" /> abnoxio: junho 2007 Archives

« maio 2007 | Main | julho 2007 »

junho 30, 2007

O parto mais demorado...

museu10.jpg
Público, 30.06.2007

Foi ontem inaugurado, finalmente, o Museu Regional de Arqueologia D.Diogo de Sousa, em Braga. No site do Museu ainda hoje pode ler-se: "O Museu está encerrado ao público, prevendo-se a sua abertura no último trimestre de 2004." Na verdade, era assim há mais de... 17 anos...
Fico feliz por todos os amigos que, contra ventos e marés, ao longo de muitos anos, se bateram pelo Museu e pela salvação e dignificação do seu espólio. E, muito especialmente... parabéns, Isabel!

junho 29, 2007

Improviso concelebrante...

Há pensamentos vedados à palavra
talvez por isso tu fales tão pouco
pensamentos em que intimamente tropeçamos
que nos baralham por dentro e por fora
pensamentos nus porventura indecentes
ainda que em corpo ausente
essa ideia talvez tardia de uma outra família
que não passeie numa caixa de madeira
uma família profana
gente que simplesmente reúne e brinca
e celebra a vida reinventando novos altares
como ela merece ser celebrada.

Ademar
29.06.2007

«Um dia, Deus nosso Senhor vai levar Fidel Castro embora», disse Bush...

bushefidel.jpg
http://www.agencianova.com/data/fotos2/40425_imperialismo.JPG

Eu não sabia que o presidente dos EUA reconhecia a deus, um deus qualquer, um poder superior ao seu (dele). Mas a verdade é que a história não mente: apesar de todos os esforços da CIA e organizações congéneres, em quase cinquenta anos, Fidel ainda está vivo. De facto, na peculiar óptica de Bush, só deus pode acabar com ele...

A higiene do riso...

inimigo.jpg
Público, 29.06.2007

Rio todas as sextas-feiras com o Inimigo Público, o suplemento humorístico do Público. Não conheço melhor terapia para esta condição (por vezes, tão deprimente) de ser português. Felizmente, o governo não controla o Inimigo Público. Senão... já teria sido encerrado...

Duas notícias: uma dúvida...

vieira1.jpg
Público, 29.06.2007

vieira.jpg
24horas, 29.06.2007

Se é verdade que um médico afixou no Centro de Saúde um cartaz em que se podia ler "ESTÁ NUM SAP, CORRE PERIGO DE VIDA. FAÇA COMO O MINISTRO DA SAÚDE. FUJA!", e a Directora do Centro pactuou com a afixação e não mandou imediatamente retirar o cartaz, o Ministro da Saúde fez o que qualquer pessoa no seu lugar faria. Os utentes de um Centro de Saúde não podem ser confrontados com mensagens deste tipo, por mais engraçadas que pareçam ou possam parecer. Já basta o que basta!...

Governo coloca Vieira (do Minho) no mapa!...

A maioria dos portugueses, provavelmente, nunca ouvira falar de Vieira do Minho. Já lá vai. A Directora Regional de Educação do Norte, que teria mandado regressar à sacristia o padre que preside aos destinos do município, e agora o Ministro da Saúde, que exonerou a directora do Centro de Saúde local por causa de um cartaz, colocaram finalmente Vieira no mapa. Aqui têm a prova...

mapa.jpg

Escolas...

A professora, primária, do meu filho Henrique (9 anos) "convocou" os pais para hoje, entre as 10:00 e as 12:00 horas. O director de turma do meu filho Francisco (14 anos) "convocou" os pais para hoje, às 15:00 horas. As escolas e os professores continuam a partir do sacrossanto princípio de que os pais não trabalham... ou, se trabalham, podem faltar livremente. Depois, as escolas e os professores queixam-se de que os pais não aparecem...

E foi assim que tudo começou...

post.jpg

Este foi o primeiro post. Já passaram quase três anos...

junho 28, 2007

Improviso redundante...

Como dizer
que já não há portas fechadas?
que tudo afinal é tão simples e tão previsivel
como ficares simplesmente?

Ademar
28.06.2007

Improviso em forma de recolhimento...

Casas que sofrem de ausências
lugares quase abandonados
acendo a luz e vejo apenas as sombras
cadeiras que dialogam o silêncio
sobram os chinelos e as almofadas
e um vago rasto de intermitências
o palco convida à presença dos actores
e há papéis invertidos
a espera que deixou de ser feminina
a incerteza
a teimosia
a intranquilidade.

Ademar
28.06.2007

Como se solta a... franga?!...

franga.jpg
24horas, 28.06.2007

Quando folheio os tablóides, sinto-me uma espécie de marciano. Não sei de nada, não conheço ninguém. É o que dá não ver televisão ou só ver as notícias. As "celebridades" escapam-me. Os programas que entretêm o povo, também. Hoje, ao folhear o 24horas, esbarrei neste título e fiquei a pensar: a mocinha irá mesmo soltar a... franga?... E o que é que isso significa?...

Eles querem matar-me à gargalhada!...

multiusos1.jpg

Foi hoje inaugurado, com pompa e circunstância, o pavilhão multiusos de Gondomar, obra assinada por Siza Vieira. Estranhei, de início, a presença avalizadora (e, politicamente, misericordiosa) do Ministro das Finanças. Percebi depois, quando ouvi o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, dirigindo-se a Teixeira dos Santos, elogiar o Governo e quando ouvi Teixeira dos Santos, dirigindo-se ao ilustre autarca, elogiar o empreendedorismo (ou lá como se diz) do Senhor Major Valentim Loureiro. Comecei a rir, a rir, a rir...
Os políticos deste país ainda me matam à gargalhada!...

A sorte viajou de autocarro...

comaalc.jpg
JN, 28.06.2007

Coma alcoólico ou cama alcoólica? Este motorista devia conduzir deitado...

Desagregações...

salda.jpg
24horas, 28.06.2007

Acontece aos melhores e aos piores, também...
Registo o comentário fleumático (diria mesmo, socrático) de Saldanha Sanches, reproduzido na edição de hoje do 24horas: "As universidades são um pouco como clubes: se nos querem lá, estamos; se não querem, não estamos."
Ainda bem que Saldanha não exige que a desagregação seja apensa ao Apito Dourado!...

Mais uma bizarria ministerial...

not.jpg
Público, 28.06.2007

Os pais que protestam têm razão. Se uma questão do exame era irrespondível e foi, por isso, anulada, não faz nenhum sentido que os alunos sejam penalizados por um erro que não lhes é imputável e que não lhes seja atribuída, na íntegra, a pontuação correspondente à referida questão. A majoração decidida pelo Ministério conduz a um desfecho que fere a lógica mais elementar: a questão a que os examinandos não puderam, por falta de dados, responder, não valerá para todos o mesmo. O erro grosseiro do Ministério será, proporcionalmente, pago pelos examinandos. Desconfio que ainda vai correr muita tinta sobre mais esta bizarria ministerial...

Assessores linguarudos...

Eu julgava que os assessores do Presidente da República assumiam, naturalmente, o compromisso de ouvir, aconselhar e calar. Pelos vistos, não é assim: há ex-assessores que adoram dar com a língua nos dentes e até publicam em livro informações que, supostamente, deveriam manter sob reserva. A ética, já se percebeu, não é o forte dos portugueses, muito especialmente, dos jornalistas ou jornaleiros...

junho 27, 2007

Improviso gramaticável...

Na portagem do tempo
não há sentidos ocultos
ficar e voltar
podem ser apenas futuros imperfeitos.

Ademar
27.06.2007

Improviso para rever o código penal...

Toda a liberdade é condicional
mesmo depois de cumpridos dois terços da pena
o pensamento é uma cela sem portas
e sem grades.

Ademar
27.06.2007

Improviso quase geográfico...

Todas as ilhas já foram desertos
não há poder de milagre que a água desconheça
um gole de ti
e o verde acontece
a essa ilha
sei apenas que ainda ninguém chegou
o quarto quase escuro da infância
uma espécie talvez de cela antiga
iluminada a medos e assombrações

ninguém te diz que és uma merda

onde tudo obedece ao silêncio das tuas mãos
e ao cansaço
nenhuma ilha é eterna
nenhum deserto.

Ademar
27.06.2007

Referendo europeu? Não, obrigado!...

Em mais de 20 anos, os eleitos do povo português sempre entenderam que a Europa só se decidia e votava no parlamento. A adesão de Portugal às Comunidades, o Tratado da União Europeia, a Moeda Única... tudo foi resolvido, na intimidade, entre as direcções de circunstância do PS e do PSD. Por que há quem queira agora chamar os portugueses a referendar uma coisinha em forma de tratado que, previsivelmente, no essencial, vai deixar tudo como está?... Eu dispenso a tardia generosidade. Guarde-se o referendo para quando valer a pena...

Interlúdio musical, para descomprimir do país...


Sakamoto.

Críticos...

critica.jpg
Público, 27.06.2007

Sempre tive muito pouco apreço intelectual pelos críticos (não confundir com os estudiosos ou os historiadores) de arte. Costumo dizer: cresçam e apareçam! Ou seja, façam melhor! O problema é que, em geral, os críticos não são artistas: raramente passam de juízes ou julgadores da arte dos outros. Mais ou menos mediúnicos. Iluminados. Eles até sabem como devia fazer-se, mas não fazem (simplesmente, porque não saberiam fazer). Como ratazanas, esgaravatam o lixo, à procura de evidências putrefactas. O crítico pretende-se tanto mais conceituado quanto diz mal. Bem... dizem os divulgadores promocionais. Crítico que não diz mal... errou a vocação e trai os leitores ou os ouvintes. Porque toda a gente espera do crítico o azorrague, o bota-abaixo. É a vingança, o ajuste de contas da inveja dos que não foram tocados...
A arte é uma indizível expressão da criatividade humana. A crítica, quase sempre, um vómito de frustrações. Diana Ferreira é "crítica musical" do Público e, apesar da sua juventude e da sua formação, escreve com severidade. E a convicção do dogma. Eu leio-a com bonomia. E divirto-me imenso. Devo-lhe infindas gargalhadas. Imagino-a sempre a compor e a interpretar. E a ser objecto da mesma ferocidade dos críticos, hoje, seus camaradas e concorrentes...
Nesse dia, porque é uma rapariga inteligente, ela perceberia...

Flexi...quê?...

traba.jpg
DN, 27.06.2007

Da insegurança nasce a luz?... Como dizia Bertolt Brecht (traduzido por Paulo Quintela), "se o dinheiro não se herda,/ arranjai-o; senão - merda!"...

Ménage à trois...

roubo.jpg
24horas, 27.06.2007

Repare-se na legenda da fotografia: " José Eduardo Moniz vai ter Soraia nua na TVI. Penim deu autorização... sem saber". Shakespeare imortalizaria esta traição...

Piratarias...

um poema é um sítio tão seguro
ali, as palavras não cortam a pele
pode-se ser homem ou mulher
gente, quase ninguém
pode-se afagar o tempo
dizer-lhe que está bem ter de morrer
ou ter de viver
pode-se fingir
interminavelmente
e até chegar a acreditar
que até se podia ser crente!
imagina:
umas quantas palavras e um não-dito
alguém há-de escavar
eu empresto a pá
e mostro o mapa
será sempre o começo de uma bela aventura
pensa já em ilhas e tesouros
e no mar
é aqui que quero chegar

Ana Saraiva

junho 26, 2007

Caução, precaução ou atrevimento monopolista?...

caucao.jpg

A EDP, que diligentemente me cobrou uma caução há mais de 25 anos e que, de dois em dois meses, me apresenta a factura do consumo, que eu pago religiosamente, quer que eu lhe peça agora, humildemente, a devolução da caução, talvez em papel selado. Estas empresas públicas, que desconhecem a lógica do simplex, são uma fraude. Uma fraude, pelos vistos, condescendida e talvez mesmo apadrinhada pelo governo.
Ficarei à espera que a EDP faça o que deve: que desconte o valor da caução numa das próximas facturas que me apresente. E que não brinque comigo.

Improviso para harmonizar...

O espaço entre as sombras de tanta presença
e o pensamento que nunca descansa
e raramente adormece
os brinquedos descuidados
as gavetas que abres e fechas
como se eu não estivesse lá dentro
e as mãos sujas de tanto pó acumulado
tanta vida de ausências
o pequeno livro de Catherine
no lugar de Babel
a voz em que repousas
no antebraço do sono
e o corpo em que foges
em direcção ao precipício mais próximo
nenhuma verdade é tão elementar como esta
gestos que reinventam a cumplicidade da harmonia.

Ademar
26.06.2007

Prendam o criminoso!...

record.jpg
Record, 26.06.2007

As palavras, em Portugal, pesam muito pouco na ponta dos dedos dos jornaleiros desportivos. O título desta croniqueta é bem uma prova disso. O criminoso que deveria ser preso é Pinto da Costa, por ter estacionado o carro à porta do tribunal, no lugar reservado aos magistrados. Crime, escreve o jornaleiro, de "tráfego de influência". Não sei se ria, não sei se chore. É tudo tão deprimente...

A demissão do mini Mega...

mega.jpg

Entre Mega Ferreira, boy socialista para todas as ocasiões, e Joe Berardo, cidadão-comendador, venha o diabo e resigne...
Convenhamos: Mega e Berardo, agora desavindos, são o melhor da pátria em todo o seu imenso esplendor. Eu prefiro mesmo o diabo...

De provocação em provocação e sempre pela pátria (ou pela Madeira): OPA de Berardo sobre Sócrates...

museu2.jpg
JN, 26.06.2007

museu1.jpg
JN, 26.06.2007

museu.jpg
Público, 26.06.2007

Joe Berardo dizia há dias que "já não há homens como Sócrates". Ei-los aqui juntos, na cerimónia oficial de lançamento da OPA de Berardo sobre Sócrates, "o segundo dia mais feliz da vida do comendador", como regista a edição de hoje do JN. Consta que Mega Ferreira, por ter "sangue azul" e ser um calaceiro, deixou de pertencer ao naipe de homens que Berardo admira...

Cidadão Berardo: Portugal a seus pés...

citizen_kane_7.jpg

Citizen%20Kane.bmp

citizen_kane_8.jpg

Imaginai no lugar de Charles Foster Kane (Orson Welles)... Joe Berardo, o cidadão-comendador: Portugal a seus pés...

junho 25, 2007

Lição...

faz como te fizeram a ti
ser livre
e rir disso
não é para todos

Ana Saraiva

Uma espécie de anedota...

polonia.jpg

Com absoluta franqueza, um país europeu que tem como presidente e primeiro-ministro dois irmãos gémeos... não pode ser levado a sério. Lech e Jarosław Kaczyński são uma espécie de anedota de muito mau gosto....
A esta Europa, eu não quero definitivamente pertencer, por mais tratados que me obriguem a referendar...

Improviso para encontrar dois peões...

O pensamento que nos transgride
tantas esquinas silenciadas
tantos segredos quase despidos
a perfeição tão longe de nós
e porém tão perto
quando a distância abate as suas sombras
e tudo parece tão próximo tão íntimo
como numa comunhão de luzes matinais
a persiana que sobes
o pequeno almoço servido na cama
as revistas da semana
o carinho sempre atrapalhado
e o pudor das palavras e dos gestos que hesitam
vimos de muito longe
saltámos sobre tantos precipícios
perdemo-nos em labirintos que pareciam não ter saída
e sempre sobrevivemos
agora sobram a tua fúria
e a minha dúvida
os dois peões que faltavam no tabuleiro do nosso xadrez
se os encontrarmos
ganharemos ambos o jogo.

Ademar
25.06.2007

Serviço público...

assiste.jpg

Hoje tinha esta oferta de "tratamento espiritual" na minha caixa de correio. Cumprindo a vocação de serviço público, e competindo, directamente, com a RTP, divulgo-a aqui.

Tolerância zero...

beij.jpg
24horas, 25.06.2007

Ainda há beijos que chocam... "escolas". Felizmente, a superintendente Bolden até é muito tolerante, sobretudo, quando "fala sobre tolerância"...

junho 24, 2007

Mulheres...

As mulheres são, para mim, elas que me perdoem, a prova definitiva da irrelevância de todos os deuses. E este video comprova-o.

Ryuichi Sakamoto...

sakamoto.jpg

Não sei porquê, mas adoro este cd de Ryuichi Sakamoto. Talvez porque me lembre de mais o Luís Manoel Lopes, o meu pianista privativo predilecto, com quem fiz um concerto de poesia para sempre memorável na Igreja de Santa Maria ou de São Siza Vieira, em Marco de Canaveses. Ainda te lembras, Luís?...

Improviso sob a forma de engano...

Hoje
enganei-me uma vez no teu nome
hoje
hesitei e tremi diante de uma fotografia
há segredos em que tropeço
aspiro sempre à coutada da intimidade.

Ademar
24.06.2007

Improviso para servir de oráculo...

Nunca te disseram que as semanas adiadas
têm muito mais do que sete dias.

Ademar
24.06.2007

Campo Alegre...

Do Carlos Fortunato, proprietário do restaurante Campo Alegre, no Porto, recebi a noite passada o seguinte sms: "Bom São João... Cuidado com o fogo e atenção aos excessos gastronómicos." Respondi-lhe: "obrigado pelos votos, mas felizmente sou abstémio".
O restaurante Campo Alegre e o Carlos Fortunato são um oásis de inteligência e de delicadeza na selva do food... O Mário Cláudio assinaria, seguramente, por baixo...

Improviso na esteira de Elvis...

Há um modo imaterial de tocar as teclas
de um piano
ainda que o piano seja o teu corpo
intocável
mais os gramas que correspondem
ao contrapeso da alma
isso a que os poetas mnemónicos chamam de amor
love me tender.

Ademar
24.06.2007

Noivos de S.João...

noivos1.jpg
Público, 24.06.2007

Que nenhum deus separe o que a Europa uniu...

junho 23, 2007

Esta é mesmo de... ARRASTÃO...

O aprendiz de feiticeiro Daniel Oliveira já não sabe o que há-de fazer à vida, ao ARRASTÃO e ao infeliz inquérito que lançou sobre as intercalares de Lisboa. Irritado com a votação excessiva que estava a ter o candidato da extrema-direita, Daniel resolveu, temporariamente, suspender a brincadeira e reformular os termos do inquérito. Assim:

Em quem vai votar para a Câmara de Lisboa?
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho
Jose Pinto-Coelho

Bem me parecia que este inquérito não passava de uma chalaça...

Em casa de pau, espeto de ferreiro...

quimic1.jpg
Público, 23.06.2007

A tragédia repete-se sempre como farsa. Em dois anos consecutivos, o Ministério da Educação não acerta e remenda. Dir-se-ia mesmo que a actual equipa ministerial tem um défice de... química...

Tributo comovido ao Expresso...

anjinha1.jpg
Única, 23.06.2007

Extraordinário: uma capa de revista não dedicada a Joe Berardo! Mal por mal, antes a inevitável Angelina...

O candidato dos marinheiros...

telmo.jpg
Focus, 20 a 26 de Junho de 2007

Repare-se com que delicadeza democrata-cristã Telmo Correia acena aos marinheiros que passam.

O bom povo português adora autarcas corruptos e falsos padres...

padreco2.jpg
JN, 23.06.2007

Amor de mãe...

padreco.jpg
JN, 23.06.2007

O rebanho, hoje, ataca a norte...

pubjoao.jpg
Público, 23.06.2007

Porto e Braga disputam esta noite o troféu da desbundagem solsticial, da martelada a granel, do bate-e-foge e do fogo de artifício. Quem puder fugir, que fuja... A mim, já não me apanham...

A crónica de comes e bebes do inteligente de turno...

espad1.jpg
Expresso, 23.06.2007

João Carlos Espada, ex-marxista-leninista-estalinista-maoísta, miraculosamente convertido à castidade e ao liberalismo cristão por Nossa Senhora de Fátima e Lord Pimplegay, definitivamente, errou a vocação de "gourmet" e cronista social. Quando ele aproveita as três colunas que o Expresso, misericordiamente, lhe concede para, em causa própria, discorrer sobre os eventos que organiza ou promove, o publicitário triunfa sempre sobre o académico. Repare-se neste suculento naco de prosa, retirado da crónica de hoje:

Os grandes desafios institucionais serão sobretudo abordados em três momentos: numa intervenção do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado; numa sessão especial com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, que contará com os patrocinadores dos Encontros (Millennium, FLAD, Vodafone, EDP, Embaixada dos EUA, Washington Global Energy e Diário Económico); e numa mesa redonda, presidida por Adriano Moreira, com participantes de Portugal, França, Inglaterra e Polónia.

Sorte a dos leitores do Expresso, por os Encontros do Estoril que João Carlos Espada organiza terem tão poucos patrocinadores...

A quinta Portugal (parte II)...

bera4.jpg
Tabu, 23.06.2007

bera3.jpg
NS, 23.06.2007

Depois da Sábado e da Visão, a Notícias Sábado e a Tabu... Socoooooooooorro!...

Parem com as insinuações sobre Sócrates!...

insinu1.jpg
Expresso, 23.06.2007

insinu2.jpg
Sol, 23.06.2007

Basta, basta, basta!... Sócrates não merece esta vileza...

junho 22, 2007

Improviso para dizer nós...

Atrapalhas a vida tropeças nela
adia-la sempre para um tempo seguinte
esquecendo que
cada noite é uma ponte que te regressa
à margem em que já não estás
não cabe a humanidade inteira na tua cela
mas cabe a parte dela
que talvez comece simplesmente em ti.

Ademar
22.06.2007

Steve Jobs: por favor, não deixeis de o ouvir!...

Este video, este discurso de Steve Jobs na Universidad de Stanford: devia ser ouvido e entranhado por todos. A sabedoria, tal como a entendo, é isto: um feitiço que nos abana como uma pluma num campo talvez de girassóis. Sou há muito anos utilizador dos Mac. Devo esta servidão a Steve Jobs. Não sabia que lhe devia tanto...Há palavras que ainda nos comovem, palavras que nos choram por dentro...

Eutanásia: uma luzinha ao fundo do túnel...

testam.jpg
JN, 22.06.2007

É a grande manchete da edição de hoje do JN. É inevitável que, um dia, teremos de começar a discutir abertamente a eutanásia, tanto mais que é assunto que interessa a todos, porque ninguém quer morrer em sofrimento para além do tolerável (e o tolerável é uma medida pessoal e intransmissível). Que o parlamento comece a abordar a questão pelo lado dos testamentos vitais parece-me sensato. Mas não deixa de ser uma porta de esperança que se abre para os defensores, como eu, da eutanásia...

Um padre em contramão...

padre.jpg
JN, 22.06.2007

O relato do Jornal de Notícias começa assim:

Terá sido, no mínimo, um baptizado original. Pelo menos, o início revelou-se absolutamente inesperado: o padre que iria celebrar a cerimónia foi retirado do altar pela PSP. Aconteceu na freguesia de Areias, no concelho de Santo Tirso, no passado sábado. "Quando [o pároco] disse 'Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo', a polícia agarrou nele", relatou ao JN a zeladora da Paróquia de Santiago de Areias, Maria Odete Moreira. De seguida foi-lhe mostrada uma notificação do Tribunal de Viana do Castelo. Havia outra pendente do Tribunal da Amadora. E foi levado para a esquadra da PSP de Santo Tirso. "Foi uma coisa alucinante. Parecia uma cena de um filme".

O JN sugere que o padre agora detido já fora repreendido pelo arcebispo de Braga, por, alegadamente, andar a pedir dinheiro emprestado aos paroquianos. Só não se sabe a troco de quê...
Por estas e tantas outras é que Lutero e Calvino foram tão bem sucedidos...

Proibir será a solução?...

Já escrevi no abnoxio sobre o Grand Theft Auto, que incita os jogadores ao crime. A mesma produtora, Rockstar Games, lançou recentemente no mercado um jogo ainda mais repelente, o Manhunt 2, em que os jogadores fogem a uma perseguição, matando compulsivamente quem quer que se lhes atravesse no caminho. As autoridades britânicas, leio aqui, acabam de proibir a distribuição do jogo. Receio a lógica subjacente a este tipo de proibições, mas assusta-me, confesso, que um jogo destes possa ser comercializado. Como sair honrosamente deste círculo perverso?...

junho 21, 2007

Improviso para micar...

Um barco de fumo
na planície da infância
abro as janelas e as portas
para que não respires apenas o silêncio do fogo
e ingresso na noite
que virá contigo e com a lua
ei-los
os brinquedos tardios
ainda inanimados
antecipo a vida toda que lhes concederás
e declino intimamente esse verbo
que só conjuga no teu mapa.

Ademar
21.06.2007


EMOtivos, EMOcionais, EMOcionantes, EMOlientes...

nemo.jpg
Sábado, 21.06.2007

Não pensam na morte e são muito amorosos, queridinhos, fofinhos. Passam os dias a ouvir música e a "trocar sentimentos". São os... emos... os novos hippies. Nada se cria, nada se perde, tudo sempre se transforma, neste eterno retorno ao que fomos e seremos...

Um "post" literariamente incorrecto em forma de saudade...

Tenho saudades, Zé, dos tempos em que me dizias, nas tertúlias coimbrãs, este poema de António Botto. Lembras-te? Nenhum de nós era (é) homossexual ou pedófilo, mas gozávamos (e, afinal, homenageávamos) a irreverência de um poeta maldito, que a homofobia expulsara do país. Hoje, lembrei-me de ti, tive saudades e apeteceu-me relembrar aqui o poema de Botto que tão bem dizias de cor. Um imenso abraço, primo!

botto.jpg

Nunca te foram ao cu
Nem nas perninhas, aposto!
Mas um homem como tu,
Lavadinho , todo nu, gosto!

Sem ter pentelho nenhum
com certeza, não desgosto,
Até gosto!

Mas... gosto mais de fedelhos.
Vou-lhes ao cu
Dou-lhes conselhos,
Enfim... gosto!

António Botto

O nosso problema não é falta de sexo, mas de estudos...

sexo1.jpg
Público, 21.06.2007

Se o Público, que raramente erra, garante que não há estudos... quem sou eu para o desdizer?...
Consolemo-nos, porém: o nosso problema não está na falta de sexo, mas de estudos... Antes isso...

Chorai, portuguesas! Santana tem uma nova namorada...

santa.jpg
24horas, 21.06.2007

Confesso que ainda não percebi: se são os fotógrafos que não largam Santana, se é Santana que não larga os fotógrafos. Uma coisa, porém, é certa: eles adoram-se...

A quinta Portugal...

bera2.jpg
Sábado, 21.06.2007

bera1.jpg
Visão, 21.06.2007

Não é a primeira vez, nem será a última. As duas revistas que se publicam à quinta nesta quinta que é Portugal dedicam as capas aos mesmos temas. Desta feita, o herói é Joe Berardo, perdão, o senhor comendador, "milionário extravagante". Quem o pára?...
Procurei no Rifoneiro e não encontrei a máxima popular que inventei há muitos anos: "quanto mais alto se sobe, de mais alto se desce"...

Lisboa: os meus candidatos...

Para esclarecimento do Daniel Oliveira, quero dizer-lhe que, se votasse em Lisboa (castigo a que a providência me poupou), hesitaria entre dois candidatos: José Sá Fernandes e Helena Roseta. Só analisando, criteriosamente, os respectivos programas é que decidiria.

Isto só vai mesmo de... ARRASTÃO...

Daniel Oliveira, no ARRASTÃO, propõe actualmente aos leitores um... inquérito. Nos seguintes termos...

Inquérito

Em quem vai votar para a Câmara Municipal de Lisboa?

António Costa
Fernando Negrão
Carmona Rodrigues
José Sá Fernandes
Helena Roseta
Ruben de Carvalho
Telmo Correia
Manuel Monteiro
Garcia Pereira
Gonçalo da Câmara Pereira
Pedro Quartim da Graça
José Pinto Coelho
Branco
Nulo

Três perguntas humildes e ingénuas ao promotor do inquérito:

1. Eu vivo e voto em Braga. Poderei responder?

2. Nestas consultas, e por razões mais do que óbvias, costuma apresentar-se os candidatos por ordem alfabética. Neste caso, não é assim. Poderemos saber qual foi o critério de ordenação dos candidatos?

3. Isto é mesmo para levar a sério ou não passa de uma... chalaça?!...

junho 20, 2007

Improviso para me dizer o mundo...

Sei que te cansam as palavras gastas
sei que te gastam e bocejam
por isso
preferes tantas vezes o silêncio
esse conforto despido de grandezas
esse tão íntimo desporto
de te saberes despossuída
quando todos te querem.

Ademar
20.06.2007

Improviso enfeitiçador...

A fauna das máscaras
a experiência da selva
e o paraíso entre tantos desertos
sobes comigo ao palco
e esquecemos as horas
ou esqueço eu apenas
e as luzes e as outras vozes
nessa espécie de bailado de azuis
que eu agora escrevo e repinto
os dias e as noites que cozinham
o sentido contrário do tempo
esta jaula de metáforas
tanto feitiço por dizer.

Ademar
20.06.2007

As virgens no céu e Angelina na terra...

angel.jpg
Público, 20.06.2007

Isto já não é uma overdose, mas um verdadeiro massacre. Não haverá mais mulheres no planeta para além de Angelina Jolie?...

Mais Jacintos...

Um querido Amigo (obrigado, Henrique!) teve a gentileza de me informar que há mais Jacintos na terra, putativos contribuintes do CDS/PP. Para além do já célebre Jacinto Leite Capelo Rego, é muito provável que nos arquivos contabilísticos do cristianíssimo partido se encontrem também recibos em nome de um tal Jacinto Leite Aquino Rego, suponho que primo do anterior, mas não pelo lado da mãe. Fica feita a ressalva...

Até no erotismo somos pífios...

cicci.jpg
Público, 20.06.2007

Fazer de Cicciolina cabeça de cartaz de uma feira erótica só, de facto, na Lisboa de Santana, Carmona e quejandos... Terá sido o cardeal do hissope que pediu?...

Que sobre alguém para nos ajudar, quando precisarmos...

eutan.jpg
JN, 20.06.2007

Os médicos que estão mais próximos da morte dialogarão talvez melhor com ela e com todos aqueles que, pela via do sofrimento e do desespero, a namoram. Não ignoro que as motivações de alguns deles poderão até não ser as mais altruístas, mas conforta-me saber que, muito provavelmente, não estarei sozinho, quando precisar de ajuda qualificada para morrer.

O meu seguro de vida...

filmes.jpg

Por mais filmes que veja, sobrará sempre algum para me garantir a eternidade. Não faço por menos...

Profissionais do pecado original...

mccann.jpg
24horas, 20.06.2007

Entendo o drama, não entendo o vício. Os pais da menina inglesa desaparecida no Allgarve parece que se viciaram numa espécie de expiação pública de culpa. São católicos e está quase tudo dito. A humanidade inteira deveria, diariamente, chorar com eles, sofrer com eles, ajudá-los a carregar a cruz pelas cinco partidas (ou já serão mais?). Saíram das primeiras páginas, mas continuam a fazer tudo o que podem para lá voltar. Não querem regressar a Inglaterra, não querem retomar o exercício das suas profissões (garantem os tablóides), querem fazer do seu luto um negócio e viver à sombra dele. Começo a achar tudo isto sórdido. Começo a perder a paciência e a sentir-me cada vez menos solidário. E não gosto do que sinto...

Obama... girl...

Este video já foi visto por muito mais de um milhão de internautas. Alguém consegue entender porquê?...

junho 19, 2007

Improviso breve em forma de extintor...

Quarto de fogo
quarta de cinzas.

Ademar
19.06.2007

O cinema perfeito...

padrinho3.jpg

Não sei quanto tempo dura a sequência inicial do primeiro Padrinho. Mas continuo a pensar que dura tempo de menos. A perfeição devia ser eterna...

Improviso quase sweet...

Gosto mais de sweet
do que de doce
e sei também que preferes o inglês
para viajar pelas palavras
so sweet sim
muito mais do que doce
tão doce
há dias em que não percebo mesmo
a língua em que falas.

Ademar
19.06.2007

Um mocinho com aspecto de Jacinto...

almeidacds.jpg

Eu sempre achei que este mocinho dava ares de Jacinto Leite Capelo Rego. Ele bem insiste em dizer-se João Almeida (e até passa por secretário-geral do CDS/PP!), mas não me convence. O Jacinto só pode ser ele...

Jacinto Leite Capelo Rego...

jacinto.jpg
Público, 19.06.2007

Era uma brincadeira brejeira dos meus tempos de adolescente (já lá vão, infelizmente, 40 anos). Como te chamas? Jacinto Leite Capelo Rego. Dizia-se, naturalmente, à brasileira, para acentuar o picante. O CDS, que tem uns meninos de coro que parecem sempre saídos da sacristia com a pilinha na mão, recuperou o nome da brincadeira para despachar, expeditamente, alguns recibos de donativos. Destes meninos, já espero tudo. Só me surpreende que haja ainda alguém, neste país, que se surpreenda...

Um pioneiro...

celorico.jpg
JN, 19.06.2007

Este rapaz merecia uma condecoração patriótica: é da estirpe dos bandeirantes, um verdadeiro pioneiro. Deixou-se apanhar.

E eu já encomendei um estudo para... Portela+2...

portela.jpg
Público, 19.06.2007

Perante estas notícias, começo a sentir-me um personagem de "Os Idiotas", de Lars Von Trier...

Berardo...Joe Berardo!...

berfp.jpg
24horas, 19.06.2007

Hoje sonhei com uma Madeira independente, com Jardim a primeiro-ministro e Berardo a presidente...

Uma crónica exemplar...

mapina.jpg
JN, 18.06.2007

- Setora! O Nandinho chamou nomes ao senhor director!
- Que foi que ele disse?
- Disse que a mãe do senhor director...
- Já percebi, já percebi, não digas mais! Nandinho: no fim da aula, vais comigo ao gabinete do senhor director!

E Toninho foi promovido, por decisão da professora, a delegado da turma...

A solução mais do que perfeita: Portela+2...

Não percebo nada de aeronáutica, como, de resto, quase todas as pessoas que se têm pronunciado sobre a matéria. Mas sei que só há uma solução consensual e absolutamente pacífica para o novo aeroporto internacional de Lisboa: Portela+2 (Ota+Alcochete).
E nem seriam precisos mais estudos: bastaria a bênção do cardeal hissopista...

junho 18, 2007

Improviso quase surdo e mudo...

As palavras emergem do silêncio
na ponte dessa viagem que não cansa
conto os quilómetros que fazes
e nunca acerto a distância
é mais fácil marcar nove algarismos
e ouvir o vento ou a brisa do mar
quando não desces ao canil
mordes as palavras que ficam sempre por dizer
mordes o silêncio
passeio as noites na marca dos teus dentes
ensurdeço quando gritas
grito para não emudecer.

Ademar
18.06.2007

Pinto da Costa: o mistério...

pintoda.jpg
Público, 18.06.2007

Estes mistérios dão cabo da paciência lusitana... Já não nos bastava que o estripador de Lisboa continuasse a monte. Agora, provavelmente, jamais chegaremos a saber com quem esteve Carolina "antes do livro". Terá sido com o próprio Pinto da Costa? Terá sido com Maria José Morgado ou Saldanha Sanches? Terá sido, simplesmente, com João Botelho e Leonor Pinhão? Não, estas hipóteses seriam demasiado óbvias. O picante do mistério reclama hipóteses menos verosímeis. Terá sido o cardeal patriarca? O próprio papa? Miguel Sousa Tavares? Pacheco Pereira? José Sócrates? Fernanda Câncio? Felícia Cabrita? Maria Elisa? Cavaco Silva? Ramalho Eanes?...
Uma coisa posso garantir: eu... não fui. Podeis riscar o meu nome da lista dos suspeitos...

A tragédia sempre à primeira página...

trag.jpg
JN, 18.06.2007

naufraga.jpg
24horas, 18.06.2007

Quando soube ontem do fatal desenlace, disse-te imediatamente "cá temos a primeira página do 24horas de amanhã". Lembras-te? Na mouche! O que eu ignorava é que o JN lhe faria, destemidamente, concorrência. A tragédia, como sabes, adora a primeira página dos tablóides...

junho 17, 2007

Improviso adverbial...

De uma voz chega-se a outra
e há pianos para todas as vozes
e muitos azuis
e verbos que tropeçaram
no sentido que lhes dás
viajas agora entre margens
entre casas
atravessando a noite que chove
e regressas à máscara de todos os dias
continuo a ignorar
onde.

Ademar
17.06.2007

O jardim zoológico só ao alcance de certas bolsas...

bradenag.jpg
Única, 16.06.2007

Um cambojano, um vietnamita, uma etíope, uma biológica e, proximamente, talvez, um checo. Há famílias assim, muito zoológicas...
Guardo as lágrimas para a próxima adopção...

Uma voz num azul eterno...

blue.jpg

O vinil é de 1971, mas continua a apetecer-me como quando o comprei. As ondulações da voz de Joni Mitchell são um permanente convite à evasão. Blue é uma eterna felicidade...

Um título maldoso, muito maldoso...

socrates1.jpg
JN, 17.06.2007

Todos os homens, no comércio mais íntimo, adoram ser aplaudidos à saída. E, muito mais, quando foram, miseravelmente, vaiados à entrada. Mas o JN escusava de ser tão, sibilinamente... maledicente...
De resto, já estamos todos fartos de saber que Sócrates é muito mais competente a sair do que a entrar...

Uma "carta" demolidora...

marques2.jpg
Única, 16.06.2007

A "carta" que o Comendador Marques de Correia (um dos mais antigos e excelentes cronistas do Expresso) dirige a Margarida Moreira na edição de ontem da Única é demolidora. Começa assim:

Cara Directora

Ainda me lembro de seres assanhada sindicalista, incapaz de lavrares nos campos do autoritarismo com a forma desenvolta com que o fazes actualmente. Desses tempos ficou-te a facúndia verberativa e a tendência para a graçola, que não é de menos, se utilizada contra os adversários, embora intolerável quando o alvo somos nós próprios.

Pois é, eu também me lembro. Infelizmente. Há lembranças, Margarida, que doem como facas no coração...


junho 16, 2007

Finalmente, o brinde!...

memosol.jpg

Saiu hoje, com a caixa arquivadora, o primeiro tombo das "Memórias" de José Hermano Saraiva. O Sol começa verdadeiramente a dar o peito à concorrência e a brindar com ela.
Quando as Memórias do tio se esgotarem, presumo que José António Saraiva começará a oferecer com o jornal as "Obras Completas" do pai, António José Saraiva. Excelente e oportuníssima iniciativa editorial...
Depois...
Depois... creio que José António Saraiva não resistirá a brindar os leitores do Sol com os seus próprios romances, incluindo esse extraordinário inédito, que os fados há muito prometem ao Nobel da Literatura.
Os filhos e os sobrinhos do director do Sol que tirem a senha e se coloquem na fila. A família Saraiva, oferecendo-se toda ela como brinde, esmagará fulmimantemente a concorrência...

Almeida Santos tinha razão: os terroristas preparam-se para atacar!...

terroris.jpg
Expresso, 16.06.2007

É a grande manchete da edição de hoje do Expresso: Almeida Santos, afinal, tinha razão. A direcção nacional do PSD alistou-se na Al-Qaeda e consta até que Marques Mendes já disputa a liderança a Osama bin Laden ...

E agora, Maria de Lurdes?!...

examq.jpg
Público, 16.06.2007

O sentido do acórdão do Tribunal Constitucional não poderia ser outro. A questão, de resto, era tão cristalina que só surpreende que não tenha havido, no Ministério da Educação, um assessor jurídico capaz de antecipar o desfecho inevitável do processo. Há muito que eu considero (a formação em direito e a experiência profissional vão-me servindo para alguma coisa) que a maior parte dos assessores jurídicos do ME se limita, caninamente, a dar suporte às decisões dos chefes, por mais absurdas que elas possam ser. Este é, apenas, mais um caso. E tudo continuará como dantes, quartel-general em Abrantes...

Publicidade enganosa...

oje.jpg
Público, 15.06.2007

Até ver este anúncio que ocupava ontem uma página inteira do Público (e de que apenas reproduzo a imagem principal), não conhecia o jornal OJE. Não conhecia e continuo sem vontade de conhecer.

O anúncio viola, pelo menos, três princípios do Código da Publicidade: o princípio da licitude, o da identificabilidade e o da veracidade.

Licitude...
O anunciante socorre-se das imagens de uma série de "individualidades", sugerindo que são leitores habituais do OJE. O Código proíbe a utilização da "imagem" ("imagem" e não apenas fotografia) de qualquer pessoa, sem autorização da própria. Alguém acredita que José Mourinho, Pinto Balsemão, Jardim Gonçalves, Américo Amorim, Belmiro Azevedo e os demais representados no anúncio tenham concedido a competente e prévia autorização?!...

Identificabilidade...
O Código exige que a publicidade seja inequivocamente identificada como tal, qualquer que seja o meio de difusão utilizado. O Público esqueceu-se de identificar a página do anúncio como "publicidade"...

Veracidade...
O Código exige que a publicidade respeite a verdade, não deformando os factos. O anúncio apresenta OJE como (sic) "O JORNAL DE ECONOMIA MAIS LIDO EM PORTUGAL". Mais lido?!... E, já agora, em média, por quantos leitores? E a afirmação é feita com base em que dados, estudos ou critérios?!...

Chama-se a isto... publicidade enganosa. Mas já se sabe que, em Portugal, vale tudo.

junho 15, 2007

Improviso quase medieval...

Conto os dias
conto as noites
e perco a conta aos dias
e perco a conta às noites
contabilizo ausências
antecipo regressos
desconto-me nos dias
desconto-me nas noites
ando às voltas de ti
e raramente me encontro.

Ademar
15.06.2007

Uma vergonha! Ele há homens capazes de tudo...

bradp.jpg
24horas, 15.06.2007

Este Brad Pitt é capaz de tudo! Até de cozinhar para ela...

Improviso cardiográfico...

Algures uma dor no peito
fumo talvez o último cigarro
o gelo no copo estremece
entretenho o medo
distraio as palavras
a memória aterra na língua
como um barco voador naufragante
e desembarco num labirinto de silêncios
dizia-te há pouco do cansaço
disfarçando o pânico
uma dor no peito
talvez uma falha sísmica
um protesto
algures um músculo que se contrai
espero que seja ainda
no lado certo do corpo
no lado certo da vida.

Ademar
15.06.2007

Caiu o cavalo ou caiu a "rainha"?...

isabeli.jpg
24horas, 15.06.2007

A língua portuguesa nunca ajuda à causa monárquica. Quem não sofreria com a queda de um cavalo? Quem não sofreria a queda?!...

Os beneméritos de Alcochete...

benem.jpg
Diário Económico, 15.06.2007

Afinal, têm cara. Julgava-se que tivessem apenas (reticências)...

O despacho acusatório de Charrua...

decharrua.jpg
JN, 15.06.2007

Parece que a partir de agora já há... matéria de facto. Começo a imaginar os senhores deputados a discutirem o assunto no hemiciclo.

- Vossa Excelência (observa um deputado da maioria, interpelando um colega da oposição) considera que se pode tolerar que um alto funcionário da administração afirme em pleno serviço que (cito) "somos governados por uma cambada de vigaristas e o chefe deles todos é um filho da puta?!..."

- Vossa Excelência (replica o interpelado) tem mesmo a certeza de que o funcionário em questão, ao supostamente ter afirmado que (cito) "somos governados por uma cambada de vigaristas e o chefe deles todos é um filho da puta?!...", tinha mesmo a intenção de insultar o primeiro-ministro?...

Imagine-se a continuação do diálogo...

O verdadeiro Dr. Strangelove...

peters.jpg

Mr. Chance, perdão, Dr. Strangelove, digo, Peter Sellers...

DR. STRANGELOVE OR: HOW I LEARNED TO STOP WORRYING AND LOVE THE BOMB...

strangelove.jpg
DN, 14.06.2007

Ou... a eterna saudade, a preto-e-branco, de Stlanley Kubrick e Peter Sellers...

junho 14, 2007

Improviso surpresa...

Desfolho o álbum sempre adiado
sim aqui estão as nuvens eu vejo
sobes por elas ao balcão
e desces depois pelo luar
além parece uma tartaruga
talvez rondando o canil
ou as linhas da tua mão
e essa saia de folhos
que parece despir o universo
a preto-e-branco
faltam grutas faltam cordas faltam braços
há um excesso de luz nestas fotos
e uma ruidosa
estranhíssima
ausência de saudades.

Ademar
14.06.2007

A tentação do bobo-rei...

Duarte.jpg

A SIC promoveu esta noite a causa monárquica, dedicando generosamente uma parte substantiva do Jornal da Noite ao herdeiro do trono, um tal Duarte Pio (que Conceição Lino, a repórter, tratava delicadamente por Dom). Estive a vê-lo e a ouvi-lo como se vê e ouve um abencerragem. O homem continua, pateticamente, a acreditar que o povo português morre de saudades dos reis que teve. Coitado! Ignora que o único rei que o povo português aprecia é o bolo... porque, simplesmente, o pode comer.

Uma leitura recomendável...

proibecao.jpg
Sábado, 14.06.2007

Proibido!, de António Costa Santos, não é apenas o retrato do Portugal salazarista.
Ao contrário do que possa parecer, continuamos, colectivamente, à janela do interdito, com o dedo acusatório em riste, sempre pronto a disparar. Digo: a proibir...

Ainda sobramos cinco milhões...

dores.jpg
DN, 14.06.2007

Estará a garrafa meio vazia ou meio cheia? Seja como for, é cada vez mais difícil, em Portugal, viver sem dor...

O cântico da sereia...

filomoni.jpg
Sábado, 14.06.2007

Desde que resolveu, em livro, pôr a nu a sua intimidade, de Filomena Mónica já tudo se pode esperar. Só não percebi ainda se é voyeurismo, exibicionismo ou mera senilidade...

Uma entrevista em forma de coisa...

margaridam.jpg
DN, 14.06.2007

Já o disse aqui e repito: conheço e tenho apreço pessoal por Margarida Moreira. Não somos propriamente amigos, mas sempre nos respeitámos. Eu sempre lhe disse na cara o que pensava e ela sempre foi directa e leal para comigo, no contexto das diversas funções em que nos fomos encontrando. Trabalhei com ela enquanto coordenadora do programa FOCO na região norte; mais tarde, quando ela foi chefe de gabinete do então Ministro da Educação, Augusto Santos Silva; e, mais recentemente, até há um ano atrás, como Directora Regional. Em todas as circunstâncias, e apesar das divergências que, por vezes, mantivemos, sempre admirei a tenacidade, a clarividência, o pragmatismo, o voluntarismo e o sentido de humor da Margarida. Digo isto para que fique claro que nada de pessoal me move contra a Directora Regional de Educação do Norte, bem antes pelo contrário: é com muita mágoa que tenho acompanhado os desenvolvimentos da trapalhada em que ela, ultimamente, foi envolvida e se deixou envolver...
Hoje, o Diário de Notícias publica uma entrevista de duas páginas com Margarida Moreira. Bem espremida, e sobre o caso que deu origem à trapalhada, nada de novo se retira da entrevista. Margarida insiste que se limitou a reagir a um insulto ao primeiro-ministro, insulto que lhe teria sido denunciado por... sms. E acrescenta o seguinte: "eu até percebo a opinião pública: se me contassem a mim que alguém tinha um processo disciplinar por contar uma anedota, eu diria que alguém enlouqueceu."
Acho que já toda a gente percebeu que Fernando Charrua, no recato de um gabinete, em conversa informal e descontraída com colegas, terá dito alguma coisa que soou a insulto ao primeiro-ministro. Isso, minha cara Margarida, deve acontecer todos os dias, em quase todos os gabinetes da administração pública. E, provavelmente, muito mais no norte, onde o "foda-se", o "cabrão" e o "filho da puta" fazem parte do linguarejar corrente dos nativos. No dia em que os chefes dos serviços começassem a participar disciplinarmente dos funcionários que utilizam, vulgarmente, esse tipo de vocabulário... não fariam outra coisa. Eu já desempenhei funções de chefia e, sob o mesmo argumento, poderia ter procedido disciplinarmente contra quase todos os meus.colegas ou... "inferiores". Nunca tal me passou pela cabeça: o poder quer-se usado com inteligência e bom senso...
Para além disso, recuso-me a dar para o peditório da delação canina (os cães que me perdoem!), esse miserável e antigo desporto nacional que tanto nos envergonha. Não sei, francamente, nesta trapalhada, o que me choca mais: se o insulto proferido em privado por Fernando Charrua, se a aparente canalhice do delator. Há atitudes que pessoas bem formadas, pura e simplesmente, não tomam. Era mesmo o que nos faltava que, a partir de agora, para agradar aos chefes de ocasião, nos convertêssemos todos em informadores de uma nova pide...
De resto, se Fernando Charrua era useiro e vezeiro na utilização de linguagem menos apropriada e se, chamado à atenção, reincidia... Margarida tinha um meio muito expedito e discreto para, no final do ano, dispensar os seus serviços e fazê-lo regressar à escola de origem. Processo disciplinar... para quê?...
Sobre tudo isto, a entrevista de Margarida Moreira ao DN não acrescenta nada. Ficamos todos a saber o que já sabíamos antes. O mais... é poeira de sacristia.

junho 13, 2007

Mnemónica...

nada
nem uma vibração
nem uma corda
nenhum dedo
ninguém
nem um som
nem um acorde
nenhum bater
ninguém
não ficou nada
desse além
nem uma sobra de nada
de quem foi alguém
ninguém
faz-te ao mar
ou ao vento
ao abraço
do tempo
diz ao que vens
talvez te aceitem
aqui é perto
e hoje é agora
talvez te aceitem
começa.

Ana Saraiva

Improviso para enganar calendários...

Resides numa ausência de mim
como se o teu algures
não coubesse na parte do planeta
a que pertenço
vagueio os olhos pelo mapa
e sinto-me ainda mais estrangeiro
e mais ainda quando me negas
a silenciosa rotina dos teus ciclos
a mais íntima verdade dos teus dias longínquos
por vezes duvido-me nas palavras
persigo pensamentos que me despem e me doem
tropeço em enigmas
sei onde estás e nunca sei onde estás
sinto-me a viver nos subúrbios
e que a cidade todos os dias te convoca
para experiências que me estranham.

Ademar
13.06.2007

Bebedeira mediática...

maddie1.jpg
24horas, 13.06.2007

No dia em que o jornal holandês De Telegraaf divulga dois mapas da suposta localização do cadáver de Maddie, o 24horas publica uma entrevista com uma norueguesa que teria visto a menina inglesa em Marraquexe, alguns dias após o seu desaparecimento. Basta ler a entrevista com alguma atenção para perceber que a testemunha não merece credibilidade alguma. Isso não impede o 24horas de lhe dedicar, por inteiro, a primeira página. Se a criança, infelizmente, está morta, que descubram rapidamente o paradeiro do seu cadáver, para que termine de vez esta miserável bebedeira mediática.

Que fazem os presidentes na intimidade?!...

Nicolas Sarkozy ficou neste estado depois de um encontro privado com Putin. Nem quero imaginar o que se passou entre eles...

Fruta composta, segundo o Houaiss...

fruta1.jpg

Pergunto-me, na senda do Houaiss: será fruta-barrete? Será fruta-bolsa? Será fruta-de-anel? Fruta-de-babado? Fruta-de-burro? Ou, simplesmente, fruta-de-cachorro?!...
Se Maria José Morgado tiver o Houaiss à mão, poderá ainda optar por... fruta-de-conta, fruta-de-galo, fruta-de-macaco, fruta-de-manteiga, fruta-de-papagaio, fruta-de-pavão, fruta-de-pomba, fruta-de-víbora, fruta-doce, fruta-do-conde-pequena, fruta-do-paraíso, fruta-mata-peixe, fruta-pão-de-macaco...
Desconfio que numa próxima edição do Houaiss lá encontraremos... fruta-pinto-da-costa...

É fruta, Senhora, é fruta!...

Frutajnpc.jpg

O Ministério Público garante que fruta é... putas, meninas de "cabaret", alternadeiras...
Pinto da Costa, escandalizado com a...imputação, esclarece que não, que fruta é... dinheiro, pilim, graveto...
Pobre da fruta, que já não pode ser, simplesmente, fruta...

junho 12, 2007

Improviso a destempo...

Nesse outro lado da infância
onde se formam as saudades que nos esperam
gruta quase impenetrável
labirinto de silêncios e de ausências
lá nos encontraremos sempre
para que ninguém se perca.

Ademar
12.06.2007

Improviso sobre Passion, Grace & Fire...

Simples como as tuas mãos
incontáveis os dedos entre as cordas da guitarra
subindo e descendo e apertando
uma espécie de corpo que poderia ser o meu
não há morte para explicar os sons
respiras pelos dedos e vibras sempre
antes que a noite adormeça
na ressonância da lua
as nuvens hoje parecem manchas esquecidas
no teu rosto.

Ademar
12.06.2007

Terão de morrer quantas vezes?...

mortos.jpg
Correio da Manhã, 12.06.2007

O Correio da Manhã dedica hoje (prometendo continuar amanhã) uma página aos militares mortos em África entre 1961 e 1974, reproduzindo em letra miudinha os nomes de centenas de "combatentes" que morreram, supõe-se, na guerra colonial. Temi, inicialmente, que fosse uma espécie mórbida de... publicidade. Depois, consultando a informação em rodapé, percebi que se tratava de uma iniciativa da chamada... Liga dos Combatentes. Há mortos profissionais e há vivos que nunca se cansam de viver dos mortos. Que pretende a Liga? Que o Estado democrático pague eternamente os desmandos do colonialismo salazarento e assassino?... Por favor, deixemos os mortos dormir em paz...

Arregimente-se o povo com o pároco a tiracolo e ressuscite-se Salazar!

escola.jpg
Correio da Manhã, 12.06.2007

Todos os anos, em se aproximando o termo do ano lectivo, é isto. O bom povo português (católico e pouco mais do que analfabeto) está, em geral, a marimbar-se para a qualidade das escolas, mas quando o bairrismo o desperta da letargia antropológica... enfurece e dispara sobre tudo o que mexe. Não importa que a escolinha mal se distinga de um palheiro ou de uma despensa. O que importa, se possível, é que as crianças nem vão à escola e ajudem nas lides da casa, da lavoura ou da pastorícia. O Portugal profundo, tão celebrado pelos saudosos do salazarismo, não passa de um resquício arqueológico da idade média ou da contra-reforma.

Haverá crime mais horrível?!...

cristrona.jpg
24horas, 12.06.2007

600 crianças penduradas?! E ainda há, em Portugal, quem confunda a pátria com este mocinho?!...

Não seria melhor acabar de vez com isto?!...

drenam.jpg
24horas, 12.06.2007

Entre acusações e contra-acusações, já não há dia em que os jornais não falem da DREN pelas piores razões. Tudo começou numa tremenda infelicidade, que depois se converteu numa bandeira fácil de guerrilha política. Eu não acredito que Margarida Moreira (pelo menos, a Margarida que conheço) não tivesse antecipado a trapalhada. E continuo convencido de que alguém muito próximo dela a tramou, estendendo-lhe uma ratoeira em que ela, imprudentemente, se deixou cair. Não sei como isto vai acabar, mas sei o que já teria feito se estivesse no lugar da Margarida. Ou da Ministra.

Quem será o cão de Pinto da Costa?!...

trela.jpg
Correio da Manhã, 12.06.2007

Ficou registada a oiro nos anais da devoção desportiva a célebre confissão de Pinto da Costa de que só confiava nos seus cães e em Reinaldo Teles. Quando os meus olhos pousaram distraidamente nesta foto, cheguei a pensar que o homem sentado na areia (que Pinto da Costa parece segurar pela trela) seria Reinaldo Teles. Depois concluí que estava equivocado, porque o fiel companheiro do presidente do FCP aparece, de pé, à direita, suponho que controlando um dos canídeos do chefe. Quem será o terceiro homem da fotografia? Quem segurará Pinto da Costa pela trela? Será Vítor Baía?...
Repare-se, ademais, na imaculada coerência do presidente do FCP: os calções e a trela que usa são azuis...

Soares e a espada fenomenal...

soares.jpg
Única, 09.06.2007

Mário Soares está fascinado por Hugo Chávez, o inenarrável caudilho venezuelano. Tanto, que desconfio que se deita com a espada dourada que o "fenómeno" lhe ofereceu.

junho 11, 2007

Improviso quase sobre a liberdade...

A repugnância tem um rasto muito antigo
mergulha no pântano da infância
lá onde florescem todos os preconceitos
e todas as vergonhas
só a coragem triunfa sobre ela
a coragem de nos sabermos mais eternos
do que a própria sombra que nos encarcera.

Ademar
11.06.2007

Repulsa...

Só agora soube do caso. Mas junto a minha voz à voz de todos os que, muito justamente, se indignaram.

Seis meses para não embaraçar a presidência europeia...

alcota.jpg
Tabu, 09.06.2007

Confesso que sempre achei os argumentos dos defensores da Ota algo excessivos. Nestas matérias, a paixão epidérmica deixa-me sempre desconfiado. Mas estava longe de imaginar que, depois de tantas declarações definitivas, o governo desse um passo atrás e viesse admitir que talvez haja uma alternativa para a Ota, em Alcochete.
Não acredito, obviamente, no arrependimento de Sócrates e Companhia. Mas compreendo que dê um certo jeito ao governo que, durante seis meses, não se fale mais das hipotéticas localizações do novo aeroporto internacional. Enquanto o pau vai e vem, folga a presidência da união...

O testamento de um trampolineiro...

herms.jpg
Público, 11.06.2007

O Sol jurava a pés juntos que jamais ofereceria brindes, mas a palavra dos Saraivas, como a da salvação, tem dias...
A partir do próximo sábado, o Sol irá oferecer as memórias de José Hermano Saraiva, tio do director. A família serve-se sempre à sobremesa e um camaleão em fascículos não é um repasto qualquer.
Os mais novos confundem Hermano Saraiva com José Carlos Malato, devem imaginar que se trata também de um apresentador de concursos. A minha geração, sobretudo aquela que passou por Coimbra nos finais dos anos sessenta, conhece Hermano Saraiva numa outra versão, menos bucólica: a versão de ministro sinistro da Educação dita Nacional dos estertores do salazarismo. Já na altura ele era um imaginativo contador de estórias e um excelente, ainda que patético, comediante. Quase quarenta anos depois, a criatura emerge das trevas e propõe-nos as suas memórias. Preparemo-nos, porque se trata de um velho, para uma misericordiosa gargalhada...

Deus não viaja sempre clandestino?...

papacl.jpg
24horas, 11.06.2007

Não sabia que Ratzinger tinha passaporte. Julguei que era um indocumentado, digamos, um pária...

Não atrapalhem Fátima, por favor!...

ota1.jpg
Tabu, 09.06.2007

Alguns amigos exigem-me uma opinião sobre a Ota. Digo-lhes que não tenho e não tenho pressa de ter. Relativamente à opção aeronáutica do governo, limito-me a dizer: espero apenas que a construção do novo aeroporto na Ota não atrapalhe as aterragens da virgem em Fátima. O turismo religioso nacional precisa de mais aparições...

junho 10, 2007

Aprendizagens...

coral.jpg
Pública, 10.06.2007

Hoje fiquei, finalmente, a saber como se faz um... corallo. Já posso morrer...

Improviso quase meteorológico...

Já não me lembro da especialidade do azul
que trazias
reconheço apenas que me enganei
e que choveu
o altar prometia veraneios
mas preventivamente nem saímos de casa
as previsões do tempo só acertam
dentro de cada um.

Ademar
10.06.2007

Polícia sempre científica...

tortura1.jpg
JN, 10.06.2007

Salazar é quem tinha razão. Uns tabefes bem aplicados, na hora certa... e todos confessam...
Chama-se a isto... ciência musculada...

Glória fácil...

ferncan.jpg
Notícias Magazine, 10.06.2007

A Notícias Magazine mudou de directora e de cronistas. Eu já estava à espera (costumo dizer que tenho um dedo que adivinha) de que Fernanda Câncio fosse uma das novas cronistas da revista. Acertei na mouche. Portugal é, monotonamente, tão previsível...

Tomates...

tomate.jpg

Ontem comprei um tomate especial. Hoje... dou a conhecê-lo ao universo. Com um OBRIGADO à fotógrafa!...

Pânico!...

marcello.jpg
24horas, 10.06.2007

Terá simplesmente desaparecido? Terá sido também raptado por uma rede pedófila? O país está suspenso das notícias e sofre. Será que Marcelo vai aparecer logo à noite na RTP, para fazer os habituais comentários de domingo? Haja fé e acreditemos todos no milagre!...

Depila...cão!...

depilacao.jpg
Tabu, 09.06.2007

As crónicas de José António Saraiva são absolutamente imperdíveis. Ontem, o peludíssimo director do Sol discreteava virilmente sobre os malefícios da depilação masculina, que considera "um dos sinais de decadência da nossa civilização". Pena que Saraiva não tenha lido os evangelhos apócrifos: Cristo era metrossexual...

Palhaçadas...

quedois.jpg
Público, 10.06.2007

A imprensa garante que Bush cometeu um erro protocolar, no encontro que manteve com Bento XVI: tratou-o por Senhor e não, como seria suposto, por Sua Santidade. Todas as fórmulas de tratamento são ridículas, mas há umas que conseguem ser ainda mais ridículas do que outras...
Mas lamento, desta feita, concordar com os críticos de Bush: Ratzinger merece ser tratado como merece...

junho 09, 2007

O luxo da consciência...

aborto1.jpg
Sol, 09.06.2007

Confesso que, como professor e funcionário público, já fiz (fui obrigado a fazer) muitas coisas que, profissionalmente, me repugnavam. Não tinha alternativa: ou fazia ou pedia a exoneração.
Em Portugal, a consciência profissional dos médicos, funcionários públicos, vale mais, muito mais do que a consciência profissional dos professores. Eles podem sempre invocar a objecção de consciência e recusar-se a fazer. Não importa sequer que seja uma objecção selectiva e oportunista. Os médicos que exercem funções nos hospitais públicos têm um estatuto que mais ninguém tem. É, obviamente, um escândalo. Quem aspira, profissionalmente, ao luxo da objecção de consciência e a quer impor aos outros deve sair do Estado e dar o lugar a outros. Não faltam clínicas privadas que empreguem os médicos objectores. Designadamente, as clínicas abortadeiras...

Mais um suave... milagre...

milagre1.jpg
Expresso, 09.06.2007

Entre o logro e a crendice, a fronteira é muito ténue, quase invisível. A igreja dita católica sempre explorou a crendice e tentou tirar o máximo proveito possível do logro. Umas vezes resulta, como no caso de Fátima, outras, não. Esta estória do polaco ressuscitado prometia fortes dividendos, mas hoje a fraude milagreira tem as pernas cada vez mais curtas. Resulta muito melhor a castidade pré-matrimonial de Kaká...

As insólitas manchetes do Expresso...

dren1.jpg
Expresso, 09.06.2007

O Expresso está cada vez mais parecido com O Inimigo Público, o suplemento humorístico do diário da Sonae. Esta manchete, a principal da edição de hoje, é um convite à gargalhada. As queixinhas de um padre-autarca são o acontecimento mais importante da semana para o Expresso. Paz à sua alma...

Beatifiquem-no!...

kaka.jpg
Público, 08.06.2007

Não se percebe bem o alcance da extraordinária revelação, mas é sempre reconfortante saber que um futebolista brasileiro resiste, corajosamente, à... tentação. Se, em vez de jogar em Milão, jogasse em Roma... já teria sido, certamente, beatificado, como os pastorinhos de Fátima...

junho 08, 2007

Improviso para dizer uma espécie de degredo...

Que nada fosse tão certo
como o cansaço ou a lentidão das tuas dúvidas
que nada fosse tão pesado
como o trabalho que diariamente engrena as tuas mãos
fechas por dentro todas as portas
e atiras a chave pela janela mais estreita
para que não possas sair de ti
senão voando
tenho tantas palavras antigas para te dizer
antes que a noite adormeça.

Ademar
08.06.2007

O fado da crucificação em dó menor...

cristnu.jpg
24horas, 08.06.2007

Não sei quem pagará este deboche, mas duvido muito que seja o público. O 24horas garante que há "grandes firmas" do norte que patrocinam a crucificação. Acredito piamente. Espero, apenas, que não tenham salários em atraso, nem dívidas ao fisco...
O Rivoli, nesta nova versão, promete...

A partir desta posta, exijo o estatuto de blogue de interesse público...

bruxed.jpg
O Crime, 06.06.2007

Quem, de vez em quando, não sente que precisa da assistência de um bruxo?!...

O 25 de Abril despontou aqui...

Hoje apetece-me voltar a Coimbra...

junho 07, 2007

Improviso para distrair do trabalho...

Por uma sopa
oferece-se a fome
e a sede
por um verde branco
alvarinhado
entre lençóis de luzes
à mesa
e sonhos muitos sonhos
almofadados
agora a nudez da tarde
descobre a dança dos corpos
e há uma mão que corre as cortinas
para não veres
uma boca que morde
uma língua que brinca
pernas e braços entrelaçados
segredos inaudíveis à distância
vozes que apenas sussuram
depois ergues-te sobre o silêncio
e montas o pudor a toda a cela
tão leve como uma pena da infância
há intervalos que as palavras não dizem
porque neles acontece simplesmente
o que de mais íntimo e frágil nos doamos.

Ademar
07.06.2007



Todos os anos, a desilusão no meu peito...

comendas1.jpg
24horas, 07.06.2007

Todos os anos, em se aproximando o 10 de Junho, uma ansiedade quase hamletiana toma conta de mim. Será desta que serei agraciado com uma comenda? Fico atento ao telemóvel. Os dias escorrem ainda mais lentamente. Todos os meus amigos e vizinhos já foram contemplados, menos eu. Até a minha mulher-a-dias já ofereceu o peito à insígnia e às mãos do presidente. Só eu continuo a penar... Pergunto-me que mal terei feito à pátria, para que ela continue a ignorar-me assim...
Eu sei, eu sei. Sou um português excêntrico. Não gosto de fado, nem de touradas, nunca fui a Fátima e tenho um pacto com o diabo para embirrar com a padralhada. Raramente vou à bola e não jogo no euromilhões. Não voto no PS, nem no PSD, e não estou filiado em nenhum outro partido ou seita. Não meto nem aceito cunhas, não faço favores, nem admito que os façam por mim. Não tenho cadastro de pedófilo ou predador sexual, nem de burlão ou evadido fiscal, e não trato ninguém por... excelência, por doutor ou engenheiro. Rio de mais dos políticos demagogos, mentecaptos ou corruptos e não perco nunca a oportunidade de zurzir a espécie. Sim, eu sei: não tenho dignidade bastante para merecer uma medalha, digo, uma comenda. O meu bisavô paterno tinha; eu, não. Sou a vergonha da família. Esperarei pacientemente mais uns anos e depois... suicidar-me-ei. A pátria já me tirou as medidas para o caixão...


Hoje apetece-me ajudar o Público...

aniv.jpg
Público, 07.06.2007

Prestimosamente, o Público diz-nos todos os dias quem faz anos. A lista dos aniversariantes é, geralmente, bastante modesta. Hoje apetece-me ajudar o Público, acrescentando os nomes, profissões e idades de outros tantos aniversariantes ilustres. Aqui vai.

Anastacia Trepinskova, professora de mandarim para invisuais, 44 anos.
José Marmelo, free-lancer, 32 anos.
Paul Antoinette, bispo pedófilo, 69 anos.
Jose Luis Unguita, narcotraficante, 43 anos.
George W. Cusha, empresário de armamento, 58 anos.
Maria Completa, brasileira emigrada, 23 anos.
Tony Amarante, cantor, 33 anos.
Eliaz Estevez, recordista do Guiness, 38 anos.
Shunga Toi, acompanhante, 27 anos.
Anónimo, comentarista safardana do abnoxio, 45 anos.

Se o leitor (ou a leitora) conhece outros aniversariantes ilustres, peço-lhe que complete a lista.


Música para afugentar a ansiedade, a depressão e a morte...

kepa1.jpg

Que o eterno e incurável Portugal dos devoristas se lixe, à esquerda e à direita! Já estou quase na posição de quem não quer saber: eles que capturem o que resta do erário dito público, enquanto lhes consentimos a festança.
Hoje, feriado, vou tentar esquecer que sou português e bailar com Kepa Junkera. A pátria pode esperar: há quem cuide dela. Com muito amor e carinho, como se sabe...

O candidato pujantemente reformado...

Isto pode ler-se no site da candidatura de Fernando Negrão à Câmara de Lisboa.

josecid.jpg

José Frederico de Lemos Salter Cid - Economista

José Salter Cid nasceu a 13 de Agosto de 1954. É casado e pai de dois filhos.
Licenciou-se em Organização e Gestão de Empresas pelo ISCTE.
Foi Secretário de Estado da Segurança Social, Secretário de Estado Adjunto das Comunicações e Deputado na Assembleia da República.
Exerce actividade profissional como gestor de empresas.

Cid, o sacador...

cid.bmp

Este sujeitinho, informava ontem o Público, estará para se reformar da PT (ou já se reformou mesmo), com uma pré-reforma mensal próxima dos 15.000 Euros. Repito, por extenso: quinze mil euros.
O sujeitinho dá pelo nome artístico de Salter Cid, é um desses gestores equiibristas que passam a vida a saltar do governo para as empresas públicas ou afins e das empresas públicas ou afins para o governo e tem... 53 anos de idade.
Se isto é verdade, Portugal deixou, definitivamente, de ser um Estado (com maiúscula) para passar a ser um imenso Bordel.
Cid, o Campeador... é agora (na versão portuguesa contemporânea) Cid, o Sacador.
Quando Sócrates ou alguém em nome dele voltar a pedir sacrifícios ao povo, não sei se resistirei a vociferar um impropério.
Ah! este videiriinho é o nº2 da lista de Fernando Negrão à Câmara de Lisboa. Votai nele, lisbonenses, votai nele, que a pátria agradece!...

junho 06, 2007

Será que Deus não protege o Papa dos pedófilos?!...

bemtotedesco.jpg


Tem 27 anos, é alemão e tentou saltar sobre o... Papa. Será (que deus me perdoe!) pedófilo?...

Improviso quase contabilístico...

O prazer como serpente
que chega sempre depois da cabeça
e do rasto dela
o prazer depois do prazer
a esplanada
o cão namoradeiro
as luzes inúteis
as sombras ausentes do crepúsculo
fora e dentro
dizes que nunca viverás o suficiente
para pagar o que deves
e tens razão
há contas que não cabem numa vida apenas.

Ademar
06.06.2007

Quem estica um bocadinho mais a corda?!...

pedofsab.jpg
Sábado, 06.06.2007

Espera-se que os jornalistas da Sábado, esfomeados de notícias sensacionais, não comecem a simular homicídios e outros enredos criminais...

Touradas...

Pediram-me que divulgasse este video. Faço-o com muito gosto. Tudo o que se possa fazer para acabar com o sórdido espectáculo do sofrimento (de pessoas ou animais)... deve ser feito.

junho 05, 2007

Improviso para alindar os dias...

Um adjectivo
uma quase trivialidade
pode pesar mais do que a alma
tu nunca aprendeste a distinguir as palavras
pelo peso
porque nunca te amestraram nesse trabalho delicadíssimo
de ponderação das substâncias simbólicas
sim
a magia do adjectivo
está na metamorfose
nesse truque que o transforma na evidência da coisa iluminada
o substantivo ele mesmo.

Ademar
05.06.2007

Portugal não existe...

toy.jpg

Confesso a deficiência patriótica: não distingo os cantores pimba. Conheço vagamente alguns nomes, que o analfabetismo vai promovendo, mas não passo daí. Mas hoje, na TVI, fixei finalmente um nome, associando-o ao esqueleto: Toy. Toy (um nickname, aliás, portuguesíssimo) é o autor e o intérprete do hino da campanha do candidato Carmona à Câmara de Lisboa. Ouvi uns acordes, digamos assim, e fiquei absolutamente rendido à magnificência da coisa. Definitivamente, Portugal não existe.

Ora agora brinco eu...

bush-putin.jpg
www.mladina.si/projekti/duplerice/bush-putin

Missa, míssil. Ora agora brinco eu, ora agora brincas tu, mais eu...
Não sei se já reparou, mas estes tipos falam sempre com um certo jeito de quem está a gozar connosco...

Lágrimas por Maddie, perdão, por medida...

fatkil.jpg
24horas, 05.06.2007

A fazer fé no 24horas, ele diz que tem rezado muito a Deus e à Senhora de Fátima. Amanhã saberemos, certamente, pelo 24horas... se Deus e a Senhora de Fátima têm estado contactáveis. Palpita-me que sim...

Saia mais um crime para a mesa dos tablóides!...

crime24.jpg
24horas, 05.06.2007

É um frenesim, uma vertigem: o 24horas consegue transformar a primeira página numa espécie de macedónia ou salada do crime. E ainda há quem diga que o sexo vende...

O eterno regresso de Terry Malloy...

lodonocais.jpg

Os cais, hoje, são outros. E o lodo já não se filma a preto e branco...

junho 04, 2007

Improviso redundante...

Intimidade
entre nós
escreve-se com poucos nomes
o teu e o meu
o mais
acontece apenas.

Ademar
04.06.2007

Improviso em forma de coisa...

Se quisesse irritar-te diria
que és uma coisa simples
coisa
não há palavra maior
no universo da língua portuguesa
cabe tudo nela
o mais íntimo
o mais ínfimo
como se o próprio infinito não passasse
de uma sequência de coisas
a noite que nos surpreendesse
em flagrante delito
e eu diria apenas como sempre
que a culpa era tua.

Ademar
04.06.2007

De vez em quando, um poema de Manoel de Barros...

A namorada

Havia um muro alto entre nossas casas.
Difícil de mandar recado para ela.
Não havia e-mail.
O pai era uma onça.
A gente amarrava o bilhete numa pedra presa por
um cordão
E pinchava a pedra no quintal da casa dela.
Se a namorada respondesse pela mesma pedra
Era uma glória!
Mas por vezes o bilhete enganchava nos galhos da goiabeira
E então era agonia.
No tempo do onça era assim.

Manoel de Barros, Tratado geral das grandezas do ínfimo

Quase três anos depois...

Um blogue é uma teimosia. Esta teimosia quase diária fará 3 anos no próximo mês de Julho. Já começo a sentir-me um decano...
Mas ainda não tenho vontade de desistir
...

A higiene do crime...

serial1.jpg

Nos próximos dias, ouviremos falar menos de Maddie e mais... do serial killer de Santa Comba Dão (não me refiro a Salazar, naturalmente). A RTP, empresa pública, acompanhará generosamente o julgamento de António Costa (cruzes canhoto!) e os Serviços Prisionais, provavelmente, autorizarão a RTP a entrevistar diariamente o arguido, para imenso deleite dos telespectadores.
Mediaticamente, só o crime lava o crime...


Os lisboetas devem preferir que os candidatos façam antes o pino...

acosta2.jpg
24horas, 04.06.2007

Estas imagens têm um único efeito em mim: a repulsa. Felizmente, não vivo, nem voto em Lisboa.

junho 03, 2007

Improviso para distrair o espelho...

Mordes o labirinto
como se apenas quisesses marcar o futuro
na minha pele
fecho os olhos para distrair
o espelho
na calorosa certeza dos teus dentes.

Ademar
03.06.2007

Era uma vez uma revista decente...

notm.jpg
Notícias Magazine, 03.06.2007

Era uma revista decente. Vai mudar de gerência e de cronistas. O "novo" DN, tabloidesco, precisa de vender ao domingo... uma porcaria qualquer. Paz à sua alma!...

Zodiac...

gnrskil.jpg
Público, 03.06.2007

Começará amanhã o julgamento do serial killer de Santa Comba Dão. Hoje, a RTP passou uma extraordinária entrevista com o arguido, que se proclama inocente (depois de ter confessado no inquérito a autoria dos crimes). O argumentário do homem é infantil e patético: quase todas as provas reunidas contra ele foram forjadas pelo verdadeiro homicida, que ele aponta a dedo.
Cada um defende-se como pode e este António Costa... defende-se mal, muito mal. Mas o que se estranha é que os Serviços Prisionais o tenham autorizado a dar a entrevista, que ainda mais o incrimina. Se a moda pega, o Ministério Público pode meter férias por uns tempos.
Isto é Portugal no seu melhor, com a lei, a justiça e a ética jornalística a saque...

A atracção do "cinema" português pelo alterne...

bote1.jpg
Público, 03.06.2007

O Público não diz, mas João Botelho, o realizador, é marido ou companheiro de Leonor Pinhão, a prefaciadora e principal promotora do vómito em forma de livro de Carolina Salgado. Estão todos muito bem uns para os outros, digo, uns nos outros...

junho 02, 2007

Ota-me!...

alcu.jpg
Sol, 02.06.2007

Metaforicamente, um novo aeroporto fica sempre bem num campo de tiro. Até os camelos agradeceriam...

Nada se perde, nada se cria, tudo, felizmente, se transforma...

carsant.jpg
24horas, 10.09.2005

Nem sempre o namoro resulta, mesmo entre católicos...

Consciência pública e consciência privada...

conscmed.jpg
Público, 02.06.2007

A consciência pública pesa muito mais, já se sabe, do que a consciência privada. Que o digam os obstretras objectores do Hospital de Santa Maria...

Profissão: beatnik?...

beatn.jpg
Única, 02.06.2007

Ei-lo, um verdadeiro... beatnik, temperado em vinha-d'alho...
As espécies extraordinárias que o Expresso descobre em Portugal...

Como pode este homem estar a rir?!...

anunri.jpg

Trata-se de um encarte publicitário, distribuído hoje, pelo menos, com o Expresso.
Entre desgraças, este homem... ri. Por que rirá ele?
Hipóteses que me ocorrem.
Porque, simplesmente, é português e não leva nada a sério...
Porque tem o cartão de filiado no PS e sabe que a sua oportunidade chegará...
Porque não fez o curso na Universidade Independente...
Porque não lê, não ouve, nem vê notícias...
Porque é do Opus Dei ou da Maçonaria...
Porque é sádico ou masoquista...
Porque fala com deus todas as noites...
Porque, simplesmente, posou para a fotografia...


A atracção do vazio...

confap1.jpg
Expresso, 02.06.2007

O movimento associativo de pais, em Portugal, é uma espécie de teatro de sombras. Mais ainda do que o movimento sindical. As associações, em geral, representam ninguém e falam, quase exclusivamente, pela voz (e pelas convicções muito particulares) dos seus dirigentes. As federações regionais e a confederação valem o que valem as associações que representam. Ou seja, valem muito pouco ou quase nada. É uma imensa pirâmide construída sobre o vazio.
Garante hoje o Expresso que a CONFAP está à porta de uma cisão. Nada que me surpreenda. O vazio atrai sempre o vazio...

A porcaria dos instintos...

paisca.jpg
JN, 02.06.2007

Os pais católicos têm muita razão: o sexo e o erotismo são uma perversão, da qual devemos defender as crianças e os adolescentes. Como diz um tal Heduíno, citado pelo JN, não podemos sobrepor "a espontaneidade dos instintos à moral"...
Espontaneidade? Eu diria mais: a porcaria dos instintos...

junho 01, 2007

Improviso para explicar o Himalaia...

O desejo circulante
o desejo entre todos os sentidos
o desejo que contagia
nem tu própria imaginaras
que podia ser assim
que no teu altar
outrora esse balcão
caberia a humanidade inteira
de rastos ou de joelhos
como numa qualquer coroação.

Ademar
01.06.2007

A mais inesperada revelação policial!...

avanco.jpg
24horas, 01.06.2007

Espantoso: esteve um estranho no quarto de Maddie! Terá sido a mulher de limpeza?...

O cerco...

grasup.jpg
DN, 28.05.2007

Braga, que Mesquita Machado "governa" há 30 anos, é um... case study.

Fechar o país para... desobras...

sald.jpg
Visão, 31.05.2007

Há mais de 20 anos que o digo (ainda Saldanha Sanches não andava nestas lides): faça-se um rigoroso escrutínio ao património dos dirigentes autárquicos e dos principais funcionários das câmaras. Em muitos casos, o país ficaria em estado de choque. Ficaria? Mas há alguém que não saiba?!...
Não generalizo: nas câmaras municipais, há certamente presidentes, vereadores e funcionários honestos e incorruptíveis (conheço ou julgo conhecer bastantes). O problema é que a poeira da corrupção autárquica é tanta que mal os distinguimos...