« junho 2006 | Entrada | agosto 2006 »

julho 28, 2006

JANELA VOADORA

« SAFO DE MITILENE » :

um cdê diferente

AngeliqueNena 01.jpg

Poemas de Safo (*)
Música de Angelique Ionatos
Vozes de Angelique Ionatos e Nena Venetsanou

(*) Poemas de Safo transcritos para o grego moderno pelo poeta Odysseus Elytis (1911-1996)

ASTÉRON PANTON o kallistos (Angelique)


«De tous les astres le plus beau»

Vesper, ramenant tout ce qu’ avait disdpensé
L’Aurore lumineuse
Tu amènes la brebis, tu amènes la chèvre
Mais tu emmênes loin de sa mére l’ enfant!


GRIGORA I ORA pérassé (Nena e Angelique)

«L’ heure a si vite passée»

La lune
a fui
et les Plêiades
Il est minuit
L’ heure passe
et je suis couchée, seule
Eros qui donne la douleur
Eros qui tisse les mensonges
Eros encore a ébranlé mon coeur
comme un vent de montagne s’ abattant
sur les chênes


I MEN IPPION stroton (Nena)

«Pour les uns une armée à cheval»

Pour les uns une armée à cheval et pour
d’ autres à pied
ou une escadre: voilá, disent-ils, sur la terre
noire
ce qu’il y a de plus beau, mais pour moi
c’est
de voir quelqu’un d’aimer quelqu’un.


KI ANAMESSA se malaka (Angelique )


« Et sur une couche douce et moelleuse »
elle a éntendu son corps
celle qui dort sur les seins d’une tender
amie
Ah! Puisse cette nuit me durer
autant que deux nuits entières
Puisse-je , o Aphrodite à la couronne d’or,
du sort cette part obtenir

PALI PALI o érotas (Angelique e Nena)

De noveau l’ amour

Eros encore, le délieur de membres,
me secoue, doux-amer invincible animal,
Atthis, il t’est devenu odieux de penser
à moi, et vers Andromède tu voles

Eros qui donne la douleur
Eros qui tisse les mensonges
Eros encore a ébranlè mon coeur
comme un vent de montagne s’abattant
sur les chênes

[Files retirados]

Para conhecer melhor este trabalho, três links:

Angelique Ionatos

Nena Venetsanou

Odysseus Elytis


ionatos AA.jpg
Angelique Ionatos
venetsanou4.jpg

elytis.gif
Odysseus Elytis

Publicado por samartaime às 01:10 PM | Comentários (0)

julho 17, 2006

A inesperada antecipação das vindimas




INVERTE EURÍDICE
(1ª versão)

As tuas palavras transportam
o antigo e inapagável mito,
daquele que cantava a afugentar
a fera da tristeza e se atreveu
a descer ao incêndio da
desesperança eterna, para
salvar a quem amava.


A cinza fria é talvez o pior
dos dejectos. E escapar-lhe o
mais humano dos desígnios. Assim
retoma a tua corda, estrada
salvadora por cima das
mortíferas chamas do desânimo e
inverte essa euridice e o seu
fatal reflexo.Depois é sempre
o mais belo itinerário.

Inês Lourenço (inédito)


250px-Gustave_Moreau_Orph%C3%A9e_1865.jpg
Gustave Moreau, Orfeu.
Renee Fleming, Gypsy Melody ( Dvorak) (File retirado)




Para a Inês Lourenço:

MITO APÓCRIFO
(versão final)

Orfeu da amizade que nisso me reverti
por não ver nela menor qualidade.

Por certo as Mênades me esperam
já adiante

E também eu cumprirei o
mais humano dos desígnios
que a corda é mais forte em mim e o
Depois é sempre
o mais belo itinerário

dos eternos peripatéticos
tragicamente cantantes.

Manuela Imar

16:JUL:06







ATÉ ÀS VINDIMAS, AMIG@S !... QUE AS FÉRIAS NOS SEJAM MEIGAS E TENHAM ALGUM MAR!

Publicado por samartaime às 12:56 PM | Comentários (0)

julho 11, 2006

Bom dia!

Hoje eu queria cantar para os meus amig@s que estão tristes.
Hoje eu queria encher de música esta nesga de vida que sou
para ver um sorriso azul nos olhos dos meus amig@s que estão tristes.
Mas nem as palavras vejo, tenho , invento.
Que nestas horas de ser preciso ser capaz
não canto não rio não choro
sou merda.

Publicado por samartaime às 09:47 AM | Comentários (0)

julho 04, 2006

O futebol e a vidinha: encolheu!...

DSC01753.JPG

Nós já sabíamos de quem é Portugal.

Mas não deixa de ser curioso que sejam os mais pequenos do grupo a exibir o nacionalismo.

Tal como há mais bandeiras em Alcântara que no Restelo.

Publicado por samartaime às 12:09 PM | Comentários (0)

julho 02, 2006

Janela voadora

foto «samartaime», 2006.
(File retirado)

Nem aqui, nem ali. Por aí.
(File retirado)


Publicado por samartaime às 12:06 PM | Comentários (0)