janeiro 03, 2004

O (In)DEPENDENTE e a Casa Pia

Começa a ser constrangeor a figura que o jornal (?)Independente vai fazer relativamente ao caso Casa Pia.

Depois de todas as trapalhadas com o sósia do Carlos Cruz, onde Inês Serra Lopes ia sendo acusada de pagar para haver notícias, eis mais uma primeira página a roçar a parvoíce... pessoas honradas na capa de um jornal que se afirma como sendo de referência. A notícia, não há... é um belo exemplo de não notícia que apenas tem um objectivo. Mandar lama para um processo, que se quer confuso desviando a atenção dos arguidos... De um em particular: Carlos Cruz cujo advogado é pai da Directora do Jornal.

Publicado por cparis em janeiro 3, 2004 07:54 PM
Comentários

O problema neste caso é que há mil interpretações possíveis, essa é sem dúvida a mais óbvia, mas a capa também se pode dever a estas razões isoladamente ou não: 1) O independente é um pasquim, e um pasquim faz destas coisas, há que manter o espírito, 2) é preciso vender jornais, 3)dar um ar de independência, e de que não se está aqui a proteger o círculo político (PS) mais atacado no Caso... entre outras..

Afixado por: Boss em janeiro 3, 2004 08:14 PM

Acho que a diferença entre acusados e não acusados pelo Ministério Público é que uns podem ir parar atrás das grades e os outros não. Porque não foi a honra de nenhum deles que impediu os sobreviventes de abuso sexual de denunciar os seus nomes.

Afixado por: Drocas em janeiro 4, 2004 07:36 PM

Cheguei ao teu canto através de um comentário que colocaste no Barnabé e com o qual me identifico plenamente. Mas não é por isso que o "acanto" vai para os favoritos. É porque, do pouco que aqui li, transparece uma qualidade que julgo rara - quase extinta mesmo! - em Portugal: bom-senso.
Cumprimentos

Afixado por: hp em janeiro 6, 2004 11:47 AM