junho 28, 2005

Maçonaria e silêncio de imprensa

A ler este artigo do Vital Moreira, e reparar no quão silencioso tem sido a abordagem a este assunto.

Pelos vistos é importante saber a que grupo económico se pertence, onde se trabalhou, mas não é de todo interessante saber que se faz parte da Maçonaria portuguesa (ou outro tipo de associações similares).

Curioso ver que NENHUMA imprensa pegou nisto, nem na frase que "todos os Presidentes da Assemblei foram maçons"

Publicado por cparis em 12:15 PM | Comentários (3)

junho 24, 2005

A derrota do PS em Lisboa

Está a ganhar forma a derrota do PS em Lisboa. Marques Mendes já tinha previsto que tal viesse a acontecer e para impedir a criação do "fenómeno Santana Lopes", optou por uma figura apagada, mas incapaz de Lhe vir a fazer sombra ou de Lhe levantar quaisquer tipo de problemas.

Carrilho demorou a perceber. E agora que já percebeu que está rodeado de gente incapaz e/ou pouco preocupada com a sua vitória, resolveu distanciar-se. Estará à procura de algum motivo que possa explicar como um partido que em Fevereiro teve mais 60 mil votos que o PSD vai perder as eleições para este.

É que os ataques de Sócrates aos interesses instalados, ou seja, aos funcionários públicos foram devastadores. E se tais ataques o fizeram ganhar alguns apoios nas ditas classes conservadoras, essas continuarão a votar PP ou PSD, pois sabem que esse pode ser o sentimento de Sócrates, mas não o será do PS e de Carrilho.

É a função pública que está a ser atacada e essa votou PS em Fevereiro. E Lisboa, quer se queira quer não, é a capital dos funcionários públicos. E não votando no PS, irão votar principalmente no PSD e na CDU. A mesma CDU com que Carrilho não quis fazer coligação.

Publicado por cparis em 04:55 PM | Comentários (1)

Educação

Ouvi com alguma atenção e agrado parte do debate sobre a Educação.
O principal motivo do meu agrado, foi ver que se debatia Educação (normalmente debate-se salários/privilégios dos professores o que não é bem a mesma coisa). Do debate a minha opinião é a seguinte:

O PS calculou mal algumas das medidas prometidas, tendo agora chegado à conclusão que não são exequiveis. Coisas como horário alargado das escolas e inglês no primeiro ciclo, só vão começar em 50% (ou 25%?) das escolas, quando ainda não há muito tempo, era em todas as escolas.
Sendo realista, passe a mentira eleitoral, só espero que avancem já a 50% e que para o ano se consiga então os 100%.

O discurso sobre as escolas privadas mudou um bocadinho. Já se aceitam e já se percebe que não vale a pena atacar as escolas privadas, há é que melhorar a escola pública.
Creio não ser preciso nenhum génio para perceber que com boas escolas públicas, as privadas seriam muito menos.

E melhorar em que aspecto? É facil: perguntem a um pai que tenha um filho numa escola privada, os motivos e ele dirá:

1. Horário alargado (não só até às 17:30 como se vai fazer agora), adequado às necessidades dos pais e não dos professores.
2. Estabilidade do corpo docente.
3. Autoridade dos professores. Segurança da escola.
4. Rigor na educação e método.
5. Maior garantia de que não há greves, ou dias sem aulas.
6. Disponibilidade integral dos professores para falarem com os pais, em qualquer dia.

Como se pode ver os motivos são vários e alguns deles (2 e 3) até são velhas reivindicações dos professores do ensino público. Só que as escolas das grandes cidades não fornecem estas 6 características, pelo que prefiro a escola privada. Era bom que esta não fosse precisa.

Publicado por cparis em 03:51 PM | Comentários (5)

junho 22, 2005

Presidente de quem?

Descubro que este país fica chocado quando um Presidente de um Governo Regional chama "bastardos" a jornalistas, mas que acha normal que o Presidente da República chama aldrabões a bancos.

Eu como não conheço as mães de todos os jornalistas, não sei se Alberto João Jardim tem ou não razão, mas sei que há organismos que deviam impedir que os Bancos praticassem embustes, sei também que era função do Governo, não a de impedir que os jornalistas sejam bastardos, mas sim o de impedir que os bancos pratiquem embustes, e sei também que se não é crime o acto de criar um bastardo, é crime o de praticar um embuste.

Assim andamos nós: chocados com os costumes, impávidos com a ilegalidade e a fraude. Ainda querem que eu pague impostos? Só se não puder mesmo fugir.

Espanã me encanta.... A Madrid ver Pedrito.....

Publicado por cparis em 07:27 PM | Comentários (0)

Carrilho

Site a visitar: http://galeriadoshorrores.blogspot.com/ (descoberto via Bitaites)

Publicado por cparis em 02:56 PM | Comentários (0)

junho 21, 2005

Ascenso Simões

Conheci o nome de Ascenso Simões via Bloguítica que o indicou numa fase em que era quase segredo a constituição deste Governo PS. Parece que o homem era um caso sério de político com ambição.

Foi com espanto que vi isto:
ASCENSO SIMÕES MANDOU RETIRAR DAS BANCAS EDIÇÃO DE JORNAL REGIONAL DE VILA REAL

E um silêncio ensurdecedor em Lisboa. Parece que este homem já tem a vida feita.... Se não for demitido é a prova que os padrinhos são importantes. E ainda criticam Alberto João Jardim.... enfim.....

Publicado por cparis em 03:03 PM | Comentários (1)

junho 20, 2005

Greve dos professores

Sou contra a greve aos exames marcada pelos professores.
Logo sou a favor das medidas deste Governo, que se não forem legais, deviam se-lo.

Fico é tremendamente espantado de ver o PS a tomá-las... Porque sei que se fosse o PSD, Jorge Coelho estaria todos os dias na rua a falar no direito à greve. Contudo não percebo onde anda Jerónimo de Sousa.... Ainda está a velar Cunhal?

Publicado por cparis em 11:54 AM | Comentários (3)

Nervosismo de Pina Moura

Isto não faz sentido nenhum..... Ou faz?

Pina Moura diz que o PS pode perder eleições de 2009

O ex-ministro das Finanças, Pina Moura defendeu, ontem, nas jornadas parlamentares do PS, que o Governo não deve recuar nos "ajustamentos" que anunciou e que os socialistas têm de estar preparados para perder as próximas eleições. O ex-membro do Governo liderado por António Guterres advogou igualmente que é preciso uma resposta firme à contestação social na rua. Seguindo-se em frente, sem cedências nem recuos. Isto, em alusão à ameaça de greve geral, anteontem admitida por um dirigente sindical.

Publicado por cparis em 11:50 AM | Comentários (0)

junho 17, 2005

Cunhal

Recebi um mail de alguém que irritado me questionava porque não tinha dito nada sobre a morte de Cunhal.
Ora, não posso dizer nada sobre Cunhal, porque nunca o apreciei em vida. Álvaro Cunhal, para mim, é um dos principais responsáveis do atraso do País. Claro que admiro a sua coerência, mas na minha terra, diz-se que os burros são muito coerentes nas suas teimosias. O melhor para mim, eram as sucessivas derrotas que Cunhal ia acumulando ao longo da vida...
Por isso, se alguma coisa tivesse para dizer, seria qualquer coisa do género: Deus Lhe perdoe os seus pecados. Percebes, João?

Publicado por cparis em 10:27 PM | Comentários (1)

Os trabalhadores ensinam

Segundo o Público,

"A maioria dos trabalhadores da fábrica de Azambuja da GM Portugal (antiga Opel) pronunciou-se, segunda-feira, em referendo interno, a favor da última proposta de aumentos salariais apresentada pelo conselho de gerência, em detrimento da reivindicada pelos sindicatos."

Regista-se com agrado, o carácter da CT que não teve medo de ir a votos e a lucidez dos trabalhadores que mostraram estar conscientes das repercussões que a intransigência da CT poderia levar.

Não sei porque é que este caso foi único, ou seja, porque é que não há mais destes referendos internos antes de se partir para greves.

Publicado por cparis em 10:19 PM | Comentários (0)

junho 15, 2005

ESTRATÉGIA

é o que falta ao País....

A todos aqueles que defendem o nosso sistema semi-parlamentar onde um Presidente pode dissolver um parlamento apenas porque Lhe vieram as lágrimas aos olhos, eu digo, que raio de estratégia se pode ter com mandatos que nunca se sabe quando acabam?

Um Presidente de Câmara tem 4 anos para definir algo, e um Governo ?

Por exemplo, o sector que se está a atacar mais é a Saúde, mas Portugal até é um dos países que menos gasta com saúde.... E o nosso maior problema de saúde é apenas um: CORPORATIVISMO.

Ao se limitarem as entradas na Faculdade, garante-se que todos os médicos tenham clientes sejam eles bons ou maus. Apenas se sabe, que em tempos, foram bons alunos no secundário.... Antes de serem médicos.

Onde está a estratégia para a Saúde? Um plano para os próximos 20 anos? A Fundação Champalimaud tem 500 milhões de euros para desenvolver um plano. Tem uma Presidente que sabe que vai ficar para a semana, conselho de curadores que recolhe diversas sensibilidades... Vão obviamente começar por definir uma estratégia para a Fundação, e estarão lá para avaliar dos resultados.

Publicado por cparis em 11:18 AM | Comentários (0)

junho 14, 2005

Arrastão

Espero que o arrastão de Carcavelos demonstre a imprtância de ter um SIS a funcionar. Um acto daqueles é fácil de ser detectado no nosso país, assim haja um Sistema de Informações minimamente actuante.

Nem que seja só a lerem blogues como este: http://www.irmandadenegra.blogspot.com/

Publicado por cparis em 01:24 PM | Comentários (0)

junho 13, 2005

Dia de chuva

Acordei com um dia tristonho. A chuva caía, o ceu cinzento.

Depois vim a saber que era Deus que chorava de emoção ao ver junto a si Eugénio de Andrade...

Publicado por cparis em 11:30 AM | Comentários (0)

junho 08, 2005

Fogos florestais

Foi este Governo que antecipou a "época de fogos" florestais. Foi a este minitro que se viu nas televisões indicando isso mesmo.

O facto é que não esperava que os fogos aparecessem, e que estava à espera apenas de dizer que tinha feito tudo. Mas não fez.

Os concursos dos meios aereos estavam de acordo com a data prevista para o início da "época de fogos"... O Governo anterior será culpado de ter decidido uma data tardia para os mesmos.

O actual é seguramente culpado de ter antecipado a época sem ter acautelado que o País estaria preparado para a mesma. Ou seja, por outras palavras, este Governo, governou para a televisão e esqueceu-se que o país estava na mesma.

Publicado por cparis em 10:42 AM | Comentários (0)

junho 05, 2005

Bandeira desfraldada


Cravo & Ferradura, DN, 2004

Imagem retirada de um blog recentemente descoberto e que muito recomendo:

bandeiraaovento

A visitar regularmente....

Publicado por cparis em 06:00 PM | Comentários (0)

Sindicatos? Ou quintas particulares?

Numa altura de perfeita caça às bruxas, sabe-se finalmente que mil professores são pagos pelo Estado, não para darem aulas, mas para trabalharem... nos sindicatos...

Ou seja, eu não só tenho de pagar para ter professores que não escolho nem ninguém avalia, a ensinar os meus filhos como ainda tenho de pagar para eles estarem nos sindicatos a fazer coisa nenhuma.

E estes não são mais do que feudos, em que se perpetuam no poder aqueles que o criaram..

O SPRC foi a passada semana a votos. Lista única do inenarrável Mário Nogueira. Adivinhem quem ganhou.

Publicado por cparis em 04:08 PM | Comentários (2)

junho 01, 2005

Mais um não

É a vez dos holandeses votarem e espera-se mais um NÃO.

Creio sinceramente que têm sido os próprios políticos os responsáveis por estes votos. Quem vota NÃO, muitas vezes não está a votar contra a Constituição Europeia está a protestar contra o facto de terem sido decididas coisas importantes sem terem perguntado ao Povo.... E agora que perguntam levam com o NÃO em cima.

Por exemplo, quantos cidadãos europeus concordam com o último alargamento? Ou com o alargamento à Turquia? Eu NÃO, por exemplo.... E como ninguém me perguntou nada, acho que já decidi o meu voto no nosso referendo.... Já vai em NÃ.... Creio que daqui a 4 meses estarei convictamente NÃO.

Publicado por cparis em 04:16 PM | Comentários (2)