" /> abnoxio: dezembro 2008 Archives

« novembro 2008 | Main | janeiro 2009 »

dezembro 31, 2008

Improviso oriental...

Conduz-me discretamente
pelos canais da cidade proibida
que nenhuma vagina seja perfeita
entre tantos rumores de mulheres eclipsadas
nenhuma luz
às sombras
subtraia o teu corpo
entre os muros mais altos e impenetráveis
da cidade proibida
tudo hoje tem o sentido das trevas
os guardas à distância
observam-nos apenas
todas as vozes que caminham por nós
parecem ausentes
este é o país das bandeiras trocadas
aquele em que nos perderemos sempre
depois do pôr do sol.

Ademar
31.12.2008

A cidade das invisibilidades...

bra08aa111.jpg
JN, 31.12.2008

Enquanto Braga, na realidade, for governada por alguns empreiteiros e alguns promotores imobiliários (o PS local não passa, há três décadas, de um entreposto abençoado de negócios e negociatas), talvez o melhor para este torreão da muralha medieval seja mesmo manter-se invisível. Como a decência...

Em quase 32 anos, quantas vezes foi exigida (e eu próprio exigi) a demissão de Mesquita Machado? Se os eleitores ou os tribunais não o removerem, ele morrerá no posto...

mesq08aaa11.jpg
mesq08aaa122.jpg
mesq08aaa33.jpg
mesq08aaa44.jpg
Público, 31.12.2008

A predição de Thomas Jefferson...

ThomasJefferson.jpg
thom08aaa2222.jpg


A ingratidão de Sebastião Paparazzo ou... o filme de uma tragédia...

marg08aa12.jpg
24horas, 21.12.2008
marg08aa11.jpg
24horas, 28.12.2008
marg08aa13.jpg
Correio da Manhã, 29.12.2008
marg08aa14.jpg

marg08aa16.jpg
marg08aa18.jpg
24horas, 31.12.2008

Há meses que o 24horas e o Correio da Manhã, mais as revistas ditas cor-de-rosa, acompanhavam quase diariamente a evolução da gravidez desta menina (que eu ainda não sei bem quem é). Ignoro se o coito procriador foi reportado em directo pela TVI ou pela SIC, mas a gravação deve, certamente, existir e não tardará que a possamos ver no YouTube.
Nascida a criança, o país inteiro foi colocado à porta da maternidade, esperando uma declaração de felicidade dos pais biológicos (como agora se diz) e as primeiras fotografias do rebento a ser amamentado pela mãe. Nada. Em vez disso, insultos e uma miserável agressão.
Desconfio que o menino, pela cara e pelo destino, se vai chamar... Sebastião Paparazzo...

Atendendo à quadra, e já que alguns leitores detestam que eu demonstre aqui tão pouco respeito pelos proxenetas de deus (de todas as igrejas e seitas) , deixo um vídeo bastante conhecido, com o qual pretendo, humildemente, expiar todos os meus pecados...

Que a felicidade, neste dia, vos perturbe, na graça de deus, do diabo, do espírito santo, das virgens eternas e de todos os sumos pontífices! ou... 12 sugestões de exercícios espirituais para todas as condições, orientações, aspirações e inspirações...

erot08aa1.jpg

erot08aaa3.jpg

erot08aaa8.jpg

erot08aa2.jpg

erot08aaa9.jpg

erot08aaa5.jpg

erot08aaa6.jpg

erot08aaa7.jpg

erot08aa11.jpg

erot08aaa12.jpg

erot08aa10.jpg

erot08aaa4.jpg

Gilles Néret, Erotica Universalis (Volume 1)

Obviamente, demitam-se!... (47)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 30, 2008

Por que não fechar o dia assim?...

Improviso quase prosaico...

Hoje fui ao banco e descobri
que o meu gestor de conta
ainda é primo de Ali Babá
pelo lado dos quarenta ladrões
pedi o livro de reclamações
chamaram a polícia
fiquei de preventiva.

Ademar
30.12.2008

A gente até acreditou, não acreditou?!...

soccc08aa11.jpg
Expresso, 20.12.2008
soc08aaaa99.jpg
soccc08aaa112.jpg
soccc08aaa11.jpg
soc08aaaa95.jpg
Público, 21.12.2008

As mulheres que guardam a castidade das noites...

foto08aa1.jpg
Fotografia de Daniel Rocha (Público, 30.12.2008)

Uma vez mais, concordo com Desidério. Independentemente das vestes que usem, os idiotas deverão poder exprimir-se livremente...

des08aa43.jpg
des08aa44.jpg
Público, 30.12.2008


Pelo que se leu na imprensa francesa, o homem deve ter confessado o crime antes mesmo de o ter cometido...

coz08aa22.jpg
Público, 30.12.2008

Já vivi o suficiente para desconfiar, metodicamente, deste tipo de notícias...

Um exemplo...

esc08aa2.jpg
esco08aa1.jpg
Diário do Minho, 30.12.2008

Este é o verdadeiro risco que eu aprecio, o risco daqueles que acreditam nas suas capacidades e que não desistem, chorando sobre a pequenez e a miséria do país. Governado e alimentado pela mediocridade, Portugal nunca poderá aspirar a ser mais do que sempre foi: um "reino cadaveroso"...

Um país de... flautistas...

flaut08aa1.jpg

O Henrique, o meu filho mais novo (nascido em 98), está no 5º ano. A música é uma das suas paixões. De resto, tem formação musical, extra-escolar, há vários anos. Se as classificações escolares tendessem a reflectir os conhecimentos e as competências dos alunos, o meu filho, normalmente, teria 5 na disciplina de Educação Musical. Teve 3, a sua classificação mais baixa (nas demais disciplinas, teve 4 ou 5). Pedi-lhe que me explicasse o aparente "inêxito" numa disciplina em que deveria ser um... craque. Encolheu os ombros e respondeu: "ó pai, é uma seca!". O que é uma... seca? quis saber. "É só flauta, flauta, flauta"...
Infelizmente, ele tem razão. A escola pública portuguesa, em matéria de formação musical, parece há muito hipotecada a um único desígnio: formar flautistas. Sabe-se com que sucesso...

Obviamente, demitam-se!... (46)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 29, 2008

"As Ilhas dos Açores", dedicado a Sua Excelência o Presidente da República, Senhor Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva...

Improviso para descaprichar...

Escrevo apenas
para que saibas que estou vivo
ainda estou vivo nas palavras que escorro
pelo menos nestas
estar vivo é uma graça da natureza
frequentemente uma piada
faz-se tudo o que se pode para morrer
e a morte joga connosco à cabra-cega
fingindo que não percebe
essa puta vadia e calaceira.

Ademar
29.12.2008

O ABSURDO a cores (leia-se tudo junto e cedilhado) ou... de como um Cavaco refém da crise (e, por isso, impotente) proporcionou um orgasmo colectivo aos comentadores políticos e aos politólogos de turno...

absur08aa.jpg

Agarrai-me... que os dissolvo!
Não fora a crise e a notícia desta noite não seria o absurdo de um Estatuto, mas a dissolução de um Parlamento.
Cavaco exemplificou hoje, em directo, o coito interrompido. Politicamente falando, claro...

Depois de ter brincado, há dias, com este deputado, agora... tiro-lhe o chapéu!...

eut08aaa1.jpg
eut08aaa2.jpg
eut08aaa3.jpg
(...)
eut08aaa55.jpg
(...)
eut08aaa444.jpg
Público, 29.12.2008

Neste planeta , em geral, governado por cretinos, corruptos e vilões de toda a espécie, apetece sempre viajar e dançar com Matt Harding...


Alguém há-de pagar, alguém há-de pagar!...

mag08aaa111.jpg
maga08aaa11.jpg
maga08aaa222.jpg
(...)
DN, 29.12.2008

Como sempre previ, o circo do Magalhães promete. Por ora, ainda estamos na fase dos ensaios...
Quando os jornais começarem a investigar a sério esta trapalhada, não sei se Sócrates se aguentará...

Poder-se-á escolher, "corpo inteiro", a... "marqueza"?!...

selec08aa1.jpg
Correio do Minho, 29.12.2008

"Prove e aprove": "por uma vogal se ganha, por uma vogal se perde"...

Se é só para isto, Senhor Presidente, não precisa de se incomodar: a gente já percebeu...

public08aa222.jpg
Público, 29.12.2008

Infelizmente, os portugueses não se alimentam de... competências presidenciais.
Eu também acho que, nesta matéria, o Presidente tem razão, mas esta divergência institucional não diz nada a 99,9% dos portugueses. Cavaco anda a falar para o boneco, digo, para a fotografia...
Sobra, claro, o título da manchete do Público, com o erro habitual (porque em vez de por que). Os revisores andam distraídos...

Por ora vai simulando, apenas, o "nu implícito"...

nuimplicito08b.jpg
nuimplicito08a.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 27.12.2008

Repare-se com que suave delicadeza a menina abre as pernas ao fotógrafo e com que pudor, com a mão direita, aconchega o vestidinho ao tão próximo sacrário...

Maria de Lurdes Rodrigues num convento? E as freirinhas... deixar-se-iam avaliar e grelhar na intimidade das celas pela superiora?...

pina08aa2.jpg
Manuel António Pina in Notícias Magazine, 28.12.2008


Obviamente, demitam-se!... (45)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 28, 2008

Um fado que é menos fado do que parece...

Vogalizando...

lê mais um pouco
continua a ler, mesmo
que os olhos já tenham
percebido que nada direi
continuarás a ler para saber
se entre as letras se esconde
uma pequena falha por ond
e possas enfim ler-te-me
satisfeito
espero que pouco
espero pouco
muito pouco

Ana Saraiva

Improviso para roteiro...

Faremos um filme sem figurantes
nem duplos
e os cenários não serão de papel
mas de barro que domine
os segredos íntimos do fogo
sem palavras
sem efeitos
a nudez apenas das serpentes
envenenando o tempo.

Ademar
28.12.2008

Ainda há... políticos na "berra"?!...

crime08aa11.jpg

Um tablóide é um tablóide, um tablóide, um tablóide...

Será só psicologia narrativa ou... já terão inventado instrumentos para medir a felicidade?!...

felici08aa11.jpg
DN, 28.12.2008

Os leitores estimáveis que me perdoem!...

aviso08aa1.jpg

Improviso gramatical...

Perguntas-me se te guardo
não sei se gralhaste o verbo
e antes quisesses perguntar
se te aguardo
as palavras e a vida são assim
por uma vogal se ganha
por uma vogal se perde.

Ademar
28.12.2008

Como é reconfortante saber que ainda há portugueses (ademais, autarcas) que se distinguem (ou são distinguidos) pelas melhores razões!...

posde08aa1.jpg

posde08aa2.jpg
Público, 28.12.2008

Toda a gente?! Ratzinger também?!...

nodim08aa11.jpg
Nuno Nodin in Pública, 28.12.2008

Este (mundo), não. Só se for outro...

oobama08aa1111.jpg
Pública, 28.12.2008

Yes, Prime-Minister!...

mens08aa1.jpg
mens08aa2.jpg
Alberto Gonçalves in Diário de Notícias, 28.12.2008

Morreu alguém? Portugal foi à falência? Sócrates fugiu? Encravou o teleponto?!...

foto08aaa33.jpg
Notícias Magazine, 28.12.2008

Também consultei as cartas e (pre)disseram-me o mesmo. Quem me quererá contratar como cartomante?...

maya08aa1.jpg
maya08aa2.jpg
maya08aa3.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 27.12.2008

E uma pistola de plástico... não servirá?!...

net08aa1.jpg
24horas, 28.12.2008

Pensará em Sócrates ou no cardeal "procriador"?!...

parana08aa.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 27.12.2008

Como modelo da Fashion Clinic ou vendedor do Magalhães, Sócrates teria o futuro assegurado...

marcas08aa22.jpg
Correio da Manhã, 27.12.2008

...mas está na cara que vai acabar como administrador executivo de um banco qualquer...

Obviamente, demitam-se!... (44)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 27, 2008

Improviso quase metereológico...

À minha volta
todas as estradas foram ficando intransitáveis
dizem as notícias
que as pontes são agora
muros de neve
que nenhuma luz atravessa
aqueço as mãos numa sombra
que a noite enregela
e deixo-me acender nas palavras
à distância.

Ademar
27.12.2008

A falta que faz o Cónego Melo...

mm08aaa1.jpg

mm08aaa222.jpg

mm08aaa55.jpg
mm08aa56.jpg
mm08aaa57.jpg
mm08aaa58.jpg
mm08aaa59.jpg
mm08aaa60.jpg
mm08aaa61.jpg
mm08aaa62.jpg
(...)
Diário do Minho, 27.12.2008

Ao ler esta notícia (que reproduzo apenas em parte) lembrei-me de um pormenor delicioso de uma escritura de compra e venda que integra o meu arquivo relativo à Sociedade Agrícola da Quinta de Salgueirô (constituída em 1975), um dos primeiros e mais conhecidos investimentos de Mesquita Machado. Como podereis reparar, neste acto notarial intervêm duas mulheres: Laura Martins dos Santos e Ana Maria Gama dos Santos Machado. Só a segunda (esposa de Mesquita Machado) é, deferentemente, tratada por... Dona. Vantagem, por certo, de ser conhecida, pessoalmente, da... notária (como a própria garante). O que, aliás, na altura, também não deixava de ser curioso...

escrit08aa1.jpg
escri08aaa2.jpg
(...)

"PRISÃO PREVENTIVA" ou... de como hoje, como bracarense, me converti definitivamente ao cinema de autor...

pp000aaa27.jpg

pp000aaa28.jpg

pp000aaa29.jpg

pp08aaa1.jpg

pp08aaa2.jpg

1- DE COMO BRAGA, VISTA DO ALTO, É UMA CIDADE DO CARAÇAS, NIGHT AND DAY...

pp000aaa20.jpg

pp000a1.jpg

pp000aaa17.jpg

pp000aaa12.jpg

pp000aaa26.jpg

2- DE COMO A PEDAGOGIA, EM FORMA DE ESQUELETO, É FINALMENTE DEVOLVIDA À ESCOLA EB 2,3 DE LAMAÇÃES...

pp000aaa19.jpg

pp000aaa30.jpg

pp000a2.jpg

pp000aaa8.jpg

pp000aa7.jpg

pp000aa5.jpg

pp000aa4.jpg

3- DE COMO ELES DESCOBREM QUE, AFINAL, SE AMAM BUÉ...

pp000aaa25.jpg

pp000aa13.jpg

pp000aa14.jpg

pp000aa15.jpg

pp000aa16.jpg

pp000aaa18.jpg

4- DE COMO FRANK SE EXCITA MUITO A LER O CORREIO DO MINHO...

pp000aaa21.jpg

pp000aa10.jpg

pp000aa11.jpg

5- DE COMO A CÂMARA MUNICIPAL DE BRAGA SE ASSOCIOU A ESTA MERDA...

pp000aaa23.jpg

6- NOTA DE RODAPÉ, PARA QUE NINGUÉM PENSE QUE ISTO É SÓ IMAGINAÇÃO E DA BOA...

pp000aaa22.jpg

Confesso: até hoje não sabia que isto existia. Mão amiga (e muito marota) fez-me chegar o filme e ainda não consegui recompor-me. Quem nunca viu PRISÃO PREVENTIVA não sabe ainda o que é o verdadeiro cinema de autor, à moda de Braga e arredores. A Escola EB 2,3 de Lamaçães e a Câmara Municipal de Braga estão de parabéns. Tenho dito...

O Expresso, sem Espada, nunca mais será o Expresso...

espa08aa1.jpg
(...)
esp08aaa33.jpg
(...)
Expresso, 27.12.2008

Também comecei a colaborar com o Expresso em 1981, só que desisti três anos depois. Espada, não: resistiu, estoicamente, até hoje. Ele já se confundia com a instituição. Todas as semanas, mal comprava o Expresso, eu procurava ansiosamente a crónica do Espada, só para rir. E ele nunca me desiludia. Como ainda hoje, na última crónica.
Não sei, a partir de agora, o que farei da minha vida. Sem Espada, sinto que já nada mais, no Expresso, valerá a pena. Perdoa-me, António, tu que também és dos antigos, a ingratidão...

Chama-se a isto... cuspir na sopa...

mst08aa33.jpg
(...)
mst08aaa222.jpg
Expresso, 27.12.2008

Eu ainda me lembro do João Carreira Bom e de como ele foi corrido do Expresso por ironizar sobre o patrão. Miguel Sousa Tavares, escrevendo estas coisas a respeito do BPP, está mesmo a pedi-las. Não sei se Balsemão perdoará...

Pagamento por conta?!...

pagam08aa1.jpg
Expresso, 27.12.2008

A paixão recente do Grupo Balsemão por Sócrates&Companhia é verdadeiramente enternecedora. Na Sic, no Expresso e em todas as filiais da Impresa tocaram os sinos a rebate: salve-se o BPP, salve-se o BPP!...
Sócrates nunca fora tão estimado...

Obviamente, demitam-se!... (43)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 26, 2008

Improviso para amortizar algo muito parecido com o amor...

Bebo ainda à tua saúde
amiga
como se agora só agora
a eternidade nos consentisse
um brinde fora de tempo
sempre estivemos do mesmo lado do balcão ou do cais
pagando a meias um destino impartilhável
e ouvindo aos marinheiros tantas epopeias sem gente dentro
como nos filmes de Fassbinder
não há saúde agora a que possamos mais beber
senão à nossa
foi por ela que perdemos e ganhámos tudo
e foi por nós que sempre fingimos
que não era nada connosco.

Ademar
26.12.2008

SOCORRO! Enquanto um pai associativo sugere que os sindicatos "encomendaram o processo", o Procurador General diz que o crime não pode ficar impune e promete mão pesada sobre os alunos que "ameaçaram" uma professora com uma pistola de plástico...

Ouçam o pai aqui e imaginem o que terá dito, não sei onde, nem a quem, este Procurador General. pintom08aa2.jpg
Como pai, como professor e como jurista de formação, não sei o que deva admirar mais nas presentes circunstâncias: se a insanidade que atravessa o país, se o país que se atravessa na insanidade...


"Desmond Tutu raconte la nativité" ou...32 segundos orgásticos, sem preservativo...

Em que medida é que a Directora Regional de Educação do Norte pode ser responsabilizada pelo que se passou no Cerco?!...

mmoreira08aa1.jpg
Correio da Manhã, 26.12.2008

Como é que se pode, com tanta ligeireza, escrever isto?...
Quando se perde o sentido da proporção perde-se também o sentido da realidade...

Somos todos lapões...

natal09aa1.jpg
O Inimigo Público, 26.12.2008

Não há vaidade que resista ao apalhaçamento televisivo...

Contai, por favor, as insanidades que esta notícia revela...

cer08aaa1.jpg
cer08aaa2.jpg
Público, 26.12.2008

Um título desonesto...

arma08aaa2.jpg

arma08aaa3.jpg
Correio da Manhã, 26.12.2008

Um brinquedo de plástico em forma de pistola, usado num contexto de manifesta galhofa, é uma... arma? É caso mais para dizer que certos jornais andam a brincar com o fogo...

arma08aaa1.jpg
(...)
Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira

A minha mãe, se fosse viva, diria simplesmente: que trampolineiro!...

soc08nat1.jpg
Correio da Manhã, 26.12.2008

Também ouvi excertos da homilia nataleira de Sócrates. Já não consigo indignar-me - rio apenas. E, de mim para mim, adaptando mentalmente, recordo sempre Almada, do Manifesto Anti-Dantas...
(...)
dantas08aa22.jpg
(...)
José de Almada Negreiros, Textos de Intervenção

Sócrates tem, no governo, dois indigentes ou dois inimigos!...

arman08aa22.jpg
Correio da Manhã, 24.12.2008

Estive a fazer as contas. Entre ministros (16) e secretários de estado (37), o governo tem 53 membros (poderá confirmar-se aqui). Se todos tivessem contribuído para o cheque-prenda (com os 50 euros da praxe), Sócrates teria recebido 2650 euros. Recebeu apenas 2550: faltam 100. Como não acredito que o colector ou cobrador tenha metido ao bolso os 100 euros que faltam (menos ainda, o Fisco), sou forçado a deduzir que dois membros do governo não contribuíram para o cheque-prenda. Ou são inimigos do primeiro-ministro ou são indigentes. Se são inimigos, não poderão continuar a pertencer ao governo. Se são indigentes, proponho que, com carácter de urgência, lhes seja atribuído o rendimento social de inserção. Repugna-me que Portugal possa ter indigentes no governo...


Há sempre uma razão para as mulheres não dizerem a verdade: os homens...

mentir08aa22.jpg
Sábado, 24.12.2008

Obviamente, demitam-se!... (42)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 25, 2008

Confidências (novamente)...

Uma certa espécie de confissão...

Improviso em forma de decreto para afixar nos locais de culto...

Ser livre dá muito trabalho
nada melhor do que viver espreguiçado
no meio do rebanho
e dizer sempre o que se espera
da obediência.

Ademar
25.12.2008

O que Eduardo Lourenço percebeu e Sócrates, não...

eduarlou08aa1.jpg
Visão, 24.12.2008

O "grande" procriador (de boca)...

procria08aa1.jpg

O cardeal do hissope terá dito hoje que "a procriação com base em Jesus é expressão máxima da fecundidade». Infelizmente, para a humanidade, a criatura não há meio de fecundar. Estará à espera de encontrar, como o seu homónimo carpinteiro, uma virgem Maria disposta a tudo?!...

Estava na cara que o JN iria chupar na teta do vídeo...

jnpist08aa.jpg
JN, 25.12.2008

Quase uma primeira página inteira dedicada a uma brincadeira (estúpida) de adolescentes. Como é tão fácil, hoje, sequestrar as manchetes dos tablóides...

Harold Pinter...

pinter08aaa11.jpg

A noite passada, vi este filme. Estava longe de imaginar, quando o seleccionei, que o autor do argumento acabara de morrer. Descobri Harold Pinter na juventude, quando fiz teatro, em Coimbra. Durante alguns anos, vivi fascinado pela sua escrita., que me parecia sempre tão fora de tudo quanto, até li, conhecera. A paixão por Pinter adormeceu, mas jamais a admiração e a gratidão. Há autores, como há mulheres, que nunca nos viram as costas, que nunca nos negam o conforto de uma mão, quando mais precisamos dela. De vez em quando, voltava a Pinter, com o mesmo entusiasmo e a mesma surpresa da juventude. E foi com muita alegria que soube, em 2005, que lhe tinham atribuído o Nobel. Dizem agora que morreu. É mentira. Autores como Pinter são eternos...

Este é o verdadeiro Partido Socialista, o partido dos "cromos" e dos "favores"...

aaaps08aaa5.jpg
aaaps08aaa32.jpg
aaaps08aa2.jpg
aaaps08aa1.jpg
Público, 24.12.2008

(...)
aaaps08aaa7.jpg
(...)
Visão, 24.12.2008

Os velhos "cromos" do PS, na altura certa, farão a cama a Augusto Santos Silva, Alberto Martins e quejandos. São eles que mandam...

E as bestas transformaram-se em padres...

best08aa1.jpg

diab08aa33.jpg
Sábado, 24.12.2008

O socialismo (imobiliário) à moda de Braga (e do país)...

casas08aaa1.jpg

casas08aaa2.jpg
casas08aaa3.jpg
(...)
JN, 24.12.2008

O futuro de Braga (e de Portugal) passa pela resposta à seguinte pergunta, cada vez mais elementar: como se descontrói? O último a sair que apague a luz...

Descubra as diferenças ou... o eterno Portugal dos Pequenitos...

sab33.jpg

ass08aa1.jpg
Sábado, 24.12.2008

vis08aa1.jpg

ass08aa2.jpg
Visão, 24.12.2008

Antologia do disparate: Sua Excelência Reverendíssima o defunto Arcebispo de Braga... Cónego Melo...

arcmelo08aa22.tiff
Sábado, 24.12.2008

A Sábado é perita neste tipo de disparates. A fronteira entre jornalistas e jornaleiros é, em Portugal, cada vez mais nítida...
De facto, poucas pessoas sabem quem foi Eduardo de Melo Peixoto. Incluindo quem, do alto da burra, escreveu isto...

Obviamente, demitam-se!... (41)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 24, 2008

Improviso ainda para vaguear...

Um violoncelo e um acordeão
um binómio mais do que improvável
entre tantas mãos que tropeçam
na partitura desta noite
sempre tão enjoada de palavras
sento os gestos à mesa
e sirvo-me sobre a toalha de linho
a memória de todas as ausências
que dormem comigo.

Ademar
24.12.2008

Mais um vídeo de turma para acordar Pavlov e sobressaltar as carpideiras do costume!...

pistol08aa1.jpg

É mais uma brincadeira estúpida de adolescentes, encenada para telemóvel e Jornal de Notícias. É muito estranho como este vídeo aparece publicitado. Pelos vistos, a turma (do 11ºano) tem apenas 12 alunos. Um deles (não acredito que tenha sido a "realizadora") não descansou enquanto não fez chegar o vídeo ao JN, sabendo, naturalmente, que iria complicar a vida aos colegas (e, provavelmente, a si próprio). Internamente, o caso não chegara a sê-lo. Agora, vai ecoar no país e os justiceiros do costume vão exigir a punição exemplar dos responsáveis (toda a gente vai recordar o que ocorreu há meses no Carolina Michaelis). A quem aproveitará a divulgação destas imagens? Seria interessante, talvez muito elucidativo, apurar como o vídeo chegou ao JN...
Eu tenho um palpite, mas, por enquanto, guardo-o para mim...

Por que não imitam o filho da virgem e se crucificam todos uns aos outros, uns nos outros, e deixam o resto da humanidade em paz?!...

hiss08aa22.jpg
Correio da Manhã, 24.12.2008

A inflação mora ao alto...

bwilder08aa1.jpg

Não digo onde comprei esta caixa, porque o pessoal da loja é simpatiquíssimo e não quero prejudicar ninguém. Mas a alteração do preço é surreal e, poderosamente, metafórica: de 18.85 para 19.95. Divertidamente, perguntaram-me quanto estava disposto a pagar pelos três filmes de Billy Wilder. Rimo-nos...

Concordo com Desidério: este Ratzinger é o cúmulo da imoralidade...

homo08aa1.jpg

homo08aa2.jpg
homo08aa3.jpg

homo08aaa5.jpg
Público, 24.12.2008

De um castrado de saias e barrete... tudo se pode sempre esperar. Cristo talvez vomitasse. Eu não: limito-me a rir e a escarnecer. Falha-me a vocação da cruz...

As aldrabices que os jornais publicam...

banano08aaa1.jpg
Público, 24.12.2008

Não passa de uma estratégia de promoção comercial, como o famoso "licor de merda" que esta loja vende há várias décadas. O Público, sempre ingénuo, converte hoje o "banano" (termo que, nesta asserção, até eu próprio, bracarense, desconhecia) em substância de uma... tradição à moda de Braga. Li a notícia e ri. Bendita aldrabice!...
Este licor de leite, apresentado como "Malandrice" mal08aaa4.jpg numa vasilha em forma de falo ou pénis (ou piça ou caralho, na linguagem dos adolescentes), também se encontra à venda no Bananeiro, digo, na Casa das Bananas. Mas provém, evidentemente, das Caldas...

Não se pode passar a vida toda na cruz...

jes08aa2.jpg
24horas, 23.12.2008

Como eu O entendo...

A propaganda dos patetas ou... as boas festas da minha junta são mais bonitas do que as da tua...

anunc08bb3.jpg

anunc08bb1.jpg

anun08bb2.jpg

anunc08bb4.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

Autarcas que esbanjam o dinheiro dos contribuintes a publicar anúncios patetas de boas festas nataleiras deviam ser corridos a pontapé da democracia representativa... Por falta de higiene política...

De como o crime só atrapalha o natal feliz das famílias e das funerárias...

funer08aaa45.jpg
24horas, 23.12.2008
fune08aa22.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

13 dias de poupança ou... nada se perde, nada se cria, tudo se transforma...

univ08aaa3.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

Boas Festas... académicas...

univ08aaa33.jpg

univer08aa45.jpg

Correio do Minho, 23.12.2008

Quase tão convincente como Sócrates...

100porc08a.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

Obviamente, demitam-se!... (40)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 23, 2008

Improviso em forma de papagaio...

Não me desejes um feliz natal
nem um bom carnaval
já troco as mãos e os altares
e confundo tudo
sobreviverei apenas
se me lembrares.

Ademar
23.12.2008

Inspiração (de um vídeo e de um poema)...

gotha08aa2.jpg

gothan08aa1.jpg

gothan08aaa44.jpg

Improviso para Confianzas...

Nada que o tango não liberte
o suor ou o pudor
ele há tantas viagens
que não saem do corpo
o cigarro que tu me acendes nos lábios
e o cigarro que eu te acendo na alma
morremos ambos
ou salvamo-nos assim
com este poema não dançaremos
nem nas margens da cama
nem na pista dos olhos
ainda não somos suficientemente estranhos
para entrelaçarmos as coxas
no desejo de um tango interdito a maiores.

Ademar
23.12.2008

Prenda de natal para as leitoras mais murconas deste blogue...

Pobrezinhos, mas sempre generosos (muito especialmente, quando a generosidade não nos sai do bolso)...

clint08aaa3.jpg
24horas, 23.12.2008

A Jesus o que é de Jesus ou... mais um pretexto para reler Fernando Pessoa...

jesus08aaa22.jpg
24horas, 23.12.2008

fpes08aaa1.jpg
fpes08aaa2.jpg


Não seria melhor elaborar e distribuir um prontuário de perguntas admissíveis?!...

inque08aa11.jpg
inque08aaa44.jpg
inque08aaa66.jpg
(...)
Público, 23.12.2008

Napoleão sempre odiou os homens mais altos do que ele...

Margarida Moreira, Mário Nogueira, o passado, o presente e o futuro...

marg08aaa666.jpg

marg08aaa333.jpg

marga08aaa555.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

Como professor titular, agradeço-te, Margarida, penhorado, o público reconhecimento...

marga08aa11.jpg

marg08aa222.jpg
Correio do Minho, 23.12.2008

Sito Santoyo puxando o lustro a La Gordita...

gordit08aa3.jpg
Volta ao Mundo, Dezembro.2008 (reportagem fotográfica de Marco C.Pereira e Sara Wong)

Afirmações que não consentem desmentido ou... a astúcia de Sócrates...

soc08aa333.jpg
soc08aa55.jpg
Público, 21.12.2008

Sócrates tem consciência de que Cavaco não pode afirmar ou insinuar o contrário. Trata-se de uma espécie de sequestro propagandístico...

Obviamente, demitam-se!... (39)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 22, 2008

Improviso quase patriótico...

Há dias em que perco o pé
por muito pouco
a impaciência bate-me
no lugar ainda do coração
e abro mapas
para trocar de país ou de condição
Portugal mata-me de overdose.

Ademar
22.12.2008

O meu menino de ouro...

boasf08aa1.jpg

Hoje, recebi electronicamente este postal de "boas festas". Mesquita Machado, o eterno presidente socialista da Câmara Municipal de Braga, ficou muito bem nesta fotografia. Dou-lhe publicamente os parabéns, agradeço e retribuo os votos e, educadamente, pergunto quanto é...

E, no fim, também se deram as mãos e devem ter sido muito felizes...

p08aaaa1.jpg
p08aa2.jpg
p08aa1.jpg
p08aa4.jpg
p08aa3.tiff
p08aa5.jpg
p08aa6.jpg
p08aa7.jpg
p08aa9.jpg
p08aa12.jpg
p08aa10.jpg
p08aaa8.jpg

Mário Crespo e José Sócrates, esta noite, no Jornal das 9, da SICNotícias.. Desde que o governo deu a mão ao BPP, de Francisco Pinto Balsemão, a SIC parece uma gata amestrada. Mário Crespo, então, derrete-se na presença de suas excelências e estende-lhes a mão e o resto, babando-se. É uma paixão fulminante...

Já pensei mesmo em formar uma seita antinataleira...

nat08aaa22.jpg
Público, 22.12.2008

E por que não Valentim, em Gondomar? E Fátima, em Felgueiras? E Isaltino, em Oeiras? E Curto, de novo, na Guarda? E Mesquita, uma vez mais, em Braga?!...

marco08aa33.jpg
marco08aa11.jpg
(...)
Público, 22.12.2008

Os princípios, no PS, sempre foram muito elásticos... E os fins, também...

Exactamente...

cron08aa1.jpg
croni08aa22.jpg
(...)
Público, 22.12.2008

Cem alunos por turma? Qual o problema? Um político, em companha, consegue discursar para muitos mais...

egipto08aa1.jpg
DN, 21.12.2008

Com alunos amordaçados e algemados, qualquer professor é capaz de "dar aulas" a multidões...

Obviamente, demitam-se!... (38)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 21, 2008

Ouvindo a Grécia...


Improviso em forma quase de reportagem...

Ruínas que falam
como se a humanidade ainda as tocasse
antes do apodrecimento
as máscaras também derretem
quando ateadas pela raiva
a agenda do fogo pede apenas uma câmara
e a barbárie voa agora com as pedras
de um lado e do outro de nenhuma barricada
pandora percorre a europa descalça
e todos os ventos parecem segui-la.

Ademar
21.12.2008

Teste formativo. Imagine a resposta do Dr. Quintino...

depil08aaa777.jpg
depil08aa222.jpg
24horas, 21.12.2008

Algumas hipóteses.

1- O seu marido, muito provavelmente, tem um amante. Olhos nos olhos, pergunte-lhe se não tem vergonha...
2- As suas amigas, o que têm, é inveja. Não lhes dê ouvidos e siga o exemplo do seu marido: depile-se também...
3- Ajude-o na escolha dos cremes e da lingerie e diga-lhe, todos os dias, que adora metrossexuais e afins...
4- Está na cara que a cabeça dele já está noutro lado. E o resto, muito provavelmente, também. Ponha-o fora de casa e peça o divórcio.
5- Se não conseguir lidar com a situação e precisar de ajuda, consulte um especialista. Ou então, leia o meu livro: "O Amor é um Carta Fechada".

Finalmente, vou poder dormir tranquilo. Ao invés do que eu supunha e receava, violar um robô não é crime, nem moralmente (ou eticamente) condenável!...

rob08aa11.jpg
rob08aa57.jpg
rob08aa55.jpg
Pública, 21.12.2008

Os robôs têm, sobre as mulheres (os homens que me perdoem), inúmeras vantagens: estão sempre sexualmente disponíveis, não fingem orgasmos e nunca cobram (as pilhas, ademais, são baratas). A minha única dúvida era (deixou de ser) se seria, moral e eticamente, aceitável "ter relações" com robôs. Já tinha posto a hipótese de consultar Helena Matos ou o Dr. Quintino, mas, felizmente, não foi preciso. Ao ler hoje o Público, fiquei definitivamente esclarecido. Resta-me agora, apenas, uma dúvida (muito íntima): e o sexo em grupo com robôs, será eroticamente gratificante?!...

Um crime quase à porta de minha casa e eu que, mais uma vez, não tinha dado por nada...

empre08aa22.jpg
empre08aa33.jpg
empre08aaa44.jpg
(...)
24horas, 21.12.2008

Para saber o que acontece no meu bairro tenho que ler o 24horas. Miserere!...

E Sócrates... já se converteu?...

xequ08aa222.jpg
xeq08aa11.jpg
DN, 21.12.2008

Seria um golpe propagandístico magistral. Depois da conversão de Blair ao catolicismo, a conversão de Sócrates ao Islão catapultaria Portugal para as primeiras páginas dos jornais de todo o mundo. Espero que o nosso querido líder não se furte a mais este sacrifício pela pátria, essa doidivanas...

É só publicidade, estúpido!...

equa08aa1.jpg
Sábado, 11.12.2008
equa08aa22.jpg

equa08aa33.jpgequa08aa55.jpg
24horas, 21.12.2008

Quem avaliza o Estado para o governo poder avalizar a banca?...

cgs08aa22.jpg
Expresso, 20.12.2008
cgd08aa33.jpg
(...)
cgd08aa44.jpg
Público, 21.12.2008

O céu não pode esperar em Alfândega da Fé...

padre08aa12.jpg
padre08aa10.jpg
padre08aa13.jpg
(...)
padre08aa2.jpg

padra08aa1.jpg
(...)
padre08aa5.jpg

padre08aa4.jpg

padre08aa16.jpg
(...)
padre08aa7.jpg
padre08aa9.jpg
(...)
padre08aa6.jpg
(...)
padre08aa3.jpg
(...)
padre08aa8.jpg
Expresso-Única, 20.12.2008

Obviamente, demitam-se!... (37)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 20, 2008

Há notícias que ainda conseguem espantar-me!...

Esta, definitivamente, é uma delas...

Improviso para pompa e circunstância...

Colocar a primeira pedra neste poema
digo
a palavra inicial
inaugurar-me solenemente
para mais uma noite
desconhecendo a medida da sofreguidão
desse olhar que me acolhe
ou a indiferença
a poesia é uma embriaguez de palavras
com a alma dentro
nunca sei quem paga a conta do bar
ou o violoncelista
as musas são sempre oferta da casa
como os deuses.

Ademar
20.12.2008

Não tenho perfil, mas, nesta quadra, sou solidário...

anu08aaa1.jpg
anun08aaa2.jpg
anun08aaa3.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 20.12.2008

Sexo lento...

sexo08aaa111.jpg

sexo08aaa222.jpg
sexo08aaa333.jpg
24horas, 20.12.2008

Espero que a TVI, depois de Equador, explore devidamente este enredo...

sexo08aaa44.jpg
Gilles Néret, Erotica Universalis - II

As cartas dizem-me que esta senhora que as lê tem a melhor (não digo a mais antiga) profissão do mundo...

maya08aaa1.jpg
maya08aaa2.jpg
maya08aaa3.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 20.12.2008

Este é que é o verdadeiro (e desgraçado) estado da nação...

coop08aa5.jpg

coop08aa1.jpg
coop08aa2.jpg

coop08aa3.jpg
Correio da Manhã, 20.12.2008

Quando 13 professores, só por bajularem o governo, têm direito a meia página do Expresso...

armand08aaa22.jpg
Expresso, 20.12.2008

Tenho amigos na administração educativa que defendem e promovem este "modelo de avaliação" e que não entendem como eu possa estar tão radicalmente contra. Presto-lhes esta justiça: se eles estivessem, como eu, no activo, e respirassem o clima que se vive nas escolas, também eles seriam contra. Não há escola pública que resista ao desânimo e ao descrédito dos professores. E não foi outra coisa o que o actual governo, em três anos, conseguiu.
O mais não passa de propaganda. Geralmente mal encenada, como esta...

De como Santa Maria Filomena Mónica, patrocinada pela Colunex, perseguiu Bin Laden no Alhambra e não resistiu a um largo bocejo civilizacional...

filom08aa11.jpg
Sábado, 18.12.2008

Foi a minha leitura matutina, esta divertida reportagem de Filomena Mónica na Andaluzia (perdão: no Alhambra e na Mesquita, de Córdoba). Ainda há quem lhe pague para fazer estas cenas e ela, com almofada ou sem almofada, lá vai superiormente aquiescendo, na vã tentativa de civilizar os cafres e os indígenas, que somos nós. O resultado é uma mistela parida entre o bocejo e o preconceito que só põe a nu a consabida indigência mental da criatura.filom08aaa33.jpg
Filomena percebe pouco de quase tudo, ainda que finja voar sempre sobre as vulgaridades que tanto a indispõem com o universo. Se ela, antes de se instalar no Parador, de Granada, tivesse passado os olhos, por exemplo, pelo livrinho cuja capa, em baixo, lhe dou a cheirar, não teria certamente escrito a maior parte dos disparates que evacuou. E se tivesse querido mesmo encontrar-se com Bin Laden, em Granada, bastar-lhe-ia ter perguntado por ele em Albacin. Todos sabem onde ele se esconde...

filom08aa22.jpg

Obviamente, demitam-se!... (36)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

Um jogo viciante...

Estou a viciar-me neste jogo. Só que imagino sempre Sócrates no lugar de Bush...

dezembro 19, 2008

Improviso para antologia...

Ninguém sabe
entre deus e o diabo
de que segredos
me alimento
nem a mim próprio os desvendo
nem a terapeutas confesso
não pertenço a nenhuma tribo
nos meus segredos
nem a nenhuma condição
sou ainda mais livre
do que na morte.

Ademar
19.12.2008

Retrato de um influente do PSD, quando jovem...

virgcos08aa3.jpg
vircost08aa1.jpg
virgcos08aa2.jpg
virgcos08aaa3.jpg
Foot, Julho.1990

Virgílio Costa é um dos deputados mais faltosos do parlamento (poderá confirmar-se aqui). É também o presidente da distrital de Braga do PSD. Ele faz a tríade: imobiliário, futebol e política. Há, pelo menos, trinta anos. O seu registo de interesses, também consultável aqui, é um conjunto de páginas em branco. Todavia, indica como profissão principal: empresário. E, em Outubro passado, informou o presidente da AR que deixaria de exercer o mandato em regime de exclusividade (mas o seu registo de interesses não sofreu qualquer alteração). Ciclicamente, tem aparecido envolvido em trapalhadas de vária índole. Umas vezes, como empresário; outras, como dirigente desportivo. Mas o PSD ampara-o sempre. É um dos casos mais extraordinários de sobrevivência política. Quem quiser saber como a democracia, à escala da província, funciona e se reproduz, faça-lhe a biografia. Virgílio Costa é um verdadeiro tratado de sociologia política. Pacheco Pereira, que o conhece bem, deveria estudá-lo e publicá-lo...

Sapatos em vez de tomates?...

sapatov08aa22.jpg

sapatov08aa11.jpg
O Inimigo Público, 19.12.2008

Palhaçadas...

palh08aa11.jpg

palh08aaa22.jpg
Correio da Manhã, 19.12.2008

Nacionalize-se o buraco!...

buraco08aaa22.jpg
Correio da Manhã, 19.12.2008

Toda a nudez será abençoada a sul do equador...

bast08aaa11.jpg
bast08aa22.jpg
Correio da Manhã-TV, 19.12.2008

Nunca digas que o Pai Natal não existe!...

paimatal08aa11.jpg
Sábado, 18.12.2008

Desgraçados dos alunos e dos professores (diz o Pai Natal) que se atrevam a negar-me...

Em nome do Pai (Sócrates), do Filho (Sócrates) e do Espírito Santo (Sócrates)...

prop08aaa111.jpg

prop08123.jpg
Correio da Manhã-TV, 19.12.2008

É a propaganda, estúpido!...

Santas Casas...

car08aaa11.jpg
car08aaa123.jpg
car08aaa134.jpg
car08aaa145.jpg
car08aaa222.jpg
car08aaa344.jpg
Sábado, 18.12.2008

Não sei se esta denúncia tem pernas para andar, mas confesso que reconheço o filme. Na sua intervenção social, a igreja dita católica não costuma distinguir-se apenas pelo bem ao próximo...

Obviamente, demitam-se!... (35)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 18, 2008

A praia de Agnès Varda‏

ela é
tal como tu a imaginaste
os espelhos imortalizam a luz da areia
e o mar entra e aprende a nadar em nós

Ana Saraiva

Improviso para antítese...

As mentiras portáteis
pesam muito mais do que as poéticas
deus por exemplo
é um tupperware de mentiras
e a democracia não bebe de outro leite
nem o amor
escrevo ao contrário
por saber donde venho
adormeci há muito a contar ruínas
em vez de carneiros.

Ademar
18.12.2008

Mais uma vitória gloriosa do Glorioso!...

SLB99.jpg

O maior clube do mundo venceu esta noite o terrível Metalist por nove a zero, qualificando-se in extremis para a fase final da Taça Uefa. CESSE TUDO O QUE A ANTIGA MUSA CANTA(VA)!...


Que ninguém diga que não sou bruxo!...

vir08aaa33.jpg

virrrgemmmm.jpg
Sábado, 18.12.2008

Há oito dias prognosticara um novo próximo dossiê sobre o Opus Dei. Não andei muito longe: saiu a Virgem. Mais previsíveis do que os critérios editoriais da Sábado só mesmo os impulsos propagandísticos de Sócrates...

Peter Falk: ensaio de obituário...

falk08aa1.jpg
falk08aa2.jpg
Público, 18.12.2008

É um dos meus heróis do cinema americano. Mas não apenas por Colombo. Peter Falk é um dos actores de eleição de John Cassavetes. E ficará na história do cinema por isso. Não pelo Alzheimer, que toca a todos...

falk111.jpg
falk222.jpg
falk333.jpg
Jean Tulard, Dictionnaire du Cinéma - Les Acteurs

Coimbra tem mais encanto com Sócrates a corta-fitas...

staclara08aaa80.jpg
Público, 18.12.2008

Durante alguns anos, fui vizinho deste convento (e da Quinta das Lágrimas e do Portugal dos Pequenitos). Muitas vezes passeei no seu interior, imaginando estórias e histórias. E temendo sempre pelo seu futuro, quando a água subia, ameaçando submergir tudo. Trinta e tal anos volvidos, o Convento de Santa Clara-a-Velha parece finalmente reabilitado, mas ainda não pode ser visitado e usufruído pelos portugueses. Os portugueses fazem parte da agenda propagandística de José Sócrates. Quando ele quiser e deixar, Santa Clara-a-Velha voltará a pertencer-nos...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

manuale08aaa11.jpg
Manuel Alegre, Nambuangongo, meu amor

Que tudo espere pelo circo da propaganda socrática!...

santaclara08aaa11.jpg
santacl08aa44.jpg
santacla08aaa33.jpg
(...)
Público, 17.12.2008

Claro: terá que se organizar uma... solenidade. Sócrates lá estará, com as televisões e o ministro da cultura e o bispo de Coimbra (e arredores) a tiracolo, para dizer duas ou três frases sonantes, que os jornais, no dia seguinte, reproduzirão em título. Cenicamente, estamos a regressar ao fascismo. Nunca, depois do 25 de Abril, um governo investiu tanto e tão descaradamente na propaganda. O nojo anda à solta...

Obviamente, demitam-se!... (34)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 17, 2008

Hoje, apetece-me fechar o dia a ouvir isto...

Improviso para cântico...

Já escrevi tantas palavras
que sequei o dicionário em que me lia
agora refaço-me do cansaço das mãos
fingindo regressar às origens de mim
por caminhos cujas margens me estranham
esta peregrinação ao contrário
houvesse um deus que me esperasse
ou uma mulher ainda mais absoluta
no princípio de tudo.

Ademar
17.12.2008

Negócios de rua...

brag08aaa22.jpg
brag08aaa46.jpg
brag08aaa48.jpg
Público, 17.12.2008

Braga deverá ter a maior área comercial do país, devoluta. Tudo somado, serão, seguramente, milhares e milhares de quilómetros quadrados de lojas que estão por ocupar. A irracionalidade enriqueceu alguns construtores, outros tantos promotores imobiliários e... a gente da política que se sabe. Perderam, fundamentalmente, os emigrantes, que, ao longo dos últimos 30 anos, foram comprando gato por lebre, julgando que investiam.
Mas a irracionalidade prossegue, porque os negócios não podem parar. E anuncia-se agora um megainvestimento imobiliário e comercial do Grupo Regojo para um dos quarteirões mais apetecidos da Avenida da Liberdade. Não sei, desta feita, quem vai perder, mas sei, como sempre, quem ganhará...

Assim como assim, já estão habituados às câmaras...

deput08aaa33.jpg
deput08aaaa44.jpg
JN, 17.12.2008

Espero que o PS, em matéria autárquica, não fique atrás do PSD. Clara de Sousa, por exemplo, seria imbatível em Cascais. E Mário Crespo, em Loures. E Emídio Rangel, no Entroncamento. E qualquer figurante de Morangos com Açúcar ganharia facilmente em Alcochete ou Palmela. O Dr.Quintino esmagaria a concorrência em Porto de Mós. E para Sintra, eu não faria por menos: Judite de Sousa...

Deputada sempre atestadamente doente, nocturna docente e "Chefe de um Gabinete governamental": esta rapariga merece bem um lugarzinho na administração da CGD...

martar08aaa11.jpg
martar08aaa12.jpg
martar08aaa13.jpg
martar08aaa15.jpg
DN, 17.12.2008

Tem 30 aninhos e uma lábia que a recomenda aos mais altos voos socialistas. Pena... adoecer, coitada, com tanta frequência. Talvez devesse mudar de médico assistente...

Um aperto de mão histórico ou... Sim, Senhor Ministro!...

apert08aaa2.jpg
apert08aaa3.jpg
apert08aaa4.jpg
aperto08aa1.jpg

Vá lá, Mário Crespo, estamos quase no natal, dê um passou-bem ao Senhor Ministro, não custa nada, estenda-Lhe a mão, diga-se honrado com a sua (Dele) presença, que é um gosto tê-Lo aqui mais uma vez, seja atento, venerador e obrigado, ninguém vai pensar que é sabujice, mas delicadeza, bom trato, cortesia, tudo a bem da nação e da estação e do banco de todos nós, vá lá, estenda a mão com jeitinho e, mentalmente, ponha-se a jeito, digo, de cócoras, e faça figas para que ninguém entenda...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

porcos08aa11.jpg
Russell Edson, O Túnel

Obviamente, demitam-se!... (33)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 16, 2008

Improviso para Desdémona...

As imagens dançam-se
no palco do pensamento
não aspiro a dançar contigo
fora de nós
num lugar que não fosse de absoluto recolhimento
não precisamos de vozes
para nos ouvirmos
nem de braços
para nos enlaçarmos
ele há tantos bazares
em que nunca compraremos o destino
das palavras abençoadas
a perfeição entretece-nos
nesse impossível de nos sabermos.

Ademar
16.12.2008

Manuel Alegre (e Ana Lourenço)...

alegre08aaa22.jpg

Hoje, fiquei a ver (mais do que a ouvir) o diálogo entre Ana Lourenço e Manuel Alegre, na SICNotícias. É sempre reconfortante confirmar que ainda há portugueses assim, que respiram, numa conversa, civilização...
Nem dei pelo tempo que roubei à poesia...

S. Tana: levanta-te, faz umas piruetas e anda!...

sl08aaa33.jpg

Santana Lopes, candidato do PSD (e de Manuela Ferreira Leite) à presidência da CML. Se não tivesse visto e ouvido Castro Almeida (outro artista) a anunciar a extraordinária revelação, eu não acreditaria. Lisboa já deixou de ser um palco: é um circo...

Descobriu tarde, mas descobriu: que ninguém alcança o segredo da felicidade com jornaleiros e paparazzi à porta...

felip08aa22.jpg
Público, 16.12.2008

Relembro sempre as palavras de Borges: "A fama é uma forma de incomodidade. Não aconselho ninguém a ser famoso; o melhor é ser secreto".

Entre a protecção de Deus e do Estado. Se não foram já todos eles condecorados no 10 de Junho, ainda serão. A Pátria costuma ser generosa...

10000.jpg
Correio da Manhã, 16.12.2008

Quem parte e reparte...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

visit08aaa2.jpg
José Agostinho Baptista, Filho Pródigo

A lista de Madoff...

madoff08aa2.jpg

Tenho o pressentimento de que vou também pagar pelos infortúnios destes defraudados...

Ecos de uma tentativa de sapaticídio...

sapaticida08aa1.jpg

sapat08aa2.jpg

Obviamente, demitam-se!... (32)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 15, 2008

Improviso para teclar...

Nas palmas das mãos
nunca tentes acariciar o fogo
nenhuma superfície é tão combustível
fecha antes os olhos e sorri
estarás sempre a um passo de nascer
enquanto faltares ao destino.

Ademar
15.12.2008

Sapateado mesopotâmico...

A superioridade moral dos banqueiros católicos e afins...

bpn08aaa33.jpg
24horas, 15.12.2008
bpn08aaa67.jpg
Público, 15.12.2008

BCP, BPN, BPP... A pior contaminação sistémica é a do descrédito (irreparável). E não há almofada governamental que limpe ou releve esta vergonha...

O paliativo de uma morte bem assistida...

la08aaa90.jpg

la08aaa01.jpg
la08aaa92.jpg
la08aaa93.jpg
Público, 15.12.2008


Se isto é verdade, poder-se-á saber os nomes e as proveniências dos jornaleiros que vão tentar vender a Ministra da Educação aos idiotas dos portugueses que ainda acreditam em tudo?!...

mlr08aaa58.jpg
mlr08aaa56.jpg
mlr08aaa57.jpg
24horas, 15.12.2008

Creio que nunca tivemos um governo que investisse tanto e tão despudoradamente na propaganda como o actual. É uma bebedeira diária...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

espanca08aaa11.jpg
Florbela Espanca, EU NÃO SOU DE NINGUÉM

Obviamente, demitam-se!... (31)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 14, 2008

Monteverdi (Sì dolce è il tormento) por Uri Caine...

Só gosto de fazer anos, como aconteceu há dias, quando me oferecem Uri Caine...

Improviso quase perfeito...

Não te agradeço o silêncio
nem o mais que de ti sobra
antes e depois das palavras
sempre tão breves e tão irregulares
não te agradeço o pudor nem o medo
sobre os telhados da insónia
em que dormes sem braços
não te agradeço a compreensão
de como tudo tão lentamente floresce
numa primavera que não chegou a visitar-nos
não te agradeço a teimosia das nuvens
nem a ilusão do esquecimento
na incerteza de todas as distâncias inúteis
e menos ainda te agradeço o amor
esse amor sempre arranhado numa corda solta
que de tão pouco assim nos serve
quando troca a partitura.

Ademar
14.12.2008

Um país cada vez mais claustrofobizado...

soares08aaa25.jpg
soares08aaa44.jpg
Pública, 14.12.2008

Pela enésima vez, as mesmas estórias da família Soares, as mesmas vaidadezinhas, os mesmos... segredos de polichinelo. Eu sei que somos um país pequenino e que Lisboa está rodeada de contentores, mas... tamanho umbiguismo já cansa...
Ciclicamente, Anabela Mota Ribeiro repete as entrevistas do costume. É uma espécie de Maria João Avillez, em versão republicana, laica e socialista...
Por falar nesta senhora...
Na última edição, a Sábado publicava a trigésima sétima entrevista (nos últimos trinta anos) de Maria João Avillez a Henrique Granadeiro. Ainda não percebi que méritos especiais tem este rapaz, para além de ser amigo do peito e do resto de Francisco Pinto Balsemão...
Definitivamente, Portugal é isto e não há volta a dar-lhe...

granad08aaa33.jpg

granad08aaa11.jpg
Sábado, 11.12.2008

Ah! como seria bom que tudo fosse assim tão simples, tão a preto-e-branco...

horta08aaa06.jpg
horta08aaa07.jpg

horta08aaa08.jpg

horta08aaa09.jpg
horta08aaa10.jpg
(...)
horta08aaa11.jpg
(...)
horta08aaa33.jpg
Pública, 14.12.2008

Os homens, as mulheres...
As mulheres, os homens...
Blablablá...

A três, seria muito melhor com o Dr. Quintino, ele próprio...

quin08aaa22.jpg
24horas, 14.12.2008

Vira o disco e toca o mesmo!...

antcosta08aaa22.jpg
DN, 14.12.2008

Hoje por hoje, o PS tem dois diários por conta: o JN e o DN. Todos os dias, um novo frete. Este domingo, o DN dedica 4 páginas inteirinhas a uma longa entrevista com António Costa (o qual, como se sabe, sofre de uma enorme carência de projecção mediática). Percebo agora melhor os encartes propagandísticos da CML no DN. Temos de ser todos uns para os outros, não é?!...

Títulos que me confundem...

trag08aaa11.jpg

trag08aaa22.jpg
24horas, 14.12.2008

Eles eram casados há um mês e ela já o apanhara em duas traições? E, entretanto, já se tinham divorciado? O Brasil está sempre a surpreender-me...

Quando Pedro Almodóvar se cruzou, em Braga, com Jean Genet...

trav08aaa11.jpg
Correio do Minho, 13.12.2008

O Expresso entre a burrice e a desonestidade...

burr08aa1.jpg
Expresso, 13.12.2008

Não conheço o jornaleiro autor desta pérola (ele ainda devia usar cueiros ou calções quando eu passei pelo Expresso), mas cheiro, a léguas, o jornalismo de sarjeta.
A ministra da educação, numa hora de aperto e desespero político, resolveu convocar os sindicatos e dizer-lhes: "estou disponível para reatar o diálogo convosco, mas quero desde já avisar que há matérias que, de todo, não negociarei" (precisamente, as matérias que os sindicatos pretendiam negociar). Qualquer jornalista experimentado percebe imediatamente que isto faz parte do circo politiqueiro, é pura propaganda e da mais pateta. João Vieira Pereira não percebeu ou finge não ter percebido. Se não percebeu, é burro. Se finge, é desonesto.
A partir de agora, ficarei especialmente atento ao futuro deste rapaz...

Obviamente, demitam-se!... (30)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 13, 2008

Improviso para heresia democrática...

Servem a vaidade
que os engrandece
e pouco mais
o poder é um jogo de sombras e aparências
disputado num ringue universal
em forma de tela
e as paixões têm rédea curta
nos palcos onde tudo se imita
até a certeza de uma causa
antes da farsa como é sabido
ensaiam a máscara ao espelho
dialogam com o teleponto
treinam frases e gestos
e refinam duas ou três poses de culto
para o retrato de caderneta
e o cartaz da propaganda
nos arraiais deste circo
todas as lágrimas e todos os gritos
são de plástico
até os orgasmos das putas
e tudo se paga
tudo se pega.

Ademar
13.12.2008

Exclusivo mundial: as primeiras fotografias do dinossauro tibanense...

tibaes08aaa22.jpg

tibaes08aaa34.jpg

Parece imóvel, mas voava. Não se trata do Monstro do Loch Ness, mas do não menos famoso dinossauro tibanense. Fotografado ontem, pela primeira vez. Agradeço à Elisabete o exclusivo...

Segurai esta mocinha, antes que o marido a fotografe e publique como veio ao mundo!...

clara08pp11.jpg
carinha08aaa33.jpg
24horas, 13.12.2008


Por este caminho, ainda vai a capa da Playboy...

Portugal queixa-se do mesmo, desde que se confiou a Sócrates...

erec08aaa11.jpg
Correio da Manhã-Vidas, 13.12.2008

A noite passada, sonhei que o mundo, finalmente, ficara perfeito: com George Clooney a vender o Magalhães e Sócrates, o Nespresso...


Generosidade socialista...

henrique08aaa33.jpg
Correio do Minho, 13.12.2008

Manchete da edição de hoje do Correio do Minho, órgão oficioso da Câmara Municipal de Braga e do Partido Socialista. Na fotografia, de pé, vê-se o meu querido amigo Henrique Barreto Nunes, director da Biblioteca Pública de Braga. Foi ele que organizou e promoveu esta sessão pública, em que a Unidade de Arqueologia da UM, representada na circunstância pela Manuela Martins e pelo Jorge Fontes, apresentou os resultados das escavações feitas em 2008. O Correio do Minho dedica, nas interiores, uma página inteira à reportagem do evento, só nomeando, discretamente, o Henrique numa legenda. Espanta-me que não o tenham retirado da própria fotografia...


Um prodígio (mais um!) de deputada socialista...

martarr08aaa1.jpg
Correio da Manhã, 13.12.2008

mart08aaa2.jpg
mart08aaa3.jpg
Expresso, 13.12.2008

mart08aaa4.jpg
Público, 13.12.2008

Esta mocinha, pelos vistos, é uma faltosa impenitente, porque adoece muito, coitadinha. Já faltava (fingindo não faltar) na Faculdade de Direito, onde dava (quando dava) umas aulinhas. Foi dispensada. No Parlamento, falta com frequência. Foi uma das faltosas na famosa sessão do passado dia 5. Ao Expresso, disse que estava, coitadinha, doente. A justificação, porém, não aparece aqui. Ontem, faltou à sessão da Comissão de Finanças. Ao Público, disse que tinha uma consulta médica e meteu os pés pelas mãos, trocando a agenda parlamentar. Doentinha ou não, não falta nunca com o testemunho ao Correio da Manhã, aos sábados. Marta tem, apenas, 30 anos. Esta deputadinha promete...


Como a língua portuguesa facilita os maiores milagres...

teresa08aaa1.jpg

teresa08aaa2.jpg
Marsilio Cassotti, D.Teresa - A Primeira Rainha de Portugal

Não fora uma deficiente utilização do português e quase poderia dizer-se que Elvira Mendes, "trisavó da sua bisavó", foi neta de si própria. Ou bisneta? Ou trineta? Como assim se comprova, desde as origens que Portugal estava fadado ao milagre...

Obviamente, demitam-se!... (29)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 12, 2008

Improviso para nota de rodapé...

Evito as palavras que não me obedecem
exijo-me ainda o poder de atracção do centro da terra
mas todos os adjectivos já foram usados e abusados
e a originalidade está pela hora da antologia
a poesia é agora um bordel de magníficas insignificâncias
um bordel barato
ao preço do ego de ocasião
escrevo apenas para repintar o silêncio.

Ademar
12.12.2008

O problema, Nuno, é que os governos e os ministros passam, mas as escolas ficam, com estes mesmos professores que, nos últimos anos, foram tão maltratados por quem teria o dever de os defender e estimular...

npach08aa1.jpg
npach08aaa3.jpg
Público, 12.12.2008

Até Maria já posa para a Playboy...

mariamex08aaa1.jpg

Será esta a famosa Virgem que engravidou, pelas costas, do Espírito Santo?...


O Opus Dei e a Maçonaria como fixações editoriais...

macon08aaa1.jpg

macon08aaa2.jpg
macon08aaa3.jpg
Sábado, 11.12.2008

É como o ciclo menstrual: uma vez por mês, a Sábado partilha com os leitores uma das suas fixações editoriais. Desta feita, é a Maçonaria. Aguardo com impaciência o próximo dossiê sobre o Opus Dei...
É agora que, finalmente, vou mandar lavar a seco os meus aventais...

Obviamente, demitam-se!... (28)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 11, 2008

Canibalizando a noite...

Improviso a pensar na europa...

Tens uma batida velha
swing de passos
que parecem tropeçar sempre na luz
um cheiro a pólvora de liberdade
embrulhada em medos originais
que nunca colonizaste
doem tão pouco as palavras
quando simplesmente nos curamos nelas.

Ademar
11.12.2008

Passe-partout...

deixo-me apaixonar pela tua paixão
começa assim uma bela história de amor
ajeita-te apenas um pouco mais para o lado de cá
para caberes nesta fotografia que celebra os meus cem anos

Ana Saraiva

E Obama, será mesmo heterossexual?!...

obgay08.jpg
Correio da Manhã, 11.12.2008

Há títulos e notícias que dizem quase tudo sobre o carácter dos seus autores. Ser gay ou não ser gay, eis aqui a questão...

Setenta anos depois, por que não salvar da falência o Banco do Minho?!...

falen08aaa2.jpg
Público, 11.12.2008

bancomi08aaa2.jpg
Sede do Banco do Minho, construída em Braga entre 1873 e 1877.

Para ser ouvida e bem sucedida, a Associação Industrial do Minho deveria talvez exigir do governo a salvação (póstuma) do Banco do Minho, fundado em 1864.

Pingue-pongue escolar ou... (des)amor com (des)amor se paga...

ofen08aaa1.jpg
Correio da Manhã, 11.12.2008

Professores e alunos andam a tratar-se muito mal nas escolas. E o maior problema é que temos um Ministério da Educação que ainda não percebeu que só tem ajudado à festa...

A avó do Magalhães (ou será de Sócrates?)...

Ditosa pátria amada que tão garbosos deputados tem ou... depois de Bravo Nico, Marcos Sá...

nico2aaa.jpg
nico2a.jpg
nico2b.jpg
Sábado, 04.12.2008

A política faz parte dele, está-lhe na massa do sangue e do resto. Servir o próximo, excita-o profundamente (no corpo e na alma). Adora tudo: conversar, cozinhar, beijar. Sobretudo beijar: beija tudo quanto e quando lhe aparece pela frente, o povo, então, apetece-lhe sobremaneira. E é tão bonzinho, tão bonzinho, tão bonzinho, que, enquanto não resolve os problemas dos outros, não descansa. Numa das suas páginas curriculares, apresenta-se como... conferencista. E muito pós-graduado. E ex-actor de cinema...
Bravo Nico e Marcos Sá fariam, nas feiras, uma dupla imbatível. Portugal é mesmo isto...


O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

sentim08aaa3.jpg

Fernando Pessoa

Obviamente, demitam-se!... (27)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 10, 2008

Ensaio de Sandrine Piau (ou imaginai um orgasmo assim)...

Improviso para inscrição tumular...

Não sei de altares
que não tenham a forma de mausoléu
morri no embalo de todos os deuses
e só fui eu
quando descobri o segredo
de ler a eternidade ao contrário.

Ademar
10.12.2008

Declaração Universal dos Direitos Humanos (10.12.1948)...

Assinala-se hoje o sexagésimo aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Em 1998, a minha escola (Secundária Camilo Castelo Branco-Vila Nova de Famalicão) tomou a iniciativa de editar em livro a Declaração, ilustrada, artigo a artigo, por alguns estudantes do Curso de Artes. Já lá vão dez anos e não sei o que é feito desses jovens. Mas, certamente, neste dia, eles gostarão de ver aqui recordados alguns dos seus trabalhos. E a Ana Granja, a Aurora Marques, a Cristina Abreu e a Gabriela Couto, professoras que asseguraram a coordenação da obra, também...

dec08aaa1.jpg
Autoria: Cristina Oliveira

dec08aaa2.jpg
Autoria: Tiago Amorim

dec08aaa4.jpg
Autoria: Ludgero Ribeiro

dec08aaa3.jpg
Autoria: Sérgio Correia

dec08aaa5.jpg
Autoria: Marta Veloso

dec08aaa8.jpg
Autoria: António Ângelo Barbosa

dec08aaa6.jpg
Autoria: Ana Dejanira Carmo

dec08aaa7.jpg
Autoria: Eva Amorim

dec08aaa10.jpg
Autoria: Hernâni Miranda

dec08aaa9.jpg
Autoria:Nuno Castro

dec08aaa11.jpg
Autoria: Elisabete Ferreira

dec08aaa12.jpg
Autoria: Ângelo Almeida

dec08aaa13.jpg
Autoria: Ricardo Costa

dec08aaa14.jpg
Autoria: Ana Dejanira Carmo

dec08aaa15.jpg
Autoria: Marta Veloso

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

walc08.jpg

Manuel de Freitas, Büchlein für Johann Sebastian Bach

Constâncio, que é um homem de princípios, reconhece efectivamente que ganhará talvez de mais, mas...

const08aaa66.jpg
const08aaa1.jpg
const08aaa2.jpg
Jornal de Negócios, 09.12.2008

Mas, evidentemente, não é ele que fixa o montante do seu próprio salário. E, se é excessivo (o que ele admite que possa ser), terão de ser outros a alterá-lo. Felizmente, ainda há, em Portugal, quem esteja disposto a sacrificar-se pela pátria...

Obviamente, demitam-se!... (26)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 09, 2008

Dizei-me se um violoncelo assim não merece a eternidade!...

Como se ainda regressasse aqui à infância...

Improviso caleidoscópico...

Nenhum espelho é mais nítido
do que essa água em que te consentes submergir
nenhuma sombra recortará o perfil
do teu corpo fragmentado
perdeste o tempo da perfeição
numa lavoura antiga de incertezas
e a infância que nunca chegaste a brincar
apodreceu-te nas mãos
a luz proporciona-se sempre
à área disponível da alma.

Ademar
09.12.2008

Riscos, sim, mas... com a cobertura do Estado, naturalmente...

ocaos08aa1.jpg
ocaos08aaa2.jpg
Jornal de Negócios, 09.12.2008

Paulo Teixeira Pinto é um verdadeiro socialdemocrata: o Estado existe para cobrir os riscos da... banca. Mal contenho a comoção...

João come tudo, tudo, tudo... Ou será o Sebastião?!...

caras08aaa11.jpg

ELSA RAPOSO À REDESCOBERTA DO AMOR: "AO LADO DO JOÃO SINTO-ME SERENA"
Apresentadora sem medo de assumir nova paixão

CLARA DE SOUSA: "O JOÃO VEIO PREENCHER UMA PARTE IMPORTANTE DA MINHA VIDA"
A jornalista celebrou 41.º aniversário na companhia do namorado, João Pedreira

MARIA JOÃO ABREU E JOÃO SOARES ASSUMEM NAMORO NA ESTREIA DO MUSICAL DE FILIPE LA FÉRIA 'WEST SIDE STORY'

São, mediaticamente falando, todas loiras e namoram o João. Cada uma, claro, o seu. Delas...

Para o Ademar...

haveria algum motivo para não celebrar
um dia como os outros
apenas mais um?
deixaria por cantar
um ano como os outros apenas mais um?
estamos então de acordo no essencial
a vida vive passando, morre parando
últimas notícias da província:
hoje, um desconhecido recomendou-me em plena rua
que assinasse a petição contra a dívida pública
desejou-me uma boa noite e seguiu caminho
eu ainda não assinei mas queria contar-te
isto
da dívida pública
hoje, recomendo eu o título

Ana Saraiva


O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

musa0baaa1.jpg
allpim08aaa4.jpg
albpim08aaa33.jpg

Alberto Pimenta, Musa Anti-Pombalina

Obviamente, demitam-se!... (25)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 08, 2008

Improviso para adagietto...

Reescrevo sobre Mahler a memória de Visconti
Cannaregio
Santa Croce
San Polo
Dorsoduro
San Marco
Castello
subimos na Piazza ao mais alto do Campanile
a água sabe connosco
e cumprimos sem bagagens a última viagem no vaporetto
nunca um romance tão breve
morreu assim
como se quisesse apenas adormecer entre murmúrios
estamos agora a um olhar do Adriático
sobre o terraço do Hotel dês Bains
há vozes ainda de adolescentes
risos enlaçantes de adolescentes
que parecem suspender a vida num plano-sequência
e o silêncio vagabundo das mulheres
que nunca despem o dever
mesmo quando a harpa sobressai
sobre todas as cordas que hesitam.

Ademar
08.12.2009

O Vaticano tem razão: a homossexualidade não passa de uma miserável e asquerosa perversão. É claro que deverá ser reprimida e castigada!...

Ainda há estados que criminalizam as práticas homossexuais. Ainda há estados que condenam à morte e executam homossexuais, apenas por o serem. Ainda há estados que, de muitas maneiras, estigmatizam e discriminam socialmente os homossexuais. É bárbaro? É. Repugna a consciência das pessoas bem formadas? Repugna. Deve ser combatido? Claro que deve.
Na próxima quarta-feira, comemorar-se-á o sexagésimo aniversário da adopção da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A França, ao que parece em nome da União Europeia, pretende, nesse dia, submeter à discussão e votação da Assembleia Geral das Nações Unidas uma declaração a recomendar a despenalização universal da homossexualidade.
Sabeis quem já se opôs? O Vaticano. O Vaticano, pelos vistos, receia que, com a eventual aprovação desta declaração, se estivesse a abrir uma espécie de caixa de pandora. Sabe-se lá, depois, que mais perversões seriam legitimadas...
Roma nunca se cansa de crucificar Cristo...

E as crianças, senhor, sobreviverão elas a mais uma desilusão?!...

veloso08aa11.jpg
Público, 08.12.2008

Pires Veloso sempre foi um pândego. Ele é que é o herói...

Um caso mais de abandono conjugal, a reclamar a atenção urgente do Dr. Quintino...

aband08aaa.jpg
DN, 08.12.2008

Como é que uma mulher pode viver soziha com Deus? Deverá divorciar-se? Deverá queixar-se a Alberto Martins, líder da bancada parlamentar do PS? Deverá sair de casa? Parece-me óbvio que Deus estará a ser infiel. Mas aceitará ser encaminhado para o consultório do Dr. Quintino?...
Alguém terá de ajudar esta mulher a refazer a sua vida conjugal, com Deus ou sem Ele...

Justiça, pelo menos, prestemos a Valter Lemos: que se saiba, ele nunca militou na FENPROF, mas apenas no CDS...

pedr08aa11.jpg
pedr08aaa33.jpg
DN, 08.12.2008

Estado de sítio policial ou... o natal é quando a gente quiser...

natal3.jpg
natal08aaa33.jpg
natal08aaa444.jpg
DN, 08.12.2008

Não há pai para Sócrates! Depois do sexto lugar como manequim, arrebata a Bola de Ouro!...

meninosss08aaa.jpg
DN, 08.12.2008

Menino de ouro, porra, só há um: Sócrates e mais nenhum...
O DN, como se sabe, torce sempre pelas suas damas...

(EM RIGOROSO EXCLUSIVO) Povo português em massa (e, porém, sem ela) exige que José Sócrates se retracte!...

socrtt08aaa22.jpg

decla08aaa11.jpg

Obviamente, demitam-se!... (24)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

Um vídeo para emagrecer o tempo (com dedicatória implícita)...

dezembro 07, 2008

Improviso à moda de Aleixo...

Há homens grandes cuja altura
só a morte realça
e homens minúsculos que todos os dias
se põem em bicos de pés
para parecer ainda mais pequenos
do que são
a irrelevância é um estertor de vaidades
os anões não governam mais do que as sombras.

Ademar
07.12.2008

Só mesmo um historiador norte-americano é que nos poderia ajudar a descobrir estas coisas. Nós, europeus, somos mesmo completamente destituídos de compreensão histórica...

idiota08aaa1.jpg
Público, 07.12.2008

Braga como palco efémero da propaganda socrática...

hospitalbraga.jpg

Ana Jorge, José Sócrates e Mesquita Machado, hoje, na cerimónia de inauguração do novo Hospital de Braga. Perdão: parece que não foi inaugurado - tratou-se apenas da colocação da primeira pedra.

novohosp08.jpg
Correio da Manhã, 07.12.2008

Perdão: também não se tratou da colocação da primeira pedra. Parece que apenas foi assinada a minuta do contrato de construção do novo hospital, porque o Tribunal de Contas ainda não deu luz verde à operação. Pode parecer bizarro, mas é mesmo assim. José Sócrates e Ana Jorge vieram a Braga, com todo o estardalhaço mediático, assinar a minuta de um contrato que ainda não se sabe se o Tribunal de Contas aprovará. Eu, no lugar de Oliveira Martins, sentir-me-ia chantageado e desautorizado. Já estou a imaginar o filme: se a coisa, uma vez mais, der para o torto, a culpa será do Tribunal de Contas.
A obsessão propagandística de Sócrates transporta-me, permanentemente, ao 24 de Abril. O que lhe vale é que já quase ninguém se lembra...


Morreu o menos ateu dos existencialistas portugueses (se é que os houve)...

alçada08aaa.jpg

Era um tipo decente, o que, em Portugal, nunca será coisa pouca. Foi peregrinar interiormente para outro lado. Ele, pelo menos, deveria acreditar nisso...

Teremos, por força, de apreciar o cinema de Manoel de Oliveira... só porque o homem vai completar 100 anos de existência?!...

cemanos08aaa1.jpg
Público, 07.12.2008

Eu passo. Pode-se?!...

O voto (certamente patriótico) recomendado pela banca...

psbanca08aa.jpg

Não sei quem é o autor desta caricatura, que um amigo me enviou. Será, num assomo irónico, o próprio Sócrates?...

Este senhor diz que representa...19.635 pais!...

aa08aa11.jpg

Por ser (ainda) presidente da Direcção da CONFAP, Albino Almeida costuma ser identificado como "representante dos pais portugueses". Já várias vezes aqui contestei esse título. Albino Almeida representa-se (mal) a si próprio, mais os dirigentes das associações de pais que, à falta de melhor (ou de pior), costumam votar nele. Ficámos agora a saber pelo próprio que, tudo somado, Albino Almeida representa, exactamente... 19.635 pais. Eu percebo as contas dele e continuo a rir. Mas é um sinal dos tempos que Albino venha confessar que representa quase ninguém. Espero que, a partir de agora, a comunicação social o passe a apresentar, arredondadamente, como "representante dos 20.000 pais que diz representar".
Seja como for, espero que o ME não lhe corte agora no subsídio. A CONFAP merece ser avençada...

Há sempre quem tenha mais olhos do que barriga...

firmm08aaa1.jpg
Público, 07.12.2008

Quando se está na mó de cima, não se arrisca tudo no incerto. A Plataforma Sindical, ao suspender por ora o calendário de greves, agiu bem. É importante que passe para a opinião púbica a ideia de que os professores não estão fechados ao diálogo e que farão tudo o que estiver ao seu alcance para poupar as famílias a novos transtornos. A burrice do Ministério concede-nos, nesta altura, todas as vantagens...

O sr. Feliz e o sr. Contente...

fel08aaa22.jpg
fez08aaaa11.jpg
Correio da Manhã, 07.12.2008

Jorge Coelho está muito chateado com o Público por causa disto...

cuelh08aa1.jpg
Público, 06.12.2008

Quem o insinua (espírito santo de orelha) é o 24horas, na edição de hoje. Coelho estaria mesmo a ponderar... processar o Público. Faz parte da rábula do costume. Coelho é, há muitos anos, o grande influente do PS. Os autarcas e os governantes socialistas beijam-lhe a mão e pedem-lhe a bênção. Coelho tem fama de generoso e nunca deixa cair um... amigo. Mas também tem fama, metaforicamente falando, de ser um implacável cobrador de dívidas. Em duas circunstâncias distintas testemunhei, involuntariamente, como Jorge Coelho mexe os cordelinhos da sua influência. Nem ministros do PSD deixavam de atender prontamente o telemóvel a Jorge Coelho quando este lhes ligava. Um dia, no meio de uma reunião de trabalho, estive meia hora à espera que um ministro, não importa quem, atendesse o seu grande amigo do PS. No fim, pediu-me desculpa, dizendo: "como deve ter percebido, era o Dr. Jorge Coelho". Como se quisesse significar-me: "quando deus me liga, não posso deixar de atender". Nessa tarde, fiquei definitivamente esclarecido sobre a verdadeira medida do poder e da influência de Jorge Coelho...
Se era assim no tempo em que o PSD era governo, imagine-se como será agora...


Extensões da fé...

ext08aaa1.jpg
ext08aaa2.jpg
24horas, 06.12.2008

Nada se perde, nada se cria, etc e tal...

O livro que deixarei no sapatinho de Sócrates...

callo08aa.jpg

Obviamente, demitam-se!... (23)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 06, 2008

Improviso em dó maior...

Os heróis e os mártires
já só contam para efeitos estatísticos
a exibição do sofrimento
deixou de ser uma virtude teologal
a democracia dispensa agora a grandeza do sacrifício
todas as máscaras e todas as poses são efémeras
e até os deuses insistem em jogar aos dados
a salvação que já a ninguém aproveita
o crime finalmente compensa.

Ademar
06.12.2008

Auguro a Maria de Lurdes Rodrigues um grande futuro como articulista do Expresso...

mlr08aaa22.jpg
mlr08aaa23.jpg
(...)
mlr08aaa25.jpg
Expresso, 06.12.2008

Repare-se na subtileza da argumentação: "havendo consenso sobre a necessidade de um sistema de avaliação", "estão reunidas as condições para avançar na sua concretização já este ano".

E eu que julgava que não havia consenso...
E eu que julgava que "o sistema de avaliação" da articulista (ex-ministra?), mesmo sem consenso, tinha todas as condições para "avançar já este ano"...
E eu que julgava que o consenso não era requisito de aplicação de um sistema de avaliação (como dizia ontem a sempre amorosa Fernanda Câncio, manda quem pode e quem não pode, obedece)...
E eu que julgava que já estava tudo resolvido, com a nova simplificação da coisa...
Pelos vistos, eu estava enganado. Maria de Lurdes já não sabe muito bem o que há-de dizer ou escrever. Está, urgentemente, a precisar de férias...

A fidelidade masoquista de Maria de Lurdes a Sócrates é, de facto, admirável!...

vpv08aaa11.jpg

vpv08aaa12.jpg
vpv08aaa13.jpg
vpv08aaaa14.jpg
Público, 06.12.2008

Deus nos livre, Laura, dos castrados, que trocam o pénis pelo hissope!...

laura08aaa11.jpg

laura08aaaa12.jpg
laura08aaaa13.jpg
laura08aaa15.jpg
Público, 06.12.2008

A minha irmã faz tudo o que pode para não perder definitivamente o respeito por esta gente. Eu já o perdi há muito...

Jornalistas e jornaleiros...

Começo por uma “declaração de interesses”: já fui jornalista e tenho alguns grandes amigos que foram ou ainda são jornalistas. Nada me move contra a profissão em si, bem pelo contrário. Mas nunca fico indiferente perante as evidências de prostituição dos jornaleiros. Carlos Magno costumava dizer há uns anos que os jornalistas portugueses, em geral, tinham um fraco poder de compra, mas um grande poder de venda. A concorrência e a precariedade agravaram, nas últimas décadas, a situação. Hoje, é muito difícil distinguir entre os jornalistas e os jornaleiros...

Meditai no seguinte.

Sempre que muda a coloração partidária de um governo ou de uma autarquia, há jornaleiros que regressam das assessorias às redacções e outros, que transitam das redacções para as assessorias. Infelizmente, não conhecemos os nomes de todos esses travestis.
Depois, há os jornaleiros ditos especializados (economia, cultura, futebol, etc) que, de vez em quando, abandonam as redacções para ingressar em empresas públicas, em empresas municipais, em bancos, em clubes de futebol, e que, depois de esgotada a “comissão de serviço”, regressam de novo às redacções.
Quantos são? Quem são? Ao certo, não sabemos. Os jornaleiros, naturalmente, não investigam, nem denunciam os podres da corporação. É um tema tabu. Poucos jornalistas não têm “cadastro”. São raros os que nunca se venderam ao poder político de ocasião ou ao poder económico. A prostituição está largamente disseminada...

E são estes mesmos jornaleiros que fazem ou determinam, diariamente, a opinião publicada no país, enquanto se mantêm pelas redacções, ou que, como assessores, tentam influenciar e condicionar a “opinião” dos colegas que ficaram e que espreitam a oportunidade de “servir” o país noutras funções e que a tudo ou a quase tudo se prestam para subir na vida.

Este é o quadro miserável da nossa comunicação social. Quando lerdes um... editorial, interrogai o cadastro do editorialista. Com raras excepções, ides descobrir que esse “editorialista” já serviu, como assessor, aqueles que defende e que foi dispensado ou postergado por aqueles que ataca.

Objectividade? Independência? Deontologia? Isso, de todo, não abunda entre os nossos jornaleiros...

Os meus amigos jornalistas que me perdoem este desabafo...


Aprenderemos algum dia com a história?!...

afeg08aaaa3.jpg
afeg08aaaa4.jpg
(...)
afeg08aaa1.jpg
afeg08aaaa2.jpg
(...)
Público-Ípsilon, 05.12.2008

afeg08eeee5.jpg
afeg08eeee1.jpg
afeg08eeee2.jpg
(...)
Eça de Queiroz, Cartas de Inglaterra

Mais de cem anos separam estes dois testemunhos. Tente descobrir as diferenças...

Plataforma Sindical ou Ministério da Educação: quem estará a faltar à verdade?...

VERSÃO SINDICAL

Reunião negocial no dia 15, "onde tudo estará em cima da mesa"
Plataforma Sindical suspendeu greves regionais da próxima semana

A Plataforma Sindical dos Professores suspendeu (5/12/08) as greves regionais agendadas para a próxima semana, considerando que, pela primeira vez, o Ministério da Educação aceitou negociar de forma aberta com os Sindicatos. Nesse sentido, está marcada para o próximo dia 15 (segunda-feira) uma reunião negocial entre a Plataforma e o Ministério, "onde tudo estará em cima da mesa, pela primeira vez", como sublinhou Mário Nogueira, intervindo na Vigília realizada à porta do ME, e em declarações à comunicação social. Recorde-se, entretanto, que está marcada para 19 de Janeiro de 2009, data do segundo aniversário da publicação do "ECD do ME", uma greve nacional dos educadores e professores.

VERSÃO MINISTERIAL

Esclarecimento *

1 - Chegou hoje ao fim o processo de negociação das medidas tomadas pelo Governo no dia 20 de Novembro para facilitar a avaliação do desempenho dos professores.

2 - Os sindicatos neste processo não apresentaram qualquer alternativa ou pedido de negociação suplementar, pelo que o Ministério da Educação (ME) dá por concluídas as negociações, prosseguindo a aprovação dos respectivos instrumentos legais.

3 - O ME, mantendo a abertura de sempre, que já conduzira ao Memorando de Entendimento com a plataforma sindical (ver infra), respondeu positivamente à vontade dos sindicatos, expressa publicamente, de realização de uma reunião sem pré-condições, isto é, sem exigência de suspensão da avaliação até aqui colocada pelos sindicatos. Foi por isso agendada uma reunião para o dia 15 de Dezembro, com agenda aberta.

4 - Os sindicatos foram informados que o ME não suspenderá a avaliação de desempenho, que prossegue em todas as escolas nos termos em que tem vindo a ser desenvolvida.

* Correspondência electrónica do DGRHE recebida ontem à noite.

Obviamente, demitam-se!... (22)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 05, 2008

Improviso para resguardar a partitura...

Já não sei escrever cantigas de amigo
nem de amante
tenho as palavras desafinadas
e as cordas suspensas das mãos
no lugar exacto da perplexidade
o amor é uma exigência de iluminação
alimenta-se das mais antigas penumbras
da memória.

Ademar
05.12.2008

A inspiração chilena...

Um vídeo sugerido pelos filhotes...

Uma opinião editorial obviamente desinteressada...

cancio08aaa1.jpg
cancio08aaa2.jpg
DN, 05.12.2008

O DN sempre teve vocação para cão de caça. E, como se sabe, os jornaleiros do DN sempre se distinguiram pela objectividade e pela independência. Mas não seria um pouco mais decente, eticamente falando, que Fernanda Câncio, definitivamente, passasse a servir José Socrates como assessora? Já basta o que basta: o nojo dispensa estes fretes editoriais...


E não se pode também nacionalizar?...

audit08aaa.jpg
Correio da Manhã, 05.12.2008

Se 30 deputados do PSD não se tivessem baldado ao plenário, o Governo teria sofrido hoje, no parlamento, uma derrota humilhante...

6 deputados do PS votaram a favor da suspensão da avaliação. É justo registar aqui os seus nomes: Manuel Alegre, Teresa Portugal, Matilde Sousa Franco, Eugénia Alho, João Bernardo e Júlia Caré...

"Quando for grande, vou inscrever-me no PS" (continuação)...

bilhete08aaa.jpg
O Inimigo Público, 05.12.2008

É sempre uma demonstração de inteligência não dar a entender que pensamos que os outros são estúpidos...

parede08aaa11.jpg
Correio da Manhã, 05.12.2008

Mas Maria de Lurdes Rodrigues é muito pouco inteligente. Politicamente falando, pelo menos...

Abram um buraco na parede, para a senhora não bater com as costas...

parede08aaa1.jpg
Público, 05.12.2008
parede08aaa2.jpg
parede08aaa8.jpg
parede08aaa3.jpg
parede08aaa6.jpg
DN, 05.12.2008

Por quem sois! A gente cobre os prejuízos todos, a gente paga tudo. Falai com Sócrates!...

lama08aaa1.jpg
lama08aaa2.jpg
lama08aaa3.jpg
Correio da Manhã, 05.12.2008
lama08aaa4.jpg
24horas, 05.12.2008
lama08aaa6.jpg
DN, 05.12.2008
lama08aaa10.jpg
Público, 05.12.2008
lama08aaa9.jpg
Visão, 04.12.2008

Para quando a edição da obra completa de Dinis Machado?...

req08aa1.jpg

Uma página de Fernando Pessoa...

ensai08a.jpg

Fernando Pessoa, Ensaios Políticos - Ideias para a Reforma da Política Portuguesa

Obviamente, demitam-se!... (21)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 04, 2008

Improviso talvez democrático...

Castanholas enfim num passo de dança
sem termo
os dedos voando das trémulas mãos
essa fina cintura que as ancas reprimem
“lantejoulas rápidas”
um fado quase a tiracolo
suspenso de Os Lusíadas
uma guitarra sem cordas
um vibrador sem pilhas
e o Magalhães
qualquer idiota de plástico nos serve
para a patriótica encenação da farsa
bola preta ou bola branca
há-de sair a todos o euromilhões.

Ademar
04.12.2008

Coitado do modelo, que ninguém o quer, nem simplificado: e até a mãe, essa traidora, já está disponível para o substituir no próximo ano!...

nico2.jpg
nico3.jpg
nico5.jpg

Maria de Lurdes Rodrigues, regressada das trevas com tradutora para surdos-mudos (os professores já precisam de ajuda para perceber o que ela diz), anunciou hoje na Assembleia da República que está disponível para, no próximo ano, discutir a possibilidade de substituição do actual modelo de avaliação. Se não fosse infantil, seria patético. Vital Moreira, que não anda a dormir na forma, percebeu imediatamente a gravidade do despautério ministerial e escreveu:

Mudança de estratégia?

Não percebo o racional da admissão, neste momento, por Maria de Lurdes Rodrigues da eventualidade de "substituir o modelo de avaliação" no próximo ano.
Parece evidente que essa disponibilidade enfraquece imediatamente a capacidade para implementar o actual modelo este ano, e não o contrário. Nesta altura do campeonato, quando o processo vai adiantado e é imperioso assegurar o direito à avaliação dos professores que a iniciaram, a admissão antecipada de que, afinal, o modelo pode vir a ser substituído a breve trecho só pode lançar dúvidas sobre a sua consistência e sobre a coerência de o impor contra ventos e marés.
O forte apoio político deste Governo -- e as sondagens eleitorais continuam a demonstrá-lo, incluindo a que vai ser publicada este fim-de-semana, já depois da megamanifestação dos professores -- baseia-se na determinação e na firmeza política e não na tergiversação perante grupos profissionais, por mais numerosos que sejam. Não me parece ser esta a altura de mudar de estratégia.

Meu caro Vital, regista o que te digo: a procissão ainda não saiu do adro. Poupa a indignação!...

Bravo, Nico!...

nico1.jpg

Confesso que não sabia da sua existência. Dá pela graça, diria mais, pela gracinha de Bravo Nico e é deputado do PS. No debate parlamentar de urgência, coube-lhe hoje dizer umas piadas para tentar animar uma ministra da educação que parece cada vez mais à beira de um ataque de nervos. O espectáculo foi hilariante. Bravo Nico, descobri agora, é licenciado em Ensino de Física e Química e doutorado em Ciências da Educação e já foi director regional de educação do Alentejo. Deve ser a grande esperança do PS para a bola de ouro da avaliação...
Este país já não se pode levar a sério, está ao nível de uma ópera-bufa...
Sugiro-vos uma visita à página pessoal de... Bravo Nico!...

A vergonha!...

bancos08aaa23.jpg
24horas, 04.12.2008

O PS apoia e sustenta um governo que, em nome do "interesse nacional", nacionaliza a fraude (BPN) e almofada os prejuízos da especulação financeira (BPP). Espero que os portugueses não se esqueçam desta vergonha, quando, em 2009, forem chamados a votar...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

alma08aaaa2.jpg
alma08aaa1.jpg

José de Almada Negreiros, Poemas

Obviamente, demitam-se!... (20)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 03, 2008

Improviso em forma de desafronto...

Tenho esperanças volúveis
muito frequentemente adoeço de impaciências
em matéria de lixo
já só reconheço uma modalidade de reciclagem
foi ministro
é banqueiro
mas nunca digo por respeito às mães
puta que os pariu
já houve um tempo em que a decência me confortava
hoje confundo tudo
o esterco e a semente
a tese e a antítese
ninguém me arranca uma confissão em prosa
nem sob tortura eclesial
todos os deuses aliás são meus inimigos
todos os altares
todos os livros sagrados
e não há mulher que me ilumine mais do que o sol
ou que me assombre mais do que a lua
sinto mesmo que não há medida
para esta pele de lobo
arriscarei a vida na bolsa ou na roleta russa
para entreter o tempo que ainda me resta
não fiqueis preocupados
tenho um amigo no governo
que avalizará os prejuízos
ou pagará o enterro.

Ademar
03.12.2008

O secretário de estado 61% ou...61% de secretário de estado...

valt08aaa4.jpg
valt08aaa5.jpg
valt08aa1.jpg
valt08aaa2.jpg
valt08aaa3.jpg


Ao cuidado de José Sócrates e Maria de Lurdes Rodrigues: a solução possível do imbróglio, sem que ninguém perca a face...

mlrdoente08.jpg

Já se percebeu que a actual equipa ministerial da Educação não faz parte da solução do problema, mas é, ela própria, o problema. Também já se percebeu que os professores, bem ou mal enquadrados pelos sindicatos, não se vão render. Também já se percebeu que Sócrates não tem margem para demitir a ministra, seja em que formato for, nem a ministra vai ceder ou recuar no essencial.
Só há uma saída politicamente honrosa para este imbróglio: uma doença de Maria de Lurdes Rodrigues a requerer tratamento médico prolongado. Por razões imperiosas de saúde, Sócrates, com muito pesar, aceita libertá-la das tarefas governativas. E refaz, na íntegra, a equipa ministerial, colocando à cabeça do ME alguém que tenha um pouco mais de respeito pelos professores e que os professores respeitem.
Maria de Lurdes Rodrigues sairia pela porta grande e o país comover-se-ia. Mediaticamente, os assessores de Sócrates saberão como encenar o drama e torná-lo credível.
Evidentemente, não desejo mal nenhum à senhora e sei que ela está de óptima saúde. É só um filme: seria tudo a fingir...

Na próxima semana, os polícias substituirão os professores em greve...

escolaovar.jpg

Esta escola secundária, em Ovar, foi hoje visitada pela... polícia. O Expresso e o SPN garantem que os agentes de autoridade apenas se deslocaram à escola para recolher informações sobre... a greve dos professores. Ainda que velha e pouco recomendável, é uma excelente ideia, não sei atribuível a quem. Na próxima semana, os professores em greve serão substituídos por polícias. A ordem e a disciplina, finalmente, regressarão às escolas. Ovar é uma lição...

Dou a mão à palmatória: o senhor secretário de estado tem razão!

Contestando os números de adesão à greve avançados pelos sindicatos, Jorge Pedreira garantiu, à hora de almoço, que 75% das escolas portuguesas, pelo menos, estavam abertas. Confirmo. Esta manhã visitei as escolas públicas frequentadas pelos meus dois filhos mais novos (uma escola EB 2,3 e uma escola secundária) e testemunhei que estavam abertas. Em nenhuma delas houve aulas (ou seja, todos os professores tinham aderido à greve), mas estavam abertas. Se, a partir da experiência, posso extrapolar da amostra, diria (corrigindo o senhor secretário de estado) que todas as escolas públicas portuguesas estiveram hoje abertas. E, porém, foi a maior greve de professores de sempre...

O José Hermano Saraiva de José Sócrates...

pedrei08aaa1.jpg

Quando um governo entra em processo de negação da realidade e quer afirmar o seu poder (sempre efémero) contra tudo e contra todos (tirando, naturalmente, os banqueiros e os especuladores bolsistas), a sociedade entra em ebulição, os sectores mais esclarecidos e combativos sublevam-se e, mais tarde ou mais cedo, o governo cai.
Jorge Pedreira assumiu hoje, em nome do governo, o papel do grande negador da realidade. É o último dos moicanos. Pelo desconchavo da performance, desconfio que já redigiu, assinou e entregou o pedido de demissão...

Espera-se que Sócrates tenha aprendido alguma coisa com a lição de hoje...

luta08ccc2.jpg
Público, 03.12.2008

becosss081.jpg
grev08b.jpg
DN, 03.12.2008


O dia da avaliação de um Governo!...

aval7.jpg

aval6.jpg

aval10.jpg

aval9.jpg

ava4.jpg

ava1.jpg

ava2.jpg


O poema, em breve excerto, que partilho hoje com a Ministra da Educação...

(...)
almada22.jpg
(...)
José de Almada Negreiros, A Cena do Ódio

Obviamente, demitam-se!... (19)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 02, 2008

Evidentemente, concordo com Vital Moreira...

Escreve Vital Moreira:

Gente grada

Era fatal que, estando em risco a fortuna de tantas figuras gradas e de tantas respeitáveis instituições, o BPP "tinha" de ser salvo, apesar da sua irrelevância no sistema financeiro e na economia real (como aqui se registou)...
Para falar só nos grandes accionistas, quanto é que Rendeiro, Saviotti, Balsemão, Vaz Guedes e Cia. -- que vêem o banco e o seu próprio cabedal salvos da falência -- ficam a dever à diligência de Constâncio para encontrar uma solução e à disponibilidade do Governo para dar o aval do Estado à operação de resgate do BPP por vários bancos comerciais?
O mínimo que se pode exigir, a bem da transparência, é a divulgação de todos os pormenores da solução encontrada e, já agora, da identidade dos felizes contemplados com esta antecipada prenda natalícia...

Exactamente, Vital: é o mínimo que se pode exigir!...

Improviso para Maria de Lurdes...

Enquanto Roma ardia
Nero acariciava as cordas voláteis
de uma harpa
ou seria uma lira?
e falhava a eternidade num poema
que sempre tropeçava na métrica
e no resto
nada disto provavelmente
aconteceu assim
Nero simplesmente ignorava
que o fogo não tem a marca do império
e que a história não guarda o incenso
para os incendiários
eis senhora
o que poderíeis aprender com Nero
se não confiásseis tanto
na temerosa bovinidade do outrora rebanho.

Ademar
02.12.2008

O conclave do Rato (e de algumas ratazanas)...

Hoje soube, por uma testemunha, o que se passou na reunião do passado sábado que juntou Sócrates, Maria de Lurdes Rodrigues e uma centena de "quadros" e professores socialistas. Fiquei definitivamente esclarecido sobre duas coisas: que o Ministério da Educação só não negoceia mais porque os sindicatos não querem e que os professores estão a ser instrumentalizados pelos partidos da oposição, muito especialmente, o PSD. Registo e, misericordiosamente, sorrio. A embriaguez do poder que se crê absoluto e irredutível raramente enobrece as inteligências...

A principal razão por que farei greve, amanhã!...

declara08aaa1.jpg

greve08aaa.jpg

Só o Governo é que ainda não percebeu isto!...

alunos089aaa.jpg

alunos08bbb2.jpg

alunos08ccc.jpg
(...)
Público, 02.12.2008

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

ALBERTOC08AAAA.jpg

Alberto Caeiro, Poesia

Obviamente, demitam-se!... (18)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.

dezembro 01, 2008

Improviso aconchegante...

Tenho os pés frios
hoje viajei para mais longe
do que as solas da alma permitiam
não reconheci no bairro ninguém
e as ruas abarrotavam de pedintes e peregrinos
que pareciam ainda mais sós
há amigas que me escrevem
perguntando se também nevou aqui
subo as persianas para responder
e não consigo ver além das sombras mais íntimas
retiro o arco da caixa do silêncio
e atrevo a incorrecção do gesto de me tocares
nenhuma noite emudece assim de tantos ângulos.


Ademar
01.12.2008

De vez em quando, até Sócrates vê o esforço recompensado...

elmundo08aa.jpg

elmundo08bb.jpg
Correio da Manhã, 01.12.2008

"Quando for grande, vou inscrever-me no PS" (continuação)...

efisacinco08eee.jpg
efisaum08aaa.jpg
efisadois08bbb.jpg
efisatres08ccc.jpg
efisaquatro08ddd.jpg
Correio da Manhã, 01.12.2008

Mesmo ressalvando o patriotismo (certamente exemplar) de todos os intervenientes, este dossiê do BPP e do Efisa ainda vai dar muito que falar...

Manchetes patrióticas...

bpp08aaa234.jpg
Expresso, 30.11.2008

Balsemão é um dos principais accionistas do BPP. O BPP é um dos principais anunciantes do Expresso. Balsemão é o dono do Expresso. Logo: salvar o BPP, como nos lembra o Expresso, é uma exigência patriótica. Logicamente...

Não haverá uma vaga para rei no Júlio de Matos?...

restaur08aaa.jpg
restaur08bbb.jpg
restau08ccc.jpg
restaur08ddd.jpg
Público, 01.12.2008


Notas (triviais) de leitura de um dicionário... (2)

dicio08xxx1.jpg
dicion08xxx5.jpg
dicion08xxx3.jpg
dicion08xxx4.jpg
dicion08xxx6.jpg
(...)
Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Portiguês

Quando, na abertura de A Cena do Ódio, grita: "Ergo-Me Pederasta apupado d'imbecis, Divinizo-Me Meretriz, ex-líbris do Pecado, e odeio tudo o que não Me é por Me rirem o Eu!" (...), estará Almada a proclamar "o Culto da Pederastia e do Pecado"? Este é um excelente exemplo da escrita demencial de Fátima Inácio Gomes, nesta entrada do Dicionário de Fernando Pessoa consagrada à... sexualidade. Um chorrilho de patetices, que Almada, se fosse vivo, vergastaria sem dó, nem piedade. Vou ter que rever, um a um, todos os poemas que já escrevi, antes que uma Fátima qualquer neles descortine vestígios de pederastia. Ou de "horror ao sexo"...

cenadoodio08aa.jpg
(...)
José de Almada Negreiros, Poemas

Obviamente, demitam-se!... (17)

tres08aa.jpg

Em três anos, conseguiram instalar o caos nas escolas públicas. Já não discuto as intenções, nem as causas; limito-me a registar as consequências: professores furibundos e insubordinados, que nenhum sindicato ou conselho executivo consegue já controlar; alunos nervosos e insurrectos, à espera do menor pretexto para fazerem desacatos; pais perplexos e divididos.
Eu sei que o governo não desejava isto. Mas a realidade é esta e está à vista de todos.
No caos, ninguém ensina e ninguém aprende e o processo educativo converte-se num pesadelo diário. As escolas públicas precisam urgentemente de paz. E precisam de um novo fôlego motivacional.
Maria de Lurdes Rodrigues, Valter Lemos e Jorge Pedreira deixaram de ser parte da solução, para passarem a ser, simplesmente, o problema. Se são pessoas de bem e ainda querem o melhor para as escolas e para o país, só lhes resta um caminho: pedirem a demissão e darem o lugar a outros. E quanto mais depressa, melhor.