maio 31, 2004

LIÇÃO MUITO CARA

Nessa altura habitava no Alandroal uma família cigana que tinha como patriarca o GUILHERME, que não fugia à regra, de viver de expedientes, mais ou menos bem urdidos, de modo a ir vivendo sem precisar de puxar pelo couro.
Gostava muito de ir dar uma léria para a oficina do amigo ZÉ KAGANO, e como tinha uma grande lábia e ditos de bom humor, era bastante bem tolerado.
Ora um belo dia aparece na oficina com uma pistola e respectiva caixa de balas, que dizia ele tinha sacado em Espanha a uns indivíduos também ciganos, que andavam por lá às turras e ele achou por bem tirar-lhes a pistola. Coisa cara e de luxo não acessível a qualquer pessoa. Pelo menos 20 contos era quanto aquilo valia. Depois de bem analisada e verificados todos os pormenores, e ao fim de muito regateio, ele lá fazia o favor de a vender, atendendo à pessoa que era, e porque não queria chatices com os Ciganos Espanhóis, por 5 contos. E fecharam o negócio, cinco notas de conto para o GUILHERME, e a pistola para o KAGANO, com a recomendação de só experimentar o objecto bem longe da Vila, e muito cuidado com o manuseamento.
Pela tardinha o meu amigo vá de ir para o campo para experimentar a nova aquisição. Grande desilusão: aquilo não tinha percutor, o gatilho caiu logo e as balas eram tudo menos balas.
Grande malandro que me enganou. Vou já a troncos dele.
E… foi. Encontrou-o em Vila Viçosa, tendo uma bela jantarada no BIDAIS, com um bom bife, bem regado com um bom tinto.
Fulo que nem uma barata, espumando por todos os cantos, lá foi desabafando cobras e lagartos contra o GUILHERME.
Amigo não merece a pena a gente zangar-se por isso, dá cá a pistola, toma lá o teu dinheiro.
Mas tu só me estás a dar quatro notas, e eu dei-te cinco!!!
A tão… por uma lição destas pagas um conto de réis e ainda reclamas? Vai-te lá embora que para a próxima é mais caro.

Amigo Zé, desculpa lá eu contar esta... Mas já passaram tantos anos… que já não faz mal, até dá para talvez tu sorrires. Pior fui eu… que me deixei enganar por um, que nem cigano era… e me impingiu uma máquina de filmar que não passava de um reprodutor de cassetes áudio, tão balseiro que foi logo para o lixo. E isto há um mês, portanto nem a desculpa da juventude posso alegar.

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 07:39 PM | Comentários (1)

maio 30, 2004

ALANDROAL JOVEM

alandroal_jovem_net.jpg

Divulgamos com satisfação mais um site do Alandroal.

O Alandroal Jovem de Nuno Mendes, para todas as idades.

Nele pode encontrar informação sobre o Alandroal assim como uma excelente área dedicada à EXPO-GUADIANA.

Parabéns pela iniciativa.

Publicado por tata em 09:55 PM | Comentários (4)

Passeio Pedestre

Passeio_Ped_net.jpg

O Município de Alandroal, através da Divisão Socio-Cultural e Desportiva,
organizou o 1º Passeio Pedestre neste concelho. O mesmo decorreu junto à
Ribeira do Lucefecit, passando pelo Santuário da Rocha da Mina, talvez uma
das zonas naturais mais bonitas deste concelho. Numa manhã com excelentes
condições atmosféricas para esta caminhada, participaram cerca de 25
pessoas, com idades compreendidas entre os 10 e os 60 anos, de ambos os
sexos.
Esta é uma forma muito agradável de as pessoas fazerem exercício físico,
aproveitando ao mesmo tempo para observar durante a caminhada, toda a zona
envolvente ao percurso, a flora , a fauna, o património natural e
construído, etc.

Palancas

Publicado por tata em 09:48 PM | TrackBack

USAM-SE… MAS POUCOS SABEM PORQUÊ (2)

XIÇA PENICO… TU VAIS-TE EMBORA, MAS EU TAMBÉM CÁ NÃO FICO…

Quando, numa roda de amigos, as coisas começam a dar para o torto, e às vezes é preciso debandar, há sempre um que na altura de “cavar” diz para o antecessor: XIÇA PENICO…TU VAIS-TE EMBORA, MAS EU TAMBÉM CÁ NÃO FICO.
Esta frase teve como autor um indivíduo de nome ROMA, talhante de profissão, e que para não fugir à regra também o estado normal era o de bêbado, e era pronunciada no seguinte contexto:
Como na altura não se sonhava sequer com o saneamento básico, eram as necessidades feitas no sempre utilitário penico, só que com as “bezanas”, o amigo ROMA nunca lhe acertava, porque na sua óptica o mesmo fugia sempre do local onde devia estar, o que o obrigava a deslocar-se e ir mijando os presentes pelo que frequentemente era ”enxugado” pelas vítimas da mijadela.
Ia assim afastando-se, mas sempre dizendo: “XIÇA PENICO….”

E agora, antes que vocês me chamem nomes e se chateiem comigo, pelo tempo que perderam é altura de eu dizer: VÃO-SE EMBORA, MAS EU TAMBÉM CÁ NÃO FICO….

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 09:46 PM | Comentários (0)

Volta ao Alentejo Passa no Alandroal

voltaaoalentejofoto01_net.JPG
foto Nuno Mendes

Publicado por tata em 12:37 PM | Comentários (0)

maio 29, 2004

Semana da Criança no Alandroal

Vai decorrer de 1 a 4 de Junho, a «Semana da Criança» no Alandroal.

Esta iniciativa, promovida pela Câmara Municipal do Alandroal, inicia-se no Dia da Criança e inclui a realização de diversas actividades tais como Pintura, karaoke, uma oficina da música e escultura em balões.

Para o segundo dia está prevista a realização de um colóquio sobre «Hábitos de Leitura: Como Conquistá-los?».

De acordo com o programa, o dia 3 de Junho será dedicado a experiências na área da ciência e da ecologia, ficando o último dia da «Semana da Criança» reservado para uma visita ao atelier “Fábrica do Papel”, em Vila Viçosa.

O programa conta com o apoio da Escola Básica Integrada Diogo Lopes de Sequeira, do Agrupamento de Escolas da Aldeia da Venda e dos Bombeiros Voluntários de Alandroal.

Fonte: Notícias Alentejo

Publicado por tata em 03:07 PM | Comentários (1)

maio 28, 2004

REVOLTA

Lembro-me nos tempos de infância da amargura a que assistia na população do Alandroal quando as Pedreiras reclamavam uma vida, numa espécie de sacrifício pelo esventrar humano das suas riquezas.

Lembro-me também da sensação de impotência, como se fosse parte de um pacto que o trabalhador aceitasse: arriscar a sua vida a troco de um magro soldo, com o qual sustentava a família.

Há muito tempo não ouvia relatos de acidentes mortais.

Chegaram-me hoje.

Continua-se a morrer nas Pedreiras! No século XXI, quando todos falam de segurança no trabalho, continua-se a morrer de forma estúpida.

Hoje morreu um Homem que andou comigo na Escola do Alandroal.

Que descanse em paz.

Publicado por tata em 09:03 PM | Comentários (2)

Igreja da Misericordia

igreja_misericordia_net.JPG
foto luis tata

Publicado por tata em 08:50 PM | Comentários (0)

Momento de Poesia

Nas terras calmas eu sigo
Sempre a mando da vontade
Sentindo o que consigo
Do coração a saudade

A saudade de alcançar
De uma vida vivida
Por meu coração recordar
Essa terra nunca esquecida

Suas amizades conseguidas
Seus amores perdidos
Sempre de chegadas e partidas
Laços jamais esquecidos!

Suas muralhas queridas
Sua torre dignificada
Dando-nos as horas pedidas
As horas de vida edificada

És a Vila de Alandroal
De quem te tem na recordação
Não existe outra igual
Para quem te tem no coração!

Susana Bernardo

Publicado por tata em 08:44 PM | Comentários (0)

Quarta Etapa da Volta ao Alentejo em Bicicleta

Estremoz - Elvas 150,7 Km
29-05-2004

Hora prevista para a chegada à placa da Estrada
N255 para Elvas : 13.01.

Percurso pelo Alandroal:
Rua Dr. Manuel Viana Xavier Rodrigues
Centro da Vila Praça da Republica
Rua Dr. António José de Almeida
Escola Básica Integrada Diogo Lopes de Sequeira
Cruzamento para Vila Viçosa

Nunca será demais pedir a quem se deslocar a ver este evento que acate as
indicações dadas pelas autoridades destacadas para tal no que concerne à
segurança, para não termos de lamentar nenhum acidente, nem para os atletas nem para o público.

Claré

Publicado por tata em 08:41 PM | Comentários (0)

maio 27, 2004

Rock in Rio - EU VOU

O início do Rock in Rio é já amanhã.

Hoje recebi um telefonema durante a manhã do Xico Manel:

"Vi agora as t´shirts do Rock in Rio e a frase de promoção deles é igual à do nosso encontro de blogs!"

Pois é! Mas não nos importamos pelo plágio descarado.

O EU VOU do Alandroal foi criado pela Barra CROMOlógica e está fantástico:

almocoblogs_eu_vou_barra_cromologica.jpg

No dia 03 de Julho vamos todos ao Alandroal no maior encontro de blogs de que há memória (Um verdadeiro Congresso de blogs, tal como sugeri ao Paulo Querido há uns meses em Beja).

As inscrições terminam em 15 de Junho.

Inscreva-se JÁ.

Publicado por tata em 10:57 PM | Comentários (0)

PISCINAS

piscinas_net.JPG
foto luis tata

Deve estar para breve a inauguração das Piscinas do Alandroal.

Já estão totalmente prontas?

Quando vão ser inauguradas?

Será a sua dimensão adequada para o concelho do Alandroal?

Porque não têm relva?

O local, perto de Sª Pedro é seguro para se construir umas piscinas?
Ao que parece ali perto não se podia construir uma escola nova para as crianças do Alandroal que continuam a ter aulas em pavilhões degradados, como já anteriormente fizemos referência (parece que a situação se mantem).

As piscinas apenas servem os interesses eleitorais da Câmara?

São imprescindíveis para melhorar a qualidade de vida dos Alandroalenses?

Vão ter bar?

Quem vai explorar o bar?

Os nadadores-salvadores vão ter formação onde?

Já estão contratados?

Vai haver um concurso?

Quem vai inaugurar as piscinas?

Quem me responde?

Publicado por tata em 06:02 PM | Comentários (4)

Site do JSA

Já está nos favoritos do Alandro al desde há algum tempo.

O site oficial do JUVENTUDE SPORT ALANDROALENSE pode ser encontrado em http://jsalandroalense.no.sapo.pt/.

Está de parabéns a direcção pela iniciativa e a empresa informática que o desenvolveu pela excelente qualidade do projecto.

No site podemos revisitar o historial do nosso clube de coração, apreciar as galerias fotográficas e até pormos a nossa memória à prova num passatempo que consiste em reconhecer velhas glórias do Alandroalense, entre muitas outras secções.

Uma visita obrigatória ao site do clube que foi eleito pelos nossos visitantes como o melhor do Mundo, à frente de equipas como o Porto, Manchester United, Real Madrid e, imagine-se, mesmo o BENFICA.

Publicado por tata em 05:37 PM | Comentários (3)

maio 26, 2004

BOA-SORTE

champions_league.jpg
foto in site FCP

Publicado por tata em 06:49 PM | Comentários (1)

Vinhos Alentejanos

vinhos_alentejanos_net.JPG
foto luis tata

A campanha publicitária está por todo o lado.

"Os alentejanos são ricos, sofisticados, exuberantes.
Tanto os tintos, como os brancos."

Gostei!

Parabéns aos publicitários.

O Alandroal não tem um vinho, mas está rodeado pelos mais famosos vinhos alentejanos: Borba, Redondo e Reguengos.

Qual é o seu preferido?

Publicado por tata em 06:40 PM | Comentários (13)

O ALANDROAL E O EURO-2004

Para desespero de uns tantos (Velhos do Restelo), e alegria de muitos (Vistas Largas), quer para o bem ou para o mal, ele aí está. A passos largos aproxima-se o “acontecimento” que quer queiramos, quer não, nos pode tirar do marasmo em que há muito mergulhamos. Faça chuva ou faça sol, haja ataques terroristas ou não, com distúrbios de holligans, ou na melhor das convivências, com greves ou sem elas, dia 12 de Junho Portugal vai ser outro País. Uma vitória já cá canta: os Estádios estão prontos, e funcionais. Podem ser a nossa ruína, mas que já valorizaram o Património, ninguém pode contestar. O resto... quem vier atrás que feche a porta. Também houve vozes discordantes, quando se projectou a Expo, mas o certo é que agora todos lá gostam de se “pavonear”, e se não fossem os “Vistas largas” ainda agora seria mais uma zona degradada de Lisboa, não falando dos acontecimentos que nos projectaram à custa do “Pavilhão do Atlântico”. E o C.C.B., meu Deus o que por aí foi quando da construção, agora são muitos dos que condenaram a obra que a utilizam para a sua projecção; e os que criticavam uma nova via que liga o Alandroal a Estremoz sem necessidade de passar por Vila Viçosa e por Borba? A verdade é que bastam 13 minutos para se fazer o percurso, e sem necessidade de poluir localidades.
Mas vamos ao que nos levou a alinhavar este escrito: ÉVORA QUER SER O 11º ESTÁDIO – ficamos a saber que a Região de Turismo de Évora, lançou uma campanha publicitária junto dos adeptos de futebol, espanhóis, franceses e ingleses, no sentido de lhes proporcionar o acolhimento devido, quando da deslocação destes por altura do evento, apostando no facto de se encontrar na zona de atravessamento do país para os que se deslocam em excursão ou de automóvel.
Ora bem... a nossa Câmara está nessa campanha? O que pensa fazer para atrair quem nos visita? Que projectos tem para oferecer hospitalidade, principalmente aos “nuestros” vizinhos, nos dias em que a Espanha joga?
Temos a certeza que serão em grande número os que entram em Portugal via Caia, é mais que certo que muitos chegam de véspera, principalmente franceses e ingleses, não vão todos alojar-se em Elvas, Vila Viçosa, nem tão pouco tomar as suas refeições, dado se prever ser anormal o movimento. Sabendo os altos níveis que a gastronomia do Alandroal oferece e o acolhimento proporcionado pelo Turismo de Habitação, não seria agora uma boa altura para promover o que podemos oferecer?
Pela parte que nos toca, podem dispor deste espaço, promovendo o que de bom podem oferecer a todos os que optem pelo Alandroal.
A propósito: já tem o cachecol, a blusa, o boné e a bandeira de Portugal? Eu já tenho tudo e já estou pronto para a festa. Só espero que o RICARDO não dê frangos, o MIGUEL e o COUTO não os deixem pousar na área, o RUI COSTA e o PETIT alimentem o ataque, o FIGO e o SIMÃO lhes troquem os olhos o PAULETA e o NUNO GOMES lhe as enfiem lá para dentro.

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 06:28 PM | Comentários (3)

maio 25, 2004

PRAZO LIMITE PARA INSCRIÇÃO

O prazo limite para inscrição no I ENCONTRO DE BLOGS EXPO-GUADIANA, a realizar no Alandroal no dia 3 de Julho, termina no próximo dia 15 de Junho por razões logísticas.

Se ainda não se inscreveu faça-o rapidamente.

Envie um mail para ltata@sapo.pt com o seu nome, blog e telefone.

Lembro que o encontro se realiza no âmbito da EXPO-GUADIANA, um certame de grande dimensão que este ano contará com uma mostra de Tauromaquia.

O Alandroal irá estar em festa e receberá com alegria a comunidade blog.

Será realizado um almoço convívio seguido de um colóquio onde, com a participação entre outros de Paulo Querido, João Espinho e Pedro Fonseca serão discutidos os temas mais prementes no Universo dos blogs.

A sua participação é imprescindível.

O encontro conta com o apoio da CMA.

Vemo-nos no Alandroal em Julho ;)

EU VOU

Publicado por tata em 10:43 PM | Comentários (0)

maio 23, 2004

USAM-SE…. MAS POUCOS SABEM PORQUÊ!!!

Passam de geração para geração, vão-se dizendo, mas poucos sabem a origem e os motivos porque foram utilizadas. Refiro-me a certas frases amiúde utilizadas no vocabulário dos Alandroalenses. Aliás há frases que se utilizam em Portugal e poucos são os que sabem como e porque ficaram na memória do povo. É o caso da célebre frase que se utiliza quando se depara com algum acto de malvadez. Diz-se de quem o praticou: ”És pior que o Diogo Alves”. Pois toda a gente sabe que Diogo Alves foi grande salteador e assassino que tinha por hábito, depois de roubar as vítimas, atirá-las do Aqueduto das Águas Livres. Também se diz quando alguém é curioso e tenta ouvir as conversas dos outros: “És pior que o Escuta”. O Escuta foi um homem de nome Isidro, que no tempo das notas falsas do célebre Alves dos Reis, também se dedicou ao cambio das ditas cujas. Quando o caso foi descoberto não podia ver duas pessoas a conversar que não ficasse logo de ouvido atento, pois o medo de ser descoberto era muito.
Mas alguém me sabe dizer porque quando algo “é velho”, se utiliza a frase: “É do tempo da Maria Cachucha?” Afinal quem foi a Maria Cachucha? Porque ficou o seu nome ligado às velharias?

É mesmo por isso que hoje vou, para os que não sabem, dissertar sobre as origens de tês frases muito utilizadas pelos nossos conterrâneos:

NÃO HÁ NADA COMO A LUZ AO PATINHO DAS ESCADAS;
XIÇA PENICO, TU VAIS-TE EMBORA, MAS EU TAMBÉM CÁ NÃO FICO;
SENTA-TE CATITA QUE FAZ DE CONTA QUE JÁ O BEBESTE.


NÃO HÁ NADA COMO A LUZ AO PATINHO DAS ESCADAS:

No tempo em que no Alandroal ainda não havia luz eléctrica, ou mesmo havendo a mesma não chegava às casas de todos, morava num primeiro andar um individuo chamado ZÈ GATO, de profissão pedreiro, e que findo o dia de trabalho, gostava de lhe empinar os seus copitos, que frequentemente se prolongavam pela noite dentro atrasando o seu regresso a casa, que fazia já bem de noite, e com dificuldade ao subir as escadas. Por isso a esposa tinha por hábito deixar um candeeiro no pátio das escadas para o Mestre ZÉ GATO ver o caminho.
Quis o destino que uma noite em que já ia bem enfrascado o candeeiro se tivesse apagado, não restando outra alternativa que subir às escuras. A meio ou sobrou um degrau ou faltou, o certo é que nem o apelido de MESTRE ZÉ, evitou que se estatelasse escadas abaixo.
No dia seguinte, com o olho negro do trambolhão, e coxeando visivelmente, quando lhe perguntavam a que se devia tal… respondia: “NÃO HÁ NADA COMO A LUZ AO PATINHO DAS ESCADAS”.
A frase pegou de tal maneira que ainda hoje quando algo não corre de feição se utiliza!

E como já está a escurecer e antes que me espalhe, vamos deixar as outras para a próxima oportunidade….

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 11:44 AM | Comentários (0)

maio 22, 2004

Xupacabras

xupacabras_net.JPG
foto luis tata

Publicado por tata em 09:24 PM | Comentários (1)

ENTÃO NÃO QUEREM LÁ VER...

...QUE QUEM NOS VAI SALVAR SÃO OS UCRANIANOS E OS MOLDAVOS?

In Diário de Notícias:
“O Sector agrícola Alentejano poderá mudar a face nos próximos tempos, com a chegada de emigrantes de Leste à Região. Depois da crise estrutural em que este ramo de actividade mergulhou, contribuindo para o afastamento das populações das zonas rurais, a nova esperança para repovoar este terço do País reside sobretudo, nas gentes oriundas da Ucrânia e Moldávia”.

Vamos por partes:
1º) Pensava eu que seria o Alqueva que iria mudar a face ao sector agrícola do nosso Alentejo, não só pela abundância de água que passaremos a usufruir, como também pela introdução de novas culturas.
2º) É certo que o Alentejo mergulhou numa crise estrutural, e que muitos tiveram que rumar a outras paragens, para procurar nova vida, mas não ignoramos a razão porque tal se deu, condições atmosféricas, latifúndios, mau aproveitamento dos solos, uma reforma agrária mal concebida, e quando a Europa nos deu uma ajuda, todos sabemos que o dinheiro serviu para tudo menos para o que vinha destinado, mas daí considerar o Alentejo um deserto que está a precisar de repovoamento...Valha-nos Deus. Portugal já foi repovoado por D. Sancho.
Saiba o Estado proceder correctamente, criando condições, agora que já temos água, dividindo a terra por quem a quiser trabalhar, concedendo créditos e nunca subsídios para a implantação de culturas rentáveis, estabelecendo pagamentos justos aos que trabalham na agricultura, e fazendo o escoamento dos produtos, veremos se a resposta não será positiva.
3) Serão bem-vindos os que queiram fazer algo pelo Alentejo, sejam Ucranianos, Moldavos, Chineses ou Africanos, mas digam-me lá... vêem trabalhar por conta própria? Se vêem... quem lhes dá as terras? Que eu saiba “isto” ainda tem donos, e se há gente que lute pelas suas terras são os Alentejanos. Se o D.N. se refere a contratados... daí a contribuírem para o repovoamento... vai um largo passo. Ou será que já foram “explorados” nas zonas industriais, e agora os querem aproveitar por este Alentejo? Será que está em vista mais um chorudo negócio à custa da exploração dos pobres que não tiveram culpa da sorte lhes ter virado as costas? O Português foi especialista em enriquecer à custa do esforço dos outros. Mas nem todos... Olhem lá que eu dei 3 anos da minha vida a bater-me contra desgraçados, só para grandes “magnatas” usufruírem de vida regalada, e não estou para os netos passarem por aquilo que eu passei.
Vamos aproveitar todas as potencialidades deste Alentejo sem fim, mas com ordem, com cabeça, e que o bem seja propriedade de todos, sem necessidade de voltarmos aos tempos de antigamente.

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 09:12 PM | Comentários (2)

CORREIO

correio_net.jpg
foto luis tata

Publicado por tata em 12:57 PM | Comentários (1)

Moção da CMA

Recebemos da Câmara Municipal do Alandroal, via mail uma "Moção", aprovada por unanimidade na reunião deste Executivo Municipal realizada em 19.05.2004, relativamente à possível desclassificação da Estação dos CTT no
Alandroal.
Lembramos que este assunto foi pela primeira vez tratado no blog pelo Xico Manel há já algum tempo. Já nessa altura alertou para a possibilidade de encerramento ou desqualificação da actual estação dos Correios.
Um assunto a seguir com toda a atenção.

MOÇÃO

Tem sido longa a luta das populações do interior contra a desertificação, o isolamento e as dificuldades de acesso à cultura, à saúde e aos meios de comunicação, em igualdade de condições com as regiões mais desenvolvidas.
Com o 25 de Abril e com a adesão à Comunidade Europeia, foi possível dar alguns passos significativos na melhoria de alguns índices. Todavia e como se não bastasse a evolução negativa de alguns aspectos, como o emprego e a saúde, vemo-nos agora confrontados com a intenção de nos serem retirados ou diminuídos outros que há longos anos tínhamos por adquiridos.
É pois com natural preocupação, que temos vindo a acompanhar o evoluir da política de gestão da actual administração dos CTT no que concerne aos Postos e Estações de Correios.
Embora habituados a ser tratados como cidadãos apoucados nos seus direitos, era de todo impensável que nos fosse retirado aquilo a que há longos anos, era porventura uma das poucas instituições de que usufruíamos em igualdade de circunstâncias.
Mas, porque não nos resignamos a ser cidadãos de segunda, nunca aceitaremos que a coberto de um discurso de falsa modernidade e a pretexto de uma qualquer política economicista, sejamos privados dos mais elementares direitos enquanto cidadãos e contribuintes.
Perante a situação que nos é colocada e enquanto legítimos representantes da população, a Câmara Municipal de Alandroal decide:

1. Manifestar a sua total discordância com o encerramento da Estação de Correios de Alandroal ou a sua transformação em Posto de Correios, já que considera qualquer destas decisões altamente lesivas dos interesses da população deste Concelho,
2. O Serviço de Correios é na sua totalidade um serviço de interesse público e como tal um direito universal,
3. O encerramento da Estação de Correios ou a sua transformação em Posto de Correios, além de reduzir direitos dos cidadãos em geral, reduz também postos de trabalho, dificultando ainda mais a vida das populações do interior e em especial os trabalhadores dos CTT, aos quais expressa aqui a sua total solidariedade,
4. Esta Autarquia recusa também qualquer proposta de transferência ou responsabilidade na prestação dos serviços que são cometidos ao serviço público de correios. Entende ainda esta Autarquia alertar as Juntas de Freguesia do Concelho para os riscos inerentes à aceitação de Protocolos com os CTT, sobre esta matéria,
5. A Câmara Municipal de Alandroal, manifesta ainda a sua profunda preocupação pela política seguida pelo Governo, na medida em que estão a por em causa as melhorias conseguidas pela população, em especial em alguns dos mais elementares direitos dos cidadãos, como seja a Educação, a Saúde e o Emprego.

Dada a importância das decisões em causa, a Câmara Municipal de Alandroal deliberou dar conhecimento desta resolução às seguintes Entidades:
ANACOM; Adm. dos CTT; Presidente da República; Primeiro Ministro; ANMP; ANAFRE; Juntas de Freguesia do Concelho; Câmaras Municipais do Distrito de Évora; AMDE; Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações e Órgãos de Comunicação Social .

Publicado por tata em 12:52 PM | Comentários (5)

maio 21, 2004

ALANDROAL - Ecoponto

alandroal_lixo_reciclavel_net.JPG
foto luis tata

Publicado por tata em 09:54 PM | Comentários (2)

Cartas dos Leitores - Intervencões Humanitárias

"Caro amigo Xico Manel,

Tendo acedido ao blog, o qual considero uma mais valia, tomei conhecimento
de que os textos para publicação não abonam.
Ainda assim, gostaria de explicar que a minha escassa participação se deve
ao facto de que, aquando de um meu comentário sobre terrorismo,
o Luis pediu-me que os textos fossem relacionados com o Alandroal.
Atendendo a que o contacto mais frequente que mantenho com o Alandroal é
através do Blog, não descrutino forma de escrever nada pertinente.
No entanto, por considerar interessantes as matérias em que estou
envolvido, por de-formação profissional, permito-me enviar, em anexo, um
pequeno resumo dum trabalho por mim efectuado, no âmbito do Programa
Avançado de Segurança e Defesa, para o Instituto de Estudos Políticos da
Universidade Católica Portuguesa, deixando à vossa inteira consideração a
sua eventual publicação no blog.

Um abraço e que o Alandroal sempre conte comigo!"



INTERVENÇÕES HUMANITÁRIAS


Na sua "Paz Perpétua" (1795), Kant proíbe todos os Estados de travar guerras punitivas. Para o filósofo, uma punição só será justa se vier de uma autoridade superior, não de um igual.

A ONU, pela sua conjuntura, é a única instância capaz de legitimar as acções em que pretendemos agir com superioridade moral.

Neste contexto, os estados devem prosseguir vias de desarmamento, de relações internacionais pacíficas, de abstenção de uso desproporcionado da força, de prevenção de tensões e potenciais conflitos, de resolução pacífica de disputas no seu seio e na sua vizinhança, de cooperação no seu interesse mútuo.

Assim e face à hegemonia mundial do capitalismo, como sendo um fruto do processo de globalização, têm-se verificado intervenções humanitárias agressivas, marginalização ou manipulação da ONU, subversão da lei internacional, novas estratégias de guerra preventiva e acções concretas de guerra ao terrorismo.

Permito-me considerar que, à semelhança do tão repudiado fundamentalismo islâmico, a Declaração Universal dos Direitos Humanos está a ser usada, pelas potências hegemónicas ocidentais, como livro sagrado do seu fundamentalismo ideológico, numa base intransigente para com aqueles que concebam outra ideologia; correndo-se o risco de que o direito internacional fique escravizado ao atendimento personalizado dos interesses hegemónicos no processo de globalização.

Neste pressuposto, o futuro da ONU passará, na minha opinião, pela reformulação dos seus critérios de funcionamento, sendo que o ideal seria criar uma estrutura pluri-representativa do seu Conselho de Segurança, contrariamente à conjuntura actual, com capacidade decisória agilizada.

Só assim, na minha opinião, a utilização das intervenções humanitárias, quer na perspectiva preventiva ou activa, teria como base a satisfação das necessidades básicas da população mundial, face a calamidades, catástrofes naturais ou tecnológicas e violações em massa dos direitos do homem, em nome da paz mundial.

João Salgado

Publicado por tata em 09:35 PM | Comentários (1)

maio 20, 2004

Será verdade?

Transcrevo um mail que recebi nos últimos dias:

"Sou professor de ciências da comunicação nos EUA e estou em Portugal até
meados de Junho a fazer um projecto de investigação sobre comunicação comunitária em Portugal. Parece-me que neste momento os blogs regionais e locais são a forma de comunicação comunitária com mais expressão e significado no país e gostaria de poder entrevistá-los para entender melhor o modo de funcionamento e impacto do vosso blog. Agradeceria se me pudessem contactar a dizer se estariam dispostos a essa entrevista. Neste momento encontro-me sediado na Covilhã na
Universidade da Beira Interior, mas posso-me deslocar-me.
Desde já um abraço e obrigado"

Publicado por tata em 07:53 PM | Comentários (4)

SAL e MEL

marg_guerreiro_net.jpg

CD de Margarida Guerreiro com letras de Manuel Justino.
O Fado no seu expoente máximo.
Obrigatório!

Publicado por tata em 07:26 PM | Comentários (0)

HOMENAGEM A QUEM FOI UM BOM AMIGO

Quando há quinze anos cheguei a esta terra de “Montes Novos”, a primeira pessoa com quem tive o privilégio de confraternizar e me desejou boa sorte para o desempenho da nova missão que me tinha sido proposta foi o MANUEL JUSTINO. É certo que o nosso relacionamento já vinha de tempos atrás, quando o MANEL JUSTINO se prontificou gratuitamente, como era seu apanágio, a colaborar numa noite de fados nos Bombeiros do Alandroal. A partir daí o MANEL JUSTINO passou a ser um companheiro das noites fadistas, que se propagaram por esse Alentejo fora.
No dia 28 de Outubro de 2002 quis Deus chamá-lo para o Seu lado, quem sabe para que lá no Céu, continuasse a tocar, a cantar, a representar e a escrever os belos poemas que espontaneamente, num simples guardanapo de papel, em qualquer mesa de café, lhe acudiam à mente.
Num gesto de inteira justiça, quis o “Grupo dos Amigos de Montemor” editar e proceder no passado dia 17, ao lançamento do livro “POETA QUE PARTE…POEMAS QUE FICAM”, uma compilação de alguns dos milhares de textos que deixou espalhados por esses lugares fora.
Também eu quero aqui prestar homenagem a tão grande amigo, transcrevendo do referido livro alguns poemas que traduzem “ a alma do poeta, do filósofo, do amante da noite e da vida, das pessoas e da terra que o viu nascer” (retirado da nota introdutória).

I – NAS PALAVRAS DO POETA
Preciso urgentemente
De alguém
Que não me diga nada!

Que seja mouco,
Que seja mudo!
Que seja louco…

E que, apenas num gesto,
Me possa dizer tudo!

Tudo o que está por dizer!

Preciso urgentemente
Dum doido…

Que me possa compreender!!!

II – A ANGUSTIA DO AMANHECER
Há quem, com má intenção,
Critique tudo o que faço.
Mas para ser como eles são…
Antes quero ser palhaço!

-----
Não temas
Meu irmão…
As algemas
Da podridão!

Olha a traição
Daquele que jurou
Cumprir
E não o fez!

Olha o outro,
Que na repartição
Diz mal do governo
E da Nação
E apenas assina
O recibo
No fim do mês

Olha o suborno
Que alastra
E em tudo
Já se oculta!

Olha o descaramento
Dos que perdoam a multa,
A troco de dez por cento!!!

Olha, aquele, na Igreja,
De mãos postas…
E depois, cá fora,
Apunhala Cristo
Pelas costas!!!

E o outro,
Que possui prédios
E rendimentos…
E passa cartas de condução
A um conto e quinhentos!!!

O encarregado de compras,
Gatuno fino e audaz…
Roubando vinte por cento
Nas compras que faz!!!

E o imbecil,
Que tem alto lugar
E vénias no caminho,
Por ter no ministério
Os favores dum padrinho!!!

E antes de assinar
Toda esta podridão
Põe sempre por cima do nome:
A BEM DA NAÇÃO!!!

III – A MINHA CRUZ

Duas mil vezes
Já subiu ao Calvário,
Onde foi crucificado!
E outras tantas subiu
Às terras do Paraíso…
È caso para pensar:
Gosta de ser torturado
Ou nós não temos juízo?

Na verdade nua e crua…
O negócio continua!...

Não sentindo a oração,
Negociando os pecados
No modo mais imprevisto…
Nos amens da religião
Há grandes supermercados
Onde vendem Jesus Cristo!

Gente que finge que reza,
Que passa ao lado e despreza
Quem não tem pão nem telhado!
Que em Deus se julga em graça,
Sem ver no pobre que passa
Um Jesus crucificado!

Sem credos, sem oração,
Mas mostrando coração,
Nesse eu aposto e insisto…
Mesmo sem nada p´ra dar
Utiliza o verbo amar…
Esse sim! É Jesus Cristo!

IV – MONTEMOR NO HORIZONTE

Feira da Luz, sol ardente,
Montemor …um mar de gente,
É Domingo e há tourada!
Estão à cunha as galerias,
Pois há três ou quatro dias
Qu´a lotação está esgotada!

Como tela colorida,
As cortesias dão vida
E à velha praça mais brilho!
Casaca bordada a oiro
Deixa ´ma rosa no toiro
Mesmo ao centro do murrilho!!!


Saiu o quinto da tarde,
Um listão, fazendo alarde
De nobreza e de bravura...
E em lide firme e serena
Um Veiga deixa n´arena
A mais castiça pintura!!!

O “capinha” faz a brega
E um moço com galhardia
Salta a arena com ralé!
E arranca cá uma pega
Com tamanha valentia
Que põe a praça de pé!!!

Praça cheia...praça à cunha,
Montemor é testemunha
De tanta, tanta nobreza!
Montemor, c´roa de loiros
Onde a corrida de toiros
Ainda é mais portuguesa!!!

V – AOS MEUS AMORES

Oh! Meu Menino Jesus
Te peço com devoção
Que no peito do meu filho
Ponhas um bom coração

Oh! Meu Menino Jesus...
Indicai-lhe o bom caminho,
P´ra ser honesto e leal,
Apesar de pobrezinho!

Oh! Meu Menino Jesus
Mostrai-lh´a luz da verdade
Para que em seu coração
Haja amor paz e bondade!

Oh! Meu Menino Jesus...
Põe a minha vida inteira
No sapato pequenino,
Qu´ele puser à lareira!

O meu filho é pequenino.
Tanto ele me seduz,
Que sem ser o Deus Menino...
É pr´a mim o “Ai! Jesus!

DESCANSA EM PAZ MANUEL JUSTINO....

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 07:17 PM | Comentários (3)

maio 19, 2004

Conhece bem a sua terra?

verm_verde_net.jpg
foto luis tata

Qual é o nome da rua onde foi tirada esta foto?

Publicado por tata em 06:23 PM | Comentários (2)

Posto de Turismo de Alandroal

Exposição de Instrumentos Musicais
10 a 30 de Maio

Está a decorrer no Posto de Turismo de Alandroal uma exposição de Instrumentos Musicais. Trata-se de uma colecção particular, de Luís Fernando Calado, professor de Música, natural de Alandroal e actualmente a leccionar em Vila Boim.

Para além de tocar a solo, faz parte de dois grupos musicais: o Heresias, que concorreu ao Festival Super Bock Super Rock e a Orquestra 4ª SERIE.

Horário do Posto de Turismo:
Durante a Semana: Das 09.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30
Fins de Semana e Feriados: Das 10.00 às 12.30 e das 14.00 às 17.30

César, Helena, Marta e Sofia

Publicado por tata em 06:01 PM | Comentários (0)

ENTREVISTA COM O ACTUAL PRESIDENTE DA DIRECÇÃO DO J.S.A. MANUEL JOÃO RODRIGUES

jsa_pres_net.jpg

Eleito Presidente da Direcção do Juventude Sport Alandroalense na última
Assembleia-geral do Clube, cabe ao Manuel João Rodrigues a espinhosa missão
de levar a bom termo os destinos do J.S.A., na prossecução dos bons
resultados obtidos pela anterior Direcção, presidida pelo Joaquim Parreiras.
Quando o Campeonato da corrente época está prestes a atingir o fim, e
conseguidos que foram os objectivos propostos, (manutenção na Distrital de
Honra; e meias finais da Taça de Évora) não se mostra fácil o caminho a
percorrer.
Impunha-se portanto ouvir o Presidente eleito, para ficarmos a saber quais
os objectivos para o futuro, e os meios com que pode contar, assim como as
linhas traçadas para a próxima época.

O que te motivou para te candidatares a tão espinhosa missão?

A minha candidatura surgiu a partir do momento em que se conjugaram esforços
para a elaboração de uma lista candidata aos órgãos directivos do JSA, para
o biénio 2004/2006.
Porém, tal candidatura foi previamente estruturada e ponderada.
Primeiramente, porque as pessoas nas quais pensei para integrar a lista
aceitaram o convite que lhes foi endereçado (nas quais se incluía alguns dos
anteriores membros da Direcção cessante).
Secundariamente, porque os objectivos traçados pela minha candidatura foram
aprovados pela lista que elaborei, havendo desde logo, a perspectiva de
continuar um trabalho iniciado pela anterior Direcção.
Quanto à espinhosa missão, não concordo muito com a expressão, preferindo
utilizar a expressão "árdua missão".
Isto porque, com trabalho, dedicação e seriedade, acredito que as todas as
dificuldades serão vencidas e os objectivos propostos alcançados.

Estando a chegar ao fim a presente época, e embora sabendo que não és
responsável pelos resultados obtidos, achas que os resultados foram maus,
satisfatórios ou assim, assim?

Para uma equipa que tem dois anos de futebol distrital, e que alcançou este
ano a primeira divisão distrital só posso afirmar que os resultados são
bastante satisfatórios.

É possível fazer melhor?

Penso que sim. No entanto, temos de recordar que o plantel da época que
findou, foi bastante fustigado em termos de lesões graves e de difícil
recuperação, não tendo o treinador hipóteses de contar com a totalidade dos
elementos.
Vamos pensar que estas contrariedades acabaram e que para a época 2004/2005
tudo irá certamente melhorar.

Ao tomares posse, pelo certo traçaste objectivos. Podemos saber quais são?

Tendo em conta as limitações económicas e estruturais do JSA, acima de tudo,
proporcionar uma equipa de futebol competitiva e capaz de se manter na
Primeira Divisão Distrital, que dignifique o Alandroal, os sócios e
simpatizantes do JSA e todos aqueles que apreciam a modalidade.
Paralelamente, acreditar na juventude do nosso concelho, criando estruturas
que permitam a aposta no futebol jovem, nomeadamente, infantis, iniciados,
juvenis e juniores.
Posteriormente, dotar o JSA de instalações e estruturas capazes de
enriquecer o património desportivo do nosso concelho.


Vamos falar da próxima época. A Equipa vai ser reforçada? O Treinador vai-se
manter? Já há alguns contactos?

Como sabe, o segredo "é a alma do negócio". No entanto, posso adiantar que
já foram encetados alguns contactos para o reforço da equipa.
Acrescento ainda, que a equipa técnica constituída pelo mister Fernando
Borralho e adjunto Ernesto Jorge irá continuar em funções, uma vez que
estamos satisfeitos com o seu trabalho e dedicação, estando inclusivamente,
identificados com os objectivos traçados para a futura época.

Muitas vezes ouvimos da assistência aos jogos que o Alandroal possuía uma
equipa cara. Tem fundamento? Se consideramos como válidas as "bocas", e se
mesmo assim não passamos do oitavo, nono lugar, que perspectivas temos para uma melhor classificação futura?

O orçamento para a época que terminou fala por si. Penso que essas
considerações são infundadas e não passam de pura especulação.
Porém, gostaria de referir que essas "bocas", caso existissem, se tornassem
em apoio à equipa na próxima época. Para além disso, o JSA é de todos os
Alandroalenses e simpatizantes, devendo existir uma conjugação de apoio e
esforços para que o clube prossiga os seus objectivos e seja mais uma força
dinamizadora e representativa da nossa terra.
Convém não esquecer que apenas a união faz a força.....

Que verbas vão ser orçamentadas, para fazer face à próxima época?

Estamos ainda a elaborar o orçamento para a próxima época, mas não andará
longe das verbas cabimentadas para a época que findou.
No entanto, gostaria de enviar desde já os agradecimentos à Câmara Municipal
de Alandroal e à Junta de Freguesia de N.ª Sr.ª da Conceição, bem como a
todos os empresários da nossa região que dentro do possível nos têm apoiado,
e fazer votos de que para a próxima época possamos contar com todos eles.

E no que diz respeito ao futebol Juvenil. Quais os projectos?

Penso alicerçar estruturas para o futuro, capazes de consolidar o futebol
sénior no Alandroal.
Pretendemos continuar com o futebol jovem, nomeadamente, o escalão de
Infantis. Se possível tentaremos iniciar o escalão de Iniciados, e a médio
prazo chegar aos juvenis e juniores.

E já agora há perspectivas para o início da construção de uma sede?

Estamos a envidar esforços para que tal seja uma realidade. É nosso desejo a
criação de um espaço físico que permita aos sócios e simpatizantes do JSA um
maior conhecimento da vida do clube e que acima de tudo, sintam que o clube
também é deles. Para além disso é sempre um espaço que pode ser
rentabilizado e gerar receitas, bem como valorizar o património do clube.


Em entrevista aos órgãos directivos cessantes, soubemos que a autarquia
prestava algum apoio ao J.S.A. Por certo que esse apoio se vai manter.
Diz-nos: é suficiente? Já agora , há hipóteses de passarmos a ver o futebol
sentados? Terá a Câmara algum projecto para tornar o Campo mais funcional?
Pretende esta Direcção pressionar os Órgãos Camarários para obras?

Como é obvio qualquer Associação Desportiva do concelho tem o apoio da Autarquia. Estando no plano desportivo da Autarquia a construção de um novo
complexo desportivo não se justifica um grande investimento no "velhinho"
campo municipal, onde mesmo assim nos últimos dois anos houve alguns
melhoramentos significativos.

Como achas que a população do Alandroal vê o Futebol?

Atendendo que existe futebol sénior apenas há dois anos, posso considerar
que a aderência tem sido bastante favorável. No entanto gostaria de dizer
que o JSA é um clube recente, que procura consolidar-se no futebol distrital
e que acima de tudo precisa da união e esforço de todos os Alandroalenses.

Como habitualmente, deixamos à consideração do entrevistado, todo o espaço
que ache necessário, para que possa explanar todas as ideias que julgue
convenientes, assim como qualquer apelo que queira transmitir. Pela nossa
parte os desejos sinceros que tenha sucesso na sua missão, e que a sorte,
sempre necessária no futebol o acompanhe.

Gostaria de referir que o clube já dispõe de uma página oficial na internet,
cujo endereço é www.jsalandroalense.no.sapo.pt onde todos poderão aceder e
estar a par da vida e dia-a-dia do clube.
Agradecer ao blog alandroal a sua disponibilidade para esta entrevista.
Por fim, apelar ao apoio de todos os Alandroalenses, sócios e simpatizantes
do JSA para a próxima época desportiva e lembrar que estamos receptivos a
novas propostas para sócio (Campanha 300 Sócios), novos apoios
publicitários e patrocinadores, novas ideias e novas propostas para o
futuro.
Viva o JSA!!!!!

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 05:48 PM | Comentários (2)

maio 16, 2004

ENCONTRO DE BLOGS

O Encontro de Blogs no Alandro al continua a ser preparado em colaboração com a CMA.

Muitos foram os blogues que fizeram referência no seu espaço ao encontro que vamos organizar no dia 3 de Julho, integrado no programa da EXPO-GUADIANA que se realiza de 2 a 10 de Julho.

Até ao momento inscreveram-se 15 Blogues:

ALBARDEIRO
AO SUL
CONTRA FACTOS & ARGUMENTOS
DES-ENCANTOS
DIGITALIS
EGO
ENE COISAS
ESCRITA IBÉRICA
IDEIAS SOLTAS
MULHERES
NOTÍCIASALENTEJO
O VENTO LÁ FORA
PLANÍCIE HERÓICA
PRAÇA DA REPÚBLICA EM BEJA

Está à espera do quê para se inscrever no encontro?

Envie mail para ltata@sapo.pt com o nome, blog e telefone.

Publicado por tata em 11:02 AM | Comentários (0)

MUNICIPIO DE ALANDROAL ORGANIZA PASSEIOS PEDESTRES

A autarquia do Alandroal, através da Divisão Sócio Cultural e Desportiva, vai organizar no próximo dia 23 um passeio pedestre. Esta iniciativa tem como objectivo incentivar todos os munícipes a praticar exercício físico de uma forma muito simples e agradável. Para este passeio, será utilizado um percurso localizado junto à Ribeira do Lucefecit , que para além de dar aos participantes a oportunidade de fazerem exercício físico, lhes possibilita também a observação de toda a beleza natural (fauna, flora, património, etc) daquela zona.
Para o próximo mês está previsto outro passeio junto a outra Ribeira deste concelho.
Todos os que quiserem participar neste primeiro passeio, a concentração será feita na Praça da República em Alandroal, pelas 09:30 horas.

passeio.jpg
texto e foto por Palancas

Publicado por tata em 10:36 AM | TrackBack

Cartas dos leitores

É do conhecimento, porque já mencionei no Blog, que não resido no Alandroal, mas que sou uma apaixonada pela terra, pois a minha família é do concelho dos três castelos e posso dizer com orgulho que tenho família em todas as vilas e aldeias do Distrito de Évora e estou por ai sempre que posso…
Tal qual o meus filhos onde, numa das suas brincadeiras, entre a liberdade e o ar puro que os faz crescer sãos, a mais velha, a Rita de 8 anos, caiu da bicicleta…
Uma queda brutal, onde o alcatrão lhe queimou a face do lado esquerdo por completo. Não houve testemunhas, o alarme foi dado pelo irmão quando do quintal da casa não viu a irmã levantar-se, depois da queda…
Quando a avó deu conta e chegou ao pé dela estava ainda inconsciente.
Foi levada para o Hospital do Alandroal, onde tenho a dar os parabéns porque foram esmerados, desde o Médico de serviço, até aos enfermeiros, não só pela preocupação como pela competência imediata para a situação… com tais ferimentos e queimaduras, foi indicada a transferência para a urgência do Hospital de Évora, pelo que os meus pais foram forçados a chamar uma ambulância.
Certo é que assim foi requisitada uma ambulância, onde a pessoa de alguma idade chegou com um ajudante e assim que se deparou com o serviço, por talvez ser tão experiente no assunto e auto-suficiente, resolveu dispensá-lo. Assim, ainda antes de seguirem para o hospital de Évora, passaram pelo Quartel dos Bombeiros para lá deixar o ajudante, contrariado com tal decisão.
O meu espanto é quando a minha mãe me diz que levaram 2h para chegar ao hospital, e que assim que lá chegaram não foi fazer a ficha do doente, abonando em seu favor que não seria obrigação dele, incrédula com tal situação onde quase não conseguia manter o seu raciocínio lógico a funcionar a 100%, naquela situação de não deixar a neta de 8 anos, que estava em estado de choque, (ainda não se lembrando do que se passava e sem saber o que estaria a passar), com o sangue a tapar-lhe a vista esquerda e toda escoriada e queimada, ainda manteve a postura e sangue frio para conseguir acalmar a neta que chorava então perante a resignação do Bombeiro de não ir fazer a ficha…
È de lastimar que seja o próprio maqueiro do hospital que se disponibilize para o fazer, e pedir à Avó que acompanhe a neta…
Quando a minha mãe finalmente se dirige para o bloco de urgências, para junto da neta, o bombeiro atravessa-se lhe à frente para lhe pedir a morada, para lhe mandar a conta… pois pode calcular que ouviu o que não queria… desculpando-se de que estava sozinho e não poderia deixar a ambulância…
Então pergunto eu, porque dispensaria a presença do tal ajudante nessa noite?
E porque foi procurado por mim, depois de meia hora de tudo isto se ter passado (pois eu assim que soube do sucedido, corri para Évora), e já não havia ambulância nenhuma?
È este o serviço condigno dos Bombeiros, levar, largar, abandonar?
Há um mês que ando cá e lá, entre consultas de dermatologia e cirurgia no Hospital de Évora e devo dizer que tive sorte com toda a equipa hospitalar, tanto em Évora, como no Alandroal.
Ontem mesmo, recebi uma das melhores notícias: o Cirurgião retirou a hipótese de cirurgia à sua face, não poderá apanhar raios de sol durante 6 meses, mas o que é isso para a mazelas que poderiam ficar, ainda temos a parte do olho, que será a partir de agora seguida pela oftalmologia e se Deus quiser também nessa situação tudo correrá bem!
Assim, a essa pessoa dos Bombeiros do Alandroal, que sei que é um efectivo, muito deixa a desejar, pelo lugar que ocupa, pelo que pode demonstrar pelo resto da equipa que eventualmente em nada se compara.

Queria apenas que fosse possível sensibilizar quem de direito para que fosse possível evitar outras situações como esta.

Abraços!

Susana Bernardo

Publicado por tata em 10:31 AM | Comentários (11)

ALDRABAR

surpresa_net.jpg
foto luis tata

Quem está a entrar no ALDRABAR?

Publicado por tata em 10:01 AM | Comentários (2)

INAUGURAÇÃO DO ALDRABAR

Aldrabarfinal.jpg
Inauguração do ALDRABAR

Sábado, 15 de Maio de 2004 às 22h

Largo do Matadouro, nº 22

Alandroal

Estão todos convidados.

Nota: Ao que parece já vamos tarde. BOA SORTE para o GILBERTO.

Publicado por tata em 09:56 AM | Comentários (2)

FUTUROLOGIA

Hoje, 12 de Maio 04, ao fazer a habitual ronda bloguística, fiquei surpreendido pela quantidade de blogs que dão espaço a uma hipotética notícia que dá conta da morte dos blogs. Muitos foram os que fizeram eco de uma notícia do Expresso On-line que dava conta da sugestão da ANACOM, pela voz de Pedro Amorim, que havia que tomar medidas para silenciar estas vozes, que muitas vezes só servem para difamar.Como me habituei a ser silenciado, dado que sou da geração do antes 25, até me convenci que “pronto lá se vai mais uma coisa válida”, mais a mais que já passei por situação semelhante quando da implantação das rádios locais, e estas já depois do 25. Pensando melhor até cheguei à conclusão que talvez fosse preciso estabelecer algumas regras, pois a “bagunça “ vai sendo de tal ordem que qualquer dia passamos da liberdade para a libertinagem. E até fiquei mais descansado.
Como sempre atento, o Espinho, na PRAÇA DA RÈPUBLICA, prestou-me os esclarecimentos necessários, e se bem percebi foi mais uma investida da comunicação social, esta sim a precisar de ser revista, que deturpou a meu ver, as considerações de Pedro Amorim, sabe Deus com que intenção.
Então, Senhores do Expresso, não lhes basta já mimarem-nos com reportagens como a que culpavam Alqueva pela instabilidade atmosférica no Alentejo, sem sequer visitarem as áreas de influência da barragem, senão agora quererem acabar com um espaço onde todos podemos opinar?

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 09:53 AM | Comentários (1)

De Volta

Após uma curta pausa por motivos profissionais estamos de volta.

Publicado por tata em 09:52 AM | TrackBack

maio 11, 2004

Vandalismo

lena_net.JPG
foto luis tata

Julgava eu que no Alandroal as portas ainda se podiam deixar no trinco!

Publicado por tata em 09:02 PM | Comentários (2)

NOITES DE BATOTA

Ainda hoje quando me é dado ver um filme, normalmente dos anos cinquenta, em que se recria a famosa cena do atirar tortas à cara das personagens, cenas sempre hilariantes, não posso deixar de sorrir por ter presenciado cena semelhante na extinta Sociedade Artística.
Como todos devem saber a S.A.R.A.. foi famosa não só pelos bailes que ali se realizavam, pelos serões culturais, como pelo espaço de convívio à noite onde se reunia grande parte da população do Alandroal, mas sobretudo pelas grandes noites de batota que ali tinham lugar. Desde o póquer, passando pela loba, o abafado, a copa e principalmente a lerpa faziam-se noites de grandes jogatinas, onde muitas vezes se entrava com os bolsos bem recheados e se saía sem vintém. Foi assim que um dia o já falecido J. Seabra, no intuito de poder candidatar-se a uma avultada lerpa, e estando já depenado apostou um bácoro e perdeu, e qual não é o espanto dos jogadores quando passado meia hora o vêem vir de bácoro às costas pagar a dívida.

Pois numa noite de lerpa, o amigo BABINHAS, guarda-fiscal de Juromenha, foi-os depenando a todos, de modo a que lá para as três da manhã só havia quatro resistentes, sendo um deles o amigo GRILO, sim aquele que estão a pensar e que depois de Carteiro montou café. Mas lá para as quatro o BABINHAS cumpriu o que estava escrito, e também os deixou sem cheta.
Só que entretanto se armou medonha trovoada que além de composta de trovões e relâmpagos, também trouxe valente chuvada, o que impedia o BABINHAS de se deslocar na sua motorizada para Juromenha. Não teve outro remédio para não se ir embora, do que convidar os resistentes para uma bebida e um petisco, que dizia ele fazia gosto em pagar já que tinha ganho.

Era contínuo da Sociedade o MESTRE ZÉ LUÍS, pessoa de enorme afabilidade, muito calmo… nunca o vi zangado, e com uma paciência de bradar aos céus. Era tão grande de paciência como pequeno de estatura.
Petisco para a bebida àquela hora já não havia… só se fossem umas bolachas Maria. Pediu-se umas bolachas, uma cerveja, mais para cravar o ganhador do que apetecesse tal mistela àquela hora. Mas o GRILO não quis cerveja e pediu um bagaço. Quando o MESTRE ZÉ LUIS lhe aviou o bagaço, no copo adequado… que não… um dos grandes que ele tem que pagar bem ter limpado todos…. E mais um …e mais um. Com tanto bagaço a boca foi secando e as bolachas não iam para baixo. Deu-lhe então para implicar com o pobre do MESTRE ZÉ LUIS, e não contente em discutir as suas opiniões ainda as dava mesmo ao pé da cara do pobre homem.
Com a boca seca e cheia de bolachas os gafanhotos saíam aos milhares para a cara do impávido e sereno MESTRE ZÉ LUIS que a pouco e pouco foi ficando de tal maneira que já só se lhe viam dois pontos a brilhar: os olhos.
Que noites bem passadas, agora que são recordadas… mas na altura!!!!

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 08:58 PM | Comentários (0)

maio 10, 2004

Cruz

cruz_alandroal_net.JPG
foto luis tata

Publicado por tata em 10:15 PM | Comentários (1)

AINDA A PROPÓSITO DA FEIRA DE S. BENTO

Quando há uns tempos atrás se divulgou neste espaço a realização da secular Feira de S. Bento e se argumentou sobre a nova localização da mesma, no espaço dedicado aos comentários eu opinei... ”A verdade, é que a Feira de S. Bento, não sei porquê, nunca foi uma grande feira. Antigamente era voz corrente dizer que uma feira em Borba, e a proximidade dos Prazeres não deixavam brilhar S. Bento... Com a expansão dos mercados... este género de negócios tende a desaparecer. Estou de acordo que se comemore S. Bento no seu lugar... mas COM OUTROS EVENTOS, que não uma feira com duas barracas e uma pista de automóveis. Porque não a recriação de UMA FEIRA MEDIEVAL? UM TORNEIO DA MESMA ÉPOCA? UNS JOGOS SEM FRONTEIRAS?”
Certo é que, segundo a voz do Povo, nem mesmo a mudança da Feira para sítio com melhores infra estruturas e nem sequer a corrida de touros com cartel de luxo evitaram que a mesma fosse um fracasso. E não me venham com a desculpa que o tempo não ajudou...
As feiras, nos moldes em que estão delineadas, estão condenadas ao desaparecimento. Para quê uma feira, se em qualquer loja dos trezentos se adquirem os produtos que justificavam as mesmas? Não falando já da invasão chinesa!!!
Vem isto a propósito de um programa que me chegou hoje às mãos e que dá conta da realização de uma Feira MEDIEVAL, que se vai realizar aqui em Montemor, tendo por cenário o Castelo e programada para os dias 14, 15 e 16 do corrente mês de Maio, e organizada pela Câmara Municipal e Companhia Viv´arte. Vamos ter animações permanentes na área das artes circenses, da dança, da música e do teatro. Iremos apreciar bons pitéus confeccionados à maneira antiga, com almoços e ceias nas tavernas com animação permanente, ”bailias” e outras folias, artes circenses, jogos tradicionais, mendigos e suas mazelas, arruaças e um cortejo pelas ruas, com figurantes trajados a rigor encenando um passeio real.
Não só amadores vão estar empenhados para a concretização de tal evento. Grupos profissionais, alguns oriundos de Espanha, experts nestas andanças, estarão presentes: In Taverna, os Galandum Galandaina e os Cuernos de Cabra, irão animar a função.
Não é minha intenção de forma alguma desvalorizar a Feira de S. Bento na sua essência, mas apenas deixar uma sugestão aos responsáveis, pela elaboração da mesma de algo que se poderia fazer para a sua valorização. Pensem nisso...e já agora dêem uma saltada até aqui para ver se gostam e estabelecer contactos. Com tempo é que estas coisas se programam.

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 10:04 PM | Comentários (1)

Alandroal

DSC00429_net.JPG
foto luis tata

Publicado por tata em 09:58 PM | TrackBack

JORNAL DA BOA NOVA (EDIÇÃO DE MAIO 2004)

Temas em destaque na edição referente ao mês de Maio

A GRANDE CONFUSÃO

Jerónimo Major, tece considerações sobre o 25 de Abril, o significado da palavra ditadura, suas implicações no conceito liberdade de expressão e o poder político ao povo, exemplificando com uma pergunta de um concurso televisivo como ainda nos tempos que correm o povo português está longe de entender o conceito do estado democrático.

MAIS UMA SANTA PARA PORTUGAL

A propósito da beatificação da “SANTA DE BALASAR” é traçada a biografia de Alexandrina Maria da Costa, assim como os actos que levaram à sua beatificação.

LUTA CONTRA A EXCLUSÃO RELIGIOSA

Somos postos ao corrente da criação de um grupo de trabalho, criado pela Ministra da Justiça, para elaboração de um trabalho para que a mesma contribua com estudos, pareceres e propostas em matérias relacionadas com a aplicação da Lei da Liberdade Religiosa..

A FESTA DOS PRAZERES

Pela pena de Elias M. Mira e Jerónimo Major, é feito o relato no que concerne às cerimónias religiosas do que foi a Festa da Senhora da Boa Nova, em Terena.

DESPORTO

António Jeremias ilustra e dá a conhecer os vencedores da II Corrida dos Castelos.

IRMÃ FRANCISCA... ATÉ BREVE

Entrevista a esta Irmã que esteve sedeada no Lar de Idosos e que agora foi chamada a prestar a sua colaboração noutros lugares.

Saudações Marroquinas
Xico Manel

Publicado por tata em 09:52 PM | Comentários (0)

ENCONTRO DE BLOGS

encontro_blogs.jpg

Vai ser no Alandroal, no dia 3 de Julho.

Inscreva-se já!!

Publicado por tata em 08:38 PM | Comentários (0)