abril 29, 2005

O futuro do PS (e de Guterres)

Guterres arriscou muito com a candidatura ao cargo da ONU. Arriscou, porque o resultado Lhe pode ser desfavorável, e porque não parece linear que vindo "derrotado" se possa abalançar para a Presidência da República.

Aliás, isto tudo me faz confusão.... O PS está a hipotecar rapidamente (parece-me a mim, mas posso estar enganado), uma oportunidade única de fazer história - ficar por 4 anos com um Presidente, uma maioria e as principais cidades do país.

Guterres arriscou. Creio que vai perder. Tenho pena, porque acho que tinha perfil para o lugar e creio que era bom para Portugal. Mas o apoio dos Estados Unidos não veio (vá-se lá saber porquê... não, o Freitas até cumprimentou a sra. que se deixou fotografar com ele)....

Em Lisboa, disparate imenso.... Soares era melhor aposta do que Carrilho.
Em Coimbra, outro disparate.... Machado era melhor aposta que Baptista.
Em Sintra, colocar Soares é gozar com os locais.
E no Porto, desde que vi Pinto da Costa a apoiar já o PS que resolvi que não faço mais comentários a respeito deste assunto.

O PS anda numa roda viva, e parece-me que começa a rejeitar muitas pessoas que poderiam ser úteis (se não ao partido pelo menos ao País). A ver vamos....

Publicado por cparis em 11:45 AM | Comentários (0)

A cunha do Freitas

Ser licenciado em História é díficil nos dias de hoje. Mas não se o primo for Professor Universitário. Aí as oportunidades são imensas, desde Arquivos até um sem números de Gabinetes onde o o único requisito é a cunha, uma vez que no meio académico nada é avaliado objectivamente.

Agora, se o nosso primo que sempre nos ajudou passar para Ministro, aí sim, temos mais uma chancezita... Quem é o felizardo? Paulo Pinto de Carvalho
Freitas do Amaral
e para fazer o quê? "para desenvolver trabalho na área da juventude e do associativismo dos portugueses residentes
no estrangeiro”.

O salário? Realativamente pouco (2.750 €), porque o míudo (27 anos) ainda não sabe mexer-se muito bem. Mas o cartão rosa (e a cunha do primo) já valeram a pena!

Publicado por cparis em 11:27 AM | Comentários (0)

abril 26, 2005

Hipocrisias

Se há coisa que me incomoda é a enorme teimosia que nós temos de não mudar as leis, para depois as usarmos consoante a nossa vontade.

Um primeiro caso foi a polémica da entrada de Pedro Santana Lopes. Muitos socialistas e homens de esquerda disseram que deviam ser provocadas novas eleições e acusaram o Presidente da República de não agir de forma correcta. Ou seja, que era imoral fazer aquilo que a Lei lhe permitia.

Passado isto, e na actual conjuntura não se ouve nenhuma voz a solicitar a mudança da lei que impeça o Presidente de fazer isso. Ou seja, aquilo que indignou muita gente não sugere a ninguém que se altere ao Quadro legal de modo a não permitir situações iguais no futuro.

Do mesmo modo este fim de semana no futebol a mesma palhaçada à Portuguesa. O Estoril Praia resolveu mudar o jogo com a Benfica, de modo a obter mais receita. Levantou-se um grupo de pessoas a protestar dizendo que era uma vigarice.

E quem protestou? Clubes que fazem parte do órgão que tem competência para decidir estas coisas... Ou seja, eles próprios que permitem este tipo de actos e que depois aproveitam as situações por eles permitidas para contestar a “moralidade” dos mesmos.

É a terra dos chico-espertos. Pomos as leis assim porque nos podem dar jeito no futuro. Entretanto se alguém as interpretar deste modo fazemos barulho e dizemos que não pode ser....


PS. Do jogo com o Estoril, duas notas: o Estoril teve neste jogo do Algarve mais espectadores (e consequente receita) do que na soma dos 14 jogos que realizou em casa. Nos últimos anos, já houve mais de 100 jogos em que a equipa da casa mudou de Estádio com vista a obter mais receita, sendo que os 3 grandes (Benfica, Sporting, e FCPorto) contribuíram para isso com mais de 20 jogos cada um.

Publicado por cparis em 10:56 AM | Comentários (1)

abril 21, 2005

Desenrascanço

A ler a definição de Desenrascanço na Wikipedia....

Sem palavras......

Publicado por cparis em 06:53 PM | Comentários (0)

abril 20, 2005

Papa Bento XVI

Já existe um novo Papa. E já existem opiniões sobre o novo Papa o que não deixa de ser impressionante, uma vez que este novo Papa ainda não fez nada....

Dizem-me que este homem tem um passado como cardeal Ratzinger e como tal já pode ser avaliado o seu presente.... Ok, então vamos ao seu passado, não ao dos jornais que é a parte negativa mas à outra realidade - a que não vende tanto.

O cardeal alemão Joseph Ratzinger foi um dos intervenientes no último Vaticano II e contribui bastante para esta realidade que é a Igreaja actual. Teólogo conceituado, é um conservador (Opus Dei) e acredita que é mantendo essa linha que a Igreja Católica se distingue das muitas novas religiões que aparecem diariamente ao sabor das modas.

Do novo Papa não irão existir cedências com desvios. Foi este cardeal quem chamou à pedra os responsáveis norte-americanos por causa dos casos de pedofilia que a Igreja daquele país se viu envolvida e foi este cardeal quem em 2003, advertiu Bush que não fazem sentido intenções de império.

Será um Papa duro, de dificil aceitação, mas ser católico é um acto de fé. Ninguém é obrigado a sê-lo e no final não foi a cruz que se moldou a Cristo, foi Cristo que se moldou à Cruz.

Publicado por cparis em 12:22 PM | Comentários (1)

abril 19, 2005

Adopção

Li num qualquer jornal, que das 10.800 crianças abandonadas em Portugal, apenas 800 eram passiveis de ser adoptadas. E que um casal que o queira fazer tem de esperar longos anos. São angustias e ansiedades que ninguém gosta de passar.

Eu sei que o mais importante é garantir que as crianças não sofram, mas isto tem mesmo de ser assim? Porque é que nada se faz? Porque é que nada se resolve?

Publicado por cparis em 01:31 PM | Comentários (0)

abril 15, 2005

Os autarcas do PS

Imaginem que só amanhã seria inaugurado o Estádio das Antas.... O Euro já passou, mas não fazia mal. Ou que a Expo não tinha estado pronta em 1998.... Pois foi o que se passou ontem quando se inaugurou a obra emblemática da Porto 2001 - a Casa da Música.

E quem decidiu a sua construção? Nada mais do que Manuel Maria Carrilho, o homem que agora quer por nos eixos Lisboa. Na verdade não podia haver melhor escolha.

O curioso é que não houve oposição, não houve processos em Tribunal que atrasassem a obra, mas deu muito menos polémica que qualquer Túnel em Lisboa. Já para não falar no preço.

Carrilho foi o homem que desvalorizou a opinião de Álvaro Siza Vieira que avisava que a Casa da Música demoraria 5 a 6 anos a ser construída, dizendo que o arquitecto "não era conhecido por fazer obras rápidas"...

Em Sintra, os socialistas locais têm de votar no refugo - ou seja, alguém achou que João Soares não tinha capacidade para liderar em Lisboa (absurdo!), mas que para Sintra servia.

Na Figueira da Foz a reinação então é total a deixar todos de boca aberta. Jorge Coelho anda preocupado com outras coisas e está a deixar todos em polvorosa. Até já há sondagens internas do PS a serem publicadas na Comunicação Social, facilitando a vida ao PSD que assim sempre poupa uns trocos.

É pois assim normal que com tanto desnorte e tanta incapacidade para gerir autarquias, Sócrates sinta a necessidade de arranjar maneira de se livrar dos autarcas que lá estão.... Porque o povo, esse parece que é idiota e, insiste em votar sempre nos mesmos.

Publicado por cparis em 01:44 PM | Comentários (0)

abril 13, 2005

Maçonaria - um grupo de bons rapazes

Porquê agora? Esta é a primeira pergunta que me assalta quando oiço a notícia de que a Maçonaria teria em seu poder um livro com nomes de informadores/colaboradores da PIDE....

Porque é que este livro não veio mais cedo a lume? Sendo o seu conteúdo tão delicado, podemos inclusivé especular se o mesmo não terá servido como fonte de pressão (chantagem) sobre alguém?

Tantas perguntas que poderiam ser feitas se a entidade em causa fosse a Igreja. Ou um partido de direita.... sendo a Maçonaria, tudo fica mais simples.... tudo foi e continua a ser feito de boa fé, sem nenhum interesse de recolher benefícios.

enfim, tudo bons rapazes ....

Publicado por cparis em 03:57 PM | Comentários (0)

abril 12, 2005

Imigração e saúde pública

Cerca de 40% das grávidas infectadas com HIV atendidas pela Maternidade Alfredo da Costa (MAC) em 2004 eram imigrantes.

Sou apenas eu que constato que de pouco ou nada adianta fazer campanhas de prevenção sobre o HIV se depois em quase metade dos casos importamos a doença? E não se faz nada? Não é possivel fazer nada?

Publicado por cparis em 10:39 AM | Comentários (7)

abril 11, 2005

Congresso do PSD

Segundo os comentadores houve 3 vencedores, e nenhum derrotado. Triste análise política a que nós temos.

A minha posição é de que o principal derrotado foi o próprio PSD. Foi um partido que se viu escaqueirado e cabe a Marques Mendes varrer o chão, e ir buscar a cola.

Claro que nestas alturas, Marques Mendes apenas poderá contar com os seus fieis (e alguns excluídos), porque os acomodados e inseguros (leia-se António Borges) ficam à espera de melhores dias. A Filipe Menezes fica a dignidade de não se ter acomodado.

Marques Mendes vai ser uma mudança no discurso do PSD. Com um poder de fogo muito pequeno (mesmo muito pequeno), Marques Mendes já começou a disparar e a marcar terreno, dizendo claramente ao PS que deve começar a negociar à direita e que a esquerda tem é que esperar.

À insana proposta de fazer o referendo sobre o aborto à pressa, Marques Mendes respondeu colocando as coisas no seu lugar. Primeiro o que é importante e depois os assuntos que o povo acha que estão bem (recordo a todos os que forem a correr para os comentários, que caso fosse do interesse do povo, este tinha votado no primeiro... e que os que votaram foram claros).

Agora cabe ao PS decidir: aborto ou Europa. Qual é para Portugal o referendo mais importante. Porque é óbvio que o mais importante é o que deve ser feito primeiro. A meu ver, a primeira proposta do Bloco vai ser derrotada, uma vez que não vai haver nenhum referendo ao aborto este Verão.

Publicado por cparis em 01:59 PM | Comentários (0)

abril 06, 2005

Laicicidade no Mundo

Quem lê este blog, já reparou que várias vezes me insurjo contra "falsas questões de laicicidade" que há em Portugal. A morte do Papa, a reacção internacional e as críticas que voltei a ver em Portugal, mostraram-me quão errado estou em perder tmpo a falar com pessoas desprovidas de qualquer senso.

1. Cobertura da televisão.
O cabo permite-nos estas maravilhas de ver aquilo que os outros países vêm. A CNN, a Sky têm dado enorme cobertura a toda a situação. Canais de referência de países não católicos fazem a cobertura. E há quem se insurja pelo facto de a RTP também fazer. De facto, se a CNN transmite, porque raio há-de a RTP transmitir. Não estamos habituado a essa qualidade, será?

2. Luto nacional.
Já a propósito de Lúcia, defendi o luto nacional. Não defendo feriado nacional, nem tolerâncias de ponto. Apenas umas bandeiras a meia haste.

Parece que por todo o mundo se defendeu o mesmo, havendo o caso da Irlanda que disse que tal seria mau para a economia (não sei até que ponto o luto nacional em Portugal causa danos à economia). Claro que já vieram uns teóricos protestar contra isso. Pena que não reparem por exemplo no (pouco) número de feriados católicos irlandeses comparados com os portugueses... e que a laicas tolerâncias de ponto são, elas sim, um atentado à qualquer economia.


3. O papel de João Paulo II no Mundo
Este Papa foi figura incontornável no final do século XX. Fez pontes com o outras religiões e soube ter uma postura de diálogo com políticos de diversos sectores.
Claro que alguns dos fanáticos chegam ao cúmulo de afirmar que o Papa tinha "um pavor anti-esquerda"...

Enfim, não fora eu perceber que andei a perder tempo a ler coisas escritas por pessoas que vivem noutro mundo e teria rido às gargalhadas. Mas, vamos fazer um pequeno exercício sobre alguns dos líderes de esquerda mundiais e ver as suas reacções à morte do Papa: Fidel Castro concedeu 3 dias de luto nacional, e Lula concedeu 7 (sete !) dias de luto nacional e levou todo o Governo com ele para Roma....

4. O avião do Cardeal
D. José Policarpo, voa terça-feira de manhã para Roma num "Falcon" cedido pelo Estado português. Motivo de escândalo para os "laicos"... Escândalo para Portugal seria, o Governo português alhear-se deste momento. Tenho a certeza absoluta que aquele que é um dos 117 possíveis para ocupar a cadeira de Pedro iria a Roma, com ou sem apoio do Governo.

Mas este é o País que temos. Onde a CNN só é referência na Guerra do Iraque, e onde ser de Esquerda é o absoluto do saber, mesmo quando se está sozinho em desacordo com a Esquerda mundial, essa sem dúvida ignorante e provinciana....

Pois eu fiquei com mais vontade de emigrar. Para Inglaterra, por exemplo, onde ser de Esquerda não invalida que se esteja ao lado dos americanos, onde o futuro chefe da Igreja Anglicana adia o seu casamento para estar presente no funeral do Papa, e onde a BBC e Sky dão a importância merecida ao acontecimento, sem haver recriminações..... Enfim, onde se percebe o que é importante, e qual o papel que se quer ter no Mundo.

Publicado por cparis em 11:19 AM | Comentários (7)

abril 04, 2005

Mais perto do céu

Deus decidiu dar por terminada a presença de João Paulo II junto de nós. Paz à sua alma.


Publicado por cparis em 04:15 PM | Comentários (0)

abril 01, 2005

Sócrates (de cócoras)

O facto de ser o Primeiro Ministro português a receber o subsecretário de Estado dos Estados Unidos, revela bem a posição a que o Estado Português se vê obrigado pelo facto de ter Freitas do Amaral como Ministro dos Negócios Estrangeiros.

Em 14 países visitados na Europa, Portugal é o único, onde o referido senhor não se reuniu primeiro com o MNE, por "dificuldades de agenda". De facto, enganei-me quando disse aqui há uns dias atrás que Freitas já não tinha relevância política internacional. Pelos vistos tem. E má. Sócrates agora terá de por-se de cócoras sempre que quiser falar com os americanos.

Publicado por cparis em 01:20 PM | Comentários (1)