« fevereiro 2012 | Entrada | abril 2012 »

março 31, 2012

Essa pequena




Publicado por samartaime às 07:10 PM | Comentários (0)

março 30, 2012

Divida Pública,
a grande vaca sagrada




Pensemos na nossa srª dona Dívida contraída em 1902.
Escolho esta porque a história ( Maria Eugénia Mata) nos diz quando começou e quando acabou - portanto podemos fazer uma ideia mais doméstica, tipo janela de oportunidades para uma zona de conforto abrangente.

Esta Divida Pública Portuguesa de 1902 foi um espetáculo.

Nasceu monárquica mas sobreviveu à monarquia;
implantou-se na república;
foi à Grande Guerra de 14-18,;
não deu pela Revolução de Outubro;
não deu pela morte do Sidónio;
nem pestanejou à instalação do Salazar e do seu estado novo;
fechou os ouvidos e não os olhos, impávida, à Guerra Civil de Espanha;
negociou com os aliados as Lajes, vendeu volfrâmio aos alemães; fechou olhos e ouvidos ao transito por cá de judeus e outros amigos e inimigos durante toda a II Grande Guerra;
desdenhou da campanha de Humberto Delgado;
riu-se da crise académica de 62 em diante;
contribuiu para a guerra colonial;
sobreviveu ao 25 de abrl e ao PREC;
acenou ao 25 de novembro mais à «reposição» democrática
e avançou, voraz, até Julho de 2001.
E só então se deu por saciada, tirando algumas favas e trmoços para picar.

Caranba, uma vida de mão cheia!
Não há outra portuguesa que se gabe de tamanha vigência.


Calhando o diabo do Sócrates tinha razão quando disse que
«A Divida não é para pagar, é para gerir»

Mas onde é que uma pessoa vai arranjar paciência para ouvir o Sócrates?
Nem pó, que não há seguro que lhe valha - apesar da nossa paixão por estradas e combóios já vir não só de mais longe como de muitissimo mais longe.

Diz-me, espelho meu, será isto um trauma a seco das navegações?



Publicado por samartaime às 05:23 PM | Comentários (0)

março 27, 2012

A nudez dos reis




«As barragens culturais de Mexia»


[...]
«Mexia é enérgico. Energético. “Energizante”. Parafraseando Cabrera Infante, Mexia é Demasiado! De desmaiar (colapso dos sentidos que vem acometendo um número significativo de portugueses quando confrontados com a conta da luz).
Mas se Faraday era cientista, Mexia é economista. Não que seja demasiado económico. A prová-lo, três grandes projectos artísticos no Douro.
Pedro Cabrita Reis vai usar 2.700 l de amarelo numa superfície de 13.000 m2 (barragem da Bemposta); Pedro Calapez preferiu a cor e o vidro temperado para uma superfície de 142 m2 (barragem de Picote); quanto a Souto Moura, coube-lhe “minimizar as alterações morfológicas das vertentes, a volumetria exposta das obras e o seu impacto visual” na Foz do Tua.

[...]
Citando o crítico de design Mário Moura: “Às vezes há boas razões para nunca ninguém ter feito uma coisa”. »


lido com gosto em Meditação na Pastelaria



Publicado por samartaime às 10:13 AM | Comentários (0)

março 26, 2012

GLÓRIA


A glória é como uma terrível catástrofe,
pior que a casa incendiada; enquanto
se abate a trave-mestra, o fragor
da destruição repercute-se cada vez mais depressa;
e tu contemplas tudo aquilo: inane
testemunha da danação.


Como uma bebedeira a glória devora
a casa da alma, revela que trabalhaste
para coisa pouca: para ela -
ah, queria que esse beijo traiçoeiro nunca tivesse
molhado a minha face: queria
fundir-me, só, para sempre, na obscuridade, na noite.


MALCOM LOWRY


mudado para português por Herberto Helder

Construções Portuárias, 001, Maio 2002.



Publicado por samartaime às 06:53 PM | Comentários (0)

março 25, 2012

Canção da Paciência







Publicado por samartaime às 05:56 PM | Comentários (0)

O Congresso Laranja




Toda a gente acha, encontra, jura que a nossa «nova geração» é a mais preparada de sempre dos nossos novecentos, apesar de incompletos, anos de história.


Eu também acho, encontro, juro.


Oiço alguma «velha geração» do congresso laranja, como os inenarráveis Jardim e Meneses e procuro distrair-me.
Que pensará a «nova geração», a tal a mais preparada de sempre da nossa história, desta oratória em aleivosa cantilena pseudo romântica?


Alguém lembra Cavaco e eu penso era só o que me faltava ouvir histórias do mudo intermitente e mudo de canal.


Passadas umas horas, vou espreitar.


Oiço os oradores da «geração intermédia» do congresso laranja e reparo que eles são peritos em passado, falam passado, preocupam-se muito em prometer e vasculhar passado, com nova patine é certo.
Os tipos não dão por isso, estão tão habituados aos jogos de cintura que aparentam não dar por isso eximiamente.
Que pensará a «nova geração», a tal a mais preparada de sempre da nossa história, destas oratórias em cantilena neoluterana?


Graça teve uma proposta da jotinha que ausentava os «orgãos diretivos» do partido até ver. Mas Passos Coelho deu por ela e afastou docemente, como é seu estilo, a hipótese de se ver sozinho na ampla e agitada faixa pedonal.


Que pensará a «nova geração», a tal a mais preparada de sempre da nossa história, a tal a mais precária, a tal a mais emigrante?
Andam a precariar, a emigrar. A «encher o saco», dizem os brasileiros. A jurar, digo eu.


E que pensarão aqueles sobre quem o poder raramente enuncia, os desempregados?


E aqueles que têm no curto prazo a vida?



Publicado por samartaime às 12:23 PM | Comentários (0)

março 24, 2012

Dia do Estudante/1962 :
as baladas que passavam de boca em boca



Adriano /Capa negra rosa negra



Zeca / Canta camarada canta



Adriano / Trova do vento que passa



Zeca / No lago do breu



Adriano / Pedro soldado



Zeca / Era de noite e levaram





Publicado por samartaime às 11:54 AM | Comentários (0)

março 23, 2012

Voltou o Capitão Maltez?



cabecera_interior.png


Clique para ver aGaleria de fotos




Publicado por samartaime às 05:27 PM | Comentários (0)

março 22, 2012



grevegeral_i-520x292.png







Publicado por samartaime às 02:26 PM | Comentários (0)

março 20, 2012

Nobel da Paz?!




Ellen Johnson Sirleaf

Libéria 2.jpg


Presidente da Libéria e Nobel da Paz 2011


Numa entrevista conjunta com o antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair, que se mostrou incomodado mas não fez comentários, a Presidente da Libéria e Nobel da Paz Ellen Johnson Sirleaf defendeu uma lei que criminaliza a homossexualidade.

(foto e texto do Público de 20:MAR:2012)



E agora como é?
O Nobel da Paz tenciona acrescentar a homofobia aos «direitos humanos»?
O Nobel da Paz aceita transformar-se no Grande Prémio do Lixo ?


Ou vai banir a senhora da sua lista de eleitos?



Publicado por samartaime às 12:27 PM | Comentários (0)

março 19, 2012

Dia do pai deles e delas



pOBRERZA.jpg



Publicado por samartaime às 02:41 PM | Comentários (0)

março 15, 2012

Marilyn Moore


YOU' RE DRIVING ME CRAZY


Perder Al tornara-se uma evidência.
Talvez lhe tenha custado mais ver que,
com ele, desapareciam amigos e contratos.
Não desejara assim tão breve a sua passagem pelo mundo.

Billie, entre sucessivos internamentos,
não lhe podia valer, e o orgulho
impedia-a de mendigar junto das orquestras
de Chicago, Kansas City ou New Orleans.

A sua voz pedia um quase murmúrio,
era incompatível com o estrépito em voga
e demasiado frágil para atrair os boppers.

Segurava sem paixão um colar de pérolas desfeito,
a certeza de já só ter memórias e nem sequer felizes.


MANUEL DE FREITAS


A Molder 3.jpg

Adriana Molder, A Noite, da série M, 2011, tinta da china e acrilico s/papel esquisso, 150X100cm.

poema e desenho in
«MARILYN MOORE»
poemas de Manuel de Freitas
e 3 desenhos de Adriana Molder
Ed. Assírio & Alvim, 2011., Lisboa.



Publicado por samartaime às 03:29 PM | Comentários (0)

março 13, 2012



423973_261512507264519_100002173144109_575131_1998469249_n.jpg

encontrado AQUI



Publicado por samartaime às 03:27 PM | Comentários (0)

Bandex - Um futuro pior



(obrigada Esteva)




Publicado por samartaime às 09:48 AM | Comentários (0)

março 11, 2012

Uma rapariga japonesa no tsunami




2011 - Lembram-se de Yoko procurando o filho?

Yoko 1.jpg



2012 - Hoje com o filho, no mesmo lugar.

YOKO 2.jpg


Ondekoza (Taiko Drummers of Mt. Fuji)


Publicado por samartaime às 11:04 AM | Comentários (0)

março 10, 2012



feira_porto.jpg

PROGRAMA

10 março 18.00 - coro CoLeGaS
13 março 18.00 – encontro com autor@s-investigador@s Conceição Nogueira e Nuno Carneiro
14 março 18.00 - encontro com escritoras Manuela Bacelar, Sandra Cainé e a contadora de histórias Aida Gutierrez
15 março 18.00 – workshop de escrita com Adélia Carvalho
16 março 18.00 - encontro com escritor Richard Zimler
17 março 14.00 - workshop de ilustração com Sandra Luís
18.00 - encontro com escritora Marisa Medeiros



Publicado por samartaime às 12:18 PM | Comentários (0)

Carminho, imaterial



Lágrimas / ( Fado Cravo )

Disse-te - Manuela de Freitas / (Marcha do Raul Pinto)

Cabeça de Vento / ( Bolero do Machado)

Talvez - Vasco Graça Moura/Mário Pacheco




Malva Rosa - J.Linhares Barbosa/José Inácio


Publicado por samartaime às 09:59 AM | Comentários (0)

março 09, 2012

A bolinagem do sr. Silva




No meio da confusão dos tropas com o sr.Aguiar- Branco

e da confusão dos polícias e outros com o sr.Macedo,

no meio do «vazio» do Dr Álvaro e da fezada da drª Cristas,

no meio da confusão do abalo sismico no nó vital do QREN

mais a confusão do bonus das portagens na 25 de Abril,

o sr Silva salta para o meio do palco e estendendo a mão direita grita tragicamente para o público:

«Sócrates enganou-me, o traidor ! Aaaah!...»

Cruzes credo!

Essa do Sócrates já não distrai ninguem

Queremos palhaçadas novas.



Publicado por samartaime às 09:35 AM | Comentários (1)

março 07, 2012

PATUÁ - já ouviram?




Macau Sâm Assi - Dóci Papiaçám di Macau




Publicado por samartaime às 10:15 AM | Comentários (0)

março 05, 2012

Câmara Escura



Inês_câmara.jpg
(Antologia de Manuel de Freitas)


CANÇÃO PARA GEORGES


Georges anda ver uma gaivota sem asa,
meninas ausentes de olhos,
marujos ausentes de água.


Estrelas de cinco pontas
penduradas num adelo,
mil medos em vénias prontas
e coragens de pantufas.


Nas praças cheias de estômagos
melopeias e lamentos
há corações de binóculos
de entremezes bafientos
e marés sempre enfeitadas
de lanchas de cartolina
em viagens adiadas
ao oceano da esquina.


Que outros mares virão, Georges?
Que outros marujos, com audazes
oceanos no destino? E viagens de
gaivotas exactas e meninas e
barcos nos começos e asas
nos epílogos? De novo partiremos
Georges, que esta história
não acaba mais.


INÊS LOURENÇO



Publicado por samartaime às 02:35 PM | Comentários (0)

Porque «todo o mundo é composto de mudança»
e a filosofia o contraditório de si próprio
o Público passou-se para o seu público.
Bom trabalho!



8833faf5-6b66-418d-ba68-90f2476255b7.jpg

Publicado por samartaime às 12:24 PM | Comentários (0)

março 04, 2012

Almodovar por Garzón




Video producido por Pedro Almodovar en defensa del Juez Baltazar Garzón.



Canción de apoyo a Garzón.



Esta es la canción que UnomasUna ha hecho para apoyar a Garzón




Publicado por samartaime às 10:01 AM | Comentários (0)