outubro 27, 2003

Casal Gay - a contradição

A respeito de um artigo antigo sobre a poligamia e o facto como esta é pior encarada socialmente do que a homossexualidade, recebi um comentário do Casal Gay.

E aqui surgiu a dúvida: Poderá existir um Casal Homossexual ou isto é nitidamente um oxímoro, uma contradição? Por definição.

casal: s. m., [...] par composto de macho e fêmea;

Deste modo será que o que temos são Pares homossexuais? Também por definição:

par: adj. 2 gén., igual; semelhante; ou então:
par: s. m., duas pessoas do mesmo ou diferente sexo, especialmente marido e mulher; casal;

Ou seja um casal é um par, mas um par não é necessariamente um casal. Neste caso, porque querem os homossexuais ser apelidados de casais em vez de pares? (ou parelhas?)

Publicado por cparis em outubro 27, 2003 09:19 AM
Comentários

hehehe.... boa questão. De facto mesmo nós próprios (casal gay) normalmente costumavamos distinguir os namorados e namoradas gays e heteros dessa forma: uma "casalito" era uma mulher e um homem, um "parzito" eram dois homens, ou duas mulheres. E, tendo em conta que não somos casados "de papel passado" ainda há muito a tendência de chamarem-nos de "namorados", mas a verdade é que nos identificamos a nossa relação mais ao nível da "união estável" de que um "namorico" (e por exemplo para o IRS somos, de facto, um casal). Se pensarmos um pouquinho chega-se à conclusão que utiliza-se no dia a dia o termo "casal" (aplicado a pessoas) de forma não directamente ligada à procriação, mas no sentido mais lato do casamento/união emocional propriamente dito. Tendo em conta que a definição de "casamento" começa a ultrapassar o simples: «contrato celebrado entre duas pessoas de sexo diferente que pretendem constituir família mediante uma plena comunhão de vida;» com maior foco em "contrato" e "plena comunhão de vida", em detrimento da parte reprodutora da questão, é cada vez mais comum a utilização também do termo "casal" para dois homens ou duas mulheres que tenham uma relação de "plena comunhão de vida" mesmo que, obviamente, não possam "procriar". E esta alteração "de facto" passará mais cedo ou mais tarde para "de jure" (e com um bocadinho de sorte também nos dicionários).

Afixado por: Casal Gay em outubro 27, 2003 01:15 PM

Agora sem qualquer ironia: é mesmo tão importante analisar os termos até ao rigor dos étimos. Um casal é amor ponto! Sem dicionário, sem definições, sem estereotipos!

Afixado por: Assumida Mente em outubro 30, 2003 12:33 AM

Acho que se estão a deixar influenciar pelo Vossa situação e a levar as coisas para um caso muito específico. De facto se pensarmos um pouco mais ainda, vemos que quem tem dois filhos, rapaz e rapariga, usa normalmente o termo "um casalito". Ou seja o termo casal não implica necessariamente união (ou amor como disse), mas apenas um par de sexo diferente.
O que acho é que o termo parelha não é usado porque, infelizmente, tem uma conotação pejorativa por ter sido sempre usado com animais.

Afixado por: cparis em outubro 30, 2003 08:53 PM

E agora a pergunta para 1000000 EUR: e se nós fossemos casados (pelo civil, na Holanda por exemplo)? O que passavamos a ser?

Afixado por: Casal Gay em outubro 31, 2003 01:15 PM

E se 3 pessoas fossem casadas (como em vários países) o que passavam a ser?
Essa é no fundo a minha questão e que só pode ter (quanto a mim, obviamente) duas respostas: ou se permite e chama casais a isto tudo (polígamos e homossexuais); ou se assume que isto não são casais e então não faz sentido falar de casamento.

Afixado por: cparis em novembro 1, 2003 04:23 PM

Boa pergunta... mas para nós parece muito mais natural chamar aos dois homens casados de "casal", e ao trio de "harém" ou algo do género ;-) Mas obviamente isto somos nós que fomos educados nesta sociedade marcada pela monogamia... mas afinal como é que se chamam numa sociedade onde a poligamia está institucionalizada os "casais"?

Afixado por: Casal Gay em novembro 1, 2003 11:04 PM

Por acaso o termo pareja é muito usado em Espanha.. mas os significados das palavras estão sempre a mudar.. as palavras significam o que o nosso uso das mesmas faz com que signifique.. A propósito veja-se a evolução da palavra Gay..

Afixado por: Boss em janeiro 8, 2004 11:34 PM

De uma forma mais clara, já que o meu comentário não ficou lá bem formulado: Não é o dicionário que determina o significado das palavras, mas sim o uso que lhe damos. Os dicionários limitam-se a registar o significado que as palavras tem aquando da sua publicação.. Mas nada é eterno e imutável, daí as constantes actualizações dos mesmos...

Afixado por: Boss em janeiro 8, 2004 11:42 PM