" /> abnoxio: junho 2008 Archives

« maio 2008 | Main | julho 2008 »

junho 30, 2008

Improviso para partitura...

Se ainda quiséssemos namorar
não faltariam para as mãos
encostas nem contrabaixos
é uma arte para iniciados
entre o montanhismo e o jazz
bastam dois olhos e dois ouvidos
e cordas que prendam.

Ademar
30.06.2008

Mezio: fotografias que ainda me fazem feliz de Portugal...

mezio.jpg

mezio1.jpg

mezio2.jpg


Obrigado, Resende!

Um cidadão benemérito de Vila Nova de Cerveira!...

Ulrich Schulz ? Oliver Shanti? Pelos vistos, tão cedo, não voltará a receber medalhas de mérito da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira. Felizmente, nunca foi agraciado no 10 de Junho...


schulz.jpg
Ulrich Schulz

shanti.jpg
Oliver Shanti


Oliver Shanti and Friends

Como seria de esperar, a fruta apodreceu...

fruttta.jpg

Ou: afinal, a fruta era de plástico...


Não há amores como os primeiros...

mug11.jpg

No fundo, no fundo... o PCP até simpatiza com Mugabe...

Um líder carismático ou um neto carismático?!...

deus22.jpg

deus10.jpg
deus16.jpg
Inovação&Ensino Superior, Junho.2008

Espero que a Universidade do Allgarve não se esqueça, já agora, das potencialidades do karaoke!....

gol12.jpg

gol14.jpg
gol15.jpg
gol22.jpg
Inovação&Ensino Superior, Junho.2008

A fragilidade do anonimato...

blo66.jpg
Público, 30.06.2008

Por uma questão de higiene cívica, raramente consulto (e muito menos divulgo) blogues de autores anónimos. Lido mal com o anonimato. Como lido mal com a corrupção, a venalidade, a vigarice, a demagogia...
A cidadania deve a si própria, sempre, a coragem (e a autoridade) da autoria. O cidadão que atira pedras, escondendo a mão, coloca-se na posição de quem não aspira a ter direitos, nem deveres. E essa irresponsabilidade não cabe na minha noção de cidadania.
Lamento que um blogue seja suspenso nas circunstâncias em que este o foi. Mas jamais prestarei solidariedade à cobardia...

Vitória da Espanha no Euro poderá não vir a ser homologada!...

euro08.jpg

A UEFA já está a investigar (ainda que em segredo) a suspeita de que a Espanha, na final do Europeu, poderá ter utilizado em simultâneo 12 jogadores em diferentes momentos da partida que disputou com a Alemanha.
Não se sabe ainda como isso poderá ter ocorrido, mas a verdade é que vários espectadores presentes no estádio Ernst-Happel garantem que a selecção espanhola, tanto na primeira parte, como na segunda, chegou a ter em campo mais jogadores do que a alemã - e daí a superioridade que evidenciou.
As imagens televisivas, que os peritos da UEFA têm vindo a analisar, não parecem ser conclusivas. Há alturas, de facto, em que a selecção espanhola parece ter mais de 11 jogadores, mas poderá tratar-se apenas de uma ilusão de óptica, como aconteceu, por exemplo, em Fátima, em 1917.
Admite-se que a chanceler alemã, Angela Merkel, faça ainda hoje uma declaração formal sobre o assunto, exigindo uma rápida conclusão do inquérito e a consequente penalização dos culpados, se as suspeitas de fraude vierem a ser comprovadas. Neste caso, a vitória no Euro deverá ser atribuída à Alemanha, ainda que se admita que a Espanha, por imperativos patrióticos e constitucionais, não possa já devolver a taça.
O Euro, afinal, ainda não terminou. Graças a Deus!

Valter Lemos já foi demitido?... (119)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 29, 2008

Improviso sitiado...

Não preciso de consultar nenhum mapa
para saber como se sai desta cidade
todas as ruas têm uma marca no meu corpo
uma tatuagem invisível
mas não há caminho para fora de mim
esta vida de espera é um vicio
não sei partir
não sei tão pouco como se parte
vejo apenas os barcos chegar
e chego sempre com eles.

Ademar
29.06.2008

Um tempo entretido...

cava22.jpg
Público, 29.06.2008

Não consigo sequer imaginar o que terão dito um ao outro sobre o estado do mundo e em que língua...

Como os puristas da língua vão adorar este... feminino!...

aliccce.jpg
24horas, 29.06.2008

Alguma coisa tem que rimar, no feminino, com sutiã...

Hoje, são os Tokio Hotel, amanhã serão, talvez... os New Lavoisier...

É o último sucesso dos New Lavoisier: Mother Cover. Deixo-vos com a minha tradução do "poema" (que eu acho, perdoai a imodéstia, que o valoriza)...

Dizes que ainda não tenho tomates
e pêlos nunca viste
o que tu não sabes é que a tua mãe gostou
quando saíste naquela tarde
para comprar ovos kinder
e não foi a primeira vez que curtimos
és tão virgem que nem sabes usar as mãos
nessa fenda em que as coxas te iludem
se faltasses menos à escola da vida
não precisarias de tantas explicações
dizes que ainda não tenho tomates
e pêlos nunca viste
mas pergunta à tua mãe
se não gostou.

John W. Morris

Mães... essas eternas injustiçadas!...

mocinnn.jpg
24horas, 29.06.2008

E educa uma mãe um filho, com tanto amor e carinho, para isto...

Em Portugal, é assim: tudo feito com peso e medida, para que ninguém se magoe!...

7tiros.jpg
24horas, 29.06.2008

O atirador só estava preocupado com o efeito mediático. Notoriamente, ele não queria magoar ninguém...
Resultará?...

O Público, diário dito de referência, como tablóide...

b33.jpg

b44.jpg
Público, 28.06.2008

b11.jpg
b13.jpg
b15.jpg
b22.jpg
Público, 29.06.2008

O Público tem as suas obsessões. Esta... reclama, sem dúvida, alguma terapia.

A estupidez humana será mesmo um problema ou (sobretudo em Portugal) uma condição de sobrevivência?

ram15.jpg
ram22.jpg
Notícias Sábado, 28.06.2008

Como objecto de investigação antropológica, eu jamais trocaria o ISCTE pela Câmara Municipal de Lisboa...

Valter Lemos já foi demitido?... (118)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 28, 2008

Terminando o dia como o comecei: com Debussy...

Improviso indisposto...

Ninguém ensina a viver
a vida nunca se aprende
vive-se e morre-se
simplesmente
talvez tenham reprovado mesmo em todos os exames
mas foram pais e mães
e governaram o mundo
não foram à escola da vida
porque a vida
é uma vertigem de programas
mas aprenderam tudo de ouvido
decoraram frases
para fingir apenas que sabiam
e com elas
governaram o mundo
os génios da vida morrem incógnitos
no palco da glória efémera só cabem
os castrados os falhados os bandidos e os patetas
lede os jornais e as revistas
espreitai as televisões
estão lá todos
os vossos heróis.

Ademar
28.06.2008

Graças a Deus, ainda há juízes com tomates!...

18anos.jpg
24horas, 28.06.2008

Espero, naturalmente, que entendeis a ironia do título!...
O juiz da notícia não existe. Não pode existir...

A caça ao tesouro ou o cerco do amor (ó amor!)...

24aa.jpg
24horas, 28.06.2008

Ainda não foi desta que Espada publicou, em jeito de crónica, a sua lista de compras no minimercado das Amoreiras...

eisp22.jpg
eisp10.jpg

eisp15.jpg
Expresso, 28.06.2008

Todas as semanas compro o Expresso na expectativa de que João Carlos Espada se tenha, finalmente, enganado na remessa da crónica, trocando-a por uma vulgar lista de compras. Uma coisa tenho por certa: o Expresso publicaria, sem pestanejar. O Expresso, de Espada, publica tudo. Creio que sadicamente. A crónica de hoje, aliás repetida (mais honra, menos honra) dos anos anteriores, é um bom exemplo disso...

Se o Público se preocupasse um pouco menos com o rigor (e a língua portuguesa) e despedisse liminarmente ministros, não venderia apenas, em média, 35 mil exemplares por dia, menos 80 mil do que o Correio da Manhã...

jai22.jpg
jai24.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Se o Público se preocupasse um pouco mais com o Benfica e as burlas de Vale e Azevedo, não venderia apenas, em média, 35 mil exemplares por dia, menos 80 mil do que o Correio da Manhã...

joiaas.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Se o Público se preocupasse um pouco mais com as férias e a vida erótica de Cristiano Ronaldo, não venderia apenas, em média, 35 mil exemplares por dia, menos 80 mil do que o Correio da Manhã...

cr44.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Se o Público se preocupasse um pouco mais com a vida sexual dos portugueses, não venderia apenas, em média, 35 mil exemplares por dia, menos 80 mil do que o Correio da Manhã...

se333.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Se o Público se preocupasse um pouco mais com a infertilidade de Fátima Lopes, não venderia apenas, em média, 35 mil exemplares por dia, menos 80 mil do que o Correio da Manhã...

fertili11.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Debussy, quando o exterior não apetece...

Valter Lemos já foi demitido?... (117)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 27, 2008

Os americanos que se lixem, mas eu hei-de sempre preferir a versão original...

ou seja, esta...


Improviso quase visionário...

Eu sei que o impossível muitas vezes
pede apenas um olhar diferente
mas não tenho olhos
para todos os ângulos da vida
não esperes por isso
que eu seja capaz de ver tudo
ou dizer que vi ou percebi
há imagens simplesmente que não cabem
nos limites do pensamento que me imponho
imagens que não vejo
porque não me pertencem
ou porque não me merecem.

Ademar
27.06.2008

Não sou famoso, mas também não cobro tanto... pela presença...

artttt.jpg
Correio da Manhã, 27.06.2008

Não sei contar anedotas, nem fazer de palhaço, confesso, mas tenho boa presença e até digo muito bem poesia (muito melhor, por exemplo, do que a Bárbara, que nem ler sabe). Falai, se me quiserdes contratar, com o meu agente...

Hoje, no Coliseu dos Recreios: Rafael Amargo!...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

drum11.jpg
Carlos Drummond de Andrade, Obra Poética, 7

Investigai, por favor, se Cristo não era também homossexual!...

eras10.jpg
eras12.jpg
eras15.jpg
eras18.jpg
Sábado, 26.06.2008

Valter Lemos já foi demitido?... (116)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 26, 2008

E depois de publicar este vídeo, nunca mais arranjarei um visto para entrar no Irão...

Improviso para descantar os amanhãs que choram...

Há quem aspire a ver ainda
o dia prometido
entre os raios de uma bruma qualquer
a ambliopia da alma
nunca acerta a visão
ou a fé.

Ademar
26.06.2008

Uma dupla de Pintos que promete...

dupp.jpg
Sábado, 26.06.2008

Juízo final...

juifinal.jpg
Correio da Manhã, 26.06.2008

Podia ter sido pior. Podia ter sido o juízo final...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

exp22.jpg
João Habitualmente, Agradecemos (edição limitada)

Valter Lemos já foi demitido?... (115)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 25, 2008

Milagres...

não, desperdício é pecado
bebe-o ou dá-o a beber
prefiro a tua santa água
ao sangue derramado
por ninguém

Ana Saraiva

Improviso como explicação...

Perguntas-me por que escrevo sempre
poemas tão curtos
como se as palavras me queimassem nas mãos
se te dissesse a verdade
se tivesse ao menos uma verdade
para te dizer
talvez não acreditasses
as palavras pesam-me sempre mais
do que o fogo.

Ademar
25.06.2008

Repórter X...

rf11.jpg
Ilustração, 16.10.1934

Sabedoria... efémera...

ccc11.jpg
ccc12.jpg
Ilustração, 16.10.1934

"No elegí venir a este mundo, por lo menos que me dejen irme cuando quiera"...

elpidia.jpg

O apelo de Elpidia Esteban, aqui...

Não estranheis, nos próximos tempos, o aparente relaxamento dos leitores do Correio da Manhã...

mastcapa.jpg

mast22.jpg

mast33.jpg


Ontem, recebi de brinde com o Correio da Manhã (gentileza da Cofina) esta científica e utilíssima publicação intitulada "Jogos Eróticos e Sexo", de Elena Cervantes. Por sinal, eu já folheara, algures na Andaluzia, a edição original, em castelhano, desta obra. Chegou agora a Portugal e fará, certamente, a felicidade (discreta) de muita gente. E os glúteos das leitoras do Correio da Manhã, assim como os prepúcios deles, agradecerão...

O advento do cinema em... cores...

cor11.jpg
co22.jpg
co25.jpg
Ilustração, 01.10.1934

Excentricidades...

ex1000.jpg
ex22.jpg
Ilustração, 16.09.1934

"É euforia e anestesia... Ego e humildade... Sei lá!... Fica-se tão cheio de toiro que nem se consegue comer..."

forc99.jpg
forc100.jpg
forc101.jpg
forc102.jpg
Expresso-Única, 21.06.2008

"A escola dos forcados é uma escola de homens. Não há ladrões, nem drogados, nem outras coisas."
Vê-se que este Bolota tem alma (profusa) de poeta...

Valter Lemos já foi demitido?... (114)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 24, 2008

Um cheirinho a Leonard Cohen, na Casa das Artes, em V.N. de Famalicão...

É um dos meninos de Leonard Cohen: Rufus Wainwright. Vai cantar no próximo fim de semana, em Famalicão...

Improviso para confortar o bacalhau à gomes de sá...

Desaprendi a técnica de perguntar
ou a vontade de chegar mais depressa à desilusão
os mapas não escolhem os caminhos
tenho os passos trocados
entre todos os desertos e nenhum oásis.

Ademar
24.06.2008


Está na hora de devolvermos a humilhação do Ultimato!...

ing22.jpg
ing24.jpg
Correio da Manhã, 24.06.2008

Se João Carlos Espada, em entendimento com a Rainha, não dá, discretamente, uma mão para ajudar a resolver o impasse, receio que só nos reste, em desespero, a solução do Ultimato: ou nos entregam o Vale e Azevedo (solvente) ou mandamos, no seu lugar, para a prisão, o CR. É pegar ou largar!...

Os dois heróis mais remotos de Marçal Grilo...

nic11.jpg
nic33.tiff

trin32.jpg
trin33.jpg
Ilustração, 16.09.1934

Exames...

Enquanto aluno, fiz muitos exames (na escola primária, no liceu e na universidade). Enquanto professor (no secundário), já elaborei provas para exame e já corrigi provas de exame, incluindo, provas de âmbito nacional. E até já tive duas alunas (não vou agora contar a história) que conseguiram, no exame de Direito do 12º ano... 21 valores (quando o máximo era...20). Digo isto apenas para que se entenda que, em matéria de exames, não sou propriamente um... treinador de bancada, um mero opinador. Mas também não tenho a pretensão de ser dono da... verdade. Porque, nestas matérias, a verdade é pessoal e intransmissível, cada um tem a sua.
Não pertenço, de resto, a nenhuma facção ou fracção ideológica. Os exames são, essencialmente, um instrumento político. E sempre foram e serão usados como tal. Se eu quiser facilitar a transição dos alunos... sei que tipo de exames deverei fazer. Como também sei... se, ao invés, quiser seleccionar e excluir. Os exames, em geral, não avaliam o que os alunos sabem e, muito menos, aquilo de que são capazes. Há conhecimentos e capacidades (e competências) que nenhuma prova de exame está em condições de avaliar. E o que fica de fora, muitas vezes, é o mais importante da formação de um ser humano - aquilo, precisamente, que distingue (espero que se perceba a metáfora) uma águia de um papagaio.
Sobre isto, já foram escritas em todo o mundo milhões de páginas. E há argumentos, razoáveis, até "científicos", para sustentar todas as teses, as favoráveis aos exames e as desfavoráveis.
Eu só costumo dizer, quando quero simplificar e atrapalhar a discussão, que se a qualidade da educação e do ensino dependesse dos exames... os problemas seriam fáceis de resolver. Púnhamos os alunos, desde o primeiro ciclo (ou até mesmo do pré-escolar) a fazer exames, exames, exames. Magicamente, em poucos anos, garantiríamos a qualidade das aprendizagens e da educação e o professor Nuno Crato. finalmente, seria feliz (e eu deixaria de ler e ouvir os seus queixumes)...
Sobra, apenas, um problemazinho: os países que mais acreditaram e investiram no poder miraculoso dos exames já perceberam que a solução deve estar noutro lado qualquer. A magia não resultou...


A desonestidade editorial do Público...

mat3332.jpg
Público, 24.06.2008

Há manchetes do Público que são mais previsíveis do que a agenda mediática de Sócrates. Repare-se no critério editorial. A grande notícia é: "Sociedade de Matemática volta a contestar exames".
Pouco importa, por exemplo, que a Associação de Professores de Matemática, cujo comentário reproduzo em baixo, tenha uma opinião distinta. O Director do Público não quer saber. O que conta é a opinião do senhor comendador Nuno Crato e dos seus apaniguados. E José Manuel Fernandes dedica mesmo uma parte do seu editorial (que também reproduzo) à defesa da... Sociedade Portuguesa de Matemática.
Nestas matérias, o Público assemelha-se a um jornal de facção. Nove em cada dez opiniões publicadas (e os opinadores não passam disso mesmo: opinadores) são a censurar a pedagogia romântica, o eduquês e o facilitismo. É, porém, a opinião que vale: e o Público cavalga, destemidamente, a verdade que quer impor aos leitores, convertendo-a em... Voz do Povo.
A primeira página da edição de hoje é apenas mais uma demonstração da desonestidade editorial da actual direcção do Público.
Entre Nuno Crato, José Manuel Fernandes, Maria de Lurdes Rodrigues e Valter Lemos... venha o diabo e escolha. Estão todos muito bem uns para os outros...

comenAPM.jpg
Público, 24.06.2008


jmf22.jpg
jmf23.jpg
jmf24.jpg
Público, 24.06.2008 (José Manuel Fernandes)

No Teatrino della Barafonda...

Há sequências inesquecíveis em Roma, de Fellini. Esta é uma delas...

Gore Vidal, em Roma (de Fellini)...

Tudo isto se resolve com menos pedagogia, com mais disciplina, mais exames e mais chumbos e, naturalmemte, com o cheque-ensino...

ob09.jpg
ob08.jpg
vi25.jpg

vi26.jpg
ob11.jpg
vi27.jpg
vi29.jpg
vi30.jpg
Público, 23.06.2008

A ironia é sempre um risco, sobretudo, quando aplicada à escola. Receio que alguns leitores não captem a ironia do título e acreditem mesmo que a violência escolar se resolve... "com menos pedagogia, com mais disciplina, mais exames e mais chumbos e, naturalmemte, com o cheque-ensino"...

Claro que subscrevo inteiramente as palavras de Eric Debarbieux. Há mais de vinte anos que digo o mesmo... E há mais de trinta que a Escola da Ponte, por exemplo, prova que é (tem que ser) assim...

Valter Lemos já foi demitido?... (113)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 23, 2008

Anima e animus, por Andreas Scholl (tributo a Carl Gustav Jung)...

Regresso a Guernica...

Improviso na berma da estrada...

Nenhum pássaro azul sorri agora
à porta dos meus olhos
só tenho jaulas
do pensamento para dentro
e ainda não me ensinaste a libertar-te
nenhuma prisão tem a forma
da tua ausência
e não há verbo
que me consentisses
conjugar no futuro.

Ademar
23.06.2008

Improviso sobre uma tela de Ticiano...

salo.jpg

Hoje sairão todos à rua
com Salomé
para jogar uma vez mais
a cabeça de João Baptista
mas depois da orgia
ninguém lavará as mãos
no Jordão
todos os rios secam
na origem dos mitos.

Ademar
23.06.2008

Isto é mesmo para levar a sério?...

TOPONÍMIA DE LISBOA

Por ocasião da terceira deslocação a Portugal do Presidente da República da Ucrânia, Viktor Yushchenko, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa vai inaugurar no dia 27 de Junho, às 17:00 horas, a Avenida da Ucrânia, na freguesia de Marvila.

A Avenida da Ucrânia é uma artéria paralela à Avenida Cidade de Bratislava, confluindo ambas na Avenida República da Bulgária.

Consulte aqui a brochura do evento.

Ah! vi há pouco na RTP1 a reportagem do... evento. Só faltaram os presidentes da Eslováquia e da Bulgária...

Não há-de tardar muito que Sócrates comece a distribuir também preservativos...

cu19.jpg
cu20.jpg
cu21.jpg
Correio da Manhã, 23.06.2008

Quando folheio os jornais e esbarro com notícias deste tipo, já só consigo rir. Deixei (deixaram) de me irritar. Um primeiro-ministro que anda pela escolas a distribuir computadores parece saído daqui... chve.jpg

Dotações femininas...


mu11.jpg
mu22.jpg
Ilustração, 01.09.1934

Purezas e impurezas coronárias...

pppaappp.jpg
Correio da Manhã, 23.06.2008

A Roma eterna, de Fellini!...

Felinos e foragidos, na primeira página de um tablóide à maneira...

fora13.jpg

for11.jpg

felll22.jpg
Correio da Manhã, 23.06.2008

Vale e Azevedo tem todo o aspecto de quem lê e anota as crónicas de João Carlos Espada, no Expresso. Repare-se como, no infortúnio, se comporta sempre como um cavalheiro e como a sua esposa, quando o acompanha ao ténis, se veste sempre como uma senhora...
Eis-nos perante a verdadeira intemporalidade da tradição...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

cegaa.jpg
Mário-Henrique Leiria, Contos do Gin-Tonic

A coisa está mesmo preta...

crrrt.jpg
J, 22.06.2008

Valter Lemos já foi demitido?... (112)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 22, 2008

Improviso para afugentar o caos...

Nunca sei se o próximo verso será o último
a viagem nas palavras tem esse único aliciante
nada se alterará depois
mas arrisca-se sempre a vida
a vida toda
no suicídio de cada poema
sei apenas que morrerei entre palavras.

Ademar
22.06.2008

Uma mão que agarrou o meu olhar...

anmmm.jpg
Pública, 22.06.2008

Ana Moura, fadista, fotografada por Daniel Rocha. Ao folhear a revista, os meus olhos ficaram suspensos deste braço e desta mão que descem pelo corpo como ramo de uma árvore muito antiga, que enleasse uma imensa ausência...

A roda dentada da história...

direc11.jpg
JN, 22.06.2008

É por estas e por outras que tais que os europeus (desde que lhes seja... consentido) continuarão a votar, epidermicamente, contra todos os tratados...
Suponho que os eurocratas e afins ainda não entenderam...

Quintino (perdão: Dr. Quintino): o justiceiro implacável...

Tenho um lado masoquista. É o que, em Portugal, me conduz, por exemplo, a ler Espada e Madrinha, no Expresso, José Manuel Fernandes e Helena Matos, no Público, João César das Neves, no Diário de Notícias, Isabel Pinhão, em A Bola, Rui Santos, no Record, José António Saraiva, no Sol, António Mega Ferreira, na Visão, Vasco Graça Moura e Nuno Crato, onde quer que publiquem, etc, etc, etc...
E, aos domingos, no 24horas, o indescritível e inqualificável Dr. Quintino. Deixo-vos com mais uma pérola (terapêutica)...

out2.jpg
out4.jpg
24horas, 22.06.2008

Ter pénis (usável e fecundável) ou não ter, eis a questão!...

Leio sempre com prazer e serventia Manuel António Pina. E, com a devida vénia ao cronista e à revista, gosto de vez em quando de o partilhar convosco...

cintttt.jpg
cint1.jpg
cint2.jpg
cint3.jpg
cint4.jpg
Notícias Magazine, 22.06.2008


Quem adivinha o que nos faz felizes...por detrás?...

idio55.jpg

Trata-se da página de rosto de um encarte publicitário distribuído hoje não sei com que jornal. Confesso que hesitei e que ainda não tive vontade de descobrir o que "está por detrás do bem-estar dos portugueses". Será a GALP? Será o BCP? Será a Caixa Geral de Depósitos e o cão de Scolari? Será Sócrates? Será Cavaco? Será a Ministra da Educação? Será Nossa Senhora de Fátima? Será um dentífrico qualquer? Será um shampoo? Será um produto natural? Será uma agência de viagens ou uma agência matrimonial? Será uma companhia de seguros? Será uma manteiga ou uma vaselina? Será a TVI? Será a Erosfarma? Será um "salute per aqua"? Será uma marca de preservativos? Será a Caixa Nacional de Pensões? Será a Clínica dos Arcos? Será a Leya? Será O Inimigo Público? Será a Cinemateca Nacional? Será Tony Carreira? Será Cristiano Ronaldo? Será o Benfica? Será o Fórum da TSF? Será o Allgarve? Será a Madeira? Será o Continente? Será o Mini-Preço? Será o Euro-Milhões? Será o Totobola? Será a Lotaria? Será a Espanha, simplesmente? O Oceano Atlântico? Será a TAP? Será a Brisa? Será a EDP? Será a PT?...
Confesso: ainda não tive coragem para abrir o encarte...


E se isto não são gatos emancipados, não sei o que são gatos emancipados...

menag.jpg

Uns casam, outros namoram, outros acenam, mas os pratos chegam para todos...

evo10.jpg
24horas, 21.06.2008

evo11.jpg
24horas, 22.06.2008

evo15.jpg

evo22.jpg
24horas, 21.06.2008

Uma portuguesa, hélas!, que vira princesa de França; outra, que tenta legalmente o ménage à trois, casando na mesma circunstância com um realizador de cinema e um modelo (exclusivo); o professor que, por obediência aos cânones da Santa Madre Igreja, namora eternamente; e o pretendente (não se sabe bem a quê) que, acenando sempre, conduz a princesa ao altar. Uma pratada de gente fina. Depois virão os filhos. E os netos. E os amantes. E as amantes. E as férias, algures, entre a Patagónia e as Fiji. Cristo morreu na cruz por todos eles...

A Faixa de Gaza a que os portugueses têm direito...

gaza.jpg
O Jogo, 22.06.2008

O senhor Procurador General já anunciou que vai tomar medidas para. Se não anunciou, irá anunciar...

Valter Lemos já foi demitido?... (111)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 21, 2008

E a roupa interior, cavalheiro, e a roupa interior?!...

t10.jpg
t209.jpg
(...)
t150.jpg
Expresso, 21.06.2008

Concordo absolutamente com a Rainha. E há muito que, em minha casa, sigo os mesmos princípios de higiene elementar: só entram senhoras que se vistam (e que se dispam) como tal. Espadas, nem pensar!...

Improviso para dizer por que não parto...

Quando limpo o futuro da memória
atenho-me velozmente à vontade de brincar
há muitas crianças em mim
que esperam apenas a trombeta do sol
para desarramar
as palavras formam na noite
tapetes de flores
e todas têm na pele
a marca vagabunda dos meus pés
uma tatuagem feita
de viagens que não saíram do cais.

Ademar
21.06.2008

A maldição de um adjectivo...

edurommm.jpg


Quando, em 2000, organizei e prefaciei este livro (que reunia 40 artigos e crónicas de Rubem Alves, originariamente publicados no Brasil), propus ao autor um título provocatório: "Por uma Educação Romântica - Brevíssimos Exercícios de Imortalidade". O Rubem achou graça e deu o seu aval. E a edição portuguesa lá saiu com esse título.
Dois anos depois, a editora brasileira Papirus decidiu retomar a obra e lançá-la também no Brasil. O título foi abreviado e ficou só "Por uma Educação Romântica".
Estávamos longe de imaginar, eu e o Rubem, que o adjectivo iria pegar de estaca em Portugal para qualificar a pedagogia, essa arte suspeita de ser, com o chamado eduquês, a causa de todos os males do mundo. Nos últimos anos, tornou-se mesmo moda em Portugal abjurar a pedagogia, adjectivando-a de "romântica" para acentuar ainda mais a sua perversa e anquilosada... imprestabilidade.
Hoje, os alunos e os educandos em geral já não precisariam mais de pedagogos, mas de ensinadores ou técnicos de ensino, transmissores de conhecimento. E, independentemente das capacidades e dos ritmos de aprendizagem de cada um, independentemente dos conteúdos, dos contextos relacionais e dos métodos utilizados, eles aprenderiam.
Claro que os professores e os educadores com experiência pedagógica sabem que não é assim. Mas que importa isso, se alguns fazedores de opinião e treinadores de bancada já decretaram a morte ou a inutilidade da pedagogia?!...
Cumpra-se então o decreto, a bem da Nação!...


contracapa.jpg

Nem salazarista, nem marcelista, nem partidário do Estado Novo, nem fascista, nem, provavelmente, ele próprio...

jud10.jpg
(...)
jud33.jpg
(...)
Público, 21.06.2008

Espero que Eduardo Cintra Torres, o "mentiroso" a quem José Miguel Júdice, por conta do direito de resposta, dirige esta catilinária, mostre "arrependimento". E, depois, partilhe com os leitores do Público as "provas escritas" que Júdice promete fornecer-lhe...

O Xerife de Nottingham chegou primeiro do que Robin Hood...

Notícia de hoje: a GALP subiu uma vez mais os preços dos combustíveis. Robin Hood era irlandês?...
shr.jpg
Sheriff.jpg

Ainda a Matemática...

matem11.jpg
Público, 21.06.2008

Começo por uma espécie de declaração de interesses: tenho um filho no 9º ano (o Francisco), que fez ontem esta prova. E também ele a considerou... fácil, opinião, de resto, corroborada pela mãe (psicóloga), que reviu e corrigiu com ele a prova. Convém, porém, dizer que o Francisco, não "estudando" muito e considerando a escola e as aulas "uma seca", sempre foi um "bom aluno" a Matemática (principalmente, porque sempre foi muito estimulado pelos pais a desenvolver o cálculo mental a partir da resolução de problemas) . Nos dois testes de simulação do exame, feitos no terceiro período, obteve, respectivamente, 100% e 88%. Pelo que fez ontem, penso que terá no exame uma classificação que não andará muito longe desses valores. E só não terá 100% porque... continua a controlar mal a ansiedade (um dos problemas, aliás, dos... exames).
Numa perspectiva meramente egoísta, e pensando apenas no Francisco, eu preferiria que a prova tivesse sido mais difícil. Mas eu sou professor e sei muito bem do que a casa gasta. A formação lógico-matemática dos nossos alunos do básico, em geral, é absolutamente catastrófica. E há muitos anos que recebo no secundário rapazes e raparigas que, para além de não saberem a tabuada, não são sequer capazes de enunciar e resolver, por exemplo, uma regra de três simples. Já escrevi muito sobre isto e sobre as suas causas. E é por isso que reajo sempre tão mal à demagogia e à verdade sobranceira dos... "sábios" (putativos ou encartados)...
Nuno Crato, por exemplo, convertido nos últimos anos em guru do ensino da Matemática, considera que a culpa é da... pedagogia romântica e do eduquês. Ou seja, a culpa não estaria tanto nos currículos, nos programas e na organização dos processos de aprendizagem, mas nos métodos de ensino, métodos esses que seriam impostos ou sugeridos pelos burocratas do Ministério da Educação, malevolamente influenciados pelo construtivismo.
Devo dizer, ao contrário do que, por vezes, possa parecer, que em alguns aspectos reconheço que Nuno Crato tem razão. Eu também concordo, por exemplo, que "não é limitando a aprendizagem de rotinas que se desenvolve o raciocínio independente". E também considero que "a formação de base", a aquisição e assimilação de "padrões de raciocínio," é essencial e determinante da aprendizagem. O problema passa por aqui, mas não se esgota aqui.
O raciocínio lógico-matemático desenvolve-se em espiral, a partir do entendimento do mundo e da vida que o aluno é estimulado a estruturar. Parte do reconhecimento da realidade para uma crescente abstracção. E esse é o papel dos professores: orientar e amparar os alunos nessa viagem interior. O conhecimento que não seja permanentemente integrado e assimilado gerará apenas uma ilusão de conhecimento, que a higiene da memória condenará rapidamente ao... esquecimento. Mas isso implicará não apenas a individualização do ensino, adequado às capacidades e aos ritmos de aprendizagem de cada aluno, mas também uma flexibilização de programas e conteúdos. A ideia de que todos os alunos, independentemente da sua maturidade e dos conhecimentos que já assimilaram, são capazes de aprender tudo ao mesmo tempo, só porque o professor ensina bem, é uma ideia quase criminosa. O currículo tem de ser sempre ajustado individualmente e de uma forma... construtiva. E isso só se consegue com diversificação de métodos e de rotinas, permanente atenção ao percurso de aprendizagem de cada aluno e... inteligência pedagógica, muita inteligência pedagógica. Exactamente o contrário do que sucede há muitos anos na escola portuguesa. Mais chumbo, menos chumbo, mais exame, menos exame, a escola portuguesa, em matéria de ensino e de resultados de aprendizagem, não difere em quase nada da escola que eu comecei a frequentar como aluno há 50 anos atrás. Nuno Crato, apesar dos galões que tanto gosta de ostentar, ainda não percebeu isto...

Quem não Salter não é Cid!...

cid1.jpg
cid2.jpg
cid3.jpg
Expresso, 21.06.2008

Afinal, não eram 15 mil euros, mas 18 mil. Esta é que é a verdadeira raça lusitana. Os burros, claro, somos nós!...

racca.jpg
Expresso, 21.06.2008


Valter Lemos já foi demitido?... (110)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 20, 2008

Talvez...

também é gente quem de poesia é feito
refaz o que de eterno há no sentir
até parecer que está alguém

Ana Saraiva

A piada europeia do dia: um novo imposto (residual e muito eventual) sobre as petrolíferas...

rh2.jpg
rh1.jpg
rh3.jpg
rh4.jpg
rh5.jpg

Saudades do Lago Garda ou dos olhos que navegaram por ele, entre tantas pequenas cidades...

Improviso enleante...

Nenhuma cidade termina
no bairro onde fomos felizes
a felicidade sofre da ambiguidade dos mapas
e não tem cama nem memória certa
em que repouse
uma praça ou uma rua
ou a avenida inteira
já estivemos lá
e prometemo-nos voltar
não importa o nome da cidade
e talvez o bairro não caiba em nenhuma
mas foi lá exactamente lá
que fomos felizes.

Ademar
20.06.2008

Fellini, Fellini, Fellini!...

Todos os católicos deveriam ver, em idade fértil, este filme de Fellini: Roma. Perderiam imediatamente o tesão, pelo menos, o eclesial...

Dois comentários em defesa do comendador Nuno Crato...

Dois leitores devidamente identificados decidiram sair em defesa de Nuno Crato, sob a alegação de que eu, com frequência, atacaria neste blogue o insigne matemático e premiadíssimo divulgador científico. Destaco os comentários e depois respondo, publicamente, aos leitores.

Comentário 1

Noto que, com frequência, ataca o Nuno Crato. Como pai "velho" que sou (48) com uma filha de 10 anos que acabou ontem o 5º ano, não posso deixar de dar razão a Nuno Crato. Deixar fazer testes de matemática com calculadora, faz com que a minha filha não saiba a tabuada. E digam o que disserem, na vida real é imperativo saber-se a tabuada, para coisas tão simples como, por exemplo, fazer um troco. O comentário já vai longo, mas finalizo dizendo que o estado da educação, em geral, está muito fraquinho. Acho que se privilegia o saber para o teste e não a retenção de conhecimentos. Muito mais havia a dizer mas, por agora, fico-me por aqui.

P.S. - Não pertenço à CONFAP e acho o respectivo presidente abominável.

Comentário 2

Os portugueses não fariam nada mal em direccionar uma grande parcela do orgulho que têm no C.Ronaldo para o Nuno Crato. Sem dúvida um grande comunicador e óptimo profissional.

Os srs. do ministério da educação poderiam aproveitar os conselhos de alguém que «chegou longe» por mérito próprio, ao invés disso fecham-se nas suas «torres de marfim» a maquinar as suas «poções venenosas».

Não vai servir de nada os bons resultados dos exames de 9.º ano e secundário aos indivíduos que, mais tarde, vão ingressar no ensino superior ou no mercado de trabalho. E há estatísticas muito mais importantes do que as relativas às notas destes exames.

Resposta

Nuno Crato é licenciado em Economia e doutorado em Matemática e professor associado no Instituto Superior de Economia e Gestão, em Lisboa. Não discuto a sua competência para ensinar Matemática e Estatística aos seus alunos no ISEF. Não discuto tão pouco os seus dotes de divulgador científico. Só não lhe reconheço autoridade para me dizer como devo trabalhar com os meus alunos, que é a coisa, pelos vistos, que ele mais gosta de fazer, colocando-se numa espécie de pedestal da verdade científica, que ele contrapõe, permanentemente, àquilo que designa por "pedagogia romântica e construtivista". Confesso que já não tenho paciência para aturar a soberba destes professores superiores que têm sempre a solução (e a solução de cada um deles é sempre a mais justa e verdadeira) para todos os problemas do ensino e da aprendizagem com que se confrontam, diariamente, ano após ano, os professores inferiores, esses idiotas. Quando escreve e perora sobre pedagogia e educação, Nuno Crato só revela duas coisas: uma imensa ignorância e um pretensiosismo que, inapelavelmente, chocam com a sua condição de investigador e académico. A vida, de resto, já me ensinou que a "sabedoria" nunca conjuga com a vaidade e a petulância...
Consultando a sua página na internet, confirmei apenas o que já tinha percebido. Nuno Crato adora mostrar-se e passear o umbigo pelo universo. Fiquei a saber, por exemplo, que foi agraciado há dias com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique. E, na mesma página, encontrei sete fotos, sete poses, do senhor comendador (ele não faz por menos). Desculpai o meu mau feitio, mas pavões, independentemente do tamanho e da presunção... eu não respeito...

cr10.jpg
cr11.jpg
cr12.jpg
cr14.jpg
cr13.jpg
ce15.jpg
ce16.jpg

Valter Lemos já foi demitido?... (109)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

Este é que deveria treinar a selecção...

crat10.jpg
crat11.jpg
Sábado, 19.06.2008

Como académico e grande comunicador, ele sabe como se faz (digo, como os outros deverão fazer). Está na hora de descer à terra e mostrar como é, como efectivamente se ganha. Os treinadores de bancada salvarão Portugal!...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

oneiill.jpg
Alexandre O'Neill, Feira Cabisbaixa

Camões em Vigo...

camoes.jpg
caml1.jpg
caml2.jpg
Ilustração, 01.09.1934

junho 19, 2008

Improviso para soluçar o hino...

Eles correm atrás de uma bola
e a bola corre atrás de um país
que tropeça na relva e cai
na glória fácil
eram todos heróis do mar
mas nas sete partidas do mundo
nunca foram além do cais
o excesso de luz embriaga
os tímidos.

Ademar
19.06.2008

Eu já desconfiava: Deus é cúmplice!...

mp33.jpg
mp35.jpg
Sábado, 19.06.2008

No palco, a voz que o inunda desperta-lhe emoções. Como será fora dele?...

Viva o Dantas, viva! Pum!...

judant22.jpg
Ilustração, 16.08.1934

John Herbert Dillinger...

dil10.jpg
dil28.jpg
Ilustração, 16.08.1934

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

alex98.jpg
Alexander Search, Poesia

Valter Lemos já foi demitido?... (108)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

Non, Je Ne Regrette Rien!...

junho 18, 2008

Lembrando Reggiani...

Adoro optimistas (perdão: otimistas)!...

Depois do Dr.Pangloss, a Dra. Maria de Lurdes. Que seria do optimismo (perdão: do otimismo) sem eles?!... *
opti.jpg

* Foto surripiada daqui.

O livro que emprestarei a Cristiano Ronaldo...

domina.jpg

Improviso quase pedagógico...

Hoje as conversas são menos espessas
do que na antiguidade clássica
quando todos respeitavam
a vez de cada um falar
principalmente os escravos e os mudos
os discípulos as crianças e as mulheres
hoje até consigo conversar ao mesmo tempo
com todos os deuses do olimpo
mais o diabo de serviço a todos eles
a internet foi uma grande descoberta
contra a obesidade das falas
e dos falos
hoje
(dizem-me as pitonisas)
ninguém exibe os tomates
como antes.

Ademar
18.06.2008

Excesso de... nível...

Reproduzo em baixo a parte final do Texto A da Prova Escrita de Língua Portuguesa, que os alunos do 9º ano realizaram esta manhã. É um texto de autor anónimo (ou colectivo), adaptado não se sabe por quem. Uma coisa tenho por inquestionável: é um texto com muito nível, sobretudo no último parágrafo. Os leitores concordarão, certamente, comigo...

niv10.jpg
(...)
niv23.jpg

Maria de Lurdes Rodrigues no lugar de Scolari!...

Ouvi-a na TSF e ia batendo com o carro. Eu, no lugar de Madail, convidaria imediatamente Maria de Lurdes Rodrigues para treinar a selecção. Em três anos, seríamos imbatíveis!...

A revolução do mar...

cul10.jpg
cul22.jpg
cul33.jpg
Ilustração, 16.08.1934

Mais, muito mais do que uma "perda irrreparável" (e não foi preciso esperar muito tempo para o perceber)!...

hh3.jpg
hh6.jpg
hh5.jpg

h2.jpg
Ilustração, 16.08.1934

Espanto...

o espanto é haver quem não ame
vindo ou só passando
quem nunca ficou?

Ana Saraiva

Desastre aéreo em Braga!...

br11.jpg
br15.jpg
Ilustração, 16.07.1934

Valter Lemos já foi demitido?... (107)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 17, 2008

Improviso para antecipar o descanso...

E um dia
não terei mais palavras para dizer ou escrever
as palavras também esgotam na fonte
como tudo o que morre ou seca
sempre tive a certeza
de que só teria férias de mim
no silêncio.

Ademar
17.06.2008

Um vocábulo efémero que nem o Houaiss recolheu...

aptof.jpg
Ilustração, 16.07.1934

Exames: o senso razoável...

ex09.jpg
ex10.jpg
ex16.jpg
exfoto.jpg
exlegen.jpg

ex11.jpg

Ilustração, 01.08.1934

Morreu o pianista!...

Não voltará a debruçar-se sobre o piano, não voltarei a vê-lo num palco. Esbjörn Svensson morreu. Tinha apenas 44 anos. Não merecíamos...

Columbano...

bord22.jpg
bord11.jpg
Ilustração, 16.12.1927

Breyner+Ulrich=Portugal Ilimitado

casa112.jpg
casa12.jpg
Ilustração, 16.12.1927

"Mademoiselle Maria de Lourdes de Sá Teixeira, a primeira aviadora portuguesa"...

aviadoq.jpg
Ilustração, 01.12.1927

Um romancista promissor...

nem10.jpg
nem44.jpg
nem46.jpg
Ilustração, 01.12.2007

Capas da Ilustração... (11)

emer12.jpg
Ilustração, 01.12.1927 (Emmerico)

O "feminismo desportivo"...

op10.jpg
op11.jpg
op12.jpg
op14.jpg
Ilustração, 16.11.1927

Capas da Ilustração... (10)

2777.jpg
Ilustração, 16.11.1927

É apenas uma metáfora, senhores, é apenas uma metáfora!...

girls12.jpg
Ilustração, 01.10.1927


A propósito de uma gargalhada...

hm1.jpg
hm2.jpg
Público, 17.06.2008

Entre Helena Matos e Valter Lemos, o diabo, se for masoquista, que escolha.
Num ponto, porém, concordo com a deprimente e ressabiada cronista do Público: há patologias (ela escreve "deficiências") que não cabem na "escola inclusiva" ou que só se agravam nela, sem benefício para ninguém. Quem não percebe isto... não sei o que possa perceber...

Romances: precisa-se!...

conc10.jpg
conc11.jpg
Ilustração, 01.10.1927

O fenómeno parisense do homem-cão...

fen11.jpg
Ilustração, 01.10.1927

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

rr1.jpg
Ricardo Reis, Odes

Exames: o senso incomum...

rubem1.jpg
rubem2.jpg
Rubem Alves, Em Defesa dos Jovens

Exames: o senso comum...

exam22.jpg
examm1.jpg
Notícias Magazine, 15,06.2008

Valter Lemos já foi demitido?... (106)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 16, 2008

Saudades de Herbert Pagani (1944-1988)...


Quem quiser ouvir, que ouça!...

Improviso para natureza quase morta...

De costas
todos os machos parecem
muito menos imperfeitos
aprendi nos olhares impudicos
(os livros pecam por omissão)
que não há rabo
que as mulheres não cobicem.

Ademar
16.06.2008

Bendita pátria e abençoada igreja que tais filhos pariu!...

João Carlos Espada no seu melhor. Retirado daqui.

espp.jpg

Capas da Ilustração... (9)

adel11.jpg
Ilustração, 01.10.1927 (Maria Adelaide)

Anúncio de interesse público para senhoras que...

vog.jpg
Ilustração, 01.10.1927

Capas da Ilustração... (8)

tag.jpg
Ilustração, 16.09.1927 (José Tagarro)

Lamento, mas concordo... (2)

pr333.jpg
Rui Tavares, Público, 16.06.2008

Lamento, mas concordo... (1)

ref10.jpg
ref20.jpg
Pedro Magalhães, Público, 16.06.2008

Capas da Ilustração... (7)

cpps.jpg
Ilustração, 01.09.1927 (Jorge Barradas)

Sugestão de leitura para o Presidente da República...

papapr.jpg
Ilustração, 16.08.1927

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

43.jpg
Álvaro de Campos, Livro de Versos

Valter Lemos já foi demitido?... (105)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 15, 2008

Improviso suspenso de uma nota...

Se eu pudesse chegar a vida atrás
como nos filmes
e não tivesse passado já
o carro do lixo
se tudo fosse ainda reconstruível
ou reciclável
como antes do big bang
e se as palavras não pesassem sempre tanto
sobre a memória
atrofiando-a
nenhum fruto apodrecesse nas mãos
e todos os prazos do olhar
fossem eternos
e também as flores
e o sangue que corre delas
e ainda me tocasses
na quinta corda do violino que fui
no teu arco.

Ademar
15.06.2008

Capas da Ilustração... (6)

cao27.jpg
Ilustração, 01.08.1927

Almada Negreiros, em 1927...

act10.jpg

act12.jpg
Ilustração, 01.07.1927

Na cerimónia de inauguração de uma exposição, em Madrid. Nesta altura, Almada tinha 34 anos...

Casamento com muita história dentro...

jac111.jpg
jac22.jpg
Ilustração, 01.07.1927

Se a Assunção (Maria da Assunção Jácome Sousa Pereira de Vasconcelos) não tivesse tão prematuramente falecido, perguntar-lhe-ia (ou ao Duarte) por estes. A história civil de Braga confundiu-se muitas vezes com a história desta família...

Capas da Ilustração... (5)

alce.jpg
Ilustração, 01.07.1927 (Jorge Barradas)

Nesta convicção, acompanho Saramago...

ex.jpg
José Saramago - Público, 15.06.2008

Com...parações...

sarammmm.jpg
José Saramago - Público, 15.06.2008

Para enternecer os pensamentos...

Touros, reis e guitarradas...

cout1.jpg
cout2.jpg
cout3.jpg
cout4.jpg
João Pereira Coutinho, Expresso-Única, 13.06.2008

Leio sempre este miúdo, por duas razões: porque confunde a vida com o que lê e porque, apesar disso, não pensa, nem escreve mal de todo...
Estou farto de grunhos, à esquerda e à direita...

Idiossincrasias do Expresso...

andegue.jpg
Expresso-Única, 13.06.2008

De vez em quando (talvez, de 5 em 5 anos), o Expresso faz a capa da revista com André Gonçalves Pereira. É uma consabida atenção dos editores de circunstância (escrevi atenção e não frete!) ao patrão, Francisco Pinto Balsemão, de quem André é amigo íntimo.
O homem nunca tem nada para dizer, a não ser banalidades (profissionais e políticas) e que adora as mulheres. Desta vez, são 12 páginas de fotografias e auto-elogios. Não sei se é ironia, mas o ilustre entrevistado repete mil vezes que "não tem e nunca teve patrões".
Custa muito ganhar a vida, como jornalista, no Expresso...

O Quarto Pastorinho de Fátima desvenda aos saloios, em directo, o seu Segredo...

ns10.jpg
NS, 14.06.2008

booooob.jpg
24horas, 14.06.2008


Indiana Jokes ou os portugueses que são mesmo tão estúpidos!...

Este casal, implantado em Portugal desde 1986, também descobriu o Segredo, convertendo biblicamente em crude o vinho e o azeite alentejanos. António Barreto e Joana Pontes, na série Portugal - Um Retrato Social, já nos tinham revelado o milagre de Hans e Carrie. Agora, vem no Expresso. Maravilhados, os indígenas agradecem. Vou também dedicar-me à agricultura, porra!...

indi1.jpg
indi6.jpg
indi3.jpg
indi7.jpg
Expresso-Única, 13.06.2008


Valter Lemos já foi demitido?... (104)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 14, 2008

Debussy por David Oistrakh...

Improviso para fazer o download do dia...

Tudo bem
a vida hoje correu ao largo
não consegui os mínimos para Pequim
mas também não traí a verdade desportiva
bebi do mesmo sangue de ontem
e do mesmo vinho
e comi à mesa de todas as ilusões
servindo-me das sobras do destino
não fui à praia
nem à montanha
passeei apenas no pântano
e devo ter sido feliz
pelo menos
não me lembro de ter pensado
que amanhã poderá ser diferente.

Ademar
14.06.2008

Tributo a Guerra Junqueiro...

Li-o (devorei-o) quando era pouco mais do que adolescente. A Velhice do Padre Eterno deu um sentido ao meu anticlericalismo e como que tranquilizou o meu ateísmo. De vez em quando regresso a ele, para me rir dos altares e dos medos da infância...

junq10.jpg
Ilustração, 16.06.1935

lad20.jpg
lad500.jpg
lad501.jpg

(...)

junq15.jpg

Improviso só para chatear os europarvos...

Quando os rebanhos mandam à merda
os putativos pastores
a vida e a história
têm muito mais encanto
e o oxigénio até parece finalmente sobrar
para todos.

Ademar
14.06.2008

A propósito do NÃO dos irlandeses... Isto é do melhor da música europeia: The Dubliners (uma velha paixão minha)!...

E uns anos antes...

As mães portuguesas são o verdadeiro penhor da pátria...

ccrr10.jpg
24horas, 14.06.2008

Na semana passada, soubemos que os brincos que ela usava eram emprestados. Hoje ficamos a saber que a mocinha já não tem assento junto da putativa sogra. A União Ibérica está cada vez mais distante...


Um bom exemplo para os irlandeses!...

japon.jpg
Constituição do Japão, de 3 de Novembro de 1946

Repare-se como, depois de Hiroxima e Nagasaki, os japoneses se converteram ao pacifismo. Espero que os irlandeses tomem juízo e não nos obriguem a tanto...

Reclamo vingança!...

UE08.jpg
Expresso, 13.06.12008

Se o voto irresponsável dos irlandeses ameaça a "carreira" do nosso primeiro-ministro, eu reclamo vingança!
Eles provarão do seu próprio veneno. Enquanto não votarem SIM ao Tratado de Lisboa (e deverão ser chamados a votar as vezes que forem necessárias), nenhum português visitará a República da Irlanda. Nem Cristiano Ronaldo. Nem Durão Barroso. E muito menos a Senhora de Fátima. Guerra é guerra!...

Parabéns, Miriam!...

miria.jpg
Expresso, 13.06.2008

Fico muito feliz com esta notícia (também disponível aqui). Por ti, Miriam. E também pelo Fernando, naturalmente.

A eterna sedução do conto do vigário...

segred.jpg
Sábado, 11.06.2008

Já pensei em escrever um livro de auto-ajuda. Mentalmente, até, já está escrito. Até já tenho, para ele, um título em carteira:

aauto.jpg

Seria (posso garantir-vos) um... best-seller. Alguém quererá editá-lo?...

Vestígios da endogamia lusitana...

endog.jpg
Ilustração, 01.06.1935

Valter Lemos já foi demitido?... (103)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 13, 2008

Quem se recorda ainda de Donovan Phillips Leitch?...


Improviso em forma de post-it...

Essas botas não são para descalçar
senhora
forram o desejo
até ao mais íntimo da pele
e a memória
de todas as mãos
que ajoelharam por elas
também as minhas
senhora
também as minhas.

Ademar
13.06.2008

Ecos do grande Chelsea (de Mourinho e Scolari)...

chels10.jpg
chels11.jpg
chels12.jpg
Ilustração, 01.06.1935

Desmancha-prazeres...

irlaa.jpg

Os irlandeses são uns chatos. O melhor é fechar-lhes a porta (e a torneira) da União!...
Nunca se viu tamanha impertinência!...

Pela pátria e por penhor da raça, eles fazem tudo!...

CONDEEE.jpg
tirarrrr.jpg
Correio da Manhã, 13.06.2008

Ele faz de conta, perdão, de conde, enquanto ela diz que tira a roupinha, não se sabe bem para quê. Cheira-me a vertigem de coador...

Um inédito de Alberto Caeiro em três versões...

caeir10.jpg
caeirrro.jpg

caei112.jpg
caei113.jpg
Público, 13.06.2008

Cópia do manuscrito original e três exercícios de fixação do texto.
Confesso que nenhuma versão me satisfaz. Muito especialmente, tenho dificuldade em aceitar a versão (unânime) do último verso. Não me parece que Pessoa tenha escrito duas vezes "cousas", no último e no penúltimo verso. A repetição, aliás, empobreceria bastante o poema. A palavra final não pode ser... cousas. Reparai e comparai...

cousas.jpg

Parabéns, Henrique!...

hbn61.jpg

Quem quiser perceber, releia aqui. O Henrique faz hoje anos...

E a guerra tão próxima...

guer11.jpg
guer111.jpg
Ilustração, 01.05.1935

O jornalismo do bom sucesso...

mascimm.jpg
Ilustração, 01.05.1935

E o burro... quem é?...

deburr.jpg
Sábado, 12.06.2008

José Sócrates, "com seis anos, montado num burro, numa rua de Vilar de Maçada" (informa a legenda).
É provável que o primeiro-ministro já não se lembre do nome do burro que montava, mas eu sei.
Não, não era Scolari!...

Valter Lemos já foi demitido?... (102)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 12, 2008

Eu não acredito que este documento seja... verdadeiro!...

aeec.jpg

Garantem-me que este documento não é apócrifo. Eu não acredito (e, por isso, é que o reproduzo sem cabeçalho, para que a sua origem não seja identificável). Se fosse verdadeiro, eu diria apenas, misericordiosamente, que o seu autor está a precisar de férias. Antes que enlouqueça (ou alguém no seu lugar)...

Em tempo: a sigla (AEC) utilizada na directiva significa, suponho, "Actividades de Enriquecimento Curricular".

Duas fotos de circunstância de Salazar com Carmona...

sal222.jpg

sal20.jpg
Ilustração, 01.05.1935

Muitas vezes me pergunto o que seria hoje de Portugal (este Portugal sumamente ridículo e provinciano) se Salazar tivesse deixado descendência...
Felizmente, entreteve a castidade com Cerejeira...

O casamento antes da matança e do suicídio...

goer.jpg
Ilustração, 16.04.1935

Improviso sob a inspiração de Cole Porter...

Ninguém sabe como morro
todas as noites
quando o pensamento me foge
e não consigo mais agarrá-lo
ninguém sabe como as mãos
se misturam nas palavras e nos sons
e como trabalham diligentemente
a matéria sempre fátua da ausência
ninguém sabe como me divirto
desejando o indesejável
e morrendo assim
ou ainda vivendo.

Ademar
12.06.2008

Ev'ry Time We Say Goodbye...

Só porque hoje viajei com Ella Fitzgerald a cantar Cole Porter, Ev'ry Time We Say Goodbye não me sai do pensamento. Não resisto, por isso, a partilhá-la convosco, em quatro versões, as melhores que encontrei no You Tube...


Já que, como professor e como cidadão, ninguém me respeita e valoriza... vou comprar um camião!...

camiao.jpg

Mais vale tarde do que jamais (jamé). A conduzir um camião ou a atravessá-lo no meio da estrada, ninguém me parará, nem o Governo!...


Antes da lua de mel, elas eram todas gentis ou interessantes...

casa100.jpg
casa101.jpg
Ilustração, 16.04.1935

Dizei-me, por favor: esta é que é a namorada do mocinho?...

nib.jpg
A Bola, 12.06.2008

Mulheres, lixo e cancro da mama...

lix10.jpg
lix12.jpg
lix8.jpg
lix9.jpg

lix1.jpg
lix2.jpg
lix3.jpg
Laura Ferreira dos Santos (Público, 12.06.2008)

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

hh10.jpg
hh11.jpg
hh13.jpg
Herberto Helder, OU O POEMA CONTÍNUO

Valter Lemos já foi demitido?... (101)

val20.jpg
val21.jpg
val22.jpg
val23.jpg
val25.jpg
val26.jpg
val27.jpg
val28.jpg
Público, 01.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 11, 2008

Improviso para me interrogar...

A surpresa tem corpo e forma
de réptil
distraio os pés
e sinto logo o pântano
no interior da terra que me grita
todos os dias acrescentam indecisão
à nenhuma sabedoria do destino
em que tropeço
não sei se viva
ou se escreva
já fui menos incompatível.

Ademar
11.06.2008

Portugal, enfim, de luto!...

A notícia, terrível, terrível, terrível... está aqui. Já temo pela sobrevivência da nação...

Uma biografia muito prematura...

jss.jpg
Sábado, 11.06.2008

A Sábado antecipa hoje aquela que será a primeira biografia em livro de José Sócrates, da autoria de Eduarda Maio. Não tenho nada contra a jornalista biógrafa, mas... que mais nos irá acontecer?...

Os putos, numa versão socrática e socialeira...

Confesso-me patrioticamente esgotado. Cada vez sinto mais que Portugal não é um destino, mas, como diria Almada, uma expiação. Ser contra este governo e este Partido Socialista começa a ser já um acto de decência.

Como sempre, pago para ver...

fp20.jpg
Público, 11.06.2008

O abominável César das Neves...

abom.jpg
Público, 11.06.2008

Este rapaz tem um mérito: reúne em si muito do pior de Portugal. É quase um modelo antropológico...
Eis, afinal, a raca portuguesa, em todo o seu fulgurante esplendor!...

Disparates imperdoáveis...

barr20.jpg

Os Anos de Salazar é uma obra interessante, graficamente bem cuidada, mas... cheia de disparates. Hoje, abri ao acaso o 16º volume e esbarrei logo com este: a Barragem de Vilarinho da Furna (assim se designava, no singular, a aldeia que Jorge Dias estudou e a água submergiu) não fica localizada (como o mapa sugere) no rio Lima, mas no rio Homem e próxima da fronteira da Portela. Aliás, a Barragem de Vilarinho da Furna, ao contrário do que indicia a legenda, não aparece sequer assinalada no mapa. Estas grosseiras incorrecções dizem muito, infelizmente, sobre o rigor da obra...

barra10.jpg
barra15.jpg

Valter Lemos já foi demitido?... (100)

va22.jpg

t30.jpg
t28.jpg

t1.jpg
t12.jpg
t15.jpg
t20.jpg
t23.jpg

n11.jpg
naugs.jpg
n12.jpg
n13.jpg
n15.jpg
DN, 04.03.2008

Alguns leitores têm-me perguntado por que insisto, por que continuo, dia após dia, a exigir a demissão de Valter Lemos. Respondo: porque tenho memória e não admito canalhices políticas...
Durante cerca de seis anos, Ana Benavente foi, em nome do PS e com diferentes ministros (incluindo Augusto Santos Silva), Secretária de Estado da Educação. Para o mal e para o bem, foi uma das principais responsáveis pela política educativa do PS. António Guterres era o primeiro-ministro e Sócrates, membro do governo. Eu espero sempre que os partidos políticos, pelo menos, sejam capazes de assumir a coerência e a bondade das políticas que, no governo, desenvolvem. Durante seis anos, eu executei no terreno a política educativa do governo socialista, julgando que o PS, pelo menos, se reconhecia nela...
Valter Lemos, secretário de estado da educação de um governo ainda socialista, agora dirigido por Sócrates, considera que a política educativa de António Guterres produziu "os piores resultados escolares da Europa". A crítica atinge em cheio a honra não apenas do PS, mas do actual primeiro-ministro e do ministro dos assuntos parlamentares. É, politicamente, uma deslealdade inqualificável e uma grosseria que ofende todos aqueles que, nas escolas, têm dado a cara pelas políticas educativas dos sucessivos governos...
Num país a sério, dirigido por gente com carácter e coluna vertebral, Valter Lemos afastar-se-ia imediatamente do governo ou seria afastado. Não sucedeu uma coisa, nem outra e Valter Lemos, três meses passados, continua a exercer, tranquilamente, as suas funções, como se não pudesse ser responsabilizado pelos seus actos, ou seja, como se fosse inimputável. Só faltava mesmo sermos governados por inimputáveis!...
Eu recuso-me a aceitar este desgraçado estado de coisas e, por isso, continuarei a perguntar, todos os dias, se Valter Lemos já foi demitido. Eu não sou cúmplice...

junho 10, 2008

Para adormecer cerejas...

Improviso junto ao cais...

Na fronteira das lágrimas
a mais próxima do medo
não me perdi das tuas mãos
nem as tuas mãos me perderam
que sempre a água tece
o que a terra decompõe.

Ademar
10.06.2008

À falta de melhor, eu, no lugar de Cavaco, não hesitaria: condecorava-os a todos!...

10de.jpg
Público, 10.06.2008

Que importa que tenham nascido ou não em Portugal e que saibam ou não cantar o hino? Se não são todos portugueses (o que ainda está por demonstrar), podiam sê-lo...

As coisas extraordinárias que estamos sempre a descobrir...

identitt.jpg
Público, 10.06.2008

Confesso que nunca me tinha ocorrido: que "nascer no país" fosse um factor (importante) de identidade nacional...

Ainda a propósito do 10 de Junho: a evidência da raca...

raca11.jpg
Ilustração, 16.04.1935

Este é, seguramente, um dos portugueses mais antigos que se conhece. E a prova definitiva de que o Presidente da República tem razão...

Ainda a propósito do Dia da Raca: quem será capaz de identificar o autor deste manuscrito?...

aza.jpg

O poeta que cantou a raca...

cammm.jpg
Ilustração, 16.06.1935

10 de Junho como dia da raca...

raca.jpg
Público, 10.06.2008

Quando vejo o cortejo de condecorados do 10 de Junho (o acto político mais falhado do estado dito democrático), sinto-me tentado a concordar com o Presidente: pode não ser o dia da raca, mas será, certamente, com cedilha ou sem ela, o dia da barraca...

A mão (de Sócrates) que embala o berço...

scolll.jpg
Público, 10.06.2008

Se isto é verdade, uma vez mais se confirma que Sócrates vê mais longe com dois olhos do que todos os outros... com três.
Espero, entretanto, que nenhum ministro, seguindo o pedagógico exemplo de Scolari, se lembre de ir ao focinho do primeiro-ministro...
Eu também me sentiria na obrigação de desculpá-lo...

Uma obsessão com 50 anos chamada... Vertigo...

Comecei o dia a passear os olhos por S.Francisco, digo, a rever Vertigo (1958), de Alfred Hitchcock, embalado, sempre, pela música de Bernard Hermann. Filme de poucas palavras, como a vida de tudo o que é anterior às palavras ou está muito para além delas. Vertigo dispensa adjectivos e outras banalidades...
Abençoado restauro de Robert Harris e James Katzos!...

A proverbial assinatura de Alfred Hitchcock...

Valter Lemos já foi demitido?... (99)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 09, 2008

Agradecimento...

ainda hoje hei-de voltar
se não for pelo mar
é num fio de corda
na voz travada
neste dia que agora
faço meu
agradeço aos teus poetas
todos os azuis
todos os nomes
para te poder chamar
pudesses tu acreditar assim
em mim

Ana Saraiva

Miss Eurocopa...

euro.jpg

Um jornal espanhol anda a publicar fotografias de... adeptas do Euro. Aqui, presumo que é uma adepta holandesa, rodeada de... caveiras (suponho que italianas). Três caveiras: provavelmente, uma por cada golo consentido hoje pela (invencível) squadra azzurra...

Improviso intemporal...

Nenhuma árvore resume
os benefícios da civilização
nem o plátano de Handel
em ombra ma fù
não há voz que nos agarre
quando falha o tronco ou a imortalidade
e tudo no pensamento parece perfeito
o arco-íris súbito nas cores do horizonte
e as mãos que prolongam ainda a avidez
nas palavras que comem a noite
nenhum poema honesto
dir-te-á menos do que isto.

Ademar
09.06.2008

É apenas mais uma balada, senhora!...

Pedagogia do sofrimento...

sofr.jpg
Ilustração, 01.04.1935

Anúncio de interesse público para candidatas...

cand12.jpg
Ilustração, 01.04.1935

Anúncio de interesse público para peticionistas que padecem do fastio da ortografia...

or.jpg
Ilustração, 16.03.1935

Quem reconhece?...

grt.jpg
Ilustração, 16.03.1935

Começou a diminuir-se depois de ter conhecido António Guterres...

ange10.jpg
Pública, 08.06.2008

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

cri.jpg
Gonçalo M. Tavares, 1

A César o que é de César...

antvv.jpg
Expresso, 07.06.2008

República, socialismo e laicidade...


Valter Lemos já foi demitido?... (98)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 08, 2008

A rapidinha mais longa da criação...

Improviso para explicar Alberto Pimenta aos indígenas...

A existência da maior parte dos filhos da puta
prova apenas
que o verdadeiro problema
não está nas putas
nem necessariamente na descendência delas
tenho mesmo por amplamente demonstrado
que todas as mulheres são respeitáveis
mesmo quando se deixam emprenhar
pelos pais dos filhos da puta
a investigação académica concluiu
(e as universidades
sabem muito bem do que falam)
que o problema dos filhos da puta
não está nas putas
mas a montante delas
ou seja
nos espermatozóides
que carimbam sempre o destino da descendência.

Ademar
08.06.2008

Por que não experimenta com outro homem ou aprende a usar melhor as mãos, como sugere a concorrência?...

qu.jpg
24horas, 08.06.2008

nod10.jpg
nod11.jpg
Pública, 08.06.2008

Alegrai-vos, portugueses! Afinal, os brincos que ela usa... foi ele que lhos emprestou!...

mamm.jpg
24horas, 08.06.2008

Para a Irene...

encontraram-se os poetas
passava o sol pela tarde
e a tarde pelo tempo
fez-se noite
de muitos luares
de muitas línguas
é bela a geografia
interrompo
(poeticamente)
para se ouvir o silêncio peculiar
dos pés descalços dos romanos
e do pousar das armas, devagar

Ana Saraiva

Um secretário de estado simplesmente risível...

v.jpg
v2.jpg
Público, 08.06.2008

Há uma coisa que eu admiro em Valter Lemos: a lata. Ele tem lata para dar e vender...

Valter Lemos já foi demitido?... (97)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

Os espanhóis adoram a selecção... portuguesa...

Me gustó Portugal. Cuando comprobó que la suerte (un gol mal anulado, como demostró una inobjetable repetición cenital de la ZDF, más dos tiros al palo) estaba retrasando su victoria, se fue al ataque con verdadera rabia. Y llegó el golazo de Pepe. Lástima que entonces Felipao mandó parar, desarmó el ataque y les dedicó a contener. Pero hay que tener en cuenta a Portugal, que tiene jugadores, funcionamiento y cuajo. Ayer lo vimos, hoy lo volveremos a ver: hay equipos que no tienen nada, y hay otros que tienen algo. Yo creo que el nuestro es de los que tienen algo. Pero Portugal tiene mucho.
As (Alfredo Relaño)

junho 07, 2008

Improviso contrastante...

O ópio tem a forma de uma lua
que não dorme
a alegria é pouca coisa
uma rua que ainda grita
na noite suspensa
dos títulos da insónia.

Ademar
07.06.2008

Nascido também a 9 de Dezembro...

malk.jpg
Expresso-Única, 07.05.2008

Há poucos actores com quem eu gostaria de privar. John Malkovich é um deles. Por todas as personagens que já representou e pelos filmes que fez. E por ter também, como eu (e, já agora, como a Ana Saraiva, que habita poeticamente este blogue) nascido a 9 de Dezembro, ainda que um ano depois...

Mais um professor que se recusa a fazer milagres!...

bimbu.jpg
24horas, 07.06.2008

Uma adepta da selecção que gosta que lhe apitem pela frente e que lhe mostrem o cartão vermelho por trás...

cartv3.jpg

cartv6.jpg

cartv1.jpg
24horas, 07.06.2008

O António Marinho, a Faculdade de Direito de Coimbra, os fascistas arrependidos de toga e de beca e o mais que ambos sabemos...

ma16.jpg
ma10.jpg
(...)
ma11.jpg
(...)
ma12.jpg
ma14.jpg
Expresso, 07.06.2008

Estas declarações do António Marinho sobre Júdice e os juízes dos tribunais plenários fizeram-me recuar na memória 33 anos. Em 1974/1975, a Faculdade de Direito de Coimbra (que ainda frequentávamos) teve que se confrontar, politicamente, com o espelho. E, como outras, acabou por entregar aos alunos a responsabilidade da higiene, naquela altura, também designada por... saneamento. O grosso do trabalho, confesso, foi feito por mim e ainda hoje guardo, religiosamente, cópias de toda a documentação reunida (que nunca usei, depois, para quaisquer outros fins e que, aliás, não consulto desde essa época). Foi uma tarefa delicadíssima, que procurei levar a cabo com o máximo de honestidade política, institucional e pessoal. E orgulho-me de, em condições que não favoreciam a racionalidade, ter conseguido poupar à humilhação do saneamento professores e colegas suspeitos de comprometimento com o fascismo que o rebanho, selvaticamente, pretendia defenestrar. Notem os mais desatentos ou menos informados que fora da Faculdade de Direito de Coimbra que saíra Salazar, para governar o país durante quase 40 anos...
A maior parte da documentação reunida para efeitos de saneamento provinha da Comissão de Extinção da PIDE/DGS. Por ela fiquei a saber, por exemplo, que professores e alunos da Faculdade tinham sido... informadores ou colaboradores da polícia política. Apesar de não consultar a documentação há mais de 30 anos, lembro-me ainda de muitos nomes. O nojo e a ética impediram-me até hoje de os revelar. Alguns ainda estão vivos e têm nome na praça. Para mim, porém, não passam de escória social: gente muito pequena que, para singrar na carreira e na vida, não hesitava em denunciar o amigo, o colega ou o aluno, atirando-o às feras (e, muitas vezes, para a prisão). O António Marinho, apesar de não ter feito parte da comissão de saneamento, sabe muito bem a que crápulas me refiro, até porque também foi vítima deles.
Digo isto para que se entenda por que tenho tão pouco respeito por alguma gente que ainda vai por aí, na vida política e fora dela, arrotando importância e estatuto. E para que se entenda também por que, apesar de algumas divergências, continuo a ser amigo do Marinho. Há quase quarenta anos que partilhamos o mesmo destino... e que continuamos, orgulhosamente, a dar a cara pelos mesmos ideais...
Ninguém nos comprou, ninguém nos calará...

Penteados, chicotadas e obesidades inquietantes...

mun10.jpg
mund15.jpg
mun12.jpg
Ilustração, 01.03.1935

Duas obras de Maurizio Cattelan para, simbolicamente, anotar a abertura do Euro 2008...

maur1.jpg

maur2.jpg

Anúncio de interesse público para senhoras que compitam...

triu.jpg
Ilustração, 01.03.1935

Valter Lemos já foi demitido?... (96)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 06, 2008

Rodapé...

era um homem, um homem
desapareceu no metro
depois de encontrado
é distinto
de olhos curiosos
sérios
despudorados
falou um dia a minha língua
em cabo-verde
é misturado
procura-se

Ana Saraiva

Improviso no pretérito mais-do-que-imperfeito...

Há noites em que me pesa ainda mais
a memória das palavras
e fico enredado nelas
como numa espécie de novelo de mim
sigo então a pista do último gato
que molhou as patas no sangue
dos meus dedos feridos
e ponho-me novamente à escuta do universo
atrás do silêncio.

Ademar
06.06.2008

O casamento como vocação natural da mulher...

casam12.jpg
casam111.jpg
(...)
casam14.jpg
Ilustração, 16.02.1935 (Maria de Eça)

Memória da guilhotina...

guilh13.jpg
guilh1.jpg
guilh10.jpg
Ilustração, 01.02.1935

Anúncio de interesse público para senhoras que tenham nascido antes de 1968...

agtok.jpg
Ilustração, 01.02.1935

As coisas que só o próprio sabia...

gou.jpg
Sábado, 05.06.2008

Sinto-me agora bastante mais culto. Mas... quem é este palhaço, que não gosta de ler poesia e só ele, exactamente só ele, sabe o que é (sexualmente falando)?...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

brecht1.jpg
Bertolt Brecht, Poemas e Canções

"Grandeza e decadência do foot-ball português"...

foot20.jpg
foot21.jpg
foot22.jpg
foot23.jpg
foot25.jpg
Ilustração, 16.01.1935 (artigo de Salazar Carreira)

Valter Lemos já foi demitido?... (95)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 05, 2008

Uma Bachiana, para fechar o dia...

Improviso para convocar Hervé Pierra...

Em sete dias se cria o universo
e em seis apenas se morre
Hervé
os teus olhos ainda abertos
rasgarão o futuro
e talvez sonhes ainda sonhes
humanidades paliativas.

Ademar
05.06.2008

hervep.jpg

Será que as mulheres já aprenderam a ler romances?!...

rom11.jpg
(...)
rom12.jpg
Ilustração, 16.01.1935

Na hora da derrocada, Coimbra tem sempre mais encanto...

coimbra12.jpg
coimbra10.jpg
coimbra15.jpg
(...)
coimbra17.jpg
(...)
coimbra11.jpg
Ilustração, 16.01.1935

Um jargão meritíssimo...

Desde os tempos em que, abençoadamente, deixei de frequentar os tribunais que não ouvia a expressão "meritíssimo juiz". Voltei a ouvi-la há pouco, num jornal televisivo, da boca de um causídico, a propósito não sei de que processo ou julgamento. Levantei os olhos do jornal que, distraidamente, folheava e comecei a pensar no país, neste país de estátuas de sal chamado Portugal. Há muitos anos também eu dizia, por imperativo profissional, "meritíssimo juiz". E corava de vergonha, sentindo-me o mais pateta dos serventuários da justiça. Extraordinário, como, em certas áreas, tão pouco muda em Portugal. Passam os anos, passam as décadas, passam os séculos... e os portugueses continuam, impavidamente, a papaguear "merítissimo juiz", "excelentíssimo senhor", "sua excelência reverendíssima", "senhor doutor", etc e tal...
A linguagem da subserviência e da hipocrisia é, seguramente, um dos traços distintivos da arte de ser português...

Desde que comecei a ver este anúncio que só me apetece... adoecer...

hosp.jpg

Gosto de ser desejado, gosto que me convidem. Mas terei mesmo de adoecer?...

Deputados biscateiros...

Concordo inteiramente com o que Ana Gomes diz aqui. Se representar o povo é tão pouca coisa, o povo que liberte, de vez, estes deputados. Eu não aceito ser representado por biscateiros...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

cruzeir.jpg
Cruzeiro Seixas, Viagem sem Regresso

Anúncio de interesse público para senhoras que não queiram escurecer...

braannc.jpg
Ilustração, 16.01.1935

Figuras, figurinhas e figurões da literatura pátria...

fig10.jpg
fig12.jpg
fig14.jpg
fig15.jpg
Ilustração, 16.01.1935

Valter Lemos já foi demitido?... (94)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 04, 2008

Improviso humilíssimo...

Quase tudo se depura
na experiência da dúvida
o adjectivo
o advérbio
a frase
a pontuação
o pensamento
até o corpo
até as mãos
até o olhar
até a memória
até a saudade
a sabedoria emagrece-nos
de convicções e de certezas
e de paixões
mas nenhuma autoridade
tomará o lugar
da única e exacta circunstância em que cabemos
desde a origem
a nossa própria verdade.

Ademar
04.06.2008

Quatro catedráticos de direito, quatro!...

Pinto da Costa garantiu hoje na SIC que está tranquilo, porque tem pareceres favoráveis de 4 catedráticos de direito, quatro!
A ingenuidade de Pinto da Costa chega a ser pungente. Ele ainda não percebeu que os pareceres dos quatro catedráticos (até poderiam ser quarenta) não valem, para a UEFA, nem um chavo.
Os pareceres não alteram a notícia dos factos. E são os factos que chegaram ao conhecimento da UEFA que condenam o FCP. A não ser que mude, radicalmente, a notícia dos factos, a sanção da UEFA manter-se-á.
Alguma alma caridosa que explique a Pinto da Costa a diferença entre matéria-de-facto e matéria-de-direito...

Felizes tempos aqueles em que, nas casas portuguesas, só entravam livros morais...

alman.jpg
Ilustração, 01.01.1935

Dantes as mulheres não falavam calão...

mtttti.jpg
mfooo.jpg

m10.jpg
m11.jpg

m12.jpg
m14.jpg
Ilustração, 01.01.1935

Texto, parcialmente reproduzido, da autoria de Mercedes Blasco.

Anúncio de interesse público para senhoras que desejem ter uma tez encantadora...

tok.jpg
Ilustração, 01.01.1935

Burrices à moda do Porto...

jnpc11.jpg

Confirmou-se o que se esperava: a UEFA decidiu hoje, em 1ª instância, não aceitar a inscrição do F.C. Porto na próxima na edição da Liga dos Campeões (e está para mim absolutamente claro que a decisão é definitiva). Lamento o facto, apenas, por razões familiares: os meus três filhos são, todos eles, adeptos do FCP. Tirando isso, acho que é uma boa lição. O futebol em Portugal é uma enorme mentira, alimentada por pacóvios. Basta ver quem dirige (e como são dirigidos) os principais clubes, as associações, a Liga e a Federação...
Eu conheço o suficiente do país em que nasci e vivo para saber (não preciso de apitos dourados) que o futebol profissional é um lugar de encontro do pior que existe em Portugal: o novo-riquismo, a chico-espertice, a corrupção, o oportunismo, a promiscuidade entre o público e o privado, a venalidade, a aldrabice, etc, etc, etc...
Neste campeonato de misérias, não sei, francamente, onde está a virtude e quem a possa protagonizar. O FCP não é pior, nem melhor do que o SLB ou o SCP. Agiu sempre como todos os demais: convenceu-se apenas, nos últimos anos, de que era mais impune. O sucesso em doses excessivas favorece a cegueira e o autismo. Os resultados estão à vista...
Claro que o embuste prosseguirá. Durante uns dias, assistiremos ao jogo da vitimização, em que os portugueses, em geral, são especialistas (e em que Pinto da Costa sempre foi mestre). E ouviremos muitos juristas encartados à moda da Ribeira falar de recursos, injustiças e retroactividades, como se a UEFA, com esta decisão, tivesse cometido a mais grosseira e abjecta das ilegalidades. E as hordas do costume sairão às ruas para, diante das câmaras das televisões, vingar a honra ofendida das virgens também do costume...
E mais selecção, menos selecção, mais Cristiano Ronaldo, menos Cristiano Ronaldo, mais Mourinho, menos Mourinho, teremos conversa futeboleira para todo o verão. Sócrates, entretanto, pode ir de férias, que o país até agradece...

A caminho da mitificação?...

ob.jpg

Evadiu-se de Robben Island para dizer aos americanos que também tinha um sonho. E foi ouvido...
Até quando?...

Portugal virou atracção (perdão: atração)...

Para que ninguém censure o meu défice de patriotismo futebolístico, aqui vai uma reportagem transatlântica sobre o extraordinário treino de ontem da selecção...

Capas da Ilustração... (7)

antsoa.jpg
Ilustração, 01.08.1928 (António Soares)

Capas da Ilustração... (6)

cao23.jpg
Ilustração, 16.07.1928 (Jorge Barradas)

Valter Lemos já foi demitido?... (93)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 03, 2008

Tento sempre abstrair dos pés...

A admirável geração Y...

y.jpg
Journal de Québec, 22.01.2008

Improviso irlandês...

Há palavras que sofrem a ironia
senhora
talvez por excesso de delicadeza
à flor do étimo
palavras frágeis indefesas
e que nunca viram a cara
em nenhuma taberna
a nenhuma ofensa
como se todas as agressões
fossem cordas de uma harpa andarilha
que o último bardo irlandês
tivesse abandonado na soleira da porta
do poema que não chegou a abrir.

Ademar
03.06.2008

Anúncio de interesse público para senhoras que aspirem à temperatura suave da Primavera no rigor do Inverno...

cal.jpg
Ilustração, 16.12.1928

E hoje... quem seriam, para Almada, os Dantas?!...

dantas1.jpg
dantas2.jpg
Ilustração, 01.12.1928

mniif11.jpg
manifest111.jpg
(...)

Almada Negreiros, Obras Completas - Textos de Intervenção

Nesta altura, os censores ainda deixavam publicar... nus...

nu.jpg
Ilustração, 01.12.1928 (Francisco Santos)

Anúncio de interesse público para senhoras que sofram do mal próprio da mulher...

veran.jpg

vero2.jpg

Ilustração, 01.12.1928

A permanente conspiração do eduquês (e, talvez mesmo, da pedagogia)...

crian11.jpg
crian12.jpg
Público, 03.06.2008

O título, obviamente, é irónico.
Quase tanto como a designação utilizada para distinguir a nova cultura...

Entre o Largo do Pelourinho e a Rua do Alecrim...

telef10.jpg
telef15.jpg
(...)
tele1.jpg
tele2.jpg
Ilustração, 16.11.1928

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

atras.jpg
Gonçalo M. Tavares, 1

Capas da Ilustração... (5)

capppp.jpg
Ilustração, 16.10.1928

Valter Lemos já foi demitido?... (92)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 02, 2008

E Jeanne Moreau, finalmente, para adormecer...

E assim se entra pela noite...

Improviso sobre "A Invenção do Dia Claro", de Almada Negreiros...

Entrei hoje contigo Almada na livraria
e pus-me também a contar os livros
que há para ler
e os anos que terei de vida
claro que tinhas razão Mestre
os anos não chegam
nem para metade da livraria
deve certamente haver outras maneiras
de a gente se salvar
senão estamos fodidos
muito mal fodidos
tu não escreveste assim naturalmente
porque no tempo em que frequentavas livrarias
ainda não se tinham inventado os advérbios de modo
de foder
os melhores leitores perdiam-se sempre
no exercicio solitário da luxúria
no entanto
partilho ainda o teu olhar
as pessoas que entravam connosco na livraria
estavam todas muito bem vestidas
de quem precisa salvar-se
e aspiravam simplesmente a encontrar
uma vida um livro que pudessem imitar
eles também não sabiam
que quando nascemos
as frases que hão-de salvar a humanidade
já estavam todas escritas
só faltava mesmo uma coisa
salvar a humanidade
e perdermo-nos com ela.

Ademar
02.06.2008

Rastos...

leio no meu corpo o teu olhar
o amor não é, se fosse,
algo melhor
mais perfeito
mais uma qualidade
mais uma soma de ideais
mais um requisito preenchido
o santo graal é apenas um cálice
e os lábios de Jesus
empalidecem eternamente
o amor é, se fosse,
aquele que volta sempre
para fazer uma última pergunta
a arte da ressureição
inacabada

Ana Saraiva

Um filme mais que recomendo...

De Opening Night (Noite de Estreia) só me apetece dizer que é tão real e tão fulgurantemente poético que até chega a doer. John Cassavetes é um dos inventores do cinema como sétima arte...

O poema que partilharei hoje com os meus alunos...

antgge.jpg

António Gedeão, Obra Poética

Valter Lemos já foi demitido?... (91)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

junho 01, 2008

Improviso para desconversar...

Jogaria às cerejas senhora
se o prémio fosse o próprio bolo
e não apenas a bandeira
ou o caroço no topo dele
já não tenho olhos
para notas de rodapé
e fetiches
não compro nos saldos
nem peço de empréstimo a Paulo Coelho
alfaiate de meninas.

Ademar
01.06.2008

Também ofereço Bob Dylan, para que ninguém duvide do meu patriotismo...

Anúncios de interesse público para cavalheiros livres e muito cultos...

anjn3.jpg
JN, 01.06.2008

Anúncios de interesse público para senhoras que aspirem a um relacionamento muito sério e honesto...

anjn1.jpg
anjn2.jpg
JN, 01.06.2008

Quinto segredo de Fátima...

5.jpg
JN, 01.06.2008

Quem é o garante é... Manuel Cruz, músico e ilustrador. Suponho que terá tido uma revelação...

Imagens que dispensam palavras...

sixatex24.jpg
24horas, 01.06.2008

siz1.jpg
siza1.jpg
siza7.jpg
siza9.jpg
siza4.jpg
siza3.jpg
siza2.jpg

sixatextp.jpg
Público, 01.06.2008

As imagens da nova obra de Siza poderão ser encontradas no excelente site da Fundação Iberê Camargo.

Hoje comecei a sentir uma terrível ansiedade...

selec.jpg
24horas, 01.06.2008

Haverá ainda alguma coisa sobre a selecção de futebol e os seus heróis e os seus adeptos que eu ignore?... Tropeço todos os dias nesta pergunta insolente. E quase desespero...

Para afixar onde quiser...

gamado.jpg

Não costumo associar-me a campanhas, mas hoje abro uma excepção, para divulgar este dístico, que um amigo me enviou...

Alguém que me ajude a descobrir onde poderá ser encontrado este filme...

inf2twxt.jpg
inffoto.jpg
infaaa.jpg

inftexto.jpg
inf3.jpg
inflegg.jpg
Ilustração, 01.05.1928

Quem não gostaria, hoje, de ver este filme? Com que título (Justiça? Capas Negras?) terá passado aos ecrãs? Haverá uma cópia dele em Portugal? Consultei o site da Cinemateca (que nunca visitara) e fiquei absolutamente escandalizado com a pobreza do conteúdo e da informação disponibilizada. No mínimo, esperar-se-ia que estivesse acessível o catálogo do acervo da Cinemateca. Nada. Será um segredo de estado? Não há apreço intelectual pelo director da Cinemateca que resista a estas desilusões.
Se alguém tiver informações sobre este filme, solicito que as partilhe...

Emagreça definitivamente!...

45a.jpg
45b.jpg
45c.jpg
45d.jpg
24horas, 31.05.2008

Poderá parecer publicidade, mas não é (de resto, nem está identificada como tal). É "informação" (diz-se), em "reportagem real". Logo, o Código da Publicidade não se aplica a isto.
Também não conheço nenhum adjectivo que seja apropriado para qualificar isto. Eu ainda tenho algum respeito pelos adjectivos...

Valter Lemos já foi demitido?... (90)

seccccc.jpg
Público, 01.03.2008

Quando um secretário de estado censura, publicamente, a actuação política (ainda que no passado próximo) de um colega ministro... que deverá fazer um primeiro-ministro (mais a mais, quando ele próprio fazia parte também do governo censurado)?

Duas hipóteses.

Hipótese 1
Cruza os braços e assobia para o ar, fingindo que não é nada com ele ou que ninguém percebeu.

Hipótese 2
Dispensa liminarmente os serviços do secretário de estado, ainda que ele possa ser seu amigo.

Um primeiro-ministro que assobie, covardemente, para o ar e faça de conta... só poderá merecer o desprezo do país...

Um primeiro-ministro que afirme a sua autoridade... merecerá, pelo menos, o respeito dos seus ministros.

Chegou a hora de José Sócrates mostrar o que vale como primeiro-ministro.

O violino, claro, também pode servir para isto e não apenas para tocar Chopin!...

Deixe ficar uma moeda, por favor!...