janeiro 11, 2004

Sexualidade na Escola

Já aqui falei por diversas vezes que acho importante, antes de se discutirem outras coisas, falar de Educação Sexual na Escola. Uma educação séria, feita por especialistas. Acho que as campanhas de intesificação de preservativos e pílulas do dia seguinte não levam a lado nenhum, sem formação e informação.

Recomendo-Vos que leiam esta brilhante entrevista na Pública. Brilhante porque fala desassombrado de temas que nos tocam a todos, e fá-lo com a certeza dos números. Apesar de não concordar totalmente com a solução, este é um óptimo ponto de partida, muito melhor do que o que temos hoje.

Alguns de vós, lendo a entrevsta e conhecendo as minhas posições, pode ficar surpreendido como é que aplaudo uma entrevista que critica abertamente o MDV. Pois, para mim, o que está em causa, é que o MDV não percebe ou não quer perceber, é que apesar de ser ele (e a APF) responsáveis teoricamente pela educação sexual, quem no final contacta com alunos são professores, muitos deles críticos à mensagem que se quer passar.

Basta por exemplo ler o que o responsável pelo Sindicato do Professores da Região Centro, escreve sobre o tema, para perceber que se ele desse aulas, a mensagem sairia absolutamente deturpada.

Qualquer disciplina de Educação Sexual deve reger-se por aspectos técnicos e não por aspectos de carácter moral ou outros. É importante que um jovem saiba colocar um preservativo, é importante também que saiba a sua taxa de eficácia e que se perceba o que é que aquilo tudo significa.

A título de exemplo, deixo-Vos, aqui este pequeno resumo:

Em Portugal, o uso da pílula do dia seguinte terá crescido 40 por cento em 2002. As taxas de gravidez em adolescentes com menos de 17 anos, de infecção por HIV na população com menos de 25 anos e de cancro do colo do útero são as mais altas da União Europeia. Indicadores que expõem o falhanço do modelo de educação sexual nas escolas e a inacção do governo, denuncia Miguel Oliveira da Silva.

Publicado por cparis em janeiro 11, 2004 06:09 PM
Comentários

Muito bem!


Um abração do
Zecatelhado

Afixado por: Zecatelhado em janeiro 11, 2004 06:28 PM

Pois é, os professores, para além de ensinarem conteúdos científicos, têm de dar formação cívica, educar sexualmente os jovens, servir de confessores e confidentes, prestar ensinamentos de cidadania, enfim, prestarem-se ao papel de verdadeiros pais...

Afixado por: Peixoto em janeiro 13, 2004 11:37 AM