março 03, 2004

O Aborto do PS

É simplesmente nauseabundo ver o PS colar-se às posições do PCP e do BE na discussão do Aborto.
O PS e a restante Esquerda tiveram maioria ate há dois anos atrás. Podiam ter mudado a lei. Não o fizeram porque dentro do PS não havia acordo. Não venham agora hipocritamente acusar a direita do que quer que seja. Nem reescrever a história.
O PS na altura, cobardemente, inventou um referendo para não assumir o ónus de mudar a lei. E agora assume uma posição que na altura que era preciso não teve coragem para a assumir.
Já agora, uma última palavra para os democratas da esquerda - assim se vê o valor que dão ao povo quando este se manifesta em referendo. Se concordamos o povo é soberano, se não concordamos não se volta a perguntar mais nada e legislamos como queremos. Para mim é mais do que óbvio que um referendo só pode ser contrariado por outro referendo.

Publicado por cparis em março 3, 2004 02:51 PM
Comentários

É claro que este PS de Ferro Rodrigues virou completamente à esquerda e alinha, alegremente, com o PCP e o BE, sempre à espreita que, caso necessite em futuras eleições dos seus votos para ter maioria, deem, de bom agrado, as mãos...
Este PS faz lembrar o PS dos anos 80 de Mário Soares...

Afixado por: Peixoto em março 3, 2004 06:58 PM

Um referendo para quê?
Aplique-se a lei!

Um abraço,
Francisco Nunes

Afixado por: Planície Heróica em março 8, 2004 03:30 PM