« Guajira | Entrada | sem melancolia mas nikon »

junho 13, 2012

O ministro espantado




O ministro das finanças declara-se surpreendido com o aumento veloz do desemprego – coisa que só a quem desconhece o País e o patronato português pode surpreender .

Para além de ser inadmissível que um cidadão que não conhece o País seja ministro do que quer que seja, a situação passa a loucura brava se o cidadão é, vejam lá, ministro das finanças de um país atacado por crise financeira interna e externa.

Mas o espanto não ficaria por aqui: na continuação da arengada parlamentar, conclui o incrédulo e incrível ministro que é necessário reduzir ainda mais os custos do trabalho para obviar… ao desemprego.

A manter-se o inaudito, suspeito que o ministro ainda morre de espantadice aguda sem que haja maca movel de bombeiros que lhe acuda.




Publicado por samartaime às junho 13, 2012 10:38 AM

Comentários

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)