outubro 29, 2004

"A cabala involuntária"

Só hoje vi as imagens que geraram esta pérola do conhecimento. Só hoje vi, o ministro, como puto de escola a enrolar-se na cadeira e a falar do que não sabe tentando fugir da reprovação do professor.
Depois de ter atirado para o ar a palavra sonante que ouvia lá por casa - cabala - e vendo o olhar reprovador do ser interlocutor, tenta emendar a mão e diz - cabala, se bem que de modo involuntário - como se isso lhe permitisse escapar à repreensão.
O ministro fez figura de burro. De aluno cábula que não domina as matérias sobre as qual verborreia. E o que doi, é que temos de continuar a usar a expressão "ministro" sempre que nos referimos a ele. Não secretário de Estado, ou acessor.. mas ministro.
E a prova que a Alta Autoridade para a Comunicação Social é um grupo de pessoas com medo de perder tacho, é que não se ouviu nenhuma gargalhada perante tamanha asneira.

Publicado por cparis em 08:00 PM | Comentários (1)

Mentira?

As declarações de Marcelo não batem muito certo com as de Paes do Amaral. Quando duas pessoas dizem o oposto, há a forte probabilidade de uma delas estar a mentir. O barnabé, com o dom da verdade, descobriu logo que o nariz de Paes do Amaral crescia quando ele falava.
Eu pelo contrário, achei que as declarações de Marcelo revelam que ele pensa que toda a gente é tão meticulosa e calculista quanto ele, e que não se inibe de passar por cima de quem quer que seja apenas para atingir os seus objectivos.
Quanto ao resto, não fica claro se a pressão vem do Governo ou da RTL...

Publicado por cparis em 07:45 PM | Comentários (0)

blogs policiados

PJ confisca computador a autor de blogue
sinceramente não sei que mais hei-de ver....

Publicado por cparis em 07:13 PM | Comentários (0)

outubro 25, 2004

Terras da Estupidez

Ao fazer uma ronda por blogs dou de caras com a maior estupidez que já li vindo de um blog que costumo ler com alguma atenção.

O jmf do terras do nunca a comentar o nomeação do Buttiglione resolve fazer este pequeno atentado: comparar as declarações de Buttiglione com os actos de Hitler.

Para quem não acompanha o processo, Buttiglione disse que achava que a homossexualidade é um pecado. Já agora para contexto, Buttiglione acha que mentir é um pecado e adultério um pecado enormíssimo.

jmf acha então que o sr. Buttiglione é comparável a Hitler... e ainda tenta justificar a sua posição em resposta ao MacGuffin do contra a corrente, dizendo que é uma questão de tolerância.

Na verdade, não deve existir espírito mais tolerante que jmf, porque tem de se olhar ao espelho todos os dias, e ainda não se suicidou.

Publicado por cparis em 02:37 PM | Comentários (5)

A derrota do Bloco

Após as eleições nas ilhas, e a derrota do Bloco de Esquerda em toda a linha fiquei à espera das reacções.
Nos Açores, o resultado foi normal: passaram de 1,4% para 0,9% continuando sem eleger deputados.
Mas na Madeira foi bem diferente. A UDP tinha dois deputados. Miguel Portas e Rosas empenharam-se pessoalmente na campanha. E o resultado? De 4,8% para 3,6%. De 2 deputados para um. Numa eleição onde o PSD perdeu votos, o BE foi a segunda força partidária a perder mais votos... Ou seja, para os madeirenses, a alternativa nunca passará pelo BE. Aliás, para ser honesto, para os madeirenses a alternativa nem sequer passa pela esquerda.

Publicado por cparis em 11:49 AM | Comentários (1)

outubro 21, 2004

Direita - Esquerda

Estava decidido a não escrever sobre o tema, mas eis que deparo com o Miguel a dizer:
Embora a dicotomia esquerda-direita continue a fazer todo o sentido..

Todo o sentido? Num mundo cada vez mais globalizado esta dicotomia cada vez faz menos sentido. Vejo Sócrates apoiar Kerry, quando este é um candidato mais à direita do que Durão Barroso ou Pedro Santana Lopes. E Blair? É de esquerda ou de direita?

Os anátemas esquerda/direita são usados em Portugal como pedras de arremesso que fazem muito pouco sentido e que caem em rotundo disparate quando se entra em contacto com outras democracias.

Publicado por cparis em 05:02 PM | Comentários (3)

outubro 20, 2004

Jon Steward no CrossFire

Vale a pena ver.

Publicado por cparis em 03:57 PM | Comentários (0)

Educação Sexual (II)

Algumas notas sobre o post abaixo para não tornar os comentários muito extensos:

1. Os dados foram retirados do site da durex, cujo principal objectivo é vender preservativos, e onde era excluída a hipótese de o preservativo ter sido mal colocado. Sim é um facto: quem vende preservativos, diz que mesmo que tudo corra bem da nossa parte eles não são 100% seguros.

2. A educação, em vários temas, regula-se por denominadores comuns e ao nível escolar, raramente é aprofundado em qualquer tema. Há tantas coisas a ensinar que se queremos atingir tudo, acabamos como começámos: sem nada.

3. A abstinência (sexual ou outra) pode ser ensinada. Creio que já todos nós, recusámos alguma vez uma relação sexual. Ou seja, abstivemo-nos. Aliás, quando nos juntamos a alguém normalmente é-nos exigida abstinência e nós vamos tentando cumprir. Agora não a defendo como única medida, mas prefiro apostar nela, do que em algo que também já sei que vai falhar.
Dito de outra forma: excluir a abstinência das medidas a tomar parece-me um absurdo. Eu abstenho-me de ir em carros com gajos podres de bebâdos a conduzir. Eu abstenho-me de beber (ai que prazer) quando conduzo. Naturalmente parece-me natural que me abstenha de ter algumas práticas sexuais em determinadas situações. Nas outras, claro, existe um preservativo.

4. Acho, por exemplo, muito mais inquietante que 99% da população portuguesa não saiba nada sobre como se faz um teste ao HIV, onde, quanto custa, qual o nível de confidencialidade garantido. Onde é que está esta informação?

5. caro joão andré: se estivemos a falar de sexo entre duas pessoas que se amam, as coisas seriam bem mais simples....


Publicado por cparis em 01:46 PM | Comentários (4)

outubro 19, 2004

Rescaldo

Esperei um dia até vir ao blog falar sobre o Benfica - Porto. Quis acalmar as ideias e tentar racionalizar - é que perder por 1-1 é uma derrota pesada.

1. A fantochada do Governo. Em primeiro lugar o Ministro a falar antes do jogo dizendo "que não estavam reunidas as condições de segurança." Eu de um ministro quero decisões, não opiniões.. para isso leio os blogues que me saem muito mais baratos..
Quanto ao Sr. Secretário de Estado do Desporto, diga-me lá uma coisa: não acha ridículo um país que investiu tanto para ter estádios em segurança, não ser capaz de organizar um jogo de futebol no seu melhor estádio?
Ainda para mais, este ano com uma final da Champions em Alvalade, o sr. pensou bem na estupidez que disse?
Quem vai garantir a segurança da final? Não é a mesma PSP que lá estava? E acaso acha que vêm menos de 3.000 ingleses ver o jogo, ou que estes são menos violentos que os adeptos do FCP?

2. A arbitragem. Quem viu Olegário na 2ª jornada marcar o penalty contra o SCP, não duvida que se alguns lances da área do FCP tivessem outras camisolas teríamos um penalty... Não é não ver o lance.... é aquele sentimento no estomâgo que impede o apito

3. As desculpas esfarrapadas. O golo, toda a gente viu. Acho espantoso como um fiscal de linha, habituado a decifrar lances de fora de jogo ao segundo, hesita naquele caso... E estou certo que Lhe passou pela cabeça mil vezes que era o FCPorto, porque se fosse a minha Académica não duvido que aquilo era golo.

4. Vitor Baía à selecção já... Ao menos os frangos dele não são golos....

Publicado por cparis em 05:58 PM | Comentários (5)

outubro 14, 2004

Para quando a educação sexual (séria)?

Na ausência de um debate sério e tolerante sobre o tema, surgem medidas avulsas que mais não fazem do que contribuir para o problema.

Defendo educação sexual na escola, mas onde a educação seja feita por especialistas de formação científica e não por activistas sexuais. E onde se fale de todo um conjunto de problemas para ver se acabamos com algumas vergonhas como a recente campanha de sensibilização para o VIH/SIDA em que o preservativo foi a estrela.

Não sou anti-uso preservativo, mas sou contra debater um tema tão sério apontando como única solução algo que além de não ser único, não é 100% eficaz.

Antes de me encherem a caixa de comentários com insultos quero apenas que reparem em alguns dados disponiveis no maior estudo feito precisamente por uma conceituada firma de preservativos :

1. Os espanhóis (na ausência de Portugal, usei Espanha) têm em média 110 relações sexuais/ano
2. Clinical trials have shown that correct and consistent use of condoms can have between 95% and 98% contraceptive method efficacy rate.

Ou seja, se tudo correr bem, por ano há pelo menos DUAS VEZES que o contraceptivo não vai ser eficaz! Isto segundo a própria firma que os vende e assumindo que apenas um preservativo é usado em cada relação.
E a nossa Comissão de Luta contra a SIDA, acha que deve continuar a insistir APENAS no uso de um mecanismo que é uma questão de tempo até que falhe.

Depois culpem os outros pela sua incapacidade de fazerem um trabalho bem feito.

Publicado por cparis em 04:41 PM | Comentários (11)

Esclarecimentos (ainda o caso Marcelo)

Na minha ingénua vida, sempre achei por bem ouvir os dois lado de uma questão antes de decidir. Pelos vistos ando redondamente enganado:

1. A maioria recusou a inquirição de Marcelo Rebelo de Sousa (MRS) propondo ouvir Paes do Amaral (PA).
2. Se é bom ouvir o outro lado, também será bom ouvir MRS. Claro que se compreende o motivo deste veto, mas pelas piores razões.
3. PS e PC votaram em branco a audição de PA. BE votou contra. (?!) Ou seja, o BE, tal como a maioria não mostra interesse em ouvir os dois lados.

Absurdo? Sim.. mas é a política que temos. MRS que não quer ficar calado, vai dando dicas em off ao Expresso e as comissões vão brincando com a transparência do processo. Aposto que este fim de semana teremos mais alguma novidade.

Publicado por cparis em 03:23 PM | Comentários (0)

outubro 13, 2004

Faça o favor de repetir?

Jorge Sampaio diz há um problema de regulação nos media.

Mas, o problema de Marcelo, não foi porque Rui Gomes da Silva pediu a intervenção da entidade reguladora? (AACS) Ou seja, se o ministro tivesse estado calado, não teria Marcelo continuado sem nenhum pretexto para sair?

Qualquer regulação nos media neste país será como um Conselho de Arbitragem. Mau quando decide contra nós, necessário quando nos sentimos penalizados.

Publicado por cparis em 12:57 PM | Comentários (1)

outubro 11, 2004

Contas na Saúde

A SIC vem divulgar uma notícia que genericamente diz que os portugueses pagam mais pela saúde. Cerca de 6 MEuros. A mesma notícia diz que o Estado gasta menos 31 MEuros. Ora, sendo as receitas do Estado única e exclusivamente vindas dos "portugueses", uma notícia menos demagógica seria que os "portugueses" andam a poupar 25 MEuros na saúde. O que não deixa de ser uma óptima notícia.

Publicado por cparis em 08:49 PM | Comentários (5)

outubro 08, 2004

Desconto de Tempo

Tenho uma admiração especial por Santana Lopes. Admiração por algumas qualidades que ele possui, nomeadamente uma genuína vontade de fazer bem e uma impressionante intuição política.
A minha admiração por Santana não me impede de Lhe ver os defeitos. Quanto muito ajuda a desculpá-los ou a minorá-los.
O seu sucesso tem contudo minado a sua actuação. Habituado a ganhar confrontos dificeis, fê-lo menosprezar adversários e ser menos exigente com colaboradores.
O primeiro erro foi na forma apressada com que aceitou ser presidente do PSD e Primeiro Ministro. Santana achou que era uma oportunidade única e avançou. A esta distância é fácil perceber que foi um erro. O segundo (e este éum pecado recorrente) foram os seus colaboradores. Já cometeram mais gaffes juntos que um Governo de Guterrres... e a procissão vai no adro.
Por exemplo, Santana devia ter exigido que Justino levasse o concurso até ao fim. E não podia ter encontrado Rui Gomes da Silva para substituir Marques Mendes.
Um primeiro ministro não se pode desgastar com coisas inúteis e Santana Lopes não poder estar sempre a apagar fogos dos seus ministros... Eles existem para o ajudar, não é Santana quem deve estar sempre a ajudá-los.
Santana Lopes devia fazer uma pausa. Falar demoradamente com Dias Loureiro e seguir rigorosamente os seus conselhos. Senão vai ter de começar a escrever livros de memórias.

Publicado por cparis em 01:18 PM | Comentários (2)

outubro 07, 2004

O Póquer de Marcelo

Marcelo mostrou mais uma faceta da sua genialidade. Com um jantar marcado com o Presidente da MediaCapital resolve atacar o elo mais fraco de Santana - Gomes da Silva.
Este inenarrável neo-político mordeu o isco e disse em voz alta o que pensava.
Marcelo, garto demitiu-se, não explicando o porquê de se ter demitido deixando no ar a pior crise que o Governo podia prever.

Marcelo sabe que iria ter de sair da TVI caso quisesse ser candidato a Presidente da Repúbica (PR). Sabe também que teria de se afastar das calinadas que Santana faz. Não sabia era que iria ser tão fácil.

Publicado por cparis em 05:42 PM | Comentários (4)

outubro 06, 2004

Congresso do PS

Começou a era Sócrates... Com diferenças a assinalar e que passam todas pela comunicação.

Sócrates resolveu inovar no PS, usando métodos que se fossem usados à direita mereceriam reparos vários, desde o já batido "populista" passando pelo "falso" ou "estudado".

A mim, não me choca minimamente o teleponto. Só acho irónico que tenha sido pela mão da esquerda que tenha sido introduzido na política nacional.

Mas a mudança que gostava de chamar a atenção tem a ver com a cor. Sócrates adoptou o azul, cor por demais sabido, que resulta muito bem na comunicação. Mas é também a cor do PP. E anda muito longe do vermelho do PCP, ou sequer do rosa de Guterres. O PCP já tentara antes usar azul (APU) e ainda hoje o usa proficuamente misturado com o vermelho. No PS não. Tanto cuidado, quererá dizer certamente que Sócrates não quer desprezar nenhuma possibilidade de ganhar vantagem para 2006. Nenhum detalhe, nenhum pormenor.

Por um lado, acho óptimo para o país. Maior atenção da oposição obrigarão a maior cuidado do Governo... E diga-se de passagem, já todos andamos fartos de tantos tiros no pé (aulas, Galp,... ).

Publicado por cparis em 03:12 PM | Comentários (0)

PCP

Carvalhas demitiu-se.... A "surpresa" reside no facto de não estarmos habituados a ver mudanças no PCP, porque senão seria um acto banal e normal nos partidos. PS e PSD já passaram pelo mesmo este ano.

O desafio que se coloca ao PCP é determinante. Num partido com tão poucas oscilações e mudanças, exige-se que cada uma seja bem pensada e ponderada. Carvalhas tinha uma tarefa díficil - suceder a Cunhal, e lidar com um conjunto de "renovadores" com uma linha diferente da ortodoxa. Fez o que pode durante 12 anos.

O PCP de hoje está diferente. Viu nascer à sua esquerda um partido que atrai o eleitorado do futuro. Na sociedade vê os sindicatos a descaracterizarem-se e a desaparecem muitas das suas classes de referência. Já há comunistas a aliarem-se à "direita" em Câmaras Municipais tentando provar que mais do que a ideologia o que interessa são os projectos.

Mais uma vez a decisão será importante: será escolhido um velho ortodoxo? ou um jovem comunista? ou terá o PCP a coragem de escolher uma mulher?

Publicado por cparis em 11:35 AM | Comentários (1)

outubro 01, 2004

Kerry vs. Bush

Ontem vi em directo o debate Kerry vs. Bush....
A experiência foi gratificante para ver como o país que quer ser o mais poderoso do mundo escolhe o seu líder máximo: em respostas de dois minutos...
Dos participantes apenas a evidência que Kerry está visivelmente cansado, mas também convicto de que pode ganhar. Bush repetiu incessantemente a táctica de flip-flop e poucas ideias mais passou. Kerry ganhou este debate, mas penso que não com a vantagem que precisaria....

Publicado por cparis em 01:05 PM | Comentários (3)

Concordata

O barnabé vem protestar por causa da revisão da Concordata... Suponho que o barnabé acha que se devia manter a antiga, e assim os padres continuarem sem pagar IRS, que a Igreja devia estar presente em cerimónias oficiais, etc.... idiota...
Ou então é pura e simplesmente contra a Concordata... Ou seja, segundo o barnabé, o Estado poderia fazer acordos com toda e qualquer entidades menos com o Estado do Vaticano...

A obsessão é tão cega que chega a ser ridícula... e impede que se combatam os verdadeiros abusos....

Publicado por cparis em 12:41 PM | Comentários (5)