Main

maio 20, 2010

O milagre e o esplendor do cinema...

sco2005.jpg

sco2005b.jpg

É um testemunho impressionante de Scorsese sobre o grande cinema italiano do pós-guerra. Uma magnífica lição, que recomendo a todos os amantes da sétima arte...

maio 17, 2010

Um pouco mais de "alarme social" não fará mal a Portugal (para maiores de inteligência)...

jus1705c.jpg

jus1705a11.jpg

jus1705b.jpg

jus1705e.jpg
Playboy-Portugal, Maio.2010

Há muitos anos que não passava os olhos pela Playboy e pelos frescos da Capela Sistina. Compreendo agora melhor a sábia observação do nosso rei putativo: imagens como estas são, evidentemente, um convite à fornicação. Os Papas que o digam...

sis1705a.jpg

sis1705b.jpg
Gilles Néret, Miguel Ângelo

maio 11, 2010

Outro Papa português "enamorado"...

lobo1005a.jpg

lobo1005b.jpg

lobo1005c.jpg

lobo1005d.jpg
Lux, 10.05.2010


maio 10, 2010

Um texto que Mário-Henrique Leiria teria, com certeza, dedicado a Ricardo Rodrigues, o deputado surripiador...

mhl1005.jpg

Mário-Henrique Leiria, Contos do Gin-Tonic

abril 25, 2010

A encenação diária de "O Círculo de Giz Caucasiano", de Bertolt Brecht...

fil2504a.jpg
fil2504b.jpg
________________________________________________________________________________

fil2504c111111.jpg

DN, 25.04.2010

Os adultos (incluindo os magistrados) conseguem sempre ser muito mais cruéis do que as crianças...

abril 22, 2010

Para começar bem o dia (com Mário Viegas)...

abril 16, 2010

C'os diabos! Já não se pode fornicar discretamente em Portugal?...

lobo1604.jpg
Correio da Manhã, 16.04.2010

março 30, 2010

Onde Portugal acaba e a Galiza começa ou vice-versa (um filme de Pancho Salmerón)...

Para começar bem o dia...

março 27, 2010

"Angels, Ever Bright and Fair" (e boa noite!)...

março 24, 2010

"And here is the night, the night has begun"...

Here is your crown
And your seal and rings;
And here is your love
For all things.

Here is your cart,
And your cardboard and piss;
And here is your love
For all of this.

May everyone live,
And may everyone die.
Hello, my love,
And my love, Goodbye.

Here is your wine,
And your drunken fall;
And here is your love.
Your love for it all.

Here is your sickness.
Your bed and your pan;
And here is your love
For the woman, the man.

May everyone live,
And may everyone die.
Hello, my love,
And, my love, Goodbye.

And here is the night,
The night has begun;
And here is your death
In the heart of your son.

And here is the dawn,
(Until death do us part);
And here is your death,
In your daughter's heart.

May everyone live,
And may everyone die.
Hello, my love,
And, my love, Goodbye.

And here you are hurried,
And here you are gone;
And here is the love,
That it's all built upon.

Here is your cross,
Your nails and your hill;
And here is your love,
That lists where it will

May everyone live,
And may everyone die.
Hello, my love,
And my love, Goodbye

Leonard Cohen

março 23, 2010

Flores para Sócrates...

soc2303b.jpg
Correio da Manhã, 22.03.2010

flo2303a.jpg
Correio da Manhã, 23.03.2010

Hei-de emprestar este livro de Leonard Cohen a... José Sócrates. Traduzido, obviamente, em português...

hit2303a.jpg hitle2303bbb.jpg


março 22, 2010

Saudades de Jean Ferrat e Christine Sevres...

Jean Ferrat por Christine Sèvres; Jean Ferrat para Christine Sèvres: "tu es venu"...

Para quem não saiba, Christine Sèvres viveu vinte anos, entre 1961 e 1981 (ano em que morreu, com apenas 50 anos de idade), com Jean Ferrat...

março 16, 2010

Eu prefiro Shakespeare no original: "There are more things in heaven and earth, Horatio, than are dreamt of in your philosophy." (Hamlet)

sena1603.jpg

É uma espécie de lema, divisa ou subtítulo de "Sinais de Fogo", o novo programa de Miguel Sousa Tavares, na SIC. Pena que esta frase de Jorge de Sena recrie ou replique a famosa apóstrofe de Hamlet...

março 14, 2010

Improviso para Jean Ferrat...

ferratpoema.jpg

Continue reading "Improviso para Jean Ferrat..." »

março 07, 2010

Uma ideia apenas (e sobre "justos" ignorados) não será de menos?...

mat0603b.jpg
mat0603c.jpg
(...)
mat0603a.jpg

Público, 06.03.2010

março 05, 2010

Os livros são a verdadeira paixão deste piloto: não só dá "prémios" a escritores, como poupa à guilhotina os livros de Manuel Alegre...

leya0503b.jpg
Notícias Sábado, 27.02.2010

leya0503a.jpg

leya0503d2.jpg
(...)
leya0503d1.jpg

i, 05.03.2010


fevereiro 25, 2010

Um excerto mais de... "Sinais de Fogo"...

sin2502c.jpg
(...)
sin2502a.jpg
sin2502b.jpg
(...)

Jorge de Sena, Sinais de Fogo

fevereiro 24, 2010

Um excerto mais de... "Sinais de Fogo"...

fogo2402b.jpg
(...)
sin2402a.jpg
fogo2402c.jpg
(...)
Jorge de Sena, Sinais de Fogo

fevereiro 22, 2010

Um excerto pornográfico de... "Sinais de Fogo"...

sen2202a.jpg
(...)
sena2202b.jpg
(...)

E (...) "trouxeram putas para Elêusis/cadáveres dispostos no banquete/às ordens da usura"...

usu2102a1.jpg

usu2102a.jpg
usu2102b.jpg
usu2102c.jpg
usu2102d.jpg
Notícias Magazine, 21.02.2010

Mais um excelente texto de Manuel António Pina!...

fevereiro 15, 2010

PLANO INCLINADO: um monólogo (trágico) a quatro vozes...

pii1502a1.jpg

É uma espécie de remake sombrio da saudosa Noite da Má Língua. Com uma extraordinária singularidade: aqui não há lugar para a divergência coloquial, nem para o contraditório. Todos os paineleiros (os "residentes" , os "convidados" e o "moderador") afinam, monocordicamente, pelo mesmo diapasão. Se falassem em coro, ninguém notaria a diferença. É o pensamento único em formato de chicote. É a televisão como velório. Digo-vos: como Eça se divertiria a ver e a ouvir este monólogo a quatro vozes...

eça1502a.jpg
eça1502c.jpg
Eça de Queiroz, Uma Campanha Alegre

fevereiro 05, 2010

Já chegamos à Madeira?!...

par0502a.jpg
par0502b.jpg

Eça de Queiroz, Uma Campanha Alegre

Veremos, hoje, de que massa são feitos os deputados da nação, digo, da oposição!...

janeiro 31, 2010

Andam a escrever estas merdas, uns para os outros, há mais de 30 anos...

amf3001.jpg
Notícias Sábado, 30.01.2010

António Mega Ferreira é amigo de Luísa Costa Gomes. Luísa Costa Gomes é amiga de António Mega Ferreira. Ainda bem que são amigos e que ambos escrevem e se lêem com deleite...
O "eduquês", claro, a "paranóia pedagogista (...) activada em espaço de aula", o professor "destinado a assumir o papel de stand up comedian". Um mega romance, não é, Mega?!...

Programa dominical!...

pim3101a.jpg

pim3101b.jpg

Alberto Pimenta, Bestiário Lusitano

janeiro 30, 2010

Se soubesses o que custa mandar, VALTER, preferias obedecer toda a vida!...

vhm2901b.jpg
vhm2901a.jpg
(...)
vhm2901c.jpg
(...)

Sol, 29.01.2010

Conheço (e tenho replicado e partilhado com os meus alunos ) o poeta: não conheço e jamais conhecerei (por falta de tempo e de desejo literário) o romancista. Mas assino por baixo o que valter hugo mãe diz aqui sobre a família e os indivíduos. E sobre deus e sobre a pátria. Só lamento ter quase mais vinte anos do que ele...

janeiro 28, 2010

Sempre estive convencido de que Steve Jobs era irmão gémeo de deus. Agora sou obrigado a concluir que deus, afinal, é filho único...

job2801a.jpg
job2801b.jpg

DN, 28.01.2010


janeiro 22, 2010

"Con toda palabra" (ainda Lhasa De Sela)...

lha2201a.jpg

lha2201b.jpg

janeiro 16, 2010

O Círculo de Giz Caucasiano...

jrs1501a.jpg

jrs1501c.jpg
jrs1501e.jpg

jrs1501b.jpg
(...)
DN, 15.01.2010

janeiro 09, 2010

A eternidade de uma voz, de um olhar e de uma expressão: Barbara (1930-1997)...

janeiro 05, 2010

Lhasa de Sela: " Is anything wrong"...

lha0501a.jpg

"Uma espécie de nó que todos, um por um, são chamados a desatar - e que cada um aperta mais"...

(...)
eça0501.jpg
(...)
Eça de Queiroz, Uma Campanha Alegre

janeiro 02, 2010

Quando a história não é escrita por bonzos...

olim0201.jpg
(...)
Oliveira Martins, História de Portugal


dezembro 24, 2009

Não me lembro de ter visto um filme que me tenha incomodado e magoado tanto como este: "Salò o le 120 giornate di Sodoma", de Pier Paolo Pasolini...

Há filmes que fazem a história do cinema e este é um deles. Só consegui vê-lo na íntegra, de olhos bem abertos, à terceira tentativa. E quando cheguei ao fim... tive vontade de esquecer tudo o que vira. Pasolini cruza, nesta obra quase póstuma, todos os seus pesadelos. Tenho-me perguntado, muitas vezes, como lhe foi possível viver com eles...

dezembro 10, 2009

Se todas as flores pensassem com a raiz, como se levantariam do chão?...

ala1012.jpg

Visão, 10.12.2009

dezembro 06, 2009

Victor Jara...

jar0612.jpg

Este rapaz deveria ser exibido no circo como adiantado sexual...

mex0512a3.jpg
(...)
mex0512a.jpg
mex0512b.jpg
(...)
mex0512c.jpg
Expresso-Única, 28.11.2009

Tem 36 anos e já diz coisas extraordinárias. Por exemplo, que "os homens gostam todos do mesmo nas mulheres". Que a verdadeira camaradagem só existe entre os "animaizinhos", entenda-se, os machos como ele. Que não consegue olhar para uma mulher (tirando as muito velhas) sem pensar que ela é uma fêmea, um objecto de desejo erótico. Será, talvez, uma espécie de priapismo mental...
Não é preciso ter lido Freud para perceber que este rapaz não conseguiu resolver a relação com a mãe. Está, por isso, fadado aos mais altos voos literários...

novembro 24, 2009

Um discípulo dilecto, na linhagem de Cristo, de Leopold von Sacher-Masoch...

Leopold_von_Sacher-Masoch-1.jpg

Leopold von Sacher-Masoch, o mestre inspirador de Karol Wojtyla...

chi2411a.jpg
chi2411b.jpg

chi2411c.jpg
(...)
Correio da Manhã, 24.11.2009


novembro 22, 2009

Quem não se recorda do... "miles y miles"? Portugal, 1974...

ska2111.jpg

ska2111b.jpg
(...)
Notícias Sábado, 21.11.2009

Alguns leitores terão conhecido o personagem. Havia quem suspeitasse que ele trabalhava para a CIA. Outros, que não passaria de um aldrabão e de um oportunista. Alojei-o em minha casa durante alguns dias. Naquele tempo, todos os chilenos expatriados eram, em Portugal, recebidos como heróis. Ouvi-lhe muitas estórias. Algumas, só percebi depois, não passavam de estórias da carochinha. Não sei se Skármeta conheceu a criatura. Sei, apenas, que certamente o inspiraria...

novembro 10, 2009

Byron, os portugueses, os piolhos e o mais...

byr1011b.jpg
byr1011a.jpg

byr1011c.jpg
Correio da Manhã-Domingo, 08.11.2009

novembro 06, 2009

Posso garantir-vos que não foi aqui que José Rodrigues dos Santos, Miguel Sousa Tavares, Rodrigo Guedes de Carvalho, Francisco José Viegas, Clara Ferreira Alves e "tutti quanti" aprenderam a escrever... ficção...

fic0611a.jpg

Personagens
. Técnicas de construção
. Formas de identificação
. Descrição
. Interação com pessoas e objetos
. Comportamento

E muitas outras dicas para criação de personagens inesquecíveis.

Diálogos
. Diálogo e perfil do personagem
. Mostrar entonação e velocidade
. Uso correto de marcadores
. Estabelecer o ponto de vista
. Emoções e subtexto

Escreva diálogos inteligentes que enriquecem a sua trama.

Sentidos e Emoções
. Uso de sons
. Cheiros e paladar
. Sensação térmica
. Conexão emocional com o leitor
. Faça rir e chorar

Diversas técnicas que farão o leitor entrar em sua história.

... e muito mais
. Exercícios para inspiração
. Inícios e finais impactantes
. Descrições de locais e objetos
. Cenas com suspense e lutas
. Revisão, publicação, mercado

Tudo o que você precisa para tornar seus textos interessantes.

Se quiser saber mais, espreite aqui.

novembro 02, 2009

Sempre que lhe perguntam por Portugal e pela literatura portuguesa, o planetário vendedor de chupas-chupas, invariavelmente, responde: "vivi um ano em Sevilha"...

dan0211c.jpg
dan0211d.jpg
(...)
dan0211.jpg
(...)
Expresso-Única, 31.10.2009

novembro 01, 2009

"Roman Polanski - Wanted and Desired": um filme acutilante e quase premonitório do remake em curso...

pol0111a.jpg

pol0111b.jpg

Quando a "justiça" se converte numa farsa mediática... regressamos sempre, de uma forma ou de outra, a Kafka... Polanski tem, actualmente, 76 anos de idade e, 32 anos depois, continua à espera de uma decisão judicial. Este filme ajuda a entender o absurdo...

outubro 27, 2009

Recordando Georges... Georges Brassens... "le pornographe"...

outubro 24, 2009

O hiper-realismo escultórico de John de Andrea...

and2410b.jpg

and2410c.jpg

and2410f.jpg

and2410j.jpg

and2410k.jpg

and2410e.jpg

Imagens retiradas daqui.

outubro 20, 2009

Recordando Bertolt Brecht e também The Doors, na voz de David Bowie...

outubro 08, 2009

A eterna actualidade de Álvaro de Campos...

akv0810.jpg

Álvaro de Campos, Livro de Versos

outubro 07, 2009

A urgência de lembrar sempre Ferré...

outubro 04, 2009

O último domingo de Mercedes Sosa: "Gracias a La Vida!"......

setembro 21, 2009

Touros de Leite...

car2109.jpg

Expresso, 19.09.2009

setembro 20, 2009

Para fomentar a leitura dos cafres e dos seus filhos... não há como editar, condensadas, "obras célebres" de "leitura obrigatória" e, muito especialmente, já "adaptadas ao ensino"...

fmp2009b.jpg

fmp2009.jpg

setembro 19, 2009

A morte de Sócrates...

dav1909.jpg
Louis David, 1787. Óleo sobre tela, Metropolitan Museum


exp1909b.jpg
exp1909a.jpg
(...)
Expresso, 19.09.2009

setembro 14, 2009

Improviso pedagógico...

Ela sabia que Clair de Lune
era uma composição de Debussy
e já fora a Veneza
donde trouxera uma pequena máscara
que moldou logo ali com as mãos
num gesto quase iniciático
e sorriu a Galuppi
e à consequente evocação de San Marco
e a Pier Paolo Pasolini
de tantas estórias que ela sabia malditas
dezassete anos apenas
e tanta cultura nos olhos e nas mãos
e tanta fome de saber mais
não retive o teu nome miúda
mas conseguiste reconciliar-me
em dois tempos lectivos
com o triunfo da humanidade.

Ademar
14.09.2009

setembro 11, 2009

Um pouco de perfeição...

setembro 07, 2009

Lembrando... "with or without you" (ao vivo, como sempre se recomenda nestas evocações nostálgicas)...

agosto 29, 2009

Lluís Llach: contra todas as monarquias...

agosto 27, 2009

Um comentário (privado) que me comoveu...

Não importa a identidade do leitor (respeito a reserva do comentário), mas hoje recebi, por e-mail, esta "confissão" a propósito do poema de Alexandre O'Neill que publiquei esta manhã. Fico sempre feliz quando os meus alunos e os meus leitores reconhecem um poeta... pelas palavras...

one2708.jpg

agosto 23, 2009

É tão difícil nos tempos que correm dizer o que já não foi dito...

gil2308a.jpg
(...)
gil2308b.jpg
gil2308c.jpg
Pública, 23.08.2009

Talvez na poesia ainda alguém consiga, de vez em quando, ser original. Na filosofia, não: está tudo dito e redito. Diferem apenas (quando diferem) as formulações...

A fotografia mais literária de 2009...

lob2308.jpg
Correio da Manhã-Domingo, 23.08.2009

A revista garante que ela está a preparar um doutoramento sobre a obra dele. Presumo que o tempo do verbo está errado. Ou então... está errada a fotografia...

agosto 21, 2009

E eu que julgava que Joaquin Díaz tinha deixado de gravar...

dia2108a.jpg

dia2108b.jpg

Joaquín Díaz González: o mestre da música tradicional espanhola...

agosto 19, 2009

Uma valsa para lembrar Federico García Lorca, no dia em que foi assassinado...

lor1909c.jpg
lor1909b.jpg
lor1909a.jpg
Federico García Lorca, Poesía

agosto 18, 2009

Há sempre um Händel (que eu desconhecia) que me reconduz a uma eterna-idade...

Woody Allen passeando (o mito) em Oviedo...

woo1609f.jpg

woo1609e.jpg

woo1608d.jpg

woo1608c.jpg

woo1608bb.jpg

woo1709a.jpg

woo1709b.jpg
woo1709c.jpg

woo1709d.jpg
woo1709e.jpg

CIUDADES con encanto - Oviedo

agosto 12, 2009

Infelizmente, mais uma razão, digo, uma excelente razão para detestar Gaudi...

gau1108aaaa.jpg

gau1108a.jpg

gau1108aa.jpg

gau1108b.jpg

gau1108cc.jpg

gau1108d.jpg

gau1108f.jpg

gau1108g.jpg

gau1108h.jpg

gau1108i.jpg

gau1108j.jpg

gau1108k.jpg

gau1108l.jpg

gau1108n.jpg

Confesso: sempre que me confronto com uma obra de Gaudi faço ou tento fazer um esforço de despreconceituação. Ou seja, procuro abstrair da biografia do homem, dissociando-o da igreja católica e do franquismo. Ok, não conheço este gajo, não sei nada dele, vamos lá ver se esta arquitectura me excita, me surpreende, me toca numa corda sensível qualquer. É inútil: a ostentação fascista da arquitectura de Gaudi deixa-me sempre em estado de fúria intelectual. Que os teóricos me perdoem, mas prefiro os pastiches de Korrodi (estou a lembrar-me neste momento, por exemplo, do Palácio da Dona Chica, em Braga), às exaltações formais e pindéricas de Gaudi. O palácio episcopal que ele projectou para Astorga (e que, aliás, não chegou a terminar) não passa de um clichê sem graça, sem originalidade e sem escala. É um tesão do umbigo de um castrado. Vede as imagens e extrapolai. A igreja católica construiu ou fez construir ou inspirou a construção de edifícios admiráveis. Este... é um vómito. Lamento...

agosto 07, 2009

Magnífico...

agosto 02, 2009

Começar o dia com Handel...

julho 30, 2009

A perfeição é isto...

"Dance Me To The End Of Love"...

julho 26, 2009

Gosto muito mais da versão gravada, mas é ainda Ferré...

julho 22, 2009

A perfeição é isto...

julho 14, 2009

Um compositor, hoje, quase ignorado que fez, porém, no século XVIII, música excelentíssima...

galuppi09aaa111111.jpg

galuppp09aaa.jpg

Descobri-o apenas em 2009: Baldassarre Galuppi. E só ontem me chegou às mãos uma gravação em cd, há muito encomendada, de Gloria, uma das suas peças principais. Trata-se de um compositor notável, que não merece o esquecimento em que quase caiu. Esta noite, apetece-me recordá-lo aqui...


julho 13, 2009

Confesso: eu só consigo admirar os insubmissos...

QUINTOANNN09AA.jpg

Evidentemente, os jardins de infância e as escolas existem sobretudo para "socializar" (integrar no rebanho) as crianças, ou seja, domesticá-las e imbecilizá-las...

aniv509aaaa222.jpg
maggggn09aa1bbbb.jpg
(...)
Jean-Charles, Humor de Calções

QUINTOANNN09AA.jpg

julho 11, 2009

Luz Casal...

julho 06, 2009

Tento recuperar assim da overdose mediática de Cristiano Ronaldo...

alabbbb09aaa222.jpg
alabbbb09aa111.jpg

julho 05, 2009

No princípio, era apenas um exercício académico, uma quase brincadeira com as teclas de um piano. Hoje, é uma das peças imortais de Maurice Ravel (e, para mim, a mais simples e perfeita de todas)...


Lembrai-vos de Mario Ruoppolo, digo, Massimo Troisi?...

julho 02, 2009

Ainda não comprei o novo cd de Rodrigo Leão, mas hei-de comprar. É um dos poucos compositores portugueses que nunca ou raramente me desiludem...

Pode até não ser um grande escritor (e eu cá não tenho opinião formada, porque, simplesmente, me recuso a ler os autores televisivos), mas... vende-se bem, muito bem, em causa própria...

tavarrrr09aaa111.jpg
Visão, 02.07.2009

Claro que esta "longa" entrevista é, apenas, para promover o novo... "romance"...
Cada um faz o que pode pela vidinha...

junho 30, 2009

Foi assim que o Padre Nunes Pereira me viu e desenhou, não sei se na Brasileira, se no Moçambique...

ademnp1.jpg

Arrumando papéis, redescobri hoje este retrato, que durante muitos anos julguei perdido. Na altura, foi com uma enorme comoção que recebi das mãos do Padre Nunes Pereira, um artista que todos, em Coimbra, admiravam, este desenho, feito à mesa de um café. Era uma honra ser retratado por ele. Eu não passava de um jovem estudante de direito que tivera a sorte de conhecer o Padre Nunes Pereira e que, muitas vezes, tomava café com ele, na Brasileira e no Moçambique. E ainda hoje estou para saber o que o levou, discretamente, nesse dia, a retratar-me. Tão discretamente, que enquanto o fez... eu não dei conta. Há momentos únicos nas nossas vidas, momentos irrepetíveis. Este, projectou-se num retrato, que com muito orgulho (e muita saudade do Padre Nunes Pereira) reproduzo aqui...

Ou me engano muito ou ele ainda vai dizer que não disse o que dizem que terá dito...

eqqqqqq09aaaa4444.jpg
eqqqqq09aaa3333.jpg
eqqqqq09aaaa6666.jpg
eqqqqqquuuu09aaa77.jpg
eqqqqq09aaaa2222.jpg
(...)
24horas, 30.06.2009

junho 27, 2009

Um excelente suplemento, para ler e guardar...

sophhhh09aa1111.jpg
DN, 27.06.2009

Nuno Barreto...

nunobbb09aaa111111.jpg
nb09aaa111a.jpg
nb09aaa22222a.jpg
Expresso-Actual, 27.06.2009

nunobbb09aaa333.jpg

nunobbbb09aaa4444.jpg
Dois quadros de Nuno Barreto, retirados daqui.

Há alguns meses que sabia que o Nuno Barreto estava muito mal e que o fim se aproximava. Hoje, ao folhear o Expresso, confirmei a sua morte. Conheci-o em 1986, quando ele passou a dirigir a Casa Museu Nogueira da Silva, em Braga. Durante dois anos, privámos bastante e aprendi a admirá-lo. O Nuno era um homem superior, nada dado a vaidades efémeras e tolas. Era um excelente fotógrafo, um pintor rigoroso e fulminante e um pedagogo da arte, que eu ouvia sempre com atenção e proveito. A paixão por Macau levou-o para muito longe e nunca mais voltei a vê-lo. Mas recordá-lo-ei sempre como um dos portugueses mais brilhantes que eu tive a sorte de conhecer. O Nuno não merecia ter morrido assim...

junho 26, 2009

Para uma noite de sexta, não conheço melhor antídoto do que Astor Piazzolla (ainda que mil vezes repetido)!...

junho 25, 2009

Neste instante, neste instante exacto, apetece-me ouvir uma vez mais (e partilhar convosco) Mário Cesariny e Rodrigo Leão...

junho 22, 2009

Nunca me canso de ver os filmes (infelizmente, tão poucos) de John Cassavetes!...

Uma confissão quase cinematográfica. Nasci a 9 de Dezembro, como a Ana Saraiva (a quem, poeticamente, este blogue tanto deve e que, um dia, voltará a publicar aqui os seus poemas). A 9 de Dezembro, nasceram também John Malkovich (esse actor sempre imprevisível) e John Cassavetes. Cassavetes é (foi) um realizador genial e um verdadeiro criador. A noite passada, entretive-me a rever Gloria (de 1980), um dos seus últimos filmes. Os primeiro cinco minutos são, absolutamente, arrebatadores. Reparai...

junho 21, 2009

A ternura do esquecimento...

junho 20, 2009

Cresci (adolescente) a ouvi-lo: completará no próximo mês 70 anos: Peppino di Capri...


junho 17, 2009

O primeiro filme de Alejandro Jodorowsky: La Cravate (1957)...

jodorr09aaa2222.jpg

jodorr09aa1111.jpg

junho 16, 2009

Uma mensagem do meu querido Amigo Rubem Alves...

rubemaaaa09aaa333.jpg

rubemaaal09aaa555.jpg

junho 15, 2009

Uma obra-prima (que, obviamente, recomendo)...

savallll09aaa1111.jpg

savalllll09aaa2222.jpg

junho 14, 2009

Ainda e sempre... Jordi Savall...

junho 13, 2009

De vez em quando, Cole Porter, a preto e branco e não só...

Quem não soube já dizer este poema de cor?!...

junho 11, 2009

Barry Lyndon, de Stanley Kubrick: quando o cinema e a música conjugam a perfeição...

junho 10, 2009

Cavaco condecora a... homossexualidade de Artur do Cruzeiro Seixas...

cruzzzei09aaa111.jpg
i, 10.06.2009

Pelos vistos, Cavaco já percebeu que a homossexualidade não se cura, nem se pega. Haja deus!...

junho 08, 2009

Aprofundando, com Sócrates, a psicofoda...

plasticuuuu09aaa111.jpg
i, 08.06.2009
fooood09aa111.jpg
psicoooof09aaa111.jpg

junho 05, 2009

De Astor para Nonino, 50 anos depois...

"Lorsque tu me liras"...

junho 02, 2009

No dia 20, em Famalicão, na Casa das Artes: JUDY COLLINS!...

judyco09aaa1111.jpg

judycc09aaa2222.jpg

Judy Collins, aqui, com Pete Seeger: Turn! Turn! Turn!...
São ambos filhos de Maio: Judy nascida em 1939 e Pete, em 1919. Ainda cantam!...

junho 01, 2009

50 anos depois... " Je creuserai la terre/ Jusqu'après ma mort/ Pour couvrir ton corps/ D'or et de lumière" (Ne me quitte pas)...

Sim, Jacques Brel...

maio 30, 2009

Hoje ouvi isto na TSF e pensei: é Sérgio Godinho, de certeza! Acertei...

maio 29, 2009

Este patusco jornalista do DN (João Céu e Silva) será "light" ou, apenas, "sexy"?!...

ligh09aa111.jpg
ligh09aaa2222.jpg
(...)
ligh09aaa44444.jpg
(...)
ligh09aaa33333.jpg
DN, 29.05.2009

jceusss09aa111.jpg
(...)
Sol-Tabu, 29.05.2009

maio 27, 2009

Uma Flauta (quase) Mágica...

maio 23, 2009

"Rive gauche" (Alain Souchon)...

maio 22, 2009

Para descansar o olhar e os demais sentidos com Piazzolla...

Este é, entre os vivos, o único poeta cuja genialidade eu, verdadeiramente, invejo...


maio 20, 2009

Um dueto, das flores, que vale quase uma ópera ("Lakmé", de Delibes)...


maio 19, 2009

Não vi este filme, nem tenho vontade de ver, mas Piazzolla... é sempre Piazzolla...

maio 18, 2009

Ainda Piazzolla: "Otoño Porteño"...

Uma edição de Piazzolla que recomendo...

astorpp09aaa1111.jpg

astorppp09aaa222.jpg

Está (estava há pouco tempo) à venda na FNAC. Reúne o melhor de Astor Piazzolla. Até pelo preço, é uma preciosidade discográfica. Recomendo...

maio 17, 2009

Piazzolla, sempre...

maio 15, 2009

Como é que alguém pode ter escrito isto com, apenas, 14 anos de idade?!...

maio 14, 2009

Evidentemente, só pode tratar-de uma confusão. Lopes da Mota limitou-se a pedir de empréstimo, aos colegas, as obras completas de Sócrates (o filósofo) e os colegas, que não percebem nada de filosofia, julgaram que ele se referia ao primeiro-ministro...

eurojjj09aa111.jpg
eurojjj09aaa2222.jpg
Correio da Manhã, 13.05.2009

eurojjj09aaa3333.jpg
eurojjj09aaa5555.jpg
eurojjj09aaa7777.jpg
DN, 13.05.2009

maio 13, 2009

"Caminhando e cantando... e seguindo a canção"...

fatttt09aaa44444.jpg
Público, 13.05.2009

Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer...


Geraldo Vandré (Prá não dizer que não falei de flores)

maio 12, 2009

Com cinco ou seis rectas, é fácil, muito fácil... fazer um castelo...

Arredondando, este vídeo já foi visto e ouvido por quase dois milhões de pessoas. Comprei o vinil por causa desta música. Há mais de vinte anos, seguramente, que não o retiro da estante. O que eu não sabia era que Toquinho cantava tão bem em italiano...


SÓ DEZ POR CENTO É MENTIRA (o mais, claro, é invenção): um precioso documentário sobre Manoel de Barros que a Ana já viu (em Paris) e eu, não...

invvvv09aaa11.jpg
Manoel de Barros, Livro das Ignorãças


Depois de Fernando Pessoa, Manoel de Barros. São os dois grandes génios da poesia, em português. Manoel de Barros tem 92 anos e sempre se furtou à exposição pública. O realizador Pedro Cezar conseguiu o milagre de o convencer a entrar na personagem de si mesmo. O documentário que realizou, intitulado SÓ DEZ POR CENTO É MENTIRA, passou por estes dias em Paris, no Festival de Cinema Brasileiro. A minha amiga Ana Saraiva foi ver e adorou. Quando o veremos aqui?...


maio 08, 2009

Orfeu: antes, durante e depois...


maio 05, 2009

Poderá parecer Rameau, mas não é... Trata-se ainda de Galuppi...

O primeiro testamento de Miguel Torga (perdão, Adolfo Rocha)...

testammm09aa111.jpg
testammmm09aaa222222.jpg
testamm09aaa222.jpg
testammm09aaa4444.jpg
testammm09aaa5555.jpg

Adolfo Rocha, Pão Ázimo

maio 04, 2009

Uma sociedade tão longa e profundamente marcada pelo catolicismo só poderia mesmo ser uma sociedade hipócrita e temerosa...

gill09aaa222222.jpg
gill09aaa33333.jpg
Diário do Minho, 04.05.2009

maio 03, 2009

Faça o favor de entrar! Sente-se confortavelmente, feche os olhos e ouça comigo o primeiro movimento desta sonata de Galuppi...

abril 30, 2009

Uma ária mais de L'Olimpiade, de Metastasio, na versão (desprezada) de Galuppi...

Ainda Baldassare Galuppi...

Um compositor pouco conhecido e injustiçado (Galuppi) que, porém, me deixa sempre, feliz, à porta de Veneza...

galupppp09aa111.jpg
Tomás Borba e Fernando Lopes Graça, Dicionário de Música I

abril 27, 2009

Ainda, musicalmente, sobre uma certa "superioridade civilizacional" da Europa mediterrânea...

abril 26, 2009

Trinta anos depois... não terá envelhecido?...

nabuk09aaa111111.jpg
Correio da Manhã-Domingo, 26.04.2009

"Mankind Is No Island" (Jason van Genderen)...

abril 22, 2009

Nick Cave...


abril 19, 2009

Este continua a ser para mim o maior compositor de sempre...

É uma velha querela: Handel ou J.S. Bach. Nasceram, coincidência extraordinária, no mesmo ano (1685) e morreram ambos na década de cinquenta do século XVIII: Bach no início (1750); Handel no fim (1759). Sempre preferi a luz e a exuberância de Handel à taciturnidade e à quase autocomiseração de Bach. Ambos geniais, é certo, mas nos antípodas da vida. A música de Handel tinha (tem) o fogo e a fúria dentro dela; a música de Bach, a terra e todos os seus abismos. Quando me apetece renascer, ouço Handel. Quando me apetece morrer, ouço Bach. Handel morreu há 250 anos: recordo-o aqui.

Uma valsa sentimental...

abril 16, 2009

Para quem quiser saber um pouco mais sobre Bellini...

belli09aaa11111.jpg
belli09aaa2222.jpg
bell09aaa3333.jpg
Tomás Borba e Fernando Lopes Graça, Dicionário de Música I

Improviso sobre "Vaga luna", de Bellini...

Uma melodia
que se queira eterna
não precisa de muitas notas
nem de muitas palavras
a perfeição está na pele da linguagem
não no osso
que as mãos a toquem
que a voz a cante
num Teatro que nunca deixe de ser
Olímpico.

Ademar
16.04.2009

abril 14, 2009

Uma ilustração (sacrílega) de Almada Negreiros...

semamaa09aaa111.jpg
A Ideia Nacional, 20.04.1916

abril 13, 2009

Só é pena que a blague tenha sido roubada...

wilm09aa11.jpg

wilm09aaa222.jpg
Expresso-Única, 10.04.2009

É uma blague comum, atribuída a John Vilmot, o famoso "libertino" inglês do século XVII: "antes de casar, tinha três teorias sobre como educar os filhos; hoje, tenho três filhos e nenhuma teoria". O "Comendador" esqueceu-se de prestar vassalagem ao autor. Fica-lhe mal, muito mal...

abril 12, 2009

A faca e o alguidar estão de luto!...

tellado09aaa111.jpg
tellado09aaa2222.jpg
JN, 12.04.2009

corintt09aaa2222.jpg


Que pena que uma mulher que escreve (tão bem) assim... se tenha deixado envolver numa circunstância profissional (e política) que tão pouco a favorece!...

canccccccc09aaaa33333.jpg
(...)
cancccc09aaaa1111.jpg
canccccc09aaaa22222.jpg
Notícias Magazine, 12.04.2009

abril 02, 2009

Uma interpretação superlativa de "Di questa cetra in seno" (Gluck: Il Parnaso Confuso)...

Cecilia Bartoli, no Teatro Olímpico, de Vicenza...

março 31, 2009

"Agua de rosas" ou... Lila Downs...

"Agua de Rosas" está publicada aqui.

lili09aaa111.jpg

lila09aaa222.jpg

março 28, 2009

Esta manhã, apetece-me repetir... "Dieu Fumeur de Havanes" (com dedicatória implícita)...

março 27, 2009

Excertos dos meus três Requiem preferidos (Brahms, Mozart e Fauré, o eleito), com dedicatória implícita...


Elementar, meu caro Onfray!...

onf09aa1.jpg
(...)
onf09aa2.jpg
onf09aa3.jpg
(...)
Visão, 26.03.2009

março 26, 2009

Recordando... Salif Keita e Cesaria Evora...

março 25, 2009

Recordando, em fotografia, um dos meus filmes de cabeceira (e o Adagietto, da Quinta Sinfonia de Mahler)...

Uma justa evocação...

epcoe09aaa11.jpg
epcoe09aaa22233.jpg

Muitas memórias felizes me ligam à Biblioteca Municipal de Vila Nova de Famalicão. Esta... será, certamente, mais uma...

março 23, 2009

Portugueses, está terá de ser uma causa de todos! Em nome da pátria e da arte, sufraguemos a exigência de Clara Ferreira Alves e deixemos de ver ou ler Woody Allen, enquanto o génio não voltar a inspirá-lo!...

wood09aaa3333.jpg
wood09aaa22.jpg
(...)
wood09aaa44.jpg
(...)
woo09aa1.jpg
Expresso-Única, 22.03.2009

Os bons sindicalistas e os maus sindicalistas...

sindic09aaa11.jpg
sindic09aaa222.jpg
JN. 23.03.2009

março 21, 2009

Continuaremos a ouvir e a trautear esta balada, mesmo depois de todos morrermos...


Quase vinte anos depois, António reincide...

preserv09aa11.tiff

preserv09aaa3333.tiff
preserv09aaa2222.jpg
Expresso, 21.03.2009

Os artistas são assim: se não lhes cortamos as mãos nas primícias da delinquência, reincidem sempre. Não há nada fazer. Espero apenas, agora, que o nazi recauchutado que reina sobre os católicos, tão cedo, não consiga sair do preservativo em que se meteu...

março 20, 2009

Hoje apetece-me repetir Jacques Brel...

"Do Outro Lado"... um filme a ver ou a rever...

fatihak09aa111.jpg

umamulh09aaa111.jpg

Já se pode, em Portugal, comprar e coleccionar: "Do Outro Lado", de Fatih Akin. É, em contramão de Fassbinder, um filme muito pouco psicologista ou metafísico. Mas conta bem uma bela estória, que também faz parte da longa e difícil história da aproximação da Turquia à Europa. Confesso, como cinéfilo, que tenho cada vez menos paciência para americanices. Fatih Akin é um cineasta alemão de origem turca que promete...

março 19, 2009

Improviso entre duas versões de "Ch'ella Mi Creda", de Puccini...


O grito das vozes enclausuradas
que nenhuma ilha contém
ninguém repousa aqui sob as estrelas
em tantas noites que as palavras
deixaram de contar
um perímetro estreito
entre o farol abandonado
e todos os cais que já não dormem
barcos chegando e partindo
de nenhum descobrimento
e o vómito na garganta
que ainda mata a sede impossível.

Ademar
19.03.2009


março 18, 2009

Hoje comecei o dia a dar à manivela de uma antiquíssima caixa de música...

março 17, 2009

Uma mulher que, olhos nos olhos, mandaria à merda (como eles merecem) Berlusconi e o nazi recauchutado que passa por rei dos católicos...

Regresso sempre a Cole Porter, como se nunca tivesse deixado de o ouvir...

Não vi o filme, mas comprei ontem o disco. E andei hoje a ouvi-lo e a trauteá-lo. Cole Porter, em todas as versões, é sempre Cole Porter...

dolovel09aaa111.jpg


março 14, 2009

O mar, senhora, esse mar que nos faz estrangeiros de um barco quase sempre inavegável...

março 11, 2009

A prova definitiva de que Manuela Ferreira Leite leu Fernando Pessoa...

interr09aa11.jpg

março 05, 2009

Confesso o meu espanto! O Correio da Manhã já paga melhor aos cronistas (perdão, aos colunistas) do que o Expressso!...

couttt09aaa111.jpg
Correio da Manhã, 05.03.2009

João Pereira Coutinho é, como cronista, uma invenção de Paulo Portas e Miguel Esteves Cardoso. Não sei, no acto fecundador, quem fez de pai e quem fez de mãe. Só sei que o rapaz cresceu e que o umbigo já não lhe cabe nas calças. Tanto que já se assume como... A VOZ DA RAZÃO. O adubo alfacinha resultou...
Está encontrado o herdeiro espiritual de João Carlos Espada. A pátria pode suspirar de alívio...

março 02, 2009

Um pintor português...

josesoares09aa1.jpg

A Lia Soares é uma das mais fiéis e, também, uma das mais críticas leitoras deste blogue. Por ela conheci uma parte da obra do pai, o pintor José Soares. Justíssima (e comovedora) a homenagem que lhe prestou aqui...

fevereiro 25, 2009

Chão de Terra...

Bem me diziam/Bem me avisavam/Como era a lei/Na minha terra/Quem trepa/No coqueiro/É o rei... (José Afonso)

coquei09aa11.jpg
Correio da Manhã, 25.02.2009

Não diga aos pais e às mães de Braga, senhor intendente Machado, que isto é apenas ARTE!...

delvaux09aa1.jpg

delv09aa1.jpg

delv09aa2.jpg

delv09aaa3.jpg

delv09aaa4.jpg

delv09aaa5.jpg

delv09aaa6.jpg

delv09aaa8.jpg

delv09aaaa7.jpg

Isto não é apenas pornográfico, senhor intendente Machado! Isto é moralmente repugnante e está à venda, em Braga, na Feira do Livro em Saldo! Exijo que mande apreender esta porcaria, antes que eu promova um desacato...

ovidi09aa111.jpg

ovidi09aaa333.jpg

ovidi09aaa22.jpg

fevereiro 24, 2009

Atenção, bracarenses: este livro de Luiz Pacheco é (miseravelmente) pornográfico!...

libert09aa1.jpg
(...)
libert09aaa33.jpg
(...)

fevereiro 23, 2009

Não é justo (nem misericordioso) que José Pacheco Pereira ridicularize Pedro Passos Coelho...

(...)
leitu09aa11.jpg
(...)
Pública, 22.02.2009

Pedro Passos Coelho, o eterno candidato não se sabe bem a quê, confessava ontem ao Público (perdão, à Pública) que, gostando de "coisas mais directas", lera na adolescência ou na juventude, antes de Kafka, Fenomenologia do Ser, de Sartre. José Pacheco Pereira, que nunca morreu de amores pela JSD, correu, desconfiado, ao Almanaque de Gotha do existencialismo e confirmou o que já pressentia: Pedro Passos Coelho terá lido, em muito bom tempo, um inédito de Sartre. Em vez, porém, de bater palmas, preferiu ironizar, colocando Fenomenologia do Ser no mesmo plano do extraordinário Concerto para Violino, de Chopin (uma das peças musicais preferidas de Santana Lopes). Pacheco Pereira, de certeza, não leu Verdade e Existência, de Sartre...

verd09aaa11.jpg
Denis Huisman, Dicionário das Mil Obras de Filosofia

fevereiro 22, 2009

Para adormecer a noite, no berço de Eric Satie...


Uma clarificação que honra o cronista e honra o jornal...

ruit09aa1.jpg
ruit09aaa2.jpg
ruit09aaa3.jpg
ruit09aaa77.jpg

ruit09aaa4.jpg
ruit09aaa5.jpg
(...)
ruit09aaa66.jpg
Público, 22.02.2009

Se dependesse do meu voto, Rui Tavares seria eleito, certamente. Não sou e jamais serei militante do Bloco de Esquerda (pelas mesmíssimas razões por que Groucho Marx não seria), mas continuo a considerar que o Bloco de Esquerda é um oásis de inteligência, de criatividade e de honradez nesta pátria cada vez mais apalermada e corrupta...

Uma frase mais do que batida...

jsilmelo09aa1.jpg
Sol-Tabu, 21.02.2009

fevereiro 19, 2009

Toda a gente sabe que é assim, mas alguns... vão fingindo que ainda não perceberam...

pp09aaa222.jpg
pp09aaa44444.jpg
pp09aaaa1111.jpg
(...)
pp09aa11.jpg

pp09aaa657.jpg

pp09aaa88.jpg
pp09aaa99.jpg
Sábado, 19.02.2009

fevereiro 18, 2009

Um filme mais que recomendo...

alive09aaa2.jpg

lear09aa1.jpg

lear09aa33.jpg

lear09aa44.jpg

lear09aa666.jpg

lear09aa55.jpg

lear09aa781.jpg

lear09aa779.jpg

lear09aa782.jpg

lear09aa778.jpg

lear09aaa780.jpg

lear09aa783.jpg

king09aa11.jpg

elenc09aa1.jpg

Trata-se de um primeiros filmes certificados pelo Dogma 95. Quem viu Os Idiotas, de Lars von Trier, que é ligeiramente anterior, reconhece ainda aqui a marca de um cinema sem artifícios ou mentiras, intimamente colado à pele e ao movimento dos personagens. A câmara persegue os actores e não o contrário. O palco é o deserto. Shakespeare, o último confronto. Vital...
A ver e a rever...

fevereiro 15, 2009

A escola, por mais pública e humana que seja, não poderá suprir todas as carências e disfunções da sociedade...

escola09aa111.jpg

dani09aaa1.jpg

mere09aa1.jpg
merec09aaa22.jpg
merec09aaa333.jpg
(...)
Pública, 15.02.2009

fevereiro 14, 2009

Les amoureux des bancs publics...

fevereiro 11, 2009

Entre o sagrado e o profano, sempre...

fevereiro 03, 2009

Whity...

whi00aa1.jpg

whi09aa22.jpg

Confesso que os meus primeiros encontros, no cinema, com Fassbinder... foram frustrantes. Quase abominei. Redescobri-o, mais tarde, em dvd e nunca mais parei. É um autor fabuloso, para saborear muito lentamente. Todos os planos, todas as sequências, todos os diálogos... são uma inspiração. Que pena, que crime, ter morrido tão cedo e tão jovem, com 37 anos apenas! Este é cada vez mais o cinema que me prende à tela, como uma borboleta sempre encantada...

Alegrai-vos, portugueses! Por mais doentes que estejamos, sofreremos, na cruz, até ao estertor final, para glória e imensa satisfação do Führer Ratzinger...

mariocl09aaa333.jpg
mariocl09aaaa2222.jpg
JN, 02.02.2009

eutan09aaa111.jpg
eutan09aaa22.jpg
Correio da Manhã, 02.02.2009

janeiro 30, 2009

Vicky Cristina Barcelona...

Não é um dos grandes filmes de Woody Allen (e ele tem tantos). Mas tem... salero. E alguns planos e alguns diálogos que não embrutecem os sentidos. Para quem não sabe, relacionalmente falando, o que é um triângulo quadrilátero... recomenda-se o visionamento de Vicky Cristina Barcelona...

Improviso sobre uma inspiração de Klimt...

klimt09aa22.jpg

Despes a altivez devagar
enquanto sobraças a cabeça
do homem que chegou cedo de mais
ao teu regaço
há momentos em que te sentes ainda
mais real do que isto
em que nenhum olhar se eleva
acima do teu
e os braços e as mãos
já não parecem pertencer-te
a nudez só é perfeita
quando já não tens mais palavras
para dizer o silêncio
e te devolves à servidão.

Ademar
30.01.2009

janeiro 26, 2009

Une cigarette aussi... Ta goulée verte c'est mon espoir qui s'allume...

Em Portugal, ainda é pior, porque passamos a vida a esperar todos uns pelos outros...

cansa09aaa1.jpg
Pública, 25.01.2009

A química da poesia...

amor09aaaaa22.jpg
amor09aaaa1.jpg
(...)
Notícias Magazine, 25.01.2009

Como sempre, uma crónica a ler na íntegra...

janeiro 22, 2009

Por tudo isto, o silêncio ou... que saudades eu tenho deste homem, deste cantor, deste compositor, deste poeta, deste maestro da vida!...

janeiro 21, 2009

Cimeira Ibérica, mas não em Zamora...

janeiro 20, 2009

Isabel da Nóbrega e José Saramago ou... de como Mariana Amália se converteu em Blimunda...

saram09aa11.jpg
(...)
saram09aa1.jpg
saram09aa2.jpg
saram09aa6.jpg
saram09aa3.jpg
saram09aa10.jpg
saram09aa5.jpg
saram09aa8.jpg
(...)
Sol-Tabu, 17.01.2009

janeiro 05, 2009

O quintal de Lisboa...

mec09a33.jpg
Público, 05.01.2009

Já não leio MEC há, pelo menos, 70 anos. Ignorava até que ele ainda fosse vivo. Regressa agora no Público à crónica diária, ocupando um lugar que já foi de EPC. O quintal está cada vez mais estreito...

janeiro 04, 2009

"Recessão (efeitos colaterais)"...

cart09aa1.jpg
António in Expresso, 03.01.2009

dezembro 25, 2008

Harold Pinter...

pinter08aaa11.jpg

A noite passada, vi este filme. Estava longe de imaginar, quando o seleccionei, que o autor do argumento acabara de morrer. Descobri Harold Pinter na juventude, quando fiz teatro, em Coimbra. Durante alguns anos, vivi fascinado pela sua escrita., que me parecia sempre tão fora de tudo quanto, até li, conhecera. A paixão por Pinter adormeceu, mas jamais a admiração e a gratidão. Há autores, como há mulheres, que nunca nos viram as costas, que nunca nos negam o conforto de uma mão, quando mais precisamos dela. De vez em quando, voltava a Pinter, com o mesmo entusiasmo e a mesma surpresa da juventude. E foi com muita alegria que soube, em 2005, que lhe tinham atribuído o Nobel. Dizem agora que morreu. É mentira. Autores como Pinter são eternos...

dezembro 14, 2008

Quando Pedro Almodóvar se cruzou, em Braga, com Jean Genet...

trav08aaa11.jpg
Correio do Minho, 13.12.2008

dezembro 07, 2008

Morreu o menos ateu dos existencialistas portugueses (se é que os houve)...

alçada08aaa.jpg

Era um tipo decente, o que, em Portugal, nunca será coisa pouca. Foi peregrinar interiormente para outro lado. Ele, pelo menos, deveria acreditar nisso...

dezembro 06, 2008

Aprenderemos algum dia com a história?!...

afeg08aaaa3.jpg
afeg08aaaa4.jpg
(...)
afeg08aaa1.jpg
afeg08aaaa2.jpg
(...)
Público-Ípsilon, 05.12.2008

afeg08eeee5.jpg
afeg08eeee1.jpg
afeg08eeee2.jpg
(...)
Eça de Queiroz, Cartas de Inglaterra

Mais de cem anos separam estes dois testemunhos. Tente descobrir as diferenças...

dezembro 05, 2008

Para quando a edição da obra completa de Dinis Machado?...

req08aa1.jpg

Uma página de Fernando Pessoa...

ensai08a.jpg

Fernando Pessoa, Ensaios Políticos - Ideias para a Reforma da Política Portuguesa

dezembro 01, 2008

Notas (triviais) de leitura de um dicionário... (2)

dicio08xxx1.jpg
dicion08xxx5.jpg
dicion08xxx3.jpg
dicion08xxx4.jpg
dicion08xxx6.jpg
(...)
Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Portiguês

Quando, na abertura de A Cena do Ódio, grita: "Ergo-Me Pederasta apupado d'imbecis, Divinizo-Me Meretriz, ex-líbris do Pecado, e odeio tudo o que não Me é por Me rirem o Eu!" (...), estará Almada a proclamar "o Culto da Pederastia e do Pecado"? Este é um excelente exemplo da escrita demencial de Fátima Inácio Gomes, nesta entrada do Dicionário de Fernando Pessoa consagrada à... sexualidade. Um chorrilho de patetices, que Almada, se fosse vivo, vergastaria sem dó, nem piedade. Vou ter que rever, um a um, todos os poemas que já escrevi, antes que uma Fátima qualquer neles descortine vestígios de pederastia. Ou de "horror ao sexo"...

cenadoodio08aa.jpg
(...)
José de Almada Negreiros, Poemas

novembro 30, 2008

Notas (triviais) de leitura de um dicionário... (1)

heter08aaa1.jpg
(...)
Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português

Primeira desilusão. São oito páginas e três entradas consagradas à heteronímia pessoana. Não encontro nelas respostas para perguntas muito simples. Existirá um inventário, ao menos cronológico, dos heterónimos pessoanos? Afora os mais conhecidos (Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alexander Search, Bernardo Soares, António Mora, Thomas Crosse), que outros nomes nos legou Pessoa? Em que circunstâncias os criou? E que vida e obra lhes concedeu, se não são apenas nomes?...
Crê-se que Fernando Pessoa terá inventado mais de 70 outros nomes. Teresa Rita Lopes, por volta de 1990, terá contado exactamente 72. Quais?...
Eu julgava que este Dicionário me daria as respostas. Parece, afinal, que vou ter que as procurar noutro lado...

novembro 28, 2008

Tinha saudades de folhear lentamente um livro como este...

diciofp08.jpg

Comprei-o hoje. Espero não desiludir-me...


novembro 26, 2008

Conjunção adversativa...

novembro 23, 2008

Hoje apetece-me terminar o dia com Amancio Prada, Leonard Cohen e... Federico García Lorca...

novembro 21, 2008

Palavras velozes de um miúdo espantado...

ala08c.jpg
(...)
ala08a.jpg
ala08b.jpg
(...)
Visão, 20.11.2008

novembro 17, 2008

Um filme quase genial...

imnotthere.jpg

Não o vi no cinema. Vi-o ontem, em casa. Um filme que mais parece um longo poema ilustrado. Bob Dylan captou e glosou, como poucos, o íntimo e contraditório clamor de toda uma geração. Heteronimicamente perfeito: este filme. Com uma Cate Blanchett que gruda os olhos à tela. Vejam-na aqui, em diálogo com o fantasma de Allen Ginsberg...

novembro 16, 2008

Quereis a perfeição musical? Aqui a tendes...

diabat08a.jpg

novembro 09, 2008

Um poema de Cruzeiro Seixas, a propósito de uma inauguração que saúdo daqui...

cruzeiro08aaa1.jpg
Artur do Cruzeiro Seixas, Obra Poética-II

quasi.jpg

novembro 07, 2008

Miss Sarah Maple...

maple08eee.jpg

maple08fff.jpg

maple08aaa.jpg

maple08bb.jpg

maple08ccc.jpg

maple08ddd.jpg

Fotografia e reproduções retiradas daqui.

novembro 03, 2008

É inteiramente verdade: hoje por hoje, os professores estão de tal modo enredados na teia burocrática da sua própria avaliação (e dos colegas) que já quase odeiam o que fazem e a profissão... O Governo bem pode limpar as mãos às paredes da 5 de Outubro...

sampai08aaaa.jpg
(...)
sampai08ccccc.jpg
(...)
sampai08bbbb.jpg
Pública, 02.11.2008

outubro 23, 2008

Espero que não lhe roubem o original do novo livro!...

rpdrig08aaa.jpg
Sábado, 23.10.2008


outubro 22, 2008

O novo Mercador de Veneza...

apelo08mst.jpg
24horas, 22.10.2998

Manchete no 24horas, uma página inteira no Público. Não sei se conseguirei dormir nas próximas noites...

outubro 21, 2008

Miguel Sousa Tavares na esteira de Luís Vaz de Camões...

miguelt08aaa.jpg
24horas, 21.10.2008

outubro 19, 2008

Recordando Vinicius, que faria hoje 95 anos...

Os dois maiores feitos atribuíveis a portugueses no ano da graça de 2008: a espectacular gravidez de Fátima Lopes e o extraordinário primeiro livro de versos de Paulo Teixeira Pinto!...

ptp08aaaaaa.jpg
Expresso-Única, 18.10.2008

Eu já não aguento mais: se não é a gravidez de Fátima Lopes, é o primeiro livro de versos de Paulo Teixeira Pinto. Abro um jornal, desfolho uma revista... e lá está um deles, senão os dois. Já cheguei a imaginar que a gravidez dela tivesse alguma correspondência com o livro dele...
Há dias, na FNAC, cruzei-me com LXXXI Um Poema Teorema (81=9x9). Comecei a folhear. Comecei a rir. Depois receei vomitar. Nenhuma editora publicaria aquilo, se o seu autor não fosse Paulo Teixeira Pinto... ex-membro do Governo de Cavaco, ex-presidente do BCP e ex-Opus Dei. Eu escrevia poemas assim quando tinha... 13/14 anos (já lá vão mais de 40). Depois cresci e deitei-os fora. Burrice a minha: seria hoje um poeta consagrado!...
Portugal é isto: um imenso cenário de sombras e de vaidades pacóvias. E de vigarices, incluindo "literárias", de toda a espécie...
Confesso: acho muito mais poética a gravidez de Fátima Lopes...

outubro 18, 2008

Este é, este foi... John Cassavetes...

Há um cinema antes e um cinema depois de John Cassavetes. Este vídeo é um belo e comovedor epitáfio, uma espécie de Requiem em imagens...

Um filme mais que recomendo: Faces, de John Cassavetes...

Não me canso de ver os filmes (infelizmente, tão poucos) de John Cassavetes. São todos perfeitos. Mais do que perfeitos. A câmara convida-nos sempre a olhares insólitos. Os actores parecem inventar a cada momento as palavras que dizem ou calam. Faces (Rostos) é uma vagabundagem pelo mais íntimo do humano em relação que quase já deixou de ser erótica. Homens e mulheres cansados e que, apesar do cansaço, riem, riem, riem. E que se embriagam. E que dançam. Só podia mesmo ser a preto e branco...


outubro 13, 2008

Improviso sobre Le Chien, de Léo Ferré...


Sim
posso dizer todas as noites que a lua
não importa o adjectivo ou o grau
belíssima ou esplendorosa
a lua que cruza todos os olhares
quando se levantam do chão
que a lua és tu e ninguém
ou mais ninguém
que a lua improvisa todas as sombras
que a luz descurou
que a lua não existe
senão nas palavras que a noite grita
à diversão dos cães de Ferré
ele próprio que se dizia cão
sim
posso dizer todas as noites
que as diligências da memória vão vazias
ou lotadas de toda a gente que morreu
e que ninguém até hoje viveu no corpo
que te viaja
território tão frágil e tão virgem
que nem tu própria pareces habitar
todas as noites a incerteza do dia seguinte
o direito de ser tudo no futuro
e nada hoje
a não ser o pó que conjuga as estrelas.

Ademar
13.10.2008

outubro 08, 2008

Gente esfaimada, Senhor, gente esfaimada!...

invaso08aa.jpg
bangladess08.jpg
invas08bb.jpg

Sidónio Muralha, Vértice, Março-Abril, 1975

outubro 03, 2008

Lisboética......

heterlx.jpg
O Inimigo Público, 03.10.2008

outubro 02, 2008

E eis que o crítico descobre que estas fotografias (vulgaríssimas) são... esculturas!...

cut08uuu.jpg
cut08ddd.jpg
cut08ff.jpg
cut08pomar.jpg
cut08leg.jpg
cut08aa.jpg
Público, 02.10.2008

Se estas fotografias não tivessem, supostamente, sido feitas por Cutileiro, Alexandre Pomar diria delas que são... esculturas? Claro que não diria. Aliás, não diria nada, porque as fotografias são vulgaríssimas de lineu, nada de especial as recomenda. Mas o crítico, ah, o crítico... o crítico existe, precisamente, para dizer este tipo de baboseiras. Que estes retratos, por exemplo, são muito... "originais e frescos". Original e fresco é o Pomar!...

outubro 01, 2008

Mumuki ou... há noites em que quase seria pecado não ouvir Astor Piazzolla...

setembro 18, 2008

Sugestão de leitura...

pina08a.jpg
pina08b.jpg
JN, 18.09.2008

Vale sempre a pena ler Manuel António Pina...


setembro 14, 2008

Uma excelente fotografia de Confúsio, perdão, Confúcio! Só é pena que o Público não identifique o fotógrafo!...

conf05.jpg
Público, 13.09.2008

setembro 12, 2008

Boris Vian, com dedicatória implícita e legendas em inglês...

setembro 09, 2008

Um inesperado tributo a Pasolini...

salo40.jpg
Público, 09.09.2008
salo41.jpg

setembro 08, 2008

Hoje estive em Boamense, no santuário de Alberto Sampaio...

Há muitos anos que desejava visitar a casa onde viveu e morreu Alberto Sampaio (1841-1908), em Cabeçudos, Vila Nova de Famalicão. Fi-lo hoje, sob a delicadíssima orientação de Emília Nóvoa, sobrinha-trineta do grande investigador minhoto e autora de História de Alberto, de que reproduzo em baixo a capa e a parte final. No próximo dia 1 de Dezembro, completar-se-á um século sobre a morte de Alberto Sampaio. Nessa altura, escreverei mais detidamente sobre ele. Por agora, limito-me a partilhar convosco alguma da iconografia recolhida e um excerto da referida obra de Emília Nóvoa, a quem publicamente agradeço as atenções recebidas.

albsamp100.jpg

emilcapa.jpg

emil13.jpg

boamens55.jpg

emil34.jpg
boame333.jpg
emil38.jpg

albasamp08.jpg

setembro 07, 2008

Querelle: "Each man kills the thing he love"...

querel1.jpg

querel2.jpg

É o filme póstumo de Rainer-Werner Fassbinder (1945-1982) e talvez a sua obra mais controversa, pela homossexualidade despojada e agressiva e por toda a transgressão que o atravessam. Sobre uma novela de Jean Genet, Fassbinder faz um filme absolutamente deslumbrante, em que as personagens, a narração, os diálogos, as luzes, os planos, as sequências e a música constroem algo muito próximo da perfeição. Revi-o a noite passada e voltei a maravilhar-me. A filmografia de Fassbinder tem outras obras exemplares, como aquelas, por exemplo, que integram a caixa que está à venda em Portugal e que reproduzo em baixo. Mas Querelle é uma síntese do melhor de Fassbinder e uma espécie de cofre mitológico. A humanidade também se distingue por ser capaz de produzir estas grandezas...

fassb2b.jpg
fassb82.jpg

setembro 06, 2008

O violoncelo, como uma mulher, toca-se de olhos fechados...

setembro 05, 2008

Dez fotografias exemplares de René Maltête (1930-2000)...

maltete12.jpg

1
maltete1.jpg

2
maltete5.jpg

3
maltete7.jpg

4
maltete2.jpg

5
maltete11.jpg

6
maltete6.jpg

7
maltete8.jpg

8
maltete9.jpg

9
maltete4.jpg

10
maltete10.jpg

Estas e outras fotografias de René Maltête, aqui.

setembro 04, 2008

Teria completado hoje cem anos...

rwright.jpg

rwright1.jpg

Não fui, em dia de aniversário redondo, visitá-lo a Père Lachaise, mas sugiro duas leituras sobre Richard Wright.

agosto 31, 2008

Valter Lemos e o Inferno, segundo João Pereira Coutinho...

inf44.jpg
inf45.jpg

inf46.jpg
inf48.jpg

Expresso-Única, 30.08.2008


Nasceu em 1976 e é, notoriamente, um rapaz muito esperto, muito lido, muito esperto. Com 22 anos, já colunava em "O Independente", de Paulo Portas. Já então demonstrava semanalmente que era um rapaz (ainda mais rapaz) muito esperto, muito lido, muito esperto. Ah! e escreve bem. E vai directo aos assuntos: não sofre de bulimia retórica. O que só prova a sua esperteza (mediática). É colega de João Carlos Espada, na Universidade Católica e no Expresso. Até podia (pelos trejeitos) ser filho dele, mas não é. Já perguntei a Deus e Ele esclareceu-me: pelo que cumpre à natureza, João Pereira não provém de João Carlos. Na obra da criação, nem tudo pode ser perfeito...
Coutinho também não gosta de Valter Lemos e até o recomenda ao Inferno. Direis: ora aí tem uma alma gémea da sua! Lamento desiludir-vos: não tenho. Valter Lemos, para mim, é exactamente aquilo que é: Valter Lemos. Não lhe concedo mais importância do que essa. Para Coutinho, Valter Lemos é uma espécie de antonomásia: simboliza as mais execráveis propriedades da escola pública portuguesa, a tal (oh horror!) que procura integrar em vez de excluir.
Coutinho acha que a escola é para quem a merece. E que a plebe deve ser corrida a pontapé da escola, quando não é capaz de se elevar aos cumes da distinção social. O pensamento é velho de séculos. Mas como Coutinho é um rapaz muito esperto, muito lido, muito esperto e escreve com leveza... o pensamento até consegue parecer modernaço. Luís não tem lugar na escola de Coutinho. Luís está destinado ou predestinado ao Inferno. Não percamos tempo: fogo com ele!...

agosto 30, 2008

Há pouco mais de setenta anos, a memória de Camilo, em Seide (Famalicão), alimentava-se de esmolas e de suspiros...Hoje, a Casa de Camilo merece a visita de todos...

seide1930.jpg
seide30l.jpg

(...)
seidetx1.jpg

seide1930u.jpg
seide1930uu.jpg

seide1930x.jpg
Ilustração, 16.06.1930

Duas reproduções da mesma tela...

quadro88.jpg
leg88.jpg
Ilustração, 01.06.1930

jmt.jpg
Museu de Julio Romero de Torres (Córdoba)

Quando fordes a Córdoba, visitai este Museu...

agosto 29, 2008

O porteiro do inferno...

O autor deste sapo crucificado já está no inferno a expiar os seus pecados há mais de dez anos. Isso não é, porém, suficiente para Ratzinger. Ele quer que esta blasfémia seja tratada como lixo repugnante e que arda nas chamas do inferno como Kippenberger...
São estilos. Burlesco por burlesco, eu continuarei a preferir o sapo na cruz...

sapo91.jpg

sapo93.jpg
sapo95.jpg
Público, 29.08.2008

Pessoas com sentido de humor tornam o planeta mais respirável...

diawall.jpg
Sábado, 28.08.2008

Já não suporto, confesso, pessoas que se levam demasiado a sério. Tenho apenas pena delas (gosto deste trocadilho). Eu, no lugar de deus, imporia por decreto a eternidade a Woody Allen....

agosto 26, 2008

Um cheirinho no Público a Truman Capote...

31mulheres.jpg
Público, 26.08.2008

Repare-se como Ana Cristina Pereira (nome a fixar) começa esta prosa: "A mulher que ia morrer vestiu um biquíni com um estampado de trevos e a expressão "Party Girl". Enfiou umas calças de ganga azuis escuras, um top de algodão azul claro, uns chinelos de dedo"...
Ainda há, no jornalismo português, quem saiba usar as palavras para contar uma estória...
A ler, na íntegra, na edição impressa...

agosto 25, 2008

Cesariny na praia, rindo dos precipícios...


Shusha: um pressentimento de morte...

shusshaa.jpg

Este é o único disco, dos antigos, que tenho da iraniana Shusha (nascida Shamsi Assār): Songs of Long-time Lovers, de 1972.
Quando, hoje, ao fim de muitos anos, o retirei do esquecimento da minha discoteca, tive um pressentimento de morte. Corri à wikipédia e confirmei-o: Shusha morrera este ano, em Março. Já não voltará a cantar com a voz mais quente e mais doce que algum dia ouvi a uma mulher. Podereis saboreá-la aqui, neste único vídeo que encontrei no YouTube...

agosto 24, 2008

Miriam, a tua reportagem é um longo poema! Obrigado!...

Fiz referência ao Prémio (do Festival Internacional de televisão de Monte Carlo), antes de conhecer a Reportagem, que só hoje, finalmente, vi (e reproduzo). Fiquei hipnotizado diante das imagens e das personagens e das palavras que, lentamente, vão fluindo. “O Balneário” é, de facto, uma espantosa manifestação de inteligência e de sensibilidade. Obrigado, Miriam, por mais esta... prenda!...




Um filme mais que recomendo: "Este obscuro objecto do desejo", de Luis Buñuel...

Entre "Un Chien Andalou" (1928) e "Cet Obscur Objet du Désir" (1977) são quase 50 anos a fazer cinema. Luis Buñuel é um dos meus realizadores preferidos. Conta-se que, em 1972, quando "Le Charme Discret de la Bourgeoisie" foi nomeado para um Óscar, perguntaram a Buñuel se contava ganhar a estatueta. Ele terá respondido: "Claro! Já paguei os 25.000 doláres que eles exigiam. Os americanos podem ter as suas fraquezas, mas cumprem sempre as promessas". Esta ironia cínica de Buñuel está presente na maior parte das suas obras. A noite passada, decidi rever o último filme que ele realizou: "Cet Obscur Objet du Désir". E os meus olhos continuaram a surpreender-se...

Confesso a minha surpresa: julgava que era natural que eles se plagiassem todos uns aos outros, uns nos outros...

carreiraplagio.jpg
24horas, 24.08.2008

agosto 23, 2008

Hoje também decidi voltar a ouvir isto...

Entre jazigos...

CliffordTWard.jpg

Este vinil é de 1973. Retirei-o hoje do pó da minha discoteca e estou a ouvi-lo. Clifford T. Ward foi uma paixão musical de adolescente. Só hoje tomei consciência de que também já morreu (em 2001). Já não tenho propriamente uma discoteca: tenho mais um cemitério de vozes...


agosto 21, 2008

Gianna Nannini-Il Profumo...

agosto 19, 2008

O filme que reverei esta noite: "Les Enfants du Siècle", de Diane Kurys...

O século XIX legou-nos a memória de duas mulheres extraordinárias: George Sand (1804-1876) e Lou Andreas-Salomé (1861-1937). Por junto, elas enfeitiçaram (pelo menos) Rilke, Musset, Freud, Chopin, Liszt, Nietzsche, Jung. Les Enfants du Siècle é dedicado a George Sand e à paixão que a ligou a Alfred de Musset. É um filme delicado e arrebatador, que só podia mesmo ter sido realizado por uma mulher (Diane Kurys). Juliette Binoche é George Sand e só ela, garanto-vos, vale o filme...

agosto 14, 2008

Conheceis Evert Taube? Os suecos da minha geração... conhecem...

evertvin.jpg

De vez em quando, dá-me para isto. Retiro do pó acumulado um vinil e ponho-me à escuta do universo. Hoje, regressei a Evert Taube, um compositor e cantor sueco (falecido em 1976) que poucos portugueses deverão conhecer. Convido-vos a vê-lo e a ouvi-lo...

Foi ontem a enterrar, na Cisjordânia, o grande poeta da Palestina: Mahmoud Darwish...

darw21.jpg

darw45.jpg

Mahmoud Darwish (1941-2008)

(poema reproduzido de "Rosa do Mundo - 2001 Poemas para o Futuro")

agosto 12, 2008

Clandestinidades...

agosto 11, 2008

Recordando ainda Ferré: Cette Blessure...

agosto 10, 2008

Retomando um poema escrito sobre Walk on by...

Improviso geracional, escrito sobre "Walk on by", de Isaac Hayes (1969)...

isaac.jpg

Li Marcuse
mas cheguei atrasado a Berkeley e a Nanterre
comecei por acreditar em Dubcek
mas Kafka reteve-me no aeroporto de todas as dúvidas
e já não apanhei a tempo
o avião para Praga
tentei ainda Woodstock (depois de ir à Lua)
mas a lotação estava esgotada
e quando finalmente
desci em Coimbra B
até o Alberto já tinha sido mobilizado
para a guerra colonial
e não fui além do Easy Rider
entre baladas de protesto
tenho andado sempre um passo atrás
da história que me destinaram
mas continuo a recusar a amnésia
com Walk on by.

Ademar
01.05.2005

publicado em abnoxio.blogs.sapo.pt

Walk on by: morreu Isaac Hayes!...

Como eu adoro este vinil e esta música...


agosto 08, 2008

Uma página de José Rodrigues Miguéis...

jrmigueis11.jpg

ONDE A NOITE SE ACABA (1946), O Chapelinho Amarelo

agosto 06, 2008

Os livros que, em férias, eu já estou a ler, apaixonadamente!...

livros99.jpg
livros98.jpg
(...)
livros97.jpg
(...)
Expresso, 02.08.2008

agosto 05, 2008

Também eu vos desejo... sorte!...

fergil2004.jpg
Pública, 09.05.2004

agosto 04, 2008

Morreu um... Homem...

sollll.jpg

Completaria 90 anos no próximo dia 11 de Dezembro. Alexander Solzhenitsin honrou, com o seu exemplo de coragem, a humanidade...

Um filme que nunca me canso de rever...

Estaline chegou a discutir com Eisenstein planos e sequências de Ivan Grozny (Ivan, o Terrível). Ele achava, por exemplo, que a sequência do beijo do czar à czarina, na cerimónia do casamento (que, em parte, podereis ver em baixo), tinha uma duração excessiva, porque, no século XVI, um homem não beijaria assim a sua mulher. Imagine-se o tormento de Eisenstein!...
Eis um filme que, apesar de todo o seu formalismo (sempre esplendoroso, porém), eu colocaria no top das obras-primas do cinema. Pena que Eisenstein não tenha podido terminá-lo e que a montagem que conhecemos seja, em parte, a montagem que lhe foi sugerida ou imposta pelo próprio Estaline...


agosto 03, 2008

Hoje limpei o pó a este vinil e voltei a ouvi Joan Manuel Serrat...

Tatuagens e amores eternos...

deco88.jpg

deco89.jpg
24horas, 03.08.2008

Esta mocinha deveria ter lido Vinicius: que as tatuagens sejam eternas... enquanto durem...

julho 26, 2008

Faria hoje 80 anos...

kubrik90.jpg

Há muitos anos que tinha vontade de rever estes filmes. Vou começar hoje. Talvez por Barry Lindon. Ou Lolita. Ou Dr. Strangelove. Deixarei para o fim ou para quando calhar Eyes Wide Shut. Não por razões cronológicas. Mas porque, simplesmente, quero vê-lo contigo...

Confesso que chego a ter pena do passado, quando é agarrado assim...

opassado.jpg
24horas, 26.07.2008

julho 24, 2008

Eis um excelente e pedagógico exemplo de humor negro...

funerrr11.jpg
Correio do Minho, 24.07.2008

Eu, no lugar de Mark Twain, citaria Mário de Sá-Carneiro. Por razões patrióticas e poéticas...

msc22.jpg
Mário de Sá-Carneiro, Poesias


julho 23, 2008

Para que não possais dizer que nunca morrerei...

funerrr.jpg

João Habitualmente, Notícias do Pensamento Desconexo

julho 20, 2008

Uma boa imprensa (nem que seja a dizer mal) ajuda sempre...

alforreca44.jpg
alforreca33.jpg
Pública, 20.07.2008

MRP já percebeu uma coisa: o mérito e a qualidade literárias não vendem. Por isso, vende-se a ela própria o mais que pode. Quatro páginas na Pública, mesmo sem capa, são um bom negócio. A reportagem exemplifica até à náusea a vacuidade da autora e a superficialidade da mulher. Que importa? Com alguma promoção, tudo se vende...
E MRP, justiça lhe seja feita, sabe vender-se...

julho 19, 2008

Um retrato e um poema de Florbela Espanca...

esp33.jpg
misterioFE.jpg

Ilustração, 01.01.1932


Último retrato de Florbela Espanca, informa a revista. Florbela suicidara-se um ano antes. Mais exactamente, no dia do seu 36º aniversário: 8 de Dezembro de 1930...


julho 14, 2008

Miguel Sousa Tavares, Foz Côa e António Martinho Baptista...

fozcoa11.jpg

Como esperava, o meu querido e velho amigo António MB reagiu à diatribe de MST no Expresso sobre Foz Côa. Poucos arqueólogos e especialistas em arte pré-histórica, neste país, poderão falar de cátedra sobre Foz Côa como o António, que desvendou e leu as gravuras, uma a uma!...

Processarei os autores do exame, se algum dia, a respeito de um texto meu, colocarem uma pergunta como esta!...

exa22.jpg

Quando vejo, como hoje vi, os enunciados das provas de exame de Português... fico sempre irritado. Porque desconfio que os seus autores odeiam a literatura., odeiam a escrita e querem que os alunos lhes sigam o exemplo.
Até hoje, que eu saiba, só tive um texto meu estampado num manual de Português. Ninguém me pediu autorização para o reproduzir, mas... não me incomodei, porque os autores do manual não se atreviam a impor uma interpretação (oficial, científica, objectiva) do que eu escrevera.
Mas aviso: se um dia os avençados do GAVE usarem um texto meu numa prova de exame e o torturarem, humilhando-o e humilhando-me ... apresentarei queixa.

PS- A pergunta que reproduzi acima saiu hoje no exame de Português do 12º ano (2ª fase), reportando-se a um texto de Miguel Sousa Tavares. Confesso, como autor, que ignoro, quando repito um nome, se estou a "assegurar a progressão temática", se estou apenas a recriar "um processo retórico", se estou, antes, a garantir "a coesão interfrásica do texto". Eu não sei. Atrevo-me mesmo a afirmar que nenhum autor sabe. Mas exige-se aos alunos que saibam...
Percebeis agora por que fico tão irritado?!...

julho 13, 2008

A crítica da alforreca...

alfo4.jpg
alfor3.jpg
alfor6.jpg
Expresso-Actual, 12.07.2008

Margarida Rebelo Pinto é, literariamente falando, uma grosseria para pacóvios. Tentei ler um dos primeiros livrinhos dela e fiquei esclarecido. Parece que ainda vende, como vende Tony Carreira ou lá como se chama o cantor dito "popular". Como vende Fátima. Mas a mocinha escreve muito mal e narra pior. As personagens parecem sempre saídas de uma telenovela da TVI. É "literatura light", para analfabetos literários. Mas a mocinha fica bem nas vitrinas e o marketing faz o resto. Qualquer merda que ela publique... tem crítica no Expresso. A crítica até pode ser demolidora, mas... promove. E vende...
Dói-me ver as páginas do Expresso ocupadas com as alforrecas de produção desta mocinha. Um jornal que se respeite não pode descer tão baixo. Nem que seja para pôr a ridículo...

alfor9.jpg
Expresso-Actual, 12.07.2008


Uma fotografia exemplar...

umafoto1.jpg
Público, 13.07.2008

É nestes pormenores que o Público se distingue da concorrência. Não posso deixar de registar o nome do autor desta magnífica fotografia: Nuno Ferreira Santos. Manter-me-ei atento à sua produção...

julho 12, 2008

Vou passar a acreditar também em tudo aquilo que os jornais digam sobre Miguel Sousa Tavares, por mais estúpido e inverosímil que seja...

coa111.jpg
coa133.jpg
coa141.jpg
Expresso, 12.07.2008

A respeito de Foz Côa, MST tinha escrito e publicado há oito dias uma grosseira patetice. Corrigido por MMC, persiste na patetice. Ele acredita piamente em tudo aquilo que os jornais publicam. Presumo que deveremos todos fazer o mesmo, designadamente, quando a vítima das notícias ou insinuações seja o próprio Miguel...

julho 08, 2008

O problema psicanalítico de uma escriba (criatura) amargurada...

hmmm09.jpg


hmm11.jpg
hmm12.jpg
hmm13.jpg
Público, 08.07.20089

Uma certa noção de higiene mental impede-me, geralmente, de ler o que escreve esta rapariga. A sua infelicidade constrange-me. O seu sofrimento comove-me. Ela parece odiar o mundo e tudo o que a rodeia. E tem sempre a exacta medida do que é certo e do que é errado. Ela nunca hesita no julgamento moral. E arrasa e humilha os pecadores com o látego da sua verdade incandescente...
A crónica de hoje no Público não passa de uma confissão de raiva, de um vómito. Ela já dispensa o esforço da argumentação: bate apenas, forte e feio, (como se costuma dizer|) no ceguinho. A rapariga deve ser sádica. E, como todos os sádicos, inimputável...
Palpita-me que terá contas muito particulares a ajustar com alguém...
Comigo (cruzes canhoto!), não será de certeza...
Mas podia, pelo menos, procurar ajuda. Talvez junto do Dr. Quintino...

Em tempo (útil)- Ainda Helena não sabia o que era escrever em jornais e já eu defendia, publicamente, a extinção do Ministério da Educação. Para seu imenso deleite, hei-de recuperar esses textos...


Por favor, pronunciem-no, levem-no a julgamento, condenem-no e executem-no!...

vie10.jpg
vieg12.jpg
Correio da Manhã, 08.07.2008

Rousseau, nos últimos anos, converteu-se numa espécie de muleta retórica. Nem Francisco José Viegas resiste já à tentação. Ele escreve, afinal, o que todos querem ou se habituaram a ler: as escolas e o Instituto da Juventude tratam e promovem as crianças e os adolescentes como "bons selvagens". Adiantará alguma coisa dizer, uma vez mais, que isto não passa de terrorismo intelectual e que não tem qualquer correspondência com a realidade?...

julho 06, 2008

Quem dirá que isto é um... monólogo?...

Al Pacino, como Shylock, no filme de Michael Radford sobre O Mercador de Veneza, de Shakespeare...

Como os machos, coitados, penam diante do cronómetro!...

ejaccc.jpg
Notícias Sábado, 05.07.2008

Um minuto? Isto já só vai lá de cronómetro, manipulado e controlado, naturalmente, pela fêmea!...
59 segundos? Ela anota: "mais uma ejaculação precoce"...
E ele corre para o especialista. Perdão: para a especialista...
Ou relê Peter Handke...

hand33.jpg

julho 04, 2008

Mais um orgasmo de José Manuel Fernandes com Maria Filomena Mónica...

1ª página. Atenção, portugueses, Maria Filomena Mónica voltou, para imenso deleite da pátria e dos leitores do Público!...

exam118.jpg


1ª página do suplemento P2: Filomena Mónica arrasa exames de Português!...

exam117.jpg


Página 10 do Suplemento. Filomena Mónica, de uma assentada, arrasa programas, bibliografias, exames, os membros do GAVE e os autores contemporâneos, Nobel incluído. E, de passagem, pergunta "o que andaram os meninos a aprender ao longo de dez anos de aulas de história". Dez anos de aulas de história? Ela pode dar-se ao luxo de escrever todos os disparates, porque já só José Manuel Fernandes a leva a sério...


ex110.jpg


exam112.jpg


exam113.jpg


exan111.jpg

Página 12 do suplemento. Filomena Mónica arrasa (mais uma vez!) a "crítica literária" e a "elite burocrática, sediada no ministério", incluindo o meu querido amigo Valter Lemos "e os seus anões". E não arrasa mais nada, porque convém sempre deixar alguma coisa de pé, para as próximas investidas...

exam115.jpg
Público, 04.07.2008

Não sei se irei escandalizar os meus leitores, mas devo dizer que, apesar de considerar o seu discurso demencial, concordo com Filomena Mónica no seguinte:
1- Eu também gostava que os nossos alunos (e os nossos filhos e netos) fossem capazes "de pensar, de falar e de escrever".
2. E, precisamente por isso, também acho que o "sistema de ensino", globalmente, está... errado (organização e gestão das escolas, formação e contratação de professores, currículos, programas, aulas, modelos e práticas de avaliação, exames, etc).

O grande problema, porém, de Maria Filomena Mónica é que ela nem tem consciência de que, o que escreve hoje, poderia ter escrito (com pouquíssimas alterações) há vinte, trinta, quarenta ou cinquenta anos atrás. O paraíso que ela julga ter-se perdido ou desbaratado nas mãos dos Filhos de Rousseau... nunca existiu. Mas... que se há-de esperar? Ela é, apenas, como a actual ministra... socióloga!...

O rei de Braga e o fascismo em versão cómica...

reis00.jpg
reis1.jpg

reis2.jpg
reis3.jpg
reis4.jpg
reis5.jpg
Ilustração, 01.12.1934

Este editorial, talvez por ser assinado por Samuel Maia, ainda escapou à tesoura dos censores...

O cativeiro de um presidente de câmara que também escreve guiões...

mflo1.jpg
Sábado, 03.07.2008

Um "escritor" e "guionista" refém do segredo de justiça: mais uma originalidade portuguesa.
Uma coisa, porém, é certa: se Maddie fosse encontrada, perder-se-ia, em tempos de crise, muito negócio... lilerário e mediático...
Convém que continue desaparecida...


julho 02, 2008

Libertango!...

julho 01, 2008

Como eles se comovem uns com os outros, uns nos outros!...

comoc.jpg
Correio da Manhã, 01.07.2008

Serão poucos os portugueses que, actualmente, não se comovem (muito) com Sócrates. Por razões pouco generosas ou altruístas. Há três anos que Sócrates vem, corajosamente, salvando Portugal das garras do défice, perante a geral incompreensão dos portugueses, esses ingratos. O país pode estar de tanga e aboslutamente deprimido, mas os amanhãs prometidos garantem futuros gloriosos. É assim há muitos séculos. Portugal não foi fadado para morrer da doença, mas da cura.
Sócrates está apenas a um ano de uma estridente e patética humilhação eleitoral. Esta biografia é a primeira e, muito provavelmente, será a última...
É aproveitar, é aproveitar!...

Por favor, Eduarda Maio: leva o menino d'oiro no teu trenó!...

menin13.jpg
Público, 01.07.2008


O meu menino é d'oiro
É d'oiro fino
Não façam caso que é pequenino
O meu menino é d'oiro
D'oiro fagueiro
Hei-de levá-lo no meu veleiro.
Venham aves do céu
Pousar de mansinho
Por sobre os ombros do meu menino
Do meu menino, do meu menino
Venha comigo venham
Que eu não vou só
Levo o menino no meu trenó.

Quantos sonhos ligeiros
p'ra teu sossego
Menino avaro não tenhas medo
Onde fores no teu sonho
Quero ir contigo
Menino de oiro sou teu amigo

Venham altas montanhas
Ventos do mar
Que o meu menino
Nasceu p'r'amar
Venha comigo venham
Que eu não vou só
Levo o menino no meu trenó.

O meu menino é d'oiro
É d'oiro é de oiro fino ....

Venham altas montanhas
Ventos do mar ....

José Afonso

Silent All These Years...

junho 28, 2008

Ainda não foi desta que Espada publicou, em jeito de crónica, a sua lista de compras no minimercado das Amoreiras...

eisp22.jpg
eisp10.jpg

eisp15.jpg
Expresso, 28.06.2008

Todas as semanas compro o Expresso na expectativa de que João Carlos Espada se tenha, finalmente, enganado na remessa da crónica, trocando-a por uma vulgar lista de compras. Uma coisa tenho por certa: o Expresso publicaria, sem pestanejar. O Expresso, de Espada, publica tudo. Creio que sadicamente. A crónica de hoje, aliás repetida (mais honra, menos honra) dos anos anteriores, é um bom exemplo disso...

junho 27, 2008

Os americanos que se lixem, mas eu hei-de sempre preferir a versão original...

ou seja, esta...


Investigai, por favor, se Cristo não era também homossexual!...

eras10.jpg
eras12.jpg
eras15.jpg
eras18.jpg
Sábado, 26.06.2008

junho 26, 2008

Uma dupla de Pintos que promete...

dupp.jpg
Sábado, 26.06.2008

junho 25, 2008

Repórter X...

rf11.jpg
Ilustração, 16.10.1934

junho 24, 2008

Um cheirinho a Leonard Cohen, na Casa das Artes, em V.N. de Famalicão...

É um dos meninos de Leonard Cohen: Rufus Wainwright. Vai cantar no próximo fim de semana, em Famalicão...

Gore Vidal, em Roma (de Fellini)...

junho 22, 2008

Ter pénis (usável e fecundável) ou não ter, eis a questão!...

Leio sempre com prazer e serventia Manuel António Pina. E, com a devida vénia ao cronista e à revista, gosto de vez em quando de o partilhar convosco...

cintttt.jpg
cint1.jpg
cint2.jpg
cint3.jpg
cint4.jpg
Notícias Magazine, 22.06.2008


junho 21, 2008

A maldição de um adjectivo...

edurommm.jpg


Quando, em 2000, organizei e prefaciei este livro (que reunia 40 artigos e crónicas de Rubem Alves, originariamente publicados no Brasil), propus ao autor um título provocatório: "Por uma Educação Romântica - Brevíssimos Exercícios de Imortalidade". O Rubem achou graça e deu o seu aval. E a edição portuguesa lá saiu com esse título.
Dois anos depois, a editora brasileira Papirus decidiu retomar a obra e lançá-la também no Brasil. O título foi abreviado e ficou só "Por uma Educação Romântica".
Estávamos longe de imaginar, eu e o Rubem, que o adjectivo iria pegar de estaca em Portugal para qualificar a pedagogia, essa arte suspeita de ser, com o chamado eduquês, a causa de todos os males do mundo. Nos últimos anos, tornou-se mesmo moda em Portugal abjurar a pedagogia, adjectivando-a de "romântica" para acentuar ainda mais a sua perversa e anquilosada... imprestabilidade.
Hoje, os alunos e os educandos em geral já não precisariam mais de pedagogos, mas de ensinadores ou técnicos de ensino, transmissores de conhecimento. E, independentemente das capacidades e dos ritmos de aprendizagem de cada um, independentemente dos conteúdos, dos contextos relacionais e dos métodos utilizados, eles aprenderiam.
Claro que os professores e os educadores com experiência pedagógica sabem que não é assim. Mas que importa isso, se alguns fazedores de opinião e treinadores de bancada já decretaram a morte ou a inutilidade da pedagogia?!...
Cumpra-se então o decreto, a bem da Nação!...


contracapa.jpg

junho 20, 2008

Fellini, Fellini, Fellini!...

Todos os católicos deveriam ver, em idade fértil, este filme de Fellini: Roma. Perderiam imediatamente o tesão, pelo menos, o eclesial...

Dois comentários em defesa do comendador Nuno Crato...

Dois leitores devidamente identificados decidiram sair em defesa de Nuno Crato, sob a alegação de que eu, com frequência, atacaria neste blogue o insigne matemático e premiadíssimo divulgador científico. Destaco os comentários e depois respondo, publicamente, aos leitores.

Comentário 1

Noto que, com frequência, ataca o Nuno Crato. Como pai "velho" que sou (48) com uma filha de 10 anos que acabou ontem o 5º ano, não posso deixar de dar razão a Nuno Crato. Deixar fazer testes de matemática com calculadora, faz com que a minha filha não saiba a tabuada. E digam o que disserem, na vida real é imperativo saber-se a tabuada, para coisas tão simples como, por exemplo, fazer um troco. O comentário já vai longo, mas finalizo dizendo que o estado da educação, em geral, está muito fraquinho. Acho que se privilegia o saber para o teste e não a retenção de conhecimentos. Muito mais havia a dizer mas, por agora, fico-me por aqui.

P.S. - Não pertenço à CONFAP e acho o respectivo presidente abominável.

Comentário 2

Os portugueses não fariam nada mal em direccionar uma grande parcela do orgulho que têm no C.Ronaldo para o Nuno Crato. Sem dúvida um grande comunicador e óptimo profissional.

Os srs. do ministério da educação poderiam aproveitar os conselhos de alguém que «chegou longe» por mérito próprio, ao invés disso fecham-se nas suas «torres de marfim» a maquinar as suas «poções venenosas».

Não vai servir de nada os bons resultados dos exames de 9.º ano e secundário aos indivíduos que, mais tarde, vão ingressar no ensino superior ou no mercado de trabalho. E há estatísticas muito mais importantes do que as relativas às notas destes exames.

Resposta

Nuno Crato é licenciado em Economia e doutorado em Matemática e professor associado no Instituto Superior de Economia e Gestão, em Lisboa. Não discuto a sua competência para ensinar Matemática e Estatística aos seus alunos no ISEF. Não discuto tão pouco os seus dotes de divulgador científico. Só não lhe reconheço autoridade para me dizer como devo trabalhar com os meus alunos, que é a coisa, pelos vistos, que ele mais gosta de fazer, colocando-se numa espécie de pedestal da verdade científica, que ele contrapõe, permanentemente, àquilo que designa por "pedagogia romântica e construtivista". Confesso que já não tenho paciência para aturar a soberba destes professores superiores que têm sempre a solução (e a solução de cada um deles é sempre a mais justa e verdadeira) para todos os problemas do ensino e da aprendizagem com que se confrontam, diariamente, ano após ano, os professores inferiores, esses idiotas. Quando escreve e perora sobre pedagogia e educação, Nuno Crato só revela duas coisas: uma imensa ignorância e um pretensiosismo que, inapelavelmente, chocam com a sua condição de investigador e académico. A vida, de resto, já me ensinou que a "sabedoria" nunca conjuga com a vaidade e a petulância...
Consultando a sua página na internet, confirmei apenas o que já tinha percebido. Nuno Crato adora mostrar-se e passear o umbigo pelo universo. Fiquei a saber, por exemplo, que foi agraciado há dias com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique. E, na mesma página, encontrei sete fotos, sete poses, do senhor comendador (ele não faz por menos). Desculpai o meu mau feitio, mas pavões, independentemente do tamanho e da presunção... eu não respeito...

cr10.jpg
cr11.jpg
cr12.jpg
cr14.jpg
cr13.jpg
ce15.jpg
ce16.jpg

Camões em Vigo...

camoes.jpg
caml1.jpg
caml2.jpg
Ilustração, 01.09.1934

junho 19, 2008

Viva o Dantas, viva! Pum!...

judant22.jpg
Ilustração, 16.08.1934

junho 17, 2008

Um romancista promissor...

nem10.jpg
nem44.jpg
nem46.jpg
Ilustração, 01.12.2007

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

rr1.jpg
Ricardo Reis, Odes

Exames: o senso incomum...

rubem1.jpg
rubem2.jpg
Rubem Alves, Em Defesa dos Jovens

junho 16, 2008

Saudades de Herbert Pagani (1944-1988)...


Bendita pátria e abençoada igreja que tais filhos pariu!...

João Carlos Espada no seu melhor. Retirado daqui.

espp.jpg

junho 15, 2008

Almada Negreiros, em 1927...

act10.jpg

act12.jpg
Ilustração, 01.07.1927

Na cerimónia de inauguração de uma exposição, em Madrid. Nesta altura, Almada tinha 34 anos...

Com...parações...

sarammmm.jpg
José Saramago - Público, 15.06.2008

Touros, reis e guitarradas...

cout1.jpg
cout2.jpg
cout3.jpg
cout4.jpg
João Pereira Coutinho, Expresso-Única, 13.06.2008

Leio sempre este miúdo, por duas razões: porque confunde a vida com o que lê e porque, apesar disso, não pensa, nem escreve mal de todo...
Estou farto de grunhos, à esquerda e à direita...

junho 14, 2008

Tributo a Guerra Junqueiro...

Li-o (devorei-o) quando era pouco mais do que adolescente. A Velhice do Padre Eterno deu um sentido ao meu anticlericalismo e como que tranquilizou o meu ateísmo. De vez em quando regresso a ele, para me rir dos altares e dos medos da infância...

junq10.jpg
Ilustração, 16.06.1935

lad20.jpg
lad500.jpg
lad501.jpg

(...)

junq15.jpg

junho 13, 2008

Pela pátria e por penhor da raça, eles fazem tudo!...

CONDEEE.jpg
tirarrrr.jpg
Correio da Manhã, 13.06.2008

Ele faz de conta, perdão, de conde, enquanto ela diz que tira a roupinha, não se sabe bem para quê. Cheira-me a vertigem de coador...

Um inédito de Alberto Caeiro em três versões...

caeir10.jpg
caeirrro.jpg

caei112.jpg
caei113.jpg
Público, 13.06.2008

Cópia do manuscrito original e três exercícios de fixação do texto.
Confesso que nenhuma versão me satisfaz. Muito especialmente, tenho dificuldade em aceitar a versão (unânime) do último verso. Não me parece que Pessoa tenha escrito duas vezes "cousas", no último e no penúltimo verso. A repetição, aliás, empobreceria bastante o poema. A palavra final não pode ser... cousas. Reparai e comparai...

cousas.jpg

junho 12, 2008

Ev'ry Time We Say Goodbye...

Só porque hoje viajei com Ella Fitzgerald a cantar Cole Porter, Ev'ry Time We Say Goodbye não me sai do pensamento. Não resisto, por isso, a partilhá-la convosco, em quatro versões, as melhores que encontrei no You Tube...


junho 11, 2008

Como sempre, pago para ver...

fp20.jpg
Público, 11.06.2008

junho 05, 2008

Figuras, figurinhas e figurões da literatura pátria...

fig10.jpg
fig12.jpg
fig14.jpg
fig15.jpg
Ilustração, 16.01.1935

junho 03, 2008

E hoje... quem seriam, para Almada, os Dantas?!...

dantas1.jpg
dantas2.jpg
Ilustração, 01.12.1928

mniif11.jpg
manifest111.jpg
(...)

Almada Negreiros, Obras Completas - Textos de Intervenção

maio 31, 2008

Pensamentos de Lúcia, virgem miraculada... (1)

vvv.jpg
Paulo Aido, A mensagem da Irmã Lúcia

maio 30, 2008

Os três de Lúcia e o quarto (segredo de Fátima)...

Ei-los aqui, em toda a sua pujança metafórica, os três segredos de Fátima, narrados pela pastorinha que sobreviveu à hecatombe miraculosa...

segredo111.jpg
segredo112.jpg

segre1.jpg
segre4.jpg
Paulo Aido, A Mensagem da Irmã Lúcia


Há, nesta narrativa, pelo menos, três pormenores que me impressionam fulminantemente.

Primeiro
Lúcia reconhece que, à vista do Inferno, teria morrido, de susto e pavor, se a Senhora, na ocasião, à partida, não lhe tivesse garantido o céu em caso de morte súbita. É verdadeiramente admirável como, perante a garantia celestial, a miraculada não optou por morrer logo ali...

Segundo
Em 1917, ano a que se reporta a narrativa de Lúcia, a Senhora de Fátima já sabia que, em 1922, ascenderia ao trono de S.Pedro o Arcebispo de Milão, Ambrogio Ratti. Mais: também sabia que, em 1939, ano do desaparecimento de Pio XI, eclodiria uma guerra, ainda pior do que a anterior. Assim se prova, definitivamente, a presciência de Nossa Senhora de Fátima...

Terceiro
Na terceira parte do Segredo, a Senhora de Fátima antecipa a tragédia que, um dia, se abaterá sobre a igreja católica. Estranhamente, porém, não revela a identidade (ou, pelo menos, a proveniência) dos assassinos do Santo Padre. Que quererá significar este silêncio, aparentemente, cúmplice? Ou terá sido antes a narradora que preferiu omitir esse dado? É aqui, precisamente, que começa o quarto segredo de Fátima, que um dia revelarei..


maio 07, 2008

A Joaninha que voltou, para mim, a voar...

Ando a comprar poucos livros. O universo é finito e quase tudo já foi escrito. Compro ainda poesia e alguma história. O mais aborrece-me. Começo mesmo a entrar no ciclo de ir oferecendo simplesmente muitos dos livros que, desde a adolescência, fui, inutilmente, acumulando. De vez em quando, empresto um ou outro aos meus alunos, na esperança de que leiam e na expectativa (inconfessável) de que não devolvam. A minha casa é um dormitório de literatura: já não cabe na cama mais ninguém...
De vez em quando, porém, não resisto a comprar ainda mais um livro. Como este.

capaj.jpg

Tive a sorte de ser educado até aos onze anos (idade que eu tinha quando ela se casou) por uma prima mais velha, que os meus pais tinham adoptado como filha precoce ou irmã mais nova (nunca cheguei a perceber). Como ambos já morreram, posso agora escrever isto, sem temer magoá-los. Era a Bela e não a minha mãe que me contava estórias. Era a Bela e não a minha mãe que me fazia festinhas e me abraçava. Era a Bela e não a minha mãe que me protegia dos pesadelos, diurnos e nocturnos. Era a Bela e não a minha mãe que aconchegava a minha cabeça ao travesseiro da cama e me dava um beijo para adormecer. Era a Bela e não a minha mãe que cantava e ria para mim. A Bela foi, afectivamente, a mãe que eu não cheguei a ter...
A Bela sabia muitas lengalengas que partilhava, quase em segredo, comigo. Uma delas, que nunca mais esqueci, era esta:

Joaninha voa voa
Que o teu pai está em Lisboa
A tua mãe no Moinho
A comer pão com toucinho

Joaninha voa voa
Que o teu pai está em Lisboa
Com um rabinho de sardinha
Para comer, que mais não tinha

Uma lengalenga não se entende: ouve-se e repete-se, como numa espécie de ritual mágico. Há jogos de palavras que não são para entender, mas para jogar, simplesmente. E eu jogava: aprendi com a Bela a jogar com as palavras. E voava com a Joaninha para Lisboa, sem saber que Lisboa não existia...
Eis por que o título deste livro de Ana Cristina Leonardo, jornalista do Expresso, me cativou tanto. A Joaninha da minha infância também não queria ser gente e, muito menos, voar em direcção ao pai que estava em Lisboa. Fiz com a Joaninha do livro o percurso inverso...

joani.jpg

Mais uma sugestão de leitura...

lauratt.jpg

laurapp2.jpg
laurapp3.jpg
laurapp4.jpg
Público, 07.05.2008

Publicado o segundo volume do Diário, é hora, Laura, de terminares o Ensaio sobre a Eutanásia, antes que certas propostas legislativas, talvez precipitadas, avancem!...

maio 05, 2008

Eu também gostaria de acreditar...

lfs22.jpg
Público, 05.05.2008

É assim, desta forma tão comovedora, que termina o depoimento da Laura na edição de hoje do Público. As pessoas melhores inventam sempre os melhores deuses...

A ler, hoje, no Público...

lfs12.jpg
Público, 05.05.2008

Não é por ser a minha irmã, mas por ser a Laura: a autora deste incrível Diário. Quando acabei de ler as palavras recolhidas por António Marujo (disponíveis aqui), enxuguei os olhos molhados...

abril 30, 2008

Duas imagens com endereço...

franebaix.jpg

Janeiro de 1995. Aveleda. O Francisco e o Baixinho. O Francisco tem hoje 15 anos. O Baixinho teria um pouco mais, se ainda existisse. Não sei se a Laura conhece esta fotografia. Se o Segundo Volume do Diário fosse ilustrado, esta imagem teria de lá estar. Em vários momentos. Há Diários que têm mais vida dentro do que a maior parte dos romances...

fran12.jpg

Julho de 1995. Aveleda. Ainda o Francisco. À direita, estava a Laura, que não aparece na fotografia. A memória extravasa sempre o olhar...


março 27, 2008

Cinco fotografias para a Laura, em dia de aniversário...

Esta é a forma mais simples de, publicamente, te dar hoje os parabéns... Presumo que não vias, há muito, estas fotografias. Podia ter escolhido outras: escolhi estas. Não saberia dizer porquê. Talvez tu saibas. Tens sempre uma explicação racional para tudo...

laume1.jpg
Esta fotografia, tirada na Póvoa de Varzim, está datada pelo punho do nosso pai: 23.07.1961. Muitas vezes foi assim nas nossas vidas: eu sorria, enquanto tu choravas. Os cancros que te visitaram (eu sei e tu sabes) são lágrimas que erraram a alma...

laume2.jpg
No segundo volume do Diário escreves sobre o Baixinho. Este, no teu colo de adolescente, é o Tzara, um cão surrealista. Ao fundo, uma ponte centenária que já não existe. Sobre ela, como atestam outras fotografias, tinham namorado os nossos pais. À distância, como na época se impunha. A mesma distância, aliás, a que sempre nos guardaram...

laume5.jpg

Eu tenho o hábito de não datar as fotografias que faço, como se, afinal, aspirasse a que o tempo não entrasse por elas. Este é um pormenor de uma fotografia tirada pouco antes do 25 de Abril, num estádio que ainda se chamava 28 de Maio. Um ano depois, derrubada a ditadura, passaria a... 1º de Maio. Lembras-te das palavras cínicas e sábias de Tomasi di Lampedusa? É preciso que alguma coisa mude para que tudo fique na mesma...

laume4.jpg

Diante desta mesma coluna, na Aveleda, posaram quase todos, os velhos e os novos (como na sequência final de um filme de espectros). Como diante do espigueiro, que aliás já não existe. A eternidade das coisas não está em nós, mas nelas próprias. Esta fotografia sobreviver-nos-á...

laume6.jpg

Este é o "menino" a que te diriges, comovedoramente, no segundo volume do Diário. A fotografia é de Agosto de 1993: tinha então o Francisco 7 meses. Passaram 15 anos. As partituras voam agora sobre o piano...

março 23, 2008

Alguns livros não recomendáveis a professores especialmente sensíveis ao... eduquês...

neill9.jpg

neill11.jpg

neill8.jpg

neill5.jpg

neill4.jpg

neill3.jpg

neill2.jpg

neill.jpg

março 13, 2008

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (explicação talvez desnecessária)...

diario2.jpg

A Laura é a minha (única) irmã. Quase sete anos mais nova do que eu. Ainda me lembro do dia em que ela nasceu. Foi um dia de festa lá em casa, porque nesse dia pude brincar com os meus primos mais chegados no quintal, enquanto a minha mãe, ajudada pela irmã Ramona e pela parteira, dava pela segunda vez à luz... a primeira menina da família, que herdaria o seu nome: Laura.
Somos iguais e diferentes em tudo. Iguais, na compulsão interior com que vivemos e nos amarramos desesperadamente à vida, através das palavras e da música. Iguais, na impaciência com que enfrentamos a estupidez e a canalhice. Diferentes, no modo como lidamos com a memória que nos projecta no espelho de nós. Diferentes, também, na exigência com que cuidamos do que somos.
Ela não sabe, mas eu sempre a admirei. E se, como ela, eu acreditasse num deus qualquer, agradecer-lhe-ia a generosidade de me ter presenteado com uma irmã assim.
Hoje, recebi das suas mãos um exemplar do volume segundo do Diário, que amanhã será lançado em Coimbra (e, depois, em Braga e em Lisboa). Não é um livro que eu consiga ler de fio a pavio, como um romance policiário. É um livro que me dói, porque me toca. Os excertos que partilhei convosco são estilhaços de uma vida que também me pertence e questiona. A mãe de cuja doença e morte ela fala... é a minha mãe. O pai e o avô e a prima que ela invoca... também são meus. L. é o meu cunhado. AV., o nosso primo. O menino a que ela se dirige... meu filho. E o Baixinho... correu também muitas vezes atrás de mim...
Entendereis que tenha deixado de fora as referências à universidade, à investigação académica, à igreja católica e às religiões, ao feminismo. Apenas vos digo (e peço desculpa por poder parecer suspeito) que é uma obra de leitura viciante, como se publicam poucas em Portugal. Lede, se quiserdes, e vereis...

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (8)

lau20.jpg
lau21.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (7)

laura9.jpg
lau12.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (6)

lau9.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (5)

lau5.jpg
lau6.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (4)

lau4.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (3)

lau8.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (2)

lau2.jpg
Laura Ferreira dos Santos, Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença II

Excertos do Segundo Volume do Diário da Laura... (1)

diario3.jpg
lau1.jpg

março 05, 2008

Segundo Volume do "Diário de uma Mulher Católica a Caminho da Descrença"...

laurafs1.jpg

O lançamento, em Braga, de mais um livro da minha irmã. Ainda não é o tão esperado e desejado ensaio sobre a eutanásia. Por ora, é apenas o Segundo Volume, do Diário.
Depois de Coimbra (14) e Lisboa (provavelmente, 15), seguir-se-á a apresentação em Braga. Lá estarei, para ouvir também Frederico Lourenço.
Parabéns, mana!...

fevereiro 17, 2008

Um rasgão na capa de um romance delicado...

moderato.jpg

Foi o primeiro romance que li de Marguerite Duras. Há muito que não sabia do paradeiro do livro. Descobri-o hoje, ocasionalmente, escondido entre outros livros de maior porte. Folheei-o lentamente, como um romance tão delicado merece ser folheado. Naquele tempo, escreve Marguerite algures, as pessoas tinham tempo. E mesmo nas cidades pequenas acontecia sempre qualquer coisa. Agora, não. Agora o tempo parece voar, entre nada e coisa nenhuma. Como se a vida tivesse entretanto adquirido dimensões que anteriormente desconhecia. Ilusões de óptica...

fevereiro 13, 2008

fern1tr.jpg

Capas (deliciosas) de dois livros de Santos Fernando, um autor hoje quase completamente esquecido no país em que nasceu e que tão mal o tratou. Os Cotovelos de Vénus (1963) e Tempo de Roubar (1964) mereciam ser reeditados. Fica aqui a sugestão...

fevereiro 07, 2008

Em vez de uma espingarda, livros...

aspa.jpg

Esta obra foi editada há 30 anos, pela ASPA. Deveria ser reeditada e colocada à venda em S.Frutuoso. Para que os visitantes, se quiserem, possam ficar a saber um pouco mais sobre aquele monumento nacional, que parece completamente abandonado e esquecido...
De resto, literatura sobre S.Frutuoso não falta
...

outubro 20, 2007

A compita (ou a compota) entre Miguel Sousa Tavares e José Rodrigues dos Santos...

capas.jpg
Notícias Sábado, 20.10.2007

Em três dias, Sábado, Visão, Única, Notícias Sábado, 4 capas pelo menos. Repito: quem tem boa imprensa (e, ademais, pertence à agremiação)... vende. Escreva o que escrever. Com as mãos ou com os pés...