« ADAM SEDGWICK | Entrada | VELHINHOS, MAS LIGEIROS »

março 26, 2008

NA FRONTEIRA DA CIÊNCIA

na-fronteira-da-ciencia.JPG


DIA 26.03.08
18H
FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN: AUDITÓRIO 2

Icebergs, neve e muitos pinguins: as razões do ano polar internacional
José Xavier
Centro de Ciências do Mar, Universidade do Algarve


Como é que os icebergs, a neve e os pinguins nos podem ajudar a compreender a importância das regiões polares em relação às alterações climáticas que estão a ocorrer no Planeta, é o foco desta palestra. Portugal foi um dos países envolvidos no início da exploração polar, logo no século XVI e, nos últimos trinta anos, um grupo de oito investigadores portugueses desenvolveram estudos científicos na Antárctica, em colaborações internacionais com vários países. Pela primeira vez na história, no entanto, Portugal está a participar no Ano Polar Internacional (API), um programa internacional científico e educacional sobre os pólos (consultar o site: http://anapolar.no.sapo.pt). Portugal assinará em breve o Tratado da Antárctica, que define que este continente seja devotado à ciência e à paz. A palestra de José Xavier focará os estudos científicos que estão a ser realizados por cientistas portugueses nos pólos, nas suas diferentes áreas – ciências atmosféricas, ciências biológicas, ciências da Terra e criosfera, ciências planetárias e astronomia. Ainda no âmbito do API, o comité Português para o Ano Polar Internacional e a Associação de Professores de Geografia, elaborou um projecto chamado LATITUDE60!, cujos principais objectivos são educar sobre as regiões polares, mostrar a importância determinante que estas regiões têm para a dinâmica e regulação climática do Planeta e apresentar a excelente ciência que os investigadores portugueses produzem nessas regiões.

José Xavier é biólogo marinho, com publicações em ecologia, conservação e gestão de recursos marinhos. Doutorou-se pela Universidade de Cambridge, Inglaterra, e é actualmente investigador no Centro de Ciências do Mar, Universidade do Algarve, e na British Antarctic Survey (Reino Unido). Faz investigação na Antárctica desde 1997. José Xavier é membro do Comité Português para o Ano Polar Internacional e coordenador nacional de três projectos chave do Ano Polar Internacional. Para além disto, representa Portugal na Cambridge Philosophical Society, Cephalopod International Advisory Council (CIAC), Association of Early Career Scientists (APECS), Youth Steering Committee for the International Polar Year (YSC) e Scientific Committee for Antarctic Research (SCAR).

Publicado por tentilhão às março 26, 2008 11:27 AM

Comentários

Comente




Recordar-me?