dezembro 07, 2004

Absurdo

Ontem foi aprovado o Orçamento de Estado.... coisa surreal, porque o novo Governo, qualquer que ele seja terá legitimidade para o mudar passados 6 meses.

Coisa absurda, porque uma Assembleia má, (e só estas podem ser demitidas) não podem nunca fazer bons orçamentos... Ou então não são más, e Sampaio demite a AR não porque a ache má, mas apenas porque está na altura de dar lugar a outra pessoa.

A notícia do Independente (de que Sampaio telefonou a Sócrates antes de informar o PM), está a passar de forma ligeira em alguns críticos. Todas acham pormenor de somenos importância. Como será de somenos importância Sampaio já ter tomado a decisão antes de ouvir o Conselho de Estado.

Aliás, Sampaio acha que todos estes personagens são figurantes - a AR é inútil, o Consleho de Estado uma figura decorativa, e a única coisa que interessa é ele próprio e, a fazer fé no jornal, Sócrates.

Daí que não seja de estranhar que o último a saber tenha sido quem vai ser demitido. E soube-o pelos jornais. O Presidente da Assembleia da República (acho que é a segunda figura da nação, não é?) não mereceu o mínimo respeito de Jorge Sampaio.... O tal respeito que falava Sócrates, que acabou por lançar, sem querer, a maior reprimenda possível a Ferro Rodrigues.... Pois foi Ferro Rodrigues o único que se demitiu por causa de uma decisão de Sampaio.

Publicado por cparis em dezembro 7, 2004 02:19 PM
Comentários