendas do Cortiço 4.

1ª DIVISÃO SÉRIE B

Excelentes resultados das Equipas do Concelho

Azarujense 0 – Perolivense 0
Amieira 1 – S. Romão 1
Arcoense 2 – Aldeense 1
Vera Cruz 0– Santiago Maior 1
São Manços 1 – Rosário 1.

Canaviais 1 - J.S.A. 3

as fotos

que confusao.jpg

Que confusão...

vai dar golo.jpg

Vai dar golo

subs hora certa.jpg

A substituição certa na hora certa

fotos: f.tata

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com


Publicado por tata em 07:13 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 05, 2007

CANTADORES DOS REIS

O ALANDROAL CANTOU OS REIS, A RTP1 TRANSMITIU, E O ALANDRO AL
DÁ-LHE AS FOTOS POSSÌVEIS DO ACONTECIMENTO.

(Não deixe de ver durante a próxima semana mais fotos, retiradas da transmissão em directo)

apresen.bmp

fan.jpg

can.jpg

Fotos obtidas directamente da TV por f. tata

Publicado por tata em 08:08 PM | Comentários (6) | TrackBack

NOTÍCIAS C.M.A.


Alandroal canta os Reis…

Realiza-se na vila do Alandroal, na noite da próxima sexta-feira, dia 5 de Janeiro, o tradicional “Cante de Reis”.
A partir das 18h00 e pela madrugada fora, um grupo de cerca de 20 pessoas, trajado a rigor, percorre as principais ruas da Vila e locais de referência, cantado os Reis e recordando a quadra das oferendas feitas pelos Reis Magos ao Menino Jesus.
Este grupo canta e anima a localidade nesta altura do ano, retomando assim uma tradição antiquíssima e já bastante rara no nosso país.
Para este ano, o “Cante de Reis” tem a particularidade de ser gravado, em directo, para o programa “Portugal em Directo”, a ser transmitido das 18h00 às 19:00h, na RTP1. Na Vila estará presente uma equipa de reportagem que acompanhará o grupo em alguns dos locais a percorrer.

canto dos reis.bmp

Cante dos Reis

“Adiafa na Quinta da Areosa”

teatro.bmp

No próximo Domingo, dia 7 de Janeiro, sobe ao palco do auditório do Fórum Cultural Transfronteiriço de Alandroal, pelas 15h00, a peça de teatro “Adiafa na Quinta da Areosa”.
Com texto e encenação do Professor António Guapo, “Adiafa na Quinta da Areosa” pretende ser uma reconstituição daquilo que era a festa de encerramento das vindimas, juntando em palco cerca de 50 actores.
Durante hora e meia o público vai poder assistir, para além de toda a representação da “adiafa” (banquete oferecido aos trabalhadores no final das campanhas agrícolas); à interpretação de danças e cantares tradicionais alentejanos e das beiras, incluindo o fandango, o fado e a tradicional desgarrada, imprescindível nas festas de encerramento das vindimas.
A peça de teatro, é levada a cena pelo grupo “Vida Activa” da Câmara Municipal de Alenquer, estando também previsto para o início da peça uma actuação do Rancho Folclórico que integra igualmente este grupo.
Esta peça de teatro, promovida pela autarquia de Alandroal em parceria com o Município de Alenquer, é direccionada sobretudo aos idosos, sendo para muitos deles o recordar da “lida” rural pela qual passaram enquanto pessoas activas.

Gabinete de Imprensa - CM Alandroal,

Publicado por tata em 03:50 PM | Comentários (1) | TrackBack

O ALANDRO AL CANTA "OS REIS"

Bons Anos
(Popular – Alentejo)


Venho-lhe dar os Bons Anos
Que as Boas Festas não pude
Venho a fim de saber
Novas da sua saúde

Esta casa cheira a rosas
Bem perto está a roseira
Viva o dono desta casa
Mais a sua companheira

Daqui donde eu estou bem vejo
O canivete a bailar
Para cortar a chouriça
Que a senhora nos há-de dar

Já que Deus me fez tão pobre
Venho esta noite a pedir
Em casa de gente nobre
Sem esmola não hei-de ir.

Cante de Reis
(Popular – Alentejo)


Venho aqui cantar os Reis
Já que os Bons Anos não pude
Venho aqui para saber
Novas da sua saúde

Os três Reis do Oriente
Já chegaram a Belém
P'ra adorar o Deus Menino
Que Nossa Senhora tem

Era meia-noite em ponto
No céu se via uma luz
São três Reis do Oriente
Vêm visitar Jesus

Vêm visitar Jesus
Com o céu tão estrelado
Vêm ver o Deus Menino
Numas palhinhas deitado.

Natal dos Simples
Letra e música: José Afonso

Intérprete: José Afonso (in "Cantares do Andarilho", 1968; reed. 1987)


Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas solteiras

Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas casadas

Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte

Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra

Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pão e vinho novo
Matava a fome à pobreza

Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura.

Publicado por tata em 03:41 PM | Comentários (0) | TrackBack

FOTOS COM HISTÓRIA

Os três Reis Magos

reis magos.jpg

Os verdadeiros – Gaspar – Belchior – Baltasar.

a fin.jpg

Os “a fingir” – João Belchior – Chico Gaspar – Luís Baltasar

Publicado por tata em 03:38 PM | Comentários (2) | TrackBack

CINE CLUBE DOMINGOS MARIA PEÇAS

007 CASINO ROYAL

casino royal.jpg

Baseado no primeiro livro de Ian Fleming da série James Bond, publicado em 1953, é a história de Bond ainda sem licença para matar. É-lhe dado o estatuto de agente secreto "00" por causa de dois perigosos assassinos profissionais. A sua primeira missão leva-o a Madagáscar, com o objectivo de espiar um terrorista. Mas nem tudo corre como planeado e Bond, em vez de se cingir às ordens do MI6, resolve investigar e capturar o resto da célula terrorista. Daniel Craig é o actor que veste a pele do mítico 007, e depois dos apupos durante a rodagem e das críticas de fãs que afirmavam que não servia para o papel, tem a seus pés os seguidores de Bond.

Realização : Martin Campbell

intérpretes : Daniel Craig Eva Green Mads Mikkelsen Jeffrey Wright Judi Dench

Saiba mais em : http://www.jamesbond.com/

O Cine Clube Domingos Maria Peças é patrocinado por

intelliflix online dvd rentals!

Publicado por tata em 03:30 PM | Comentários (0) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO (Coordenação de João Santos)

FUTSAL: JOGO GRANDE EM MONTEMOR ESTE SÁBADO

Jogo grande de futsal em Montemor-o-Novo este sábado dia 6 às 16:00horas, a equipa sénior do GDMontemor recebe no Gimno-Desportivo de Montemor a equipa que lidera e domina o campeonato até ao momento; a equipa do Independente de Sines. Será a oportunidade de ver FUTSAL ao mais alto nível. Também jogam em Montemor-o-Novo a Equipa B contra as Alcaçovas (2ªFeira às 21h) a equipa de Juniores recebe o SL.Évora (Domingo às 15:30) e a equipa feminina também recebe o SL.Évora (Domingo às 11:00). A equipa juvenil descansa este fim-de-semana.

senior.bmp

acm andebol.bmp

ANDEBOL: JUNIORES DO AC.MONTEMOR COM JORNADA DUPLA

Na jornada dupla deste fim-de-semana, os juniores do Atlético Clube de Montemor deslocam-se no próximo sábado às 14:30h a Ponte de Sôr; e no domingo a equipa montemorense recebe a equipa do Lagoa AC no Pavilhão de Montemor-o-Novo às 18 horas.
Os seniores deslocam-se a Serpa no sábado para defrontar a equipa local.

uniao.gif

NACIONAL DE JUNIORES: JUVENTUDE E U.MONTEMOR JOGAM FORA

Regressa o Nacional de Juniores de Futebol, com a realização da 15ªJornada, U.Montemor e Juventude de Évora têm deslocações a Olhão e à Cova da Piedade respectivamente. Os jogos são:
Cova Piedade-JUVENTUDE
Olhanense – UNIÃO DE MONTEMOR.

TAÇA DISTRITO DE ÉVORA

U.Montemor-Portel
Corval-Borbense

Nas meias finais os vencedores jogam entre si

Calipolense-Monte do Trigo
Torre Coelheiros-Escoural
Nas meias finais os vencedores jogam entre si.

ATLETISMO GD.REGUENGO

A equipa de atletismo do Grupo Desportivo do Reguengo/São Mateus despediu-se de 2006 com uma dupla participação. No período da manhã os escalões mais jovens estiveram na Pista Municipal de Vendas Novas, participando na 4.ª e penúltima jornada do Duatlo Técnico. Os doze atletas presentes estariam em bom plano, com destaque para as vitórias do benjamim ?B? Pedro Quitério, nos 50 mts., e dos iniciados Patrícia Foito e Vítor Canaverde, ambos a triunfarem nos 80 mts.
Os restantes atletas da equipa que estiveram presentes foram: Carlos Carvalho, Vítor Roque, João Ambrósio, Mário Grilo, Ricardo Reis, João Foito, Paulo Gato, Inês Aldinhas e Fábio Banha, numa comitiva orientada tecnicamente por António Quitério. A derradeira jornada desta competição realiza-se no próximo dia 6 de Janeiro, com a esmagadora maioria dos atletas do GDR/SM a poderem terminar a sua participação nos primeiros cinco lugares dos seus escalões, o que a acontecer lhes permitirá entrarem nas posições premiadas.
Na parte da tarde foi a vez dos cinco juniores e do sénior do clube se deslocarem a Avis, tendo como objectivo a participação na 24.ª São Silvestre daquela localidade.
Nos juniores, perante forte concorrência, Ricardo Varela seria o melhor classificado do grupo, na 17.ª posição, seguido do seu colega Márcio Gato (18.º). Fábio Tim Tim (20.º), Rui Gomes (21.º) e Bruno Reis (23.º), completariam a equipa. No que aos seniores diz respeito, Carlos Cabrinhas cortaria a meta no 41.º lugar, com 26.53?. Custódio Varela seria o responsável técnico da equipa, a qual não se classificaria colectivamente.

Publicado por tata em 03:18 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 04, 2007

ÚLTIMA HORA

Para este ano, o “Cante de Reis” tem a particularidade de ser gravado, em directo, para o programa “Portugal em Directo”, a ser transmitido das 18h00 às 19:00h, na RTP1. Na Vila estará presente uma equipa de reportagem que acompanhará o grupo em alguns dos locais a percorrer..

(desenvolvimento amanhã)

Publicado por tata em 06:01 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

Regressam os Campeonatos

Jogos programados para o fim-de-semana 6 e 7 /01/2007

DIVISÃO DE HONRA

07/01/2007 – 15 horas

Monte Trigo – Torre de Coelheiros
Escouralense – Portel
Canaviais – Alandroalense
Bencatelense – Redondense
Estremoz – Calipolense
Borbense – União
Oriola – Valenças.

Classificação: 1º União 27 pts, 2º Calipolense 25, 3º Portel 20,4º Monte Trigo 18,5º Torre de Coelheiros 17, 6º Alandroalense 16, 7º Escoural 15. Seguem-se Borbense, Oriola, Canaviais, Redondense, Bencatelense, Estremoz e Valenças.

1ª DIVISÃO SÉRIE A

07/01/2007 – 15 horas

Cabrela – Bairro de Santo António
Alcaçovense – Luso Morense
Arraiolense – Santana do Campo
Brotense – Aguiar
Giesteira – Fazendas do Cortiço.

Classificação: 1º Cabrela 22 pts; 2º Santana do Campo 21, 3º Sporting de Viana 20.

1ª DIVISÃO SÉRIE B

06/01/2007 – 15 horas

Azarujense – Perolivense
Amieira – S. Romão
Arcoense – Aldeense
Vera Cruz – Santiago Maior
São Manços – Rosário.

Classificação 1º São Manços 26 pts, 2º São Romão 17, 3º Santiago Maior 14. Rosário é 9º com 11 pontos.

JUVENIS

06/01/2007 – 15 horas

Rio de Moinhos – Lusitano
Sport Lisboa e Évora – Sporting de Viana
Terena – Portel
Calipolense – União
Canaviais – Estrela – 16.30
Atlético – Borbense – 16.30

Comanda o Lusitano com 28 pts. Terena é 9º com 9 pts.

INFANTIS FUTEBOL DE 7 SÉRIE A

Atlético – Alandroalense – 06/01 – 10.30 horas
Sport Lisboa e Évora – Estremoz - 06/01 – 10,30
Borbense – Canaviais – 07/01 – 10.30.

DISCIPLINA

Alandroalense : Director Armindo Rosa : repreensão por escrito. Jogadores : Paulo Pires e Luís Romão:2 jogos de suspensão; Joaquim Chão Quente e Ricardo Ribeiro : 1 Jogo de suspensão; João Leal: repreensão por escrito; Luís Camoesas, Ricardo Santos e Paulo Gervásio: advertência.

Santiago Maior : Cláudio Cavacas : 2 jogos de suspensão; Joaquim Conceição : 1 jogo de suspensão; Paulo Facão e Jorge Balixa repreensão por escrito.

paulo pires treinador.jpg

Lá calha...às vezes!!!

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com


Publicado por tata em 05:04 PM | Comentários (0) | TrackBack

POESIA NO ALANDRO AL

Caridade

(JOAQUIM NAMORADO)

As senhoras da sociedade
deram um baile a rigor
para vestir a pobreza
e a pobreza horas a fio
cortou, coseu, enfeitou
os vestidos deslumbrantes
que a caridade exibiu.

Depois das contas bem feitas
bem tiradas as despesas
arranjou um namorado
a mais nova das Fonsecas;
esteve bem a viscondessa,
veio o nome e o retrato
da comissão nos jornais,
e o Doutor, o Menezes,
o senhor desembargador,
estiveram muito engraçados,
dançaram o tiro-liro
já meio-tombados...

Parece que ainda sobrou
algum dinheiro para chita
para vestir a pobreza
numa festa comovente
com discursos de homenagem
e uma missa...
a que assistiu toda a gente.

Publicado por tata em 04:55 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Aterros de inertes avançam no Alentejo num projecto produção de britas

Cerca de quatro milhões de euros vão ser investidos até meados de 2007 num projecto ambiental no distrito de Portalegre, que abrange a produção de britas a partir de inertes, anunciou a empresa responsável.
Inseridas no mesmo projecto, segundo o administrador delegado da Valnor , vão ser construídas em 2007 estações de transferência e triagem em Elvas, Camp o Maior, Ponte de Sôr, Portalegre e Castelo de Vide.
Os entulhos que não podem ser transformados e reutilizados vão ser depo sitados nos dois aterros de inertes de Campo Maior e Vale de Açor, no concelho d e Ponte de Sôr.
http://www.radioportalegre.pt/

Alentejo sobe receita por dormida
mas proveitos por hóspede estagnam

A hotelaria do Alentejo também melhorou a receita por dormida entre Janeiro e Outubro de 2006, mas neste caso sem conseguir compensar completamente a queda da estada média, levando a uma ligeira redução dos proveitos por hóspede.
Para um aumento do número de hóspedes em 4,8%, para 521,89 mil, a hotelaria do Alentejo tem um incremento do número de dormidas em 2,9%, para 840,49 mil, e os proveitos crescem 4,6% para 41,26 milhões de euros.
http://www.presstur.com/

Publicado por tata em 04:50 PM | Comentários (0) | TrackBack

CONHECE BEM O ALANDROAL?

conhece bem.jpg

Onde fica esta preciosidade?

foto:f.tata

Publicado por tata em 04:40 PM | Comentários (1) | TrackBack

MUSICA PORTUGUESA NA RTP: FILHOS E ENTEADOS

Porque comungo do mesmo sentimento em relação ao assunto, permito-me transcrever o que Álvaro José Ferreira Amigos do LUGAR AO SUL lugar-ao-sul@grupos.com.br fez chegar à minha caixa de correio

É hábito as televisões portuguesas, na quadra natalícia, melhorarem a grelha sobretudo com a exibição de filmes e a transmissão concertos de música. A RTP-1 também cumpriu a tradição, mas no caso da música portuguesa fê-lo da pior maneira. Começo pelos horários: Marco Paulo, Tony Carreira e Anjos passaram em horário nobre enquanto que José Mário Branco, João Braga e Camané foram atirados para a madrugada. Por exemplo, o concerto de José Mário Branco que teve como convidados nomes tão importantes como Fausto Bordalo Dias, Júlio Pereira, Filipa Pais e José Peixoto passou – pasme-se! – depois das 2:30 da madrugada. Desconheço qual o critério usado pela direcção de programas da RTP-1 para a desigualdade de tratamento dada aos vários artistas da nossa praça, mas partindo do pressuposto que pesou uma suposta maior popularidade de uns em relação a outros, então a televisão pública prestou um péssimo serviço público. A televisão pública não pode nem deve andar atrás de audiências mas tão-somente procurar apresentar o melhor serviço que está ao seu alcance. Nem vou ao ponto de dizer que nomes como Marco Paulo, Tony Carreira e Anjos (incluindo todos os 'Pimbas' que costumam marcar presença nos programas da manhã e da tarde) não devem ter lugar na televisão pública mas já não posso aceitar, de forma alguma, a marginalização de que cantores / intérpretes de créditos firmados e de qualidade incontestada vêm sendo alvo. E digo isto não tanto pela consideração de que tais artistas são credores, mas apenas pelo respeito que a direcção de programas da RTP-1 devia ter pelos telespectadores seus apreciadores. Assim fica-se com a ideia que de que para a televisão estatal só interessam os apreciadores de Marco Paulo, Tony Carreira, Anjos e afins enquanto que os demais telespectadores não contam para nada. Ou servirão apenas para pagar a taxa do audiovisual?
E como se isto não bastasse, constata-se ainda que muitos artistas de qualidade reconhecida (entre os quais algumas figuras de referência da música portuguesa) nem sequer têm acesso à televisão do Estado, mesmo em horários esconsos, o que me parece muito grave. Por que motivo os telespectadores da televisão pública não podem ver / ouvir uma Mísia, uma Aldina Duarte, uma Ana Laíns, uma Amélia Muge, um Pedro Barroso, um Vitorino, um Janita Salomé, um Eduardo Ramos, um Rão Kyao, um Júlio Pereira, um Pedro Caldeira Cabral, um José Peixoto, um Pedro Jóia, uns Frei Fado d'El-Rei, isto para já não falar em tantos e bons agrupamentos de música folk / tradicional – Aqua d'Iris, At-Tambur, Belaurora, Brigada Victor Jara, Canto da Terra, Charanga, Chuchurumel, Contrabando, Danças Ocultas, Dar de Vaia, Dazkarieh, Gaiteiros de Lisboa, Galandum Galundaina, Lúmen, Maio Moço, Mandrágora, Mare Nostrum, Melodias do Vento, Moçoilas, Modas ao Luar, Mu, José Barros e Navegante, Nem Truz Nem Muz, Ódagaita, Pedra d'Hera, Popularis, Quadrilha, Real Companhia, Realejo, Roda Pé, Roldana Folk, Ronda dos Quatro Caminhos, Rosa Negra, Segue-me à Capela, Som Ibérico, Terrakota, Trovas à Toa, Vá de Viró, Vai de Roda.
Não competiria à televisão que todos financiamos dar a conhecer ao grande público o que de melhor se faz em Portugal em matéria de música popular? Será razoável que o dinheiro dos contribuintes seja desbaratado com os produtos de mais baixo nível, e se sonegue o que tem mais qualidade e autenticidade? Uma das atribuições do serviço público de televisão não é a promoção da língua e cultura portuguesas? Ou será que o Sr. Nuno Santos entende que a música pimba e a música de cassete pirata são o que melhor representa a cultura portuguesa?

posted by Álvaro José Ferreira

Publicado por tata em 04:36 PM | Comentários (0) | TrackBack

FUTEBOL DISTRITAL

TAÇA DE ÉVORA – SORTEIO

Realiza-se hoje, 04 de Janeiro de 2007, pelas 18.30 o sorteio da 3ª e 4ª eliminatória da Taça de Évora.

Recordemos os resultados da última eliminatória:

Calipolense 5 – Viana 0
Santiago Maior 3 – Corval 4
Monte Trigo 2 – Redondense 1
Cabrela 1 – Torre de Coelheiros 3
União 6 – Valenças 0
Borbense 3 – Luso Morense 1
Portel 5 – Alcáçovas 0
Alandroal 0 – Escoural 2.

Equipas apuradas para o sorteio: Calipolense, Corval, Monte Trigo, Torre de Coelheiros, União, Borbense, Portel e Escouralense.

O Futebol Distrital no Alandro Al é patrocinado pela:

Free Shipping at Fossil.com


Publicado por tata em 04:23 PM | Comentários (1) | TrackBack

janeiro 03, 2007

LOCAIS DE “CULTO” DO ALANDROAL

a muralha.jpg

a rosa.jpg

a rosa um.jpg

Para a semana há mais...

fotos: f.tata

Publicado por tata em 05:26 PM | Comentários (1) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

Assiduidade dos profissionais de saúde vai ser controlada através de sistemas automáticos

Edgar Santos responsável no Alentejo do SEP-Sindicato dos Enfermeiros Portugueses não vê qualquer tipo de problema na implementação da medida. No entanto, Edgar Santos, chama a atenção para a questão da hora de saída, neste momento, na mudança de turnos os enfermeiros estão a trabalhar mais tempo do que deviam.

Inês Patola
http://www.vozdaplanicie.pt/

Vinhos do Alentejo são os preferidos dos portugueses
Quota de mercado é superior aos 40%

Os Vinhos do Alentejo foram os preferidos da maioria dos portugueses, durante o ano de 2005/2006, segundo revelam os dados da Nielsen.
Os vinhos alentejanos conquistaram quotas de mercado superiores aos 40%, quer em valor, quer em volume, mantendo assim a sua posição de liderança, segundo refere o Agroportal.
Os dados apontam a «excelente relação qualidade/preço» como um dos factores principais para o sucesso dos Vinhos do Alentejo, que possui mais do dobro da quota de mercado das outras regiões com Denominação de Origem Controlada (DOC).
http://www.fabricadeconteudos.com/

Aborto : Criado movimento “Alentejo pelo Não”

O movimento cívico recentemente criado, pretende “esclarecer” a população em relação ao aborto e intensificar o apelo ao “não”. Para Pedro Giões, porta-voz do movimento “Alentejo pelo Não”, deveria fazer-se uma maior aposta na educação sexual.
O movimento cívico está, neste momento, a recolher as cinco mil assinaturas necessárias, para se poder constituir um grupo cívico de pleno direito, que lhe permitirá fazer campanha e ter acesso aos tempos de antena.
O referendo sobre a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, está marcado para 11 de Fevereiro de 2007.
http://www.dianafm.com/

2007 fica marcado pela realização do referendo sobre o aborto

José Catalino, responsável da DORBE do PCP, afirmou que o partido vai ter uma participação activa no esclarecimento, estão previstas sessões em todos os concelhos do distrito e no próximo dia 21 uma grande iniciativa com Jerónimo de Sousa.
Pita Ameixa, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS, afirmou que o seu partido vai empenhar-se para que o SIM ganhe. Pita Ameixa considerou que a campanha deve ser feita por “cidadãos” organizados e recordou a disponibilidade demonstrada pelas “mulheres socialistas do Baixo Alentejo em integrar “os movimentos a favor da despenalização”.
Amílcar Mourão, presidente da Distrital de Beja do PSD, considerou que se trata de uma matéria do foro íntimo da Mulher, por isso, não vai existir nenhuma posição oficial nem a favor do SIM nem a favor do NÃO. Cada um que decida se quer ou não envolver-se na campanha.
Lourenço Féria, responsável em Beja do CDS/PP, afirmou que na campanha não haverá envolvimento directo do partido, os dirigentes e militantes é que decidem se devem ou não integrar movimentos que dinamizem a campanha.
Alberto Matos, dirigente do Bloco de Esquerda em Beja, considerou que embora a campanha não seja exclusivamente partidária, é evidente que os partidos têm um papel importante na mobilização dos cidadãos. Ainda de acordo com Alberto Matos um dos pontos altos da campanha do BE nesta região é a participação de Francisco Louçã numa iniciativa a realizar no próximo dia 31.
Inês Patola
http://www.vozdaplanicie.pt/

Três municípios alentejanos contestam adiamento da ligação a Espanha pelo IP8

Os autarcas comunistas de Beja, de Serpa e de Sines consideram que o adiamento põe em causa o aproveitamento do aeroporto de Beja e do porto de Sines, infra-estruturas que dizem ser "decisivas" para as regiões e que "dependem de uma auto-estrada" com ligação a Espanha.
http://www.publico.clix.pt/

Publicado por tata em 05:21 PM | Comentários (0) | TrackBack

O TEMPO JUSTIFICA A OBRA, OU A OBRA JUSTIFICA O TEMPO?

Será em 2007?

anun biblio.JPG

biblioteca dois.JPG

biblioteca tres.JPG

biblioteca um.jpg

fotos:f.tata

Publicado por tata em 05:09 PM | Comentários (2) | TrackBack

PÁGINA DAS INSTITUIÇÕES DESPORTIVAS DE MONTEMOR – O - NOVO (Coordenação de João Santos)

emon.bmp

efut.bmp

Publicado por tata em 05:05 PM | Comentários (0) | TrackBack

janeiro 02, 2007

SABIA QUE?

ÉVORA E MONTEMOR COM O MAIOR NÚMERO DE EDIFICIOS DO DISTRITO DE ÉVORA

O INE divulgou a lista de concelhos com maior número de edificios construidos
no distrito de Évora, esta lista é liderada pela Capital de Distrito (Évora)
seguida de Montemor-o-Novo; no fim da tabela está Mourão. A lista completa
está também disponivel em www.ine.pt e é a seguinte:

1ºÉvora-18279
2ºMontemor-o-Novo-8016
3ºEstremoz-7405
4ºReguengos Monsaraz-5620
5ºVendas Novas-4815
6ºAlandroal-3885
7ºArraiolos-3877
8ºRedondo-3763
9ºPortel-3703
10ºVila Viçosa-3477
11ºMora-3320
12ºViana do Alentejo-3115
13ºBorba-2885
14ºMourão-1738

(Alandroal em 6ª. Nada mau.)

Uma amabilidade do João Santos


Publicado por tata em 05:00 PM | Comentários (17) | TrackBack

PESSOAS QUE SEM SEREM FAMOSAS FAZEM PARTE DA HISTÓRIA DO ALANDROAL

figuras do alandroal o mata pintos.jpg

O Mata- Pintos

foto: f.tata

Publicado por tata em 04:53 PM | Comentários (0) | TrackBack

POETAS POPULARES DO CONCELHO DO ALANDROAL

Eu pensava que não tinha
Nada mais a aprender
P,ra começar nunca é tarde
Aprender até morrer.

Sem saber nada nasci
O mesmo que toda a gente
Fui crescendo lentamente
E lentamente aprendi.
Quando em mim um homem vi
Pensei na ideia minha
Que o tempo para mim vinha
Com dias todos iguais.
Direito a saber mais
Eu pensava que não tinha.

É na fase derradeira
Que encaro a realidade
Tenho uma oportunidade
Já penso doutra maneira.
Se houver alguém que não queira
Deste ângulo a vida ver
Posso desde já dizer
Está enganado esse alguém,
Se pensa que já não tem
Nada mais a aprender.

Levar a vida a cantar
Foi sempre a minha ambição
Ter nela como missão
Os homens aproximar-
Para assim se propagar
Esta chama que em mim arde
E poder fazer alarde
Desta verdade tão pura,
No que respeita à cultura
P.ra começar nunca é tarde.

Penso dos outros igual
Ao que me acontece a mim
Desejo fazer assim
Uma chamada geral:
Que lute cada qual
Pelo que queira ser
Uma vez que o saber
Nunca ocupou lugar,
Vamos o tempo ocupar
Aprender até morrer.

João Romão Borges

Publicado por tata em 04:43 PM | Comentários (0) | TrackBack

MUSEU FILATÉLICO DO ALANDRO AL

AÇORES - AVES DA REGIÃO

Acores aves da regiao galinhola.jpg

Galinhola

Acores aves da regiao garajau rosado.jpg

Garajau rosado

Publicado por tata em 04:33 PM | Comentários (0) | TrackBack

NOTÍCIAS DE INTERESSE SOBRE O ALENTEJO

População: Algarve cresceu, Alentejo diminuiu

De todas as regiões portuguesas, o Algarve registou o crescimento mais significativo, aumentando a sua população em 1,3 por cento, enquanto, em contraste, o Alentejo foi a província que menos cresceu - apenas 0,2 por cento.
O Alentejo foi a região com mais reprovações e desistências no ensino básico regular durante o ano lectivo 2004/2005: 13,9 por cento dos alunos inscritos chumbaram ou saíram da escola, um valor acima da média nacional, de 11,5 por cento.
http://www.portugaldiario.iol.pt/

PSD contra encerramento de extensões do Centro de Saúde de Évora

A Comissão Local do Partido Social Democrata de Évora está contra o encerramento de duas Extensões do Centro de Saúde de Évora: Largo de Avis e Rua de Machede, mais o CUCSE, no espaço de duas semanas.
http://www.alentejopress.com/

Publicado por tata em 04:22 PM | Comentários (0) | TrackBack