janeiro 13, 2004

Direitos adquiridos

Ao descobrir novos blogues encontrei o intimista, (muito agradável e de leitura recomendada) e chamou-me a atenção um artigo: Sindicatos da treta.

Tem a ver com o facto de os nossos sindicatos ja estarem a prever greves (aposto que hão-de ser na véspera de Carnaval para aproveitar o fim de semana), apenas porque se mudaram as regras da reforma.

Concordo com muito do que o pedro diz, mais eis que nos comentários vem alguém com a tese sindicalista:

"As pessoas que há 30 ou 40 anos optaram por ir trabalhar para a função pública, fizeram-no na base de um conjunto de direitos,que de certa forma compensavam o vencimento que era na altura francamente mais baixo que nas empresas privadas."

Espantoso. E só na função pública. Então quando a pessoa é admitida está a pensar nos direitos que vai usufruir daqui a 40 anos? E onde está esse direito contratualizado? Não é no contrato de trabalho, e muito menos na lei, uma vez que esta só é aplicável na altura em que está em vigor e não 40 anos mais tarde.

Ou seja, a única coisa adquirida é a convicção que alguns funcionários públicos têm de que depois de entrarem, é só esperar que o tempo passe que o dinheiro pinga sempre...

Publicado por cparis em janeiro 13, 2004 02:19 PM
Comentários

ou então, para a época do euro 2004, como querem fazer os camionistas...

Afixado por: Alexandre Monteiro em janeiro 13, 2004 03:17 PM