março 18, 2005

A esquerda e os Media

Estou ansioso por ver como vai este PS resolver a velha questão de intromissão com os media. Sabe-se à partida que a esquerda convive mal com pluralidade de opiniões, aceitando como normal que apenas a sua voz se faça ouvir. Basta ver o chinfrim que estão a fazer com opções de um canal privado (SIC) em um programa "Quadratura do Círculo".

Esta obsessão da esquerda é tão ridícula que ninguém se presta a contar quantos "opinadores" do Expresso, do Público, da Capital, do DN são de esquerda e quantos são de direita, mas toda a gente vê há um caso (um !?) onde não há equidade.

Nem ninguém se preocupou com o facto de o DN, JN e outros estarem sob a alçada indirecta do Governo (levados pelo PS) a não ser quando um político que fazia de comentador resolveu abandonar funções por num almoço com o cunhado este lhe ter dito que seria melhor abrandar as críticas.

Claro que vão existir medidas muito fortes na Comunicação Social. Veremos então qual o calibre dos nossos jornalistas/comentadores para as denunciar... Até ao momento tudo tem estado calado, excepto o crítico de sempre. Ao qual é dada muito menos importância. Mas porque ele aborda esta temática de modo muito certo e inteligente, convém ler este artigo de Pacheco Pereira no Público.

Publicado por cparis em março 18, 2005 04:09 PM
Comentários